29/09/2012                                                                                                     MANIFESTAÇÕ...
29/09/2012         MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM                                                                    MAN...
29/09/2012        3
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bulimia e Boca

1.084 visualizações

Publicada em

TCC UNICID

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.084
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bulimia e Boca

  1. 1. 29/09/2012 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS ambiente bucal cronicamente ácido. : mudanças metabólicas, endócrinas, psicológicas e aumento da glândula parótida, nutricionais. dores na garganta, perda de controle do indivíduo lesão do esmalte dental, compulsão e transtorno alimentar descalcificação, aumento da incidência de cáries dentais, erosão dentária, COMPLICAÇÕES CLÍNICAS: dentes sensíveis, Orientadora: hábitos purgativos, como à indução voluntária de vômito por PRISCILLA SAYURI refluxo gastroesofágico, NAKAHARA HANO exceder a ingestão de alimentos propositadamente. esofagite e úlcera. MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS A valorização da forma e do peso do corpo tem levado muitas pessoas a sacrifícios,com o intuito de conseguirem chegar ao corpo ideal. (ROMARO e ITOKAZU, 2002) 2.1. Conceito de bulimia 2.2. Características clínicas na Odontologia Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos que afetam principalmente A bulimia se caracteriza por surtos de ingestão maciça dos alimentos,mulheres adultas jovens e adolescentes. (ESPÍNDOLA e BLAY, 2006) seguidos por comportamentos compensatórios de eliminação, que seriam através Pessoas que induzem o vômito, no mínimo, três vezes por semana e por A bulimia nervosa é caracterizada por grande ingestão de alimentos de uma maneira de vômitos auto-induzidos, uso abusivo de laxantes, diuréticos e atividade física longos períodos, costumam apresentar erosões do esmalte dental.(OLIVA emuito rápida e com a sensação de perda de controle, os que chamados episódios bulímicos. excesso. (RIBEIRO et al.,1998) FAGUNDES, 2001)(CUNHA, 2008) Sua prevalência é na população feminina com idade entre 18 e 48 anos com um índice de 1% a 2% desta população. (BACALTCHUK e HAY, 1999) É comum observar aumento das glândulas parótidas e eritema do palato, A primeira descrição da bulimia nervosa foi feita por Gerald Russel em faringe e gengiva. (ASSUMPÇÃO e CABRAL, 2002) 1979. No Brasil as publicações desta doença começaram em 1988, com o índice de mortalidade de 10%. (CORDÁS e CLAUDINO, 2002) Os sinais extra-bucais apresentados são a aparência magérrima, olhos profundos, negação psicológica e lesões nos dedos decorrentes da auto-indução ao vômito (sinais de Russel). (NOVAIS et al., 2007) MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS Pacientes com lesões na língua, amígdalas, alterações laríngeas e 2.1. Tratamentodistúrbios na voz. Com o decorrer do tempo, também pode-se encontrar O presente estudo compilou os trabalhos referentes às Em relação à saúde bucal :cuidados emergenciais, educação dodesordens cardíacas e disfunções cerebrais. (BALATA et al., 2008) paciente(prevenção) , restaurações e manutenção. (TRAEBERT e MOREIRA, 2001) manifestações clínicas bucais de pacientes bulímicos, tendo por As erosões dentais envolvem as superfícies linguais e palatinas dos Casos de erosão dentária : reconstrução com resina composta em dentesdentes anteriores e oclusais dos dentes posteriores. Não há muitas lesões anteriores e para os posteriores confecção de coroas totais, que restabelecem objetivo apontar os efeitos que este transtorno causa na cavidadecariosas em pacientes bulímicos. (CORRÊA, LERCO e HENRY, 2008) estética e dimensão vertical de oclusão. (GONÇALVES, CATELAN e OKIDA, 2008) As medicações psiquiátricas,, caracterizam a gengivite e ressecamento bucal e propor uma conduta clínica mais adequada, analisando osda mucosa gengival. Há casos de aparições de granuloma, úlceras em boca, Pedir ao paciente esperar pelo menos uma hora para escovar os dentes,coloração amarelada no palato mole e hematomas na úvula. (SANTOS et al., 2010) após a ocorrência de vômitos. Deve ser indicado o uso de soluções alcalinas após procedimentos sugeridos pelos diversos autores. episódios de vômitos e regurgitações. (MAGALHÃES et al., 2008) 1
  2. 2. 29/09/2012 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM NOVAIS ET AL. (2007) e SANTOS ET AL (2010), ressaltam que o ato de PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS regurgitar constantemente, provoca a cárie dental. Entretanto, CORRÊA, LERCO e HENRY (2008), o número de cárie era inferior ao encontrado nos demais pacientes. TRABERT e MOREIRA (2001), NOVAIS ET AL. (2007) e SANTOS ET AL SOPEZKI e VAZ (2008), série de interações multifatoriais responsáveis pelos TRAEBERT e MOREIRA (2001) e CORRÊA, LERCO e HENRY (2008), relatam que a erosão dental , compromete as faces palatinas e linguais dos dentes anteriores e (2010) o cirurgião dentista é potencialmente o primeirotranstornos alimentares. Já VILELA ET AL. (2004) a prevalência desses transtornosvaria de acordo com o nível de urbanização. oclusais posteriores. Já para ASSUMPÇÃO e CABRAL (2002), são os incisivos e caninos, nas profissional de saúde a diagnosticar a doença, devido as faces palatinas e linguais e erosão moderada nas faces vestibulares.BACALTCHUK e HAY (1999) o transtorno alimentar é encontrado em várias classes características clínicas bucais.sociais e que ele afeta principalmente mulheres jovens. A prevalência é napopulação feminina 1% a 2%, enquanto APPOLINÁRIO e CLAUDINO (2000) aprevalência é de 1,1% a 4,2%.MELIN e ARAÚJO (2002) defendem a idéia de que homens também sofrem estedistúrbio, entre 18 e 26 anos. Para MC DONALD e AVERY (1995) , COLEMAN e NELSON (1996), TRABERT eMOREIRA (2001) , ASSUMPÇÃO e CABRAL (2002) , CORRÊA, LERCO e HENRY (2008) , CUNHA(2008) e SANTOS ET AL. (2010) , um ambiente bucal cronicamente ácido, traz sinais esintomas de erosão dental. Imagens cedidas pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli Imagens cedidas pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS O cirurgião dentista pode identificar um paciente bulímico de acordo A glândula parótida pode estar aumentada em 8% a 50%, afirmam com suas características clínicas.OLIVA e FAGUNDES (2001). ASSUMPÇÃO e CABRAL (2002) relatam que As alterações clínicas bucais são provocadas pelo fato dos pacientes sealimentos com alto teor de carboidratos podem causar intensa estimulação das auto-induzirem ao vômito frequentemente, e, as mais comuns são :glândulas parótidas, resultando em uma hipertrofia. •Erosões dentais Os sinais extra-bucais mais frequentes são a presença da pele seca eamarelada, intolerância ao frio, bradicardia, olhos profundos, negação psicológica •Glândula parótida aumentadae lesões nos dedos decorrentes da auto-indução ao vômito. (ASSUMPÇÃO e •Eritema do palato, na língua e amígdalasCABRAL, 2002) , (NOVAIS et al., 2007) •Xerostomia MAGALHÃES et al. (2008) aconselham a esperar pelo menos uma hora •Cáriespara escovar os dentes depois do vômito auto-induzido. Já PÂNTANO (2010) •Gengiviterecomenda a escovar os dentes dez minutos após o episódio bulímico .COLEMAN e NELSON (1996) prescrevem a utilização de cremes dentais com •Granulomaalta concentração de flúor e com baixa abrasividade. • Úlceras • Hematomas na úvula. Imagem cedida pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS BUCAIS EM PACIENTES BULÍMICOS PACIENTES BULÍMICOS HAY, Phillipa J. Epidemiologia dos transtornos alimentares: estado atual e desenvolvimentos futuros. Revista Brasileira de Psiquiatria. v. 24, n. 3, p. 13-17. dezembro 2002. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA MAGALHÃES, A. C. et al. Erosão dentária em odontopediatria: relato de casos clínicos. Revista Odontologia Clínico-Científica. v. 7, n. 3, p. APPOLINÁRIO, José C.; CLAUDINO, Angélica M. Transtornos alimentares. Revista Brasileira de Psiquiatria. v. 22, p. 28-31. 247-251. jul./set. 2008. dezembro 2000. MANGUEIRA, Dayane F. B. et al. Prevalência e fatores associados à erosão dentária em escolares de João Pessoa. Com. Ciências Saúde. ASSUMPÇÃO, Carmen L.; CABRAL, Mônica D. Complicações clínicas da anorexia nervosa e bulimia nervosa. Revista v. 20, n. 1, p. 29-36. fevereiro 2009 Brasileira de Psiquiatria. v. 24, n. 3, p. 29-33. dezembro 2002. MC DONALD, Ralph E.; AVERY, David R. Odontopediatria. Tradução por Volschan; Oliveira; Mello; Sperb; Teles; Ferreira; Mello; Moreira; Cruz; BACALTCHUK, Josué; HAY, Phillipa J. Tratamento da bulimia nervosa: síntese das evidências. Revista Brasileira de Paula; Marçal. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2003. Cap. 3, p. 199-200. Psiquiatria. v. 21, n. 3. p. 184-187. setembro 1999. MELIN, Paula; ARAÚJO, Alexandra M. Transtornos alimentares em homens: um desafio diagnóstico. Revista Brasileira de Psiquiatria. v. 24, n. 3, p. 73-76. dezembro 2002. BALATA, Patricia et al. A bulimia nervosa como fator de risco para distúrbios da voz: artigo de revisão. Revista Brasileira de MORGAN, C. M.; VECCHIATTI, I. R.; NEGRÃO, A. B. Etiologia dos transtornos alimentares: aspectos biológicos, psicológicos e sócio- Otorrinolaringologia. v. 74, n. 3, p. 447-451. maio/jun. 2008. culturais. Revista Brasileira de Psiquiatria. v. 24, n. 3, p. 18-23. dezembro 2002. BRANCO, C. A. et al. Erosão dental: diagnóstico e opções de tratamento. Revista de Odontologia da UNESP. v. 37, n. 3, p. NETO, Faustino T. Nutrição Clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. Cap. 5, p. 43. Gengivite Xerostomia 235-242. setembro 2008. NOVAIS, Veridiana R. et al. Reabilitação funcional de erosão dental devido a bulimia. Revista Brasileira de Ciências de Saúde. v. 11, n. 1, p. CLAUDINO, Angélica M.; BORGES, Maria B. F. Critérios diagnósticos para os transtornos alimentares: conceitos em 79-86. jul./ago. 2007. evolução. Revista Brasileira de Psiquiatria. v. 24, n. 3, p. 7-12. dezembro 2002. OLIVA, Carlos A. G.; FAGUNDES, Ulysses. Aspectos clínicos e nutricionais dos transtornos alimentares. Psiquiatria na Prática Médica. v. COLEMAN, Gary C.; NELSON, John F. Princípios de diagnóstico bucal. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 1996. Cap. 8, p. 34, n. 2. abr./jun. 2001. 90. PANTANO, Mariana. Pesquisa revela alta prevalência de erosão dentária entre crianças de três e quatro anos. Revista da Associação CORDÁS, Táki A.; CLAUDINO, Angélica M. Transtornos alimentares: fundamentos históricos. Revista Brasileira de Psiquiatria. Paulista dos Cirurgiões Dentistas. v. 44, n. 635, p. 24. março 2010. v. 24, n. 3, p. 3-6. dezembro 2002. RIBEIRO, R. P. P.; SANTOS, P. C. M.; SANTOS, J. E. Distúrbios da conduta alimentar: anorexia e bulimia nervosas. Departamento da Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. v. 31, n. 4, p. 45-53. jan./mar. 1998. CORDÁS, Táki A.; NEVES, José E. P. Escalas de avaliação de transtornos alimentares. Revista de Psiquiatria Clínica. v. 26, n. Eritema de palato 1, p. 4. jan./fev. 1999. ROMARO, Rita A.; ITOKAZU, Fabiana M. Bulimia nervosa: Revisão de literatura. Psicologia: Reflexão e Crítica. v. 15, n. 2, p. 407-412. abril 2002. CORRÊA, N. C. C. S. F.; LERCO, M. M.; HENRY, M. A. C. A. Estudo de alterações na cavidade oral em pacientes com doença SANTOS, Catarina M. B. et al. Características morfofuncionais do trânsito orofaríngeo na bulimia: revisão de literatura. Revista CEFAC. v. de refluxo gastroesofágico. Departamento de Cirurgia e Ortopedia da Faculdade de Medicina de Botucatu. v. 45, n. 2, p. 132-136. 12, n. 2, p. 308-316. mar./abr. 2010. abr./jun. 2008. SOBRAL, M. A. P. et al. Influência da dieta líquida ácida no desenvolvimento de erosão dental. Pesquisa Odontológica Brasileira. v. 14, n.4, CUNHA, Lara C. N. Anorexia, bulimia e compulsão alimentar. São Paulo : Atheneu, 2008. Cap. 4, p. 23-31 p. 406-410. out./dez. 2000. DUNKER, K. L. L.; ALVARENGA, M. S.; ALVES, V. P. O. Transtornos alimentares e gestação – uma revisão. Jornal Brasileiro SOPEZKI, Daniela; VAZ, Cícero E. O impacto de relação mãe-filha no desenvolvimento da autoestima e nos transtornos alimentares. de Psiquiatria. v. 58, n. 1, p. 60-68. janeiro 2009. Interação em Psicologia. v. 12, n. 2, p. 267-275. novembro 2008. ERBERT, Tâmara C. Anorexia e bulimia nervosa: blogs e casos reais. São Paulo : Marco Zero, 2005. Cap. 5, p. 27. TEIXEIRA, Paula C. et al. A prática de exercícios físicos em apcientes com transtornos alimentares. Revista de Psiquiatria Clínica. v. 36, n. ESPÍNDOLA, Cybele R.; BLAY, Sérgio L. Bulimia e transtorno da compulsão alimentar periódica: revisão sistemática e 4, p. 145-152. dezembro 2008. TRAEBERT, Jefferson; MOREIRA, Emília A. M. Transtornos alimentares de ordem comportamental e seus efeitos sobre a saúde bucal na metassíntese. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. v. 28, n. 3. set./dez. 2006. adolescência. Pesquisa Odontológica Brasileira. v. 15, n. 4, p. 359-363. out./dez. 2001. FERREIRA, Cynthia F. et al. Disfonia e bulimia: avaliação dos sintomas e sinais vocais e laríngeos. Revista da Sociedade VILELA, João E. M. et al. Transtornos alimentares em escolares. Jornal de Pediatria de Porto Alegre. v. 80, n. 1. jan./fev. 2004. Brasileira de Fonoaudiologia. v. 14, n. 2, p. 177-185. fevereiro 2009. Imagens cedidas pela Profª. Dulce Helena Cabelho Passarelli GONÇALVES, G. F.; CATELAN, A.; OKIDA, R. C. Reconstrução plástica dental em erosão ácida. Revista de Odontologia da UNESP. v. 37, n. 192. maio 2008. 2
  3. 3. 29/09/2012 3

×