SlideShare uma empresa Scribd logo
Seminário 1: Introdução ao
Ministério Jovem
• Compreendendo a História, Filosofia, Visão, Objetivos
e Estrutura do Ministério Jovem Adventista
Seminário 1: Introdução ao Ministério jovem
• Estrutura Organizacional da Igreja Adventista
• História do Ministério Jovem Adventista (MJA)
• História das clesses MJV - trabalhos de classe JA/MJ
• Mudanças de nome de departamento
• Filosofia e missão do MJA
• Visão / Missão
• Objetivos do MJA
• Agrupamento por Idade
• Organograma
• Ideais do MJA
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
HISTORIA DO MINISTÉRIO JOVEM ADVENTISTA
A primeira organização de jovens na Igreja
Adventista do Sétimo Dia local começou em 1879
quando dois meninos, Harry Fenner, (16 anos) e
Luther Warren, (14 anos)
Em 1901, a Conferência Geral votou oficialmente
para a existência da organização de jovens,
subordinada ao departamento da Escola Sabatina.
1907 O Conselho da Conferência Geral aprovou a
formação de um Departamento de Jovens dentro
da Conferência Geral, onde o ancião M. E. Kern foi
eleito o primeiro Diretor de Jovens da CG.
1907 - o nome finalmente aceito foi “Departamento
de Missionários Voluntários dos Jovens Adventistas
do Sétimo Dia”.
História das Classes MJ - Actividades
• 1947 1º Congresso da Juventude da Divisão Norte-Americana - São
Francisco, E. W. Dunbar como diretor mundial da juventude,
• 1969, o primeiro Congresso Mundial da Juventude foi realizado em
Zurique, Suíça,
• Theodore Lucas como diretor mundial da juventude.
• O Plano de Leitura dos Personagens Clássicos (posteriormente alterado
para Encontro) foi adotado em 1946.
• 1946- John Hancock organizou a primeira Conferência do Clube de
Desbrvador patrocinada pela conferência no sudeste da Califórnia em
Riverside, Califórnia.
História das Classes MJ - Actividades
• A Conferência Geral em 1950 adotou o Clube de Desbravador.
• 1922 - Sessão da Conferência Geral - apresentou o trabalho da Sociedade de
Voluntários Missionários Júnior - “trabalho de classe progressiva”.
• 1927 - Conselho de outono da Conferência Geral, ampliou o Trabalho de
Classe Progressiva para incluir três classes, Amigo, Companheiro e Camarada,
para pré-jovens e uma classe para jovens seniores e adultos
• 1928 - MV especialidades e Master Comrade Class - desenvolvido para jovens e
adultos seniores “que desejavam se preparar para a liderança júnior”. O
primeiro Master Comrade (mais tarde denominado Master Guide) foi investido
em 1931.
Mudanças de nome de departamento
• 1907 como “Departamento de Jovens Adventistas do Sétimo
Dia” (conhecido como MV - Voluntários Missionários), alterado
para “Departamento de Jovens Voluntários Missionários” em
1972.
• 1978 o nome do departamento mudou para “Juventude
Adventista”, comumente conhecido como departamento de JA
• A Sessão da Conferência Geral de 2005 votou o nome
“Departamento dos Ministérios Jovens”, que abrangia todos os
três níveis de idade do ministério juvenil (por exemplo, Clube
de Aventureiros, Clube de Desbravadores e Seniors (Jovens
Adultod) Sociedade Jovem.
• A sessão da Conferência Geral de 2015 adotou ainda uma
mudança de nome para “Ministério Jovem Adventista” (MJA).
Filosofia e missão do MJA
• A filosofia básica do MJA está firmemente fundamentada na
revelação bíblica de quem é Jesus Cristo.
• Jesus não apenas mostrou o imenso amor do Pai pela humanidade
por meio de "liderança servil" (João 13: 1-17), mas também
mostrou como receber o poder para vencer o pecado neste mundo
através do poder do Espírito Santo. Jesus mostrou a Seus discípulos
como viver uma vida no Espírito e se tornar discípulos do Reino de
Deus em um mundo pecaminoso.
• É Jesus que é o nosso modelo de “ministério encarnacional” (por
exemplo, permitindo que o caráter de Jesus e o poder do Espírito
Santo sejam revelados na vida de nossos jovens, tornando-se assim
verdadeiros discípulos seus nesta geração
Os jovens são os objetos dos ataques especiais de Satanás; mas a bondade, a
cortesia e a simpatia que fluem de um coração cheio de amor a Jesus
ganharão sua confiança e os salvarão de muitas armadilhas do inimigo. . .
Deve-se estudar mais o problema de como lidar com os jovens, orar mais
fervorosamente pela sabedoria necessária para lidar com mentes. . .
Devemos procurar entrar nos sentimentos dos jovens, simpatizando com eles
em suas alegrias e tristezas, seus conflitos e vitórias. . . Devemos encontrá-los
onde estão, se quisermos mantê-los. . . lembremo-nos da reivindicação de
Deus sobre nós para tornar o caminho para o céu brilhante e atraente.
(Ellen White, Gospel Workers (Washington, D. C .: Review & Herald, 1948),
207-212, ênfase adicionada.)
MISSÃO E VISÃO
"Para levar os jovens a um
relacionamento salvifico com Jesus
Cristo e ajudá-los a abraçar Seu
chamado ao discipulado"
MISSÃO/VISÃO
O Ministério jovem construído neste modelo (vida e
ministério de Jesus) procura encontrar os jovens onde
eles se encontram e oferecer-lhes cuidado pastoral não
só como guias espirituais, mas também como
conselheiros e amigos, companheiros de peregrinação
em semelhante caminho espiritual. Tendo Jesus como
nosso modelo, somos chamados ao ministério, um
ministério pessoal e relacional, que envolverá uma boa
parte de um a um ”. (Gane: 54-55) (Construindo
Ministérios para Jovens - Um Guia Básico).
MISSÃO/VISÃO
A missão dos Ministérios Jovem Adventista é basicamente
um de: salvação, discipulado e serviço, que está
profundamente enraizada no modelo bíblico da missão da
igreja primitiva no livro de Atos 2: 42-47. Existem quatro
forças dinâmicas que sustentam o crescimento da igreja
primitiva: graça, adoração, comunidade, serviço. Essas quatro
forças dinâmicas estão fortemente entrelaçadas no trabalho
e na missão do departamento de juventude. É um ministério
bíblico onde o Compromisso MJA é realizado, pelos jovens,
para os jovens, para os jovens, com os jovens.
Objectivos do MJ
A compreensão dos objetivos do MJA é de extrema importância.
Ellen G. White disse; - Signs of the Times, 29 de maio de 1893. Aqui
ela expôs os objetivos para o departamento:
1-Para treinar os jovens para trabalhar para outros jovens,
2-Para recrutar jovens para ajudar sua igreja e “aqueles que
professam ser observadores do sábado”;
3-Para trabalhar “por aqueles que não são da nossa fé”
Na busca por atingir esses objetivos, os jovens são chamados a:
orar juntos e estudar a Palavra juntos
para ter comunhão na interação social cristã
agir juntos em pequenos grupos para realizar planos bem traçados
para testemunhar
para desenvolver tato, habilidade e talento no serviço a Jesus
encorajar uns aos outros no crescimento espiritual
Em 1907, no Conselho da Associação Geral em Gland, Suíça,
M. E. Kern, o primeiro diretor eleito para jovens para o
departamento, estabeleceu os seguintes objetivos
Para elevar o nível da vida devocional do jovem
Para levantar o padrão de realização da juventude
Para educar e treinar jovens para o serviço
Para fornecer oportunidades de divulgação e serviço
Para ensinar os princípios da mordomia
Para levar os jovens a descobrir seu valor individual e
desenvolver e descobrir seus dons espirituais (Manual
do Pastor e do Ancião GC para o Ministério Jovem,
2002: 13)
Estructura do MJA
Ministérios Jovem Junior (MJJ): Idades: 04-15 inclui:
Ministério de Aventureiros (idades de 04-09)
Fortalece os relacionamentos pais-filhos, proporcionando atividades
semanais sintonizadas com as necessidades psicológicas dessa faixa etária
e também dando aos pais oportunidades de aprender habilidades
parentais e desfrutar de atividades especiais com seus filhos.
Ministério de Desbravador (idades 10-15)
Auxilia nos anos críticos de formação de identidade e transformação
adolescente para meninos e meninas. Oferecendo atividades intencionais
de serviço e missão, os desbravadores orientam a energia dos jovens para
se concentrarem em sua comunidade.
Estructura do MJA
Ministério Jovem Sênior (MJS): Idade: 16-30 + inclui:
Ministério Embaixador (idades 16-21)
Projetado para fortalecer o atual ministério de jovens seniores da igreja. isto
os desafia a experimentar e compartilhar um relacionamento pessoal com Jesus;
ajuda-os a desenvolver um estilo de vida consistente com seu sistema de
crenças;
oferece treinamento em diversos interesses profissionais; e fornece a eles um
ambiente seguro para o desenvolvimento saudável de amizades duradouras.
Ministério de Jovens Adultos (idades entre 22-30 +)
Envolve a vitalidade de uma geração que compartilha seu relacionamento vivo
com Jesus
no trabalho e na vida, reconhecendo a diversidade demográfica daqueles na
educação
ou trabalho, casado ou solteiro e, possivelmente, pais. Este ministério crítico
envolve capacitar jovens adultos para liderança, mentoreamento, evangelismo e
vidas saudáveis.
Nossas cores representam nossa missão. Somos ousados,
brilhantes e confiantes.
O azul representa o céu. Azul é a cor do céu e uma
lembrança do reino celestial
Escarlate na Bíblia representa sangue e redenção. A vida
do homem está no sangue (Levítico 17:11) e a expiação do
sangue de Cristo é necessária para a redenção do homem.
Verde representa o crescimento e a floração onde se
plantou. É representativo de uma vida cristã que produz
bons frutos e encontra descanso em Cristo.
O branco representa a justiça por causa de sua pureza de
cor e luz. Ela aponta para o Justo e a justiça que Ele imputa
a todos os que vêm a Ele pela fé.
O vermelho nos lembra de Cristo e Seu sacrifício. “Porque
Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho
unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça,
mas tenha a vida eterna” (João 3:16). “Apresentai os
vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus
"(Rom. 12: 1).
Três lados representam a integridade da Trindade - Pai,
Filho e Espírito Santo. • Tripé de educação: Ofícios e
Honras Mentais, Acampamentos Físicos, trabalho de
abelha, foco na saúde, Extensão Espiritual e
desenvolvimento espiritual pessoal.
O ouro representa a excelência "Aconselho-te que de mim
compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças"
(Apocalipse 3:18). O Pathfinder Club tem padrões elevados
para ajudar a construir um caráter forte para o reino dos
céus.
Escudo representa proteção. Nas Escrituras, Deus é freqüentemente
chamado de escudo de Seu povo. (Proteção) "Não temas ... Eu sou o teu
escudo" (Gênesis 15: 1) "Acima de tudo, tomando o escudo da fé, com o
qual podereis apagar todos os dardos inflamados dos ímpios." (Ef. 6:16)
Branco representa pureza. “O que vencer, esse será vestido de vestes
brancas” (Apocalipse 3: 5). Desejamos ter a pureza e a justiça da vida de
Cristo em nossas vidas.
Azul representa lealdade. O objetivo do Clube de Desbravadores é ajudar
a nos ensinar a ser leais a: Nosso Deus no céu. Nossos pais. Nossa igreja.
A lealdade é definida como um reflexo do caráter de nosso verdadeiro
Master Guide.
A espada representa a Bíblia. A espada é usada na guerra. Uma batalha
sempre é vencida pelo ataque. Estamos em uma batalha contra o pecado
e nossa arma é a Palavra de Deus. A espada do Espírito é a Palavra de
Deus. (ver Ef. 6:17)
O triângulo invertido representa a ordem de importância que Jesus
ensinou, que é contrária àquela ensinada pelo mundo. Sacrificar-se
colocando as necessidades dos outros acima das nossas.
A cruz no logotipo aponta para o facto de que o
sacrifício de Jesus é o centro de um relacionamento
com ele.
A cruz na terra é um símbolo de Seu sacrifício,
dando-nos esperança de uma vida nova e melhor
tanto aqui na terra por meio do conceito de liderança
servil quanto por meio de uma terra renovada em Seu
retorno.
O livro aberto é a Palavra de Deus, o fundamento de
nossa fé, conhecimento e estilo de vida. É aberto
porque é uma mensagem que devemos internalizar
como nosso guia e companheiro constante. É também
para ser compartilhado com todos os que o receberem
gratuitamente.
As cores graduadas do amarelo ao laranja
representam o amanhecer da vida eterna que se
segue à escuridão de nossa experiência temporal
nesta terra pecaminosa.
O evangelho de Jesus representado pela cruz está no centro do
Ministério de Jovens Adultos. Colossenses 1:17.
A mensagem dos três anjos de Apocalipse 14: 6-12, representa
um apelo urgente ao mundo. Uma mensagem a ser levada pelos
jovens adultos a todo o mundo em sua geração.
O meio globo representa o campo mundial que deve receber a
mensagem dos três anjos. A mensagem é para cada língua,
nação, parentesco. SEM discriminação.
Azul representa lealdade. O propósito do Ministério de Jovens
Adultos é ensinar lealdade a Deus, à missão e à igreja. A lealdade
é definida como um reflexo do caráter de Jesus.
Amarelo é a cor do sol. Está associado à alegria,
felicidade, intelecto, coragem e energia.
Os Ideais do Ministério Jovem
Alvo
“A mensagem do Advento para todo o mundo em minha
geração.”
Missão
“Para guiar os jovens em um relacionamento salvifico com
Jesus e ajudá-los a abraçar seu chamado ao discipulado.”
Lema
“O amor de Cristo me compele.”
Voto
“Por amor à Jesus, prometo tomar parte ativa nos deveres do
Ministério Jovem Adventista, fazendo tudo quanto puder para
ajudar os outros e terminar a obra do evangelho em todo o
mundo
OBRIGADO
GC YOUTH MINISTRIES
Fonte: Departamento do Ministério Jovem Adventista Conferência Geral
Web: gcyouthministries.org
Elaborado/ tradução: Gcyouthministries & Horácio Pongolola
Email: pongolola689@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Seminario-1-Introducao.pptx

Projeto brothers 2012
Projeto brothers 2012Projeto brothers 2012
Projeto brothers 2012
Raphael Antoniolli
 
Jornal
Jornal Jornal
Jornal
Cassio Felipe
 
Evangelização Espirita Infanto juvenil
Evangelização Espirita Infanto juvenilEvangelização Espirita Infanto juvenil
Evangelização Espirita Infanto juvenil
FEEAK
 
Evangelização espirita
Evangelização espiritaEvangelização espirita
Evangelização espirita
FEEAK
 
Diretriz evangelizacao juventude
Diretriz evangelizacao juventudeDiretriz evangelizacao juventude
Diretriz evangelizacao juventude
Alice Lirio
 
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Isaac Marcos
 
Salvação e Serviço
Salvação e ServiçoSalvação e Serviço
Salvação e Serviço
Dulce Ferreira
 
Jov Aula13
Jov Aula13Jov Aula13
Jornal agosto nº 167
Jornal agosto   nº 167Jornal agosto   nº 167
Jornal agosto nº 167
mcj2013
 
Mobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaMobilização da Igreja
Mobilização da Igreja
Sagrada_Ordem
 
Reunião de treinamento da estaca sister costa
Reunião de treinamento da estaca sister costaReunião de treinamento da estaca sister costa
Reunião de treinamento da estaca sister costa
Cristina dos Santos Moreira
 
Apresentação do documento 85 da cnbb
Apresentação do  documento 85 da cnbbApresentação do  documento 85 da cnbb
Apresentação do documento 85 da cnbb
Bernadetecebs .
 
Adv apresentação-2014
Adv   apresentação-2014Adv   apresentação-2014
Adv apresentação-2014
Grupo Adv Jovem
 
APRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIALAPRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIAL
Markson Cézar
 
Mmmv ebook
Mmmv   ebookMmmv   ebook
MISSÃO
MISSÃOMISSÃO
MISSÃO
David Marques
 
mpc vila velha
mpc vila velhampc vila velha
mpc vila velha
Flávia Frossard
 
mpc vila velha
mpc vila velhampc vila velha
mpc vila velha
Flávia Frossard
 
Cristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptx
Cristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptxCristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptx
Cristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptx
Martin M Flynn
 
Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)
Francisco A Salerno Neto
 

Semelhante a Seminario-1-Introducao.pptx (20)

Projeto brothers 2012
Projeto brothers 2012Projeto brothers 2012
Projeto brothers 2012
 
Jornal
Jornal Jornal
Jornal
 
Evangelização Espirita Infanto juvenil
Evangelização Espirita Infanto juvenilEvangelização Espirita Infanto juvenil
Evangelização Espirita Infanto juvenil
 
Evangelização espirita
Evangelização espiritaEvangelização espirita
Evangelização espirita
 
Diretriz evangelizacao juventude
Diretriz evangelizacao juventudeDiretriz evangelizacao juventude
Diretriz evangelizacao juventude
 
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
 
Salvação e Serviço
Salvação e ServiçoSalvação e Serviço
Salvação e Serviço
 
Jov Aula13
Jov Aula13Jov Aula13
Jov Aula13
 
Jornal agosto nº 167
Jornal agosto   nº 167Jornal agosto   nº 167
Jornal agosto nº 167
 
Mobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaMobilização da Igreja
Mobilização da Igreja
 
Reunião de treinamento da estaca sister costa
Reunião de treinamento da estaca sister costaReunião de treinamento da estaca sister costa
Reunião de treinamento da estaca sister costa
 
Apresentação do documento 85 da cnbb
Apresentação do  documento 85 da cnbbApresentação do  documento 85 da cnbb
Apresentação do documento 85 da cnbb
 
Adv apresentação-2014
Adv   apresentação-2014Adv   apresentação-2014
Adv apresentação-2014
 
APRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIALAPRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIAL
 
Mmmv ebook
Mmmv   ebookMmmv   ebook
Mmmv ebook
 
MISSÃO
MISSÃOMISSÃO
MISSÃO
 
mpc vila velha
mpc vila velhampc vila velha
mpc vila velha
 
mpc vila velha
mpc vila velhampc vila velha
mpc vila velha
 
Cristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptx
Cristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptxCristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptx
Cristo Vive - cap 1,2,3 (Portugues).pptx
 
Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)
 

Último

347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 

Último (20)

347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 

Seminario-1-Introducao.pptx

  • 1. Seminário 1: Introdução ao Ministério Jovem • Compreendendo a História, Filosofia, Visão, Objetivos e Estrutura do Ministério Jovem Adventista
  • 2. Seminário 1: Introdução ao Ministério jovem • Estrutura Organizacional da Igreja Adventista • História do Ministério Jovem Adventista (MJA) • História das clesses MJV - trabalhos de classe JA/MJ • Mudanças de nome de departamento • Filosofia e missão do MJA • Visão / Missão • Objetivos do MJA • Agrupamento por Idade • Organograma • Ideais do MJA
  • 4. HISTORIA DO MINISTÉRIO JOVEM ADVENTISTA A primeira organização de jovens na Igreja Adventista do Sétimo Dia local começou em 1879 quando dois meninos, Harry Fenner, (16 anos) e Luther Warren, (14 anos) Em 1901, a Conferência Geral votou oficialmente para a existência da organização de jovens, subordinada ao departamento da Escola Sabatina. 1907 O Conselho da Conferência Geral aprovou a formação de um Departamento de Jovens dentro da Conferência Geral, onde o ancião M. E. Kern foi eleito o primeiro Diretor de Jovens da CG. 1907 - o nome finalmente aceito foi “Departamento de Missionários Voluntários dos Jovens Adventistas do Sétimo Dia”.
  • 5. História das Classes MJ - Actividades • 1947 1º Congresso da Juventude da Divisão Norte-Americana - São Francisco, E. W. Dunbar como diretor mundial da juventude, • 1969, o primeiro Congresso Mundial da Juventude foi realizado em Zurique, Suíça, • Theodore Lucas como diretor mundial da juventude. • O Plano de Leitura dos Personagens Clássicos (posteriormente alterado para Encontro) foi adotado em 1946. • 1946- John Hancock organizou a primeira Conferência do Clube de Desbrvador patrocinada pela conferência no sudeste da Califórnia em Riverside, Califórnia.
  • 6. História das Classes MJ - Actividades • A Conferência Geral em 1950 adotou o Clube de Desbravador. • 1922 - Sessão da Conferência Geral - apresentou o trabalho da Sociedade de Voluntários Missionários Júnior - “trabalho de classe progressiva”. • 1927 - Conselho de outono da Conferência Geral, ampliou o Trabalho de Classe Progressiva para incluir três classes, Amigo, Companheiro e Camarada, para pré-jovens e uma classe para jovens seniores e adultos • 1928 - MV especialidades e Master Comrade Class - desenvolvido para jovens e adultos seniores “que desejavam se preparar para a liderança júnior”. O primeiro Master Comrade (mais tarde denominado Master Guide) foi investido em 1931.
  • 7. Mudanças de nome de departamento • 1907 como “Departamento de Jovens Adventistas do Sétimo Dia” (conhecido como MV - Voluntários Missionários), alterado para “Departamento de Jovens Voluntários Missionários” em 1972. • 1978 o nome do departamento mudou para “Juventude Adventista”, comumente conhecido como departamento de JA • A Sessão da Conferência Geral de 2005 votou o nome “Departamento dos Ministérios Jovens”, que abrangia todos os três níveis de idade do ministério juvenil (por exemplo, Clube de Aventureiros, Clube de Desbravadores e Seniors (Jovens Adultod) Sociedade Jovem. • A sessão da Conferência Geral de 2015 adotou ainda uma mudança de nome para “Ministério Jovem Adventista” (MJA).
  • 8. Filosofia e missão do MJA • A filosofia básica do MJA está firmemente fundamentada na revelação bíblica de quem é Jesus Cristo. • Jesus não apenas mostrou o imenso amor do Pai pela humanidade por meio de "liderança servil" (João 13: 1-17), mas também mostrou como receber o poder para vencer o pecado neste mundo através do poder do Espírito Santo. Jesus mostrou a Seus discípulos como viver uma vida no Espírito e se tornar discípulos do Reino de Deus em um mundo pecaminoso. • É Jesus que é o nosso modelo de “ministério encarnacional” (por exemplo, permitindo que o caráter de Jesus e o poder do Espírito Santo sejam revelados na vida de nossos jovens, tornando-se assim verdadeiros discípulos seus nesta geração
  • 9. Os jovens são os objetos dos ataques especiais de Satanás; mas a bondade, a cortesia e a simpatia que fluem de um coração cheio de amor a Jesus ganharão sua confiança e os salvarão de muitas armadilhas do inimigo. . . Deve-se estudar mais o problema de como lidar com os jovens, orar mais fervorosamente pela sabedoria necessária para lidar com mentes. . . Devemos procurar entrar nos sentimentos dos jovens, simpatizando com eles em suas alegrias e tristezas, seus conflitos e vitórias. . . Devemos encontrá-los onde estão, se quisermos mantê-los. . . lembremo-nos da reivindicação de Deus sobre nós para tornar o caminho para o céu brilhante e atraente. (Ellen White, Gospel Workers (Washington, D. C .: Review & Herald, 1948), 207-212, ênfase adicionada.)
  • 10. MISSÃO E VISÃO "Para levar os jovens a um relacionamento salvifico com Jesus Cristo e ajudá-los a abraçar Seu chamado ao discipulado"
  • 11. MISSÃO/VISÃO O Ministério jovem construído neste modelo (vida e ministério de Jesus) procura encontrar os jovens onde eles se encontram e oferecer-lhes cuidado pastoral não só como guias espirituais, mas também como conselheiros e amigos, companheiros de peregrinação em semelhante caminho espiritual. Tendo Jesus como nosso modelo, somos chamados ao ministério, um ministério pessoal e relacional, que envolverá uma boa parte de um a um ”. (Gane: 54-55) (Construindo Ministérios para Jovens - Um Guia Básico).
  • 12. MISSÃO/VISÃO A missão dos Ministérios Jovem Adventista é basicamente um de: salvação, discipulado e serviço, que está profundamente enraizada no modelo bíblico da missão da igreja primitiva no livro de Atos 2: 42-47. Existem quatro forças dinâmicas que sustentam o crescimento da igreja primitiva: graça, adoração, comunidade, serviço. Essas quatro forças dinâmicas estão fortemente entrelaçadas no trabalho e na missão do departamento de juventude. É um ministério bíblico onde o Compromisso MJA é realizado, pelos jovens, para os jovens, para os jovens, com os jovens.
  • 13. Objectivos do MJ A compreensão dos objetivos do MJA é de extrema importância. Ellen G. White disse; - Signs of the Times, 29 de maio de 1893. Aqui ela expôs os objetivos para o departamento: 1-Para treinar os jovens para trabalhar para outros jovens, 2-Para recrutar jovens para ajudar sua igreja e “aqueles que professam ser observadores do sábado”; 3-Para trabalhar “por aqueles que não são da nossa fé” Na busca por atingir esses objetivos, os jovens são chamados a: orar juntos e estudar a Palavra juntos para ter comunhão na interação social cristã agir juntos em pequenos grupos para realizar planos bem traçados para testemunhar para desenvolver tato, habilidade e talento no serviço a Jesus encorajar uns aos outros no crescimento espiritual
  • 14. Em 1907, no Conselho da Associação Geral em Gland, Suíça, M. E. Kern, o primeiro diretor eleito para jovens para o departamento, estabeleceu os seguintes objetivos Para elevar o nível da vida devocional do jovem Para levantar o padrão de realização da juventude Para educar e treinar jovens para o serviço Para fornecer oportunidades de divulgação e serviço Para ensinar os princípios da mordomia Para levar os jovens a descobrir seu valor individual e desenvolver e descobrir seus dons espirituais (Manual do Pastor e do Ancião GC para o Ministério Jovem, 2002: 13)
  • 15. Estructura do MJA Ministérios Jovem Junior (MJJ): Idades: 04-15 inclui: Ministério de Aventureiros (idades de 04-09) Fortalece os relacionamentos pais-filhos, proporcionando atividades semanais sintonizadas com as necessidades psicológicas dessa faixa etária e também dando aos pais oportunidades de aprender habilidades parentais e desfrutar de atividades especiais com seus filhos. Ministério de Desbravador (idades 10-15) Auxilia nos anos críticos de formação de identidade e transformação adolescente para meninos e meninas. Oferecendo atividades intencionais de serviço e missão, os desbravadores orientam a energia dos jovens para se concentrarem em sua comunidade.
  • 16. Estructura do MJA Ministério Jovem Sênior (MJS): Idade: 16-30 + inclui: Ministério Embaixador (idades 16-21) Projetado para fortalecer o atual ministério de jovens seniores da igreja. isto os desafia a experimentar e compartilhar um relacionamento pessoal com Jesus; ajuda-os a desenvolver um estilo de vida consistente com seu sistema de crenças; oferece treinamento em diversos interesses profissionais; e fornece a eles um ambiente seguro para o desenvolvimento saudável de amizades duradouras. Ministério de Jovens Adultos (idades entre 22-30 +) Envolve a vitalidade de uma geração que compartilha seu relacionamento vivo com Jesus no trabalho e na vida, reconhecendo a diversidade demográfica daqueles na educação ou trabalho, casado ou solteiro e, possivelmente, pais. Este ministério crítico envolve capacitar jovens adultos para liderança, mentoreamento, evangelismo e vidas saudáveis.
  • 17.
  • 18. Nossas cores representam nossa missão. Somos ousados, brilhantes e confiantes. O azul representa o céu. Azul é a cor do céu e uma lembrança do reino celestial Escarlate na Bíblia representa sangue e redenção. A vida do homem está no sangue (Levítico 17:11) e a expiação do sangue de Cristo é necessária para a redenção do homem. Verde representa o crescimento e a floração onde se plantou. É representativo de uma vida cristã que produz bons frutos e encontra descanso em Cristo. O branco representa a justiça por causa de sua pureza de cor e luz. Ela aponta para o Justo e a justiça que Ele imputa a todos os que vêm a Ele pela fé.
  • 19. O vermelho nos lembra de Cristo e Seu sacrifício. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). “Apresentai os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus "(Rom. 12: 1). Três lados representam a integridade da Trindade - Pai, Filho e Espírito Santo. • Tripé de educação: Ofícios e Honras Mentais, Acampamentos Físicos, trabalho de abelha, foco na saúde, Extensão Espiritual e desenvolvimento espiritual pessoal. O ouro representa a excelência "Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças" (Apocalipse 3:18). O Pathfinder Club tem padrões elevados para ajudar a construir um caráter forte para o reino dos céus.
  • 20. Escudo representa proteção. Nas Escrituras, Deus é freqüentemente chamado de escudo de Seu povo. (Proteção) "Não temas ... Eu sou o teu escudo" (Gênesis 15: 1) "Acima de tudo, tomando o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados dos ímpios." (Ef. 6:16) Branco representa pureza. “O que vencer, esse será vestido de vestes brancas” (Apocalipse 3: 5). Desejamos ter a pureza e a justiça da vida de Cristo em nossas vidas. Azul representa lealdade. O objetivo do Clube de Desbravadores é ajudar a nos ensinar a ser leais a: Nosso Deus no céu. Nossos pais. Nossa igreja. A lealdade é definida como um reflexo do caráter de nosso verdadeiro Master Guide. A espada representa a Bíblia. A espada é usada na guerra. Uma batalha sempre é vencida pelo ataque. Estamos em uma batalha contra o pecado e nossa arma é a Palavra de Deus. A espada do Espírito é a Palavra de Deus. (ver Ef. 6:17) O triângulo invertido representa a ordem de importância que Jesus ensinou, que é contrária àquela ensinada pelo mundo. Sacrificar-se colocando as necessidades dos outros acima das nossas.
  • 21. A cruz no logotipo aponta para o facto de que o sacrifício de Jesus é o centro de um relacionamento com ele. A cruz na terra é um símbolo de Seu sacrifício, dando-nos esperança de uma vida nova e melhor tanto aqui na terra por meio do conceito de liderança servil quanto por meio de uma terra renovada em Seu retorno. O livro aberto é a Palavra de Deus, o fundamento de nossa fé, conhecimento e estilo de vida. É aberto porque é uma mensagem que devemos internalizar como nosso guia e companheiro constante. É também para ser compartilhado com todos os que o receberem gratuitamente. As cores graduadas do amarelo ao laranja representam o amanhecer da vida eterna que se segue à escuridão de nossa experiência temporal nesta terra pecaminosa.
  • 22. O evangelho de Jesus representado pela cruz está no centro do Ministério de Jovens Adultos. Colossenses 1:17. A mensagem dos três anjos de Apocalipse 14: 6-12, representa um apelo urgente ao mundo. Uma mensagem a ser levada pelos jovens adultos a todo o mundo em sua geração. O meio globo representa o campo mundial que deve receber a mensagem dos três anjos. A mensagem é para cada língua, nação, parentesco. SEM discriminação. Azul representa lealdade. O propósito do Ministério de Jovens Adultos é ensinar lealdade a Deus, à missão e à igreja. A lealdade é definida como um reflexo do caráter de Jesus. Amarelo é a cor do sol. Está associado à alegria, felicidade, intelecto, coragem e energia.
  • 23. Os Ideais do Ministério Jovem Alvo “A mensagem do Advento para todo o mundo em minha geração.” Missão “Para guiar os jovens em um relacionamento salvifico com Jesus e ajudá-los a abraçar seu chamado ao discipulado.” Lema “O amor de Cristo me compele.” Voto “Por amor à Jesus, prometo tomar parte ativa nos deveres do Ministério Jovem Adventista, fazendo tudo quanto puder para ajudar os outros e terminar a obra do evangelho em todo o mundo
  • 24. OBRIGADO GC YOUTH MINISTRIES Fonte: Departamento do Ministério Jovem Adventista Conferência Geral Web: gcyouthministries.org Elaborado/ tradução: Gcyouthministries & Horácio Pongolola Email: pongolola689@gmail.com