SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
13
Sônia Maria de Araújo
Maria Selma da Costa Cabral
C U R S O T É C N I C O E M O P E R A Ç Õ E S C O M E R C I A I S
Custos
CONTABILIDADE
Coordenadora da Produção dos Materias
Marta Maria Castanho Almeida Pernambuco
Coordenador de Edição
Ary Sergio Braga Olinisky
Coordenadora de Revisão
Giovana Paiva de Oliveira
Design Gráfico
Ivana Lima
Diagramação
Ivana Lima
José Antônio Bezerra Júnior
Mariana Araújo de Brito
Vitor Gomes Pimentel
Arte e ilustração
Adauto Harley
Carolina Costa
Heinkel Huguenin
Revisão Tipográfica
Adriana Rodrigues Gomes
Design Instrucional
Janio Gustavo Barbosa
Luciane Almeida Mascarenhas de Andrade
Jeremias Alves A. Silva
Margareth Pereira Dias
Revisão de Linguagem
Maria Aparecida da S. Fernandes Trindade
Revisão das Normas da ABNT
Verônica Pinheiro da Silva
Adaptação para o Módulo Matemático
Joacy Guilherme de Almeida Ferreira Filho
Revisão Técnica
Rosilene Alves de Paiva
EQUIPE SEDIS | UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE – UFRN
Projeto Gráfico
Secretaria de Educação a Distância – SEDIS
Governo Federal
Ministério da Educação
Você verá
por aqui...
Objetivo
1
Contabilidade A13
N
esta aula, você verá algumas noções de Custos e a necessidade que qualquer
empresa tem em administrá-los, sabendo que essa administração não tem
nenhuma exigência legal, mas sim uma imposição econômica. Sendo assim,
nós iremos trabalhar apenas com algumas idéias embrionárias a respeito do tema.
 Entender a importância da contabilidade dos custos.
 Estabelecer a relação entre custo/benefício.
 Definir os principais custos.
 Distinguir custos fixos de custos variáveis.
 Diferenciar custos diretos de custos indiretos.
2
Contabilidade A13
Para começo
de conversa
Para a empresa sobreviver...
A adoção de estratégias adequadas e uma eficiente gestão financeira possibilitarão
manter a empresa sobrevivendo e crescendo.
O custo Fixo deverá ser suficiente para atender à estrutura operacional da empresa,
porém sem comprometer a sua performance.
A empresa deve manter a sua estrutura flexível de modo a se ajustar rápido às mudanças
que ocorrem no mundo dos negócios.
Para que a empresa seja competitiva, é necessário focar o negócio com estratégias
a fim de mantê-la no mercado com crescimento sustentado. (SEBRAE, 2008, p. 29).
Uma das especialidades da Contabilidade é a Contabilidade de Custos.
Quando uma empresa adota um sistema de contabilidade de custos precisa observar se
este é compatível com sua estrutura organizacional, seus procedimentos de produção e
qual é o tipo de informações sobre custos que a administração deseja. Porém, qualquer
conceito de contabilidade de custos adotado por essa empresa realiza a identificação do
registro contábil, a acumulação e a organização dos custos referentes às suas atividades
operacionais e auxilia os gestores nas tomadas de decisões e de planejamento.
3
Contabilidade A13
Estudando
noções de custos
É bom lembrar que nem todas as empresas e entidades têm o lucro como objetivo
principal. As associações filantrópicas, as sociedades culturais e esportivas poderão
ser exemplos de organizações sem fins lucrativos.
Mas, o que não podemos esquecer é que todas as empresas têm despesas, mesmo
que ela não tenha receita.
Ora, se você resolver montar uma empresa comercial para vender roupas, terá só
despesas, enquanto não vender uma peça de roupa. A contratação de empregados, a
compra das prateleiras, armários, entre outros, tudo isso representa despesas ou custos.
Custo/benefício
Toda e qualquer empresa tem um custo, porque logicamente almeja um benefício.
As empresas podem ter:
 fins lucrativos;
 fins não lucrativos.
As empresas com fins lucrativos procuram conseguir esse objetivo através das vendas
efetuadas ou dos serviços prestados. As empresas sem fins lucrativos (entidades)
procuram conseguir esse benefício através da prestação de serviço à comunidade que
ela assiste.
Uma entidade, por exemplo, que se dedica a atender crianças portadoras de
necessidades especiais, mesmo que não atenda a nenhuma criança, durante certo
período, terá despesa.
Da mesma forma, uma loja comercial, um hotel, uma clínica médica, uma indústria,
uma igreja ou qualquer outro tipo de empreendimento que fiquem sem funcionar por
um determinado tempo, mesmo assim eles terão despesas.
Como pode acontecer isso?
Logo mais, veremos.
4
Contabilidade A13
Em todas as organizações, sejam elas comerciais, industriais ou prestadoras de serviços,
com fins lucrativos ou não, precisam ter uma relação entre custos e benefícios. Todas
as despesas devem ser feitas, visando sempre a um resultado.
Os resultados almejados pelas organizações podem ser social, religioso, político,
financeiro ou econômico.
Sendo assim, o valor das despesas deve ser compatível com os resultados esperados.
Se não acontecer esse equilíbrio, a empresa poderá entrar em colapso.
Mediante os registros contábeis, a empresa tem todas as informações para que seus
proprietários ou dirigentes possam analisar os custos do empreendimento. Quanto mais
atualizadas e corretas forem estas informações, mais acertos os dirigentes terão nas
suas tomadas de decisão.
Agora, vamos saber o que vem a ser:
 Custos fixos
 Custos variáveis
 Custos diretos
 Custos indiretos
a) Custos Fixos – São aqueles que, a curto prazo, independem do nível de produção.
Eles permanecem inalterados independentemente do número de peças produzidas e
são originados pela própria existência da empresa e de sua estrutura, sem levar em
conta se esta produz mais ou produz menos, até mesmo se está ou não produzindo.
Por exemplo, os juros, as depreciações, etc. Na indústria de confecção, os custos fixos
ocorrem sem levar em conta o volume físico de camisas produzidas, ou seja, são custos
que ocorrem independentemente da empresa produzir ou vender produtos ou serviços.
Destaque-se que, a longo prazo, a empresa pode ser capaz de se ajustar totalmente
às mudanças de circunstâncias. Em outras palavras, os custos fixos podem ser
adaptados aos fatores da realidade concreta. Por exemplo, se as vendas caírem, a
empresa pode “trocar” um prédio grande por um menor, assim caem as despesa de
aluguel, de depreciação, de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU); pode reduzir
as despesas financeiras, etc.
b) Custos Variáveis – Ao contrário dos custos fixos, os custos variáveis oscilam conforme
a quantidade empregada dos “fatores variáveis” e, portanto, do volume da produção.
Na mesma indústria de confecção, eles variam conforme o volume de “camisas”
e “calças” produzidas, pois quanto maior for o número de itens fabricados, maior
serão os custos com matérias-primas, etc. Os custos variáveis oscilam em função
do volume físico de produtos ou serviços, que aumentam e diminuem de acordo com
a alteração da quantidade de produtos ou serviços produzidos.
(FEMENICK, 2005, documento exclusivo da Internet).
5
Contabilidade A13
c) Custos Diretos – São aqueles que incidem diretamente sobre o produto e que se
identificam plenamente com ele, os quais podem ser calculados individualmente para
cada unidade produzida. Como exemplo, poderemos citar uma fábrica de bolos: a
farinha de trigo é um custo direto, pois ela se identifica diretamente com o produto
fabricado. Este custo poderá ser calculado individualmente para cada bolo que venha
a ser feito.
d) Custos Indiretos – São aqueles que, embora relacionados com a elaboração dos
produtos ou serviços, não podem ser identificados com os mesmos. E, portanto, não
é possível o cálculo de seu consumo individualmente por unidades produzidas. Isso
acontece porque eles incidem sobre toda a produção e devem ser rateados sobre
todos os produtos fabricados. Um exemplo típico é o consumo de energia elétrica.
Veja bem: o que pode ser custo direto e indireto para uma empresa, não
necessariamente será para outra. Isso vai depender dos produtos ou
serviços que ela venha a ofertar.
1Praticando...
a) Procure uma empresa mais perto de sua casa e converse com o seu
proprietário, gerente ou até mesmo o contador, e faça um levantamento
dos seus custos fixos e variáveis, diretos e indiretos.
Faça uma listagem desses custos e, depois, juntamente com os seus
colegas e o tutor, conversem a respeito deles.
b) Definir:
Custo fixo
6
Contabilidade A13
Custo Variável
Custo direto
Custo indireto
Custo simplificado
O custo simplificado é amplamente adotado em empresas de pequeno e de médio porte,
uma vez que não precisa de funcionários especializados para o levantamento dos dados.
Mas, o que é o custo simplificado?
Custo simplificado é um sistema de apuração do custo global, que poderá ser levantado
anualmente ou em qualquer período dos produtos vendidos e/ou fabricados.
Será um custo global anual, semestral ou até mesmo mensal, de acordo com os períodos
em que a empresa venha a encerrar seu balanço ou mesmo apenas fazer levantamento
de balancetes com apuração dos custos dos produtos ou mercadorias vendidas.
É bom sempre lembrar que o custo simplificado não se destina a levantar o custo unitário
dos bens fabricados ou vendidos. O simplificado não irá responder à seguinte questão,
que é de suma importância para a empresa: Qual o custo unitário dos produtos que
fabricamos ou das mercadorias que vendemos?
Essa resposta só será obtida se a empresa fabricar ou trabalhar com apenas um único
tipo de produto ou venda, apenas um tipo de mercadoria sem nenhuma variação.
7
Contabilidade A13
Tecnicamente falando, o custo simplificado servirá para demonstrar para a empresa o
custo do produto, se a empresa for industrial, ou o custo da mercadoria, se for comercial,
ou o custo do serviço prestado, caso a empresa seja uma prestadora de serviços. Essa
demonstração será sempre global e nunca unitária.
À medida que as empresas crescem, tornam-se mais complexas, diversificando muitas
vezes os artigos produzidos ou os serviços prestados; a complexidade aumenta em
relação aos custos..
De acordo com Sergio de Ludicibus, Eliseu Martins e demais professores da
equipe dos professores FEA/USP (1996), sob a coordenação do primeiro,
apresentaremos uma série de problemas que poderão surgir cujas soluções
basicamente dependem dos dados fornecidos pela Contabilidade de Custos.
a) Que preço de venda atribuir aos vários produtos?
b) Quanto contribui cada produto para o lucro total da empresa?
c) Qual o custo real envolvido em cada produto?
d) Quais os produtos que deverão ter sua produção aumentada?
e) Quando se deve cessar de produzir determinados produtos?
f) Quais os custos que deverão ser rigorosamente controlados?
g) Como desenvolver um sistema que permita avaliar a eficiência ou
ineficiência de cada setor da empresa?
h) Qual o valor mínimo de vendas necessário para se cobrirem os custos
de produção?
i) Qual a produção máxima possível, num contexto econômico?
j) Qual o tamanho ideal para determinado setor de produção?
k) Deveremos ou não substituir os processos de produção atuais por outros
mais modernos e mais custosos?
l) Quando se devem substituir os equipamentos?
m) Devemos aumentar o esforço de vendas?
n) Devemos envolver-nos numa campanha publicitária?
2Praticando...
8
Contabilidade A13
Só com a aplicação do custo integrado, a empresa poderá saber o custo unitário de
cada um dos produtos fabricados, já que agora você poderá operar com a exatidão da
matemática, que irá fornecer para os proprietários o que convém ou não convém para
ela produzir.
A variação do custo de produção, para este ou aquele produto, é uma realidade e
ninguém poderá fazer de conta que não existe.
Sem o conhecimento do custo, ficará inviabilizada a concorrência com outra empresa
que fabrique o mesmo produto ou mesmo produtos similares, porque somente ela será
a referência para a fixação do preço de venda.
Para melhorar seu entendimento sobre Custo Simplificado, sugerimos fazer
uma pesquisa na Internet, levantando as principais características sobre o
assunto, como também a sua aplicabilidade nas empresas.
Leitura complementar
FEMENICK, Tomislav R. Contabilidade de custos. Disponível em: <http://www.tomislav.
com.br/sala_de_aula/contabilidade_custos.php>. Acesso em: 16 mar. 2009.
Nesta aula, você estudou a relação entre custo/benefício, a importância da
contabilidade dos custos e como definir os principais custos. Também viu
a distinção entre custos fixos e custos variáveis e a diferença entre custos
diretos e custos indiretos.
9
Contabilidade A13
O que é custo simplificado?
O que é custo integrado?
Por que as empresas precisam contabilizar seus custos?
Referências
FACULDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DE PERNAMBUCO - FADEPE. Conceitos
fundamentais de contabilidade de custos. Disponível em: <http://www.fadepe.com.br/
restrito/conteudo_pos/4_fina_contro_Apostila%20Custos.pdf>. Acesso em: 16 mar. 2009.
FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA USP. FEA/USP. Equipe
de professores. Contabilidade introdutória. São Paulo: Atlas, 2000.
FEMENICK, Tomislav R. Conceitos fundamentais sobre custos. 2005. Disponível
em: <http://www.tomislav.com.br/sala_de_aula/contabilidade_custos.
php?pg=contabilidade_custos&detalhe=&id=3>. Acesso em: 16 mar. 2009.
SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS - SEBRAE. Consultores
Financeiros da Unidade de Orientação de São Paulo. Palestra: Lucratividade: Crescer,
Sobreviver ou Morrer. [s.l.]: [s.n], 2008. Manual do participante.
10
Contabilidade A13
Anotações
11
Contabilidade A13
Anotações
12
Contabilidade A13
Anotações
Contabilidade 13
Contabilidade 13

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2zeramento contabil
 
Contabilidade Gerencial Estrategica
Contabilidade Gerencial EstrategicaContabilidade Gerencial Estrategica
Contabilidade Gerencial Estrategicaluizjorges
 
contas-contabeis
contas-contabeiscontas-contabeis
contas-contabeisdrifrutal
 
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson Rébula
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson RébulaLivro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson Rébula
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson RébulaProf MSc Uanderson Rebula
 
Aula 4 debito e credito
Aula 4  debito e creditoAula 4  debito e credito
Aula 4 debito e creditoElane Silva
 
Fundamentos de contabilidade
Fundamentos de contabilidadeFundamentos de contabilidade
Fundamentos de contabilidadeAndrei Felipe
 
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresContabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresDanilo Pires
 
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...Prof MSc Uanderson Rebula
 
Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3J M
 
Cap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidade
Cap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidadeCap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidade
Cap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidadecapitulocontabil
 
Módulo 4 contabilidade gerencial
Módulo 4   contabilidade gerencialMódulo 4   contabilidade gerencial
Módulo 4 contabilidade gerencialPUC Minas
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Wandick Rocha de Aquino
 

Mais procurados (20)

Contabilidade 15
Contabilidade 15Contabilidade 15
Contabilidade 15
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Contabilidade 10
Contabilidade 10Contabilidade 10
Contabilidade 10
 
Contabilidade 05
Contabilidade 05Contabilidade 05
Contabilidade 05
 
Contabilidade 02
Contabilidade 02Contabilidade 02
Contabilidade 02
 
Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2
 
Contabilidade Gerencial Estrategica
Contabilidade Gerencial EstrategicaContabilidade Gerencial Estrategica
Contabilidade Gerencial Estrategica
 
contas-contabeis
contas-contabeiscontas-contabeis
contas-contabeis
 
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson Rébula
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson RébulaLivro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson Rébula
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade - Prof MSc Uanderson Rébula
 
Aula 4 debito e credito
Aula 4  debito e creditoAula 4  debito e credito
Aula 4 debito e credito
 
Fundamentos de contabilidade
Fundamentos de contabilidadeFundamentos de contabilidade
Fundamentos de contabilidade
 
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresContabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
 
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...
Livro pdf - Fundamentos da Contabilidade (exercícios) - Prof MSc Uanderson Ré...
 
Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3
 
Cap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidade
Cap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidadeCap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidade
Cap 06 apuracao.de.resultado.e.regime.de.contabilidade
 
Módulo 4 contabilidade gerencial
Módulo 4   contabilidade gerencialMódulo 4   contabilidade gerencial
Módulo 4 contabilidade gerencial
 
Aula de Contabilidade básica com Excel
Aula de Contabilidade básica com ExcelAula de Contabilidade básica com Excel
Aula de Contabilidade básica com Excel
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
 
Contabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadoresContabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadores
 

Destaque

Contabilidade basica online m3 ar
Contabilidade basica online m3 arContabilidade basica online m3 ar
Contabilidade basica online m3 arflavianeasilva
 
Aula 13 contabilidade
Aula 13 contabilidadeAula 13 contabilidade
Aula 13 contabilidadecontacontabil
 
Questões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custosQuestões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custoszeramento contabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 15 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 15 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 15 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 15 cathedracontacontabil
 
Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)
Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)
Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)Adriano Bruni
 
Contabilidade de Custos - Conceitos Básicos
Contabilidade de Custos - Conceitos BásicosContabilidade de Custos - Conceitos Básicos
Contabilidade de Custos - Conceitos BásicosDiego Lopes
 

Destaque (12)

Contabilidade 01
Contabilidade 01Contabilidade 01
Contabilidade 01
 
Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015
 
Contabilidade basica online m3 ar
Contabilidade basica online m3 arContabilidade basica online m3 ar
Contabilidade basica online m3 ar
 
Aula 13 contabilidade
Aula 13 contabilidadeAula 13 contabilidade
Aula 13 contabilidade
 
Livro caixa escrituração
Livro caixa escrituraçãoLivro caixa escrituração
Livro caixa escrituração
 
Guia
GuiaGuia
Guia
 
Testeconhecimentoscontabeis
TesteconhecimentoscontabeisTesteconhecimentoscontabeis
Testeconhecimentoscontabeis
 
Resumo contabilidade 2009
Resumo contabilidade 2009Resumo contabilidade 2009
Resumo contabilidade 2009
 
Questões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custosQuestões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custos
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 15 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 15 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 15 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 15 cathedra
 
Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)
Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)
Aulas de Custos (Contabilidade Gerencial)
 
Contabilidade de Custos - Conceitos Básicos
Contabilidade de Custos - Conceitos BásicosContabilidade de Custos - Conceitos Básicos
Contabilidade de Custos - Conceitos Básicos
 

Mais de zeramento contabil

Mais de zeramento contabil (14)

Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Rosa dos ventos
Rosa dos ventosRosa dos ventos
Rosa dos ventos
 
Tributario definicoes
Tributario definicoesTributario definicoes
Tributario definicoes
 
Tributario
TributarioTributario
Tributario
 
Resumo tributario
Resumo tributarioResumo tributario
Resumo tributario
 
P i s e confins na a quisição de m ercadorias e serviços
P i s e confins na a quisição de m ercadorias e serviçosP i s e confins na a quisição de m ercadorias e serviços
P i s e confins na a quisição de m ercadorias e serviços
 
Obrigação tributária lançamento
Obrigação tributária lançamentoObrigação tributária lançamento
Obrigação tributária lançamento
 
Lei geral
Lei geralLei geral
Lei geral
 
D tributario
D tributarioD tributario
D tributario
 
Calculos tributarios
Calculos tributariosCalculos tributarios
Calculos tributarios
 
Calculos trabalhistas rh
Calculos trabalhistas rhCalculos trabalhistas rh
Calculos trabalhistas rh
 
Calculos trabalhistas ir
Calculos trabalhistas irCalculos trabalhistas ir
Calculos trabalhistas ir
 
Calculos trabalhistas folha de pagamento
Calculos trabalhistas folha de pagamentoCalculos trabalhistas folha de pagamento
Calculos trabalhistas folha de pagamento
 

Último

Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdfSoluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdfSabrinaPrado11
 
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.JosineiPeres
 
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssDespertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssGuilhermeMelo381677
 
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoCatálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoWagnerSouza717812
 
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptxDesenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptxCoca Pitzer
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 

Último (6)

Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdfSoluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
 
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
 
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssDespertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
 
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoCatálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
 
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptxDesenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 

Contabilidade 13

  • 1. 13 Sônia Maria de Araújo Maria Selma da Costa Cabral C U R S O T É C N I C O E M O P E R A Ç Õ E S C O M E R C I A I S Custos CONTABILIDADE
  • 2. Coordenadora da Produção dos Materias Marta Maria Castanho Almeida Pernambuco Coordenador de Edição Ary Sergio Braga Olinisky Coordenadora de Revisão Giovana Paiva de Oliveira Design Gráfico Ivana Lima Diagramação Ivana Lima José Antônio Bezerra Júnior Mariana Araújo de Brito Vitor Gomes Pimentel Arte e ilustração Adauto Harley Carolina Costa Heinkel Huguenin Revisão Tipográfica Adriana Rodrigues Gomes Design Instrucional Janio Gustavo Barbosa Luciane Almeida Mascarenhas de Andrade Jeremias Alves A. Silva Margareth Pereira Dias Revisão de Linguagem Maria Aparecida da S. Fernandes Trindade Revisão das Normas da ABNT Verônica Pinheiro da Silva Adaptação para o Módulo Matemático Joacy Guilherme de Almeida Ferreira Filho Revisão Técnica Rosilene Alves de Paiva EQUIPE SEDIS | UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE – UFRN Projeto Gráfico Secretaria de Educação a Distância – SEDIS Governo Federal Ministério da Educação
  • 3. Você verá por aqui... Objetivo 1 Contabilidade A13 N esta aula, você verá algumas noções de Custos e a necessidade que qualquer empresa tem em administrá-los, sabendo que essa administração não tem nenhuma exigência legal, mas sim uma imposição econômica. Sendo assim, nós iremos trabalhar apenas com algumas idéias embrionárias a respeito do tema.  Entender a importância da contabilidade dos custos.  Estabelecer a relação entre custo/benefício.  Definir os principais custos.  Distinguir custos fixos de custos variáveis.  Diferenciar custos diretos de custos indiretos.
  • 4. 2 Contabilidade A13 Para começo de conversa Para a empresa sobreviver... A adoção de estratégias adequadas e uma eficiente gestão financeira possibilitarão manter a empresa sobrevivendo e crescendo. O custo Fixo deverá ser suficiente para atender à estrutura operacional da empresa, porém sem comprometer a sua performance. A empresa deve manter a sua estrutura flexível de modo a se ajustar rápido às mudanças que ocorrem no mundo dos negócios. Para que a empresa seja competitiva, é necessário focar o negócio com estratégias a fim de mantê-la no mercado com crescimento sustentado. (SEBRAE, 2008, p. 29). Uma das especialidades da Contabilidade é a Contabilidade de Custos. Quando uma empresa adota um sistema de contabilidade de custos precisa observar se este é compatível com sua estrutura organizacional, seus procedimentos de produção e qual é o tipo de informações sobre custos que a administração deseja. Porém, qualquer conceito de contabilidade de custos adotado por essa empresa realiza a identificação do registro contábil, a acumulação e a organização dos custos referentes às suas atividades operacionais e auxilia os gestores nas tomadas de decisões e de planejamento.
  • 5. 3 Contabilidade A13 Estudando noções de custos É bom lembrar que nem todas as empresas e entidades têm o lucro como objetivo principal. As associações filantrópicas, as sociedades culturais e esportivas poderão ser exemplos de organizações sem fins lucrativos. Mas, o que não podemos esquecer é que todas as empresas têm despesas, mesmo que ela não tenha receita. Ora, se você resolver montar uma empresa comercial para vender roupas, terá só despesas, enquanto não vender uma peça de roupa. A contratação de empregados, a compra das prateleiras, armários, entre outros, tudo isso representa despesas ou custos. Custo/benefício Toda e qualquer empresa tem um custo, porque logicamente almeja um benefício. As empresas podem ter:  fins lucrativos;  fins não lucrativos. As empresas com fins lucrativos procuram conseguir esse objetivo através das vendas efetuadas ou dos serviços prestados. As empresas sem fins lucrativos (entidades) procuram conseguir esse benefício através da prestação de serviço à comunidade que ela assiste. Uma entidade, por exemplo, que se dedica a atender crianças portadoras de necessidades especiais, mesmo que não atenda a nenhuma criança, durante certo período, terá despesa. Da mesma forma, uma loja comercial, um hotel, uma clínica médica, uma indústria, uma igreja ou qualquer outro tipo de empreendimento que fiquem sem funcionar por um determinado tempo, mesmo assim eles terão despesas. Como pode acontecer isso? Logo mais, veremos.
  • 6. 4 Contabilidade A13 Em todas as organizações, sejam elas comerciais, industriais ou prestadoras de serviços, com fins lucrativos ou não, precisam ter uma relação entre custos e benefícios. Todas as despesas devem ser feitas, visando sempre a um resultado. Os resultados almejados pelas organizações podem ser social, religioso, político, financeiro ou econômico. Sendo assim, o valor das despesas deve ser compatível com os resultados esperados. Se não acontecer esse equilíbrio, a empresa poderá entrar em colapso. Mediante os registros contábeis, a empresa tem todas as informações para que seus proprietários ou dirigentes possam analisar os custos do empreendimento. Quanto mais atualizadas e corretas forem estas informações, mais acertos os dirigentes terão nas suas tomadas de decisão. Agora, vamos saber o que vem a ser:  Custos fixos  Custos variáveis  Custos diretos  Custos indiretos a) Custos Fixos – São aqueles que, a curto prazo, independem do nível de produção. Eles permanecem inalterados independentemente do número de peças produzidas e são originados pela própria existência da empresa e de sua estrutura, sem levar em conta se esta produz mais ou produz menos, até mesmo se está ou não produzindo. Por exemplo, os juros, as depreciações, etc. Na indústria de confecção, os custos fixos ocorrem sem levar em conta o volume físico de camisas produzidas, ou seja, são custos que ocorrem independentemente da empresa produzir ou vender produtos ou serviços. Destaque-se que, a longo prazo, a empresa pode ser capaz de se ajustar totalmente às mudanças de circunstâncias. Em outras palavras, os custos fixos podem ser adaptados aos fatores da realidade concreta. Por exemplo, se as vendas caírem, a empresa pode “trocar” um prédio grande por um menor, assim caem as despesa de aluguel, de depreciação, de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU); pode reduzir as despesas financeiras, etc. b) Custos Variáveis – Ao contrário dos custos fixos, os custos variáveis oscilam conforme a quantidade empregada dos “fatores variáveis” e, portanto, do volume da produção. Na mesma indústria de confecção, eles variam conforme o volume de “camisas” e “calças” produzidas, pois quanto maior for o número de itens fabricados, maior serão os custos com matérias-primas, etc. Os custos variáveis oscilam em função do volume físico de produtos ou serviços, que aumentam e diminuem de acordo com a alteração da quantidade de produtos ou serviços produzidos. (FEMENICK, 2005, documento exclusivo da Internet).
  • 7. 5 Contabilidade A13 c) Custos Diretos – São aqueles que incidem diretamente sobre o produto e que se identificam plenamente com ele, os quais podem ser calculados individualmente para cada unidade produzida. Como exemplo, poderemos citar uma fábrica de bolos: a farinha de trigo é um custo direto, pois ela se identifica diretamente com o produto fabricado. Este custo poderá ser calculado individualmente para cada bolo que venha a ser feito. d) Custos Indiretos – São aqueles que, embora relacionados com a elaboração dos produtos ou serviços, não podem ser identificados com os mesmos. E, portanto, não é possível o cálculo de seu consumo individualmente por unidades produzidas. Isso acontece porque eles incidem sobre toda a produção e devem ser rateados sobre todos os produtos fabricados. Um exemplo típico é o consumo de energia elétrica. Veja bem: o que pode ser custo direto e indireto para uma empresa, não necessariamente será para outra. Isso vai depender dos produtos ou serviços que ela venha a ofertar. 1Praticando... a) Procure uma empresa mais perto de sua casa e converse com o seu proprietário, gerente ou até mesmo o contador, e faça um levantamento dos seus custos fixos e variáveis, diretos e indiretos. Faça uma listagem desses custos e, depois, juntamente com os seus colegas e o tutor, conversem a respeito deles. b) Definir: Custo fixo
  • 8. 6 Contabilidade A13 Custo Variável Custo direto Custo indireto Custo simplificado O custo simplificado é amplamente adotado em empresas de pequeno e de médio porte, uma vez que não precisa de funcionários especializados para o levantamento dos dados. Mas, o que é o custo simplificado? Custo simplificado é um sistema de apuração do custo global, que poderá ser levantado anualmente ou em qualquer período dos produtos vendidos e/ou fabricados. Será um custo global anual, semestral ou até mesmo mensal, de acordo com os períodos em que a empresa venha a encerrar seu balanço ou mesmo apenas fazer levantamento de balancetes com apuração dos custos dos produtos ou mercadorias vendidas. É bom sempre lembrar que o custo simplificado não se destina a levantar o custo unitário dos bens fabricados ou vendidos. O simplificado não irá responder à seguinte questão, que é de suma importância para a empresa: Qual o custo unitário dos produtos que fabricamos ou das mercadorias que vendemos? Essa resposta só será obtida se a empresa fabricar ou trabalhar com apenas um único tipo de produto ou venda, apenas um tipo de mercadoria sem nenhuma variação.
  • 9. 7 Contabilidade A13 Tecnicamente falando, o custo simplificado servirá para demonstrar para a empresa o custo do produto, se a empresa for industrial, ou o custo da mercadoria, se for comercial, ou o custo do serviço prestado, caso a empresa seja uma prestadora de serviços. Essa demonstração será sempre global e nunca unitária. À medida que as empresas crescem, tornam-se mais complexas, diversificando muitas vezes os artigos produzidos ou os serviços prestados; a complexidade aumenta em relação aos custos.. De acordo com Sergio de Ludicibus, Eliseu Martins e demais professores da equipe dos professores FEA/USP (1996), sob a coordenação do primeiro, apresentaremos uma série de problemas que poderão surgir cujas soluções basicamente dependem dos dados fornecidos pela Contabilidade de Custos. a) Que preço de venda atribuir aos vários produtos? b) Quanto contribui cada produto para o lucro total da empresa? c) Qual o custo real envolvido em cada produto? d) Quais os produtos que deverão ter sua produção aumentada? e) Quando se deve cessar de produzir determinados produtos? f) Quais os custos que deverão ser rigorosamente controlados? g) Como desenvolver um sistema que permita avaliar a eficiência ou ineficiência de cada setor da empresa? h) Qual o valor mínimo de vendas necessário para se cobrirem os custos de produção? i) Qual a produção máxima possível, num contexto econômico? j) Qual o tamanho ideal para determinado setor de produção? k) Deveremos ou não substituir os processos de produção atuais por outros mais modernos e mais custosos? l) Quando se devem substituir os equipamentos? m) Devemos aumentar o esforço de vendas? n) Devemos envolver-nos numa campanha publicitária?
  • 10. 2Praticando... 8 Contabilidade A13 Só com a aplicação do custo integrado, a empresa poderá saber o custo unitário de cada um dos produtos fabricados, já que agora você poderá operar com a exatidão da matemática, que irá fornecer para os proprietários o que convém ou não convém para ela produzir. A variação do custo de produção, para este ou aquele produto, é uma realidade e ninguém poderá fazer de conta que não existe. Sem o conhecimento do custo, ficará inviabilizada a concorrência com outra empresa que fabrique o mesmo produto ou mesmo produtos similares, porque somente ela será a referência para a fixação do preço de venda. Para melhorar seu entendimento sobre Custo Simplificado, sugerimos fazer uma pesquisa na Internet, levantando as principais características sobre o assunto, como também a sua aplicabilidade nas empresas. Leitura complementar FEMENICK, Tomislav R. Contabilidade de custos. Disponível em: <http://www.tomislav. com.br/sala_de_aula/contabilidade_custos.php>. Acesso em: 16 mar. 2009. Nesta aula, você estudou a relação entre custo/benefício, a importância da contabilidade dos custos e como definir os principais custos. Também viu a distinção entre custos fixos e custos variáveis e a diferença entre custos diretos e custos indiretos.
  • 11. 9 Contabilidade A13 O que é custo simplificado? O que é custo integrado? Por que as empresas precisam contabilizar seus custos? Referências FACULDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DE PERNAMBUCO - FADEPE. Conceitos fundamentais de contabilidade de custos. Disponível em: <http://www.fadepe.com.br/ restrito/conteudo_pos/4_fina_contro_Apostila%20Custos.pdf>. Acesso em: 16 mar. 2009. FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA USP. FEA/USP. Equipe de professores. Contabilidade introdutória. São Paulo: Atlas, 2000. FEMENICK, Tomislav R. Conceitos fundamentais sobre custos. 2005. Disponível em: <http://www.tomislav.com.br/sala_de_aula/contabilidade_custos. php?pg=contabilidade_custos&detalhe=&id=3>. Acesso em: 16 mar. 2009. SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS - SEBRAE. Consultores Financeiros da Unidade de Orientação de São Paulo. Palestra: Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer. [s.l.]: [s.n], 2008. Manual do participante.