SlideShare uma empresa Scribd logo
O Alterense
CDU Alter do Chão | Janeiro a Março de 2022 | Março de 2022 | N.º 34 | Ano IX
CDU
Eleições Legislativas 2022
No passado dia 30 de Janeiro foram as eleições para a Assembleia da República.
No concelho de Alter do Chão apuraram-se os seguintes resultados:
Ao contrário do muito que foi apregoado, os portugueses iriam eleger deputados e não um qualquer primeiro ministro. A campa-
nha decorreu sem incidentes de maior, embora houvesse uma manipulação descarada das sondagens e uma forte aposta na bipo-
larização. Os resultados do concelho acompanharam a tendência nacional.
CDU/Alter do Chão
Alter do Chão
Seda Chança Cunheira Total
Mesa 1 Mesa 2
CDU 39 30 50 11 17 147
PS 199 198 78 134 111 720
LIVRE 2 - 2 1 0 5
RIR 0 1 0 1 0 2
VOLT 0 0 0 0 0 0
PTP 0 0 0 0 0 0
MAS 0 0 0 0 0 0
ERGUE-TE 1 0 0 3 0 4
MRPP 2 2 3 2 2 11
CDS 6 8 1 5 2 22
P. TERRA 0 0 0 0 1 1
IL 11 9 2 1 0 23
BE 13 18 14 3 1 49
CHEGA 76 69 15 18 8 186
PAN 0 1 0 2 1 4
PPD/PSD 172 157 30 47 27 433
Brancos 5 3 2 0 0 10
Nulos 7 4 1 1 0 13
Votantes 538 500 198 229 170 1635
Inscritos 899 900 266 353 255 2673
Pá g in a 2
O A lt eren se M a rç o d e 2 022 | N.º 3 4
Escavações em Alter do Chão
As Águas do Alto Alentejo, E.I.M., S.A. são a entidade promotora do projeto de “Remodelação do sistema de drenagem de águas residuais –
Alter” e conta com a colaboração da Câmara Municipal.
Na abertura das valas para execução deste projeto foram desco-
bertas na Avenida Dr. João Pestana, 14 sepulturas de uma ne-
crópole que até agora era desconhecida. Ao abrigo da legislação
em vigor, Regulamento de Trabalho Arqueológicos, as obras
estão a ser acompanhadas pelo arqueólogo municipal Jorge An-
tónio.
O facto de aparecerem restos humanos tornou exigível a presen-
ça de um especialista em antropologia física e, por isso, as Águas
do Alto Alentejo contrataram a antropóloga Liliana Carvalho
para proceder à escavação, exumação e estudo dos mesmos.
Das 14 sepulturas identificadas, apenas 6 foram parcialmente
intervencionadas, sendo que nestas foram levantadas 5 mulheres
e um homem. Este último tinha associado uma fivela em ferro e
uma das mulheres duas conchas que fariam parte de um colar.
Enquanto o espólio arqueológico depois de estudado será devi-
damente acondicionado nas Reservas Municipais de Arqueologia, os restos humanos serão depositados no Laboratório de Antropolo-
gia Municipal.
Os trabalhos antropológicos e arqueológicos em curso são de grande importância pois há a possibilidade de as sepulturas fazerem
parte da necrópole romana de Abelterium que não era conhecida. Porém, será necessário proceder à datação (carbono 14) dos ossos
humanos para determinar a cronologia.
Com mais esta descoberta arqueológica, Alter do Chão reafirmar-se como um centro de excelência para estudo da presença romana
na região e fazer parte de um roteiro turístico internacional.
As fotos mostradas foram copiadas do facebook do Município de Alter do Chão.
Romão Trindade/Alter do Chão
Dia da Cunheira
Decorreu no passado dia 20 de Fevereiro o dia do aniversário da freguesia da Cunheira. Depois das intervenções da Senhora Presi-
dente da Junta de Freguesia e do Senhor Presidente da Câmara Municipal. Notou-se a ausência da representação oficial da Assembleia
Municipal.
A falta de instalação sonora dificultou audição das intervenções. Seguiu-se a atuação do grupo de cante alentejano Os cá d’cima.
A cerimónia contou com a presença significativa da população cunheirense que confraternizou no lanche oferecido pela Junta.
Pá g in a 3
O A lt eren se M a rç o d e 2 022 | N.º 3 4
O centenário do PCP
Decorreu no dia 6 de Março o comício de encerramento do centenário do Partido Comunista Português.
Com o Campo Pequeno completamente cheio o evento contou com a presença de várias atuações musicais e terminou com a inter-
venção do Secretário Geral do PCP, Jerónimo de Sousa.
No seu discurso, Jerónimo de Sousa foi claro na condenação do PCP à guerra na Ucrânia, e às manobras da NATO/EUA e ainda no
grande distanciamento entre o PCP e o regime imperialista russo.
A propósito desta maldita guerra
Muito se tem dito e escrito a propósito da guerra que se tem travado na Ucrânia após a invasão russa. Invadir um outro país é sempre
mau e, por isso, não é aceitável.
Tão importante como condenar esta invasão é perceber porque acontecem estas coisas.
A história ensina-nos como tem sido o relacionamento entre os povos ali no leste europeu e ajuda-nos a compreender porque se de-
gladiam há tantos anos. Isto não significa que se concorde ou apoie esta barbárie a que estamos a assistir.
Numa guerra há sempre, pelo menos, dois contendores e, muitas vezes, nenhum deles tem razão e são, isso sim, armas de arremesso
de outros interesses. Fazer desta guerra, uma guerra entre o Bem (NATO/EUA/EU) e o Mal (Rússia), ou vice-versa, interpondo a
Ucrânia neste dilema, é muito redutor.
Não se podem esquecer outras invasões e outras guerras provocadas por razões semelhantes (interesses financeiros e económicos) e
quase sempre com os mesmos resultados, destruição e morte em populações indefesas e triunfo dos senhores da guerra, os fabricantes
e os vendedores de armas.
As notícias que nos vão chegando através dos órgãos de comunicação social e os seus comentadores (que comentam com a mesma
certeza e convicção o futebol, o covid, as guerras, a ciência, a política, tudo) em vez de informar preferem levar-nos a um pensamento
único e concordante com as suas visões do que aconteceu ou do que está a acontecer, muitas vezes enviesadas por preconceitos ideo-
lógicos. Obviamente não são eles os fazedores da guerra mas são verdadeiros “vozes dos donos”.
Curiosamente, são alguns militares que nos vão explicando, com alguma clareza, o desenrolar desta guerra, desmentindo ou contrari-
ando mesmo o que “as vozes dos donos” nos querem impingir. Condena-se a falta de informação ou censura praticada por Putin e
depois a UE faz exatamente a mesma coisa ao bloquear canais russos e dando voz apenas a um dos intervenientes.
Relativamente aos refugiados, obviamente que ninguém gosta de ver as imagens de mulheres e crianças a fugirem das suas casas des-
truídas e com as suas vidas destroçadas. Mas serão estes refugiados muito diferentes daqueles que vieram da Síria, do Iraque, da Pales-
tina, do Afeganistão, de África, da América latina? Então a Polónia e a Hungria, que até construiu muros para impedir a entradas de
refugiados, são agora países exemplares, só porque acolhem refugiados ucranianos? E a EU já não paga à Turquia para receber estes
ucranianos que fogem dos horrores da guerra?
Agora somos todos ucranianos mas ontem não fomos todos palestinianos, sírios, iemenitas, afegãos, iraquianos, curdos, latino ameri-
canos, etc. E porquê? E os direitos humanos só têm uma face? A hipocrisia não tem limites?
Não há guerras boas porque são todas más e esta não foge a essa regra.
Romão Trindade/Alter do Chão
Pá g in a 4
O A lt eren se M a rç o d e 2 022 | N.º 3 4
Ficha Técnica
Edição e Propriedade: CDU - Alter do Chão
ISSN: 2183-4415
Periodicidade: Trimestral
Tiragem: 250 exemplares
Distribuição: Impressa e online (gratuitas)
Director: João Martins
Morada: Rua Senhor Jesus do Outeiro, n.º 17
7440 - 078 Alter do Chão
Telefone: 927 220 200
Email: cdualter2013@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/cdu.alter
Coisas . . .
 Continuam a sair trabalhadores da Câmara Municipal. Porque pedem transferência para outros locais?
Que se passa?
 Os concursos que se vão abrindo para lugares na câmara, continuam desertos?
 Porque demoram tanto tempo as atas das reuniões do executivo a ser tornadas públicas?
 Houve alguma razão para que a Assembleia Municipal não tenha sido convidada oficialmente para a
comemoração do aniversário da Cunheira?
 Já abriu o Intermarché na zona industrial
Feira de S. Marcos
A tradicional Feira de S. Marcos ou Feira de Abril vai decor-
rer entre os dias 21 e 25 de Abril, numa parceria entre o Mu-
nicípio de Alter do Chão e Escola de Desenvolvimento Rua-
ral de Alter do Chão e a colaboração da Coudelaria de Alter.
Estão abertas as inscrições através de cultura@cm-alter-
chao.pt ou https://cm-alter-chao.pt/.../inscricoes-para-
a-feira.../...
Aqui pode aceder a toda a documentação necessária.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a O Alterense 34.pdf

Exame.2012
Exame.2012Exame.2012
Exame.2012
Ana Matias
 
O alterense 23
O alterense 23O alterense 23
O alterense 23
Francisco Martins
 
O Alterense 4
O Alterense 4O Alterense 4
O Alterense 4
Cdu Alter Do Chão
 
O Alterense 11
O Alterense 11O Alterense 11
O Alterense 11
Cdu Alter Do Chão
 
O Alterense 8
O Alterense 8O Alterense 8
O Alterense 8
Cdu Alter Do Chão
 
O alterense 31
O alterense 31O alterense 31
O alterense 31
Francisco Martins
 
O alterense 19
O alterense 19O alterense 19
O alterense 19
Francisco Martins
 
Caderno branco 1 dia 2014
Caderno branco 1 dia 2014Caderno branco 1 dia 2014
Caderno branco 1 dia 2014
Marcus Matozo
 
Caderno enem 2014 dia 1 branco
Caderno enem 2014 dia 1 brancoCaderno enem 2014 dia 1 branco
Caderno enem 2014 dia 1 branco
Enem.in Inspiração para um futuro melhor
 
204824
204824204824
204824
Sergyo Vitro
 
GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA E DEMAIS GABA...
GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA  E DEMAIS GABA...GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA  E DEMAIS GABA...
GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA E DEMAIS GABA...
Antônio Fernandes
 
Ed 154 on line
Ed 154 on lineEd 154 on line
Ed 154 on line
Alair Arruda
 
O alterense 26
O alterense 26O alterense 26
O alterense 26
Francisco Martins
 
Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079
Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079
Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079
tarcisiothiago
 
A década perdida
A década perdidaA década perdida
A década perdida
Beba Gatosa
 
O alterense 28
O alterense 28O alterense 28
O alterense 28
Francisco Martins
 
Agenda CAC outubro 2015
Agenda CAC outubro 2015Agenda CAC outubro 2015
Agenda CAC outubro 2015
thoughtjungle
 
C 9ilha 01-invejidade
C 9ilha 01-invejidadeC 9ilha 01-invejidade
C 9ilha 01-invejidade
milsumav
 
Diz116
Diz116Diz116
Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187
Leandro Cardozo de Souza
 

Semelhante a O Alterense 34.pdf (20)

Exame.2012
Exame.2012Exame.2012
Exame.2012
 
O alterense 23
O alterense 23O alterense 23
O alterense 23
 
O Alterense 4
O Alterense 4O Alterense 4
O Alterense 4
 
O Alterense 11
O Alterense 11O Alterense 11
O Alterense 11
 
O Alterense 8
O Alterense 8O Alterense 8
O Alterense 8
 
O alterense 31
O alterense 31O alterense 31
O alterense 31
 
O alterense 19
O alterense 19O alterense 19
O alterense 19
 
Caderno branco 1 dia 2014
Caderno branco 1 dia 2014Caderno branco 1 dia 2014
Caderno branco 1 dia 2014
 
Caderno enem 2014 dia 1 branco
Caderno enem 2014 dia 1 brancoCaderno enem 2014 dia 1 branco
Caderno enem 2014 dia 1 branco
 
204824
204824204824
204824
 
GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA E DEMAIS GABA...
GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA  E DEMAIS GABA...GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA  E DEMAIS GABA...
GABARITO PARCIAL DE SÁBADO. COMENTÁRIOS QUESTÕES PROVA AMARELA E DEMAIS GABA...
 
Ed 154 on line
Ed 154 on lineEd 154 on line
Ed 154 on line
 
O alterense 26
O alterense 26O alterense 26
O alterense 26
 
Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079
Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079
Jornal Vigia dos Vales, 43 Anos. 20-12-2016 - Edição.1079
 
A década perdida
A década perdidaA década perdida
A década perdida
 
O alterense 28
O alterense 28O alterense 28
O alterense 28
 
Agenda CAC outubro 2015
Agenda CAC outubro 2015Agenda CAC outubro 2015
Agenda CAC outubro 2015
 
C 9ilha 01-invejidade
C 9ilha 01-invejidadeC 9ilha 01-invejidade
C 9ilha 01-invejidade
 
Diz116
Diz116Diz116
Diz116
 
Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187
 

Mais de Francisco Martins

jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdfjornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
Francisco Martins
 
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do ChãoRevista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Francisco Martins
 
O Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdfO Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdfO Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdf
Francisco Martins
 
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdfCrato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 38.pdf
O Alterense 38.pdfO Alterense 38.pdf
O Alterense 38.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdfO Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdfO Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdf
Francisco Martins
 
O alterense 33
O alterense 33O alterense 33
O alterense 33
Francisco Martins
 
O alterense 32
O alterense 32O alterense 32
O alterense 32
Francisco Martins
 
O alterense 29
O alterense 29O alterense 29
O alterense 29
Francisco Martins
 
O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)
Francisco Martins
 
O alterense 25
O alterense 25O alterense 25
O alterense 25
Francisco Martins
 
O alterense 24
O alterense 24O alterense 24
O alterense 24
Francisco Martins
 
O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)
Francisco Martins
 
O alterense 21
O alterense 21O alterense 21
O alterense 21
Francisco Martins
 
O alterense 20
O alterense 20O alterense 20
O alterense 20
Francisco Martins
 

Mais de Francisco Martins (17)

jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdfjornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
 
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do ChãoRevista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
 
O Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdfO Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdf
 
O Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdfO Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdf
 
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdfCrato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
 
O Alterense 38.pdf
O Alterense 38.pdfO Alterense 38.pdf
O Alterense 38.pdf
 
O Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdfO Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdf
 
O Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdfO Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdf
 
O alterense 33
O alterense 33O alterense 33
O alterense 33
 
O alterense 32
O alterense 32O alterense 32
O alterense 32
 
O alterense 29
O alterense 29O alterense 29
O alterense 29
 
O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)
 
O alterense 25
O alterense 25O alterense 25
O alterense 25
 
O alterense 24
O alterense 24O alterense 24
O alterense 24
 
O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)
 
O alterense 21
O alterense 21O alterense 21
O alterense 21
 
O alterense 20
O alterense 20O alterense 20
O alterense 20
 

O Alterense 34.pdf

  • 1. O Alterense CDU Alter do Chão | Janeiro a Março de 2022 | Março de 2022 | N.º 34 | Ano IX CDU Eleições Legislativas 2022 No passado dia 30 de Janeiro foram as eleições para a Assembleia da República. No concelho de Alter do Chão apuraram-se os seguintes resultados: Ao contrário do muito que foi apregoado, os portugueses iriam eleger deputados e não um qualquer primeiro ministro. A campa- nha decorreu sem incidentes de maior, embora houvesse uma manipulação descarada das sondagens e uma forte aposta na bipo- larização. Os resultados do concelho acompanharam a tendência nacional. CDU/Alter do Chão Alter do Chão Seda Chança Cunheira Total Mesa 1 Mesa 2 CDU 39 30 50 11 17 147 PS 199 198 78 134 111 720 LIVRE 2 - 2 1 0 5 RIR 0 1 0 1 0 2 VOLT 0 0 0 0 0 0 PTP 0 0 0 0 0 0 MAS 0 0 0 0 0 0 ERGUE-TE 1 0 0 3 0 4 MRPP 2 2 3 2 2 11 CDS 6 8 1 5 2 22 P. TERRA 0 0 0 0 1 1 IL 11 9 2 1 0 23 BE 13 18 14 3 1 49 CHEGA 76 69 15 18 8 186 PAN 0 1 0 2 1 4 PPD/PSD 172 157 30 47 27 433 Brancos 5 3 2 0 0 10 Nulos 7 4 1 1 0 13 Votantes 538 500 198 229 170 1635 Inscritos 899 900 266 353 255 2673
  • 2. Pá g in a 2 O A lt eren se M a rç o d e 2 022 | N.º 3 4 Escavações em Alter do Chão As Águas do Alto Alentejo, E.I.M., S.A. são a entidade promotora do projeto de “Remodelação do sistema de drenagem de águas residuais – Alter” e conta com a colaboração da Câmara Municipal. Na abertura das valas para execução deste projeto foram desco- bertas na Avenida Dr. João Pestana, 14 sepulturas de uma ne- crópole que até agora era desconhecida. Ao abrigo da legislação em vigor, Regulamento de Trabalho Arqueológicos, as obras estão a ser acompanhadas pelo arqueólogo municipal Jorge An- tónio. O facto de aparecerem restos humanos tornou exigível a presen- ça de um especialista em antropologia física e, por isso, as Águas do Alto Alentejo contrataram a antropóloga Liliana Carvalho para proceder à escavação, exumação e estudo dos mesmos. Das 14 sepulturas identificadas, apenas 6 foram parcialmente intervencionadas, sendo que nestas foram levantadas 5 mulheres e um homem. Este último tinha associado uma fivela em ferro e uma das mulheres duas conchas que fariam parte de um colar. Enquanto o espólio arqueológico depois de estudado será devi- damente acondicionado nas Reservas Municipais de Arqueologia, os restos humanos serão depositados no Laboratório de Antropolo- gia Municipal. Os trabalhos antropológicos e arqueológicos em curso são de grande importância pois há a possibilidade de as sepulturas fazerem parte da necrópole romana de Abelterium que não era conhecida. Porém, será necessário proceder à datação (carbono 14) dos ossos humanos para determinar a cronologia. Com mais esta descoberta arqueológica, Alter do Chão reafirmar-se como um centro de excelência para estudo da presença romana na região e fazer parte de um roteiro turístico internacional. As fotos mostradas foram copiadas do facebook do Município de Alter do Chão. Romão Trindade/Alter do Chão Dia da Cunheira Decorreu no passado dia 20 de Fevereiro o dia do aniversário da freguesia da Cunheira. Depois das intervenções da Senhora Presi- dente da Junta de Freguesia e do Senhor Presidente da Câmara Municipal. Notou-se a ausência da representação oficial da Assembleia Municipal. A falta de instalação sonora dificultou audição das intervenções. Seguiu-se a atuação do grupo de cante alentejano Os cá d’cima. A cerimónia contou com a presença significativa da população cunheirense que confraternizou no lanche oferecido pela Junta.
  • 3. Pá g in a 3 O A lt eren se M a rç o d e 2 022 | N.º 3 4 O centenário do PCP Decorreu no dia 6 de Março o comício de encerramento do centenário do Partido Comunista Português. Com o Campo Pequeno completamente cheio o evento contou com a presença de várias atuações musicais e terminou com a inter- venção do Secretário Geral do PCP, Jerónimo de Sousa. No seu discurso, Jerónimo de Sousa foi claro na condenação do PCP à guerra na Ucrânia, e às manobras da NATO/EUA e ainda no grande distanciamento entre o PCP e o regime imperialista russo. A propósito desta maldita guerra Muito se tem dito e escrito a propósito da guerra que se tem travado na Ucrânia após a invasão russa. Invadir um outro país é sempre mau e, por isso, não é aceitável. Tão importante como condenar esta invasão é perceber porque acontecem estas coisas. A história ensina-nos como tem sido o relacionamento entre os povos ali no leste europeu e ajuda-nos a compreender porque se de- gladiam há tantos anos. Isto não significa que se concorde ou apoie esta barbárie a que estamos a assistir. Numa guerra há sempre, pelo menos, dois contendores e, muitas vezes, nenhum deles tem razão e são, isso sim, armas de arremesso de outros interesses. Fazer desta guerra, uma guerra entre o Bem (NATO/EUA/EU) e o Mal (Rússia), ou vice-versa, interpondo a Ucrânia neste dilema, é muito redutor. Não se podem esquecer outras invasões e outras guerras provocadas por razões semelhantes (interesses financeiros e económicos) e quase sempre com os mesmos resultados, destruição e morte em populações indefesas e triunfo dos senhores da guerra, os fabricantes e os vendedores de armas. As notícias que nos vão chegando através dos órgãos de comunicação social e os seus comentadores (que comentam com a mesma certeza e convicção o futebol, o covid, as guerras, a ciência, a política, tudo) em vez de informar preferem levar-nos a um pensamento único e concordante com as suas visões do que aconteceu ou do que está a acontecer, muitas vezes enviesadas por preconceitos ideo- lógicos. Obviamente não são eles os fazedores da guerra mas são verdadeiros “vozes dos donos”. Curiosamente, são alguns militares que nos vão explicando, com alguma clareza, o desenrolar desta guerra, desmentindo ou contrari- ando mesmo o que “as vozes dos donos” nos querem impingir. Condena-se a falta de informação ou censura praticada por Putin e depois a UE faz exatamente a mesma coisa ao bloquear canais russos e dando voz apenas a um dos intervenientes. Relativamente aos refugiados, obviamente que ninguém gosta de ver as imagens de mulheres e crianças a fugirem das suas casas des- truídas e com as suas vidas destroçadas. Mas serão estes refugiados muito diferentes daqueles que vieram da Síria, do Iraque, da Pales- tina, do Afeganistão, de África, da América latina? Então a Polónia e a Hungria, que até construiu muros para impedir a entradas de refugiados, são agora países exemplares, só porque acolhem refugiados ucranianos? E a EU já não paga à Turquia para receber estes ucranianos que fogem dos horrores da guerra? Agora somos todos ucranianos mas ontem não fomos todos palestinianos, sírios, iemenitas, afegãos, iraquianos, curdos, latino ameri- canos, etc. E porquê? E os direitos humanos só têm uma face? A hipocrisia não tem limites? Não há guerras boas porque são todas más e esta não foge a essa regra. Romão Trindade/Alter do Chão
  • 4. Pá g in a 4 O A lt eren se M a rç o d e 2 022 | N.º 3 4 Ficha Técnica Edição e Propriedade: CDU - Alter do Chão ISSN: 2183-4415 Periodicidade: Trimestral Tiragem: 250 exemplares Distribuição: Impressa e online (gratuitas) Director: João Martins Morada: Rua Senhor Jesus do Outeiro, n.º 17 7440 - 078 Alter do Chão Telefone: 927 220 200 Email: cdualter2013@gmail.com Facebook: www.facebook.com/cdu.alter Coisas . . .  Continuam a sair trabalhadores da Câmara Municipal. Porque pedem transferência para outros locais? Que se passa?  Os concursos que se vão abrindo para lugares na câmara, continuam desertos?  Porque demoram tanto tempo as atas das reuniões do executivo a ser tornadas públicas?  Houve alguma razão para que a Assembleia Municipal não tenha sido convidada oficialmente para a comemoração do aniversário da Cunheira?  Já abriu o Intermarché na zona industrial Feira de S. Marcos A tradicional Feira de S. Marcos ou Feira de Abril vai decor- rer entre os dias 21 e 25 de Abril, numa parceria entre o Mu- nicípio de Alter do Chão e Escola de Desenvolvimento Rua- ral de Alter do Chão e a colaboração da Coudelaria de Alter. Estão abertas as inscrições através de cultura@cm-alter- chao.pt ou https://cm-alter-chao.pt/.../inscricoes-para- a-feira.../... Aqui pode aceder a toda a documentação necessária.