SlideShare uma empresa Scribd logo
DitaduRa
MilitaR
PRof. Me.: CaRoline Dähne
DITADURA
FORMA DE GOVERNO ANTIDEMOCRÁTICO
Governante
(presidente, rei, primeiro ministro)
exerce seu poder
sem respeitar a democracia
governa de acordo com suas vontades
ou com as do grupo político
ao qual pertence
DitaduRa
Poder =
uso das forças armadas
Regime político Autoritário
mantido pela violência
excepcional e ilegítimo
Normalmente
ditadores chegam ao poder
golpe de Estado
Ditadura =contrário de democracia
governo sem o consentimento do
povo
Governo
Obediência a autoridade
Arbitrariedade
Poder exclusivo
Alterações de Leis
Restrição da liberdade
MauRice
DuveRgeR
EVITAR OPOSIÇÃO
Proíbe ou Controla:
Partidos políticos
Manifestações
públicas
Sindicatos
DITADURA
CARACTERÍSTICAS
Poder Centralizado
Cancelamento dos direitos civis
Prisão de opositores políticos
Censura aos meios de
comunicação
DITADURA MILITAR
Forma de ditadura
+comum
Forças militares
tomam o poder
Usando o próprio
arsenal bélico
= força que possui
Forças Armadas
contra o poder
político constituído
=
muito difícil
contra-atacar
A DitaduRa MilitaR
no BRasil
GOVERNO DE JÂNIO QUADROS
Campanha 1960
Moralizar a política
“Varrer a corrupção” das
instituições públicas
Centralização do poder
Política econômica
conservadora
Alinhada aos interesses
dos EUA
Indiferente à divisão ideológica
da Guerra Fria
Política oscilante =
Condecorou o Che Guevara
(revolucionário argentino/
líder Revolução Cubana)
Aliados se afastaram
com temor da aproximação
com a esquerda
BRasil 1960
UDN
União Democrática Nacional
Antes aliada
Declarou que Jânio
Planejava um golpe de Estado
Jânio Quadros
Renunciou a presidência
25/07/1961
Esperando comoção nacional
=Nenhuma manifestação
pública em apoio a Jânio
João Goulart
“Jango”
Vice-presidente
Candidatura independente
Visita oficial à República
Popular da China
“herdeiro político
de Vargas”
Simpatizante
do comunismo
Viagem ao oriente =
Aproximar
economicamente
dos países socialistas
Brasil =junta civis +militares
Dificultaram a posse de
Jango
Alegando possibilidade de
instabilidade
Volta +posse
=
1961
Parlamentarismo
Limitava os poderes do
presidente
1963
Restabelecido o
Presidencialismo
Anunciou:
Reformas de Base =atendia
Reivindicações populares
+Reforma agrária
GoveRno De Jango
Denúncias de
“esquerdismo”
Medo de uma Revolução
Socialista no país
Classe média =
protestos
Mobilização militar
MARCHA DA FAMÍLIA
COM
DEUS PELA LIBERDADE
Oposição ao governo
Manifestação político-
religiosa
300 mil pessoas
Lemas =moralidade +
ordem +anticomunismo
31 de março de 1964
Tropas de MG se
deslocando para o RJ
Golpe Militar
GoveRno De Jango
DITADURA
1964
Fim à democracia
Junta Militar
AI-1=Ato Institucional
Lei do Poder Executivo
Ampliou e fortaleceu os
poderes do executivo
Permitiu
Alterar a Constituição
Suspender direitos políticos
Cassar mandatos
Eleição novo presidente
Indireta =Congresso Nacional
General Humberto de Alencar
Castello Branco
GOVERNO
CASTELLO
BRANCO
(1964-1967)
GOVERNO CASTELLO BRANCO (1964-1967)
POSIÇÃO AUTORITÁRIA
eleições indiretas
dissolveu os partidos políticos
Cassou mandatos
Cancelou direitos
políticos e constitucionais
dos cidadãos
Bipartidarismo
Movimento Democrático Brasileiro
(MDB) “oposição controlada”
Aliança Renovadora Nacional
(ARENA) representava os militares
1967=Nova Constituição
institucionalizou
o regime militar
GOVERNO
COSTA E
SILVA
(1967-1969)
GOVERNO COSTA E SILVA (1967-1969)
Eleito indiretamente
pelo Congresso Nacional
governo marcado
por protestos
=oposição cresce no país
UNE (União Nacional dos
Estudantes) =
Passeata dos Cem Mil (RJ)
Contagem (MG) +Osasco (SP)
Greves de operários
=fábricas paralisadas
Cinema Novo =
artistas engajados
politicamente
Tropicalismo =
Músicas de protesto
GOVERNO COSTA E SILVA (1967-1969)
LEI DA SEGURANÇA NACIONAL
1967
Repressão a manifestações
Ameaça ao governo
13 de dezembro de 1968
Ato Institucional Número 5 (AI-5)
Fechou o Congresso Nacional
Suspendeu direitos civis e
constitucionais
acabou com as garantias do
habeas-corpus
aumentou a repressão militar e
policial
Proibia Manifestações políticas
Censura a imprensa e as artes
GOVERNO DA
JUNTA
MILITAR
GOVERNO DA JUNTA MILITAR (31/8/1969-30/10/1969)
Costa e Silva =doente
substituído por
Aurélio de Lira Tavares
(Exército),
Augusto Rademaker (Marinha)
e Márcio de Sousa e Melo
(Aeronáutica)
Alteração da Constituição de
1967
Maior centralização de poder
Ampliou o mandato
presidencial para 5 anos
Pena de morte
para terroristas
Banimento de pessoas
consideradas ameaça
à segurança nacional
GOVERNO
MÉDICI
(1969-1974)
GOVERNO MÉDICI (1969-1974)
Junta Militar =escolheu
o novo presidente
General Emílio Garrastazu
Médici
Governo mais
repressivo do período
"anos de chumbo“
repressão à luta armada
censura
Opositores investigados,
presos, torturados ou
exilados do país
DOI-Codi
(Destacamento de Operações
e Informações e ao Centro de
Operações de Defesa Interna )
Centro de investigação e
repressão
GOVERNO MÉDICI (1969-1974)
MILAGRE ECONÔMICO
Rápido crescimento econômico
1968 a 1973
Aumento de investimentos na
produção
Políticas anti-inflacionárias
Entrada de capital estrangeiro
=impulso econômico
Mundo do trabalho
Fortemente disciplinado
Aumento do PIB
Propaganda oficial =
crescimento econômico
X
Grandes obras =“Obras
faraônicas”
GOVERNO MÉDICI (1969-1974)
Camadas populares =
salários estagnados
Poucos investimentos na
educação e na saúde
Algumas obras =
desperdício de recursos
=dívida externa elevada
Dependência com credores
e o FMI (Fundo Monetário
Internacional)
Pagamento de juros
da dívida
Aumento das desigualdades
sociais
GOVERNO
GEISEL
(1974-1979)
GOVERNO GEISEL (1974-1979)
Lento processo de transição
democracia
Fim do milagre econômico
=insatisfação popular
crise do petróleo
recessão mundial
Interferência na economia
brasileira
Créditos e empréstimos
internacionais diminuíram
Geisel anuncia a Abertura
política “lenta, gradual e
segura”
Oposição política começa a
ganhar espaço
GOVERNO GEISEL (1974-1979)
Eleições de 1974=
MDB 59%dos votos para o Senado
48%da Câmara dos Deputados
+prefeitura da maioria das
grandes cidades
Militares de linha dura =
não contentes com o
governo Geisel
ataques clandestinos
membros da esquerda
1975= jornalista
Vladimir Herzog
assassinado
DOI-Codi
1976=operário
Manuel Fiel Filho
morto
GOVERNO GEISEL (1974-1979)
1978= Geisel
acaba com o AI-5
restaura o habeas-corpus
GOVERNO
FIGUEIREDO
(1979-1985)
GOVERNO FIGUEIREDO (1979-1985)
1978=eleições
vitória do MDB
acelera o processo de
redemocratização
General João Baptista Figueiredo
Lei da Anistia =retorno ao
Brasil para exilados políticos
Militares de linha dura =
repressão clandestina
Cartas-bomba colocadas em
órgãos da imprensa e da OAB
GOVERNO FIGUEIREDO (1979-1985)
1979=
Aprovado o
Pluripartidarismo
partidos voltam
a funcionar
ARENA mudou o nome
para PDS
MDB passou
a ser PMDB
Novos partidos são criados
Partido dos Trabalhadores
(PT) Partido Democrático
Trabalhista (PDT)
Processo de abertura política
Desgaste político
do Governo Militar
REDEMOCRATIZAÇÃO
Fim do governo
Proposta de emenda
constitucional
Eleição presidencial via voto
direto
Ampla mobilização popular
Apoio à emenda
Voto direto
Comícios em várias partes do Brasil
DIRETAS JÁ
Proposta de emeda
Rejeitada pela Câmara dos
Deputados
Primeiro presidente civil pós
Ditadura
Eleito por voto indireto
Colégio Eleitoral =
Congresso Nacional +Assembleias
Legislativas Estaduais
1985
Eleição Indireta
Presidente =
Tancredo Neves
Aliança Democrática
Problemas de saúde =
não assumiu o cargo
Vice: José Sarney
Assume o poder
BRasil pós-DitaDuRa
RefeRências bibliogRáficas
✘ ALVES, Alexandre. Conexões com a História. São Paulo: Moderna,
2015.
✘ VICENTINO,Cláudio; DORIGO,Gianpaolo; VICENTINO,José. História:
projeto múltiplo. Editora Scipione, 2014.
PaRa mais mateRiais De estuDo De HistóRia
Acesse: https://nastRamasDeclio.com.bR/

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Slides-Ditadura-Militar.pptx

Autoritarismo e democracia no Brasil
Autoritarismo e democracia no BrasilAutoritarismo e democracia no Brasil
Autoritarismo e democracia no Brasil
Cristina Soares
 
Autoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasilAutoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasil
Alice Silva
 
A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil
Adna Myrella
 
Comissaodaverdade
ComissaodaverdadeComissaodaverdade
Comissaodaverdade
aulasdejornalismo
 
Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura
Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura
Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura
Heitor Ferreira Cavalcante
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
Arthur Braga
 
Formas de gov. brasil regime militar
Formas de gov. brasil  regime militarFormas de gov. brasil  regime militar
Formas de gov. brasil regime militar
Marcela Marangon Ribeiro
 
Formação da sociedade ditadura militar - 1 º semestre
Formação da sociedade   ditadura militar - 1 º semestreFormação da sociedade   ditadura militar - 1 º semestre
Formação da sociedade ditadura militar - 1 º semestre
Daniele Rubim
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
Evaldo Lopes
 
Trabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historiaTrabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historia
Mateus Cabral
 
Aula 1 ditadura militar
Aula 1   ditadura militarAula 1   ditadura militar
Aula 1 ditadura militar
aulasdejornalismo
 
Ditadura Militar
Ditadura MilitarDitadura Militar
Ditadura Militar
Flávio Alexandre
 
Ditadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no BrasilDitadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no Brasil
Emanuel Leite
 
O circuito de produção e o espaço industrial
O circuito de produção e  o espaço industrialO circuito de produção e  o espaço industrial
O circuito de produção e o espaço industrial
Gilberto Pires
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
Laércio Góes
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
Fabiana Tonsis
 
Slides-Guerra-fria-ditaduras.pdf
Slides-Guerra-fria-ditaduras.pdfSlides-Guerra-fria-ditaduras.pdf
Slides-Guerra-fria-ditaduras.pdf
MikellonLira2
 
Início e fim da ditadura militar
Início e fim da  ditadura militar Início e fim da  ditadura militar
Início e fim da ditadura militar
escola
 
Início e Fim da Ditadura Militar
Início e Fim da Ditadura MilitarInício e Fim da Ditadura Militar
Início e Fim da Ditadura Militar
escola
 
Inicio e fim ditadura
Inicio e fim ditadura Inicio e fim ditadura
Inicio e fim ditadura
escola
 

Semelhante a Slides-Ditadura-Militar.pptx (20)

Autoritarismo e democracia no Brasil
Autoritarismo e democracia no BrasilAutoritarismo e democracia no Brasil
Autoritarismo e democracia no Brasil
 
Autoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasilAutoritarismo e democracia no brasil
Autoritarismo e democracia no brasil
 
A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil
 
Comissaodaverdade
ComissaodaverdadeComissaodaverdade
Comissaodaverdade
 
Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura
Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura
Contexto sobre o governo Castelo Branco e a Censura
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Formas de gov. brasil regime militar
Formas de gov. brasil  regime militarFormas de gov. brasil  regime militar
Formas de gov. brasil regime militar
 
Formação da sociedade ditadura militar - 1 º semestre
Formação da sociedade   ditadura militar - 1 º semestreFormação da sociedade   ditadura militar - 1 º semestre
Formação da sociedade ditadura militar - 1 º semestre
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Trabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historiaTrabalho de recuperação de historia
Trabalho de recuperação de historia
 
Aula 1 ditadura militar
Aula 1   ditadura militarAula 1   ditadura militar
Aula 1 ditadura militar
 
Ditadura Militar
Ditadura MilitarDitadura Militar
Ditadura Militar
 
Ditadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no BrasilDitadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no Brasil
 
O circuito de produção e o espaço industrial
O circuito de produção e  o espaço industrialO circuito de produção e  o espaço industrial
O circuito de produção e o espaço industrial
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Slides-Guerra-fria-ditaduras.pdf
Slides-Guerra-fria-ditaduras.pdfSlides-Guerra-fria-ditaduras.pdf
Slides-Guerra-fria-ditaduras.pdf
 
Início e fim da ditadura militar
Início e fim da  ditadura militar Início e fim da  ditadura militar
Início e fim da ditadura militar
 
Início e Fim da Ditadura Militar
Início e Fim da Ditadura MilitarInício e Fim da Ditadura Militar
Início e Fim da Ditadura Militar
 
Inicio e fim ditadura
Inicio e fim ditadura Inicio e fim ditadura
Inicio e fim ditadura
 

Último

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 

Último (20)

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 

Slides-Ditadura-Militar.pptx

  • 2. DITADURA FORMA DE GOVERNO ANTIDEMOCRÁTICO Governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político ao qual pertence
  • 3. DitaduRa Poder = uso das forças armadas Regime político Autoritário mantido pela violência excepcional e ilegítimo Normalmente ditadores chegam ao poder golpe de Estado Ditadura =contrário de democracia governo sem o consentimento do povo Governo Obediência a autoridade Arbitrariedade Poder exclusivo Alterações de Leis Restrição da liberdade MauRice DuveRgeR
  • 4. EVITAR OPOSIÇÃO Proíbe ou Controla: Partidos políticos Manifestações públicas Sindicatos DITADURA CARACTERÍSTICAS Poder Centralizado Cancelamento dos direitos civis Prisão de opositores políticos Censura aos meios de comunicação
  • 5. DITADURA MILITAR Forma de ditadura +comum Forças militares tomam o poder Usando o próprio arsenal bélico = força que possui Forças Armadas contra o poder político constituído = muito difícil contra-atacar
  • 7. GOVERNO DE JÂNIO QUADROS Campanha 1960 Moralizar a política “Varrer a corrupção” das instituições públicas Centralização do poder Política econômica conservadora Alinhada aos interesses dos EUA Indiferente à divisão ideológica da Guerra Fria Política oscilante = Condecorou o Che Guevara (revolucionário argentino/ líder Revolução Cubana) Aliados se afastaram com temor da aproximação com a esquerda BRasil 1960
  • 8. UDN União Democrática Nacional Antes aliada Declarou que Jânio Planejava um golpe de Estado Jânio Quadros Renunciou a presidência 25/07/1961 Esperando comoção nacional =Nenhuma manifestação pública em apoio a Jânio João Goulart “Jango” Vice-presidente Candidatura independente Visita oficial à República Popular da China “herdeiro político de Vargas” Simpatizante do comunismo
  • 9. Viagem ao oriente = Aproximar economicamente dos países socialistas Brasil =junta civis +militares Dificultaram a posse de Jango Alegando possibilidade de instabilidade Volta +posse = 1961 Parlamentarismo Limitava os poderes do presidente 1963 Restabelecido o Presidencialismo Anunciou: Reformas de Base =atendia Reivindicações populares +Reforma agrária GoveRno De Jango
  • 10. Denúncias de “esquerdismo” Medo de uma Revolução Socialista no país Classe média = protestos Mobilização militar MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS PELA LIBERDADE Oposição ao governo Manifestação político- religiosa 300 mil pessoas Lemas =moralidade + ordem +anticomunismo 31 de março de 1964 Tropas de MG se deslocando para o RJ Golpe Militar GoveRno De Jango
  • 11.
  • 12.
  • 13. DITADURA 1964 Fim à democracia Junta Militar AI-1=Ato Institucional Lei do Poder Executivo Ampliou e fortaleceu os poderes do executivo Permitiu Alterar a Constituição Suspender direitos políticos Cassar mandatos Eleição novo presidente Indireta =Congresso Nacional General Humberto de Alencar Castello Branco
  • 15. GOVERNO CASTELLO BRANCO (1964-1967) POSIÇÃO AUTORITÁRIA eleições indiretas dissolveu os partidos políticos Cassou mandatos Cancelou direitos políticos e constitucionais dos cidadãos Bipartidarismo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) “oposição controlada” Aliança Renovadora Nacional (ARENA) representava os militares 1967=Nova Constituição institucionalizou o regime militar
  • 17. GOVERNO COSTA E SILVA (1967-1969) Eleito indiretamente pelo Congresso Nacional governo marcado por protestos =oposição cresce no país UNE (União Nacional dos Estudantes) = Passeata dos Cem Mil (RJ) Contagem (MG) +Osasco (SP) Greves de operários =fábricas paralisadas Cinema Novo = artistas engajados politicamente Tropicalismo = Músicas de protesto
  • 18. GOVERNO COSTA E SILVA (1967-1969) LEI DA SEGURANÇA NACIONAL 1967 Repressão a manifestações Ameaça ao governo 13 de dezembro de 1968 Ato Institucional Número 5 (AI-5) Fechou o Congresso Nacional Suspendeu direitos civis e constitucionais acabou com as garantias do habeas-corpus aumentou a repressão militar e policial Proibia Manifestações políticas Censura a imprensa e as artes
  • 19.
  • 21. GOVERNO DA JUNTA MILITAR (31/8/1969-30/10/1969) Costa e Silva =doente substituído por Aurélio de Lira Tavares (Exército), Augusto Rademaker (Marinha) e Márcio de Sousa e Melo (Aeronáutica) Alteração da Constituição de 1967 Maior centralização de poder Ampliou o mandato presidencial para 5 anos Pena de morte para terroristas Banimento de pessoas consideradas ameaça à segurança nacional
  • 23. GOVERNO MÉDICI (1969-1974) Junta Militar =escolheu o novo presidente General Emílio Garrastazu Médici Governo mais repressivo do período "anos de chumbo“ repressão à luta armada censura Opositores investigados, presos, torturados ou exilados do país DOI-Codi (Destacamento de Operações e Informações e ao Centro de Operações de Defesa Interna ) Centro de investigação e repressão
  • 24.
  • 25. GOVERNO MÉDICI (1969-1974) MILAGRE ECONÔMICO Rápido crescimento econômico 1968 a 1973 Aumento de investimentos na produção Políticas anti-inflacionárias Entrada de capital estrangeiro =impulso econômico Mundo do trabalho Fortemente disciplinado Aumento do PIB Propaganda oficial = crescimento econômico X Grandes obras =“Obras faraônicas”
  • 26. GOVERNO MÉDICI (1969-1974) Camadas populares = salários estagnados Poucos investimentos na educação e na saúde Algumas obras = desperdício de recursos =dívida externa elevada Dependência com credores e o FMI (Fundo Monetário Internacional) Pagamento de juros da dívida Aumento das desigualdades sociais
  • 28. GOVERNO GEISEL (1974-1979) Lento processo de transição democracia Fim do milagre econômico =insatisfação popular crise do petróleo recessão mundial Interferência na economia brasileira Créditos e empréstimos internacionais diminuíram Geisel anuncia a Abertura política “lenta, gradual e segura” Oposição política começa a ganhar espaço
  • 29. GOVERNO GEISEL (1974-1979) Eleições de 1974= MDB 59%dos votos para o Senado 48%da Câmara dos Deputados +prefeitura da maioria das grandes cidades Militares de linha dura = não contentes com o governo Geisel ataques clandestinos membros da esquerda 1975= jornalista Vladimir Herzog assassinado DOI-Codi 1976=operário Manuel Fiel Filho morto
  • 30.
  • 31. GOVERNO GEISEL (1974-1979) 1978= Geisel acaba com o AI-5 restaura o habeas-corpus
  • 33. GOVERNO FIGUEIREDO (1979-1985) 1978=eleições vitória do MDB acelera o processo de redemocratização General João Baptista Figueiredo Lei da Anistia =retorno ao Brasil para exilados políticos Militares de linha dura = repressão clandestina Cartas-bomba colocadas em órgãos da imprensa e da OAB
  • 34. GOVERNO FIGUEIREDO (1979-1985) 1979= Aprovado o Pluripartidarismo partidos voltam a funcionar ARENA mudou o nome para PDS MDB passou a ser PMDB Novos partidos são criados Partido dos Trabalhadores (PT) Partido Democrático Trabalhista (PDT)
  • 35. Processo de abertura política Desgaste político do Governo Militar REDEMOCRATIZAÇÃO Fim do governo Proposta de emenda constitucional Eleição presidencial via voto direto
  • 36. Ampla mobilização popular Apoio à emenda Voto direto Comícios em várias partes do Brasil DIRETAS JÁ
  • 37. Proposta de emeda Rejeitada pela Câmara dos Deputados Primeiro presidente civil pós Ditadura Eleito por voto indireto Colégio Eleitoral = Congresso Nacional +Assembleias Legislativas Estaduais 1985 Eleição Indireta Presidente = Tancredo Neves Aliança Democrática Problemas de saúde = não assumiu o cargo Vice: José Sarney Assume o poder BRasil pós-DitaDuRa
  • 38. RefeRências bibliogRáficas ✘ ALVES, Alexandre. Conexões com a História. São Paulo: Moderna, 2015. ✘ VICENTINO,Cláudio; DORIGO,Gianpaolo; VICENTINO,José. História: projeto múltiplo. Editora Scipione, 2014. PaRa mais mateRiais De estuDo De HistóRia Acesse: https://nastRamasDeclio.com.bR/