SlideShare uma empresa Scribd logo
Automation and Drives




PROFINET
O padrão Ethernet Industrial
para automação
             Marcelo Rodrigues – SIEMENS Ltda.
Automation and Drives

                       Field bus Technology – Time Line
                       Historia da Tecnologia Fieldbus
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                      1950: Analog (4-20 mA)
PROFINET

 Comunicação                                    1969: RS-232-C
  em tempo real
                                                               1979: Point to Point (Modbus)
 Periferia
  distribuída                                                         1986: Hart
 Motion Control                                                             1987: Profibus

 Automação                                                                             2000: Profibus PA
 distribuída

 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                                      A&D AS/PT2/MC, 08/2005   2
Automation and Drives



                          Tendências na automação
Tecnologia
PROFINET                Troca de estruturas de
Requisitos &             controle centralizadas
Tendências               por periferia distribuída
PROFINET

 Comunicação           Aumento do uso de
  em tempo real
                         padrões abertos
 Periferia
  distribuída            da TI na automação
 Motion Control

 Automação
                        Uso de Ethernet em todos
 distribuída             os níveis da automação
 Instalação da rede

 Padrões da TI         TI e automação estão
  & Segurança
                         crescendo juntas
 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology           A&D AS/PT2/MC, 08/2005   3
Automation and Drives


                          Por que usar Ethernet em um ambiente
                          industrial?
Tecnologia             Uma estrutura de rede uniformizada
PROFINET
                                 Continuidade até o chão de fábrica
Requisitos &
Tendências                       Redução de interfaces
                                 Engenharia em qualquer ponto da
PROFINET
                                  planta
 Comunicação
  em tempo real
 Periferia            Uso das vantagens da TI nas
  distribuída          áreas de produção
 Motion Control                 Acesso remoto
 Automação                      Serviços de Web
 distribuída
                                 Updates de Software
 Instalação da rede

 Padrões da TI        Melhorias em relação aos sistemas
  & Segurança
                       hoje existentes
 Safety
                                 Alta performance
 Processo                       Quantidades ilimitadas
                                 Operação simples

                       PROFINET Technology                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   4

Recomendado para você

Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento  estruturado Eia/TiaAula cabeamento  estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia

O documento discute projetos de cabeamento estruturado de acordo com as normas EIA/TIA 568A/568B. Apresenta os componentes de um sistema de cabeamento estruturado, incluindo área de trabalho, entrada do edifício, sala de equipamentos, backbone, armários de telecomunicações e cabeamento horizontal. Também descreve as normas EIA/TIA relevantes e a importância da documentação da rede.

Redes Industriais
Redes IndustriaisRedes Industriais
Redes Industriais

O documento discute as redes industriais, destacando: 1) A necessidade de informatização de todas as etapas do processo produtivo industrial para aumentar a eficiência e reduzir custos; 2) Os principais tipos de equipamentos usados em cada subsistema da automação industrial, como computadores, controladores e dispositivos no chão de fábrica; 3) A importância das redes de comunicação para integrar esses equipamentos e subsistemas, permitindo o monitoramento e gerenciamento do processo de produção.

Aula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieeeAula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieee

O documento descreve a história e objetivos do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), que estabelece padrões importantes para computadores e rede. O IEEE formou-se em 1963 e estabelece padrões como Ethernet através da norma IEEE 802, além de publicar periódicos, organizar conferências e promover pesquisas.

Automation and Drives


                          Requisitos específicos para Ethernet na
                          automação industrial
Tecnologia
PROFINET
                                                                     Alta
Requisitos &
Tendências                                                      disponibilidade

PROFINET

 Comunicação                                      Engenharia em                   Tempos
  em tempo real                                     qualquer local                de reação
                                                      da planta                     curtos
 Periferia
  distribuída
                                                                                             Diagnósticos
 Motion Control                     Instalação                  Automação                     eficientes
                                      industrial                                           da rede e de seus
 Automação                          certificada                  Industrial
 distribuída                                                                                 componentes

 Instalação da rede
                                                     Integração                    Controle
 Padrões da TI                                     de instalações                 de acesso
  & Segurança                                         existentes                  configurável

 Safety
                                                                     Aplicações
 Processo                                                           de Safety
                                                                     aprovadas



                       PROFINET Technology                                                       A&D AS/PT2/MC, 08/2005   5
Automation and Drives



                          PROFINET – a solução!
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências                     PROFINET é um padrão aberto de Ethernet Industrial
PROFINET                       para automação
 Comunicação
  em tempo real
 Periferia                    PROFINET é baseado na Ethernet Industrial
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída
                               PROFINET utiliza TCP/IP e padrões da TI
 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança                  PROFINET é Ethernet em tempo real
 Safety

 Processo                     PROFINET permite a integração com outras redes de
                               campo

                       PROFINET Technology                               A&D AS/PT2/MC, 08/2005   6
Automation and Drives

                       Com PROFINET –
                       Use um barramento para todas as tarefas!
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &           Topologia convencional de automação
Tendências
PROFINET
                                             PG/PC        HMI       PLC
PROFINET
                                                                                      WLAN
 Comunicação
  em tempo real
                        Industrial
 Periferia             Ethernet
  distribuída

 Motion Control
                                      PLC                                           Diagnostics
 Automação
 distribuída
                                                     Field device
 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança                                 Field device                          Web/TCP/IP
 Safety

 Processo
                                                 Field device


                       PROFINET Technology                                A&D AS/PT2/MC, 08/2005   7
Automation and Drives

                       Com PROFINET –
                       Use um barramento para todas as tarefas!
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &           Topologia de automação com PROFINET
Tendências
                                               PG/PC     HMI        PLC
PROFINET
PROFINET
                                                                                               IWLAN
 Comunicação
  em tempo real
                        Industrial
 Periferia             Ethernet
  distribuída

 Motion Control
                                                                                              Diagnostics
 Automação                                               Motion
 distribuída                                              Control   Field device
 Instalação da rede
                                  Drive


                                    
 Padrões da TI
  & Segurança
                                               Access-                                      Web/TCP/IP



                                  
 Safety
                                               Point
 Processo
                                       Field device


                       PROFINET Technology                                         A&D AS/PT2/MC, 08/2005   8

Recomendado para você

Foundation fieldbus
Foundation fieldbusFoundation fieldbus
Foundation fieldbus

Fieldbus is a family of industrial network protocols that allows multiple instruments to communicate over a single cable for distributed real-time control. It uses significantly less wiring than traditional 4-20mA systems. A Fieldbus network consists of a trunk that carries power and digital signals to connect up to 32 field devices. It requires terminators at each end and device couplers. Fieldbus provides benefits like reduced wiring and space in control rooms which lowers capital and operating expenses. It also enables easier commissioning and maintenance.

Introduction to foundation fieldbus
Introduction to foundation fieldbusIntroduction to foundation fieldbus
Introduction to foundation fieldbus

FOUNDATION fieldbus is a digital, two-way communication system used in industrial automation. It has two implementations: H1 operates at 31.25 Kbit/sec over twisted pair wiring to connect to field devices, while HSE operates at 100 Mbit/sec over Ethernet to connect subsystems. FOUNDATION fieldbus offers advantages over traditional analog wiring like supporting multiple devices on one cable pair and transmitting multiple process variables from one instrument. It also enables two-way communication, device diagnostics, and field-level control.

fieldbusintroduction
Hart communication
Hart communicationHart communication
Hart communication

This document provides an overview of HART communications: - HART allows bidirectional digital communication between a master device and smart field devices over existing 4-20 mA wiring. - The HART protocol utilizes frequency-shift keying to superimpose digital signals on the analog 4-20 mA signal. - The HART Communication Foundation (HCF) is an independent organization that supports implementation and operation of the open HART standard.

Automation and Drives



                          PROFINET – Os tópicos
Tecnologia
PROFINET
                                                              Echtzeit-
                                                             Kommuni-
Requisitos &
                                               Security        kation Dezentrale
                                                            Processo
Tendências
                                                                        Feldgeräte
                                                                      Comunicação
                                                Safety                    em tempo real
PROFINET

 Comunicação
  em tempo real                         Safety                                        Motion
 Periferia
                                      Padrões da TI       PROFINET
                                                         PROFINET
                                                                                 Periferia
                                                                                      Control
                                                                                distribuída
  distribuída                         & Segurança
 Motion Control

                                             IT-Standards                      Verteilte
                                                                             Motion
 Automação                                   Instalação
 distribuída
                                               da rede                        Intelligenz
                                                                             Control
 Instalação da rede
                                                              Netzwerk-
                                                             Installation
                                                            Automação
 Padrões da TI                                             distribuída
  & Segurança

 Safety

 Processo


                         PROFINET – o padrão Ethernet industrial abrangente
                       PROFINET Technology                                            A&D AS/PT2/MC, 08/2005   9
Automation and Drives



                          Comunicação em tempo real
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                                           Processo       Comunicação
PROFINET
                                                                          em tempo real
                                               Safety
 Comunicação
  em tempo real
 Periferia
  distribuída                         Padrões da TI                                  Dezentrale
                                                                             Periferia
                                      & Segurança         PROFINET                   Feldgeräte
                                                                            distribuída
 Motion Control

 Automação                                                                                 Dezentrale
 distribuída
                                             Instalação                  Motion             Feldgeräte
 Instalação da rede                           da rede                   Control
 Padrões da TI
  & Segurança                                              Automação
                                                           distribuída
 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                         A&D AS/PT2/MC, 08/2005   10
Automation and Drives



                          PROFINET é Ethernet em tempo real
Tecnologia                       Tempo real (Real Time - RT)
PROFINET
                                         Uso de componentes padronizados
Requisitos &
Tendências                               Mesma classe de performance dos sistemas Fieldbus atuais
                                          (por ex.: PROFIBUS)
PROFINET
                                         Aplicação típica: automação industrial
 Comunicação
  em tempo real
 Periferia
  distribuída                    Tempo real isócrono (Isochronous real-time - IRT)
 Motion Control                         Transmissão de dados isócrona
 Automação                              Tempos de ciclo <1ms com variação (jitter) <1µs
 distribuída
                                         Aplicação típica: motion control
 Instalação da rede

 Padrões da TI
                           Para esta finalidade, PROFINET utiliza:
  & Segurança                            Moderna tecnologia de rede
 Safety                                 Mecanismos de priorização
 Processo                               •Mestre para Ciclo de Rede: é o circuito eleito para ser o responsável por
                                         fornecer o sinal de relógio que vai sincronizar a rede. Desta forma, vários
                       Estas duas modalidades podem ser utilizadas ao mesmo tempo
                                            eventos na rede poderão ser realizados de forma isócrona, ou seja,
                                                             sincronizados por um único relógio



                       PROFINET Technology                                                                       A&D AS/PT2/MC, 08/2005   11
Automation and Drives



                          PROFINET Comunicação em tempo real
Tecnologia
PROFINET               Comunicação padronizada com baixos tempos de reação
Requisitos &
Tendências                       Serviços da TI e de tempo real simultaneamente, em um só cabo

PROFINET                         Comunicação em tempo real escalonável, deste aplicações pouco
                                  críticas em relação ao tempo até aplicações de alta performance
 Comunicação
  em tempo real                  Comunicação TCP/IP ilimitada
 Periferia
  distribuída
                                   Internet
 Motion Control

 Automação                                       Automação industrial        Motion Control
 distribuída

 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety                               100ms                10ms                     <1ms
                             Serviços da TI                                                    TCP/IP
 Processo

                            Dados do processo                                           Tempo real

                       PROFINET Technology                                     A&D AS/PT2/MC, 08/2005   12

Recomendado para você

Hart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Hart - Highway Addressable Remote Transducer ProtocolHart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Hart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol

The HART protocol allows field instruments to communicate digitally by superimposing an FSK signal on top of the traditional 4-20mA analog signal. It operates at 1.2kbps using 1,200Hz and 2,200Hz frequencies to represent binary 1s and 0s. HART can be used in point-to-point or multidrop modes and supports both master-slave and burst communication modes. The physical layer defines cable and connector specifications while higher layers ensure reliable data transfer and define supported commands. HART is globally accepted as it preserves existing control strategies and infrastructure.

Profibus
ProfibusProfibus
Profibus

Basic Concepts of Profibus networks Difference Between Profibus DP and Profibus PA Different Network Configurations and Technical Specifications

profibusindustrial automation
Profibus
ProfibusProfibus
Profibus

This document provides an example of using a Siemens S300 PLC with PROFIBUS communication to two slave devices, a WAGO unit with 4 digital outputs and a WINblock unit with 8 digital inputs. It describes configuring the PROFIBUS stations and addresses in Step7 software and ladder logic programming in the PLC to interface with the I/O on the slave devices over PROFIBUS.

siemenss300step7
Automation and Drives



                       Performance para Motion Control com IRT
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
                        Performance values for Motion Control applications with PROFINET and IRT
Tendências
PROFINET
                         Cycle time                                                    1 ms                    500 ms                 250 ms
PROFINET
  Real-Time
 Comunicação            Number of nodes*)                                              272                       128                    56
   communication
  em tempo real
 Periferia              Jitter                                                       <1 ms                     <1 ms                  <1 ms
  distribuída
                         Reserved for open
 Motion Control
                         communication                                                 50%                       50%                    50%
 Automação              with standard IT protocols
 distribuída            *) Number of devices each with 40 bytes input data and 40 bytes output data on a controller with 4 ports
                        The limits of a specified controller regarding I/O area, cycle time and number of nodes must be considered
 Instalação da rede
                       Reserve capacity is an advantage, e.g. for
 Padrões da TI
  & Segurança           dynamic transfer                    of cam discs
 Safety                Parallel        and unrestricted IT communication...
 Processo
                         Reserve PROFINET capacity is benchmark –
                         and more than sufficient for the foreseeable future.
                       PROFINET Technology                                                                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   13
Automation and Drives



                          Periferia distribuída
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                                           Processo
PROFINET
                                                                         Comunicação
                                                Safety
 Comunicação                                                            em tempo real
  em tempo real
 Periferia
  distribuída                         Padrões da TI                                          Periferia
                                      & Segurança         PROFINET                          distribuída
 Motion Control

 Automação
 distribuída
                                             Instalação                     Motion
 Instalação da rede                           da rede                      Control
 Padrões da TI
  & Segurança                                              Automação
                                                           distribuída
 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                            A&D AS/PT2/MC, 08/2005   14
Automation and Drives



                           Expansão do espectro de produtos
Tecnologia
PROFINET
                                                    ET200 com conexão Ethernet
Requisitos &
Tendências                                           e comunicação PROFINET
PROFINET
                                                    Uso dos módulos de E/S existentes
 Comunicação
  em tempo real                                      sem modificações
 Periferia
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída              Configuração dos
 Instalação da rede       dispositivos
 Padrões da TI
                           feita do modo usual                PROFIBUS
  & Segurança

 Safety
                          Programação do CLP
                           com comandos conhecidos
 Processo
                         Uso flexível de periferia distribuída em PROFIBUS
                         e Ethernet Industrial
                       PROFINET Technology                               A&D AS/PT2/MC, 08/2005   15
Automation and Drives



                          Classes de dispositivos PROFINET
Tecnologia
PROFINET                    Controlador de E/S:
                                 Troca de sinais de E/S com os dispositivos no campo
Requisitos &
Tendências                       Acesso aos sinais de E/S via imagem do processo

PROFINET                    Dispositivo de E/S:
 Comunicação                      O dispositivo de campo alocado ao controlador de E/S
  em tempo real
                            Supervisor de E/S:
 Periferia
  distribuída                      Estação de IHM e diagnóstico

 Motion Control

 Automação                   Configuração                  PLC                              PG/PC
 distribuída                                                 Controlador de E/S               Supervisor
                              Dados do processo
 Instalação da rede          Diagnose
 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety
                                                                                   Parametrização
 Processo                                                                         Diagnose
                        Dispositivo de campo                                       Status/Controle
                        Dispositivo de E/S

                       PROFINET Technology                                          A&D AS/PT2/MC, 08/2005   16

Recomendado para você

DCS Or PLC
DCS Or PLCDCS Or PLC
DCS Or PLC

This document discusses the differences between programmable logic controllers (PLCs) and distributed control systems (DCSs) in order to help determine which type of system is best suited for different applications. It outlines seven key questions to consider regarding the manufacturing process, product value, system requirements, operator needs, engineering expectations, and whether the application is hybrid in nature. PLCs are generally better for discrete and simple batch control, while DCSs are more suitable for complex batch processes and facilities that require flexibility and recipe management where system availability is critical. A hybrid system may be needed if an application requires both fast logic control and regulatory analog loop control.

education
DCS Introduction
DCS IntroductionDCS Introduction
DCS Introduction

In this session you will learn: DCS Introduction PLC SCADA General architecture of DCS Process or application Scan time Input and Output requirement Redundancy RTU and LCU PLC vs DCS For more information, visit: https://www.mindsmapped.com/courses/industrial-automation/complete-training-on-industrial-automation-for-beginners/

industrial automation trainingia trainingcs training
Hart communication protocol
Hart communication protocolHart communication protocol
Hart communication protocol

The document discusses the HART Communication Protocol, which allows for sending and receiving digital information across analog wires between field devices and control systems. Some key points: - HART uses Frequency Shift Keying to superimpose digital signals on top of the standard 4-20 mA analog signal, allowing bidirectional communication without disrupting the existing infrastructure. - It provides digital access to configuration, diagnostics, and additional process variables from field instruments. - HART networks can operate in point-to-point or multidrop mode with up to 15 devices connected via a single pair of wires. - Standard HART commands are used to communicate with devices from any manufacturer.

Automation and Drives



                          Configuração em STEP7
Tecnologia
PROFINET               A mesma tela de configuração para PROFIBUS e PROFINET
Requisitos &
Tendências

PROFINET                              STEP7 / HW-Config

 Comunicação
  em tempo real                                                         GSDML
 Periferia
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída

 Instalação da rede
                                                               GSD + XML = GSDML
 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo
                         Início rápido na PROFINET através do uso do
                         conhecimento já existente do usuário
                       PROFINET Technology                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   17
Automation and Drives



                            Informação estruturada de diagnóstico
Tecnologia             Diagnóstico do dispositivo                               Diagnósticos Open
PROFINET               PROFINET                                                 Network
                                  Em três níveis:
Requisitos &
Tendências
                                                                                             SNMP
                                                  dispositivo
PROFINET                                          slot
                                                                                             Web
 Comunicação                                     canal
  em tempo real
                                  Para componentes de
 Periferia                        rede:
  distribuída
                                                  endereço
 Motion Control
                                                  localização do erro
 Automação
 distribuída
                       Nível 1: erro no dispositivo                Módulo 1   Módulo 2                  Nível 2: erro no módulo
 Instalação da rede   (por ex.: ilha de válvulas 2)                                                    (por ex.: entrada analógica 3)
                                                                   Canal 0    Canal 0        Canal 0
 Padrões da TI
  & Segurança
                                                                   Canal 1    Canal 1        Canal 1

 Safety                                                           Canal 2    Canal 2        Canal 2

 Processo                                                            ...        ...            ...
                                                                              Canal
                       Diagnósticos Open Network                  Canal n+x
                                                                              n+x            Nível 3: erro no canal
                       Endereço IP,                                                          (por ex.: fio quebrado no canal 2)
                       Localização, Estatísticas

                        PROFINET Technology                                                            A&D AS/PT2/MC, 08/2005     18
Automation and Drives


                          PROFINET- diagnose de dispositivos em
                          STEP7
Tecnologia
PROFINET
                       A mesma tela de diagnósticos para PROFIBUS e PROFINET
                                                Diagnose geral
Requisitos &
Tendências

PROFINET

 Comunicação
  em tempo real                                                             Diagnose
 Periferia                                                                 detalhada
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída

 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo
                         Localização e remoção eficiente do erro com
                         ajuda de diagnósticos integrados ao sistema
                       PROFINET Technology                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   19
Automation and Drives



                          Integração do PROFIBUS na PROFINET
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências

PROFINET

 Comunicação                                                             Proxy
  em tempo real
 Periferia
  distribuída

 Motion Control
                       Comunicação transparente entre
 Automação
 distribuída
                       Ethernet e PROFIBUS
 Instalação da rede
                                 Proxy representa os dispositivos
                                  PROFIBUS na rede Ethernet
 Padrões da TI
  & Segurança                    Proxy é um dispositivo PROFINET na
 Safety                          rede Ethernet e DP-Master na rede PROFIBUS

 Processo               Abertura através da integração das redes de campo existentes
                         Proteção do investimento para fornecedores de dispositivos e
                         clientes finais
                       PROFINET Technology                                 A&D AS/PT2/MC, 08/2005   20

Recomendado para você

Redes industriais introducao
Redes industriais introducaoRedes industriais introducao
Redes industriais introducao

1) O documento introduz os conceitos de redes industriais, a pirâmide da automação e as especificações e aplicações da rede AS-i. 2) Em seguida, descreve as características, benefícios, topologias e aplicações da rede DeviceNet. 3) Por fim, apresenta detalhes sobre as redes Profibus DP e PA, incluindo especificações, elementos, aplicações e blocos de função.

Basic of MODBUS Communication/Protocol
Basic of MODBUS Communication/ProtocolBasic of MODBUS Communication/Protocol
Basic of MODBUS Communication/Protocol

Shivam Singh is a project engineer who provides his contact information. The document discusses MODBUS, an application layer messaging protocol that provides client/server communication between devices. MODBUS can operate over serial lines or TCP/IP networks and uses function codes to specify request and response transactions. It describes the MODBUS protocol data unit structure, addressing model, and typical network architecture with MODBUS clients, servers, and gateways connecting different device types and networks.

protocolmodbusautomation networking
95579522 control-net
95579522 control-net95579522 control-net
95579522 control-net

O documento discute a rede ControlNet, uma rede industrial aberta que permite a transmissão rápida de dados críticos em termos de tempo através de um único link físico. A ControlNet fornece comunicação em alta velocidade entre controladores, dispositivos de E/O, inversores, interfaces operacionais e outros dispositivos. Ela foi projetada para automatizar fábricas de maneira determinística e repetível.

Automation and Drives



                          Automação distribuída
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                                           Processo
PROFINET
                                                Safety                Comunicação
 Comunicação                                                         em tempo real
  em tempo real
 Periferia
  distribuída                         Padrões da TI                          Periferia
                                      & Segurança         PROFINET          distribuída
 Motion Control

 Automação
 distribuída
                                             Instalação                   Motion
 Instalação da rede                           da rede                    Control
 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo                                                 Automação
                                                           distribuída


                       PROFINET Technology                                          A&D AS/PT2/MC, 08/2005   21
Automation and Drives


                          O que é
                          Automação Baseada em Componentes ?
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
                             Modularização simples
Tendências                    de fábricas e linhas de produção
                                                                                                                                 Coordenador da planta
PROFINET
                              utilizando inteligência distribuída                                                           ON BOOL              BOOL STARTING
                                                                                                                            START BOOL              BOOL READY
                                                                                                                            STOP BOOL            BOOL RUNNING
 Comunicação
  em tempo real
                             Comunicação entre dispositivos                                                                                        BOLD HELD

                                                                                                                                                    UI1 Lifestate


 Periferia                   ao longo da linha de produção
  distribuída

 Motion Control             Configuração gráfica
                              da comunicação entre os módulos
 Automação
 distribuída                  tecnológicos
 Instalação da rede

 Padrões da TI                            Máquina 1                     Máquina 2                     Máquina 3                                 Máquina 4

  & Segurança                         ON
                                      START
                                                       STARTING
                                                         READY
                                                                    ON
                                                                    START
                                                                                     STARTING
                                                                                       READY
                                                                                                  ON
                                                                                                  START
                                                                                                                   STARTING
                                                                                                                     READY
                                                                                                                                            ON
                                                                                                                                            START
                                                                                                                                                             STARTING
                                                                                                                                                               READY
                                      STOP             RUNNING      STOP             RUNNING      STOP             RUNNING                  STOP             RUNNING
                                                          HELD                          HELD                          HELD                                      HELD
                                                        Lifestate                     Lifestate                     Lifestate                                 Lifestate

 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                                                              A&D AS/PT2/MC, 08/2005               22
Automation and Drives

                       Com Automação Baseada em Componentes:
                       configurar ao invés de programar, com iMap
Tecnologia
PROFINET
                               Máquina 1
Requisitos &              START BOOL         BOOL STARTING
Tendências                STOP BOOL            BOOL READY               Máquina 3
                          Cnt_IN BOOL        BOOL RUNNING           START BOOL    BOOL STARTING
PROFINET
                                                I4 Cnt_OUT          STOP BOOL       BOOL READY
 Comunicação                                  UI1 Lifestate        Cnt_IN BOOL   BOOL RUNNING
  em tempo real                                                                       I4 Cnt_OUT
 Periferia                                                                          UI1 Lifestate
  distribuída

 Motion Control               Máquina 2

 Automação
                          START BOOL
                          STOP BOOL
                                             BOOL STARTING
                                               BOOL READY
                                                               PROFINET padroniza
 distribuída
                          Cnt_IN BOOL        BOOL RUNNING
                                                                   A descrição dos módulos
 Instalação da rede                            I4 Cnt_OUT
                                               UI1 Lifestate
                                                                    tecnológicos
 Padrões da TI
  & Segurança                                                      Comunicação implícita entre
 Safety                                                            os módulos

 Processo

                         Configuração gráfica dos links de comunicação

                       PROFINET Technology                                          A&D AS/PT2/MC, 08/2005   23
Automation and Drives



                          Instalação da rede
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                                        Processo
PROFINET
                                              Safety               Comunicação
 Comunicação
  em tempo real                                                    em tempo real
 Periferia
  distribuída                         Padrões da TI                       Periferia
                                      & Segurança      PROFINET          distribuída
 Motion Control

 Automação
 distribuída
                                                                       Motion
 Instalação da rede
                                                                       Control
 Padrões da TI                     Instalação
  & Segurança                         da rede           Automação
 Safety                                                distribuída

 Processo




                       PROFINET Technology                                       A&D AS/PT2/MC, 08/2005   24

Recomendado para você

Industrial communication protocol
Industrial communication protocolIndustrial communication protocol
Industrial communication protocol

The document discusses industrial communication infrastructure and protocols. It covers: - Reliable infrastructure is critical for optimal network performance in industrial plants. - Many industrial plants have transitioned to Ethernet networks to increase reliability and lower costs. - Components must be rugged to withstand harsh industrial environments, including cables, switches, wireless systems and more. - Serial communication standards like RS-232, RS-422, RS-485 and protocols like Modbus are commonly used for industrial automation. These define electrical characteristics, cabling, and connectivity to enable reliable communication. - TCP/IP model layers include application, transport, internet and network access layers to transfer data between devices using standards like Ethernet IP, Pro

industrial communication protocolrs232rs422
Industrial Networking - Profibus
Industrial Networking - ProfibusIndustrial Networking - Profibus
Industrial Networking - Profibus

This document provides an overview of PROFIBUS basics, including: - PROFIBUS allows for high-speed data exchange between active stations like PLCs and passive stations like field devices using the same cable and components. - It supports functions like parameterization, I/O configuration, data exchange, and diagnostics between a master and slave devices in a cyclic manner. - The configuration tool allows users to select parameters and I/O for devices with electronic data sheets to enable plug-and-play functionality.

networkingmotor controllerscada
Cadera
Cadera Cadera
Cadera

El documento describe la anatomía de la cadera. La cadera está conformada por el fémur y la pelvis, que incluye el ilion, isquion y pubis. Se describen los músculos flexores, extensores, abductores y aductores de la cadera, así como los músculos rotadores internos y externos, indicando su origen, inserción, acción e inervación. Finalmente, se citan tres referencias bibliográficas sobre anatomía y biomecánica del aparato locomotor.

anatomiadanza
Automation and Drives



                          Infraestrutura de rede para PROFINET
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &           PROFINET utiliza o padrão Switched Ethernet, 100 Mbit/s
Tendências

PROFINET
                       PROFINET utiliza componentes Ethernet Industrial baseados
 Comunicação           nas já bem conhecidas normas IEEE
  em tempo real
 Periferia
  distribuída          Os componentes Ethernet Industrial superam e ampliam os
 Motion Control        padrões existentes com características especiais, para poder
 Automação
                        atender as crescentes exigências da comunicação industrial
 distribuída

 Instalação da rede   Desde 1985, a Siemens e muitos outros usuários tem
 Padrões da TI
                        dependido da rede Ethernet para a comunicação de dados
  & Segurança           na indústria
 Safety

 Processo
                         Graças a rede PROFINET, a Ethernet Industrial está
                         chegando até mesmo ao nível de chão de fábrica!
                       PROFINET Technology                         A&D AS/PT2/MC, 08/2005   25
Automation and Drives



                          Guia de instalação PROFINET
Tecnologia
PROFINET               O “Guia de instalação PROFINET“ complementa as normas
Requisitos &
                       de cabeamento estruturado predial para poder atender as
Tendências             exigências do setor industrial
PROFINET
                       Operadores de rede:
 Comunicação
  em tempo real                 Regras simples para a instalação




                                                                    PROFINET
 Periferia                      da rede
  distribuída

 Motion Control                Não é exigido conhecimento
                                 especializado de rede para a
 Automação                      instalação da PROFINET
 distribuída

 Instalação da rede   Fabricantes de dispositivos :
 Padrões da TI
  & Segurança                   Definição de informações
                                 precisas para o desenvolvimento
 Safety
                                 de dispositivos
 Processo
                                Características mecânicas e
                                 elétricas das interfaces

                       PROFINET Technology                                 A&D AS/PT2/MC, 08/2005   26
Automation and Drives



                          Ethernet Industrial - topologias
Tecnologia              Todas     as topologias podem ser utilizadas
PROFINET                      A estrutura em anel garante alta disponibilidade
Requisitos &                  A estrutura em linha minimiza os custos de cabeamento
Tendências

PROFINET

 Comunicação                Anel
  em tempo real
 Periferia                                       Linha
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída

 Instalação da rede

 Padrões da TI
                                                 Árvore
  & Segurança

 Safety                                                         Estrela
 Processo
                        Nutzen:             Estruturas otimizadas de rede para
                                         redução de custos em todas as aplicações
                       PROFINET Technology                                 A&D AS/PT2/MC, 08/2005   27
Automation and Drives



                          Sistema de transmissão e de conexão
Tecnologia
PROFINET               Tecnologia de transmissão baseada em fios de cobre
                       conforme norma 8802-3
Requisitos &
Tendências             Cabos
                             Par trançado, conforme norma IEC 11801/61156
PROFINET
                             Versão híbrida (dados + energia)
 Comunicação
  em tempo real
                       Conector IP20
                             Padrão RJ45 para ambiente de escritório
 Periferia
  distribuída                Pode ser montado no campo
 Motion Control       Conector IP65
                               Projeto compatível com o mundo IP20
 Automação                    Versão híbrida (dados + energia)
 distribuída
                               Conector redondo M12 (4-pinos)
 Instalação da rede           Pode ser montado no campo
 Padrões da TI
  & Segurança          Tecnologia de transmissão baseada em fibra óptica
 Safety
                       conforme norma 8802-3
                             Cabos de fibra óptica de vidro
 Processo                    conforme normas IEC 60793, 60794,
                             Fibra óptica de plástico está sob avaliação
                             Conectores de encaixe e baioneta

                       PROFINET Technology                                  A&D AS/PT2/MC, 08/2005   28

Recomendado para você

Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla SixtinaMiguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina

El documento resume la decoración pictórica de la bóveda de la Capilla Sixtina realizada por Miguel Ángel entre 1508 y 1512. Describe las escenas centrales de la Creación, el Pecado Original y el Diluvio Universal, así como las figuras de profetas, sibilas y ancestros de Cristo que anuncian la llegada del Mesías. Finalmente, explica brevemente los trabajos de restauración realizados posteriormente en el fresco, señalando zonas reparadas y dañadas.

miguel angelcapilla sixtinavaticano
State of Drupal keynote, DrupalCon Austin
State of Drupal keynote, DrupalCon AustinState of Drupal keynote, DrupalCon Austin
State of Drupal keynote, DrupalCon Austin

Talk about the future of the web and how Drupal fits in. A video recording is available at https://www.youtube.com/watch?v=gnERPdAiuSo.

drupalfuturedrupalcon
Los e.portafolios como centro de una línea tic
Los e.portafolios como centro de una línea tic Los e.portafolios como centro de una línea tic
Los e.portafolios como centro de una línea tic

Este documento presenta información sobre el uso de portafolios electrónicos (e-portafolios) en educación. Brevemente resume: 1) Los e-portafolios pueden usarse para organizar el aprendizaje de los estudiantes, expresar sus competencias y habilidades, y promover la reflexión y autoevaluación. 2) Se describen los componentes típicos de un e-portafolio como contenidos académicos y personales, autoevaluaciones, y evidencia del progreso del estudiante. 3) Los e

tice.portafolios
Automation and Drives



                          Componentes de rede ativos
Tecnologia
PROFINET
                                              Ampla linha de switch„s Ethernet
Requisitos &
Tendências                                     Industrial (tipo de mídia, tipo de
                                               proteção, funcionalidade)
PROFINET

 Comunicação                                 Configuração e diagnose simples com
  em tempo real                                STEP 7
 Periferia
  distribuída
                                              Funções abrangentes de diagnose
 Motion Control                               via PROFINET, SNMP, Web
 Automação
 distribuída                                  Suporte otimizado para os serviços
                                               PROFINET em tempo real RT e IRT
 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo
                         Sistema PROFINET: uma solução integrada, inclusive
                         na infraestrutura de rede
                       PROFINET Technology                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   29
Automation and Drives


                          Configurando e diagnosticando switch‘s
                          em STEP 7
Tecnologia             A mesma tela de configuração e diagnóstico dos dispositivos
PROFINET
                       de campo
                                                              Configuração da Porta
Requisitos &
Tendências

PROFINET

 Comunicação
  em tempo real
                                                                    Diagnóstico
 Periferia
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída

 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo

                         Configuração simples dos switch„s SCALANCE X com STEP 7

                       PROFINET Technology                        A&D AS/PT2/MC, 08/2005   30
Automation and Drives


                          Novas aplicações PROFINET com
                          LAN Industrial sem fio
Tecnologia
PROFINET
                       Comunicação Wireless: mobilidade para novas aplicações
                                Sistemas de veículos guiados automaticamente (AGV„s)
Requisitos &
Tendências                      Transportadores aéreos
PROFINET                        Locais de instalação inacessíveis
 Comunicação
                                Conexão entre prédios e ruas
  em tempo real                 Terminais móveis
 Periferia
  distribuída

 Motion Control
                       Características adicionais
                       para a indústria
 Automação
 distribuída
                                Redundante
 Instalação da rede            Determinística
 Padrões da TI                 Robusta
  & Segurança
                                Norma Wireless
 Safety
                                 IEEE 802.11a/b & g                SCALANCE W

 Processo
                                                                 SCALANCE W
                         Tão segura e confiável quanto as redes com fios!

                       PROFINET Technology                              A&D AS/PT2/MC, 08/2005   31
Automation and Drives



                          Confiabilidade IWLAN
Tecnologia             Redundância
PROFINET
                        Graças ao uso de “Access Points” com
Requisitos &            duas placas de rádio:
Tendências               2.4GHz e 5 GHz
PROFINET
                       IWLAN em tempo real
 Comunicação
  em tempo real         A alocação de dados SCALANCE W                               Access Point
 Periferia              permite tempos de ciclo < 15 ms.
  distribuída

 Motion Control
                       Roaming rápido
 Automação
                       Para aplicação em em transportadores         Cliente
 distribuída            aéreos como alternativa aos trilhos     Ethernet Industrial
                        condutores
 Instalação da rede

 Padrões da TI
  & Segurança

 Safety

 Processo
                        Novas possibilidades graças a PROFINET e IWLAN!

                       PROFINET Technology                               A&D AS/PT2/MC, 08/2005   32

Recomendado para você

Capital
CapitalCapital
Capital

El documento explica cómo el dinero se convierte en capital a través del proceso de circulación D-M-D, en el que el dinero se utiliza para comprar mercancías con el fin de venderlas y obtener más dinero del que se invirtió originalmente. Esto genera plusvalía, que es la diferencia entre el dinero invertido y el obtenido, la cual es apropiada por el capitalista. El documento analiza las diferencias entre la circulación de mercancías a través de D-M-D y M-D-M, y cómo solo la primera convierte al dinero en capital al someterlo

Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1

Este documento describe las propiedades fundamentales de la materia: masa, volumen y densidad. Explica que la masa es la cantidad de materia de un objeto y se mide en gramos o kilogramos, mientras que el volumen es la cantidad de espacio que ocupa un objeto y se mide en mililitros o litros. También define la densidad como la relación entre la masa y el volumen de un objeto.

Programa histología 2014
Programa histología 2014Programa histología 2014
Programa histología 2014

Este es el programa de la Unidad Didáctica de Histología y Embriología, Facultad de Ciencias Médicas, USAC.

Automation and Drives



                          Padrões da TI & Segurança
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                                           Processo
PROFINET
                                               Safety                    Comunicação
 Comunicação                                                            em tempo real
  em tempo real
 Periferia
  distribuída
                          Padrões da TI                                         Periferia
                          & Segurança
                                                          PROFINET             distribuída
 Motion Control

 Automação
 distribuída
                                             Instalação                      Motion
 Instalação da rede                           da rede                       Control
 Padrões da TI
  & Segurança                                              Automação
                                                           distribuída
 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   33
Automation and Drives



                            Integração na Web para diagnose e service
Tecnologia
PROFINET               Acesso à informação do mundo da automação
Requisitos &                   Independente de qualquer ferramenta de engenharia
Tendências
                               Possível com qualquer navegador
PROFINET
                                 Independente da localização
 Comunicação
  em tempo real
 Periferia
  distribuída




                                                      @
 Motion Control
                           Diagnóstico remoto
 Automação
 distribuída               Dúvidas freqüentes
 Instalação da rede
                            (FAQs)
 Padrões da TI            Download de
  & Segurança               documentação
 Safety                   Otimização do
                            processo
 Processo
                           Updates de Software

                       PROFINET Technology                           A&D AS/PT2/MC, 08/2005   34
Automation and Drives



                          Segurança, dentro e fora da planta
Tecnologia             Segurança contra
PROFINET
                               Alocação errada de
Requisitos &
Tendências
                                endereços                                          Segurança
                               Acesso não autorizado
PROFINET
                               Espionagem
 Comunicação
  em tempo real                Manipulação
 Periferia
  distribuída
                       A solução de segurança é
 Motion Control
                       escalonável e é livre de
 Automação            repercussões
 distribuída

 Instalação da rede   Não é necessário conhecimento
 Padrões da TI
                       especializado
  & Segurança
                       Padrões de segurança eficazes e
 Safety
                       certificados
 Processo
                         Segurança da planta, contra erros de operação, manipulação
                         e espionagem, baseada em padrões de segurança
                       PROFINET Technology                         A&D AS/PT2/MC, 08/2005   35
Automation and Drives



                          Segurança da rede, graças ao SCALANCE S
Tecnologia
PROFINET
                       O módulo de segurança tem 2 portas
                                Uma porta "verde"
Requisitos &                                                    Porta não protegida
Tendências                         Para conexão do
                                                                (para conexão de LAN ou
PROFINET
                                    dispositivo ou segmento     WAN não protegida)
                                    de rede a ser assegurado
 Comunicação
  em tempo real                    Para autenticação pelo
 Periferia                         módulo de segurança
  distribuída

 Motion Control                Uma porta "vermelha"                       Porta segura
 Automação                        Para conexão da rede                    (para conexão de
 distribuída                                                                LAN protegida)
                                    "não protegida"
 Instalação da rede
                                   Túneis VPN para os outros
 Padrões da TI                     módulos de segurança
  & Segurança

 Safety                                                        LED„s de diagnóstico
 Processo
                           Solução integrada de sistema para a segurança industrial

                       PROFINET Technology                              A&D AS/PT2/MC, 08/2005   36

Recomendado para você

Cirugia preprotesica
Cirugia preprotesicaCirugia preprotesica
Cirugia preprotesica

El documento describe diferentes técnicas quirúrgicas de cirugía preprotésica utilizadas para preparar los tejidos duros y blandos antes de la colocación de prótesis dentales. Estas técnicas incluyen vestibuloplastias para aumentar la profundidad del surco vestibular, injertos de piel o mucosa para reconstruir áreas, y onlays de aumento del reborde alveolar mediante injertos óseos para pacientes con atrofia severa. El objetivo es obtener una relación anatóm

3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.

1. O documento discute estratégias de vendas eficazes, enfatizando a importância de se preparar, ajudar o cliente, e definir metas claras. 2. Também ressalta princípios como questionar padrões, não culpar outros, respeitar todas as ideias, e tomar ações com donos e prazos definidos. 3. Fornece conselhos para vendedores, como falar com clientes potenciais, fazer perguntas para entendê-los, e medir o sucesso pela satisfação do cliente.

Tutotial - Linha Liz
Tutotial - Linha LizTutotial - Linha Liz
Tutotial - Linha Liz

O documento apresenta a linha de produtos Liz Mulher da empresa, incluindo três novas versões de fragrâncias e as formulações e benefícios dos produtos. A linha inclui sabonetes íntimos, cremes e óleos corporais para higiene, conforto e bem-estar. O documento também fornece dicas de vendas e indicações dos produtos.

Automation and Drives



                          Safety (Segurança)
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências
                                             Safety          Processo
PROFINET
                                                                           Comunicação
 Comunicação                                                              em tempo real
  em tempo real
 Periferia
  distribuída                                                                     Periferia
                                      Padrões da TI         PROFINET             distribuída
 Motion Control                      & Segurança
 Automação
 distribuída
                                               Instalação                     Motion
 Instalação da rede                             da rede                      Control
 Padrões da TI
  & Segurança                                                Automação
                                                             distribuída
 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                              A&D AS/PT2/MC, 08/2005   37
Automation and Drives



                          Processo
Tecnologia
PROFINET
                                                           Processo
Requisitos &
Tendências

PROFINET
                                               Safety                    Comunicação
 Comunicação                                                            em tempo real
  em tempo real
 Periferia
  distribuída                                                                   Periferia
                                      Padrões da TI       PROFINET             distribuída
 Motion Control                      & Segurança
 Automação
 distribuída
                                             Instalação                      Motion
 Instalação da rede                           da rede                       Control
 Padrões da TI
  & Segurança                                              Automação
                                                           distribuída
 Safety

 Processo




                       PROFINET Technology                                             A&D AS/PT2/MC, 08/2005   38
Automation and Drives



                          PROFINET na indústria de processo
Tecnologia
PROFINET

Requisitos &
Tendências

PROFINET

 Comunicação
  em tempo real                                                                Proxy
 Periferia
  distribuída

 Motion Control

 Automação
 distribuída               PROFIBUS oferece uma solução atual para
 Instalação da rede        a indústria de processo
 Padrões da TI          Integração total entre redes PROFIBUS e PROFINET
  & Segurança
                         As exigências da indústria de processo são atendidas pelo
 Safety                  padrão PROFINET
 Processo

                         PROFINET - o padrão para todas as aplicações em automação

                       PROFINET Technology                            A&D AS/PT2/MC, 08/2005   39
Automation and Drives



                          Resumo
Tecnologia
PROFINET               PROFINET – O padrão Ethernet Industrial para automação

Requisitos &                    Dados        E/S     Motion        Safety            Processo
Tendências

PROFINET
                          PROFINET é a solução para todas as exigências da
 Comunicação
  em tempo real            indústria
 Periferia
  distribuída

 Motion Control
                          Um único fornecedor para nosso clientes
                                 PROFIBUS  – líder mundial em rede Fieldbus
 Automação
 distribuída                     PROFINET- o padrão inovador e abrangente de rede
 Instalação da rede              Ethernet Industrial
 Padrões da TI
  & Segurança             A estratégia da Siemens A&D com a rede PROFINET
 Safety                   é criar a tendência de usar Ethernet em todos os níveis
 Processo                 da automação industrial


                       PROFINET Technology                              A&D AS/PT2/MC, 08/2005   40

Recomendado para você

BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADOBLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO

Boulevard Monde Catálogo Atualizado 479-9111-7419 Boulevard Monde – A Empresa com Plano de Marketing que Você Sempre Sonhou. Blv Monde – Oportunidade de Negócio – Cadastro – Binário Inteligente. Conheça a Boulevard Monde, uma empresa que está oferecendo a possibilidade de você mudar de vida. Plano de Marketing simplesmente fantástico. Boulevard Monde - Cadastre-se AGORA e Fique Por Dentro do Grande Cadastre-se AGORA na Boulevard e Fique Por Dentro do Grande Plano de Negócios que você vai querer participar, veja os motivos e vantagens de você fazer parte dessa empresa. LINK DE CADASTRO: https://cadastro.boulevardmonde.com.br/top BOULEVARD MONDE – NOVA APRESENTAÇÃO SET/2015 https://www.youtube.com/watch?v=ewI8IfZKKXA A Boulevard Monde busca Empreendedores, Líderes, Consultores, distribuidores, Vendedores , Parceiros, clientes e pessoas de todo Brasil, que aproveitar uma oportunidade maravilhosa A Boulevard Monde pertence a um Grupo Suíço representado pelo empresário Ronaldo Garcia que comprou uma das maiores e mais conceituadas indústrias de perfumes, cosméticos e nutrição , uma mega empresa que opera há mais de 14 anos no sistema de vendas diretas e marketing de rede (MLM) associada à ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas), a ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) e ao FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Conheça a Revolução no sistema de Marketing Multinível no Brasil e saia na frente. A Mudança já Começou PARTICIPE AGORA! Boulevard Monde | Oportunidade de Negócio | Cadastro FAÇA SEU CADASTRO AGORA MESMO: https://http://cadastro.boulevardmonde.com.br/top WHATSAPP 4796176607 Facebook; https://www.facebook.com/BoulevardMonde9 FANPAGE: https://www.facebook.com/Boulevard-Monde-Brasil-569628533223538/ BOULEVAR MONDE https://boulevardmondebrasil.wordpress.com

revendedorcadastrocatalogo
GS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm Verwaltung
GS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm VerwaltungGS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm Verwaltung
GS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm Verwaltung
egovernmentcloud computingmapping
Hotel Rügen Arrangements 2013
Hotel Rügen Arrangements 2013Hotel Rügen Arrangements 2013
Hotel Rügen Arrangements 2013

Hotel Rügen Arrangements 2013

2013reisehotel
PROFINET
A solução para um sistema
inovador e abrangente
                        Filme
OBRIGADO....!!!!!
Marcelo do N. Rodrigues
SIEMENS LTDA
A&C - Automation and Control
Regional Curitiba
Skype: mnrodrigues34
E-mail: marcelo.nascimento@siemens.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fieldbus wiring guide
Fieldbus wiring guideFieldbus wiring guide
Fieldbus wiring guide
Mohamed A Hakim
 
Foundation Fieldbus.ppt
Foundation Fieldbus.pptFoundation Fieldbus.ppt
Foundation Fieldbus.ppt
Rogerio Dias Gimenes
 
Communication Protocols
Communication ProtocolsCommunication Protocols
Communication Protocols
PranavAutomation
 
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento  estruturado Eia/TiaAula cabeamento  estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Osimar Almeida
 
Redes Industriais
Redes IndustriaisRedes Industriais
Redes Industriais
Henrique Dória
 
Aula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieeeAula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieee
Tiago Tda
 
Foundation fieldbus
Foundation fieldbusFoundation fieldbus
Foundation fieldbus
sharadonlinemails
 
Introduction to foundation fieldbus
Introduction to foundation fieldbusIntroduction to foundation fieldbus
Introduction to foundation fieldbus
Mohamed A Hakim
 
Hart communication
Hart communicationHart communication
Hart communication
Sumit Sharma
 
Hart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Hart - Highway Addressable Remote Transducer ProtocolHart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Hart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Vasanthan Ravichandran
 
Profibus
ProfibusProfibus
Profibus
prashob7
 
Profibus
ProfibusProfibus
Profibus
plc_course
 
DCS Or PLC
DCS Or PLCDCS Or PLC
DCS Or PLC
guest07abe9
 
DCS Introduction
DCS IntroductionDCS Introduction
DCS Introduction
PranavAutomation
 
Hart communication protocol
Hart communication protocolHart communication protocol
Hart communication protocol
Nishtha Shreya
 
Redes industriais introducao
Redes industriais introducaoRedes industriais introducao
Redes industriais introducao
MarcioRodrigues173060
 
Basic of MODBUS Communication/Protocol
Basic of MODBUS Communication/ProtocolBasic of MODBUS Communication/Protocol
Basic of MODBUS Communication/Protocol
Shivam Singh
 
95579522 control-net
95579522 control-net95579522 control-net
95579522 control-net
nnicolau3
 
Industrial communication protocol
Industrial communication protocolIndustrial communication protocol
Industrial communication protocol
ASWATHYSURESH18
 
Industrial Networking - Profibus
Industrial Networking - ProfibusIndustrial Networking - Profibus
Industrial Networking - Profibus
Yogesh Kumar
 

Mais procurados (20)

Fieldbus wiring guide
Fieldbus wiring guideFieldbus wiring guide
Fieldbus wiring guide
 
Foundation Fieldbus.ppt
Foundation Fieldbus.pptFoundation Fieldbus.ppt
Foundation Fieldbus.ppt
 
Communication Protocols
Communication ProtocolsCommunication Protocols
Communication Protocols
 
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento  estruturado Eia/TiaAula cabeamento  estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
 
Redes Industriais
Redes IndustriaisRedes Industriais
Redes Industriais
 
Aula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieeeAula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieee
 
Foundation fieldbus
Foundation fieldbusFoundation fieldbus
Foundation fieldbus
 
Introduction to foundation fieldbus
Introduction to foundation fieldbusIntroduction to foundation fieldbus
Introduction to foundation fieldbus
 
Hart communication
Hart communicationHart communication
Hart communication
 
Hart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Hart - Highway Addressable Remote Transducer ProtocolHart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
Hart - Highway Addressable Remote Transducer Protocol
 
Profibus
ProfibusProfibus
Profibus
 
Profibus
ProfibusProfibus
Profibus
 
DCS Or PLC
DCS Or PLCDCS Or PLC
DCS Or PLC
 
DCS Introduction
DCS IntroductionDCS Introduction
DCS Introduction
 
Hart communication protocol
Hart communication protocolHart communication protocol
Hart communication protocol
 
Redes industriais introducao
Redes industriais introducaoRedes industriais introducao
Redes industriais introducao
 
Basic of MODBUS Communication/Protocol
Basic of MODBUS Communication/ProtocolBasic of MODBUS Communication/Protocol
Basic of MODBUS Communication/Protocol
 
95579522 control-net
95579522 control-net95579522 control-net
95579522 control-net
 
Industrial communication protocol
Industrial communication protocolIndustrial communication protocol
Industrial communication protocol
 
Industrial Networking - Profibus
Industrial Networking - ProfibusIndustrial Networking - Profibus
Industrial Networking - Profibus
 

Destaque

Cadera
Cadera Cadera
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla SixtinaMiguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Alfredo García
 
State of Drupal keynote, DrupalCon Austin
State of Drupal keynote, DrupalCon AustinState of Drupal keynote, DrupalCon Austin
State of Drupal keynote, DrupalCon Austin
Dries Buytaert
 
Los e.portafolios como centro de una línea tic
Los e.portafolios como centro de una línea tic Los e.portafolios como centro de una línea tic
Los e.portafolios como centro de una línea tic
Ángel Encinas
 
Capital
CapitalCapital
Capital
prcc
 
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
danielozano
 
Programa histología 2014
Programa histología 2014Programa histología 2014
Programa histología 2014
catedraticoshisto
 
Cirugia preprotesica
Cirugia preprotesicaCirugia preprotesica
Cirugia preprotesica
ilivamo
 
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
Ricardo Jordão Magalhaes
 
Tutotial - Linha Liz
Tutotial - Linha LizTutotial - Linha Liz
Tutotial - Linha Liz
Fabiano Santos Silva
 
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADOBLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
Tiago Daniel NEXT21
 
Hotel Rügen Arrangements 2013
Hotel Rügen Arrangements 2013Hotel Rügen Arrangements 2013
Hotel Rügen Arrangements 2013
ruegen
 
Especificaciones generales de etiquetado
Especificaciones generales de etiquetadoEspecificaciones generales de etiquetado
Especificaciones generales de etiquetado
Colectivo Ecologista Jalisco
 
Antibioticos
AntibioticosAntibioticos
Transporte
TransporteTransporte
La autoestima en la mujer
La autoestima en la mujerLa autoestima en la mujer
La autoestima en la mujer
Beatriz Adriana
 
Hojas sueltas
Hojas sueltasHojas sueltas
Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012
Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012 Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012
Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012
RBXJURIDICO
 
Como garantir eficiência
Como garantir eficiênciaComo garantir eficiência
Como garantir eficiência
Pr. Fabio Canellato
 

Destaque (20)

Cadera
Cadera Cadera
Cadera
 
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla SixtinaMiguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
Miguel Ángel. La bóveda de la Capilla Sixtina
 
State of Drupal keynote, DrupalCon Austin
State of Drupal keynote, DrupalCon AustinState of Drupal keynote, DrupalCon Austin
State of Drupal keynote, DrupalCon Austin
 
Los e.portafolios como centro de una línea tic
Los e.portafolios como centro de una línea tic Los e.portafolios como centro de una línea tic
Los e.portafolios como centro de una línea tic
 
Capital
CapitalCapital
Capital
 
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
Propiedades de-la-materia-masa-volumen-y-densidad1
 
Programa histología 2014
Programa histología 2014Programa histología 2014
Programa histología 2014
 
Cirugia preprotesica
Cirugia preprotesicaCirugia preprotesica
Cirugia preprotesica
 
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
3 Grandes Idéias para o Vendedor ser bem sucedido em 2008.
 
Tutotial - Linha Liz
Tutotial - Linha LizTutotial - Linha Liz
Tutotial - Linha Liz
 
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADOBLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
BLV Monde CATÁLOGO ATUALIZADO
 
GS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm Verwaltung
GS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm VerwaltungGS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm Verwaltung
GS WBF geo.admin.ch Geodaten des Bundes …für die Komm Verwaltung
 
Hotel Rügen Arrangements 2013
Hotel Rügen Arrangements 2013Hotel Rügen Arrangements 2013
Hotel Rügen Arrangements 2013
 
Especificaciones generales de etiquetado
Especificaciones generales de etiquetadoEspecificaciones generales de etiquetado
Especificaciones generales de etiquetado
 
Antibioticos
AntibioticosAntibioticos
Antibioticos
 
Transporte
TransporteTransporte
Transporte
 
La autoestima en la mujer
La autoestima en la mujerLa autoestima en la mujer
La autoestima en la mujer
 
Hojas sueltas
Hojas sueltasHojas sueltas
Hojas sueltas
 
Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012
Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012 Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012
Exercícios com gabarito para aula 16.10.2012
 
Como garantir eficiência
Como garantir eficiênciaComo garantir eficiência
Como garantir eficiência
 

Semelhante a PROFINET - SIEMENS

Profinet set 2010
Profinet set 2010Profinet set 2010
Profinet set 2010
mauricio maçulo
 
Profinet manufacturing-automation-automob
Profinet manufacturing-automation-automobProfinet manufacturing-automation-automob
Profinet manufacturing-automation-automob
Thiago Ribeiro Pompermayer
 
Ri a6
Ri a6Ri a6
Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...
Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...
Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...
Alexandre Freire
 
CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...
CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...
CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...
TI Safe
 
DAQ Infrastructure and SCADA Network Management
DAQ Infrastructure and SCADA Network ManagementDAQ Infrastructure and SCADA Network Management
DAQ Infrastructure and SCADA Network Management
Advantech
 
Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...
Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...
Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...
TI Safe
 
RelatÓrio Da Palestra Final
RelatÓrio Da Palestra FinalRelatÓrio Da Palestra Final
RelatÓrio Da Palestra Final
HELDERTRBALHO
 
PIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - Baumier
PIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - BaumierPIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - Baumier
PIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - Baumier
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
Plano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicaçõesPlano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicações
ALEX Leite
 
EzPlant no Ecossistema
EzPlant no EcossistemaEzPlant no Ecossistema
EzPlant no Ecossistema
Joao Antonio Ferreira (Parana)
 
Automação traduzido
Automação traduzidoAutomação traduzido
Automação traduzido
Zola Victor Lavic
 
Apresentação Eletro 5ºano
Apresentação Eletro 5ºanoApresentação Eletro 5ºano
Apresentação Eletro 5ºano
Bruno Pereira
 
Apresentação (final) (2003) projecto 5ano electro
Apresentação  (final)  (2003) projecto 5ano electroApresentação  (final)  (2003) projecto 5ano electro
Apresentação (final) (2003) projecto 5ano electro
Bruno Pereira
 
Factory 4.0 - Advantech Smart IoT Solutions
Factory 4.0 - Advantech Smart IoT SolutionsFactory 4.0 - Advantech Smart IoT Solutions
Factory 4.0 - Advantech Smart IoT Solutions
Advantech
 
Automacao industrial indutrial 94 páginas
Automacao industrial indutrial 94 páginasAutomacao industrial indutrial 94 páginas
Automacao industrial indutrial 94 páginas
AIRTON JUNIOR GERMANO
 
Apresentacao -aula_01_rede_industrial
Apresentacao  -aula_01_rede_industrialApresentacao  -aula_01_rede_industrial
Apresentacao -aula_01_rede_industrial
MarcioRodrigues173060
 
Comunicações Wireless em ambientes industriais
Comunicações Wireless em ambientes industriaisComunicações Wireless em ambientes industriais
Comunicações Wireless em ambientes industriais
Inês Rebelo de Sousa
 
Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87
Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87
Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87
fluidotronica
 
A importância do profissional de TIA
A importância do profissional de TIA�A importância do profissional de TIA�
A importância do profissional de TIA
Terry Laundos
 

Semelhante a PROFINET - SIEMENS (20)

Profinet set 2010
Profinet set 2010Profinet set 2010
Profinet set 2010
 
Profinet manufacturing-automation-automob
Profinet manufacturing-automation-automobProfinet manufacturing-automation-automob
Profinet manufacturing-automation-automob
 
Ri a6
Ri a6Ri a6
Ri a6
 
Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...
Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...
Desenhando Arquiteturas de Segurança Cibernética Centradas na Prevenção de Si...
 
CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...
CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...
CLASS 2018 - Palestra de Alexandre Freire (Industrial Cybersecurity Sales Eng...
 
DAQ Infrastructure and SCADA Network Management
DAQ Infrastructure and SCADA Network ManagementDAQ Infrastructure and SCADA Network Management
DAQ Infrastructure and SCADA Network Management
 
Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...
Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...
Apresentação Técnica - O uso de padrões abertos para proteção de sistemas sca...
 
RelatÓrio Da Palestra Final
RelatÓrio Da Palestra FinalRelatÓrio Da Palestra Final
RelatÓrio Da Palestra Final
 
PIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - Baumier
PIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - BaumierPIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - Baumier
PIF2019 - A17 - Thiago Lombardi - Baumier
 
Plano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicaçõesPlano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicações
 
EzPlant no Ecossistema
EzPlant no EcossistemaEzPlant no Ecossistema
EzPlant no Ecossistema
 
Automação traduzido
Automação traduzidoAutomação traduzido
Automação traduzido
 
Apresentação Eletro 5ºano
Apresentação Eletro 5ºanoApresentação Eletro 5ºano
Apresentação Eletro 5ºano
 
Apresentação (final) (2003) projecto 5ano electro
Apresentação  (final)  (2003) projecto 5ano electroApresentação  (final)  (2003) projecto 5ano electro
Apresentação (final) (2003) projecto 5ano electro
 
Factory 4.0 - Advantech Smart IoT Solutions
Factory 4.0 - Advantech Smart IoT SolutionsFactory 4.0 - Advantech Smart IoT Solutions
Factory 4.0 - Advantech Smart IoT Solutions
 
Automacao industrial indutrial 94 páginas
Automacao industrial indutrial 94 páginasAutomacao industrial indutrial 94 páginas
Automacao industrial indutrial 94 páginas
 
Apresentacao -aula_01_rede_industrial
Apresentacao  -aula_01_rede_industrialApresentacao  -aula_01_rede_industrial
Apresentacao -aula_01_rede_industrial
 
Comunicações Wireless em ambientes industriais
Comunicações Wireless em ambientes industriaisComunicações Wireless em ambientes industriais
Comunicações Wireless em ambientes industriais
 
Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87
Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87
Artigo sobre a Bahr na Revista Robótica 87
 
A importância do profissional de TIA
A importância do profissional de TIA�A importância do profissional de TIA�
A importância do profissional de TIA
 

Mais de Marcelo do Nascimento Rodrigues

Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEIJesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEMSeminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEMA fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEMA autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 

Mais de Marcelo do Nascimento Rodrigues (11)

Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
 
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
 
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEIJesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEMSeminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
 
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEMA fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEMA autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 

Último

Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
Ernesto Heinzelmann fala sobre a importância do legado
Ernesto Heinzelmann fala sobre a importância do legadoErnesto Heinzelmann fala sobre a importância do legado
Ernesto Heinzelmann fala sobre a importância do legado
Ernesto Heinzelmann
 
TIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação Digital
TIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação DigitalTIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação Digital
TIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação Digital
Oscar Tito Cardoso Fernandes
 
Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024
Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024
Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024
FETAEP
 
Trabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cosseno
Trabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cossenoTrabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cosseno
Trabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cosseno
DanielleSilva786096
 
0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv
0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv
0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv
TarkinTarkin
 

Último (6)

Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Ernesto Heinzelmann fala sobre a importância do legado
Ernesto Heinzelmann fala sobre a importância do legadoErnesto Heinzelmann fala sobre a importância do legado
Ernesto Heinzelmann fala sobre a importância do legado
 
TIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação Digital
TIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação DigitalTIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação Digital
TIS: Uma Década de Excelência, Inovação e Transformação Digital
 
Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024
Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024
Jornal FETAEP 184 - Maio e Junho de 2024
 
Trabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cosseno
Trabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cossenoTrabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cosseno
Trabalhos acadêmicos sobre Trigonometria cosseno
 
0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv
0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv
0007876uuÿyyttt5tttyyyy6tf6yf7yf6yf7yfuyf7yf7y7tf7yf7yfyf7yv
 

PROFINET - SIEMENS

  • 1. Automation and Drives PROFINET O padrão Ethernet Industrial para automação Marcelo Rodrigues – SIEMENS Ltda.
  • 2. Automation and Drives Field bus Technology – Time Line Historia da Tecnologia Fieldbus Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências 1950: Analog (4-20 mA) PROFINET  Comunicação 1969: RS-232-C em tempo real 1979: Point to Point (Modbus)  Periferia distribuída 1986: Hart  Motion Control 1987: Profibus  Automação 2000: Profibus PA distribuída  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 2
  • 3. Automation and Drives Tendências na automação Tecnologia PROFINET  Troca de estruturas de Requisitos & controle centralizadas Tendências por periferia distribuída PROFINET  Comunicação  Aumento do uso de em tempo real padrões abertos  Periferia distribuída da TI na automação  Motion Control  Automação  Uso de Ethernet em todos distribuída os níveis da automação  Instalação da rede  Padrões da TI  TI e automação estão & Segurança crescendo juntas  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 3
  • 4. Automation and Drives Por que usar Ethernet em um ambiente industrial? Tecnologia Uma estrutura de rede uniformizada PROFINET  Continuidade até o chão de fábrica Requisitos & Tendências  Redução de interfaces  Engenharia em qualquer ponto da PROFINET planta  Comunicação em tempo real  Periferia Uso das vantagens da TI nas distribuída áreas de produção  Motion Control  Acesso remoto  Automação  Serviços de Web distribuída  Updates de Software  Instalação da rede  Padrões da TI Melhorias em relação aos sistemas & Segurança hoje existentes  Safety  Alta performance  Processo  Quantidades ilimitadas  Operação simples PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 4
  • 5. Automation and Drives Requisitos específicos para Ethernet na automação industrial Tecnologia PROFINET Alta Requisitos & Tendências disponibilidade PROFINET  Comunicação Engenharia em Tempos em tempo real qualquer local de reação da planta curtos  Periferia distribuída Diagnósticos  Motion Control Instalação Automação eficientes industrial da rede e de seus  Automação certificada Industrial distribuída componentes  Instalação da rede Integração Controle  Padrões da TI de instalações de acesso & Segurança existentes configurável  Safety Aplicações  Processo de Safety aprovadas PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 5
  • 6. Automation and Drives PROFINET – a solução! Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências PROFINET é um padrão aberto de Ethernet Industrial PROFINET para automação  Comunicação em tempo real  Periferia PROFINET é baseado na Ethernet Industrial distribuída  Motion Control  Automação distribuída PROFINET utiliza TCP/IP e padrões da TI  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança PROFINET é Ethernet em tempo real  Safety  Processo PROFINET permite a integração com outras redes de campo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 6
  • 7. Automation and Drives Com PROFINET – Use um barramento para todas as tarefas! Tecnologia PROFINET Requisitos & Topologia convencional de automação Tendências PROFINET PG/PC HMI PLC PROFINET WLAN  Comunicação em tempo real Industrial  Periferia Ethernet distribuída  Motion Control PLC Diagnostics  Automação distribuída Field device  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança Field device Web/TCP/IP  Safety  Processo Field device PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 7
  • 8. Automation and Drives Com PROFINET – Use um barramento para todas as tarefas! Tecnologia PROFINET Requisitos & Topologia de automação com PROFINET Tendências PG/PC HMI PLC PROFINET PROFINET IWLAN  Comunicação em tempo real Industrial  Periferia Ethernet distribuída  Motion Control Diagnostics  Automação Motion distribuída Control Field device  Instalação da rede Drive    Padrões da TI & Segurança Access-  Web/TCP/IP   Safety Point  Processo Field device PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 8
  • 9. Automation and Drives PROFINET – Os tópicos Tecnologia PROFINET Echtzeit- Kommuni- Requisitos & Security kation Dezentrale Processo Tendências Feldgeräte Comunicação Safety em tempo real PROFINET  Comunicação em tempo real Safety Motion  Periferia Padrões da TI PROFINET PROFINET Periferia Control distribuída distribuída & Segurança  Motion Control IT-Standards Verteilte Motion  Automação Instalação distribuída da rede Intelligenz Control  Instalação da rede Netzwerk- Installation Automação  Padrões da TI distribuída & Segurança  Safety  Processo PROFINET – o padrão Ethernet industrial abrangente PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 9
  • 10. Automation and Drives Comunicação em tempo real Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências Processo Comunicação PROFINET em tempo real Safety  Comunicação em tempo real  Periferia distribuída Padrões da TI Dezentrale Periferia & Segurança PROFINET Feldgeräte distribuída  Motion Control  Automação Dezentrale distribuída Instalação Motion Feldgeräte  Instalação da rede da rede Control  Padrões da TI & Segurança Automação distribuída  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 10
  • 11. Automation and Drives PROFINET é Ethernet em tempo real Tecnologia  Tempo real (Real Time - RT) PROFINET  Uso de componentes padronizados Requisitos & Tendências  Mesma classe de performance dos sistemas Fieldbus atuais (por ex.: PROFIBUS) PROFINET  Aplicação típica: automação industrial  Comunicação em tempo real  Periferia distribuída  Tempo real isócrono (Isochronous real-time - IRT)  Motion Control  Transmissão de dados isócrona  Automação  Tempos de ciclo <1ms com variação (jitter) <1µs distribuída  Aplicação típica: motion control  Instalação da rede  Padrões da TI Para esta finalidade, PROFINET utiliza: & Segurança  Moderna tecnologia de rede  Safety  Mecanismos de priorização  Processo •Mestre para Ciclo de Rede: é o circuito eleito para ser o responsável por fornecer o sinal de relógio que vai sincronizar a rede. Desta forma, vários Estas duas modalidades podem ser utilizadas ao mesmo tempo eventos na rede poderão ser realizados de forma isócrona, ou seja, sincronizados por um único relógio PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 11
  • 12. Automation and Drives PROFINET Comunicação em tempo real Tecnologia PROFINET Comunicação padronizada com baixos tempos de reação Requisitos & Tendências  Serviços da TI e de tempo real simultaneamente, em um só cabo PROFINET  Comunicação em tempo real escalonável, deste aplicações pouco críticas em relação ao tempo até aplicações de alta performance  Comunicação em tempo real  Comunicação TCP/IP ilimitada  Periferia distribuída Internet  Motion Control  Automação Automação industrial Motion Control distribuída  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança  Safety 100ms 10ms <1ms Serviços da TI TCP/IP  Processo Dados do processo Tempo real PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 12
  • 13. Automation and Drives Performance para Motion Control com IRT Tecnologia PROFINET Requisitos & Performance values for Motion Control applications with PROFINET and IRT Tendências PROFINET Cycle time 1 ms 500 ms 250 ms PROFINET  Real-Time  Comunicação Number of nodes*) 272 128 56 communication em tempo real  Periferia Jitter <1 ms <1 ms <1 ms distribuída Reserved for open  Motion Control communication 50% 50% 50%  Automação with standard IT protocols distribuída *) Number of devices each with 40 bytes input data and 40 bytes output data on a controller with 4 ports The limits of a specified controller regarding I/O area, cycle time and number of nodes must be considered  Instalação da rede Reserve capacity is an advantage, e.g. for  Padrões da TI & Segurança  dynamic transfer of cam discs  Safety  Parallel and unrestricted IT communication...  Processo Reserve PROFINET capacity is benchmark – and more than sufficient for the foreseeable future. PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 13
  • 14. Automation and Drives Periferia distribuída Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências Processo PROFINET Comunicação Safety  Comunicação em tempo real em tempo real  Periferia distribuída Padrões da TI Periferia & Segurança PROFINET distribuída  Motion Control  Automação distribuída Instalação Motion  Instalação da rede da rede Control  Padrões da TI & Segurança Automação distribuída  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 14
  • 15. Automation and Drives Expansão do espectro de produtos Tecnologia PROFINET  ET200 com conexão Ethernet Requisitos & Tendências e comunicação PROFINET PROFINET  Uso dos módulos de E/S existentes  Comunicação em tempo real sem modificações  Periferia distribuída  Motion Control  Automação distribuída  Configuração dos  Instalação da rede dispositivos  Padrões da TI feita do modo usual PROFIBUS & Segurança  Safety  Programação do CLP com comandos conhecidos  Processo Uso flexível de periferia distribuída em PROFIBUS e Ethernet Industrial PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 15
  • 16. Automation and Drives Classes de dispositivos PROFINET Tecnologia PROFINET  Controlador de E/S:  Troca de sinais de E/S com os dispositivos no campo Requisitos & Tendências  Acesso aos sinais de E/S via imagem do processo PROFINET  Dispositivo de E/S:  Comunicação  O dispositivo de campo alocado ao controlador de E/S em tempo real  Supervisor de E/S:  Periferia distribuída  Estação de IHM e diagnóstico  Motion Control  Automação  Configuração PLC PG/PC distribuída Controlador de E/S Supervisor  Dados do processo  Instalação da rede  Diagnose  Padrões da TI & Segurança  Safety  Parametrização  Processo  Diagnose Dispositivo de campo  Status/Controle Dispositivo de E/S PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 16
  • 17. Automation and Drives Configuração em STEP7 Tecnologia PROFINET A mesma tela de configuração para PROFIBUS e PROFINET Requisitos & Tendências PROFINET STEP7 / HW-Config  Comunicação em tempo real GSDML  Periferia distribuída  Motion Control  Automação distribuída  Instalação da rede GSD + XML = GSDML  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo Início rápido na PROFINET através do uso do conhecimento já existente do usuário PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 17
  • 18. Automation and Drives Informação estruturada de diagnóstico Tecnologia Diagnóstico do dispositivo Diagnósticos Open PROFINET PROFINET Network  Em três níveis: Requisitos & Tendências  SNMP  dispositivo PROFINET  slot  Web  Comunicação  canal em tempo real  Para componentes de  Periferia rede: distribuída  endereço  Motion Control  localização do erro  Automação distribuída Nível 1: erro no dispositivo Módulo 1 Módulo 2 Nível 2: erro no módulo  Instalação da rede (por ex.: ilha de válvulas 2) (por ex.: entrada analógica 3) Canal 0 Canal 0 Canal 0  Padrões da TI & Segurança Canal 1 Canal 1 Canal 1  Safety Canal 2 Canal 2 Canal 2  Processo ... ... ... Canal Diagnósticos Open Network Canal n+x n+x Nível 3: erro no canal Endereço IP, (por ex.: fio quebrado no canal 2) Localização, Estatísticas PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 18
  • 19. Automation and Drives PROFINET- diagnose de dispositivos em STEP7 Tecnologia PROFINET A mesma tela de diagnósticos para PROFIBUS e PROFINET Diagnose geral Requisitos & Tendências PROFINET  Comunicação em tempo real Diagnose  Periferia detalhada distribuída  Motion Control  Automação distribuída  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo Localização e remoção eficiente do erro com ajuda de diagnósticos integrados ao sistema PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 19
  • 20. Automation and Drives Integração do PROFIBUS na PROFINET Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências PROFINET  Comunicação Proxy em tempo real  Periferia distribuída  Motion Control Comunicação transparente entre  Automação distribuída Ethernet e PROFIBUS  Instalação da rede  Proxy representa os dispositivos PROFIBUS na rede Ethernet  Padrões da TI & Segurança  Proxy é um dispositivo PROFINET na  Safety rede Ethernet e DP-Master na rede PROFIBUS  Processo Abertura através da integração das redes de campo existentes Proteção do investimento para fornecedores de dispositivos e clientes finais PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 20
  • 21. Automation and Drives Automação distribuída Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências Processo PROFINET Safety Comunicação  Comunicação em tempo real em tempo real  Periferia distribuída Padrões da TI Periferia & Segurança PROFINET distribuída  Motion Control  Automação distribuída Instalação Motion  Instalação da rede da rede Control  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo Automação distribuída PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 21
  • 22. Automation and Drives O que é Automação Baseada em Componentes ? Tecnologia PROFINET Requisitos &  Modularização simples Tendências de fábricas e linhas de produção Coordenador da planta PROFINET utilizando inteligência distribuída ON BOOL BOOL STARTING START BOOL BOOL READY STOP BOOL BOOL RUNNING  Comunicação em tempo real  Comunicação entre dispositivos BOLD HELD UI1 Lifestate  Periferia ao longo da linha de produção distribuída  Motion Control  Configuração gráfica da comunicação entre os módulos  Automação distribuída tecnológicos  Instalação da rede  Padrões da TI Máquina 1 Máquina 2 Máquina 3 Máquina 4 & Segurança ON START STARTING READY ON START STARTING READY ON START STARTING READY ON START STARTING READY STOP RUNNING STOP RUNNING STOP RUNNING STOP RUNNING HELD HELD HELD HELD Lifestate Lifestate Lifestate Lifestate  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 22
  • 23. Automation and Drives Com Automação Baseada em Componentes: configurar ao invés de programar, com iMap Tecnologia PROFINET Máquina 1 Requisitos & START BOOL BOOL STARTING Tendências STOP BOOL BOOL READY Máquina 3 Cnt_IN BOOL BOOL RUNNING START BOOL BOOL STARTING PROFINET I4 Cnt_OUT STOP BOOL BOOL READY  Comunicação UI1 Lifestate Cnt_IN BOOL BOOL RUNNING em tempo real I4 Cnt_OUT  Periferia UI1 Lifestate distribuída  Motion Control Máquina 2  Automação START BOOL STOP BOOL BOOL STARTING BOOL READY PROFINET padroniza distribuída Cnt_IN BOOL BOOL RUNNING  A descrição dos módulos  Instalação da rede I4 Cnt_OUT UI1 Lifestate tecnológicos  Padrões da TI & Segurança  Comunicação implícita entre  Safety os módulos  Processo Configuração gráfica dos links de comunicação PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 23
  • 24. Automation and Drives Instalação da rede Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências Processo PROFINET Safety Comunicação  Comunicação em tempo real em tempo real  Periferia distribuída Padrões da TI Periferia & Segurança PROFINET distribuída  Motion Control  Automação distribuída Motion  Instalação da rede Control  Padrões da TI Instalação & Segurança da rede Automação  Safety distribuída  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 24
  • 25. Automation and Drives Infraestrutura de rede para PROFINET Tecnologia PROFINET Requisitos & PROFINET utiliza o padrão Switched Ethernet, 100 Mbit/s Tendências PROFINET PROFINET utiliza componentes Ethernet Industrial baseados  Comunicação nas já bem conhecidas normas IEEE em tempo real  Periferia distribuída Os componentes Ethernet Industrial superam e ampliam os  Motion Control padrões existentes com características especiais, para poder  Automação atender as crescentes exigências da comunicação industrial distribuída  Instalação da rede Desde 1985, a Siemens e muitos outros usuários tem  Padrões da TI dependido da rede Ethernet para a comunicação de dados & Segurança na indústria  Safety  Processo Graças a rede PROFINET, a Ethernet Industrial está chegando até mesmo ao nível de chão de fábrica! PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 25
  • 26. Automation and Drives Guia de instalação PROFINET Tecnologia PROFINET O “Guia de instalação PROFINET“ complementa as normas Requisitos & de cabeamento estruturado predial para poder atender as Tendências exigências do setor industrial PROFINET Operadores de rede:  Comunicação em tempo real  Regras simples para a instalação PROFINET  Periferia da rede distribuída  Motion Control  Não é exigido conhecimento especializado de rede para a  Automação instalação da PROFINET distribuída  Instalação da rede Fabricantes de dispositivos :  Padrões da TI & Segurança  Definição de informações precisas para o desenvolvimento  Safety de dispositivos  Processo  Características mecânicas e elétricas das interfaces PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 26
  • 27. Automation and Drives Ethernet Industrial - topologias Tecnologia  Todas as topologias podem ser utilizadas PROFINET  A estrutura em anel garante alta disponibilidade Requisitos &  A estrutura em linha minimiza os custos de cabeamento Tendências PROFINET  Comunicação Anel em tempo real  Periferia Linha distribuída  Motion Control  Automação distribuída  Instalação da rede  Padrões da TI Árvore & Segurança  Safety Estrela  Processo Nutzen: Estruturas otimizadas de rede para redução de custos em todas as aplicações PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 27
  • 28. Automation and Drives Sistema de transmissão e de conexão Tecnologia PROFINET Tecnologia de transmissão baseada em fios de cobre conforme norma 8802-3 Requisitos & Tendências Cabos  Par trançado, conforme norma IEC 11801/61156 PROFINET  Versão híbrida (dados + energia)  Comunicação em tempo real Conector IP20  Padrão RJ45 para ambiente de escritório  Periferia distribuída  Pode ser montado no campo  Motion Control Conector IP65  Projeto compatível com o mundo IP20  Automação  Versão híbrida (dados + energia) distribuída  Conector redondo M12 (4-pinos)  Instalação da rede  Pode ser montado no campo  Padrões da TI & Segurança Tecnologia de transmissão baseada em fibra óptica  Safety conforme norma 8802-3  Cabos de fibra óptica de vidro  Processo conforme normas IEC 60793, 60794,  Fibra óptica de plástico está sob avaliação  Conectores de encaixe e baioneta PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 28
  • 29. Automation and Drives Componentes de rede ativos Tecnologia PROFINET  Ampla linha de switch„s Ethernet Requisitos & Tendências Industrial (tipo de mídia, tipo de proteção, funcionalidade) PROFINET  Comunicação  Configuração e diagnose simples com em tempo real STEP 7  Periferia distribuída  Funções abrangentes de diagnose  Motion Control via PROFINET, SNMP, Web  Automação distribuída  Suporte otimizado para os serviços PROFINET em tempo real RT e IRT  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo Sistema PROFINET: uma solução integrada, inclusive na infraestrutura de rede PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 29
  • 30. Automation and Drives Configurando e diagnosticando switch‘s em STEP 7 Tecnologia A mesma tela de configuração e diagnóstico dos dispositivos PROFINET de campo Configuração da Porta Requisitos & Tendências PROFINET  Comunicação em tempo real Diagnóstico  Periferia distribuída  Motion Control  Automação distribuída  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo Configuração simples dos switch„s SCALANCE X com STEP 7 PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 30
  • 31. Automation and Drives Novas aplicações PROFINET com LAN Industrial sem fio Tecnologia PROFINET Comunicação Wireless: mobilidade para novas aplicações  Sistemas de veículos guiados automaticamente (AGV„s) Requisitos & Tendências  Transportadores aéreos PROFINET  Locais de instalação inacessíveis  Comunicação  Conexão entre prédios e ruas em tempo real  Terminais móveis  Periferia distribuída  Motion Control Características adicionais para a indústria  Automação distribuída  Redundante  Instalação da rede  Determinística  Padrões da TI  Robusta & Segurança  Norma Wireless  Safety IEEE 802.11a/b & g SCALANCE W  Processo SCALANCE W Tão segura e confiável quanto as redes com fios! PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 31
  • 32. Automation and Drives Confiabilidade IWLAN Tecnologia Redundância PROFINET  Graças ao uso de “Access Points” com Requisitos & duas placas de rádio: Tendências 2.4GHz e 5 GHz PROFINET IWLAN em tempo real  Comunicação em tempo real  A alocação de dados SCALANCE W Access Point  Periferia permite tempos de ciclo < 15 ms. distribuída  Motion Control Roaming rápido  Automação Para aplicação em em transportadores Cliente distribuída aéreos como alternativa aos trilhos Ethernet Industrial condutores  Instalação da rede  Padrões da TI & Segurança  Safety  Processo Novas possibilidades graças a PROFINET e IWLAN! PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 32
  • 33. Automation and Drives Padrões da TI & Segurança Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências Processo PROFINET Safety Comunicação  Comunicação em tempo real em tempo real  Periferia distribuída Padrões da TI Periferia & Segurança PROFINET distribuída  Motion Control  Automação distribuída Instalação Motion  Instalação da rede da rede Control  Padrões da TI & Segurança Automação distribuída  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 33
  • 34. Automation and Drives Integração na Web para diagnose e service Tecnologia PROFINET Acesso à informação do mundo da automação Requisitos &  Independente de qualquer ferramenta de engenharia Tendências  Possível com qualquer navegador PROFINET  Independente da localização  Comunicação em tempo real  Periferia distribuída @  Motion Control  Diagnóstico remoto  Automação distribuída  Dúvidas freqüentes  Instalação da rede (FAQs)  Padrões da TI  Download de & Segurança documentação  Safety  Otimização do processo  Processo  Updates de Software PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 34
  • 35. Automation and Drives Segurança, dentro e fora da planta Tecnologia Segurança contra PROFINET  Alocação errada de Requisitos & Tendências endereços Segurança  Acesso não autorizado PROFINET  Espionagem  Comunicação em tempo real  Manipulação  Periferia distribuída A solução de segurança é  Motion Control escalonável e é livre de  Automação repercussões distribuída  Instalação da rede Não é necessário conhecimento  Padrões da TI especializado & Segurança Padrões de segurança eficazes e  Safety certificados  Processo Segurança da planta, contra erros de operação, manipulação e espionagem, baseada em padrões de segurança PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 35
  • 36. Automation and Drives Segurança da rede, graças ao SCALANCE S Tecnologia PROFINET O módulo de segurança tem 2 portas  Uma porta "verde" Requisitos & Porta não protegida Tendências  Para conexão do (para conexão de LAN ou PROFINET dispositivo ou segmento WAN não protegida) de rede a ser assegurado  Comunicação em tempo real  Para autenticação pelo  Periferia módulo de segurança distribuída  Motion Control  Uma porta "vermelha" Porta segura  Automação  Para conexão da rede (para conexão de distribuída LAN protegida) "não protegida"  Instalação da rede  Túneis VPN para os outros  Padrões da TI módulos de segurança & Segurança  Safety LED„s de diagnóstico  Processo Solução integrada de sistema para a segurança industrial PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 36
  • 37. Automation and Drives Safety (Segurança) Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências Safety Processo PROFINET Comunicação  Comunicação em tempo real em tempo real  Periferia distribuída Periferia Padrões da TI PROFINET distribuída  Motion Control & Segurança  Automação distribuída Instalação Motion  Instalação da rede da rede Control  Padrões da TI & Segurança Automação distribuída  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 37
  • 38. Automation and Drives Processo Tecnologia PROFINET Processo Requisitos & Tendências PROFINET Safety Comunicação  Comunicação em tempo real em tempo real  Periferia distribuída Periferia Padrões da TI PROFINET distribuída  Motion Control & Segurança  Automação distribuída Instalação Motion  Instalação da rede da rede Control  Padrões da TI & Segurança Automação distribuída  Safety  Processo PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 38
  • 39. Automation and Drives PROFINET na indústria de processo Tecnologia PROFINET Requisitos & Tendências PROFINET  Comunicação em tempo real Proxy  Periferia distribuída  Motion Control  Automação distribuída  PROFIBUS oferece uma solução atual para  Instalação da rede a indústria de processo  Padrões da TI  Integração total entre redes PROFIBUS e PROFINET & Segurança  As exigências da indústria de processo são atendidas pelo  Safety padrão PROFINET  Processo PROFINET - o padrão para todas as aplicações em automação PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 39
  • 40. Automation and Drives Resumo Tecnologia PROFINET PROFINET – O padrão Ethernet Industrial para automação Requisitos & Dados E/S Motion Safety Processo Tendências PROFINET  PROFINET é a solução para todas as exigências da  Comunicação em tempo real indústria  Periferia distribuída  Motion Control  Um único fornecedor para nosso clientes  PROFIBUS – líder mundial em rede Fieldbus  Automação distribuída  PROFINET- o padrão inovador e abrangente de rede  Instalação da rede Ethernet Industrial  Padrões da TI & Segurança  A estratégia da Siemens A&D com a rede PROFINET  Safety é criar a tendência de usar Ethernet em todos os níveis  Processo da automação industrial PROFINET Technology A&D AS/PT2/MC, 08/2005 40
  • 41. PROFINET A solução para um sistema inovador e abrangente Filme
  • 42. OBRIGADO....!!!!! Marcelo do N. Rodrigues SIEMENS LTDA A&C - Automation and Control Regional Curitiba Skype: mnrodrigues34 E-mail: marcelo.nascimento@siemens.com