SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
(…) O errado de tudo isto, que sempre a um certo número aproveita, é que um
professor que nesse período [os últimos sete anos de toda uma carreira] não tenha

                         apenas (este apenas é sem dúvida uma ironia perversa do
faltado um único dia e
destino…) tenha dado aulas, mesmo que já conte trinta ou mais anos de carreira (e
consideremos que essa carreira tenha sido reconhecidamente exemplar), esse
professor pura e simplesmente não passará a titular. Não se trata de uma mera
suposição teórica: haverá muitos casos destes. (…)
(…) Ora, este concurso veio, sob a aparente intenção de seleccionar os melhores, pôr a
cereja no bolo na concepção de escola que vigora entre nós desde o consulado de
Roberto Carneiro, segundo a qual as aulas e o saber serão muito menos importantes
do que o que está à volta, sendo que o que está à volta é uma espécie de animação
socializadora, que aparentemente esbate diferenças socioculturais dos alunos – embora
quase só acabe por agravá-las.
Esta animação socializadora em que a escola pública se tornou foi criando a necessidade
de cargos intermédios de chefia e de dinamização, de uma espécie de militância não
lectiva, a que foram atribuídas horas retiradas ao horário lectivo dos docentes que
voluntariamente os aceitavam. Acresce que, a par desses cargos com redução lectiva,
inúmeras actividades não lectivas envolvem muitos docentes nas escolas, essas sim,
absolutamente voluntárias. São agora os cargos com redução lectiva, em benefício
duplicado, que maioritariamente dão acesso às elevadas pontuações que permitem
aceder a professor titular. O professor que se dedicou a ensinar, pelo qual passaram
dezenas de turmas e centenas de alunos ao longo dos sete anos em avaliação, esse
que fez o trabalho “ invisível”de casa, preparando aulas, elaborando e corrigindo
milhares de testes, o que se empenhou em actividades não lectivas sem que para
isso tivesse reduções, esse professor é claramente desvalorizado na hora de “somar
pontos” [os pontos necessários – 95 – para aceder a titular] (…)”


- Arnaldo Lopes Marques, Professor do Ensino Secundário, in “Cartas ao Director”,
jornal “Público” -
(o que aparece [entre parêntesis rectos] são acrescentos meus, bem como os destaques e
os sublinhados são da minha responsabilidade)


Mª João Fortunato. 12 de Junho de 2007

Mais conteúdo relacionado

Destaque (8)

3 J Marilyn Tan, Deforestation
3 J Marilyn Tan, Deforestation3 J Marilyn Tan, Deforestation
3 J Marilyn Tan, Deforestation
 
Impresionante
ImpresionanteImpresionante
Impresionante
 
West Shore Technology Update 5-16-07
West Shore Technology Update 5-16-07West Shore Technology Update 5-16-07
West Shore Technology Update 5-16-07
 
e-learning 2.0
e-learning 2.0e-learning 2.0
e-learning 2.0
 
qwertyuiop_1
qwertyuiop_1qwertyuiop_1
qwertyuiop_1
 
Proyecto Antena Wi Fi
Proyecto Antena Wi FiProyecto Antena Wi Fi
Proyecto Antena Wi Fi
 
ADBDP Wikis
ADBDP  WikisADBDP  Wikis
ADBDP Wikis
 
MMBB Group 2007
MMBB Group 2007MMBB Group 2007
MMBB Group 2007
 

Semelhante a Titulares Texto 1

Carta Me Concurso Titular
Carta Me Concurso TitularCarta Me Concurso Titular
Carta Me Concurso Titular
Moriae
 
Nelida nabais o impacto da be na aprendizagem
Nelida nabais o impacto da be na aprendizagemNelida nabais o impacto da be na aprendizagem
Nelida nabais o impacto da be na aprendizagem
nelidavbn
 
Reflexões após mais de 10 anos de investigação
Reflexões após mais de 10 anos de investigaçãoReflexões após mais de 10 anos de investigação
Reflexões após mais de 10 anos de investigação
apas2013
 
Professores Autor Desconhecido
Professores Autor DesconhecidoProfessores Autor Desconhecido
Professores Autor Desconhecido
Meri RochaLeite
 
Apresentação lisliê
Apresentação lisliêApresentação lisliê
Apresentação lisliê
lislieribeiro
 
Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]
Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]
Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]
Macogomes
 

Semelhante a Titulares Texto 1 (20)

Carta Me Concurso Titular
Carta Me Concurso TitularCarta Me Concurso Titular
Carta Me Concurso Titular
 
Como despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passos
Como despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passosComo despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passos
Como despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passos
 
Jornal maio21
Jornal maio21Jornal maio21
Jornal maio21
 
ApresentaçãoJUSTIÇA, SUCESSO, INSUCESSO ESCOLAR E EFICÁCIA ESCOLAR:
ApresentaçãoJUSTIÇA, SUCESSO, INSUCESSO ESCOLAR E EFICÁCIA ESCOLAR: ApresentaçãoJUSTIÇA, SUCESSO, INSUCESSO ESCOLAR E EFICÁCIA ESCOLAR:
ApresentaçãoJUSTIÇA, SUCESSO, INSUCESSO ESCOLAR E EFICÁCIA ESCOLAR:
 
Nelida nabais o impacto da be na aprendizagem
Nelida nabais o impacto da be na aprendizagemNelida nabais o impacto da be na aprendizagem
Nelida nabais o impacto da be na aprendizagem
 
Artigo sobre evasão
Artigo sobre evasãoArtigo sobre evasão
Artigo sobre evasão
 
Reflexões após mais de 10 anos de investigação
Reflexões após mais de 10 anos de investigaçãoReflexões após mais de 10 anos de investigação
Reflexões após mais de 10 anos de investigação
 
Relatório de alisângela considerações finais
Relatório de alisângela considerações finaisRelatório de alisângela considerações finais
Relatório de alisângela considerações finais
 
Como despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passos
Como despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passosComo despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passos
Como despertar-o-interesse-dos-alunos-pelas-aulas-em-apenas-3-passos
 
Gilvanete
GilvaneteGilvanete
Gilvanete
 
Professores Autor Desconhecido
Professores Autor DesconhecidoProfessores Autor Desconhecido
Professores Autor Desconhecido
 
Portifolio
PortifolioPortifolio
Portifolio
 
Da matematica cotidiana a matematica escolar
Da matematica cotidiana a matematica escolarDa matematica cotidiana a matematica escolar
Da matematica cotidiana a matematica escolar
 
Pequeno manual do professor
Pequeno manual do professorPequeno manual do professor
Pequeno manual do professor
 
Sessão 3 reflexao
Sessão 3 reflexaoSessão 3 reflexao
Sessão 3 reflexao
 
Geo educação
Geo educaçãoGeo educação
Geo educação
 
Portifolio charlene
Portifolio charlenePortifolio charlene
Portifolio charlene
 
Apresentação lisliê
Apresentação lisliêApresentação lisliê
Apresentação lisliê
 
Cristiano José Pereira
Cristiano José PereiraCristiano José Pereira
Cristiano José Pereira
 
Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]
Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]
Comentario Ao Trabalho De Conceicao Gomes[1]
 

Mais de Moriae

The People United Will Never Be Defeated
The People United Will Never Be DefeatedThe People United Will Never Be Defeated
The People United Will Never Be Defeated
Moriae
 

Mais de Moriae (20)

Biosofia Nº28 Musicoterapia Marg Azevedo
Biosofia Nº28 Musicoterapia Marg AzevedoBiosofia Nº28 Musicoterapia Marg Azevedo
Biosofia Nº28 Musicoterapia Marg Azevedo
 
primeira alteração, por apreciação parlamentar, ao decreto-lei nº 3/2008, de ...
primeira alteração, por apreciação parlamentar, ao decreto-lei nº 3/2008, de ...primeira alteração, por apreciação parlamentar, ao decreto-lei nº 3/2008, de ...
primeira alteração, por apreciação parlamentar, ao decreto-lei nº 3/2008, de ...
 
Carta Aberta à Exmª Srª Ministra Da EducaçãO (GeóGrafo) Ler Até Ao Fim
Carta Aberta à Exmª Srª Ministra Da EducaçãO (GeóGrafo)   Ler Até Ao FimCarta Aberta à Exmª Srª Ministra Da EducaçãO (GeóGrafo)   Ler Até Ao Fim
Carta Aberta à Exmª Srª Ministra Da EducaçãO (GeóGrafo) Ler Até Ao Fim
 
Variations On The Song Happy Birthday Arranged For String Quartet
Variations On The Song Happy Birthday Arranged For String Quartet Variations On The Song Happy Birthday Arranged For String Quartet
Variations On The Song Happy Birthday Arranged For String Quartet
 
The People United Will Never Be Defeated
The People United Will Never Be DefeatedThe People United Will Never Be Defeated
The People United Will Never Be Defeated
 
Iniciativa do BE
Iniciativa do BE Iniciativa do BE
Iniciativa do BE
 
Comunicado da Escola de Música do Conservatório Nacional
Comunicado da Escola de Música do Conservatório NacionalComunicado da Escola de Música do Conservatório Nacional
Comunicado da Escola de Música do Conservatório Nacional
 
Dl 3 2008
Dl 3 2008Dl 3 2008
Dl 3 2008
 
"Evolução do ensino da matemática em Portugal"
"Evolução do ensino da matemática em Portugal""Evolução do ensino da matemática em Portugal"
"Evolução do ensino da matemática em Portugal"
 
Um Português Contribuinte
Um Português ContribuinteUm Português Contribuinte
Um Português Contribuinte
 
Carta aberta ao Senhor Presidente da República Portuguesa
Carta aberta ao Senhor Presidente da República PortuguesaCarta aberta ao Senhor Presidente da República Portuguesa
Carta aberta ao Senhor Presidente da República Portuguesa
 
Ana Cristina Pereira InsuficiêNcia Renal Netpress Spgl Manchete, 2001
Ana Cristina Pereira InsuficiêNcia Renal Netpress Spgl   Manchete, 2001Ana Cristina Pereira InsuficiêNcia Renal Netpress Spgl   Manchete, 2001
Ana Cristina Pereira InsuficiêNcia Renal Netpress Spgl Manchete, 2001
 
Ana Cristina Pereira
Ana Cristina PereiraAna Cristina Pereira
Ana Cristina Pereira
 
ConclusõEs Debate Julho
ConclusõEs Debate JulhoConclusõEs Debate Julho
ConclusõEs Debate Julho
 
Ana LuíSa EsperançA
Ana LuíSa EsperançAAna LuíSa EsperançA
Ana LuíSa EsperançA
 
Spgl Sindicato Dos Professores Da Grande Lisboa
Spgl   Sindicato Dos Professores Da Grande LisboaSpgl   Sindicato Dos Professores Da Grande Lisboa
Spgl Sindicato Dos Professores Da Grande Lisboa
 
Afinal Há Democracia
Afinal Há DemocraciaAfinal Há Democracia
Afinal Há Democracia
 
Cheira Ao Medo Do Antigamente
Cheira Ao Medo Do AntigamenteCheira Ao Medo Do Antigamente
Cheira Ao Medo Do Antigamente
 
LegislaçãO Proposta
LegislaçãO PropostaLegislaçãO Proposta
LegislaçãO Proposta
 
Manig5julho
Manig5julhoManig5julho
Manig5julho
 

Titulares Texto 1

  • 1. (…) O errado de tudo isto, que sempre a um certo número aproveita, é que um professor que nesse período [os últimos sete anos de toda uma carreira] não tenha apenas (este apenas é sem dúvida uma ironia perversa do faltado um único dia e destino…) tenha dado aulas, mesmo que já conte trinta ou mais anos de carreira (e consideremos que essa carreira tenha sido reconhecidamente exemplar), esse professor pura e simplesmente não passará a titular. Não se trata de uma mera suposição teórica: haverá muitos casos destes. (…) (…) Ora, este concurso veio, sob a aparente intenção de seleccionar os melhores, pôr a cereja no bolo na concepção de escola que vigora entre nós desde o consulado de Roberto Carneiro, segundo a qual as aulas e o saber serão muito menos importantes do que o que está à volta, sendo que o que está à volta é uma espécie de animação socializadora, que aparentemente esbate diferenças socioculturais dos alunos – embora quase só acabe por agravá-las. Esta animação socializadora em que a escola pública se tornou foi criando a necessidade de cargos intermédios de chefia e de dinamização, de uma espécie de militância não lectiva, a que foram atribuídas horas retiradas ao horário lectivo dos docentes que voluntariamente os aceitavam. Acresce que, a par desses cargos com redução lectiva, inúmeras actividades não lectivas envolvem muitos docentes nas escolas, essas sim, absolutamente voluntárias. São agora os cargos com redução lectiva, em benefício duplicado, que maioritariamente dão acesso às elevadas pontuações que permitem aceder a professor titular. O professor que se dedicou a ensinar, pelo qual passaram dezenas de turmas e centenas de alunos ao longo dos sete anos em avaliação, esse que fez o trabalho “ invisível”de casa, preparando aulas, elaborando e corrigindo milhares de testes, o que se empenhou em actividades não lectivas sem que para isso tivesse reduções, esse professor é claramente desvalorizado na hora de “somar pontos” [os pontos necessários – 95 – para aceder a titular] (…)” - Arnaldo Lopes Marques, Professor do Ensino Secundário, in “Cartas ao Director”, jornal “Público” - (o que aparece [entre parêntesis rectos] são acrescentos meus, bem como os destaques e os sublinhados são da minha responsabilidade) Mª João Fortunato. 12 de Junho de 2007