SlideShare uma empresa Scribd logo
Quem são realmente os 144 mil?




Por Ganoune Diop

A 144,000. É um tema favorito de "conversa de salão", nas tardes de sábado,
principalmente entre os adventistas, mas é de nenhuma maneira uma diversão. A
palavra" polêmica "nos dá uma dica do que ela estava argumentando contra.


Ela emerge de um estudo aprofundado da Escritura, pero Inevitavelmente a conversa
inclui o pensamento e comentário de mensageira profética do adventismo, Ellen White.

Olhando Através dos escritos de Ellen White sobre o assunto pode desencorajar
qualquer tentativa de entender que o número 144,000 significa realmente crentes. Em
1901, ela escreveu: "Não é a sua [de Deus] vai entrar em que devem controvérsia
sobre questões que não vai ajuda-los espiritualmente, tais como: Quem é para compor
a Mil cento e quarenta e quatro? Este aqueles que são os eleitos de Deus saberá em
um curto período de tempo sem causa. "1

Esse número captura a imaginação, mas não é um número que tomamos de ânimo
leve.

Para Compreender o significado ea importância dos 144.000, o melhor é considerar
cuidadosamente a teia de palavras em que ela é usada. Normalmente, nós chamamos
isso de contexto. Afinal, o sentido é inseparável das relações ou relacionamentos.

O número 144,000 Ocorre apenas duas vezes nas Escrituras, nas duas vezes no livro do
Apocalipse, e em contextos significativa. Encontramo-lo em primeiro lugar entre o
sexto eo sétimo selos, antes da Segunda Vinda Prever como o dia da ira, que é o
desaparecimento de quem se tenha oposto a Deus (Ap 7:4). A segunda ocorrência em
Apocalipse 14 é anterior à mensagem dos três anjos ea segunda vinda de Cristo. Por
conseguinte, faz sentido supor que o tempo o número de pessoas designadas um fim-
de entidade de Deus durante a última fase da história mundial.

A questão é esta: os 144.000 ao subgrupo de Deus, pessoas especiais, ou este é um
número de representação simbólica da totalidade do povo de Deus? Que se ocultam
sob estas perguntas são os conceitos de acessibilidade de vedação e de salvação após
o número 144,000 é atingido, ea questão mais profunda da arbitrariedade dos eventos
Decretos de Deus ou a natureza de seu caráter moral.

Os intérpretes que consideram o número a ser um literal de um em especial no mundo
evangélico, geralmente afirmam que os árbitros para os judeus que aceitam o
Evangelho e contribuir para a partilha do Evangelho com os outros judeus. Eles
sugerem que o ritmo agrícolas das primícias "bem conhecido no antigo Israel, apóia
essa visão.

No entanto, existem vários indícios de que é um número simbólico, não para serem
interpretadas literalmente. A natureza das sugestões número STI Itself simbolismo:
144,000 é de 12 x 12 x 1,000. Mas, para compreender o seu significado, devemos
explorar, a rede de palavras, temas e motivos associados a ele no contexto.

1. A 144,000 são associadas com a ideia de pé.
A primeira ocorrência do número 144,000 é uma resposta a uma das quatro questões
encontradas na série de selos. As pessoas estão aterrorizadas chorando aos montes e
aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da presença daquele que está assentado
no trono, e da ira do Cordeiro, para o grande dia da sua ira chegou, e que é capaz
subsistir? "(Apocalipse 6:16, 17) .*

Há questões mais Mas a resposta. Primeiro: Quem é digno? (Apocalipse 5:2); Até
quando? (Apocalipse 6:10) e, finalmente, quem são estes, e de onde eles vêm?
(Apocalipse 7:13).

A 144,000 se pode estar aqui, porque eles adoram o Cordeiro. Não obstante os anjos
que estão no livro do Apocalipse, os humanos são capazes de estar Porque o Cordeiro
está de pé. Apocalipse 5 nos diz que o Cordeiro que foi morto Mas WAS está de pé.
Esta árbitros para a morte e ressurreição de Cristo, na linguagem apocalíptica. O
conceito de vitória é fundamental para toda a mensagem do capítulo 5. Sem a vitória
do Cordeiro, Não há outra vitória.

Não é por acaso que o Apocalipse 14, em referência ao 144.000, descrevê-los em pé
com o Cordeiro no Monte Sião e do Cordeiro que seguem onde quer que Ele vá (Ap
14:1-5). No contexto dos primeiros sete capítulos, destacando aqueles que são aqueles
que vieram vitorioso sobre as diversas situações Descrito na enviaram cartas às Sete
Igrejas. O convidado Espírito ser crentes convertidos e para perseverar na fé e lealdade
ao Senhor Jesus Cristo. Assim, a fim de continuar a poder estar, deve-ouvir o que o
Espírito diz à Igreja.

2. A 144,000 são poupados e selado.
No Antigo Testamento Fiel poupado do Juízo, especificamente a partir da vinda do dia
do Senhor, são descritas de várias formas. Para a cena de fundo em causa é registrado
em Ezequiel 9 wheres Aqueles poupadas são selados e referidos como os que suspiram
e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio de Jerusalém.
Em Ezequiel 14:12-23 o remanescente justo de Israel são salvos do Juízo. Sua atitude é,
que está longe de ser hipócrita, é significativa. O que sabemos desse remanescente
justo é que eles têm uma atitude de profunda contrição Devido à apostasia do povo de
Deus.

Ser selado ou marcado poderia se referir a idéias diversas, como propriedade, mas o
natural deve caber no contexto de Apocalipse 7 é a proteção contra a ira de Deus e do
Cordeiro.
 expansão contínua no 144,000 's compromisso com Deus, Ellen White
escreveu: "Aqueles que têm nas suas testas o selo do Deus infinito vai encarar o
mundo e suas atrações como subordinadas aos interesses eternos" 2.

3. O Chamado 144,000 são servos.
Em Apocalipse 7, a 144,000 são referidos como servos. A palavra "servo" no livro do
Apocalipse tem uma adoração conotação. O seu serviço a Deus não é em relação às
realidades sócio-económicas, mas destaca uma realidade religiosa ou de culto.

A conotação adoração desta Traz termo-nos de volta a Deus principais objectivos, tal
como revelado neste livro: fazer com que homens e mulheres de toda tribo, língua,
povo e sacerdotes nação que poderia entrar no templo escatológico e eternamente
adorar a Deus, o Criador e Redentor. Entende-se que exclusivamente Esses servidores
vivem para Deus e para Seu reino.

Informações mais detalhadas sobre as funções do grupo do fim dos tempos pode ser
encontrada em Apocalipse 14. O nome do Cordeiro e do Pai é escrito em suas testas. A
idéia de pertencimento é representado pela escrita dos nomes. Essas pessoas foram
resgatadas e têm as qualificações a aprender uma canção de redenção. Que possamos,
legitimamente deduzir o contexto de Apocalipse 12-15 144,000 são Que o vitorioso
sobre a besta, sua imagem, e mark.3 histórica

Sua lealdade e dedicação a Deus são representados por várias imagens. Esses crentes
são virgens, sem mácula. Essas imagens simbólicas são uma forma de expressar povo
que Deus é o fim dos tempos está inteiramente dedicado a Deus como uma noiva para
seu noivo. Em outras palavras, eles são cônjuges fiéis, seguindo o Cordeiro por onde
passa.

Uma imagem también agrícola usada para significar o seu valor a Deus como primícias.
Além disso, em consideração da rede contextual Aqueles do lado de Deus mostra a sua
adesão aos valores designados como os mandamentos de Deus e ao testemunho de fé
e Jesus.

Que significa tudo isso?
O número 144,000 Esse é um número simbólico árbitros para a totalidade do povo de
Deus vivo, através de grandes tribulações e enganos do final dos tempos. Eles saem
vitoriosos sobre o Desafio do Fim dos Tempos orquestrada pelo antitrinity descrito em
Apocalipse 12 e 13, imita o dragão que Deus o Pai, o Anticristo, ea contrafacção
Espírito Santo.

Ellen White, longe de desencorajar qualquer tentativa de compreender as
características e funções dos 144,000, Gabe Após a advertência: "Aqueles a quem o
cordeiro se levar pelas fontes de águas vivas, e dos olhos de quem eu enxugará todas
as lágrimas, Will Be Aqueles que agora recebem o conhecimento revelado eo
entendimento da Bíblia, a Palavra de Deus "4.

Além disso, ela afirma: "Nós não somos seres humanos para copiar. Não há ser
humano sábio o suficiente para ser o nosso critério. Estamos a olhar para o homem
Jesus Cristo, que se completa na perfeição da justiça e santidade. Ele é o autor e
consumador da nossa fé. Ele é o padrão do homem. Sua experiência é a medida da
experiência que estamos a ganhar. Seu personagem é o nosso modelo. Vamos, então,
tirar as perplexidades nossas mentes e as dificuldades desta vida, e corrigi-los nEle,
mediante a contemplação de nós que podem ser alteradas à Sua semelhança. Que
possamos ver Cristo em bons propósitos. May Safely Nós olhamos para Ele, porque Ele
é onisciente. Ao olharmos para ele e pensar Nele, Ele será formado dentro, a
esperança da glória "5.

Mas a última exortação de contexto é ainda mais significativo: "Vamos com todo o
poder pouparemos esforços para que Deus nos deu para estar entre os cento e
quarenta e quatro mil" 6.

Em essência, a adesão a Escritura como guia infalível em um mundo de ideologias
opostas, filosofias e religiões, a emulação de Cristo, ea determinação de ser leal a ele,
não importa o custo são as principais características do povo de Deus do fim dos
tempos. Elas estão fechadas para uma vida eterna de adoração e comunhão com o
Deus de amor, Pai, Filho e Espírito Santo.

A 144,000 tem uma ligação orgânica com o resto do capítulo 12. A devoção a Cristo é
reminiscente do fato de que eles suportam as características do remanescente em
guardar os mandamentos de Deus ea fé de Jesus (Apocalipse 12:17). Eles adoram o
Cristo total e completamente. Apocalipse 12:11 Eles superaram o dragão diz: "Por
causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do seu testemunho." Todo crente
tempo do fim, pode ser parte deste número.

Quem quer o mesmo Deus que todas as pessoas cheguem ao conhecimento da
verdade e sejam salvos (1 Tm. 02:03, 4) Não é caprichosamente Limitar o número do
Redentor. Hora de fim-de vedação e salvação estão abertas a todos.

________
* As citações bíblicas neste artigo são da New American Standard Bible, copyright ©
1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 pela Fundação Lockman.
Usado com permissão.

_______________
1Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, livro 1, p. 174.
2White, The Advent Review eo Sabbath Herald, 13 de julho, 1897.
3White, O Grande Conflito, pp 648, 649.
4White, The Advent Review eo Sabbath Herald, 9 de março de 1905, como citado em
SDA Bible Commentary, vol. 7, p. 970.
5Ibid.
6Ibid.

_________________
Ganoune Diop, Ph.D., é diretor do Centro para o Estudo das Religiões do Mundo e
Filosofias da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo dia. Este artigo foi publicado
22 de outubro de 2009.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

NOVA JERUSALÉM.pptx
NOVA JERUSALÉM.pptxNOVA JERUSALÉM.pptx
NOVA JERUSALÉM.pptx
DigenesSoares3
 
Lição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas
Lição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três PessoasLição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas
Lição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas
Francisco Barbosa
 
O decreto dominical já está assinado!
O decreto dominical já está assinado!O decreto dominical já está assinado!
O decreto dominical já está assinado!
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13
Welem C Lourenço
 
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Éder Tomé
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
Márcio Martins
 
Lição 3 - O Ministério de Jesus
Lição 3 - O Ministério de JesusLição 3 - O Ministério de Jesus
Lição 3 - O Ministério de Jesus
Éder Tomé
 
Esperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesusEsperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesus
Márcio Martins
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Éder Tomé
 
O vale de megido
O vale de megidoO vale de megido
O vale de megido
allanne plácido
 
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoasLição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Éder Tomé
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
Fabio Renato Ventura Pinto
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
Viva a Igreja
 
QUEM É O ESPIRITO SANTO
QUEM É O ESPIRITO SANTOQUEM É O ESPIRITO SANTO
QUEM É O ESPIRITO SANTO
ASD Remanescentes
 
ELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTO
ELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTOELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTO
ELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTO
ASD Remanescentes
 
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulaçãoEscatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
Natalino das Neves Neves
 
A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!
A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!
A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!
ASD Remanescentes
 
Atos
AtosAtos

Mais procurados (20)

NOVA JERUSALÉM.pptx
NOVA JERUSALÉM.pptxNOVA JERUSALÉM.pptx
NOVA JERUSALÉM.pptx
 
Lição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas
Lição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três PessoasLição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas
Lição 3: A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas
 
O decreto dominical já está assinado!
O decreto dominical já está assinado!O decreto dominical já está assinado!
O decreto dominical já está assinado!
 
Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13
 
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
 
Lição 3 - O Ministério de Jesus
Lição 3 - O Ministério de JesusLição 3 - O Ministério de Jesus
Lição 3 - O Ministério de Jesus
 
Esperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesusEsperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesus
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
 
O vale de megido
O vale de megidoO vale de megido
O vale de megido
 
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoasLição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
 
QUEM É O ESPIRITO SANTO
QUEM É O ESPIRITO SANTOQUEM É O ESPIRITO SANTO
QUEM É O ESPIRITO SANTO
 
ELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTO
ELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTOELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTO
ELLEN WHITE COMFIRMA QUEM É O ESPIRITO SANTO
 
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulaçãoEscatologia  parte 2_ibadep_a grande tribulação
Escatologia parte 2_ibadep_a grande tribulação
 
A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!
A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!
A IASD não é Babilônia, nem Filha dela. é Irmã!
 
Atos
AtosAtos
Atos
 

Destaque

A TRIBO DE DÃ
A TRIBO DE DÃA TRIBO DE DÃ
A TRIBO DE DÃ
Eduardo Sousa Gomes
 
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAELAS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
Antonio Marcos
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 | Os 144 mil selados
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 |  Os 144 mil seladosNOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 |  Os 144 mil selados
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 | Os 144 mil selados
Dyego Sylva
 
A verdade sobre os 144 mil assinalados
A verdade sobre os 144 mil assinaladosA verdade sobre os 144 mil assinalados
A verdade sobre os 144 mil assinalados
ASD Remanescentes
 
Entendendo os 144 mil
Entendendo os 144 milEntendendo os 144 mil
Entendendo os 144 mil
Diego Fortunatto
 
Os144000 110429192118-phpapp01
Os144000 110429192118-phpapp01Os144000 110429192118-phpapp01
Os144000 110429192118-phpapp01
O ÚLTIMO CHAMADO
 
Aprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansãoAprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansão
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Lição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasLição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhas
Sergio Silva
 
Jugo filisteu
Jugo filisteuJugo filisteu
Slides de estudo apocalíptico - Redenção s
Slides de estudo apocalíptico    - Redenção sSlides de estudo apocalíptico    - Redenção s
Slides de estudo apocalíptico - Redenção s
Arão Mendes de Melo
 
Livro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasd
Livro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasdLivro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasd
Livro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasd
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese
14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese
14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese
Ping Ponga
 
(1) aprendendo com os erros de saul
(1) aprendendo com os erros de saul(1) aprendendo com os erros de saul
(1) aprendendo com os erros de saul
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Sansão e dalila
Sansão e dalilaSansão e dalila
Sansão e dalila
Sérgio Neto
 
A História de Sansão
A História de SansãoA História de Sansão
A História de Sansão
Luiz Carlos E Sara
 
Panorama do livro de Apocalipse
Panorama do livro de ApocalipsePanorama do livro de Apocalipse
Panorama do livro de Apocalipse
Raízes Hebraicas da Fé
 
Os 144000 e o sábado da ressurreição
Os 144000 e o sábado da ressurreiçãoOs 144000 e o sábado da ressurreição
Os 144000 e o sábado da ressurreição
José Silva
 
Evange02
Evange02Evange02
Licao8
Licao8Licao8
Os Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. white
Os Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. whiteOs Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. white
Os Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. white
ASD Remanescentes
 

Destaque (20)

A TRIBO DE DÃ
A TRIBO DE DÃA TRIBO DE DÃ
A TRIBO DE DÃ
 
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAELAS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 | Os 144 mil selados
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 |  Os 144 mil seladosNOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 |  Os 144 mil selados
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 5 | Os 144 mil selados
 
A verdade sobre os 144 mil assinalados
A verdade sobre os 144 mil assinaladosA verdade sobre os 144 mil assinalados
A verdade sobre os 144 mil assinalados
 
Entendendo os 144 mil
Entendendo os 144 milEntendendo os 144 mil
Entendendo os 144 mil
 
Os144000 110429192118-phpapp01
Os144000 110429192118-phpapp01Os144000 110429192118-phpapp01
Os144000 110429192118-phpapp01
 
Aprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansãoAprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansão
 
Lição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasLição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhas
 
Jugo filisteu
Jugo filisteuJugo filisteu
Jugo filisteu
 
Slides de estudo apocalíptico - Redenção s
Slides de estudo apocalíptico    - Redenção sSlides de estudo apocalíptico    - Redenção s
Slides de estudo apocalíptico - Redenção s
 
Livro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasd
Livro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasdLivro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasd
Livro: Assim diz o senhor - Lourenã§o Gonzalez -iasd
 
14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese
14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese
14 Sansão, um forte homem de DEUS / 14 samson gods strong man portuguese
 
(1) aprendendo com os erros de saul
(1) aprendendo com os erros de saul(1) aprendendo com os erros de saul
(1) aprendendo com os erros de saul
 
Sansão e dalila
Sansão e dalilaSansão e dalila
Sansão e dalila
 
A História de Sansão
A História de SansãoA História de Sansão
A História de Sansão
 
Panorama do livro de Apocalipse
Panorama do livro de ApocalipsePanorama do livro de Apocalipse
Panorama do livro de Apocalipse
 
Os 144000 e o sábado da ressurreição
Os 144000 e o sábado da ressurreiçãoOs 144000 e o sábado da ressurreição
Os 144000 e o sábado da ressurreição
 
Evange02
Evange02Evange02
Evange02
 
Licao8
Licao8Licao8
Licao8
 
Os Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. white
Os Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. whiteOs Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. white
Os Iasd fazendo parte da união das igrejas prevista por e.g. white
 

Semelhante a Quem são realmente os 144 mil

Como se distinguem os 144
Como se distinguem os 144Como se distinguem os 144
Como se distinguem os 144
Diego Fortunatto
 
UM ESTUDO DOS 144.000
UM ESTUDO DOS 144.000UM ESTUDO DOS 144.000
UM ESTUDO DOS 144.000
Projeto Preparar um Povo
 
Apocalipse - Capítulo 11
Apocalipse - Capítulo 11 Apocalipse - Capítulo 11
Apocalipse - Capítulo 11
IBC de Jacarepaguá
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
Paulo Ferreira
 
AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO
Teol. Sandra Ferreira
 
O Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdf
O Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdfO Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdf
O Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdf
Projeto Preparar um Povo
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
Pastor Robson Colaço
 
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
Teol. Sandra Ferreira
 
Evangelho eterno e orações prodigiosas
Evangelho eterno e orações prodigiosasEvangelho eterno e orações prodigiosas
Evangelho eterno e orações prodigiosas
Fernando Fernandes
 
GUERRA
GUERRAGUERRA
Epístola aos romanos
Epístola aos romanosEpístola aos romanos
Epístola aos romanos
Laisinha Dias
 
Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?
Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?
Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?
ASD Remanescentes
 
QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?
QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?
QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?
Projeto Preparar um Povo
 
O evangelho de Paulo
O evangelho de PauloO evangelho de Paulo
O evangelho de Paulo
Ricardo Gondim
 
Sinais dos tempos
Sinais dos temposSinais dos tempos
Sinais dos tempos
Silvio Dutra
 
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação GrandiosaLição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Éder Tomé
 
W. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-almaW. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-alma
Francisco Deuzilene
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeito
Ricardo Gondim
 
A MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZ
A MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZA MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZ
A MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZ
Cristiane Patricio
 
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III
 DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III
Cristiane Patricio
 

Semelhante a Quem são realmente os 144 mil (20)

Como se distinguem os 144
Como se distinguem os 144Como se distinguem os 144
Como se distinguem os 144
 
UM ESTUDO DOS 144.000
UM ESTUDO DOS 144.000UM ESTUDO DOS 144.000
UM ESTUDO DOS 144.000
 
Apocalipse - Capítulo 11
Apocalipse - Capítulo 11 Apocalipse - Capítulo 11
Apocalipse - Capítulo 11
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
 
AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME II - ESTUDO - JOÃO CALVINO
 
O Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdf
O Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdfO Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdf
O Selamento dos 144.000 e a Sétima Praga.pdf
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
 
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
AS INSTITUTAS - VOLUME III - ESTUDO - JOÃO CALVINO
 
Evangelho eterno e orações prodigiosas
Evangelho eterno e orações prodigiosasEvangelho eterno e orações prodigiosas
Evangelho eterno e orações prodigiosas
 
GUERRA
GUERRAGUERRA
GUERRA
 
Epístola aos romanos
Epístola aos romanosEpístola aos romanos
Epístola aos romanos
 
Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?
Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?
Quem é a Terceira Pessoa da Trindade?
 
QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?
QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?
QUEM É A TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE?
 
O evangelho de Paulo
O evangelho de PauloO evangelho de Paulo
O evangelho de Paulo
 
Sinais dos tempos
Sinais dos temposSinais dos tempos
Sinais dos tempos
 
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação GrandiosaLição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
 
W. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-almaW. nee-a-salvação-da-alma
W. nee-a-salvação-da-alma
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeito
 
A MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZ
A MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZA MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZ
A MÚSICA A SERVIÇO DAS TREVAS E A SERVIÇO DA LUZ
 
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III
 DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL III
 

Mais de Diego Fortunatto

Notificação escolas-atualizada
Notificação escolas-atualizadaNotificação escolas-atualizada
Notificação escolas-atualizada
Diego Fortunatto
 
23 combatendo o inimigo
23 combatendo o inimigo23 combatendo o inimigo
23 combatendo o inimigo
Diego Fortunatto
 
13 a mulher e a besta cor de escarlata
13   a mulher e a besta cor de escarlata13   a mulher e a besta cor de escarlata
13 a mulher e a besta cor de escarlata
Diego Fortunatto
 
11 as últimas mensagens de deus e a ceifa
11   as últimas mensagens de deus e a ceifa11   as últimas mensagens de deus e a ceifa
11 as últimas mensagens de deus e a ceifa
Diego Fortunatto
 
05 os selos e a obra do selamento
05   os selos e a obra do selamento05   os selos e a obra do selamento
05 os selos e a obra do selamento
Diego Fortunatto
 
04 as cartas às sete igrejas
04   as cartas às sete igrejas04   as cartas às sete igrejas
04 as cartas às sete igrejas
Diego Fortunatto
 
03 a revelação de jesus cristo
03   a revelação de jesus cristo03   a revelação de jesus cristo
03 a revelação de jesus cristo
Diego Fortunatto
 
16 o milênio
16   o milênio16   o milênio
16 o milênio
Diego Fortunatto
 
15 as bodas do cordeiro e o conflito final
15   as bodas do cordeiro e o conflito final15   as bodas do cordeiro e o conflito final
15 as bodas do cordeiro e o conflito final
Diego Fortunatto
 
14 a queda da grande babilônia
14   a queda da grande babilônia14   a queda da grande babilônia
14 a queda da grande babilônia
Diego Fortunatto
 
12 as sete últimas pragas
12   as sete últimas pragas12   as sete últimas pragas
12 as sete últimas pragas
Diego Fortunatto
 
10 o leopardo e a besta de dois chifres
10   o leopardo e a besta de dois chifres10   o leopardo e a besta de dois chifres
10 o leopardo e a besta de dois chifres
Diego Fortunatto
 
09 a mulher e o dragão
09   a mulher e o dragão09   a mulher e o dragão
09 a mulher e o dragão
Diego Fortunatto
 
08 o templo e as duas testemunhas
08   o templo e as duas testemunhas08   o templo e as duas testemunhas
08 o templo e as duas testemunhas
Diego Fortunatto
 
07 o anjo com o livro aberto
07   o anjo com o livro aberto07   o anjo com o livro aberto
07 o anjo com o livro aberto
Diego Fortunatto
 
06 as sete trombetas
06   as sete trombetas06   as sete trombetas
06 as sete trombetas
Diego Fortunatto
 
03 a revelação de jesus cristo
03   a revelação de jesus cristo03   a revelação de jesus cristo
03 a revelação de jesus cristo
Diego Fortunatto
 
02 o estudo do apocalipse
02   o estudo do apocalipse02   o estudo do apocalipse
02 o estudo do apocalipse
Diego Fortunatto
 
01 vista geral do livro do apocalipse
01   vista geral do livro do apocalipse01   vista geral do livro do apocalipse
01 vista geral do livro do apocalipse
Diego Fortunatto
 
00 prefácio
00   prefácio00   prefácio
00 prefácio
Diego Fortunatto
 

Mais de Diego Fortunatto (20)

Notificação escolas-atualizada
Notificação escolas-atualizadaNotificação escolas-atualizada
Notificação escolas-atualizada
 
23 combatendo o inimigo
23 combatendo o inimigo23 combatendo o inimigo
23 combatendo o inimigo
 
13 a mulher e a besta cor de escarlata
13   a mulher e a besta cor de escarlata13   a mulher e a besta cor de escarlata
13 a mulher e a besta cor de escarlata
 
11 as últimas mensagens de deus e a ceifa
11   as últimas mensagens de deus e a ceifa11   as últimas mensagens de deus e a ceifa
11 as últimas mensagens de deus e a ceifa
 
05 os selos e a obra do selamento
05   os selos e a obra do selamento05   os selos e a obra do selamento
05 os selos e a obra do selamento
 
04 as cartas às sete igrejas
04   as cartas às sete igrejas04   as cartas às sete igrejas
04 as cartas às sete igrejas
 
03 a revelação de jesus cristo
03   a revelação de jesus cristo03   a revelação de jesus cristo
03 a revelação de jesus cristo
 
16 o milênio
16   o milênio16   o milênio
16 o milênio
 
15 as bodas do cordeiro e o conflito final
15   as bodas do cordeiro e o conflito final15   as bodas do cordeiro e o conflito final
15 as bodas do cordeiro e o conflito final
 
14 a queda da grande babilônia
14   a queda da grande babilônia14   a queda da grande babilônia
14 a queda da grande babilônia
 
12 as sete últimas pragas
12   as sete últimas pragas12   as sete últimas pragas
12 as sete últimas pragas
 
10 o leopardo e a besta de dois chifres
10   o leopardo e a besta de dois chifres10   o leopardo e a besta de dois chifres
10 o leopardo e a besta de dois chifres
 
09 a mulher e o dragão
09   a mulher e o dragão09   a mulher e o dragão
09 a mulher e o dragão
 
08 o templo e as duas testemunhas
08   o templo e as duas testemunhas08   o templo e as duas testemunhas
08 o templo e as duas testemunhas
 
07 o anjo com o livro aberto
07   o anjo com o livro aberto07   o anjo com o livro aberto
07 o anjo com o livro aberto
 
06 as sete trombetas
06   as sete trombetas06   as sete trombetas
06 as sete trombetas
 
03 a revelação de jesus cristo
03   a revelação de jesus cristo03   a revelação de jesus cristo
03 a revelação de jesus cristo
 
02 o estudo do apocalipse
02   o estudo do apocalipse02   o estudo do apocalipse
02 o estudo do apocalipse
 
01 vista geral do livro do apocalipse
01   vista geral do livro do apocalipse01   vista geral do livro do apocalipse
01 vista geral do livro do apocalipse
 
00 prefácio
00   prefácio00   prefácio
00 prefácio
 

Quem são realmente os 144 mil

  • 1. Quem são realmente os 144 mil? Por Ganoune Diop A 144,000. É um tema favorito de "conversa de salão", nas tardes de sábado, principalmente entre os adventistas, mas é de nenhuma maneira uma diversão. A palavra" polêmica "nos dá uma dica do que ela estava argumentando contra. Ela emerge de um estudo aprofundado da Escritura, pero Inevitavelmente a conversa inclui o pensamento e comentário de mensageira profética do adventismo, Ellen White. Olhando Através dos escritos de Ellen White sobre o assunto pode desencorajar qualquer tentativa de entender que o número 144,000 significa realmente crentes. Em 1901, ela escreveu: "Não é a sua [de Deus] vai entrar em que devem controvérsia sobre questões que não vai ajuda-los espiritualmente, tais como: Quem é para compor a Mil cento e quarenta e quatro? Este aqueles que são os eleitos de Deus saberá em um curto período de tempo sem causa. "1 Esse número captura a imaginação, mas não é um número que tomamos de ânimo leve. Para Compreender o significado ea importância dos 144.000, o melhor é considerar cuidadosamente a teia de palavras em que ela é usada. Normalmente, nós chamamos isso de contexto. Afinal, o sentido é inseparável das relações ou relacionamentos. O número 144,000 Ocorre apenas duas vezes nas Escrituras, nas duas vezes no livro do Apocalipse, e em contextos significativa. Encontramo-lo em primeiro lugar entre o sexto eo sétimo selos, antes da Segunda Vinda Prever como o dia da ira, que é o desaparecimento de quem se tenha oposto a Deus (Ap 7:4). A segunda ocorrência em Apocalipse 14 é anterior à mensagem dos três anjos ea segunda vinda de Cristo. Por conseguinte, faz sentido supor que o tempo o número de pessoas designadas um fim- de entidade de Deus durante a última fase da história mundial. A questão é esta: os 144.000 ao subgrupo de Deus, pessoas especiais, ou este é um número de representação simbólica da totalidade do povo de Deus? Que se ocultam sob estas perguntas são os conceitos de acessibilidade de vedação e de salvação após o número 144,000 é atingido, ea questão mais profunda da arbitrariedade dos eventos Decretos de Deus ou a natureza de seu caráter moral. Os intérpretes que consideram o número a ser um literal de um em especial no mundo evangélico, geralmente afirmam que os árbitros para os judeus que aceitam o Evangelho e contribuir para a partilha do Evangelho com os outros judeus. Eles
  • 2. sugerem que o ritmo agrícolas das primícias "bem conhecido no antigo Israel, apóia essa visão. No entanto, existem vários indícios de que é um número simbólico, não para serem interpretadas literalmente. A natureza das sugestões número STI Itself simbolismo: 144,000 é de 12 x 12 x 1,000. Mas, para compreender o seu significado, devemos explorar, a rede de palavras, temas e motivos associados a ele no contexto. 1. A 144,000 são associadas com a ideia de pé. A primeira ocorrência do número 144,000 é uma resposta a uma das quatro questões encontradas na série de selos. As pessoas estão aterrorizadas chorando aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da presença daquele que está assentado no trono, e da ira do Cordeiro, para o grande dia da sua ira chegou, e que é capaz subsistir? "(Apocalipse 6:16, 17) .* Há questões mais Mas a resposta. Primeiro: Quem é digno? (Apocalipse 5:2); Até quando? (Apocalipse 6:10) e, finalmente, quem são estes, e de onde eles vêm? (Apocalipse 7:13). A 144,000 se pode estar aqui, porque eles adoram o Cordeiro. Não obstante os anjos que estão no livro do Apocalipse, os humanos são capazes de estar Porque o Cordeiro está de pé. Apocalipse 5 nos diz que o Cordeiro que foi morto Mas WAS está de pé. Esta árbitros para a morte e ressurreição de Cristo, na linguagem apocalíptica. O conceito de vitória é fundamental para toda a mensagem do capítulo 5. Sem a vitória do Cordeiro, Não há outra vitória. Não é por acaso que o Apocalipse 14, em referência ao 144.000, descrevê-los em pé com o Cordeiro no Monte Sião e do Cordeiro que seguem onde quer que Ele vá (Ap 14:1-5). No contexto dos primeiros sete capítulos, destacando aqueles que são aqueles que vieram vitorioso sobre as diversas situações Descrito na enviaram cartas às Sete Igrejas. O convidado Espírito ser crentes convertidos e para perseverar na fé e lealdade ao Senhor Jesus Cristo. Assim, a fim de continuar a poder estar, deve-ouvir o que o Espírito diz à Igreja. 2. A 144,000 são poupados e selado. No Antigo Testamento Fiel poupado do Juízo, especificamente a partir da vinda do dia do Senhor, são descritas de várias formas. Para a cena de fundo em causa é registrado em Ezequiel 9 wheres Aqueles poupadas são selados e referidos como os que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio de Jerusalém. Em Ezequiel 14:12-23 o remanescente justo de Israel são salvos do Juízo. Sua atitude é, que está longe de ser hipócrita, é significativa. O que sabemos desse remanescente justo é que eles têm uma atitude de profunda contrição Devido à apostasia do povo de Deus. Ser selado ou marcado poderia se referir a idéias diversas, como propriedade, mas o natural deve caber no contexto de Apocalipse 7 é a proteção contra a ira de Deus e do Cordeiro.
 expansão contínua no 144,000 's compromisso com Deus, Ellen White
  • 3. escreveu: "Aqueles que têm nas suas testas o selo do Deus infinito vai encarar o mundo e suas atrações como subordinadas aos interesses eternos" 2. 3. O Chamado 144,000 são servos. Em Apocalipse 7, a 144,000 são referidos como servos. A palavra "servo" no livro do Apocalipse tem uma adoração conotação. O seu serviço a Deus não é em relação às realidades sócio-económicas, mas destaca uma realidade religiosa ou de culto. A conotação adoração desta Traz termo-nos de volta a Deus principais objectivos, tal como revelado neste livro: fazer com que homens e mulheres de toda tribo, língua, povo e sacerdotes nação que poderia entrar no templo escatológico e eternamente adorar a Deus, o Criador e Redentor. Entende-se que exclusivamente Esses servidores vivem para Deus e para Seu reino. Informações mais detalhadas sobre as funções do grupo do fim dos tempos pode ser encontrada em Apocalipse 14. O nome do Cordeiro e do Pai é escrito em suas testas. A idéia de pertencimento é representado pela escrita dos nomes. Essas pessoas foram resgatadas e têm as qualificações a aprender uma canção de redenção. Que possamos, legitimamente deduzir o contexto de Apocalipse 12-15 144,000 são Que o vitorioso sobre a besta, sua imagem, e mark.3 histórica Sua lealdade e dedicação a Deus são representados por várias imagens. Esses crentes são virgens, sem mácula. Essas imagens simbólicas são uma forma de expressar povo que Deus é o fim dos tempos está inteiramente dedicado a Deus como uma noiva para seu noivo. Em outras palavras, eles são cônjuges fiéis, seguindo o Cordeiro por onde passa. Uma imagem también agrícola usada para significar o seu valor a Deus como primícias. Além disso, em consideração da rede contextual Aqueles do lado de Deus mostra a sua adesão aos valores designados como os mandamentos de Deus e ao testemunho de fé e Jesus. Que significa tudo isso? O número 144,000 Esse é um número simbólico árbitros para a totalidade do povo de Deus vivo, através de grandes tribulações e enganos do final dos tempos. Eles saem vitoriosos sobre o Desafio do Fim dos Tempos orquestrada pelo antitrinity descrito em Apocalipse 12 e 13, imita o dragão que Deus o Pai, o Anticristo, ea contrafacção Espírito Santo. Ellen White, longe de desencorajar qualquer tentativa de compreender as características e funções dos 144,000, Gabe Após a advertência: "Aqueles a quem o cordeiro se levar pelas fontes de águas vivas, e dos olhos de quem eu enxugará todas as lágrimas, Will Be Aqueles que agora recebem o conhecimento revelado eo entendimento da Bíblia, a Palavra de Deus "4. Além disso, ela afirma: "Nós não somos seres humanos para copiar. Não há ser humano sábio o suficiente para ser o nosso critério. Estamos a olhar para o homem
  • 4. Jesus Cristo, que se completa na perfeição da justiça e santidade. Ele é o autor e consumador da nossa fé. Ele é o padrão do homem. Sua experiência é a medida da experiência que estamos a ganhar. Seu personagem é o nosso modelo. Vamos, então, tirar as perplexidades nossas mentes e as dificuldades desta vida, e corrigi-los nEle, mediante a contemplação de nós que podem ser alteradas à Sua semelhança. Que possamos ver Cristo em bons propósitos. May Safely Nós olhamos para Ele, porque Ele é onisciente. Ao olharmos para ele e pensar Nele, Ele será formado dentro, a esperança da glória "5. Mas a última exortação de contexto é ainda mais significativo: "Vamos com todo o poder pouparemos esforços para que Deus nos deu para estar entre os cento e quarenta e quatro mil" 6. Em essência, a adesão a Escritura como guia infalível em um mundo de ideologias opostas, filosofias e religiões, a emulação de Cristo, ea determinação de ser leal a ele, não importa o custo são as principais características do povo de Deus do fim dos tempos. Elas estão fechadas para uma vida eterna de adoração e comunhão com o Deus de amor, Pai, Filho e Espírito Santo. A 144,000 tem uma ligação orgânica com o resto do capítulo 12. A devoção a Cristo é reminiscente do fato de que eles suportam as características do remanescente em guardar os mandamentos de Deus ea fé de Jesus (Apocalipse 12:17). Eles adoram o Cristo total e completamente. Apocalipse 12:11 Eles superaram o dragão diz: "Por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do seu testemunho." Todo crente tempo do fim, pode ser parte deste número. Quem quer o mesmo Deus que todas as pessoas cheguem ao conhecimento da verdade e sejam salvos (1 Tm. 02:03, 4) Não é caprichosamente Limitar o número do Redentor. Hora de fim-de vedação e salvação estão abertas a todos. ________ * As citações bíblicas neste artigo são da New American Standard Bible, copyright © 1960, 1962, 1963, 1968, 1971, 1972, 1973, 1975, 1977, 1995 pela Fundação Lockman. Usado com permissão. _______________ 1Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, livro 1, p. 174. 2White, The Advent Review eo Sabbath Herald, 13 de julho, 1897. 3White, O Grande Conflito, pp 648, 649. 4White, The Advent Review eo Sabbath Herald, 9 de março de 1905, como citado em SDA Bible Commentary, vol. 7, p. 970. 5Ibid. 6Ibid. _________________ Ganoune Diop, Ph.D., é diretor do Centro para o Estudo das Religiões do Mundo e
  • 5. Filosofias da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo dia. Este artigo foi publicado 22 de outubro de 2009.