SlideShare uma empresa Scribd logo
Brasília, IBICT 14 e 15 de dezembro / 2009
Maria de Nazaré Freitas Pereira Clóvis Gorgônio
ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO Mapa de Inclusão Digital (MID) Objetivo Histórico/ Evolução Produtos Pesquisas (Brasil e Censo Maranhão) Metodologia Principais Resultados e Comparações Conclusões
DEFINIÇÃO: OBJETIVO DO MID  É uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) para avaliar as iniciativas da inclusão digital no país por parte de agentes públicos e privados.
HISTÓRICO DO MID Estudo Telecentros/Unesco (2005) Mapa de Inclusão Digital no Brasil (IBICT/MEDIATECA): Projeto ao Instituto Telemar (2006) Metodologia: Estudo Unesco 2005 questão: eliminação de duplicatas SisMID (Sistema de Apoio ao MID) MID  http://inclusao.ibict.br/mid/mid.php
HISTÓRICO DO MID Relatório ao Instituto Telemar (2006) Estudo Unesco (2005): 95 iniciativas, 12.464 PIDs de acesso público gratuito Estudo Telemar: 114 iniciativas, 14.878 PIDs de acesso público gratuito Aumento de 25% aprox. Sustentabilidade (política e financeira) nível municipal: iniciativas descontinuadas após a mudança de governo, ou que sofreram questionamentos e paralisações no processo de transição.
HISTÓRICO DO MID 2007/2009 Out. 2007 - início da Pesquisa Brasil: 17.813 PIDs de acesso gratuito Assessoria de técnicos do IBGE (treinamento equipe MID) Parceria com a ABCID: Inclusão de lanhouses e cibercafés nos estudos Pesquisa Brasil: Via Portal do MID Pesquisa Maranhão: Programa Maranhão Digital Pesquisa censitária e diagnóstica Definição metodologia de validação pelos estados Relatórios de Pesquisa: nov.2009 21.091 PIDs de acesso público agregadas à 151 iniciativas  131 com menos de 100
PRODUTOS DO MID Sistema de Apoio ao Mapa da Inclusão Digital (SisMid) Banco de Dados Mapa Portal de Inclusão Digital Glossário de Inclusão Digital Repositório de Inclusão Digital
PRODUTOS DO MID Protocolo SisMID (repasse aos estados) Compartilhamento de informações (metadados) Interoperabilidade entre bases de dados Pesquisas Seminários Caderno de Pesquisa
METODOLOGIA Instrumento de Coleta de Dados Cadastro e Pesquisa Vinculação institucional Permanência no mesmo endereço Infra-estrutura Serviços Oferecidos Usuários Recursos humanos Sustentabilidade (Censo Maranhão)
METODOLOGIA Coleta de Dados MID Brasil: via Internet período outubro de 2007 a dezembro de 2008 PIDs acesso pago: mobilização promovida pela ABCID (Orkut e reuniões presenciais) PIDs acesso gratuito (contato telefônico e via e-mail; algumas reuniões) Censo Maranhão  período setembro de 2008 a janeiro de 2009 conduzido pela empresa Opinare: 60 entrevistadores  10 supervisores treinados pelo IBICT
RELATÓRIOS DE PESQUISA IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008.  Pesquisa Sobre Centros Públicos de Acesso Pago no Brasil : Relatório Final. Brasília: IBICT, Julho/2009. Projeto “Atualização dos Processos de Gestão e Disseminação de Informações em C&T no IBICT” PRODOC 914 BRA 2015.  IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008.  Pesquisa Sobre Centros Públicos de Acesso Gratuito no Brasil : Relatório Final. Brasília: IBICT, Agosto/2009. Projeto “Atualização dos Processos de Gestão e Disseminação de Informações em C&T no IBICT” PRODOC 914 BRA 2015. IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008.  Censo Maranhão de Inclusão Digital : Relatório Final. Brasília: IBICT, Novembro/2009.
Principais Resultados: Respondentes PIDs Acesso Gratuito: 1.272 / PIDs Acesso Pago: MID Brasil: 1.175, Censo Maranhão: 1.357
PRINCIPAIS RESULTADOS: PIDs Fechados: Censo Maranhão 2.501 respondentes quase metade dos PIDs de acesso gratuito:  encontre-se fechada (“inativos”), sem condições de atendimento público: Laboratórios de Informática: 51% Telecentros/ Infocentros: 32% PIDs de acesso pago: cerca de apenas um em cada 38 (ou 2,65% do total) encontra-se fechado.
PRINCIPAIS RESULTADOS:  PIDs Fechados: Censo Maranhão A maior causa do fechamento Laboratórios de informática  “ Falta instalar equipamentos/ programas” (21%), seguida da “Falta acesso a internet” (12%) Telecentros/Infocentros “ Falta de manutenção dos equipamentos / Equipamentos quebrados” (16%, quase o dobro dos Laboratórios)
PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior PIDs gratuitos: MID Brasil: são pouco mais de 4/5 no interior e 1/5 na capital Censo Maranhão: está em torno de 3/4 no interior e 1/4  na capital muitos municípios em áreas isoladas e com baixa densidade populacional, inclusive em regiões de floresta enorme quantidade (quase 50%) de PIDs inativos, boa parte deles no interior
PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior PIDs pagos: MID Brasil:  comparado aos PIDs gratuitos, a concentração é maior nas capitais,  mas ainda há mais no interior que na capital, 62%, contra 38% Censo Maranhão:  essa proporção praticamente se repete: 59% contra 41%
PRINCIPAIS RESULTADOS:  Distribuição Capital e Interior Censo Maranhão Presença de pelo menos um PID em cada um dos 217 municípios  Alta concentração em São Luis e em Imperatriz  Densidade populacional e disponibilidade de conexão
PRINCIPAIS RESULTADOS:  Distribuição Capital e Interior Censo Maranhão 146 municípios com PIDs ativos e inativos 60 municípios com todos os PIDs ativos Maior concentração de PIDs inativos no interior (85%)  11 municípios apresentam-se com os todos PIDs inativos Tendência a que a maior parte se distribua justamente onde há menos PIDs por município
PRINCIPAIS RESULTADOS: Programas de Apoio de ID Ausência de conhecimento/ entendimento dos respondentes das Pesquisas no segmento PIDs de acesso gratuito sobre a presença de vínculos com instituições apoiadoras de ID Respondente focado em questões técnicas Integração horizontal fraca entre níveis de governo Atendimento on-line do MID
PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional PIDs gratuitos (questão complicada) MID Brasil e Censo Maranhão A maioria absoluta dos Laboratórios de Informática informa estar vinculado a escolas mas há escolas que consideram que seus “laboratórios” são melhor denominados como “telecentros”. Apenas 4% dos Telecentros considera-se em escolas Questão a ser pensada no próximo instrumental classificação mais dura: haver a opção “laboratórios de informática em escolas públicas”.  Há 81% de Laboratórios que se dizem vinculados a escolas (menos do que o esperado), e há 41% de Telecentros que se dizem vinculados a escolas.
PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional PIDs pagos MID Brasil seriam 69% que são independentes (é o próprio negócio) Censo Maranhão há 63% que dizem não ter vinculação, percentagens muito próximas.  Questão a ser pensada no próximo instrumental Localização (“estabelecimento comercial”, “residência”, etc.), e não a “vinculação”.
PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço Aspectos a serem observados:  Percentual de PIDs criados: nos últimos 6 meses: indicador de crescimento mais ou menos acelerado,  há mais de 4 anos: indicador de estabilidade.
 
PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço Entre os PIDs gratuitos, os dados do Maranhão também indicam um processo mais recente e mais acelerado de criação de PIDs, mesmo com todos os problemas relatados ao longo do estudo, o que deve ser reflexo dos dados negativos sobre a inclusão digital neste estado trazidos por levantamentos como a PNAD de 2005.
Tempo de Permanência no mesmo Endereço – PIDs Pagos
MID Brasil  Computadores com e sem conexão
Censo Maranhão Computadores com e sem conexão
PRINCIPAIS RESULTADOS Computadores Disponíveis com e sem Conexão à Internet Censo Maranhão: PIDs pagos  São menores, com menor público em municípios com baixa densidade populacional, e em negócios com infra-estrutura mais precária do que em geral no Brasil. A baixa média de computadores com acesso não significa que haja muitos PIDs sem acesso, pois o negócio não funciona sem Internet; a quantidade de computadores é, efetivamente, baixa por PID.
PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs Reflete a criação de novos PIDs e a atualização da base instalada.  Quanto mais computadores com menos de seis meses ou menos de um ano, melhor.  Até dois anos é um limite razoável de tempo de uso, embora com o uso intensivo o desgaste seja maior.
Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs
PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs PIDs pagos MID Brasil e Censo Maranhão 55% dos computadores têm menos de um ano Lógica de funcionamento muito direta:  atualização constante para conseguir manter-se no mercado,  maior desgaste dos computadores pelo uso mais intenso (muitas horas por dia, alta rotatividade).
Sistema Operacional em Uso
PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) PIDs gratuitos MID Brasil e Censo Maranhão Nos Telecentros Brasil, apenas “Acesso a Internet” e “Treinamento em Informática” se destacam. Nos Laboratórios de Informática , esses serviços são considerados os mais importantes, com grande diferença para todos os outros. Nos Telecentros Maranhão, além desses, “Oficinas comunitárias” e “Elaborações de currículos e textos” são os serviços mais valorizados. (*) excesso de faixas (5) e a dificuldade de coordenar e comparar as gradações
PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) PIDs pagos  MID Brasil  “ Acesso a Internet”, “Jogos” “Serviços de Impressão” e “Elaborações de currículos e textos” são os mais valorizados. Censo Maranhão  “ Acesso a Internet” e “Jogos”. (*)  excesso de faixas (5) e a dificuldade de coordenar e comparar as gradações
Programas Administrativos Instalados
PRINCIPAIS RESULTADOS  Quantitativos de Usuários Únicos Atendidos (*) PIDs pagos e gratuitos MID Brasil  a primeira faixa vai até 150 usuários, e também concentra a maioria dos PIDs Censo Maranhão  a primeira faixa é até 100 e a maioria ai se concentra outras faixas, no Brasil e no Maranhão, tem baixos percentuais, o que indica que estas deveriam ser melhor distribuídas para uma melhor análise   (*) excesso de faixas; no Censo Maranhão foram usadas faixas diferentes
PRINCIPAIS RESULTADOS  Freqüência de Atendimento  Conforme Faixa Etária dos Usuários (*) Faixas prevalentes MID Brasil e Censo Maranhão   Nos Laboratórios de Informática a tendência mais forte é a do atendimento de crianças e jovens até 16 anos. Nos Telecentros e PIDs pagos a faixa prevalente é a de 16 a 21 anos. (*) as gradações de “reduzida” a “muito grande” dificultam a classificação pelo respondente a posterior análise das respostas.
PRINCIPAIS RESULTADOS  Média de Atendimentos Diários PIDs gratuitos MID Brasil e Censo Maranhão  até 40 atendimentos PIDs pagos MID Brasil até 60 atendimentos Censo Maranhão  até 40 atendimentos pequena quantidade de computadores disponíveis Obs: O negócio não funciona sem Internet.
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   Principais Recomendações A aplicação desta pesquisa deve ter um forte sentido didático, de forma a que os PIDs se sintam estimulados a melhorar os muitos aspectos escondidos nas perguntas. Como garantir que a pessoa que responde é a mais adequada, que entende o enunciado e tem acesso às informações para respondê-las?
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   Principais Recomendações Todas as perguntas com alto nível de não respondentes precisam ser revisadas, para verificar se a pergunta é relevante, se é bem formulada, se é adequada, e se as respostas dão conta das opções existentes.  Buscar a redução das opções de resposta e a compatibilização com IBGE,  CGI.br e ONID.
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   Principais Recomendações Os PIDs parecem ter dúvidas sobre o que são, e as opções disponíveis talvez aumentem a confusão. Apenas as “Lanhouses” se identificam sem problemas, pois os “Cibercafés” geram confusão, já que há projetos do Terceiro Setor e de governo que chamam seus PIDs de “cibercafé”, talvez no sentido de atrair os usuários com uma linguagem mais moderna. E algumas escolas chamam seus laboratórios de “telecentros”, criando assim mais ruído.
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   Principais Recomendações O processo de levantamento de dados quantitativos misturados a dados qualitativos é complexo por natureza. Uma pesquisa através de um formulário longo e com questões com algum grau de dificuldade de compreensão, implica em um processo dialógico entre o entrevistador (presencial ou à distância) e o respondente visando afinar as respostas durante o preenchimento e registrar as dúvidas e sugestões de melhorias.
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES O objetivo da pesquisa e do estudo aqui apresentado não é acadêmico, mas servir de base para compreender a situação das instâncias de inclusão digital, e auxiliar no desenvolvimento destas iniciativas e nas políticas que as fomentam e apóiam.  A condição mais gritante do levantamento é a identificação de PIDs gratuitos inativos em uma proporção absurda, sendo 51% entre os Laboratórios de Informática e 32% entre os Telecentros, e pelas mais diversas razões .
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES De que adianta iniciativas para criar novos PIDs se a tendência é que quase a metade deles fique inativo? Qual a credibilidade que um projeto de novos PIDs pode ter junto ao público, aos empresários que os poderiam apoiar, e a todos os parceiros que poderiam ser agregados ao projeto?
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES Há hoje um interesse compreensível pelo fenômeno do rápido crescimento do número e do espalhamento geográfico das lanhouses e cibercafés (PIDs pagos), o que explicita a grande demanda por estes serviços.
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES A prioridade no entanto deve ser mantida nos PIDs gratuitos, inclusive com o resgate dos inativos, os quais, muitas vezes, estão aguardando apenas a conexão a Internet, ou a designação de mão de obra.  E há espaços públicos que estão quase ausentes no levantamento aqui comentado, e que teriam um papel fundamental a cumprir neste contexto, que são as bibliotecas públicas.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Pesquisas IBICT

Via Digital So Livre Pr2007
Via Digital So Livre Pr2007Via Digital So Livre Pr2007
Via Digital So Livre Pr2007
jedelucca
 
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaesdia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
Rio Info
 
PLANO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESAC
PLANO  NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESACPLANO  NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESAC
PLANO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESAC
GESAC
 
Apresentacao tic-domicilios-2012
Apresentacao tic-domicilios-2012Apresentacao tic-domicilios-2012
Apresentacao tic-domicilios-2012
Henrique Arnholdt
 
Modelo Misto Tc E Lh Bsb 2009 12 14 Marcelo Caio
Modelo Misto Tc E Lh   Bsb 2009 12 14   Marcelo CaioModelo Misto Tc E Lh   Bsb 2009 12 14   Marcelo Caio
Modelo Misto Tc E Lh Bsb 2009 12 14 Marcelo Caio
Marcelo Caio
 
O Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TIC
O Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TICO Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TIC
O Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TIC
. .
 
Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...
Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...
Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...
Fabrício Basto
 
Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet
Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet
Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet
Escola de Governança da Internet no Brasil
 
Tecnosfera
TecnosferaTecnosfera
Tecnosfera
Acessa Escola
 
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de DoutoradoPalestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
Luiz Agner
 
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010brApresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
GovBR
 
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...
Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...
Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...
Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...
Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...
Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...
Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
participação e o controle social.
 participação e o controle social. participação e o controle social.
participação e o controle social.
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 
Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...
Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...
Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...
GT ASSESSORIA ACADÊMICA
 

Semelhante a Pesquisas IBICT (20)

Via Digital So Livre Pr2007
Via Digital So Livre Pr2007Via Digital So Livre Pr2007
Via Digital So Livre Pr2007
 
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaesdia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
dia 27/09/2011 - 14h às 17h30 - Talentos 2.0 - Frederico Novaes
 
PLANO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESAC
PLANO  NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESACPLANO  NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESAC
PLANO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA GESAC
 
Apresentacao tic-domicilios-2012
Apresentacao tic-domicilios-2012Apresentacao tic-domicilios-2012
Apresentacao tic-domicilios-2012
 
Modelo Misto Tc E Lh Bsb 2009 12 14 Marcelo Caio
Modelo Misto Tc E Lh   Bsb 2009 12 14   Marcelo CaioModelo Misto Tc E Lh   Bsb 2009 12 14   Marcelo Caio
Modelo Misto Tc E Lh Bsb 2009 12 14 Marcelo Caio
 
O Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TIC
O Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TICO Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TIC
O Perfil dos Municípios Brasileiros em Relação ao Uso e à Infraestrutura de TIC
 
Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...
Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...
Uso Efetivo da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Prefeitura Mun...
 
Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet
Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet
Políticas Públicas para Acesso e Uso da Internet
 
Tecnosfera
TecnosferaTecnosfera
Tecnosfera
 
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de DoutoradoPalestra na Unirio - Tese de Doutorado
Palestra na Unirio - Tese de Doutorado
 
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010brApresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
 
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
2. Faça uma pesquisa e identifique como uma organização pública em sua cidade...
 
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
- Identificação da Cidade e UF: - Organização pública: - TIC:
 
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
1. Indique quais são as principais características das TICs (sua resposta dev...
 
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
O objetivo desta atividade é que você se sinta imersivo em uma análise sobre ...
 
Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...
Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...
Olá, estudante! A atividade proposta corresponde ao Material de Avaliação Prá...
 
Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...
Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...
Capacidades estatais em tecnologias de informação e comunicação dos estados e...
 
Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...
Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...
Os governos estão, a cada dia, diante de diversas possibilidades e desafios p...
 
participação e o controle social.
 participação e o controle social. participação e o controle social.
participação e o controle social.
 
Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...
Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...
Exemplifique e descreva por que esse serviço é considerado uma TIC e como ele...
 

Último

GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 

Último (8)

GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 

Pesquisas IBICT

  • 1. Brasília, IBICT 14 e 15 de dezembro / 2009
  • 2. Maria de Nazaré Freitas Pereira Clóvis Gorgônio
  • 3. ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO Mapa de Inclusão Digital (MID) Objetivo Histórico/ Evolução Produtos Pesquisas (Brasil e Censo Maranhão) Metodologia Principais Resultados e Comparações Conclusões
  • 4. DEFINIÇÃO: OBJETIVO DO MID É uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) para avaliar as iniciativas da inclusão digital no país por parte de agentes públicos e privados.
  • 5. HISTÓRICO DO MID Estudo Telecentros/Unesco (2005) Mapa de Inclusão Digital no Brasil (IBICT/MEDIATECA): Projeto ao Instituto Telemar (2006) Metodologia: Estudo Unesco 2005 questão: eliminação de duplicatas SisMID (Sistema de Apoio ao MID) MID http://inclusao.ibict.br/mid/mid.php
  • 6. HISTÓRICO DO MID Relatório ao Instituto Telemar (2006) Estudo Unesco (2005): 95 iniciativas, 12.464 PIDs de acesso público gratuito Estudo Telemar: 114 iniciativas, 14.878 PIDs de acesso público gratuito Aumento de 25% aprox. Sustentabilidade (política e financeira) nível municipal: iniciativas descontinuadas após a mudança de governo, ou que sofreram questionamentos e paralisações no processo de transição.
  • 7. HISTÓRICO DO MID 2007/2009 Out. 2007 - início da Pesquisa Brasil: 17.813 PIDs de acesso gratuito Assessoria de técnicos do IBGE (treinamento equipe MID) Parceria com a ABCID: Inclusão de lanhouses e cibercafés nos estudos Pesquisa Brasil: Via Portal do MID Pesquisa Maranhão: Programa Maranhão Digital Pesquisa censitária e diagnóstica Definição metodologia de validação pelos estados Relatórios de Pesquisa: nov.2009 21.091 PIDs de acesso público agregadas à 151 iniciativas 131 com menos de 100
  • 8. PRODUTOS DO MID Sistema de Apoio ao Mapa da Inclusão Digital (SisMid) Banco de Dados Mapa Portal de Inclusão Digital Glossário de Inclusão Digital Repositório de Inclusão Digital
  • 9. PRODUTOS DO MID Protocolo SisMID (repasse aos estados) Compartilhamento de informações (metadados) Interoperabilidade entre bases de dados Pesquisas Seminários Caderno de Pesquisa
  • 10. METODOLOGIA Instrumento de Coleta de Dados Cadastro e Pesquisa Vinculação institucional Permanência no mesmo endereço Infra-estrutura Serviços Oferecidos Usuários Recursos humanos Sustentabilidade (Censo Maranhão)
  • 11. METODOLOGIA Coleta de Dados MID Brasil: via Internet período outubro de 2007 a dezembro de 2008 PIDs acesso pago: mobilização promovida pela ABCID (Orkut e reuniões presenciais) PIDs acesso gratuito (contato telefônico e via e-mail; algumas reuniões) Censo Maranhão período setembro de 2008 a janeiro de 2009 conduzido pela empresa Opinare: 60 entrevistadores 10 supervisores treinados pelo IBICT
  • 12. RELATÓRIOS DE PESQUISA IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008. Pesquisa Sobre Centros Públicos de Acesso Pago no Brasil : Relatório Final. Brasília: IBICT, Julho/2009. Projeto “Atualização dos Processos de Gestão e Disseminação de Informações em C&T no IBICT” PRODOC 914 BRA 2015. IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008. Pesquisa Sobre Centros Públicos de Acesso Gratuito no Brasil : Relatório Final. Brasília: IBICT, Agosto/2009. Projeto “Atualização dos Processos de Gestão e Disseminação de Informações em C&T no IBICT” PRODOC 914 BRA 2015. IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008. Censo Maranhão de Inclusão Digital : Relatório Final. Brasília: IBICT, Novembro/2009.
  • 13. Principais Resultados: Respondentes PIDs Acesso Gratuito: 1.272 / PIDs Acesso Pago: MID Brasil: 1.175, Censo Maranhão: 1.357
  • 14. PRINCIPAIS RESULTADOS: PIDs Fechados: Censo Maranhão 2.501 respondentes quase metade dos PIDs de acesso gratuito: encontre-se fechada (“inativos”), sem condições de atendimento público: Laboratórios de Informática: 51% Telecentros/ Infocentros: 32% PIDs de acesso pago: cerca de apenas um em cada 38 (ou 2,65% do total) encontra-se fechado.
  • 15. PRINCIPAIS RESULTADOS: PIDs Fechados: Censo Maranhão A maior causa do fechamento Laboratórios de informática “ Falta instalar equipamentos/ programas” (21%), seguida da “Falta acesso a internet” (12%) Telecentros/Infocentros “ Falta de manutenção dos equipamentos / Equipamentos quebrados” (16%, quase o dobro dos Laboratórios)
  • 16. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior PIDs gratuitos: MID Brasil: são pouco mais de 4/5 no interior e 1/5 na capital Censo Maranhão: está em torno de 3/4 no interior e 1/4 na capital muitos municípios em áreas isoladas e com baixa densidade populacional, inclusive em regiões de floresta enorme quantidade (quase 50%) de PIDs inativos, boa parte deles no interior
  • 17. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior PIDs pagos: MID Brasil: comparado aos PIDs gratuitos, a concentração é maior nas capitais, mas ainda há mais no interior que na capital, 62%, contra 38% Censo Maranhão: essa proporção praticamente se repete: 59% contra 41%
  • 18. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior Censo Maranhão Presença de pelo menos um PID em cada um dos 217 municípios Alta concentração em São Luis e em Imperatriz Densidade populacional e disponibilidade de conexão
  • 19. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior Censo Maranhão 146 municípios com PIDs ativos e inativos 60 municípios com todos os PIDs ativos Maior concentração de PIDs inativos no interior (85%) 11 municípios apresentam-se com os todos PIDs inativos Tendência a que a maior parte se distribua justamente onde há menos PIDs por município
  • 20. PRINCIPAIS RESULTADOS: Programas de Apoio de ID Ausência de conhecimento/ entendimento dos respondentes das Pesquisas no segmento PIDs de acesso gratuito sobre a presença de vínculos com instituições apoiadoras de ID Respondente focado em questões técnicas Integração horizontal fraca entre níveis de governo Atendimento on-line do MID
  • 21. PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional PIDs gratuitos (questão complicada) MID Brasil e Censo Maranhão A maioria absoluta dos Laboratórios de Informática informa estar vinculado a escolas mas há escolas que consideram que seus “laboratórios” são melhor denominados como “telecentros”. Apenas 4% dos Telecentros considera-se em escolas Questão a ser pensada no próximo instrumental classificação mais dura: haver a opção “laboratórios de informática em escolas públicas”. Há 81% de Laboratórios que se dizem vinculados a escolas (menos do que o esperado), e há 41% de Telecentros que se dizem vinculados a escolas.
  • 22. PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional PIDs pagos MID Brasil seriam 69% que são independentes (é o próprio negócio) Censo Maranhão há 63% que dizem não ter vinculação, percentagens muito próximas. Questão a ser pensada no próximo instrumental Localização (“estabelecimento comercial”, “residência”, etc.), e não a “vinculação”.
  • 23. PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço Aspectos a serem observados: Percentual de PIDs criados: nos últimos 6 meses: indicador de crescimento mais ou menos acelerado, há mais de 4 anos: indicador de estabilidade.
  • 24.  
  • 25. PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço Entre os PIDs gratuitos, os dados do Maranhão também indicam um processo mais recente e mais acelerado de criação de PIDs, mesmo com todos os problemas relatados ao longo do estudo, o que deve ser reflexo dos dados negativos sobre a inclusão digital neste estado trazidos por levantamentos como a PNAD de 2005.
  • 26. Tempo de Permanência no mesmo Endereço – PIDs Pagos
  • 27. MID Brasil Computadores com e sem conexão
  • 28. Censo Maranhão Computadores com e sem conexão
  • 29. PRINCIPAIS RESULTADOS Computadores Disponíveis com e sem Conexão à Internet Censo Maranhão: PIDs pagos São menores, com menor público em municípios com baixa densidade populacional, e em negócios com infra-estrutura mais precária do que em geral no Brasil. A baixa média de computadores com acesso não significa que haja muitos PIDs sem acesso, pois o negócio não funciona sem Internet; a quantidade de computadores é, efetivamente, baixa por PID.
  • 30. PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs Reflete a criação de novos PIDs e a atualização da base instalada. Quanto mais computadores com menos de seis meses ou menos de um ano, melhor. Até dois anos é um limite razoável de tempo de uso, embora com o uso intensivo o desgaste seja maior.
  • 31. Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs
  • 32. PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs PIDs pagos MID Brasil e Censo Maranhão 55% dos computadores têm menos de um ano Lógica de funcionamento muito direta: atualização constante para conseguir manter-se no mercado, maior desgaste dos computadores pelo uso mais intenso (muitas horas por dia, alta rotatividade).
  • 34. PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) PIDs gratuitos MID Brasil e Censo Maranhão Nos Telecentros Brasil, apenas “Acesso a Internet” e “Treinamento em Informática” se destacam. Nos Laboratórios de Informática , esses serviços são considerados os mais importantes, com grande diferença para todos os outros. Nos Telecentros Maranhão, além desses, “Oficinas comunitárias” e “Elaborações de currículos e textos” são os serviços mais valorizados. (*) excesso de faixas (5) e a dificuldade de coordenar e comparar as gradações
  • 35. PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) PIDs pagos MID Brasil “ Acesso a Internet”, “Jogos” “Serviços de Impressão” e “Elaborações de currículos e textos” são os mais valorizados. Censo Maranhão “ Acesso a Internet” e “Jogos”. (*) excesso de faixas (5) e a dificuldade de coordenar e comparar as gradações
  • 37. PRINCIPAIS RESULTADOS Quantitativos de Usuários Únicos Atendidos (*) PIDs pagos e gratuitos MID Brasil a primeira faixa vai até 150 usuários, e também concentra a maioria dos PIDs Censo Maranhão a primeira faixa é até 100 e a maioria ai se concentra outras faixas, no Brasil e no Maranhão, tem baixos percentuais, o que indica que estas deveriam ser melhor distribuídas para uma melhor análise (*) excesso de faixas; no Censo Maranhão foram usadas faixas diferentes
  • 38. PRINCIPAIS RESULTADOS Freqüência de Atendimento Conforme Faixa Etária dos Usuários (*) Faixas prevalentes MID Brasil e Censo Maranhão Nos Laboratórios de Informática a tendência mais forte é a do atendimento de crianças e jovens até 16 anos. Nos Telecentros e PIDs pagos a faixa prevalente é a de 16 a 21 anos. (*) as gradações de “reduzida” a “muito grande” dificultam a classificação pelo respondente a posterior análise das respostas.
  • 39. PRINCIPAIS RESULTADOS Média de Atendimentos Diários PIDs gratuitos MID Brasil e Censo Maranhão até 40 atendimentos PIDs pagos MID Brasil até 60 atendimentos Censo Maranhão até 40 atendimentos pequena quantidade de computadores disponíveis Obs: O negócio não funciona sem Internet.
  • 40. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS Principais Recomendações A aplicação desta pesquisa deve ter um forte sentido didático, de forma a que os PIDs se sintam estimulados a melhorar os muitos aspectos escondidos nas perguntas. Como garantir que a pessoa que responde é a mais adequada, que entende o enunciado e tem acesso às informações para respondê-las?
  • 41. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS Principais Recomendações Todas as perguntas com alto nível de não respondentes precisam ser revisadas, para verificar se a pergunta é relevante, se é bem formulada, se é adequada, e se as respostas dão conta das opções existentes. Buscar a redução das opções de resposta e a compatibilização com IBGE, CGI.br e ONID.
  • 42. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS Principais Recomendações Os PIDs parecem ter dúvidas sobre o que são, e as opções disponíveis talvez aumentem a confusão. Apenas as “Lanhouses” se identificam sem problemas, pois os “Cibercafés” geram confusão, já que há projetos do Terceiro Setor e de governo que chamam seus PIDs de “cibercafé”, talvez no sentido de atrair os usuários com uma linguagem mais moderna. E algumas escolas chamam seus laboratórios de “telecentros”, criando assim mais ruído.
  • 43. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS Principais Recomendações O processo de levantamento de dados quantitativos misturados a dados qualitativos é complexo por natureza. Uma pesquisa através de um formulário longo e com questões com algum grau de dificuldade de compreensão, implica em um processo dialógico entre o entrevistador (presencial ou à distância) e o respondente visando afinar as respostas durante o preenchimento e registrar as dúvidas e sugestões de melhorias.
  • 44. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES O objetivo da pesquisa e do estudo aqui apresentado não é acadêmico, mas servir de base para compreender a situação das instâncias de inclusão digital, e auxiliar no desenvolvimento destas iniciativas e nas políticas que as fomentam e apóiam. A condição mais gritante do levantamento é a identificação de PIDs gratuitos inativos em uma proporção absurda, sendo 51% entre os Laboratórios de Informática e 32% entre os Telecentros, e pelas mais diversas razões .
  • 45. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES De que adianta iniciativas para criar novos PIDs se a tendência é que quase a metade deles fique inativo? Qual a credibilidade que um projeto de novos PIDs pode ter junto ao público, aos empresários que os poderiam apoiar, e a todos os parceiros que poderiam ser agregados ao projeto?
  • 46. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES Há hoje um interesse compreensível pelo fenômeno do rápido crescimento do número e do espalhamento geográfico das lanhouses e cibercafés (PIDs pagos), o que explicita a grande demanda por estes serviços.
  • 47. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES A prioridade no entanto deve ser mantida nos PIDs gratuitos, inclusive com o resgate dos inativos, os quais, muitas vezes, estão aguardando apenas a conexão a Internet, ou a designação de mão de obra. E há espaços públicos que estão quase ausentes no levantamento aqui comentado, e que teriam um papel fundamental a cumprir neste contexto, que são as bibliotecas públicas.