SlideShare uma empresa Scribd logo
Conto goiano e a fúria da natureza
Objetivos de aprendizagem e desenvolvimento:
(EAJALP0712) Compreender e posicionar-se sobre conteúdos e informações de fontes
diferentes, nos contextos de produção.
(EAJALP0722) Identificar, em textos lidos, termos constitutivos da oração (sujeito e seus
modificadores, verbo e seus complementos e modificadores).
Eja – 8ª Série – Língua Portuguesa
Habilidade
O conto é o gênero narrativo mais popular do mundo todo,
pela sua praticidade e fluidez. Com enredo curto e poucos
personagens esta forma literária também ficou consagrada em
Goiás e em seus registros é muito comum encontrar um
vocabulário regional e cenários rurais. Dentro destas
características citamos o escritor goiano Bernardo Élis que
destaca em suas obras a simplicidade goiana carregada de
realism e situações fatais.
O conto goiano
Conto goiano e a fúria da natureza
Habilidade
Atuou como Professor, advogado,
poeta, contista e romancista, nasceu
em Corumbá de Goiás, GO, em 1915,
e faleceu em 1997, na mesma cidade.
Bernardo Élis fez da sua literatura um
protesto popular e revolucionário,
transportou para suas obras
momentos históricos da realidade
goiana, como uma leitura possível da
vida social, cultural, política,
econômica e psicológica das gentes
em Goiás. Foi o primeiro e único
goiano a entrar para a Academia
Brasileira de Letras.
Bernardo Élis
Conto goiano e a fúria da natureza
Figura 1
Habilidade
Figura 2
Conto goiano e a fúria da natureza
Você o conto Nhola dos Anjos a cheia do Rio Corumbá de Bernardo Élis?
Neste conto o autor mostra a dura realidade de uma família, situada na zona rural,
tomada pelas fortes chuva e a cheia do Rio Corumba. Os personagens são uma idosa
(Nhola dos Anjos), seu filho (Quelemente) e neto que tentam sobreviver. De forma
reveladora o conto aborda um tema muito atual e polêmico: comportamento do ser
humano em situações de desastres naturais. O homem e a fúria da natureza.
Figura 3
Habilidade
Conto goiano e a fúria da natureza
Figura 4
O enredo do conto toma um caráter insólito, momentos de terror assolam a
vida dos personagens, pois para sobreviverem todos sobe numa embarcação
improvisada e a fora das chuvas destroem tudo: móveis, a parede da casa e
principalmente a dignidade, pois para manter o equilíbrio da jangada o filho
(Quelemente) empurra sua própria mãe (Nhola) para debaixo das águas. O
desfecho é impactante afinal ocorre a descoberta de extremo ato de covardia.
Habilidade
Conto goiano e a fúria da natureza
Analisando o conto goiano:
Figura 5
O conto goiano é marcado pela
singularidade de seus
personagens, suas relações com
o meio em que vivem são
intensas e extremamente
marcadas pelas ações da
natureza.
Um traço da goianidade é o
apego ao lugar, sem deixar de
lado suas fortes tradições: como
tempo das chuvas, do veranico,
do respeito aos mais velhos, das
superstições e crenças.
Figura 6
Habilidade
Conto goiano e a fúria da natureza
As narrativas que envolvem o povo goiano nos
permite conhecer nossos valores e/ou reafirmá-los
enquanto sociedade.
Reflita um pouco sobre isso. O conto goiano é um registro vivo do nosso passado,
nossas tradições que por sua vez também foram marcadas por tragédias naturais.
Você sabia que o conto goiano abordava temas voltados
para natureza e sua fúria?
AÇÃO REFLEXIVA
Habilidade
Conto goiano e a fúria da natureza
Proposta de atividade
Portal Conexão Escola
Atividade 1
https://sme.goiania.go.gov.br/conexaoescola/eaja/lingua-
portuguesa-conto-goiano-e-a-furia-da-natureza/
Conto goiano e a fúria da natureza
Referencial teórico
ARRUDA, Francimar Duarte Questão do Imaginário: a contribuição de Sartre UFF
BARTHES, Roland. (1996). O prazer do texto. Trad. I. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva.
BOSI, Alfredo. O conto brasileiro contemporâneo. São Paulo: Cultrix, 1975.
COMPAGNON, Antoine. O Demônio da Teoria: literatura e senso comum. Tradução de:
Cleonice Mourão e Consuelo Santiago. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2003.
ÉLIS, Bernardo. Veranico de Janeiro. RJ: J. Olympio, 1966.
CONTO GOIANO E A FÚRIA DA NATUREZA
Banco de Imagens
Imagem 1: Disponível em: < https://www.jornalopcao.com.br/opcao-cultural/academia-brasileira-de-letras-divulga-
biografia-envergonhada-de-bernardo-elis-199254/ > acesso em 27, jan. 2022.
Imagem 2: Disponível em: < https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enchente_do_Rio_S%C3%A3o_Mateus_em_2009_-
_Foto_006.jpg > acesso em 27, jan. 2022.
Imagem 3: Disponível em: < https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enchente_Rio_Santo_In%C3%A1cio_Junho_2012_-
_panoramio.jpg > acesso em 27, jan. 2022.
Imagem 4: Disponível em: < https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enchente_rio_Fund%C3%A3o_2013_6.jpg >
acesso em 27, jan. 2022.
Imagem 5. Disponível em: < https://pixabay.com/pt/photos/rio-enchente-menino-inoc%C3%AAncia-1165347/ > acesso
em 27, jan. 2022.
Imagem 6. Disponível em: < https://www.flickr.com/photos/bombeador/2265387966 > acesso em 27, jan. 2022.
Imagem 7. Disponível em: < https://pixabay.com/pt/illustrations/livro-velho-surreal-fantasia-863418/ > acesso em 27,
jan. 2022.
Imagem 8. Disponível em: < https://pixabay.com/pt/photos/montanhas-p%c3%a1ssaros-silhueta-100367/ > acesso em
27, jan. 2022.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Slides-1-Conto - Literatura Goiana Bernardo Élis.pptx

O cinema que denúncia - Nordeste
O cinema que denúncia - NordesteO cinema que denúncia - Nordeste
O cinema que denúncia - Nordeste
Victor Ygor
 
Slide fábula
Slide fábulaSlide fábula
Slide fábula
Renato Rodrigues
 
FILMES PARA ESCOLHA.docx
FILMES PARA ESCOLHA.docxFILMES PARA ESCOLHA.docx
FILMES PARA ESCOLHA.docx
maria367173
 
Modernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdf
Modernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdfModernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdf
Modernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdf
CyntiaJorge
 
O Cortiço.ppt
O Cortiço.pptO Cortiço.ppt
O Cortiço.ppt
RildeniceSantos
 
Capitulo 09 - Baleia
Capitulo 09 - Baleia Capitulo 09 - Baleia
Capitulo 09 - Baleia
Jordanna Dias Carvalhaes
 
Apresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - PedagogiaApresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - Pedagogia
paulacod_pedagogia
 
Capitães da Areia, Jorge Amado
Capitães da Areia,  Jorge AmadoCapitães da Areia,  Jorge Amado
Capitães da Areia, Jorge Amado
Daniele dos Santos Souza Onodera
 
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Colgiopice
 
SLIDES DA AULA - SABER 11.pptx
SLIDES DA AULA - SABER 11.pptxSLIDES DA AULA - SABER 11.pptx
SLIDES DA AULA - SABER 11.pptx
Carlyane Almeida
 
O cortiço - Naturalismo
O cortiço - NaturalismoO cortiço - Naturalismo
O cortiço - Naturalismo
Daniele dos Santos Souza Onodera
 
Narradores De Javé
Narradores De JavéNarradores De Javé
3.conto, tardicional popular
3.conto, tardicional popular3.conto, tardicional popular
3.conto, tardicional popular
Helena Coutinho
 
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
weleslima
 
Literatura: Romantismo - Prosa
Literatura: Romantismo - ProsaLiteratura: Romantismo - Prosa
Literatura: Romantismo - Prosa
NAPNE
 
O conto popular
O conto popularO conto popular
O conto popular
John Vic
 
Artigo antónio mota
Artigo antónio motaArtigo antónio mota
Artigo antónio mota
Risoleta Montez
 
Enem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdf
Enem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdfEnem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdf
Enem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdf
DENISEGOMESDASILVARI
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
Cláudia Heloísa
 
Livro mia couto
Livro mia coutoLivro mia couto
Livro mia couto
Miriam Menezes
 

Semelhante a Slides-1-Conto - Literatura Goiana Bernardo Élis.pptx (20)

O cinema que denúncia - Nordeste
O cinema que denúncia - NordesteO cinema que denúncia - Nordeste
O cinema que denúncia - Nordeste
 
Slide fábula
Slide fábulaSlide fábula
Slide fábula
 
FILMES PARA ESCOLHA.docx
FILMES PARA ESCOLHA.docxFILMES PARA ESCOLHA.docx
FILMES PARA ESCOLHA.docx
 
Modernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdf
Modernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdfModernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdf
Modernismo_Brasileiro_3a_Fase_Lista_de_Exercicios_Literatura_ENEM (1).pdf
 
O Cortiço.ppt
O Cortiço.pptO Cortiço.ppt
O Cortiço.ppt
 
Capitulo 09 - Baleia
Capitulo 09 - Baleia Capitulo 09 - Baleia
Capitulo 09 - Baleia
 
Apresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - PedagogiaApresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - Pedagogia
 
Capitães da Areia, Jorge Amado
Capitães da Areia,  Jorge AmadoCapitães da Areia,  Jorge Amado
Capitães da Areia, Jorge Amado
 
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
 
SLIDES DA AULA - SABER 11.pptx
SLIDES DA AULA - SABER 11.pptxSLIDES DA AULA - SABER 11.pptx
SLIDES DA AULA - SABER 11.pptx
 
O cortiço - Naturalismo
O cortiço - NaturalismoO cortiço - Naturalismo
O cortiço - Naturalismo
 
Narradores De Javé
Narradores De JavéNarradores De Javé
Narradores De Javé
 
3.conto, tardicional popular
3.conto, tardicional popular3.conto, tardicional popular
3.conto, tardicional popular
 
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
 
Literatura: Romantismo - Prosa
Literatura: Romantismo - ProsaLiteratura: Romantismo - Prosa
Literatura: Romantismo - Prosa
 
O conto popular
O conto popularO conto popular
O conto popular
 
Artigo antónio mota
Artigo antónio motaArtigo antónio mota
Artigo antónio mota
 
Enem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdf
Enem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdfEnem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdf
Enem_ lista de exercícios sobre gêneros textuais - Brasil Escola.pdf
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
 
Livro mia couto
Livro mia coutoLivro mia couto
Livro mia couto
 

Último

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 

Último (20)

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 

Slides-1-Conto - Literatura Goiana Bernardo Élis.pptx

  • 1. Conto goiano e a fúria da natureza Objetivos de aprendizagem e desenvolvimento: (EAJALP0712) Compreender e posicionar-se sobre conteúdos e informações de fontes diferentes, nos contextos de produção. (EAJALP0722) Identificar, em textos lidos, termos constitutivos da oração (sujeito e seus modificadores, verbo e seus complementos e modificadores). Eja – 8ª Série – Língua Portuguesa
  • 2. Habilidade O conto é o gênero narrativo mais popular do mundo todo, pela sua praticidade e fluidez. Com enredo curto e poucos personagens esta forma literária também ficou consagrada em Goiás e em seus registros é muito comum encontrar um vocabulário regional e cenários rurais. Dentro destas características citamos o escritor goiano Bernardo Élis que destaca em suas obras a simplicidade goiana carregada de realism e situações fatais. O conto goiano Conto goiano e a fúria da natureza
  • 3. Habilidade Atuou como Professor, advogado, poeta, contista e romancista, nasceu em Corumbá de Goiás, GO, em 1915, e faleceu em 1997, na mesma cidade. Bernardo Élis fez da sua literatura um protesto popular e revolucionário, transportou para suas obras momentos históricos da realidade goiana, como uma leitura possível da vida social, cultural, política, econômica e psicológica das gentes em Goiás. Foi o primeiro e único goiano a entrar para a Academia Brasileira de Letras. Bernardo Élis Conto goiano e a fúria da natureza Figura 1
  • 4. Habilidade Figura 2 Conto goiano e a fúria da natureza Você o conto Nhola dos Anjos a cheia do Rio Corumbá de Bernardo Élis? Neste conto o autor mostra a dura realidade de uma família, situada na zona rural, tomada pelas fortes chuva e a cheia do Rio Corumba. Os personagens são uma idosa (Nhola dos Anjos), seu filho (Quelemente) e neto que tentam sobreviver. De forma reveladora o conto aborda um tema muito atual e polêmico: comportamento do ser humano em situações de desastres naturais. O homem e a fúria da natureza. Figura 3
  • 5. Habilidade Conto goiano e a fúria da natureza Figura 4 O enredo do conto toma um caráter insólito, momentos de terror assolam a vida dos personagens, pois para sobreviverem todos sobe numa embarcação improvisada e a fora das chuvas destroem tudo: móveis, a parede da casa e principalmente a dignidade, pois para manter o equilíbrio da jangada o filho (Quelemente) empurra sua própria mãe (Nhola) para debaixo das águas. O desfecho é impactante afinal ocorre a descoberta de extremo ato de covardia.
  • 6. Habilidade Conto goiano e a fúria da natureza Analisando o conto goiano: Figura 5 O conto goiano é marcado pela singularidade de seus personagens, suas relações com o meio em que vivem são intensas e extremamente marcadas pelas ações da natureza. Um traço da goianidade é o apego ao lugar, sem deixar de lado suas fortes tradições: como tempo das chuvas, do veranico, do respeito aos mais velhos, das superstições e crenças. Figura 6
  • 7. Habilidade Conto goiano e a fúria da natureza As narrativas que envolvem o povo goiano nos permite conhecer nossos valores e/ou reafirmá-los enquanto sociedade. Reflita um pouco sobre isso. O conto goiano é um registro vivo do nosso passado, nossas tradições que por sua vez também foram marcadas por tragédias naturais. Você sabia que o conto goiano abordava temas voltados para natureza e sua fúria? AÇÃO REFLEXIVA
  • 8. Habilidade Conto goiano e a fúria da natureza Proposta de atividade Portal Conexão Escola Atividade 1 https://sme.goiania.go.gov.br/conexaoescola/eaja/lingua- portuguesa-conto-goiano-e-a-furia-da-natureza/
  • 9. Conto goiano e a fúria da natureza Referencial teórico ARRUDA, Francimar Duarte Questão do Imaginário: a contribuição de Sartre UFF BARTHES, Roland. (1996). O prazer do texto. Trad. I. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva. BOSI, Alfredo. O conto brasileiro contemporâneo. São Paulo: Cultrix, 1975. COMPAGNON, Antoine. O Demônio da Teoria: literatura e senso comum. Tradução de: Cleonice Mourão e Consuelo Santiago. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2003. ÉLIS, Bernardo. Veranico de Janeiro. RJ: J. Olympio, 1966.
  • 10. CONTO GOIANO E A FÚRIA DA NATUREZA Banco de Imagens Imagem 1: Disponível em: < https://www.jornalopcao.com.br/opcao-cultural/academia-brasileira-de-letras-divulga- biografia-envergonhada-de-bernardo-elis-199254/ > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 2: Disponível em: < https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enchente_do_Rio_S%C3%A3o_Mateus_em_2009_- _Foto_006.jpg > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 3: Disponível em: < https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enchente_Rio_Santo_In%C3%A1cio_Junho_2012_- _panoramio.jpg > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 4: Disponível em: < https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Enchente_rio_Fund%C3%A3o_2013_6.jpg > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 5. Disponível em: < https://pixabay.com/pt/photos/rio-enchente-menino-inoc%C3%AAncia-1165347/ > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 6. Disponível em: < https://www.flickr.com/photos/bombeador/2265387966 > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 7. Disponível em: < https://pixabay.com/pt/illustrations/livro-velho-surreal-fantasia-863418/ > acesso em 27, jan. 2022. Imagem 8. Disponível em: < https://pixabay.com/pt/photos/montanhas-p%c3%a1ssaros-silhueta-100367/ > acesso em 27, jan. 2022.