SlideShare uma empresa Scribd logo
Centro Espírita MeimeiJESUS E O ESPIRITISMO.EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.CAPÍTULOS I e VI.Expositor: Marcelo Rodrigues.
Obras Básicas Espíritas Primeira Parte – Das Causas Primárias;
 Segunda Parte – Mundo Espírita ou dos Espíritos;
 Terceira Parte – Leis Morais;
 Quarta Parte – Esperanças e Consolações.ReflexãoBem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos. Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa.Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós. Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? Para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa – Jesus – Sermão da Montanha.
Referências
A Linha do tempo das religiões
JesusQuem é Jesus de Nazaré?
O Consolador prometido
O Espiritismo
O EspiritismoDIVALDOEURIPEDESIVONEANDREW JACKSON DAVISRAULCHICOEMMANUEL SWEDENBORGLEON DENISGABRIEL DELANEDANIEL DUNGLAS HOME
O EspiritismoA Proposta!
EspiritismoReligiosidadeEspiritismoFilosofiaCiência
EspiritismoEspíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instrui-vos, este o segundo”- O Espírito de Verdade
Espiritismo
A Fé: Mãe da Esperança e da CaridadeConsoloEsperança

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"
150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"
150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"
Jorge Luiz dos Santos
 
AS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMO
AS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMOAS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMO
AS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Purgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas Escrituras
Purgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas EscriturasPurgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas Escrituras
Purgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas Escrituras
Adriano Pascoa
 
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianosCei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Cristo consolador
Cristo consolador Cristo consolador
Cristo consolador
Maria Moraes
 
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestaçõesCei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Coletânea De Preces Espíritas
Coletânea De Preces EspíritasColetânea De Preces Espíritas
Coletânea De Preces Espíritas
Nilson Almeida
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Sermão do Monte
Sermão do Monte Sermão do Monte
Sermão do Monte
Ponte de Luz ASEC
 
Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8
Leonardo Pereira
 
A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...
A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...
A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...
Leonardo Pereira
 
Capitulo VI - Evangelho Segundo Espiritismo
Capitulo VI - Evangelho Segundo EspiritismoCapitulo VI - Evangelho Segundo Espiritismo
Capitulo VI - Evangelho Segundo Espiritismo
Jean Dias
 
Palestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espíritaPalestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espírita
carlos freire
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
Sergio Menezes
 
O Cristo
O  CristoO  Cristo
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infiernoO ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
Marcelo Eugenio Bomfim de Aguiar
 
O Cristo Consolador
O Cristo ConsoladorO Cristo Consolador
O Cristo Consolador
CEENA_SS
 
O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...
O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...
O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...
Marcelo Bomfim de Aguiar
 
Capítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo ConsoladorCapítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo Consolador
grupodepaisceb
 
Cei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortos
Cei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortosCei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortos
Cei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortos
Carlos Alberto Freire De Souza
 

Mais procurados (20)

150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"
150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"
150 ANOS DE "O CÉU E O INFERNO"
 
AS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMO
AS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMOAS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMO
AS PREDIÇÕES DE JESUS SEGUNDO O ESPIRITISMO
 
Purgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas Escrituras
Purgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas EscriturasPurgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas Escrituras
Purgatório - A Doutrina Explicada e Refutada a Luz das Sagradas Escrituras
 
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianosCei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
 
Cristo consolador
Cristo consolador Cristo consolador
Cristo consolador
 
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestaçõesCei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
 
Coletânea De Preces Espíritas
Coletânea De Preces EspíritasColetânea De Preces Espíritas
Coletânea De Preces Espíritas
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
 
Sermão do Monte
Sermão do Monte Sermão do Monte
Sermão do Monte
 
Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8
 
A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...
A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...
A questão do inferno, das penas eternas e do sofrimento sob a ótica da doutri...
 
Capitulo VI - Evangelho Segundo Espiritismo
Capitulo VI - Evangelho Segundo EspiritismoCapitulo VI - Evangelho Segundo Espiritismo
Capitulo VI - Evangelho Segundo Espiritismo
 
Palestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espíritaPalestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espírita
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
 
O Cristo
O  CristoO  Cristo
O Cristo
 
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infiernoO ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
O ceu e o inferno / Heaven and Hell / Рай и Ад / El cielo y el infierno
 
O Cristo Consolador
O Cristo ConsoladorO Cristo Consolador
O Cristo Consolador
 
O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...
O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...
O Céu e o Inferno (Allan Kardec) / Heaven and Hell (Allan Kardec) / Cielo y e...
 
Capítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo ConsoladorCapítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo Consolador
 
Cei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortos
Cei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortosCei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortos
Cei 100331-i-cap.11-proibição de evocar os mortos
 

Destaque

Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...
José Luiz Silva Pinto
 
LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz
LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luzLBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz
LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz
Natalino das Neves Neves
 
As características de um sal da terra
As características de um sal da terraAs características de um sal da terra
As características de um sal da terra
Giovani Luiz Zimmermann Jr.
 
134237842 palestra-espirita-a-paciencia
134237842 palestra-espirita-a-paciencia134237842 palestra-espirita-a-paciencia
134237842 palestra-espirita-a-paciencia
Anne Clea Lima
 
Sais
SaisSais
Livro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terra
Livro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terraLivro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terra
Livro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terra
GILMAR BASTOS
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 03
3º trimestre 2015 adolescentes lição 033º trimestre 2015 adolescentes lição 03
3º trimestre 2015 adolescentes lição 03
Joel Silva
 
A mensagem do evangelho
A mensagem do evangelhoA mensagem do evangelho
A mensagem do evangelho
Ricardo Gondim
 
Unidade 2 reprodução humana
Unidade 2 reprodução humanaUnidade 2 reprodução humana
Unidade 2 reprodução humana
Margarida Cardoso
 
Cia de Artes Sal da Terra
Cia de Artes Sal da TerraCia de Artes Sal da Terra
Cia de Artes Sal da Terra
Comuniq
 
Lição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do Mundo
Lição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do MundoLição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do Mundo
Lição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do Mundo
Maxsuel Aquino
 
Um Oceano De Sal
Um Oceano De SalUm Oceano De Sal
Um Oceano De Sal
joao10legal
 
Lbj lição 2 sal da terra e luz do mundo
Lbj lição 2   sal da terra e luz do mundoLbj lição 2   sal da terra e luz do mundo
Lbj lição 2 sal da terra e luz do mundo
boasnovassena
 
Lição 6 - A eficácia do testemunho cristão
Lição 6 - A eficácia do testemunho cristãoLição 6 - A eficácia do testemunho cristão
Lição 6 - A eficácia do testemunho cristão
Ailton da Silva
 
Lição 13 os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo ebd
Lição 13   os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo  ebdLição 13   os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo  ebd
Lição 13 os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo ebd
Nayara Mayla Brito Damasceno
 
Como Fazer Palestra Espirita
Como Fazer Palestra EspiritaComo Fazer Palestra Espirita
Como Fazer Palestra Espirita
Fórum Espírita
 

Destaque (16)

Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano a – 09.02.2014 – verde...
 
LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz
LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luzLBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz
LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz
 
As características de um sal da terra
As características de um sal da terraAs características de um sal da terra
As características de um sal da terra
 
134237842 palestra-espirita-a-paciencia
134237842 palestra-espirita-a-paciencia134237842 palestra-espirita-a-paciencia
134237842 palestra-espirita-a-paciencia
 
Sais
SaisSais
Sais
 
Livro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terra
Livro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terraLivro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terra
Livro ebook-seja-sal-deste-mundo-e-luz-desta-terra
 
3º trimestre 2015 adolescentes lição 03
3º trimestre 2015 adolescentes lição 033º trimestre 2015 adolescentes lição 03
3º trimestre 2015 adolescentes lição 03
 
A mensagem do evangelho
A mensagem do evangelhoA mensagem do evangelho
A mensagem do evangelho
 
Unidade 2 reprodução humana
Unidade 2 reprodução humanaUnidade 2 reprodução humana
Unidade 2 reprodução humana
 
Cia de Artes Sal da Terra
Cia de Artes Sal da TerraCia de Artes Sal da Terra
Cia de Artes Sal da Terra
 
Lição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do Mundo
Lição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do MundoLição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do Mundo
Lição 13- Os Servos de Jesus, Sal da Terra e Luz do Mundo
 
Um Oceano De Sal
Um Oceano De SalUm Oceano De Sal
Um Oceano De Sal
 
Lbj lição 2 sal da terra e luz do mundo
Lbj lição 2   sal da terra e luz do mundoLbj lição 2   sal da terra e luz do mundo
Lbj lição 2 sal da terra e luz do mundo
 
Lição 6 - A eficácia do testemunho cristão
Lição 6 - A eficácia do testemunho cristãoLição 6 - A eficácia do testemunho cristão
Lição 6 - A eficácia do testemunho cristão
 
Lição 13 os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo ebd
Lição 13   os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo  ebdLição 13   os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo  ebd
Lição 13 os servos de jesus, sal da terra e luz do mundo ebd
 
Como Fazer Palestra Espirita
Como Fazer Palestra EspiritaComo Fazer Palestra Espirita
Como Fazer Palestra Espirita
 

Semelhante a Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI

Sermão o sermão do monte (parte 1)
Sermão  o sermão do monte (parte 1)Sermão  o sermão do monte (parte 1)
Sermão o sermão do monte (parte 1)
Joel Silva
 
Sermão do monte (parte 1)
Sermão do monte (parte 1)Sermão do monte (parte 1)
Sermão do monte (parte 1)
Joel Silva
 
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
Ricardo Akerman
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Ser Espirita
Ser EspiritaSer Espirita
Ser Espirita
Ricardo Azevedo
 
O espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeO espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em Preparação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em PreparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em Preparação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em Preparação
Ricardo Azevedo
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
André Gonçalves
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Nei Bastos Cosme
 
esciritismo3.pdf
esciritismo3.pdfesciritismo3.pdf
esciritismo3.pdf
Luciana533986
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
O sermao apostolico (online)
O sermao apostolico (online)O sermao apostolico (online)
O sermao apostolico (online)
Brum Bruce
 
A funcao da verdade e destruir a mentira
A funcao da verdade e destruir a mentiraA funcao da verdade e destruir a mentira
A funcao da verdade e destruir a mentira
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Missão dos Espíritas
Missão dos EspíritasMissão dos Espíritas
Missão dos Espíritas
Antonino Silva
 
Revista espírita 1867
Revista espírita   1867Revista espírita   1867
Revista espírita 1867
anaccc2013
 
Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02
Graça Maciel
 
Palestra Allan Kardec
Palestra Allan KardecPalestra Allan Kardec
Palestra Allan Kardec
The Fraternity Spiritist Group
 
O consolador prometido
O consolador prometidoO consolador prometido
O consolador prometido
Claudio Macedo
 
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptxApresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Marta Gomes
 

Semelhante a Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI (20)

Sermão o sermão do monte (parte 1)
Sermão  o sermão do monte (parte 1)Sermão  o sermão do monte (parte 1)
Sermão o sermão do monte (parte 1)
 
Sermão do monte (parte 1)
Sermão do monte (parte 1)Sermão do monte (parte 1)
Sermão do monte (parte 1)
 
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro   reencarnaç...
A mensagem do anjo do sarçal e algumas orações (osvaldo polidoro reencarnaç...
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
 
Ser Espirita
Ser EspiritaSer Espirita
Ser Espirita
 
O espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeO espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidade
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em Preparação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em PreparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em Preparação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 40 - Em Preparação
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
esciritismo3.pdf
esciritismo3.pdfesciritismo3.pdf
esciritismo3.pdf
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
O sermao apostolico (online)
O sermao apostolico (online)O sermao apostolico (online)
O sermao apostolico (online)
 
A funcao da verdade e destruir a mentira
A funcao da verdade e destruir a mentiraA funcao da verdade e destruir a mentira
A funcao da verdade e destruir a mentira
 
Missão dos Espíritas
Missão dos EspíritasMissão dos Espíritas
Missão dos Espíritas
 
Revista espírita 1867
Revista espírita   1867Revista espírita   1867
Revista espírita 1867
 
Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02
 
Palestra Allan Kardec
Palestra Allan KardecPalestra Allan Kardec
Palestra Allan Kardec
 
O consolador prometido
O consolador prometidoO consolador prometido
O consolador prometido
 
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptxApresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
Apresentação da Doutrina Espírita e do Livro dos Espíritos.pptx
 

Mais de Marcelo do Nascimento Rodrigues

Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEMSeminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEMA fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEMA autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
PROFINET - SIEMENS
PROFINET - SIEMENSPROFINET - SIEMENS

Mais de Marcelo do Nascimento Rodrigues (8)

Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
 
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEMSeminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
 
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEMA fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEMA autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
PROFINET - SIEMENS
PROFINET - SIEMENSPROFINET - SIEMENS
PROFINET - SIEMENS
 

Último

grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
luartfelt
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
OBrasilParaCristoRad
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 

Último (20)

grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 

Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI

  • 1. Centro Espírita MeimeiJESUS E O ESPIRITISMO.EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO.CAPÍTULOS I e VI.Expositor: Marcelo Rodrigues.
  • 2. Obras Básicas Espíritas Primeira Parte – Das Causas Primárias;
  • 3. Segunda Parte – Mundo Espírita ou dos Espíritos;
  • 4. Terceira Parte – Leis Morais;
  • 5. Quarta Parte – Esperanças e Consolações.ReflexãoBem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos. Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa.Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós. Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? Para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa – Jesus – Sermão da Montanha.
  • 7. A Linha do tempo das religiões
  • 8. JesusQuem é Jesus de Nazaré?
  • 11. O EspiritismoDIVALDOEURIPEDESIVONEANDREW JACKSON DAVISRAULCHICOEMMANUEL SWEDENBORGLEON DENISGABRIEL DELANEDANIEL DUNGLAS HOME
  • 14. EspiritismoEspíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instrui-vos, este o segundo”- O Espírito de Verdade
  • 16. A Fé: Mãe da Esperança e da CaridadeConsoloEsperança
  • 17. A Fé: Mãe da Esperança e da CaridadeCompaixãoAtiva
  • 18. A Fé: Mãe da Esperança e da CaridadeEmpolganteCaridosa