SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
TÍTULOS CAUCIONADOS
                                     Registros Contábeis

Sumário

    •   1. Conceito
    •   2. Contabilização

1. CONCEITO

A caução de títulos revela a garantia pignoratícia que recai sobre títulos de qualquer espécie,
em distinção ao contrato de penhor, em que a garantia recai, propriamente, sobre bens ou
coisas móveis.

Na técnica bancária, esta expressão é utilizada para designar o contrato de mútuo garantido
por títulos de qualquer natureza.

A caução de títulos pode ocorrer da seguinte forma:

a) ou é pura e simples, na qual a obrigação principal resulta da entrega imediata da importância
da garantia que ela representa;

b) ou representa a abertura de um crédito garantido (conta de caução), movimentado,
rotativamente, durante a sua vigência, e geralmente garantida por títulos comerciais, que se
vão sucessivamente vencendo e sendo renovados por outros valores da mesma espécie.

Os efeitos da caução se iniciam com a entrega dos títulos ao credor, mediante comprovação
por escrito.

Os contratos de caução estão sujeitos ao registro no Cartório de Títulos e Documentos para
que possam valer contra terceiros.

2. CONTABILIZAÇÃO

Exemplo:

Considerando-se que determinada empresa faça uma operação de caução de duplicatas por
intermédio de instituição financeira.

Neste caso, a instituição financeira empresta à empresa apenas uma determinada
porcentagem do valor total das duplicatas que lhes foram entregues, já debitando na conta do
cliente os encargos e despesas pertinentes.

Tendo em vista o borderô enviado ao banco, os lançamentos contábeis podem ser efetuados
da seguinte forma:

BORDERÔ ENVIADO AO BANCO XYZ S/A

                    DUPLICATA EMPRESA VALOR R$ VENCIMENTO
                        100        A        5.000,00 05.12.2003
                        120        B       15.000,00 09.12.2003
                        130        C       10.000,00 12.12.2003
                        140        D        7.000,00 20.02.1998
                    TOTAL _____________________________ R$
                    37.000,00
Percentagem contratada sobre o valor do borderô = 85%

I) Pela remessa das duplicatas para o banco:

D - DUPLICATAS CAUCIONADAS (Conta de Compensação Ativa)
C - ENDOSSOS PARA CAUÇÃO (Conta de Compensação Passiva) R$ 37.000,00

II) Recebido o borderô, o banco credita na conta corrente da pessoa jurídica a percentagem
preestabelecida - 85% do valor total do borderô:

R$ 37.000,00 X 85% = R$ 31.450,00

D - BANCO CONTA MOVIMENTO (Ativo Circulante)
C - EMPRÉSTIMO CAUCIONADO (Passivo Circulante) R$ 31.450,00

III) Considerando-se que o Banco XYZ S/A receba a duplicata nº 100 da Empresa "A", no valor
de R$ 5.000,00, com vencimento em 05.12.2003, temos:

a) Pela baixa do valor da conta de compensação:

D - ENDOSSOS PARA CAUÇÃO (Conta de Compensação Passiva)
C - DUPLICATAS CAUCIONADAS (Conta de Compensação Ativa) R$ 5.000,00

b) Pela amortização do empréstimo junto ao Banco XYZ S/A:

D - EMPRÉSTIMO CAUCIONADO (Passivo Circulante)
C - CLIENTES (Ativo Circulante) R$ 5.000,00

IV) Pelo valor das despesas bancárias, no valor de R$ 350,00, debitadas pelo banco:

D - DESPESAS BANCÁRIAS (Conta de Resultado)
C - BANCO CONTA MOVIMENTO (Ativo Circulante) R$ 350,00

Nota: Por ocasião do recebimento das demais duplicatas serão efetuados os mesmos
lançamentos.

Após o recebimento da duplicata no valor de R$ 5.000,00 da Empresa "A", a situação do
empréstimo caucionado ficou sendo a seguinte:

- Saldo devedor na conta de empréstimo caucionado:

R$ 31.450,00 - R$ 5.000,00 = R$ 26.450,00

- Montante das duplicatas em poder do banco:

R$ 37.000,00 - R$ 5.000,00 = R$ 32.000,00

- Valor do novo empréstimo:

R$ 32.000,00 X 85% = R$ 27.200,00
No caso, a empresa está devendo R$ 26.450,00, e as duplicatas em poder do Banco dão
cobertura para um empréstimo no valor de R$ 27.200,00, portanto a empresa pode solicitar ao
banco XYZ S/A que credite essa quantia na sua conta movimento.

A empresa poderá também optar pelo restabelecimento do valor inicial, enviando ao banco um
novo borderô de R$ 5.000,00, passando a ter assim a possibilidade de um novo empréstimo no
valor de R$ 31.450,00, uma vez que o valor das duplicatas em poder do banco com a nova
remessa passa a ser de R$ 37.000,00 (37.000,00 X 85% = 31.450,00).

Fundamentos Legais: Os citados no texto.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dva .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva  .:. www.tc58n.wordpress.comDva  .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Balancetes e razonetes gabarito 00
Balancetes e razonetes gabarito 00Balancetes e razonetes gabarito 00
Balancetes e razonetes gabarito 00zeramento contabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05contacontabil
 
Estabelecimento de política e risco de crédito
Estabelecimento de política e risco de créditoEstabelecimento de política e risco de crédito
Estabelecimento de política e risco de créditoAlexandre Pereira
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedracontacontabil
 
Contabilidade básica manual (1)
Contabilidade básica manual (1)Contabilidade básica manual (1)
Contabilidade básica manual (1)Luísa Bessa
 
Contabilidade de custos fácil
Contabilidade de custos fácilContabilidade de custos fácil
Contabilidade de custos fácilUFRR
 
Modelo de Carta de Circularização - Clientes e Fornecedores
Modelo de Carta de Circularização - Clientes e FornecedoresModelo de Carta de Circularização - Clientes e Fornecedores
Modelo de Carta de Circularização - Clientes e FornecedoresMarlon de Freitas
 
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)gpossati
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Wandick Rocha de Aquino
 
Proceso en hoja de trabajo
Proceso en hoja de trabajoProceso en hoja de trabajo
Proceso en hoja de trabajoCARLOS MASSUH
 
Exercicios contabilidade 2 depreciacao
Exercicios contabilidade  2 depreciacaoExercicios contabilidade  2 depreciacao
Exercicios contabilidade 2 depreciacaocapitulocontabil
 
Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1Mayara Maciel
 
Contabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosContabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosrazonetecontabil
 

Mais procurados (20)

Dva .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva  .:. www.tc58n.wordpress.comDva  .:. www.tc58n.wordpress.com
Dva .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Balancetes e razonetes
Balancetes e razonetesBalancetes e razonetes
Balancetes e razonetes
 
Balancetes e razonetes gabarito 00
Balancetes e razonetes gabarito 00Balancetes e razonetes gabarito 00
Balancetes e razonetes gabarito 00
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
 
Estabelecimento de política e risco de crédito
Estabelecimento de política e risco de créditoEstabelecimento de política e risco de crédito
Estabelecimento de política e risco de crédito
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
 
Contabilidade básica manual (1)
Contabilidade básica manual (1)Contabilidade básica manual (1)
Contabilidade básica manual (1)
 
Aula 4 - 3 Auditoria Fiscal
Aula 4 - 3 Auditoria FiscalAula 4 - 3 Auditoria Fiscal
Aula 4 - 3 Auditoria Fiscal
 
Bp exercicios resolvidos
Bp exercicios resolvidosBp exercicios resolvidos
Bp exercicios resolvidos
 
Contabilidade de custos fácil
Contabilidade de custos fácilContabilidade de custos fácil
Contabilidade de custos fácil
 
Modelo de Carta de Circularização - Clientes e Fornecedores
Modelo de Carta de Circularização - Clientes e FornecedoresModelo de Carta de Circularização - Clientes e Fornecedores
Modelo de Carta de Circularização - Clientes e Fornecedores
 
18 - NBC TA 240 – Fraudes
18 - NBC TA 240 – Fraudes18 - NBC TA 240 – Fraudes
18 - NBC TA 240 – Fraudes
 
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
 
Pgc nirf
Pgc   nirfPgc   nirf
Pgc nirf
 
Bizcool Viabilidade financeira de projetos
Bizcool   Viabilidade financeira de projetosBizcool   Viabilidade financeira de projetos
Bizcool Viabilidade financeira de projetos
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
 
Proceso en hoja de trabajo
Proceso en hoja de trabajoProceso en hoja de trabajo
Proceso en hoja de trabajo
 
Exercicios contabilidade 2 depreciacao
Exercicios contabilidade  2 depreciacaoExercicios contabilidade  2 depreciacao
Exercicios contabilidade 2 depreciacao
 
Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1
 
Contabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosContabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidos
 

Destaque

Análise dos princípios e convenções contábeis
Análise dos princípios e convenções contábeisAnálise dos princípios e convenções contábeis
Análise dos princípios e convenções contábeisClaudia Marinho
 
Reservas de capital considerações
Reservas de capital consideraçõesReservas de capital considerações
Reservas de capital consideraçõeszeramento contabil
 
Resumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeisResumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeiszeramento contabil
 
Revived by his word calendar 2012-2015
Revived by his word calendar 2012-2015Revived by his word calendar 2012-2015
Revived by his word calendar 2012-2015Claudia Marinho
 
Análise e conciliação de contas
Análise e conciliação de contasAnálise e conciliação de contas
Análise e conciliação de contasMarcelo Bretas Couto
 
Resumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeisResumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeiszeramento contabil
 
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeisLancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeiszeramento contabil
 
Ajustes contábeis de exercícios anteriores
Ajustes contábeis de exercícios anterioresAjustes contábeis de exercícios anteriores
Ajustes contábeis de exercícios anterioreszeramento contabil
 
Icms atualização de procedimentos fiscais
Icms   atualização de procedimentos fiscaisIcms   atualização de procedimentos fiscais
Icms atualização de procedimentos fiscaisMarcelo Bretas Couto
 

Destaque (20)

Modelo lancamentos
Modelo lancamentosModelo lancamentos
Modelo lancamentos
 
Anlise contbil de balanos
Anlise contbil de balanosAnlise contbil de balanos
Anlise contbil de balanos
 
Resumo contabilidade 2009
Resumo contabilidade 2009Resumo contabilidade 2009
Resumo contabilidade 2009
 
Análise dos princípios e convenções contábeis
Análise dos princípios e convenções contábeisAnálise dos princípios e convenções contábeis
Análise dos princípios e convenções contábeis
 
Conciliação Contábil
Conciliação ContábilConciliação Contábil
Conciliação Contábil
 
Reservas de capital considerações
Reservas de capital consideraçõesReservas de capital considerações
Reservas de capital considerações
 
Resumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeisResumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeis
 
Livro de registro de entradas
Livro de registro de entradasLivro de registro de entradas
Livro de registro de entradas
 
Revived by his word calendar 2012-2015
Revived by his word calendar 2012-2015Revived by his word calendar 2012-2015
Revived by his word calendar 2012-2015
 
Análise e conciliação de contas
Análise e conciliação de contasAnálise e conciliação de contas
Análise e conciliação de contas
 
Resumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeisResumo dos principais lancamentos contabeis
Resumo dos principais lancamentos contabeis
 
Lei geral
Lei geralLei geral
Lei geral
 
Biblia em-6-meses
Biblia em-6-mesesBiblia em-6-meses
Biblia em-6-meses
 
Liquidacao cisao fusao
Liquidacao cisao fusaoLiquidacao cisao fusao
Liquidacao cisao fusao
 
Testeconhecimentoscontabeis
TesteconhecimentoscontabeisTesteconhecimentoscontabeis
Testeconhecimentoscontabeis
 
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeisLancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
 
Ajustes contábeis de exercícios anteriores
Ajustes contábeis de exercícios anterioresAjustes contábeis de exercícios anteriores
Ajustes contábeis de exercícios anteriores
 
Icms atualização de procedimentos fiscais
Icms   atualização de procedimentos fiscaisIcms   atualização de procedimentos fiscais
Icms atualização de procedimentos fiscais
 
Contabilizacao compras
Contabilizacao comprasContabilizacao compras
Contabilizacao compras
 
Encerramento saldos
Encerramento saldosEncerramento saldos
Encerramento saldos
 

Semelhante a Títulos caucionados contabeis

Operações com duplicatas (parte2)
Operações com duplicatas (parte2)Operações com duplicatas (parte2)
Operações com duplicatas (parte2)Danielle Karla
 
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2zeramento contabil
 
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2zeramento contabil
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentossimuladocontabil
 
Operações com duplicatas
Operações com duplicatasOperações com duplicatas
Operações com duplicatasDanielle Karla
 
4. Os lançamentos contábeis.pdf
4. Os lançamentos contábeis.pdf4. Os lançamentos contábeis.pdf
4. Os lançamentos contábeis.pdfGilsonGomes47
 
Exercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoExercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoRaimundo Filho
 
Matemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - EmpréstimosMatemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - Empréstimosguest20a5fb
 
Matemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - EmpréstimosMatemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - EmpréstimosLeidson Rangel
 
Apostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios iiApostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios iicapitulocontabil
 
Apostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios iiApostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios iiapostilacontabil
 
Teoria da contabilidade i gabarito exercicios passivo
Teoria da contabilidade i gabarito exercicios passivoTeoria da contabilidade i gabarito exercicios passivo
Teoria da contabilidade i gabarito exercicios passivogabaritocontabil
 

Semelhante a Títulos caucionados contabeis (20)

Operações com duplicatas (parte2)
Operações com duplicatas (parte2)Operações com duplicatas (parte2)
Operações com duplicatas (parte2)
 
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
 
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
 
Recurso iss rj
Recurso iss rjRecurso iss rj
Recurso iss rj
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
 
Operações com duplicatas
Operações com duplicatasOperações com duplicatas
Operações com duplicatas
 
4. Os lançamentos contábeis.pdf
4. Os lançamentos contábeis.pdf4. Os lançamentos contábeis.pdf
4. Os lançamentos contábeis.pdf
 
Recurso%20 Iss Rj
Recurso%20 Iss RjRecurso%20 Iss Rj
Recurso%20 Iss Rj
 
Aula10
Aula10Aula10
Aula10
 
Escrituracao
EscrituracaoEscrituracao
Escrituracao
 
Aula01contabil
Aula01contabilAula01contabil
Aula01contabil
 
Exercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoExercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e crédito
 
Matemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - EmpréstimosMatemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - Empréstimos
 
Matemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - EmpréstimosMatemática Financeira - Empréstimos
Matemática Financeira - Empréstimos
 
Cap7
Cap7Cap7
Cap7
 
Contas
ContasContas
Contas
 
Apostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios iiApostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios ii
 
Apostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios iiApostila contabilidade exercicios ii
Apostila contabilidade exercicios ii
 
Aula08
Aula08Aula08
Aula08
 
Teoria da contabilidade i gabarito exercicios passivo
Teoria da contabilidade i gabarito exercicios passivoTeoria da contabilidade i gabarito exercicios passivo
Teoria da contabilidade i gabarito exercicios passivo
 

Mais de zeramento contabil (20)

Contabilidade 11
Contabilidade 11Contabilidade 11
Contabilidade 11
 
Contabilidade 01
Contabilidade 01Contabilidade 01
Contabilidade 01
 
Contabilidade 02
Contabilidade 02Contabilidade 02
Contabilidade 02
 
Contabilidade 03
Contabilidade 03Contabilidade 03
Contabilidade 03
 
Contabilidade 04
Contabilidade 04Contabilidade 04
Contabilidade 04
 
Contabilidade 05
Contabilidade 05Contabilidade 05
Contabilidade 05
 
Contabilidade 06
Contabilidade 06Contabilidade 06
Contabilidade 06
 
Contabilidade 07
Contabilidade 07Contabilidade 07
Contabilidade 07
 
Contabilidade 08
Contabilidade 08Contabilidade 08
Contabilidade 08
 
Contabilidade 09
Contabilidade 09Contabilidade 09
Contabilidade 09
 
Contabilidade 10
Contabilidade 10Contabilidade 10
Contabilidade 10
 
Contabilidade 12
Contabilidade 12Contabilidade 12
Contabilidade 12
 
Contabilidade 13
Contabilidade 13Contabilidade 13
Contabilidade 13
 
Contabilidade 15
Contabilidade 15Contabilidade 15
Contabilidade 15
 
Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Rosa dos ventos
Rosa dos ventosRosa dos ventos
Rosa dos ventos
 

Títulos caucionados contabeis

  • 1. TÍTULOS CAUCIONADOS Registros Contábeis Sumário • 1. Conceito • 2. Contabilização 1. CONCEITO A caução de títulos revela a garantia pignoratícia que recai sobre títulos de qualquer espécie, em distinção ao contrato de penhor, em que a garantia recai, propriamente, sobre bens ou coisas móveis. Na técnica bancária, esta expressão é utilizada para designar o contrato de mútuo garantido por títulos de qualquer natureza. A caução de títulos pode ocorrer da seguinte forma: a) ou é pura e simples, na qual a obrigação principal resulta da entrega imediata da importância da garantia que ela representa; b) ou representa a abertura de um crédito garantido (conta de caução), movimentado, rotativamente, durante a sua vigência, e geralmente garantida por títulos comerciais, que se vão sucessivamente vencendo e sendo renovados por outros valores da mesma espécie. Os efeitos da caução se iniciam com a entrega dos títulos ao credor, mediante comprovação por escrito. Os contratos de caução estão sujeitos ao registro no Cartório de Títulos e Documentos para que possam valer contra terceiros. 2. CONTABILIZAÇÃO Exemplo: Considerando-se que determinada empresa faça uma operação de caução de duplicatas por intermédio de instituição financeira. Neste caso, a instituição financeira empresta à empresa apenas uma determinada porcentagem do valor total das duplicatas que lhes foram entregues, já debitando na conta do cliente os encargos e despesas pertinentes. Tendo em vista o borderô enviado ao banco, os lançamentos contábeis podem ser efetuados da seguinte forma: BORDERÔ ENVIADO AO BANCO XYZ S/A DUPLICATA EMPRESA VALOR R$ VENCIMENTO 100 A 5.000,00 05.12.2003 120 B 15.000,00 09.12.2003 130 C 10.000,00 12.12.2003 140 D 7.000,00 20.02.1998 TOTAL _____________________________ R$ 37.000,00
  • 2. Percentagem contratada sobre o valor do borderô = 85% I) Pela remessa das duplicatas para o banco: D - DUPLICATAS CAUCIONADAS (Conta de Compensação Ativa) C - ENDOSSOS PARA CAUÇÃO (Conta de Compensação Passiva) R$ 37.000,00 II) Recebido o borderô, o banco credita na conta corrente da pessoa jurídica a percentagem preestabelecida - 85% do valor total do borderô: R$ 37.000,00 X 85% = R$ 31.450,00 D - BANCO CONTA MOVIMENTO (Ativo Circulante) C - EMPRÉSTIMO CAUCIONADO (Passivo Circulante) R$ 31.450,00 III) Considerando-se que o Banco XYZ S/A receba a duplicata nº 100 da Empresa "A", no valor de R$ 5.000,00, com vencimento em 05.12.2003, temos: a) Pela baixa do valor da conta de compensação: D - ENDOSSOS PARA CAUÇÃO (Conta de Compensação Passiva) C - DUPLICATAS CAUCIONADAS (Conta de Compensação Ativa) R$ 5.000,00 b) Pela amortização do empréstimo junto ao Banco XYZ S/A: D - EMPRÉSTIMO CAUCIONADO (Passivo Circulante) C - CLIENTES (Ativo Circulante) R$ 5.000,00 IV) Pelo valor das despesas bancárias, no valor de R$ 350,00, debitadas pelo banco: D - DESPESAS BANCÁRIAS (Conta de Resultado) C - BANCO CONTA MOVIMENTO (Ativo Circulante) R$ 350,00 Nota: Por ocasião do recebimento das demais duplicatas serão efetuados os mesmos lançamentos. Após o recebimento da duplicata no valor de R$ 5.000,00 da Empresa "A", a situação do empréstimo caucionado ficou sendo a seguinte: - Saldo devedor na conta de empréstimo caucionado: R$ 31.450,00 - R$ 5.000,00 = R$ 26.450,00 - Montante das duplicatas em poder do banco: R$ 37.000,00 - R$ 5.000,00 = R$ 32.000,00 - Valor do novo empréstimo: R$ 32.000,00 X 85% = R$ 27.200,00
  • 3. No caso, a empresa está devendo R$ 26.450,00, e as duplicatas em poder do Banco dão cobertura para um empréstimo no valor de R$ 27.200,00, portanto a empresa pode solicitar ao banco XYZ S/A que credite essa quantia na sua conta movimento. A empresa poderá também optar pelo restabelecimento do valor inicial, enviando ao banco um novo borderô de R$ 5.000,00, passando a ter assim a possibilidade de um novo empréstimo no valor de R$ 31.450,00, uma vez que o valor das duplicatas em poder do banco com a nova remessa passa a ser de R$ 37.000,00 (37.000,00 X 85% = 31.450,00). Fundamentos Legais: Os citados no texto.