SlideShare uma empresa Scribd logo
Bebe.indd 1 04/12/2008 10:47:48
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
Bebe.indd 2 04/12/2008 10:47:51
CancerBucal.indd 1 29/07/2009 12:36:22
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
CancerBucal.indd 2 29/07/2009 12:36:25
COMO CUIDAR DA
ESCOVA DENTAL
Um aspecto muito importante da Saúde Bucal é saber cuidar das
escovas dentais para evitar risco de contaminação e infecções
bucais.
Como as escovas dentais podem ser contaminadas ?
As escovas dentais, após serem utilizadas para a higiene bucal
uma única vez e armazenadas em condições usuais, podem se
tornar contaminadas por diferentes tipos de bactérias:
Por contato com outras escovas em cima da pia ou dentro do
armário do banheiro;
Por compartilhar com outra pessoa (a escova deve ser de uso
individual sempre);
Pelo uso normal (na nossa boca estão presentes normalmente
microorganismos que não nos causam doenças, mas podem
causar em outras pessoas).
Quando precisamos transportar a escova para outro local, deve-
mos acondicioná-la em estojo próprio, protegendo a escova intei-
ra ou com a proteção das cerdas com o protetor plástico encon-
trado nas farmácias. Os porta-escovas utilizados nos banheiros
devem separar as escovas uma das outras e devem ter tampa
para que as cerdas não fiquem expostas ao ambiente.
Também, torna-se muito difícil o controle da ocorrência de contato
salivar entre crianças em ambientes como creches, pré-escolas
e outras instituições que abrigam crianças de idade precoce, po-
dendo a escova ser trocada ou compartilhada inadvertidamente.
Por isso, a desinfecção da escova dental deve ser efetuada dia-
riamente.
Como fazer a desinfecção das escovas dentais após sua
utilização?
A melhor opção é lavar bem a escova após
seu uso, remover o excesso de água e bor-
rifar um anti-séptico bucal (enxaguatório) em
todas as direções da cabeça das escovas,
particularmente nas cerdas. Em seguida, a
escova pode ser guardada no armário do
banheiro. Antes da próxima escovação, a
escova deve ser lavada em água corrente.
•
•
•
escovadental.indd 1 16/12/2008 16:42:10
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
Após a escovação, não secar a escova com toalha de banho ou
de rosto, pois isso pode aumentar ainda mais a contaminação.
O excesso de água deve ser removido por meio de batidas da
escova na borda da pia do banheiro.
O tipo de creme dental usado durante a escovação interfere
na contaminação das escovas?
Os cremes dentais com flúor ou com triclosan em sua composi-
ção, além de atuarem beneficamente na saúde bucal ajudam na
descontaminação bacteriana da escova dental.
Quanto tempo posso usar a mesma escova?
Estudos mostram que, após 3 meses de uso normal, as escovas
se tornam menos eficientes na remoção da placa dos dentes e da
gengiva , pois as cerdas se deformam e perdem a eficiência para
limpar os cantinhos difíceis ao redor dos dentes, por isso:
As escovas dentais devem ser trocadas, no mínimo, a cada
3 a 4 meses;
Pessoas com gripe ou outras doenças infecciosas, recomen-
da-se trocar a escova no início da doença e após a cura;
Pessoas que se submeteram à quimioterapia ou que são imu-
nodeprimidos, recomenda-se trocá-las a cada 2 dias;
Pessoas que sofreram grandes cirurgias, recomenda-se
trocá-las diariamente.
Cuide bem da sua escova dental !
•
•
•
•
escovadental.indd 2 16/12/2008 16:42:10
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
0
5
25
75
95
100
0
5
25
75
95
100
GESTANTE.indd 1 08/12/2008 15:06:09
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
GESTANTE.indd 2 08/12/2008 15:06:10
HigienizacaoBucal.indd 1 04/12/2008 10:53:23
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
HigienizacaoBucal.indd 2 04/12/2008 10:53:25
DOENÇA
PERIODONTAL
É o comprometimento dos tecidos periodontais respon-
sáveis pela fixação do dente (gengiva, osso e fibras que
ligam a raiz do dente ao osso) causando a reabsorção do
osso e mobilidade dental.
Sinais Característicos:
Sangramento da gengiva (espontâneo ou pela escovação);
Mobilidade dental;
Mau hálito.
Ao perceber sangramento durante o uso do fio dental ou
na escovação, não devemos suspender esse procedimen-
to. O sangramento indica a presença de bactérias nessa
região e, dessa forma, é conveniente continuar com a hi-
giene bucal na tentativa de removê-las.
Doença Periodontal é a mesma coisa que gengivite?
A gengivite também provoca o sangramento da gengiva,
mas não há comprometimento do osso; ela pode ser o pro-
cesso inicial da doença periodontal.
Qual a causa da Doença Periodontal?
A placa bacteriana aderida ao dente é a causa principal,
porém algumas alterações na gengiva podem estar asso-
ciadas a causas hormonais, uso de alguns medicamentos,
queda de resistência, etc.
O que é Placa Bacteriana?
A placa bacteriana é uma película composta de bactérias vi-
vas e de resíduos alimentares que se deposi-
tam sobre os dentes e também entre eles.
Todos nós temos placa bacteriana,
porque as bactérias estão sempre
presentes em nossa boca.
•
•
•
periodontal.indd 1 15/12/2008 15:25:18
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
As bactérias aproveitam os nutrientes contidos nos ali-
mentos que ingerimos e aqueles contidos na saliva para
se desenvolver. Quando a placa bacteriana não é removi-
da diariamente, endurece e forma o tártaro.
Somente o cirurgião-dentista consegue remover o tártaro,
através de raspagem e alisamento das raízes dos dentes.
Qual a conseqüência da Doença Periodontal?
Quando a doença periodontal não é tratada, podemos
perder um ou mais dentes, muitas vezes sem nenhuma
cárie.
Como prevenir a Doença Periodontal?
A sua prevenção pode ser feita unicamente removendo a
placa bacteriana através de limpeza bucal doméstica com o
uso diário do fio dental e escovação, no mínimo, três vezes
ao dia, além de limpezas periódicas feitas pelo dentista.
Sua saúde bucal depende de você !
periodontal.indd 2 15/12/2008 15:25:18
HIGIENIZAÇÃO DE
PRÓTESES TOTAIS
A prótese total faz parte integrante do organismo de uma
pessoa e, como todo o corpo, necessita ter uma boa hi-
gienização.
Como devemos higienizar as Próteses Totais?
A prótese deve ser higienizada sempre fora da boca, para
podermos atingir tanto a parte interna quanto a externa da
prótese.
Existe uma escova dental projetada para dentaduras, cuja
característica é a presença de dois comprimentos de cer-
das – curtas para higienizar a parte externa e os dentes
da prótese, e longas para higienizar a parte interna da
dentadura.
Atualmente,osfabricantesdeescovasdentaisjáapresentam
uma linha de produtos efervescentes para higienização
química das próteses, contribuindo para diminuir a dificul-
dade encontrada pelos idosos ou portadores de problema
de coordenação motora. É importante ressaltar que o uso
de produtos efervescentes não substitui a higienização da
prótese com escova e pasta.
A higienização da boca também é importante ?
Com certeza. Deve-se escovar a língua com movimentos
suaves, utilizando uma escova macia e creme dental com
limpador de língua encontrado no mercado. Deve-se tam-
bém fazer bochechos com anti-sépticos bucais ou água
filtrada e bicarbonato de sódio (2 colheres de chá em um
copo com água).
protesetotais.indd 1 15/12/2008 15:22:57
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
Qual a importância da higienização da Prótese Total?
Nos pacientes idosos, freqüentemente portadores de
dentadura, o fluxo salivar está diminuído, influenciado
também pelo uso de medicamentos, o que pode gerar o
início da halitose e presença de tártaro.
Evitar doenças como a candidose, causada pelo fungo
que pode se manifestar na boca.
Quando devo trocar a Prótese Total?
Devem ser substituídas, no máximo, a cada cinco anos, pois
sofrem desgastes que comprometem a sua função, mesmo
que tenham sido cuidadas e higienizadas corretamente.
Durante esse tempo, deve-se fazer exames clínicos com o
cirurgião-dentista para avaliar os tecidos moles (lábio, lín-
gua, bochecha, gengiva, céu da boca, região abaixo da
língua), adaptação, oclusão e higiene da cavidade oral.
Cuide bem de suas próteses dentárias,
mantendo assim uma boa saúde bucal!
•
•
protesetotais.indd 2 15/12/2008 15:22:57
CUIDADOS COM A SAÚDE BUCAL DOS
ADOLESCENTES
A adolescência é marcada por mudanças, descobertas curiosas
e auto-conhecimento e os jovens precisam de orientações para
atravessar este momento de dúvidas e inseguranças.
Aconscientização do próprio corpo, o conhecimento das informa-
ções e o esclarecimento de dúvidas são muito importantes para
uma vida saudável.
Na saúde bucal, uma boca sadia garante a manutenção da boa
aparência, da expressão e da comunicação interpessoal, sendo
um fator importante para a preservação da auto estima.
Informações Importantes
Alimentação: tem papel fundamental na saúde bucal. Reduza
a ingestão de lanches, doces, biscoitos e refrigerantes e sem-
pre escove seus dentes após ingeri-los.
Halitose (mau hálito): é a alteração do odor bucal, geralmente
decorrente de restos alimentares no dorso superior da língua,
chamado de saburra lingual. Para sua prevenção, é recomen-
dada a escovação da língua durante a higienização bucal.
Fumo: resista a esse hábito, ele pode manchar os seus den-
tes, tornar mais forte a mancha do tártaro, que se acumula en-
tre os dentes e produzir mau hálito, além de outros problemas
graves de saúde.
Gengivite: é uma inflamação da gengiva que pode progredir e
atingir o osso que envolve e segura os dentes, chamado osso
alveolar. Essa inflamação pode abalar a estrutura de fixação
do dente, aumentando sua mobilidade, podendo haver a ne-
cessidade de ser removido. A gengivite é causada pela placa
bacteriana, que é uma película incolor que se forma ao redor
dos dentes e deve ser removida adequadamente por meio da
escovação e fio dental.
Uso de aparelho ortodôntico: muitos adolescentes usam
aparelhos para correção de dentes mal posicionados nas ar-
cadas. O uso do aparelho exige uma escovação mais rigorosa.
Tire as dúvidas com o seu dentista.
•
•
•
•
•
SaudeBucaldosAdolescentes.ind1 1 16/12/2008 16:43:41
Serviço Social da Indústria
Av. Paulista, 1313 Cerqueira César
Fone: (11) 3146-7188 ou 7187
www.sesisp.org.br
Utilização de adornos bucais
Avalie com cuidado se vale a pena usá-los, pois as complicações
podem ser sérias.
Lembre-se que a técnica de colocação do piercing bucal deve
estar associada à limpeza e desinfecção da área, assim como, a
utilização de materiais esterilizados e descartáveis.
Consulte sempre um dentista, antes de pensar em colocá-los.
Piercing bucal: a colocação de piercing bucal (no lábio, na lín-
gua, na gengiva) tem sérios riscos como infecções (hepatite B
ou C e AIDS), fratura dentária, aumento do fluxo salivar, dor,
impedimento da fala, cistos profundos, hematomas, dificuldade
de se alimentar, trauma nos tecidos bucais, retração gengival.
Piercing dental: é fixado ao dente sem haver o desgaste da
estrutura dental, podendo ser retirado quando o paciente de-
sejar sem causar tantos danos.
Para um sorriso bonito
Os dentes devem ser saudáveis e devemos ter bons hábitos
de higiene bucal: escovar os dentes, no mínimo, três vezes ao
dia ou após se alimentar, usando um creme dental com flúor.
Usar fio dental diariamente para remover a placa bacteriana
instalada entre os dentes e sob a linha da gengiva. Se a placa
não for retirada diariamente, pode endurecer e formar o tárta-
ro, uma substância amarelada e de aparência desagradável.
Limitar a ingestão de açúcar e alimentos que contém amido,
principalmente os que grudam na superfície dos dentes.
Consultar o dentista cada seis meses para um exame clínico
detalhado e limpeza.
Boca saudável é dente bem cuidado !
•
•
•
•
•
•
SaudeBucaldosAdolescentes.ind2 2 16/12/2008 16:43:42

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Uso de fluoretos em odontologia
Uso de fluoretos em odontologiaUso de fluoretos em odontologia
Uso de fluoretos em odontologia
Quérula Freitas Soares
 
Comprometimentos sistêmicos agravantes da doença periodontal - liga da ciru...
Comprometimentos sistêmicos   agravantes da doença periodontal - liga da ciru...Comprometimentos sistêmicos   agravantes da doença periodontal - liga da ciru...
Comprometimentos sistêmicos agravantes da doença periodontal - liga da ciru...
Marlio Carlos
 
Palestra Higiene Oral
Palestra Higiene Oral Palestra Higiene Oral
Palestra Higiene Oral
CLÍNICA ORALMED
 
Apres brasil sorridente
Apres brasil sorridenteApres brasil sorridente
Apres brasil sorridente
Enilde Mendes
 
Cirurgia Em Odontopediatria
Cirurgia Em OdontopediatriaCirurgia Em Odontopediatria
Cirurgia Em Odontopediatria
Flavio Salomao-Miranda
 
3 aula hidrocolóides
3 aula   hidrocolóides3 aula   hidrocolóides
3 aula hidrocolóides
rafaelalourenco
 
Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...
Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...
Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...
PET - Odontologia UFPR
 
Saúde bucal
Saúde bucalSaúde bucal
Saúde bucal
Dessa Reis
 
Levantamentos epidemiológicos em odontologia
Levantamentos epidemiológicos em odontologiaLevantamentos epidemiológicos em odontologia
Levantamentos epidemiológicos em odontologia
roseanecordeiro
 
Introdução ao Atendimento Odontologico de Pacientes Especiais
Introdução ao Atendimento Odontologico de Pacientes EspeciaisIntrodução ao Atendimento Odontologico de Pacientes Especiais
Introdução ao Atendimento Odontologico de Pacientes Especiais
Flavio Salomao-Miranda
 
Odontogeriatria aula 2.docx
Odontogeriatria aula 2.docxOdontogeriatria aula 2.docx
Odontogeriatria aula 2.docx
Anderson Almeida
 
Hábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oralHábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oral
Queimadarquivo
 
Saúde Bucal
Saúde BucalSaúde Bucal
Apresentação odontopediatria (2)
Apresentação   odontopediatria (2)Apresentação   odontopediatria (2)
Apresentação odontopediatria (2)
Jhonny Marques
 
Odontologia em saúde coletiva II 1ª aula
Odontologia em saúde coletiva II   1ª aulaOdontologia em saúde coletiva II   1ª aula
Odontologia em saúde coletiva II 1ª aula
Adélia Correia
 
Projeto saúde bucal
Projeto saúde bucalProjeto saúde bucal
Projeto saúde bucal
antonio sena
 
Prótese dentária
Prótese dentáriaPrótese dentária
Prótese dentária
Jaqueline Fernandes
 
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Processo Saúde-doença  e Higiene DentalProcesso Saúde-doença  e Higiene Dental
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Rômulo Augusto
 
Tecnica de escovação FONES
Tecnica de escovação FONESTecnica de escovação FONES
Tecnica de escovação FONES
Flavio Salomao-Miranda
 
Prevencao carie guia
Prevencao carie   guiaPrevencao carie   guia
Prevencao carie guia
Lucas Almeida Sá
 

Mais procurados (20)

Uso de fluoretos em odontologia
Uso de fluoretos em odontologiaUso de fluoretos em odontologia
Uso de fluoretos em odontologia
 
Comprometimentos sistêmicos agravantes da doença periodontal - liga da ciru...
Comprometimentos sistêmicos   agravantes da doença periodontal - liga da ciru...Comprometimentos sistêmicos   agravantes da doença periodontal - liga da ciru...
Comprometimentos sistêmicos agravantes da doença periodontal - liga da ciru...
 
Palestra Higiene Oral
Palestra Higiene Oral Palestra Higiene Oral
Palestra Higiene Oral
 
Apres brasil sorridente
Apres brasil sorridenteApres brasil sorridente
Apres brasil sorridente
 
Cirurgia Em Odontopediatria
Cirurgia Em OdontopediatriaCirurgia Em Odontopediatria
Cirurgia Em Odontopediatria
 
3 aula hidrocolóides
3 aula   hidrocolóides3 aula   hidrocolóides
3 aula hidrocolóides
 
Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...
Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...
Educação em Saúde bucal para adolescentes estudantes de escolas públicas na á...
 
Saúde bucal
Saúde bucalSaúde bucal
Saúde bucal
 
Levantamentos epidemiológicos em odontologia
Levantamentos epidemiológicos em odontologiaLevantamentos epidemiológicos em odontologia
Levantamentos epidemiológicos em odontologia
 
Introdução ao Atendimento Odontologico de Pacientes Especiais
Introdução ao Atendimento Odontologico de Pacientes EspeciaisIntrodução ao Atendimento Odontologico de Pacientes Especiais
Introdução ao Atendimento Odontologico de Pacientes Especiais
 
Odontogeriatria aula 2.docx
Odontogeriatria aula 2.docxOdontogeriatria aula 2.docx
Odontogeriatria aula 2.docx
 
Hábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oralHábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oral
 
Saúde Bucal
Saúde BucalSaúde Bucal
Saúde Bucal
 
Apresentação odontopediatria (2)
Apresentação   odontopediatria (2)Apresentação   odontopediatria (2)
Apresentação odontopediatria (2)
 
Odontologia em saúde coletiva II 1ª aula
Odontologia em saúde coletiva II   1ª aulaOdontologia em saúde coletiva II   1ª aula
Odontologia em saúde coletiva II 1ª aula
 
Projeto saúde bucal
Projeto saúde bucalProjeto saúde bucal
Projeto saúde bucal
 
Prótese dentária
Prótese dentáriaPrótese dentária
Prótese dentária
 
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Processo Saúde-doença  e Higiene DentalProcesso Saúde-doença  e Higiene Dental
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
 
Tecnica de escovação FONES
Tecnica de escovação FONESTecnica de escovação FONES
Tecnica de escovação FONES
 
Prevencao carie guia
Prevencao carie   guiaPrevencao carie   guia
Prevencao carie guia
 

Semelhante a Orientações Odontológicas Sesi-SP

O Que é Uma Boa Higiene Bucal
O Que é Uma Boa Higiene BucalO Que é Uma Boa Higiene Bucal
O Que é Uma Boa Higiene Bucal
josé Augusto Dias
 
Prevenção das periodontopatias
Prevenção das periodontopatiasPrevenção das periodontopatias
Prevenção das periodontopatias
geriatric
 
Prevençao das periodontopatias
Prevençao das periodontopatiasPrevençao das periodontopatias
Prevençao das periodontopatias
odontosocial
 
Tito
TitoTito
Tema de vida ricardo
Tema de vida ricardo Tema de vida ricardo
Tema de vida ricardo
LeandroMarques2009
 
Ténica de Higienização para Adultos
Ténica de Higienização para AdultosTénica de Higienização para Adultos
Ténica de Higienização para Adultos
barbaralourenco
 
Campanha: Cuidado com os Dentes
Campanha: Cuidado com os DentesCampanha: Cuidado com os Dentes
Campanha: Cuidado com os Dentes
ISI Engenharia
 
Higiene Dentária - Conteúdo Teórico
Higiene Dentária - Conteúdo TeóricoHigiene Dentária - Conteúdo Teórico
Higiene Dentária - Conteúdo Teórico
psylva
 
Cuide dos seus dentes
Cuide dos seus dentesCuide dos seus dentes
Cuide dos seus dentes
CLESIOANDRADE
 
Técnicas em HD.pdf
Técnicas em HD.pdfTécnicas em HD.pdf
Técnicas em HD.pdf
sumaya Sobrenome
 
Prevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontaisPrevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontais
Cms Nunes
 
Higiene oral
Higiene oralHigiene oral
Higiene oral
Maria Cristina Castro
 
Higiene e saúde
Higiene e saúdeHigiene e saúde
Higiene e saúde
Msaude
 
Higiene Oral
Higiene OralHigiene Oral
Higiene Oral
Maria Cristina Castro
 
Técnicas em HD.pptx
Técnicas em HD.pptxTécnicas em HD.pptx
Técnicas em HD.pptx
sumaya Sobrenome
 
Higiene bucal
Higiene bucalHigiene bucal
Higiene bucal
Bruna Dalmagro
 
controme mecânico.pdf
controme mecânico.pdfcontrome mecânico.pdf
controme mecânico.pdf
JessikaFreireMidlejL
 
ASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER
ASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMERASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER
ASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER
Márcio Borges
 
Higiene bucal
Higiene bucal Higiene bucal
Higiene bucal
Betriz
 
Higiene bucal
Higiene bucal Higiene bucal
Higiene bucal
Betriz
 

Semelhante a Orientações Odontológicas Sesi-SP (20)

O Que é Uma Boa Higiene Bucal
O Que é Uma Boa Higiene BucalO Que é Uma Boa Higiene Bucal
O Que é Uma Boa Higiene Bucal
 
Prevenção das periodontopatias
Prevenção das periodontopatiasPrevenção das periodontopatias
Prevenção das periodontopatias
 
Prevençao das periodontopatias
Prevençao das periodontopatiasPrevençao das periodontopatias
Prevençao das periodontopatias
 
Tito
TitoTito
Tito
 
Tema de vida ricardo
Tema de vida ricardo Tema de vida ricardo
Tema de vida ricardo
 
Ténica de Higienização para Adultos
Ténica de Higienização para AdultosTénica de Higienização para Adultos
Ténica de Higienização para Adultos
 
Campanha: Cuidado com os Dentes
Campanha: Cuidado com os DentesCampanha: Cuidado com os Dentes
Campanha: Cuidado com os Dentes
 
Higiene Dentária - Conteúdo Teórico
Higiene Dentária - Conteúdo TeóricoHigiene Dentária - Conteúdo Teórico
Higiene Dentária - Conteúdo Teórico
 
Cuide dos seus dentes
Cuide dos seus dentesCuide dos seus dentes
Cuide dos seus dentes
 
Técnicas em HD.pdf
Técnicas em HD.pdfTécnicas em HD.pdf
Técnicas em HD.pdf
 
Prevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontaisPrevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontais
 
Higiene oral
Higiene oralHigiene oral
Higiene oral
 
Higiene e saúde
Higiene e saúdeHigiene e saúde
Higiene e saúde
 
Higiene Oral
Higiene OralHigiene Oral
Higiene Oral
 
Técnicas em HD.pptx
Técnicas em HD.pptxTécnicas em HD.pptx
Técnicas em HD.pptx
 
Higiene bucal
Higiene bucalHigiene bucal
Higiene bucal
 
controme mecânico.pdf
controme mecânico.pdfcontrome mecânico.pdf
controme mecânico.pdf
 
ASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER
ASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMERASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER
ASPECTOS ODONTOLÓGICOS NOS IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER
 
Higiene bucal
Higiene bucal Higiene bucal
Higiene bucal
 
Higiene bucal
Higiene bucal Higiene bucal
Higiene bucal
 

Mais de Sesi São Paulo

Luísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu Brasil
Luísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu BrasilLuísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu Brasil
Luísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu BrasilSesi São Paulo
 
Judô do Sesi-SP na Revista Budô
Judô do Sesi-SP na Revista BudôJudô do Sesi-SP na Revista Budô
Judô do Sesi-SP na Revista Budô
Sesi São Paulo
 
Guia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficialGuia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficial
Sesi São Paulo
 
Projeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família Acolhedora
Projeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família AcolhedoraProjeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família Acolhedora
Projeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família Acolhedora
Sesi São Paulo
 
20/10 - Dia da Osteoporose
20/10 - Dia da Osteoporose20/10 - Dia da Osteoporose
20/10 - Dia da Osteoporose
Sesi São Paulo
 

Mais de Sesi São Paulo (6)

Luísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu Brasil
Luísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu BrasilLuísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu Brasil
Luísa Duarte, atleta do Sesi-SP, vence o Troféu Brasil
 
Judô do Sesi-SP na Revista Budô
Judô do Sesi-SP na Revista BudôJudô do Sesi-SP na Revista Budô
Judô do Sesi-SP na Revista Budô
 
Guia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficialGuia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficial
 
Projeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família Acolhedora
Projeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família AcolhedoraProjeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família Acolhedora
Projeto Cão Guia Sesi-SP - Cartilha Família Acolhedora
 
20/10 - Dia da Osteoporose
20/10 - Dia da Osteoporose20/10 - Dia da Osteoporose
20/10 - Dia da Osteoporose
 
20/
20/20/
20/
 

Orientações Odontológicas Sesi-SP

  • 2. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br Bebe.indd 2 04/12/2008 10:47:51
  • 4. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br CancerBucal.indd 2 29/07/2009 12:36:25
  • 5. COMO CUIDAR DA ESCOVA DENTAL Um aspecto muito importante da Saúde Bucal é saber cuidar das escovas dentais para evitar risco de contaminação e infecções bucais. Como as escovas dentais podem ser contaminadas ? As escovas dentais, após serem utilizadas para a higiene bucal uma única vez e armazenadas em condições usuais, podem se tornar contaminadas por diferentes tipos de bactérias: Por contato com outras escovas em cima da pia ou dentro do armário do banheiro; Por compartilhar com outra pessoa (a escova deve ser de uso individual sempre); Pelo uso normal (na nossa boca estão presentes normalmente microorganismos que não nos causam doenças, mas podem causar em outras pessoas). Quando precisamos transportar a escova para outro local, deve- mos acondicioná-la em estojo próprio, protegendo a escova intei- ra ou com a proteção das cerdas com o protetor plástico encon- trado nas farmácias. Os porta-escovas utilizados nos banheiros devem separar as escovas uma das outras e devem ter tampa para que as cerdas não fiquem expostas ao ambiente. Também, torna-se muito difícil o controle da ocorrência de contato salivar entre crianças em ambientes como creches, pré-escolas e outras instituições que abrigam crianças de idade precoce, po- dendo a escova ser trocada ou compartilhada inadvertidamente. Por isso, a desinfecção da escova dental deve ser efetuada dia- riamente. Como fazer a desinfecção das escovas dentais após sua utilização? A melhor opção é lavar bem a escova após seu uso, remover o excesso de água e bor- rifar um anti-séptico bucal (enxaguatório) em todas as direções da cabeça das escovas, particularmente nas cerdas. Em seguida, a escova pode ser guardada no armário do banheiro. Antes da próxima escovação, a escova deve ser lavada em água corrente. • • • escovadental.indd 1 16/12/2008 16:42:10
  • 6. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br Após a escovação, não secar a escova com toalha de banho ou de rosto, pois isso pode aumentar ainda mais a contaminação. O excesso de água deve ser removido por meio de batidas da escova na borda da pia do banheiro. O tipo de creme dental usado durante a escovação interfere na contaminação das escovas? Os cremes dentais com flúor ou com triclosan em sua composi- ção, além de atuarem beneficamente na saúde bucal ajudam na descontaminação bacteriana da escova dental. Quanto tempo posso usar a mesma escova? Estudos mostram que, após 3 meses de uso normal, as escovas se tornam menos eficientes na remoção da placa dos dentes e da gengiva , pois as cerdas se deformam e perdem a eficiência para limpar os cantinhos difíceis ao redor dos dentes, por isso: As escovas dentais devem ser trocadas, no mínimo, a cada 3 a 4 meses; Pessoas com gripe ou outras doenças infecciosas, recomen- da-se trocar a escova no início da doença e após a cura; Pessoas que se submeteram à quimioterapia ou que são imu- nodeprimidos, recomenda-se trocá-las a cada 2 dias; Pessoas que sofreram grandes cirurgias, recomenda-se trocá-las diariamente. Cuide bem da sua escova dental ! • • • • escovadental.indd 2 16/12/2008 16:42:10
  • 7.
  • 8. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br
  • 12. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br GESTANTE.indd 2 08/12/2008 15:06:10
  • 14. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br HigienizacaoBucal.indd 2 04/12/2008 10:53:25
  • 15. DOENÇA PERIODONTAL É o comprometimento dos tecidos periodontais respon- sáveis pela fixação do dente (gengiva, osso e fibras que ligam a raiz do dente ao osso) causando a reabsorção do osso e mobilidade dental. Sinais Característicos: Sangramento da gengiva (espontâneo ou pela escovação); Mobilidade dental; Mau hálito. Ao perceber sangramento durante o uso do fio dental ou na escovação, não devemos suspender esse procedimen- to. O sangramento indica a presença de bactérias nessa região e, dessa forma, é conveniente continuar com a hi- giene bucal na tentativa de removê-las. Doença Periodontal é a mesma coisa que gengivite? A gengivite também provoca o sangramento da gengiva, mas não há comprometimento do osso; ela pode ser o pro- cesso inicial da doença periodontal. Qual a causa da Doença Periodontal? A placa bacteriana aderida ao dente é a causa principal, porém algumas alterações na gengiva podem estar asso- ciadas a causas hormonais, uso de alguns medicamentos, queda de resistência, etc. O que é Placa Bacteriana? A placa bacteriana é uma película composta de bactérias vi- vas e de resíduos alimentares que se deposi- tam sobre os dentes e também entre eles. Todos nós temos placa bacteriana, porque as bactérias estão sempre presentes em nossa boca. • • • periodontal.indd 1 15/12/2008 15:25:18
  • 16. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br As bactérias aproveitam os nutrientes contidos nos ali- mentos que ingerimos e aqueles contidos na saliva para se desenvolver. Quando a placa bacteriana não é removi- da diariamente, endurece e forma o tártaro. Somente o cirurgião-dentista consegue remover o tártaro, através de raspagem e alisamento das raízes dos dentes. Qual a conseqüência da Doença Periodontal? Quando a doença periodontal não é tratada, podemos perder um ou mais dentes, muitas vezes sem nenhuma cárie. Como prevenir a Doença Periodontal? A sua prevenção pode ser feita unicamente removendo a placa bacteriana através de limpeza bucal doméstica com o uso diário do fio dental e escovação, no mínimo, três vezes ao dia, além de limpezas periódicas feitas pelo dentista. Sua saúde bucal depende de você ! periodontal.indd 2 15/12/2008 15:25:18
  • 17. HIGIENIZAÇÃO DE PRÓTESES TOTAIS A prótese total faz parte integrante do organismo de uma pessoa e, como todo o corpo, necessita ter uma boa hi- gienização. Como devemos higienizar as Próteses Totais? A prótese deve ser higienizada sempre fora da boca, para podermos atingir tanto a parte interna quanto a externa da prótese. Existe uma escova dental projetada para dentaduras, cuja característica é a presença de dois comprimentos de cer- das – curtas para higienizar a parte externa e os dentes da prótese, e longas para higienizar a parte interna da dentadura. Atualmente,osfabricantesdeescovasdentaisjáapresentam uma linha de produtos efervescentes para higienização química das próteses, contribuindo para diminuir a dificul- dade encontrada pelos idosos ou portadores de problema de coordenação motora. É importante ressaltar que o uso de produtos efervescentes não substitui a higienização da prótese com escova e pasta. A higienização da boca também é importante ? Com certeza. Deve-se escovar a língua com movimentos suaves, utilizando uma escova macia e creme dental com limpador de língua encontrado no mercado. Deve-se tam- bém fazer bochechos com anti-sépticos bucais ou água filtrada e bicarbonato de sódio (2 colheres de chá em um copo com água). protesetotais.indd 1 15/12/2008 15:22:57
  • 18. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br Qual a importância da higienização da Prótese Total? Nos pacientes idosos, freqüentemente portadores de dentadura, o fluxo salivar está diminuído, influenciado também pelo uso de medicamentos, o que pode gerar o início da halitose e presença de tártaro. Evitar doenças como a candidose, causada pelo fungo que pode se manifestar na boca. Quando devo trocar a Prótese Total? Devem ser substituídas, no máximo, a cada cinco anos, pois sofrem desgastes que comprometem a sua função, mesmo que tenham sido cuidadas e higienizadas corretamente. Durante esse tempo, deve-se fazer exames clínicos com o cirurgião-dentista para avaliar os tecidos moles (lábio, lín- gua, bochecha, gengiva, céu da boca, região abaixo da língua), adaptação, oclusão e higiene da cavidade oral. Cuide bem de suas próteses dentárias, mantendo assim uma boa saúde bucal! • • protesetotais.indd 2 15/12/2008 15:22:57
  • 19.
  • 20.
  • 21. CUIDADOS COM A SAÚDE BUCAL DOS ADOLESCENTES A adolescência é marcada por mudanças, descobertas curiosas e auto-conhecimento e os jovens precisam de orientações para atravessar este momento de dúvidas e inseguranças. Aconscientização do próprio corpo, o conhecimento das informa- ções e o esclarecimento de dúvidas são muito importantes para uma vida saudável. Na saúde bucal, uma boca sadia garante a manutenção da boa aparência, da expressão e da comunicação interpessoal, sendo um fator importante para a preservação da auto estima. Informações Importantes Alimentação: tem papel fundamental na saúde bucal. Reduza a ingestão de lanches, doces, biscoitos e refrigerantes e sem- pre escove seus dentes após ingeri-los. Halitose (mau hálito): é a alteração do odor bucal, geralmente decorrente de restos alimentares no dorso superior da língua, chamado de saburra lingual. Para sua prevenção, é recomen- dada a escovação da língua durante a higienização bucal. Fumo: resista a esse hábito, ele pode manchar os seus den- tes, tornar mais forte a mancha do tártaro, que se acumula en- tre os dentes e produzir mau hálito, além de outros problemas graves de saúde. Gengivite: é uma inflamação da gengiva que pode progredir e atingir o osso que envolve e segura os dentes, chamado osso alveolar. Essa inflamação pode abalar a estrutura de fixação do dente, aumentando sua mobilidade, podendo haver a ne- cessidade de ser removido. A gengivite é causada pela placa bacteriana, que é uma película incolor que se forma ao redor dos dentes e deve ser removida adequadamente por meio da escovação e fio dental. Uso de aparelho ortodôntico: muitos adolescentes usam aparelhos para correção de dentes mal posicionados nas ar- cadas. O uso do aparelho exige uma escovação mais rigorosa. Tire as dúvidas com o seu dentista. • • • • • SaudeBucaldosAdolescentes.ind1 1 16/12/2008 16:43:41
  • 22. Serviço Social da Indústria Av. Paulista, 1313 Cerqueira César Fone: (11) 3146-7188 ou 7187 www.sesisp.org.br Utilização de adornos bucais Avalie com cuidado se vale a pena usá-los, pois as complicações podem ser sérias. Lembre-se que a técnica de colocação do piercing bucal deve estar associada à limpeza e desinfecção da área, assim como, a utilização de materiais esterilizados e descartáveis. Consulte sempre um dentista, antes de pensar em colocá-los. Piercing bucal: a colocação de piercing bucal (no lábio, na lín- gua, na gengiva) tem sérios riscos como infecções (hepatite B ou C e AIDS), fratura dentária, aumento do fluxo salivar, dor, impedimento da fala, cistos profundos, hematomas, dificuldade de se alimentar, trauma nos tecidos bucais, retração gengival. Piercing dental: é fixado ao dente sem haver o desgaste da estrutura dental, podendo ser retirado quando o paciente de- sejar sem causar tantos danos. Para um sorriso bonito Os dentes devem ser saudáveis e devemos ter bons hábitos de higiene bucal: escovar os dentes, no mínimo, três vezes ao dia ou após se alimentar, usando um creme dental com flúor. Usar fio dental diariamente para remover a placa bacteriana instalada entre os dentes e sob a linha da gengiva. Se a placa não for retirada diariamente, pode endurecer e formar o tárta- ro, uma substância amarelada e de aparência desagradável. Limitar a ingestão de açúcar e alimentos que contém amido, principalmente os que grudam na superfície dos dentes. Consultar o dentista cada seis meses para um exame clínico detalhado e limpeza. Boca saudável é dente bem cuidado ! • • • • • • SaudeBucaldosAdolescentes.ind2 2 16/12/2008 16:43:42