SlideShare uma empresa Scribd logo
Plano de Negócio Start-Up
Agenda Modelo de Negócio Público-alvo Marketing Mix Estratégias Empresariais Análise Financeira
Modelo de Negócio Origem: 1996 – Coréia 1998 – Brasil 2000 – popularização no Brasil  Modelo típico para  prestação de serviços : Aluguel de computadores, interligados em rede, para competições de jogos e acesso à Internet; Oferta de serviços agregados para alavancar a estrutura montada; realização de eventos; serviço leva-e-traz; gravação de CDs,  impressão, digitalização; aluguel de acessórios; venda de lanches; venda de suprimentos.
Público-alvo Perfil do usuário de  LAN House : de 13 a 27 anos pertencentes às classes A e B 90% do sexo masculino 90% possuem computador em casa Procuram a lan house pelo “desafio real” Seus pais buscam um local seguro  para o divertimento dos filhos
Público-alvo Principais públicos potenciais identificados: Pais ou responsáveis : buscam um local onde deixar  os filhos com tranqüilidade, preferencialmente sem precisar se deslocar até lá;  Usuários de jogos em rede : buscam o desafio e maior interação com pessoas; querem um local onde encontrar seus amigos; Público adulto : buscam locais tranqüilos, equipamentos de ponta, ambiente requintado e atendimento com qualidade.
Marketing Mix definição dos 4 Ps
Marketing Mix Produto Este Produto pode ser definido como um  Bem Especial; Como típicos serviços, não apresentam aparência física; Os itens intangíveis e o atendimento são o diferencial para construir o valor do produto.
Marketing Mix Praça Negócio localizado na Barra da Tijuca, RJ; Dentro do Shopping Downtown; O bairro foi escolhido em função de suas características sociodemográficas: melhor nível de educação no município 98% de alfabetização da pop.adulta 71% dos responsáveis por domicílios no bairro possuem nível superior bairro com a maior renda familiar do município Downtown
Marketing Mix Preço Sem custo variável, os preços se pautam na concorrência e percepção de valor; Inicialmente a Estratégia é de  Penetração  no Mercado, incentivando a experimentação.
Marketing Mix Promoção A comunicação será realizadas por diferentes veículos e em diferentes fases; Iniciar-se-á com o lançamento do negócio, prosseguindo com ações de incentivo à experimentação e de manutenção; As mídias priorizarão veículos locais e dirigidos.
Análise do ambiente diagnóstico dos ambientes interno e externo
Ciclo de Vida no Brasil estágio atual
Atratividade do Mercado As forças de Porter Fornecedores :  baixo poder , devido ao grande número de empresas;   críticos para continuidade da operação;  Compradores :  médio poder ,   pois o preço é estabelecido pelo mercado; não há negociação de preço com os compradores; Substitutos :  grande força ,   grande gama de possíveis substitutos ao nosso negócio; grande limitador para os preços praticados; Entrantes Potenciais :  média força ,   fácil inicio de novos entrantes; sem barreiras de entrada e ou de abandono; Concorrentes :  baixo poder ,   grande número de concorrentes diretos; nenhum deles se diferencia ou trabalha a fidelização. Mercado Atrativo
Análise Setorial Mercado em acelerado crescimento (20% ao ano) Relativamente, poucos estabelecimentos no Brasil 46% dos jovens brasileiros já foram a uma  Lan House No Brasil, por mês são despendidas um total de 4,7 milhões de horas navegadas em sites de jogos on-line.
Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Ofensivas Vulnerabilidades Análise SWOT Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Limitação capital próprio Grd. qnt. concorr. subst. Sem experiência no modelo Avanço tecnológico  (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência FORÇAS OPORTUNIDADES FRAQUEZAS AMEAÇAS Defensivas Debilidades
Ofensivas Possibilidade de ação ofensiva : Divulgação da qualidade dos serviços Posicionamento Premium Estrutura moderna Baixa notoriedade concorr. Análise SWOT Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo FORÇAS OPORTUNIDADES
Possibilidade para criar ações defensivas : Diversificação dos serviços  (alavancagem) Reconstrução do modelo de negócio Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Avanço tecnológico  (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Avanço tecnológico  (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Análise SWOT FORÇAS AMEAÇAS Defensiva
Possibilidade para minimizar as debilidades : Acumulo de capital da operação para reinvestir no crescimento do negócio Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Limitação capital próprio Análise SWOT Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. Limitação capital próprio Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. FRAQUEZAS OPORTUNIDADES Debilidades
Vulnerabilidades Possibilidade para minimizar as Vulnerabilidades : Investimento em construção de marca e  percepção de valor do negócio. Limitação capital próprio Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. Limitação capital próprio Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. Avanço tecnológico  (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Avanço tecnológico  (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Análise SWOT FRAQUEZAS AMEAÇAS
Estratégia Empresarial definições estratégicas para o negócio
Estratégias Definição do Negócio: “ Fornecimento de Solução Digital e Entretenimento para o Mercado Consumidor” Objetivos Estratégicos: Diferenciar-se no atendimento ao cliente Gerar lucro, prezando pela qualidade Reinventar sempre o negócio para  manter-se na vanguarda
Estratégias Visão: Até 2008, a PONTO Z deverá ser reconhecida como uma empresa  profissional e acessível  que  entretece e aproxima as pessoas , através da tecnologia digital e seus serviços. Missão: Disponibilizar e tornar acessíveis as tecnologias necessárias para  facilitar a vida dos usuários  e ao mesmo tempo prover  entretenimento  de forma atrativa e segura. Atuando sempre para o crescimento de toda a equipe.
Estratégias Valores: Respeito às pessoas; Respeito à comunicação e clareza; Respeito aos fatos; Respeito ao negócio; Respeito à sociedade.
Perspectiva Financeira: Estratégias Balanced Scorecard
Perspectiva Clientes: Estratégias Balanced Scorecard
Perspectiva Processo Interno: Estratégias Balanced Scorecard
Perspectiva Aprendizado e Crescimento: Estratégias Balanced Scorecard
Relação de  causa e efeito: Estratégias Balanced Scorecard Equipe Treinada Processos Internos Satisfação da Equipe Minimizar Tempo de Manutenção Operação Contínua Processos de Atendimento Satisfação Decisores Satisfação Usuários Retenção dos  Consumidores Rentabilidade  do Investim. Venda Casada Novas fontes de renda Resultados  da Ponto Z Perspectiva Financeira Perspectiva Clientes Perspectiva Proc. Internos Perspectiva Aprend. Cresc.
Análise Financeira diagnóstico dos ambientes interno e externo
Sazonalidade fonte: pesquisas de campo com responsáveis por lanhouses na Barra da Tijuca
Taxa de Ocupação
Investimento Necessário O negócio proposto requer um investimento total no valor de  R$ 87,500
Investimentos
Gastos e Receitas
Análise do Investimento ponto de  payback 1 ano e 9 meses VPL: R$ 91,465 TIR: 92,89% a.a.
D.R.E.
Obrigado!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema de gerenciamento de banco de dados
Sistema de gerenciamento de banco de dadosSistema de gerenciamento de banco de dados
Sistema de gerenciamento de banco de dados
Juh Souza
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPM
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPMMapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPM
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPM
Rogério Araújo
 
Aplicações web parte 1
Aplicações web parte 1Aplicações web parte 1
Aplicações web parte 1
Elaine Cecília Gatto
 
Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry e kiss
Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry  e kiss Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry  e kiss
Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry e kiss
DanielChristofolli
 
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
Alessandro Almeida
 
Arquitetura de software distribuído - PUC MINAS
Arquitetura de software distribuído - PUC MINASArquitetura de software distribuído - PUC MINAS
Arquitetura de software distribuído - PUC MINAS
Jonathan Cabral
 
Workshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produto
Workshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produtoWorkshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produto
Workshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produto
Carla De Bona
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
Felipe Silva
 
Linguagem logo
Linguagem logoLinguagem logo
Linguagem logo
wanluli
 
Plano de curso informatica
Plano de curso informaticaPlano de curso informatica
Plano de curso informatica
F Guanambi
 
Exemplo De Plano De Gerenciamento De Projeto
Exemplo De Plano De Gerenciamento De ProjetoExemplo De Plano De Gerenciamento De Projeto
Exemplo De Plano De Gerenciamento De Projeto
lhencar
 
Redes 3 protocolos
Redes 3 protocolosRedes 3 protocolos
Redes 3 protocolos
Mauro Pereira
 
Aula orientação a objetos
Aula orientação a objetosAula orientação a objetos
Aula orientação a objetos
Gardênia Santana
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
Levi Tancredo
 
Redes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamentoRedes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamento
Mauro Pereira
 
Desenho de Processos com Design Thinking
Desenho de Processos com Design ThinkingDesenho de Processos com Design Thinking
Desenho de Processos com Design Thinking
.add
 
Apresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdf
Apresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdfApresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdf
Apresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdf
GEDEONGONCALVESROCHA
 
Desenhando Componentes de Software com UML
Desenhando Componentes de Software com UMLDesenhando Componentes de Software com UML
Desenhando Componentes de Software com UML
Rildo (@rildosan) Santos
 
JavaScript: Estruturas (aula 2)
JavaScript: Estruturas (aula 2)JavaScript: Estruturas (aula 2)
JavaScript: Estruturas (aula 2)
Gustavo Zimmermann
 
Aula 3 compiladores e interpretadores
Aula 3   compiladores e interpretadoresAula 3   compiladores e interpretadores
Aula 3 compiladores e interpretadores
LCCIMETRO
 

Mais procurados (20)

Sistema de gerenciamento de banco de dados
Sistema de gerenciamento de banco de dadosSistema de gerenciamento de banco de dados
Sistema de gerenciamento de banco de dados
 
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPM
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPMMapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPM
Mapeamento e Modelagem de Processos de Negócios com BPM
 
Aplicações web parte 1
Aplicações web parte 1Aplicações web parte 1
Aplicações web parte 1
 
Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry e kiss
Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry  e kiss Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry  e kiss
Princípios de Programação Orientada a Objetos Solid, dry e kiss
 
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
 
Arquitetura de software distribuído - PUC MINAS
Arquitetura de software distribuído - PUC MINASArquitetura de software distribuído - PUC MINAS
Arquitetura de software distribuído - PUC MINAS
 
Workshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produto
Workshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produtoWorkshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produto
Workshop Prototipação em ux - Como validar uma ideia sem construir o produto
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
 
Linguagem logo
Linguagem logoLinguagem logo
Linguagem logo
 
Plano de curso informatica
Plano de curso informaticaPlano de curso informatica
Plano de curso informatica
 
Exemplo De Plano De Gerenciamento De Projeto
Exemplo De Plano De Gerenciamento De ProjetoExemplo De Plano De Gerenciamento De Projeto
Exemplo De Plano De Gerenciamento De Projeto
 
Redes 3 protocolos
Redes 3 protocolosRedes 3 protocolos
Redes 3 protocolos
 
Aula orientação a objetos
Aula orientação a objetosAula orientação a objetos
Aula orientação a objetos
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Redes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamentoRedes padroes e cabeamento
Redes padroes e cabeamento
 
Desenho de Processos com Design Thinking
Desenho de Processos com Design ThinkingDesenho de Processos com Design Thinking
Desenho de Processos com Design Thinking
 
Apresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdf
Apresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdfApresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdf
Apresentação 4 - Robótica Avançada 3.pdf
 
Desenhando Componentes de Software com UML
Desenhando Componentes de Software com UMLDesenhando Componentes de Software com UML
Desenhando Componentes de Software com UML
 
JavaScript: Estruturas (aula 2)
JavaScript: Estruturas (aula 2)JavaScript: Estruturas (aula 2)
JavaScript: Estruturas (aula 2)
 
Aula 3 compiladores e interpretadores
Aula 3   compiladores e interpretadoresAula 3   compiladores e interpretadores
Aula 3 compiladores e interpretadores
 

Destaque

Plano de negócio da apple inc.
Plano de negócio da apple inc.Plano de negócio da apple inc.
Plano de negócio da apple inc.
Luciana De Castro
 
Plano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavorPlano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavor
Karlla Costa
 
Amisha ap sebrae-endeavor
Amisha   ap sebrae-endeavorAmisha   ap sebrae-endeavor
Amisha ap sebrae-endeavor
Rede de Estudos de Empreendedorismo
 
Posicionamento Estratégico Apple
Posicionamento Estratégico ApplePosicionamento Estratégico Apple
Posicionamento Estratégico Apple
Aurivan
 
Apresentação Resumida
Apresentação ResumidaApresentação Resumida
Apresentação Resumida
Cesar Augusto
 
Plano de negócios passo a passo
Plano de negócios passo a passoPlano de negócios passo a passo
Plano de negócios passo a passo
josedornelas
 
Modelo De Plano De Negócio
Modelo De Plano De NegócioModelo De Plano De Negócio
Modelo De Plano De Negócio
Ricardo Martins Neves
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Letícia Vilela de Aquino
 

Destaque (8)

Plano de negócio da apple inc.
Plano de negócio da apple inc.Plano de negócio da apple inc.
Plano de negócio da apple inc.
 
Plano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavorPlano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavor
 
Amisha ap sebrae-endeavor
Amisha   ap sebrae-endeavorAmisha   ap sebrae-endeavor
Amisha ap sebrae-endeavor
 
Posicionamento Estratégico Apple
Posicionamento Estratégico ApplePosicionamento Estratégico Apple
Posicionamento Estratégico Apple
 
Apresentação Resumida
Apresentação ResumidaApresentação Resumida
Apresentação Resumida
 
Plano de negócios passo a passo
Plano de negócios passo a passoPlano de negócios passo a passo
Plano de negócios passo a passo
 
Modelo De Plano De Negócio
Modelo De Plano De NegócioModelo De Plano De Negócio
Modelo De Plano De Negócio
 
Plano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadoresPlano de Negócios - Slides facilitadores
Plano de Negócios - Slides facilitadores
 

Semelhante a Plano de Negócios para Lan House

Conteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial Ampliado
Conteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial AmpliadoConteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial Ampliado
Conteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial Ampliado
Ernesto Costa Santos
 
Negócios Digitais - Lucas Reis
Negócios Digitais - Lucas ReisNegócios Digitais - Lucas Reis
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto ImpactoOficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva
 
PLANO DE MKT - View Party
PLANO DE MKT - View PartyPLANO DE MKT - View Party
PLANO DE MKT - View Party
Daniel Bohn
 
Palestra - Estratégia - UCAM - Nino Carvalho
Palestra - Estratégia - UCAM - Nino CarvalhoPalestra - Estratégia - UCAM - Nino Carvalho
Palestra - Estratégia - UCAM - Nino Carvalho
Nino Carvalho - Consultor e Professor
 
Relatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdf
Relatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdfRelatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdf
Relatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdf
Thiago Faravallo Florencio
 
Vendas consultivas
Vendas consultivasVendas consultivas
Vendas consultivas
INSTITUTO MVC
 
Credenciais indico completa social_direct
Credenciais indico completa social_directCredenciais indico completa social_direct
Credenciais indico completa social_direct
Indico S.A.
 
Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)
Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)
Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)
Gustavo Caetano
 
BPO: o Que, Como e Quando
BPO: o Que, Como e QuandoBPO: o Que, Como e Quando
BPO: o Que, Como e Quando
heliobpereira
 
Influire - Apresentação
Influire - ApresentaçãoInfluire - Apresentação
Influire - Apresentação
Sergio Luis Seloti Jr
 
Influire - Competição
Influire - CompetiçãoInfluire - Competição
Influire - Competição
Sergio Luis Seloti Jr
 
Confiance Invest - Tese de Investimento Nextale
Confiance Invest - Tese de Investimento NextaleConfiance Invest - Tese de Investimento Nextale
Confiance Invest - Tese de Investimento Nextale
GustavoPoppe
 
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de EventosEventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
Wilson Canova
 
A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...
A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...
A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...
JET e-Commerce
 
Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...
Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...
Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...
Márcio Reis Pinto
 
Planejamento Integrado de Mídia
Planejamento Integrado de MídiaPlanejamento Integrado de Mídia
Planejamento Integrado de Mídia
Fred Pacheco
 
Ferramentas e Aplicativos da Adm
Ferramentas e Aplicativos da AdmFerramentas e Aplicativos da Adm
Ferramentas e Aplicativos da Adm
Marcos Alves
 
Gestão de Marketing para Engenharia
Gestão de Marketing para EngenhariaGestão de Marketing para Engenharia
Gestão de Marketing para Engenharia
Renato Melo
 
Inteligência mercado
Inteligência mercadoInteligência mercado
Inteligência mercado
Wilson Diniz
 

Semelhante a Plano de Negócios para Lan House (20)

Conteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial Ampliado
Conteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial AmpliadoConteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial Ampliado
Conteúdo Sugerido para um Diagnóstico Comercial Ampliado
 
Negócios Digitais - Lucas Reis
Negócios Digitais - Lucas ReisNegócios Digitais - Lucas Reis
Negócios Digitais - Lucas Reis
 
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto ImpactoOficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
Oficina de Trabalho - Vendas de Alto Impacto
 
PLANO DE MKT - View Party
PLANO DE MKT - View PartyPLANO DE MKT - View Party
PLANO DE MKT - View Party
 
Palestra - Estratégia - UCAM - Nino Carvalho
Palestra - Estratégia - UCAM - Nino CarvalhoPalestra - Estratégia - UCAM - Nino Carvalho
Palestra - Estratégia - UCAM - Nino Carvalho
 
Relatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdf
Relatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdfRelatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdf
Relatório Geral Plano Negócio - sunlytics.pdf
 
Vendas consultivas
Vendas consultivasVendas consultivas
Vendas consultivas
 
Credenciais indico completa social_direct
Credenciais indico completa social_directCredenciais indico completa social_direct
Credenciais indico completa social_direct
 
Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)
Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)
Construindo startups de sucesso (IBMEC 2013)
 
BPO: o Que, Como e Quando
BPO: o Que, Como e QuandoBPO: o Que, Como e Quando
BPO: o Que, Como e Quando
 
Influire - Apresentação
Influire - ApresentaçãoInfluire - Apresentação
Influire - Apresentação
 
Influire - Competição
Influire - CompetiçãoInfluire - Competição
Influire - Competição
 
Confiance Invest - Tese de Investimento Nextale
Confiance Invest - Tese de Investimento NextaleConfiance Invest - Tese de Investimento Nextale
Confiance Invest - Tese de Investimento Nextale
 
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de EventosEventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
EventoAqui - Marketplace Espaços, Serviços e Profissionais de Eventos
 
A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...
A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...
A importância de um bom planejamento para iniciar e se manter no e-commerce. ...
 
Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...
Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...
Debrief on martech - digital transformation for marketing, sales and service ...
 
Planejamento Integrado de Mídia
Planejamento Integrado de MídiaPlanejamento Integrado de Mídia
Planejamento Integrado de Mídia
 
Ferramentas e Aplicativos da Adm
Ferramentas e Aplicativos da AdmFerramentas e Aplicativos da Adm
Ferramentas e Aplicativos da Adm
 
Gestão de Marketing para Engenharia
Gestão de Marketing para EngenhariaGestão de Marketing para Engenharia
Gestão de Marketing para Engenharia
 
Inteligência mercado
Inteligência mercadoInteligência mercado
Inteligência mercado
 

Mais de Fred Pacheco

A Força dos Veículos Regionais
A Força dos Veículos RegionaisA Força dos Veículos Regionais
A Força dos Veículos Regionais
Fred Pacheco
 
How forced online classes can finally enable educators to improve learning
How forced online classes can finally enable educators to improve learningHow forced online classes can finally enable educators to improve learning
How forced online classes can finally enable educators to improve learning
Fred Pacheco
 
How to develop your MVP
How to develop your MVPHow to develop your MVP
How to develop your MVP
Fred Pacheco
 
Portfolio Palestras 2019 | Fred Pacheco
Portfolio Palestras 2019 | Fred PachecoPortfolio Palestras 2019 | Fred Pacheco
Portfolio Palestras 2019 | Fred Pacheco
Fred Pacheco
 
Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019
Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019
Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019
Fred Pacheco
 
Forum TI & Utilities 2012 | Fred Pacheco
Forum TI & Utilities 2012 | Fred PachecoForum TI & Utilities 2012 | Fred Pacheco
Forum TI & Utilities 2012 | Fred Pacheco
Fred Pacheco
 
Pesquisa F/Radar 7ª edição
Pesquisa F/Radar 7ª ediçãoPesquisa F/Radar 7ª edição
Pesquisa F/Radar 7ª edição
Fred Pacheco
 
Apresentação Comercial da Empório de Mídia
Apresentação Comercial da Empório de MídiaApresentação Comercial da Empório de Mídia
Apresentação Comercial da Empório de Mídia
Fred Pacheco
 
Planej Mod2 Métricas
Planej Mod2 MétricasPlanej Mod2 Métricas
Planej Mod2 Métricas
Fred Pacheco
 
Você S/A: carreiras na web
Você S/A: carreiras na webVocê S/A: carreiras na web
Você S/A: carreiras na web
Fred Pacheco
 
Resumo boo-box
Resumo boo-boxResumo boo-box
Resumo boo-box
Fred Pacheco
 
Especificações de Formatos boo-box
Especificações de Formatos boo-boxEspecificações de Formatos boo-box
Especificações de Formatos boo-box
Fred Pacheco
 
Redes Sociais Vitamina Uff
Redes Sociais   Vitamina UffRedes Sociais   Vitamina Uff
Redes Sociais Vitamina Uff
Fred Pacheco
 
Apresentação Conceitual de Mídia Social
Apresentação Conceitual de Mídia SocialApresentação Conceitual de Mídia Social
Apresentação Conceitual de Mídia Social
Fred Pacheco
 
Apresentação Comercial boo-box
Apresentação Comercial boo-boxApresentação Comercial boo-box
Apresentação Comercial boo-box
Fred Pacheco
 
Fred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-boxFred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco
 
Fred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-boxFred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco
 
Publicidades Vencedores de Prêmios
Publicidades Vencedores de PrêmiosPublicidades Vencedores de Prêmios
Publicidades Vencedores de Prêmios
Fred Pacheco
 
Otimização de Campanhas Online
Otimização de Campanhas OnlineOtimização de Campanhas Online
Otimização de Campanhas Online
Fred Pacheco
 
Novos formatos de midia online
Novos formatos de midia onlineNovos formatos de midia online
Novos formatos de midia online
Fred Pacheco
 

Mais de Fred Pacheco (20)

A Força dos Veículos Regionais
A Força dos Veículos RegionaisA Força dos Veículos Regionais
A Força dos Veículos Regionais
 
How forced online classes can finally enable educators to improve learning
How forced online classes can finally enable educators to improve learningHow forced online classes can finally enable educators to improve learning
How forced online classes can finally enable educators to improve learning
 
How to develop your MVP
How to develop your MVPHow to develop your MVP
How to develop your MVP
 
Portfolio Palestras 2019 | Fred Pacheco
Portfolio Palestras 2019 | Fred PachecoPortfolio Palestras 2019 | Fred Pacheco
Portfolio Palestras 2019 | Fred Pacheco
 
Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019
Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019
Palestrante Fred Pacheco - Portfólio de Temas para Palestras 2019
 
Forum TI & Utilities 2012 | Fred Pacheco
Forum TI & Utilities 2012 | Fred PachecoForum TI & Utilities 2012 | Fred Pacheco
Forum TI & Utilities 2012 | Fred Pacheco
 
Pesquisa F/Radar 7ª edição
Pesquisa F/Radar 7ª ediçãoPesquisa F/Radar 7ª edição
Pesquisa F/Radar 7ª edição
 
Apresentação Comercial da Empório de Mídia
Apresentação Comercial da Empório de MídiaApresentação Comercial da Empório de Mídia
Apresentação Comercial da Empório de Mídia
 
Planej Mod2 Métricas
Planej Mod2 MétricasPlanej Mod2 Métricas
Planej Mod2 Métricas
 
Você S/A: carreiras na web
Você S/A: carreiras na webVocê S/A: carreiras na web
Você S/A: carreiras na web
 
Resumo boo-box
Resumo boo-boxResumo boo-box
Resumo boo-box
 
Especificações de Formatos boo-box
Especificações de Formatos boo-boxEspecificações de Formatos boo-box
Especificações de Formatos boo-box
 
Redes Sociais Vitamina Uff
Redes Sociais   Vitamina UffRedes Sociais   Vitamina Uff
Redes Sociais Vitamina Uff
 
Apresentação Conceitual de Mídia Social
Apresentação Conceitual de Mídia SocialApresentação Conceitual de Mídia Social
Apresentação Conceitual de Mídia Social
 
Apresentação Comercial boo-box
Apresentação Comercial boo-boxApresentação Comercial boo-box
Apresentação Comercial boo-box
 
Fred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-boxFred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-box
 
Fred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-boxFred Pacheco | boo-box
Fred Pacheco | boo-box
 
Publicidades Vencedores de Prêmios
Publicidades Vencedores de PrêmiosPublicidades Vencedores de Prêmios
Publicidades Vencedores de Prêmios
 
Otimização de Campanhas Online
Otimização de Campanhas OnlineOtimização de Campanhas Online
Otimização de Campanhas Online
 
Novos formatos de midia online
Novos formatos de midia onlineNovos formatos de midia online
Novos formatos de midia online
 

Último

A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
edsonfrancojunior99
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
Paulo Dalla Nora Macedo
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (6)

A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Plano de Negócios para Lan House

  • 1. Plano de Negócio Start-Up
  • 2. Agenda Modelo de Negócio Público-alvo Marketing Mix Estratégias Empresariais Análise Financeira
  • 3. Modelo de Negócio Origem: 1996 – Coréia 1998 – Brasil 2000 – popularização no Brasil Modelo típico para prestação de serviços : Aluguel de computadores, interligados em rede, para competições de jogos e acesso à Internet; Oferta de serviços agregados para alavancar a estrutura montada; realização de eventos; serviço leva-e-traz; gravação de CDs, impressão, digitalização; aluguel de acessórios; venda de lanches; venda de suprimentos.
  • 4. Público-alvo Perfil do usuário de LAN House : de 13 a 27 anos pertencentes às classes A e B 90% do sexo masculino 90% possuem computador em casa Procuram a lan house pelo “desafio real” Seus pais buscam um local seguro para o divertimento dos filhos
  • 5. Público-alvo Principais públicos potenciais identificados: Pais ou responsáveis : buscam um local onde deixar os filhos com tranqüilidade, preferencialmente sem precisar se deslocar até lá; Usuários de jogos em rede : buscam o desafio e maior interação com pessoas; querem um local onde encontrar seus amigos; Público adulto : buscam locais tranqüilos, equipamentos de ponta, ambiente requintado e atendimento com qualidade.
  • 7. Marketing Mix Produto Este Produto pode ser definido como um Bem Especial; Como típicos serviços, não apresentam aparência física; Os itens intangíveis e o atendimento são o diferencial para construir o valor do produto.
  • 8. Marketing Mix Praça Negócio localizado na Barra da Tijuca, RJ; Dentro do Shopping Downtown; O bairro foi escolhido em função de suas características sociodemográficas: melhor nível de educação no município 98% de alfabetização da pop.adulta 71% dos responsáveis por domicílios no bairro possuem nível superior bairro com a maior renda familiar do município Downtown
  • 9. Marketing Mix Preço Sem custo variável, os preços se pautam na concorrência e percepção de valor; Inicialmente a Estratégia é de Penetração no Mercado, incentivando a experimentação.
  • 10. Marketing Mix Promoção A comunicação será realizadas por diferentes veículos e em diferentes fases; Iniciar-se-á com o lançamento do negócio, prosseguindo com ações de incentivo à experimentação e de manutenção; As mídias priorizarão veículos locais e dirigidos.
  • 11. Análise do ambiente diagnóstico dos ambientes interno e externo
  • 12. Ciclo de Vida no Brasil estágio atual
  • 13. Atratividade do Mercado As forças de Porter Fornecedores : baixo poder , devido ao grande número de empresas; críticos para continuidade da operação; Compradores : médio poder , pois o preço é estabelecido pelo mercado; não há negociação de preço com os compradores; Substitutos : grande força , grande gama de possíveis substitutos ao nosso negócio; grande limitador para os preços praticados; Entrantes Potenciais : média força , fácil inicio de novos entrantes; sem barreiras de entrada e ou de abandono; Concorrentes : baixo poder , grande número de concorrentes diretos; nenhum deles se diferencia ou trabalha a fidelização. Mercado Atrativo
  • 14. Análise Setorial Mercado em acelerado crescimento (20% ao ano) Relativamente, poucos estabelecimentos no Brasil 46% dos jovens brasileiros já foram a uma Lan House No Brasil, por mês são despendidas um total de 4,7 milhões de horas navegadas em sites de jogos on-line.
  • 15. Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Ofensivas Vulnerabilidades Análise SWOT Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Limitação capital próprio Grd. qnt. concorr. subst. Sem experiência no modelo Avanço tecnológico (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência FORÇAS OPORTUNIDADES FRAQUEZAS AMEAÇAS Defensivas Debilidades
  • 16. Ofensivas Possibilidade de ação ofensiva : Divulgação da qualidade dos serviços Posicionamento Premium Estrutura moderna Baixa notoriedade concorr. Análise SWOT Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo FORÇAS OPORTUNIDADES
  • 17. Possibilidade para criar ações defensivas : Diversificação dos serviços (alavancagem) Reconstrução do modelo de negócio Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Estrutura moderna Flexibilidade equipamento Equipe de gestão eclética Avanço tecnológico (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Avanço tecnológico (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Análise SWOT FORÇAS AMEAÇAS Defensiva
  • 18. Possibilidade para minimizar as debilidades : Acumulo de capital da operação para reinvestir no crescimento do negócio Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Baixa notoriedade concorr. Crescimento do setor Bom poder aquisitivo Limitação capital próprio Análise SWOT Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. Limitação capital próprio Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. FRAQUEZAS OPORTUNIDADES Debilidades
  • 19. Vulnerabilidades Possibilidade para minimizar as Vulnerabilidades : Investimento em construção de marca e percepção de valor do negócio. Limitação capital próprio Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. Limitação capital próprio Sem experiência no modelo Grd. qnt. concorr. subst. Avanço tecnológico (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Avanço tecnológico (ruptura) Barateamento banda-larga Reação da concorrência Análise SWOT FRAQUEZAS AMEAÇAS
  • 20. Estratégia Empresarial definições estratégicas para o negócio
  • 21. Estratégias Definição do Negócio: “ Fornecimento de Solução Digital e Entretenimento para o Mercado Consumidor” Objetivos Estratégicos: Diferenciar-se no atendimento ao cliente Gerar lucro, prezando pela qualidade Reinventar sempre o negócio para manter-se na vanguarda
  • 22. Estratégias Visão: Até 2008, a PONTO Z deverá ser reconhecida como uma empresa profissional e acessível que entretece e aproxima as pessoas , através da tecnologia digital e seus serviços. Missão: Disponibilizar e tornar acessíveis as tecnologias necessárias para facilitar a vida dos usuários e ao mesmo tempo prover entretenimento de forma atrativa e segura. Atuando sempre para o crescimento de toda a equipe.
  • 23. Estratégias Valores: Respeito às pessoas; Respeito à comunicação e clareza; Respeito aos fatos; Respeito ao negócio; Respeito à sociedade.
  • 26. Perspectiva Processo Interno: Estratégias Balanced Scorecard
  • 27. Perspectiva Aprendizado e Crescimento: Estratégias Balanced Scorecard
  • 28. Relação de causa e efeito: Estratégias Balanced Scorecard Equipe Treinada Processos Internos Satisfação da Equipe Minimizar Tempo de Manutenção Operação Contínua Processos de Atendimento Satisfação Decisores Satisfação Usuários Retenção dos Consumidores Rentabilidade do Investim. Venda Casada Novas fontes de renda Resultados da Ponto Z Perspectiva Financeira Perspectiva Clientes Perspectiva Proc. Internos Perspectiva Aprend. Cresc.
  • 29. Análise Financeira diagnóstico dos ambientes interno e externo
  • 30. Sazonalidade fonte: pesquisas de campo com responsáveis por lanhouses na Barra da Tijuca
  • 32. Investimento Necessário O negócio proposto requer um investimento total no valor de R$ 87,500
  • 35. Análise do Investimento ponto de payback 1 ano e 9 meses VPL: R$ 91,465 TIR: 92,89% a.a.