Curso de especialização                   TECNOLOGIAS EM EDUCAÇÃO                   COORDENAÇÃO CENTRAL DE EDUCAÇÃO A DIST...
CEGUEIRA TOTALA cegueira total ou simplesmente AMAUROSE, pressupõecompleta perda de visão. A visão é nula, isto é, nem ape...
Educação Inclusiva    A Constituição Federal no seu Artigo    205 diz: “A educação, direito de todos    e dever do Estado ...
Descrição de uma experiência  exitosa no município de OcaraAluna com cegueira total sem déficit        cognitivo aparente
ContextualizandoO município de Ocara, encontra-se situada na regiãode transição do sertão do semiárido no nordeste doBrasi...
A aluna Maria Bianca de 8 anosde idade, estuda no 2° ano doEnsino Fundamental na E.E.F.Maria de Lourdes Cosme, estásendo a...
Diagnóstico     “ Glaucoma Congênito é uma       doença       rara,    hereditária,       caracterizada pelo aumento da   ...
Preparação do professor•   Desde 2009, o município de Ocara    está promovendo o curso: Formação    Continuada       em   ...
Sala de recursos multifuncionais                  A sala de recursos multifuncionais                  dispõe      de      ...
Mudanças necessárias            No ano de 2011 a E. E. F. Maria            de      Lourdes    Cosme       foi            c...
Ações imprescindíveis                                          A escola realiza inúmeras atividades                       ...
Passos importantes             No mês de maio a escola recebeu       mais uma Tecnologia Assistiva – TA, para       que se...
Parceiros indispensáveis                 A família é parceira incondicional,            pois participa ativamente de todo ...
Evento de sensibilização e socialização       realizado no município                             Café com Inclusão,       ...
A mãe da Biancaparticipou e deu odepoimento, muitoemocionada.
..."Há muitas pessoas de visão perfeita que   nada veem"......"O ato de ver não é coisa       natural. Precisa ser aprendi...
Referências Bibliográficas•   CONDE, Antônio João Menescal. Instituto Benjamim Constant. Disponível    em: <http://www.ibc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seminário - Inclusão e Tecnologias Assistivas

798 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
126
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário - Inclusão e Tecnologias Assistivas

  1. 1. Curso de especialização TECNOLOGIAS EM EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO CENTRAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CCEAD PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO SEMINÁRIO - INCLUSÃO E TECNOLOGIAS ASSISTIVAS TURMA: CE01 MEDIADOR: SIMONE BERNARDO DE CASTRO GRUPO VISÃO DE ÁGUIA: CEGUEIRA TOTAL SEM DÉFICIT COGNITIVO APARENTECursistas:Francisca Alves de MedeirosJangirgledia de Oliveira
  2. 2. CEGUEIRA TOTALA cegueira total ou simplesmente AMAUROSE, pressupõecompleta perda de visão. A visão é nula, isto é, nem apercepção luminosa está presente. Antônio João Menescal Conde
  3. 3. Educação Inclusiva A Constituição Federal no seu Artigo 205 diz: “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.” No artigo 206 acrescenta que “O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola”.
  4. 4. Descrição de uma experiência exitosa no município de OcaraAluna com cegueira total sem déficit cognitivo aparente
  5. 5. ContextualizandoO município de Ocara, encontra-se situada na regiãode transição do sertão do semiárido no nordeste doBrasil. É uma cidade pacata com pouco mais de vintee três mil habitantes e é, em sua grande maioria,rural, desenvolvendo uma agricultura desubsistência. Dentro desse contexto, encontra-se a E.E. F. Maria de Lourdes Cosme na localidade deJurema dos Vieiras. No ano de 2007, a referida Escolarecebeu equipamentos da Sala de RecursosMultifuncionais – SRM, neste espaço acontece oAtendimento Educacional Especializado - AEE.Em respeito ao Decreto nº 6.571, que dista sobre oAEE, o qual é um serviço da Educação Especial, paragarantir a todos os alunos com deficiência o acesso àescola, removendo barreiras que impeçam afrequência e permanência desses alunos nas turmasdo ensino regular.
  6. 6. A aluna Maria Bianca de 8 anosde idade, estuda no 2° ano doEnsino Fundamental na E.E.F.Maria de Lourdes Cosme, estásendo atendida na SRM, e contacom um professor capacitadopara orientar, promover eacompanhar o processoeducacional da aluna.
  7. 7. Diagnóstico “ Glaucoma Congênito é uma doença rara, hereditária, caracterizada pelo aumento da pressão intraocular em crianças portadoras de má formação nos olhos. Pode atingir apenas um ou os dois olhos e costuma estar associado a transtornos sistêmicos e síndromes, como a Síndrome de Sturge-Weber. Quando o diagnóstico não é realizado a tempo, a doença leva à cegueira irreversível.” No caso da aluna Bianca, atinge os dois olhos.
  8. 8. Preparação do professor• Desde 2009, o município de Ocara está promovendo o curso: Formação Continuada em Atendimento Educacional Especializado visando capacitar, instrumentalizar e acompanhar os professores para o desenvolvimento de ações que contemplem o Atendimento Educacional Especializado nas Salas de Recursos Multifuncionais.• Os professores recebem embasamento teórico sobre as práticas a serem desenvolvidas em sala de aula, que venham a fomentar as ações necessárias no tocante à inclusão das pessoas com deficiência.
  9. 9. Sala de recursos multifuncionais A sala de recursos multifuncionais dispõe de equipamentos importantes para a comunicação do aluno: máquina braile, audiolivros, soroban, letras e gravuras em relevo, bengala longa, pranchas e presilhas para prender o papel nas carteiras, computador com sintetizador de voz e periféricos adaptados, recursos óticos, bolas de guizo e material de avaliação em relevo, com textura e ampliados, etc.
  10. 10. Mudanças necessárias No ano de 2011 a E. E. F. Maria de Lourdes Cosme foi contemplada com o programa Escola Acessível da Secretaria de Educação Especial, o qual busca adequar o espaço físico das escolas estaduais e municipais, a fim de promover acessibilidade nas redes públicas de ensino. Assim sendo, a escola adquiriu equipamentos, jogos, materiais acessíveis e realizou adaptação na escola colocando piso tátil e placas táteis para que seja facilitado o acesso e orientação das pessoas com deficiência no espaço da escola.
  11. 11. Ações imprescindíveis A escola realiza inúmeras atividades voltadas a adaptação da aluna à sala de aula, desde palestras, vivências de situações de aprendizagem na escola e na comunidade, dinâmicas de grupo e jogos pedagógicos que facilitam a interação e as relações interpessoais com foco na cooperação e respeito às diferenças. Bianca participa ativamente das atividades desenvolvidas nas escola, e tem recebido aulas de Orientação eProfessoras Meire e Isabele com a aluna Mobilidade para que venha a seBianca fazendo uso da pré-bengala tornar autônoma e independente nos espaços da escola e da comunidade.
  12. 12. Passos importantes No mês de maio a escola recebeu mais uma Tecnologia Assistiva – TA, para que seja utilizado no processo educativo com a aluna. O Scanner Sara-Pc é um leitor com voz, converte documentos impressos em áudio para que o deficiente visual tenha acesso ao documento, usando reconhecimento óptico de caracteres (OCR). Com ele é possível escolher os principais sintetizadores de voz para essa reprodução documento. A escola ainda conta com um suporte de Softwares educativos e jogos pedagógicos. No momento das provas a aluna conta com o apoio de um leitor, que realiza a leitura das provas e de outras atividades. Ela já está sendo alfabetizada em Braille, a escrita e leitura do cego, e em sistema de cooperação está repassando os conhecimentos para os outros colegas da escola.
  13. 13. Parceiros indispensáveis A família é parceira incondicional, pois participa ativamente de todo o processo educacional da aluna, inclusive a mãe realiza um curso de Braille no Centro de Referência do Estado do Ceará – CREAECE, onde a criança também realiza atendimento fonoaudiológico, terapia ocupacional e aula de orientação e mobilidade. Todas essas ações só foram possíveis em virtude de parcerias e esforços conjunto entre a família, Escola e Secretaria de Educação do município, pois estes atores tem ciência de que juntos é possível realizar a inclusão dos alunos com deficiência de modo efetivo.
  14. 14. Evento de sensibilização e socialização realizado no município Café com Inclusão, onde os professores do Atendimento Educacional Especializado - AEE, disseminaram seus conhecimentos com os profissionais da Secretaria da Educação e outros.
  15. 15. A mãe da Biancaparticipou e deu odepoimento, muitoemocionada.
  16. 16. ..."Há muitas pessoas de visão perfeita que nada veem"......"O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido"... (Rubem Alves)
  17. 17. Referências Bibliográficas• CONDE, Antônio João Menescal. Instituto Benjamim Constant. Disponível em: <http://www.ibc.gov.br/?itemid=94>. Acesso em: 11 maio 2012.• BONOTTO, Lígia Beatriz. Oftalmopediatria. Disponível em: <http://www.oftalmopediatria.com>. Acesso em: 17 maio 2012.• BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, Senado, 1998 .• Imagens encontradas em google imagens www.google.com

×