SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Que é
Deus?
Duvidar daDuvidar da
existência de Deusexistência de Deus
é negar que todoé negar que todo
efeito tem umaefeito tem uma
causa e avançarcausa e avançar
queque
o nada pôde fazero nada pôde fazer
alguma coisa.alguma coisa.
O UniversoO Universo
existe, logo temexiste, logo tem
uma causa.uma causa.
Na visão espírita, afirma-se que a prova daNa visão espírita, afirma-se que a prova da
existência de Deus resulta de três fatoresexistência de Deus resulta de três fatores
absolutamente incontestáveis, quais sejam:absolutamente incontestáveis, quais sejam:
1º)1º) O sentimentoO sentimento
instintivo da idéia deinstintivo da idéia de
Deus no homem,Deus no homem,
manifestando-se emmanifestando-se em
todas as épocas datodas as épocas da
Humanidade através daHumanidade através da
lei de adoração;lei de adoração;
2º)2º) A lei de Causa eA lei de Causa e
Efeito, que mostra aEfeito, que mostra a
impossibilidade daimpossibilidade da
ocorrência deocorrência de
efeitos inteligentesefeitos inteligentes
sem uma causasem uma causa
inteligente; einteligente; e
3º) A maravilha inigualável
da estrutura total da
Natureza, nos seus
mínimos detalhes, ...
...que não pode ser obra do acaso,
pois revela a imanência Cósmica de
uma Inteligência superior a qualquer
““É evidente e racional que uma inteligênciaÉ evidente e racional que uma inteligência
matemática e superior estabeleceu ematemática e superior estabeleceu e
providenciou as condições de vida paraprovidenciou as condições de vida para
o planeta Terra.”o planeta Terra.”
Galáxias – NGC 2207 e IC 2163
A esta conclusãoA esta conclusão
chegou o professorchegou o professor
Cressy Morrison,Cressy Morrison,
Ex-Presidente daEx-Presidente da
Academia deAcademia de
CiênciasCiências
de Nova York.de Nova York.
Quando publicou háQuando publicou há
algum tempo umalgum tempo um
trabalho intituladotrabalho intitulado
Sete razões pelasSete razões pelas
quais um cientistaquais um cientista
crê em Deus.crê em Deus.
Diz o Dr. Morrison que nós ainda estamos no
princípio da era científica e cada aumento de Luz
revela mais claramente o trabalho manual de um
cientista brilhante.
Temos feito descobertas estupendas, e com um
espírito de humildade científica e de fé
fundamentada no conhecimento, estamos cada
vez mais próximos de Deus.Buraco Negro
Terra
Mercúrio
Vênus
Marte
Júpiter
SaturnoUrano
NetunoPlutão
Sol
Lua
Aqui o Dr. Morrison convida
os homens a que meditem
apenas em algumas das leis
que mantém o equilíbrio da
vida na Terra, como, por
exemplo, a velocidade com
que a Terra realiza os seus
movimentos de rotação e de
translação em volta de si
mesma e do Sol.
É sabido que a Terra gira emÉ sabido que a Terra gira em
torno do Sol,torno do Sol, translação,translação, comcom
uma velocidade de 107.000uma velocidade de 107.000
km/hora, e gira em torno dekm/hora, e gira em torno de
seu eixo,seu eixo, rotação,rotação, com acom a
velocidade de cerca de 1.600velocidade de cerca de 1.600
quilômetros por hora, o quequilômetros por hora, o que
não é um acaso,não é um acaso, é uma leié uma lei
matemática de equilíbrio paramatemática de equilíbrio para
sustentar a vida na sua face,sustentar a vida na sua face,
porquanto, diz ele, se porporquanto, diz ele, se por
acaso a Terra se movimentasseacaso a Terra se movimentasse
em suaem sua rotação,rotação, apenas com aapenas com a
velocidade de um décimo, ouvelocidade de um décimo, ou
seja, de 160 quilômetros porseja, de 160 quilômetros por
hora, a vida nela seriahora, a vida nela seria
impossível.impossível.
Lua
Isto porque os dias seriam deIsto porque os dias seriam de
120 horas e as noites de 120120 horas e as noites de 120
horas; logo, o Sol de 120 horashoras; logo, o Sol de 120 horas
queimaria toda a vida vegetalqueimaria toda a vida vegetal
e ameaçaria a vida humana, ee ameaçaria a vida humana, e
depois as 120 horas dedepois as 120 horas de
sombra (noite) iriamsombra (noite) iriam
encarregar-se de destruir peloencarregar-se de destruir pelo
frio, através da motivação dosfrio, através da motivação dos
continentes gelados.continentes gelados.
Logo, alguma coisaLogo, alguma coisa
estabeleceu a lei de equilíbrio,estabeleceu a lei de equilíbrio,
para que a Terra girasse compara que a Terra girasse com
tal velocidade.tal velocidade.
E prossegue dizendo queE prossegue dizendo que
quando nos detemos aquando nos detemos a
olhar a atmosfera, bastaolhar a atmosfera, basta
lembrarmos que ela foilembrarmos que ela foi
programada e medida,programada e medida,
porque se a atmosfera daporque se a atmosfera da
Terra fosse mais rarefeitaTerra fosse mais rarefeita
de apenas um quilômetro,de apenas um quilômetro,
a vida no orbe seriaa vida no orbe seria
impossível, porquanto seimpossível, porquanto se
sabe que caem sobre asabe que caem sobre a
Terra ...Terra ...
diariamente cerca dediariamente cerca de
50 milhões de meteoritos, e50 milhões de meteoritos, e
que se não fosse por essaque se não fosse por essa
atmosfera, que pelo atritoatmosfera, que pelo atrito
os rala e dissolve, a Terraos rala e dissolve, a Terra
seria bombardeada 50seria bombardeada 50
milhões de vezes por dia,milhões de vezes por dia,
lavrando incêndios elavrando incêndios e
destruições inomináveis, edestruições inomináveis, e
a vida na Terra seriaa vida na Terra seria
portanto impossível.portanto impossível.
Bastava que o fundo doBastava que o fundo do
mar fosse mais profundomar fosse mais profundo
de 3 metros e a vida seriade 3 metros e a vida seria
impossível, porque oimpossível, porque o
oxigênio do ar bem como,oxigênio do ar bem como,
o ácido carbônico seriamo ácido carbônico seriam
absolvidos pelas águas,absolvidos pelas águas,
matando toda forma dematando toda forma de
vida, quer no seio dasvida, quer no seio das
águas, quer na superfícieáguas, quer na superfície
lisa; caso a superfície dalisa; caso a superfície da
Terra fosse mais alta de 2Terra fosse mais alta de 2
metros, o fenômeno seriametros, o fenômeno seria
oposto e a vida seriaoposto e a vida seria
conseqüentementeconseqüentemente
impossível.impossível.
Se por acaso a distância que
separa a Lua da Terra não
fosse de cerca de 370 mil
quilômetros, mas de apenas
70 mil, a vida seria
impossível, porque a pressão
magnética do satélite sobre
os mares faria levantar ondas
tão altas e terríveis, que as
marés e preamares
destruiriam totalmente a
vida na Terra, lambendo os
picos mais altos do Himalaia.
Na mesma ordem de raciocínio, se a inclinação do eixo daNa mesma ordem de raciocínio, se a inclinação do eixo da
Terra não fosse 18/24 graus, mas estivesse em uma verticalTerra não fosse 18/24 graus, mas estivesse em uma vertical
ou mudasse de posição, a vida seria impossível, porque osou mudasse de posição, a vida seria impossível, porque os
gelos dos polos escorreriam pela Terra, levando tudo degelos dos polos escorreriam pela Terra, levando tudo de
roldão.roldão.
Desse modo, assegurou o Dr. Morrison, por essa singela lei, e por uma
serie de outras leis que seria fastidioso enumerar. Como, por exemplo,
a distância que separa a Terra do Sol - aproximadamente 150 milhões
de quilômetros - o que dá à Terra uma tépida sensação de calor, não
insuficiente nem demasiada para a manutenção da vida.
Porque oPorque o SolSol tem uma temperatura superficial de cerca detem uma temperatura superficial de cerca de 6.648 graus6.648 graus
centigrados.centigrados. Assim, se a Terra estivesse mais próxima, seria destruídaAssim, se a Terra estivesse mais próxima, seria destruída
pelo calor; se estivesse mais afastada, seria destruída pela falta depelo calor; se estivesse mais afastada, seria destruída pela falta de
calor, dos raios ultravioletas e infravermelhos e dos caloríficos, quecalor, dos raios ultravioletas e infravermelhos e dos caloríficos, que
mantém o equilíbrio metabólico na vida vegetativa.mantém o equilíbrio metabólico na vida vegetativa.
6.648º C.6.648º C.
Logo, umaLogo, uma
inteligênciainteligência
matemática ematemática e
superior estabeleceusuperior estabeleceu
as condições para aas condições para a
vida na Terra.vida na Terra.
Não há uma únicaNão há uma única
chance em bilhõeschance em bilhões
para que a vida nopara que a vida no
nosso planeta fosse onosso planeta fosse o
resultado de umresultado de um
acidente.acidente.
Não obstante, DeusNão obstante, Deus
continua sendo o Grande Anônimo,continua sendo o Grande Anônimo,
incompreendido e mal interpretadoincompreendido e mal interpretado
pelos humanos.pelos humanos.
Ante tantos absurdos que os homens
dizem tentando explicá-LO;
VoltaireVoltaire, o filósofo mais influente do
século XVIII, ironizava:
““Eu creio em Deus, apesar de tudo que meEu creio em Deus, apesar de tudo que me
dizem para eu acreditar nele...”dizem para eu acreditar nele...”
Santo AgostinhoSanto Agostinho – (354-430 d. C.) dizia:
““Quando me perguntam que é Deus eu nãoQuando me perguntam que é Deus eu não
sei, mas se não me perguntarem eu sei.”sei, mas se não me perguntarem eu sei.”
Kant,Kant, o filósofo da Crítica da Razão Pura,
proclamava:
““Não creio no Deus, que os homens criaram,Não creio no Deus, que os homens criaram,
mas no Deus que criou os homens.”mas no Deus que criou os homens.”
Que é Deus?Que é Deus?
(Pergunta de nº1 do “O Livro dos Espíritos”)
- Deus é a Inteligência Suprema- Deus é a Inteligência Suprema
causa primária de todas as coisas.causa primária de todas as coisas.
( Resposta de um Espírito superior, mensageiro divino.)
Na Paz doNa Paz do
Senhor!...Senhor!...
Imgs: Internet.
Mú: Danúbio Azul.
Txt: - Lv. “O Livro dos Espíritos”.
Lv. “Que é Deus”- Eliseu F. da Mota.
ozairmonteiro07@hotmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

6. Rochas Sedimentares
6. Rochas Sedimentares6. Rochas Sedimentares
6. Rochas Sedimentares
guest24ed8a
 
Origem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoOrigem e evolução do Universo
Origem e evolução do Universo
Virgilio Nt
 
O Homem e a Terra 2 - Área de Integração
O Homem e a Terra 2 - Área de IntegraçãoO Homem e a Terra 2 - Área de Integração
O Homem e a Terra 2 - Área de Integração
Jorge Barbosa
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
stcnsaidjv
 
Origem do universo prof. del
Origem do universo prof. delOrigem do universo prof. del
Origem do universo prof. del
ProfDelminda
 
A Terra E O Universo
A Terra E O UniversoA Terra E O Universo
A Terra E O Universo
guest9c1c7c
 

Mais procurados (20)

Até movimentos rotação
Até movimentos rotaçãoAté movimentos rotação
Até movimentos rotação
 
Power point área de integração
Power point   área de integraçãoPower point   área de integração
Power point área de integração
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
6. Rochas Sedimentares
6. Rochas Sedimentares6. Rochas Sedimentares
6. Rochas Sedimentares
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
S.T.C. 7 - O Universo
S.T.C. 7 - O UniversoS.T.C. 7 - O Universo
S.T.C. 7 - O Universo
 
A Arca de Noé e o Dilúvio
A Arca de Noé e o DilúvioA Arca de Noé e o Dilúvio
A Arca de Noé e o Dilúvio
 
Jesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35minJesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35min
 
Big Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De TudoBig Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De Tudo
 
Teoria do Universo
Teoria do UniversoTeoria do Universo
Teoria do Universo
 
Placas
PlacasPlacas
Placas
 
Origem e evolução do Universo
Origem e evolução do UniversoOrigem e evolução do Universo
Origem e evolução do Universo
 
O Homem e a Terra 2 - Área de Integração
O Homem e a Terra 2 - Área de IntegraçãoO Homem e a Terra 2 - Área de Integração
O Homem e a Terra 2 - Área de Integração
 
A origem do universo
A origem do universoA origem do universo
A origem do universo
 
Origem do universo
Origem do universoOrigem do universo
Origem do universo
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitados
 
Area de Integração - 3.1. o homem e a terra
Area de Integração - 3.1. o homem e a terraArea de Integração - 3.1. o homem e a terra
Area de Integração - 3.1. o homem e a terra
 
Origem do universo prof. del
Origem do universo prof. delOrigem do universo prof. del
Origem do universo prof. del
 
A Terra E O Universo
A Terra E O UniversoA Terra E O Universo
A Terra E O Universo
 

Semelhante a Que é Deus?

A bíblia e os dinossauros
A bíblia e os dinossaurosA bíblia e os dinossauros
A bíblia e os dinossauros
Teologia Bis
 
Astronomia geral
Astronomia geralAstronomia geral
Astronomia geral
Dalila Melo
 
308 criação e evolução
308 criação e  evolução308 criação e  evolução
308 criação e evolução
picaofernanda
 
308 criação e evolução
308 criação e  evolução308 criação e  evolução
308 criação e evolução
picaofernanda
 
Albert de rochas a levitação
Albert de rochas   a levitaçãoAlbert de rochas   a levitação
Albert de rochas a levitação
EWALDO DE SOUZA
 

Semelhante a Que é Deus? (20)

Terra: Evidências da Criação
Terra: Evidências da CriaçãoTerra: Evidências da Criação
Terra: Evidências da Criação
 
O universo segundo a visão espírita
O universo segundo a visão espíritaO universo segundo a visão espírita
O universo segundo a visão espírita
 
Deus Existe!!!!
Deus Existe!!!!Deus Existe!!!!
Deus Existe!!!!
 
Apresentação final 6o ano
Apresentação final 6o anoApresentação final 6o ano
Apresentação final 6o ano
 
Quem és tu?
Quem és tu?Quem és tu?
Quem és tu?
 
Formação da Terra - 5º ou 6º ano
Formação da Terra - 5º ou 6º anoFormação da Terra - 5º ou 6º ano
Formação da Terra - 5º ou 6º ano
 
SETE RAZÕES POR QUE UM CIENTISTA ACREDITA EM DEUS.pdf
SETE RAZÕES POR QUE UM CIENTISTA ACREDITA EM DEUS.pdfSETE RAZÕES POR QUE UM CIENTISTA ACREDITA EM DEUS.pdf
SETE RAZÕES POR QUE UM CIENTISTA ACREDITA EM DEUS.pdf
 
A bíblia e os dinossauros
A bíblia e os dinossaurosA bíblia e os dinossauros
A bíblia e os dinossauros
 
Luzes
LuzesLuzes
Luzes
 
A bíblia e os dinossauros
A bíblia e os dinossaurosA bíblia e os dinossauros
A bíblia e os dinossauros
 
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
 
Um olhar sob uma nova perspectiva [mirtzi jpa-pb]
Um olhar sob uma nova perspectiva [mirtzi   jpa-pb]Um olhar sob uma nova perspectiva [mirtzi   jpa-pb]
Um olhar sob uma nova perspectiva [mirtzi jpa-pb]
 
Aula 26 a terra
Aula 26   a terraAula 26   a terra
Aula 26 a terra
 
3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt
3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt
3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt
 
Astronomia geral
Astronomia geralAstronomia geral
Astronomia geral
 
308 criação e evolução
308 criação e  evolução308 criação e  evolução
308 criação e evolução
 
308 criação e evolução
308 criação e  evolução308 criação e  evolução
308 criação e evolução
 
Microsoft Word Origem De Tudo
Microsoft Word   Origem De TudoMicrosoft Word   Origem De Tudo
Microsoft Word Origem De Tudo
 
A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistema
 
Albert de rochas a levitação
Albert de rochas   a levitaçãoAlbert de rochas   a levitação
Albert de rochas a levitação
 

Mais de Tenda Espirita Mamãe Oxum Petropolis - Rio de Janeiro - Brasil

Mais de Tenda Espirita Mamãe Oxum Petropolis - Rio de Janeiro - Brasil (20)

A DÍVIDA, O TEMPO E A EUTANÁSIA
A DÍVIDA, O TEMPO E A EUTANÁSIAA DÍVIDA, O TEMPO E A EUTANÁSIA
A DÍVIDA, O TEMPO E A EUTANÁSIA
 
Troque o Trabalho por Saúde: Suba o Morro
Troque o Trabalho por Saúde: Suba o MorroTroque o Trabalho por Saúde: Suba o Morro
Troque o Trabalho por Saúde: Suba o Morro
 
Dia de Finados
Dia de FinadosDia de Finados
Dia de Finados
 
Ismael e os velhos patriotas
Ismael e os velhos patriotasIsmael e os velhos patriotas
Ismael e os velhos patriotas
 
O encanto dos orixás leonardo boff - temo
O encanto dos orixás   leonardo boff - temoO encanto dos orixás   leonardo boff - temo
O encanto dos orixás leonardo boff - temo
 
Bezerra de Menezes - O Médico dos Pobres
Bezerra de Menezes - O Médico dos PobresBezerra de Menezes - O Médico dos Pobres
Bezerra de Menezes - O Médico dos Pobres
 
Toques do preto velho
Toques do preto velhoToques do preto velho
Toques do preto velho
 
Indios
Indios Indios
Indios
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
Alguns serviços que o espiritismo pode fazer por voce
Alguns serviços que o espiritismo pode fazer por voceAlguns serviços que o espiritismo pode fazer por voce
Alguns serviços que o espiritismo pode fazer por voce
 
Centro de Planejamento de Reencarnações
Centro de Planejamento de ReencarnaçõesCentro de Planejamento de Reencarnações
Centro de Planejamento de Reencarnações
 
Ismael brasil colônia espiritua cel
Ismael brasil colônia espiritua celIsmael brasil colônia espiritua cel
Ismael brasil colônia espiritua cel
 
Einstein a vida retribui e transfere
Einstein   a vida retribui e transfereEinstein   a vida retribui e transfere
Einstein a vida retribui e transfere
 
Oxossi
OxossiOxossi
Oxossi
 
Mães são anjos
Mães são anjosMães são anjos
Mães são anjos
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Chico Xavier
 
Estudo, Classificação e Tratamento dos Distúrbios Espirituais
Estudo, Classificação e Tratamento dos Distúrbios EspirituaisEstudo, Classificação e Tratamento dos Distúrbios Espirituais
Estudo, Classificação e Tratamento dos Distúrbios Espirituais
 
Madre Teresa
Madre TeresaMadre Teresa
Madre Teresa
 
De Onde Viemos
De Onde ViemosDe Onde Viemos
De Onde Viemos
 
De Onde Viemos
De Onde ViemosDe Onde Viemos
De Onde Viemos
 

Último (7)

Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 

Que é Deus?

  • 1. Que é Deus? Duvidar daDuvidar da existência de Deusexistência de Deus é negar que todoé negar que todo efeito tem umaefeito tem uma causa e avançarcausa e avançar queque o nada pôde fazero nada pôde fazer alguma coisa.alguma coisa. O UniversoO Universo existe, logo temexiste, logo tem uma causa.uma causa.
  • 2. Na visão espírita, afirma-se que a prova daNa visão espírita, afirma-se que a prova da existência de Deus resulta de três fatoresexistência de Deus resulta de três fatores absolutamente incontestáveis, quais sejam:absolutamente incontestáveis, quais sejam: 1º)1º) O sentimentoO sentimento instintivo da idéia deinstintivo da idéia de Deus no homem,Deus no homem, manifestando-se emmanifestando-se em todas as épocas datodas as épocas da Humanidade através daHumanidade através da lei de adoração;lei de adoração;
  • 3. 2º)2º) A lei de Causa eA lei de Causa e Efeito, que mostra aEfeito, que mostra a impossibilidade daimpossibilidade da ocorrência deocorrência de efeitos inteligentesefeitos inteligentes sem uma causasem uma causa inteligente; einteligente; e
  • 4. 3º) A maravilha inigualável da estrutura total da Natureza, nos seus mínimos detalhes, ...
  • 5. ...que não pode ser obra do acaso, pois revela a imanência Cósmica de uma Inteligência superior a qualquer
  • 6. ““É evidente e racional que uma inteligênciaÉ evidente e racional que uma inteligência matemática e superior estabeleceu ematemática e superior estabeleceu e providenciou as condições de vida paraprovidenciou as condições de vida para o planeta Terra.”o planeta Terra.” Galáxias – NGC 2207 e IC 2163
  • 7. A esta conclusãoA esta conclusão chegou o professorchegou o professor Cressy Morrison,Cressy Morrison, Ex-Presidente daEx-Presidente da Academia deAcademia de CiênciasCiências de Nova York.de Nova York. Quando publicou háQuando publicou há algum tempo umalgum tempo um trabalho intituladotrabalho intitulado Sete razões pelasSete razões pelas quais um cientistaquais um cientista crê em Deus.crê em Deus.
  • 8. Diz o Dr. Morrison que nós ainda estamos no princípio da era científica e cada aumento de Luz revela mais claramente o trabalho manual de um cientista brilhante. Temos feito descobertas estupendas, e com um espírito de humildade científica e de fé fundamentada no conhecimento, estamos cada vez mais próximos de Deus.Buraco Negro
  • 9. Terra Mercúrio Vênus Marte Júpiter SaturnoUrano NetunoPlutão Sol Lua Aqui o Dr. Morrison convida os homens a que meditem apenas em algumas das leis que mantém o equilíbrio da vida na Terra, como, por exemplo, a velocidade com que a Terra realiza os seus movimentos de rotação e de translação em volta de si mesma e do Sol.
  • 10. É sabido que a Terra gira emÉ sabido que a Terra gira em torno do Sol,torno do Sol, translação,translação, comcom uma velocidade de 107.000uma velocidade de 107.000 km/hora, e gira em torno dekm/hora, e gira em torno de seu eixo,seu eixo, rotação,rotação, com acom a velocidade de cerca de 1.600velocidade de cerca de 1.600 quilômetros por hora, o quequilômetros por hora, o que não é um acaso,não é um acaso, é uma leié uma lei matemática de equilíbrio paramatemática de equilíbrio para sustentar a vida na sua face,sustentar a vida na sua face, porquanto, diz ele, se porporquanto, diz ele, se por acaso a Terra se movimentasseacaso a Terra se movimentasse em suaem sua rotação,rotação, apenas com aapenas com a velocidade de um décimo, ouvelocidade de um décimo, ou seja, de 160 quilômetros porseja, de 160 quilômetros por hora, a vida nela seriahora, a vida nela seria impossível.impossível. Lua
  • 11. Isto porque os dias seriam deIsto porque os dias seriam de 120 horas e as noites de 120120 horas e as noites de 120 horas; logo, o Sol de 120 horashoras; logo, o Sol de 120 horas queimaria toda a vida vegetalqueimaria toda a vida vegetal e ameaçaria a vida humana, ee ameaçaria a vida humana, e depois as 120 horas dedepois as 120 horas de sombra (noite) iriamsombra (noite) iriam encarregar-se de destruir peloencarregar-se de destruir pelo frio, através da motivação dosfrio, através da motivação dos continentes gelados.continentes gelados. Logo, alguma coisaLogo, alguma coisa estabeleceu a lei de equilíbrio,estabeleceu a lei de equilíbrio, para que a Terra girasse compara que a Terra girasse com tal velocidade.tal velocidade.
  • 12. E prossegue dizendo queE prossegue dizendo que quando nos detemos aquando nos detemos a olhar a atmosfera, bastaolhar a atmosfera, basta lembrarmos que ela foilembrarmos que ela foi programada e medida,programada e medida, porque se a atmosfera daporque se a atmosfera da Terra fosse mais rarefeitaTerra fosse mais rarefeita de apenas um quilômetro,de apenas um quilômetro, a vida no orbe seriaa vida no orbe seria impossível, porquanto seimpossível, porquanto se sabe que caem sobre asabe que caem sobre a Terra ...Terra ...
  • 13. diariamente cerca dediariamente cerca de 50 milhões de meteoritos, e50 milhões de meteoritos, e que se não fosse por essaque se não fosse por essa atmosfera, que pelo atritoatmosfera, que pelo atrito os rala e dissolve, a Terraos rala e dissolve, a Terra seria bombardeada 50seria bombardeada 50 milhões de vezes por dia,milhões de vezes por dia, lavrando incêndios elavrando incêndios e destruições inomináveis, edestruições inomináveis, e a vida na Terra seriaa vida na Terra seria portanto impossível.portanto impossível.
  • 14. Bastava que o fundo doBastava que o fundo do mar fosse mais profundomar fosse mais profundo de 3 metros e a vida seriade 3 metros e a vida seria impossível, porque oimpossível, porque o oxigênio do ar bem como,oxigênio do ar bem como, o ácido carbônico seriamo ácido carbônico seriam absolvidos pelas águas,absolvidos pelas águas, matando toda forma dematando toda forma de vida, quer no seio dasvida, quer no seio das águas, quer na superfícieáguas, quer na superfície lisa; caso a superfície dalisa; caso a superfície da Terra fosse mais alta de 2Terra fosse mais alta de 2 metros, o fenômeno seriametros, o fenômeno seria oposto e a vida seriaoposto e a vida seria conseqüentementeconseqüentemente impossível.impossível.
  • 15. Se por acaso a distância que separa a Lua da Terra não fosse de cerca de 370 mil quilômetros, mas de apenas 70 mil, a vida seria impossível, porque a pressão magnética do satélite sobre os mares faria levantar ondas tão altas e terríveis, que as marés e preamares destruiriam totalmente a vida na Terra, lambendo os picos mais altos do Himalaia.
  • 16. Na mesma ordem de raciocínio, se a inclinação do eixo daNa mesma ordem de raciocínio, se a inclinação do eixo da Terra não fosse 18/24 graus, mas estivesse em uma verticalTerra não fosse 18/24 graus, mas estivesse em uma vertical ou mudasse de posição, a vida seria impossível, porque osou mudasse de posição, a vida seria impossível, porque os gelos dos polos escorreriam pela Terra, levando tudo degelos dos polos escorreriam pela Terra, levando tudo de roldão.roldão.
  • 17. Desse modo, assegurou o Dr. Morrison, por essa singela lei, e por uma serie de outras leis que seria fastidioso enumerar. Como, por exemplo, a distância que separa a Terra do Sol - aproximadamente 150 milhões de quilômetros - o que dá à Terra uma tépida sensação de calor, não insuficiente nem demasiada para a manutenção da vida.
  • 18. Porque oPorque o SolSol tem uma temperatura superficial de cerca detem uma temperatura superficial de cerca de 6.648 graus6.648 graus centigrados.centigrados. Assim, se a Terra estivesse mais próxima, seria destruídaAssim, se a Terra estivesse mais próxima, seria destruída pelo calor; se estivesse mais afastada, seria destruída pela falta depelo calor; se estivesse mais afastada, seria destruída pela falta de calor, dos raios ultravioletas e infravermelhos e dos caloríficos, quecalor, dos raios ultravioletas e infravermelhos e dos caloríficos, que mantém o equilíbrio metabólico na vida vegetativa.mantém o equilíbrio metabólico na vida vegetativa. 6.648º C.6.648º C.
  • 19. Logo, umaLogo, uma inteligênciainteligência matemática ematemática e superior estabeleceusuperior estabeleceu as condições para aas condições para a vida na Terra.vida na Terra. Não há uma únicaNão há uma única chance em bilhõeschance em bilhões para que a vida nopara que a vida no nosso planeta fosse onosso planeta fosse o resultado de umresultado de um acidente.acidente.
  • 20. Não obstante, DeusNão obstante, Deus continua sendo o Grande Anônimo,continua sendo o Grande Anônimo, incompreendido e mal interpretadoincompreendido e mal interpretado pelos humanos.pelos humanos.
  • 21. Ante tantos absurdos que os homens dizem tentando explicá-LO; VoltaireVoltaire, o filósofo mais influente do século XVIII, ironizava: ““Eu creio em Deus, apesar de tudo que meEu creio em Deus, apesar de tudo que me dizem para eu acreditar nele...”dizem para eu acreditar nele...”
  • 22. Santo AgostinhoSanto Agostinho – (354-430 d. C.) dizia: ““Quando me perguntam que é Deus eu nãoQuando me perguntam que é Deus eu não sei, mas se não me perguntarem eu sei.”sei, mas se não me perguntarem eu sei.” Kant,Kant, o filósofo da Crítica da Razão Pura, proclamava: ““Não creio no Deus, que os homens criaram,Não creio no Deus, que os homens criaram, mas no Deus que criou os homens.”mas no Deus que criou os homens.”
  • 23. Que é Deus?Que é Deus? (Pergunta de nº1 do “O Livro dos Espíritos”) - Deus é a Inteligência Suprema- Deus é a Inteligência Suprema causa primária de todas as coisas.causa primária de todas as coisas. ( Resposta de um Espírito superior, mensageiro divino.)
  • 24. Na Paz doNa Paz do Senhor!...Senhor!... Imgs: Internet. Mú: Danúbio Azul. Txt: - Lv. “O Livro dos Espíritos”. Lv. “Que é Deus”- Eliseu F. da Mota. ozairmonteiro07@hotmail.com