SlideShare uma empresa Scribd logo
O Alterense
CDU Alter do Chão | Janeiro a Março de 2023 | Março de 2023| N.º 38 | Ano X
CDU
X Assembleia da Organização Regional de Portalegre
Realizou-se no passado dia 12 de Fevereiro, em Monforte, a X Assembleia da Organização de Portalegre que contou com a presença do Secretário
Geral do Partido Comunista Português, Paulo Raimundo.
Com a sala repleta foi grande e muito interessante a participação dos delegados. Assistiu-se as muito boas intervenções nas áreas da saúde, do ambi-
ente, da agricultura ou das transferências de competências para as autarquias, entre outras, apontando soluções para os grandes problemas que asso-
lam o distrito de Portalegre.
A comissão concelhia de Alter do Chão do PCP também participou nesta Assembleia.
Foram eleitos os 33 membros da nova estrutura política do distrito que conta com 14 novos membros.
A nova estrutura tem a seguinte composição:
Composição social
Operários industriais e agrícolas 10 30,03%
Empregados 7 21, 21%
Quadros técnicos e intelectuais 15 45,45%
Estudantes 1 3,03%
Composição etária
20 – 30 3 9,09%
30 – 40 3 9,09%
40 – 50 12 36,36%
50 – 65 9 27,27%
>65 6 18,18%
Pá g in a 2
O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38
Deputados do PCP no Parlamento Europeu no distrito de
Portalegre
Entre 3 e 6 de Janeiro decorreram no distrito de Portalegre as “Jornadas de Trabalho dos deputados do PCP no Parlamento Euro-
peu” com João Pimenta Lopes e Sandra Pereira.
Nestas jornadas realizaram-se encontros com trabalhadores e as populações, reuniões com autarquias e outras instituições, contactos
com serviços públicos da área da saúde e do ensino contactos com micro, pequenas e médias empresas dos sectores produtivos da
agricultura e da indústria.
A partir das jornadas no distrito de Portalegre, os deputados do PCP no Parlamento Europeu pretendem dar voz às reivindicações
dos trabalhadores e da população do Distrito e intervir, dando o contributo que se exige para a solução dos problemas e a resposta às
necessidades com que estes se confrontam.
Disseram os eurodeputados “Aqui estivemos, aqui estaremos, comprometidos com a luta dos trabalhadores e das populações, empenhados na melhoria
dos direitos e condições de vida dos trabalhadores e na defesa dos interesses do povo português”.
Comprometidos por um Portugal mais desenvolvido, mais justo e solidário.
Contigo todos os dias, seremos a tua voz no Parlamento Europeu!
Deputado do PCP na Assembleia da República no distrito de
Portalegre
O deputado do PCP João Dias esteve hoje nos concelhos de Campo Maior, Monforte, Fronteira, Sousel e Avis onde, acompanhado
de eleitos da CDU e alguns dirigentes da DORPOR do PCP, contactou com os danos e prejuízos causados pelas cheias da semana
passada e a população afetada.
Para uma região que já se confronta com enormes dificuldades, em relação ao resto do país, a situação é muito grave e exige uma
resposta rápida da parte do Governo.
O PCP intervirá de forma determinada no plano institucional e local para que estes apoios não tardem.
Pá g in a 3
O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38
Atribuição de subsídios pela CMAC
A Câmara Municipal de Alter do Chão atribuiu, em 2022, às diferentes entidades do concelho os seguintes subsídios:
Entidade Valor (euros)
Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de Alter do Chão
91 836,27
Banda Municipal Alterense 21 500,00
Associação Amigos da Revista e do Fado 6 500,00
Associação do Cão Serra d’Aires 2 500,00
Associação de Cicloturismo de Alter do Chão - Alter Real BTT
3 500,00
Santa Casa da Misericórdia de Alter do Chão – IPSS’s
115 706,83
Associação Desportiva de Alter 28 150,00
Associação Centro de Apoio Terceira Idade St. Estevão – IPSS’s
35 000,00
Comissão de Melhoramentos da Freguesia de Seda - IPSS’s
65 000,00
Grupo Social de Cunheira 38 091,55
Paróquia Nª Senhora d’Assunção 10 500,00
Grupo de Forcados de Alter do Chão 3 500,00
Grupo Alterense de Cultura 6 000,00
Coral Polifónico de Alter 6 000,00
Rancho Folclórico “As Ceifeiras” de Alter do Chão
11 000,00
Alter Runners Associação 2 500,00
Grupo Recreativo e Olímpico de Cunheira
4 500,00
Associação Os Cá d’Cima 2 000,00
Percurso Futuro Associação 2 000,00
Tertuliatroféu - Associação 3 000,00
TOTAL 452 784,65
Pá g in a 4
O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38
Atividades de Os Verdes
O Partido Ecologista Os Verdes promoveu, no dia 19 de Fevereiro, uma caminhada na “Rota da Produção de Energia” no Fundão.
Esta caminhada ligou os locais onde vão ser instaladas duas centrais fotovoltaicas (na Quinta das Nogueiras e a ribeira da Meimoa),
passando pela Central de Biomassa.
A central fotovoltaica da Quinta das Nogueiras levou ao abate de uma zona de carvalho negral e mobilização de terrenos destruindo
o habitat natural de uma comunidade de cegonhas brancas
A Central Fotovoltaica do Fundão com capacidade de 110 MW/MVA, composto por cerca de 240 000 módulos, terá igualmente
impactos significativos. Para além da destruição de árvores irá degradar a paisagem, afetará a produtividade dos solos e a biodiversida-
de.
Os efeitos negativos da Central de Biomassa do Fundão, em particular ruído e poeiras, têm colocado em causa a qualidade de vida
dos moradores que vivem nas proximidades.
A produção de energia a partir de fontes renováveis é fundamental para reduzir o consumo dos combustíveis fósseis e minimizar as
alterações climáticas.
A localização destes projetos, como é o caso das centrais fotovoltaicas, não podem comprometer e degradar a natureza e a qualidade
de vida da população como se constatou nesta iniciativa.
Números do desemprego
Nos concelhos e no distrito de Portalegre, os números relativos ao desemprego referentes a Janeiro de 2023 são os seguintes:
Concelhos
Desemprego registado
Total
Homens Mulheres
Alter do Chão 74 69 143
Arroches 35 33 68
Avis 53 78 131
Campo Maior 159 177 336
Castelo de vide 40 31 71
Crato 53 67 120
Elvas 443 554 997
Fronteira 54 68 122
Gavião 44 38 82
Marvão 32 34 66
Monforte 77 73 150
Nisa 89 88 177
Ponte de Sor 219 246 465
Portalegre 281 312 593
Sousel 61 73 134
Total distrital 1714 1941 3655
Retalhos de uma vida
Sempre ouve certas situações a desencadear o sentido de humor que privilegiava Alter do Chão. Tempo esse que é sempre bom re-
cordar. Aqueles que os conheceram poderão hoje contribuir para que não fiquem definitivamente no esquecimento. Saber transmitir
essa boa qualidade que Alter do Chão tinha é uma forma de aliviar a carga das dificuldades que hoje se vive no dia a dia.
No meu tempo de rapazinho, na Farmácia havia uma bateria, ou arsenal de frascos com vários produtos com que nesse tempo se
manipulavam quase a totalidade dos medicamentos que os médicos prescreviam nas receitas. Na Farmácia existia uma balança especi-
al e própria, calibrada, com dois pratinhos. Um era para colocar os pesos e o outro para pesar o produto, o remédio em pó, para ser-
vir o cliente-doente que necessitava dele. Depois existia uma maquineta onde o produto era colocado e saía uma espécie de hóstia.
Um dia, acontece que uma senhora que morava na zona do Outeiro necessitou de consulta médica e foi ao Hospital. Nesse tempo o
Hospital de Alter do Chão tinha normalmente um médico de banco. Nesse dia estava de banco o Sr. Doutor Olímpio Murta e depois
de atender a senhora passou a receita para aliviar o padecimento da doente.
Ela vai à Farmácia e diz: " assõr Agusto ossor Dótori disseme" vai "jé" àframacia" equetaviem jéisto" queé pratomar umapastlilha
agora e outra anôte. Olhe sor "Agusto questou cheia didores inté istou coansias".
Mas olha que ainda levo um tempo porque tenho de fazer aquilo que o Sr. Doutor aqui receita, disse-lhe ele.
Ela aflita responde: "andelá queuispero, masande dipressa sôr Agusto"!
O Sr. Augusto lá começa a manipular o que era receitado e a doente sempre a "martelar com vómessê sôr Agusto tá apesari isso
tãmali intépareci questá apesari" ouro! Avii issobem pesado côssor dótor dissequessas pastilhas miam fazer bem.
O Sr Augusto já estava cansado de a ouvir e para ela se calar com aquela ladainha faz-lhe a vontade e lá pesou 3 ou 4 hóstias em que a
vareta da balança pendia para o lado do pó.
Em Alter do Chão havia o hábito quando as pessoas iam ao mercado ou as lojas, comprar batatas, açúcar, café ou outra coisa qual-
quer, esses produtos só estavam bem pesados quando a vareta descaía para o lado do produto que iam comprar...
Passados 2 ou 3 dias aparece a referida Senhora aflita na Farmácia e pergunta: " vomesse sôr Agusto nãsiganou nas pastilhas do
mêrimédio"?
Então porquê rapariga?
"Atão sr. Agusto andi umasimana sim obrar iagora jélevo tres dias queando adar decorpo, sempri abaixerme quijé nãguento tantacaga-
nêra quinté jétrago as nalgas iocu a arder"!
Olha rapariga, não foste tu que me massacraste a cabeça que querias que o pozinho fosse bem pesado?
Atão agoradigame "sôr Agusto queide fazeri pracaberi coesti ardori quinté pareci quitenho quêmedas asnasnalgas domê cú"?
Olha rapariga vai ao café do "Tira Ninhos", assim era conhecido o café do Sr. José Lopes e compras uma barra de gelo, levas para
casa e pões o cú e as nalgas em cima até isso passar!
Nesse tempo contavam-se pelos dedos das mãos as casas de família em Alter do Chão que tinham frigorífico. No café do " Tira Ni-
nhos" havia uma geleira que fabricava as barras de gelo que depois eram vendidas a quem necessitava de gelo.
Esta vida foi recheada de tantos Retalhos que nos dias atuais sinto pena da minha memória ter perdido muitos e não ter também a
paciência para os repescar.
José Afonso Serrão Henriques/Matosinhos.
Pá g in a 5
O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38
Memorial aos combatentes da guerra colonial
Decorreu no passado dia 25 de Março a inauguração do memorial de homenagem aos combatentes do concelho de Alter do Chão
que prestaram serviço militar obrigatório nas antigas colónias portuguesas. A guerra colonial, do ultramar ou de África que durou
entre 1961 e 1974 também deixou marcas profundas no concelho de Alter do Chão. Foi a data libertadora de 25 de Abril de 1974
que, finalmente, a fez terminar.
Esta cerimónia contou com a presença de muitos ex combatentes e seus familiares, além de várias entidades oficiais.
Pá g in a 6
O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38
Ficha Técnica
Edição e Propriedade: CDU - Alter do Chão
ISSN: 2183-4415
Periodicidade: Trimestral
Tiragem: 250 exemplares
Distribuição: Impressa e online (gratuitas)
Diretor: João Martins
Morada: Rua Senhor Jesus do Outeiro, n.º 17
7440 - 078 Alter do Chão
Telefone: 927 220 200
Email: cdualter2013@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/cdu.alter
Coisas . . .
 O Presidente da CMAC deve ir a todas as reuniões, apresentações, congressos, jornadas, etc. em que se fale da Barragem do Pisão. Assim
estará a par do que se passa e poderá informar, com rigor, os munícipes.
 As ruas de Alter do Chão continuam com falta de limpeza. Não há varredores?
 A CMAC e outras câmaras continuam a prestar os serviços que são da competência das Águas do Alto Alentejo. Os criadores/inventores
desta empresa nada têm a dizer sobre esta situação.
 A Companhia das Lezírias não se fez representar na apresentação da Feira de S. Marcos. Deve ter tido as suas razões.
 Os vereadores do PS levantaram-se no início da reunião de câmara de 15 de Março. Na gravação vídeo não se ficou a perceber as razões por-
que o fizeram. Admite-se que a saída foi causada pela apresentação, por uma associação, de um documento sobre a Barragem do Pisão.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a O Alterense 38.pdf

Acontece agora ed335
Acontece agora ed335Acontece agora ed335
Acontece agora ed335
Divaldo Rosa
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
JORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHO
JORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHOJORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHO
JORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHO
Elaine Fernandes
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
prefeituraguaruja
 
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
Elaine Fernandes
 
O Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdfO Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdf
Francisco Martins
 
Jornal opção 191 online
Jornal opção 191 onlineJornal opção 191 online
Jornal opção 191 online
Alair Arruda
 
Jornal 4 trim_2014
Jornal 4 trim_2014Jornal 4 trim_2014
Jornal 4 trim_2014
Aurpic Animação
 
O Alterense 11
O Alterense 11O Alterense 11
O Alterense 11
Cdu Alter Do Chão
 
PS SM - Boletim Informativo
PS SM - Boletim InformativoPS SM - Boletim Informativo
PS SM - Boletim Informativo
Nuno Antão
 
O alterense 33
O alterense 33O alterense 33
O alterense 33
Francisco Martins
 
Acontece agora ed334
Acontece agora ed334Acontece agora ed334
Acontece agora ed334
Divaldo Rosa
 
Acontece agora ed334
Acontece agora ed334Acontece agora ed334
Acontece agora ed334
grupoacontece
 
Programa Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do Chão
Programa Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do ChãoPrograma Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do Chão
Programa Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do Chão
Cdu Alter Do Chão
 
Cordel mem vit_acid_doencas_trab
Cordel mem vit_acid_doencas_trabCordel mem vit_acid_doencas_trab
Cordel mem vit_acid_doencas_trab
Laryssa Candido
 
JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168
JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168
JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168
Alair Arruda
 
Jornal Março 2015 - Semana Santa
Jornal Março 2015 - Semana Santa Jornal Março 2015 - Semana Santa
Jornal Março 2015 - Semana Santa
Elaine Fernandes
 
O Alterense 15
O Alterense 15O Alterense 15
O Alterense 15
Cdu Alter Do Chão
 
O Alterense 12
O Alterense 12O Alterense 12
O Alterense 12
Cdu Alter Do Chão
 
N.º 00 o ideias janeiro 96 ano ii
N.º 00 o ideias   janeiro 96 ano iiN.º 00 o ideias   janeiro 96 ano ii
N.º 00 o ideias janeiro 96 ano ii
AAA_ESGTS
 

Semelhante a O Alterense 38.pdf (20)

Acontece agora ed335
Acontece agora ed335Acontece agora ed335
Acontece agora ed335
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
 
JORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHO
JORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHOJORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHO
JORNAL SEGUNDA QUIZENA DE JUNHO
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
 
Jornal junho 2015
Jornal junho 2015Jornal junho 2015
Jornal junho 2015
 
O Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdfO Alterense 40.pdf
O Alterense 40.pdf
 
Jornal opção 191 online
Jornal opção 191 onlineJornal opção 191 online
Jornal opção 191 online
 
Jornal 4 trim_2014
Jornal 4 trim_2014Jornal 4 trim_2014
Jornal 4 trim_2014
 
O Alterense 11
O Alterense 11O Alterense 11
O Alterense 11
 
PS SM - Boletim Informativo
PS SM - Boletim InformativoPS SM - Boletim Informativo
PS SM - Boletim Informativo
 
O alterense 33
O alterense 33O alterense 33
O alterense 33
 
Acontece agora ed334
Acontece agora ed334Acontece agora ed334
Acontece agora ed334
 
Acontece agora ed334
Acontece agora ed334Acontece agora ed334
Acontece agora ed334
 
Programa Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do Chão
Programa Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do ChãoPrograma Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do Chão
Programa Eleitoral da Lista Candidata à Câmara Municipal de Alter do Chão
 
Cordel mem vit_acid_doencas_trab
Cordel mem vit_acid_doencas_trabCordel mem vit_acid_doencas_trab
Cordel mem vit_acid_doencas_trab
 
JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168
JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168
JORNAL OPÇÃO DO NOROESTE EDIÇÃO 168
 
Jornal Março 2015 - Semana Santa
Jornal Março 2015 - Semana Santa Jornal Março 2015 - Semana Santa
Jornal Março 2015 - Semana Santa
 
O Alterense 15
O Alterense 15O Alterense 15
O Alterense 15
 
O Alterense 12
O Alterense 12O Alterense 12
O Alterense 12
 
N.º 00 o ideias janeiro 96 ano ii
N.º 00 o ideias   janeiro 96 ano iiN.º 00 o ideias   janeiro 96 ano ii
N.º 00 o ideias janeiro 96 ano ii
 

Mais de Francisco Martins

jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdfjornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
Francisco Martins
 
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do ChãoRevista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Francisco Martins
 
O Alterense 41.pdf
O Alterense 41.pdfO Alterense 41.pdf
O Alterense 41.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdfO Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdf
Francisco Martins
 
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdfCrato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdfO Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 36.pdf
O Alterense 36.pdfO Alterense 36.pdf
O Alterense 36.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdfO Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdf
Francisco Martins
 
O Alterense 34.pdf
O Alterense 34.pdfO Alterense 34.pdf
O Alterense 34.pdf
Francisco Martins
 
O alterense 32
O alterense 32O alterense 32
O alterense 32
Francisco Martins
 
O alterense 31
O alterense 31O alterense 31
O alterense 31
Francisco Martins
 
O alterense 30
O alterense 30O alterense 30
O alterense 30
Francisco Martins
 
O alterense 29
O alterense 29O alterense 29
O alterense 29
Francisco Martins
 
O alterense 28
O alterense 28O alterense 28
O alterense 28
Francisco Martins
 
O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)
Francisco Martins
 
O alterense 26
O alterense 26O alterense 26
O alterense 26
Francisco Martins
 
O alterense 25
O alterense 25O alterense 25
O alterense 25
Francisco Martins
 
O alterense 23
O alterense 23O alterense 23
O alterense 23
Francisco Martins
 
O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)
Francisco Martins
 
O alterense 21
O alterense 21O alterense 21
O alterense 21
Francisco Martins
 

Mais de Francisco Martins (20)

jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdfjornal CDU Alter O Alterense  numero 43.pdf
jornal CDU Alter O Alterense numero 43.pdf
 
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do ChãoRevista O Alterense 42 cdu alter do Chão
Revista O Alterense 42 cdu alter do Chão
 
O Alterense 41.pdf
O Alterense 41.pdfO Alterense 41.pdf
O Alterense 41.pdf
 
O Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdfO Alterense 39.pdf
O Alterense 39.pdf
 
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdfCrato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
Crato_saudação_25 de abril_apresentada em reunião de camara.pdf
 
O Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdfO Alterense 37.pdf
O Alterense 37.pdf
 
O Alterense 36.pdf
O Alterense 36.pdfO Alterense 36.pdf
O Alterense 36.pdf
 
O Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdfO Alterense 35.pdf
O Alterense 35.pdf
 
O Alterense 34.pdf
O Alterense 34.pdfO Alterense 34.pdf
O Alterense 34.pdf
 
O alterense 32
O alterense 32O alterense 32
O alterense 32
 
O alterense 31
O alterense 31O alterense 31
O alterense 31
 
O alterense 30
O alterense 30O alterense 30
O alterense 30
 
O alterense 29
O alterense 29O alterense 29
O alterense 29
 
O alterense 28
O alterense 28O alterense 28
O alterense 28
 
O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)O alterense 27 (1)
O alterense 27 (1)
 
O alterense 26
O alterense 26O alterense 26
O alterense 26
 
O alterense 25
O alterense 25O alterense 25
O alterense 25
 
O alterense 23
O alterense 23O alterense 23
O alterense 23
 
O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)O alterense 22 (1)
O alterense 22 (1)
 
O alterense 21
O alterense 21O alterense 21
O alterense 21
 

O Alterense 38.pdf

  • 1. O Alterense CDU Alter do Chão | Janeiro a Março de 2023 | Março de 2023| N.º 38 | Ano X CDU X Assembleia da Organização Regional de Portalegre Realizou-se no passado dia 12 de Fevereiro, em Monforte, a X Assembleia da Organização de Portalegre que contou com a presença do Secretário Geral do Partido Comunista Português, Paulo Raimundo. Com a sala repleta foi grande e muito interessante a participação dos delegados. Assistiu-se as muito boas intervenções nas áreas da saúde, do ambi- ente, da agricultura ou das transferências de competências para as autarquias, entre outras, apontando soluções para os grandes problemas que asso- lam o distrito de Portalegre. A comissão concelhia de Alter do Chão do PCP também participou nesta Assembleia. Foram eleitos os 33 membros da nova estrutura política do distrito que conta com 14 novos membros. A nova estrutura tem a seguinte composição: Composição social Operários industriais e agrícolas 10 30,03% Empregados 7 21, 21% Quadros técnicos e intelectuais 15 45,45% Estudantes 1 3,03% Composição etária 20 – 30 3 9,09% 30 – 40 3 9,09% 40 – 50 12 36,36% 50 – 65 9 27,27% >65 6 18,18%
  • 2. Pá g in a 2 O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38 Deputados do PCP no Parlamento Europeu no distrito de Portalegre Entre 3 e 6 de Janeiro decorreram no distrito de Portalegre as “Jornadas de Trabalho dos deputados do PCP no Parlamento Euro- peu” com João Pimenta Lopes e Sandra Pereira. Nestas jornadas realizaram-se encontros com trabalhadores e as populações, reuniões com autarquias e outras instituições, contactos com serviços públicos da área da saúde e do ensino contactos com micro, pequenas e médias empresas dos sectores produtivos da agricultura e da indústria. A partir das jornadas no distrito de Portalegre, os deputados do PCP no Parlamento Europeu pretendem dar voz às reivindicações dos trabalhadores e da população do Distrito e intervir, dando o contributo que se exige para a solução dos problemas e a resposta às necessidades com que estes se confrontam. Disseram os eurodeputados “Aqui estivemos, aqui estaremos, comprometidos com a luta dos trabalhadores e das populações, empenhados na melhoria dos direitos e condições de vida dos trabalhadores e na defesa dos interesses do povo português”. Comprometidos por um Portugal mais desenvolvido, mais justo e solidário. Contigo todos os dias, seremos a tua voz no Parlamento Europeu! Deputado do PCP na Assembleia da República no distrito de Portalegre O deputado do PCP João Dias esteve hoje nos concelhos de Campo Maior, Monforte, Fronteira, Sousel e Avis onde, acompanhado de eleitos da CDU e alguns dirigentes da DORPOR do PCP, contactou com os danos e prejuízos causados pelas cheias da semana passada e a população afetada. Para uma região que já se confronta com enormes dificuldades, em relação ao resto do país, a situação é muito grave e exige uma resposta rápida da parte do Governo. O PCP intervirá de forma determinada no plano institucional e local para que estes apoios não tardem.
  • 3. Pá g in a 3 O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38 Atribuição de subsídios pela CMAC A Câmara Municipal de Alter do Chão atribuiu, em 2022, às diferentes entidades do concelho os seguintes subsídios: Entidade Valor (euros) Associação Humanitária Bombeiros Voluntários de Alter do Chão 91 836,27 Banda Municipal Alterense 21 500,00 Associação Amigos da Revista e do Fado 6 500,00 Associação do Cão Serra d’Aires 2 500,00 Associação de Cicloturismo de Alter do Chão - Alter Real BTT 3 500,00 Santa Casa da Misericórdia de Alter do Chão – IPSS’s 115 706,83 Associação Desportiva de Alter 28 150,00 Associação Centro de Apoio Terceira Idade St. Estevão – IPSS’s 35 000,00 Comissão de Melhoramentos da Freguesia de Seda - IPSS’s 65 000,00 Grupo Social de Cunheira 38 091,55 Paróquia Nª Senhora d’Assunção 10 500,00 Grupo de Forcados de Alter do Chão 3 500,00 Grupo Alterense de Cultura 6 000,00 Coral Polifónico de Alter 6 000,00 Rancho Folclórico “As Ceifeiras” de Alter do Chão 11 000,00 Alter Runners Associação 2 500,00 Grupo Recreativo e Olímpico de Cunheira 4 500,00 Associação Os Cá d’Cima 2 000,00 Percurso Futuro Associação 2 000,00 Tertuliatroféu - Associação 3 000,00 TOTAL 452 784,65
  • 4. Pá g in a 4 O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38 Atividades de Os Verdes O Partido Ecologista Os Verdes promoveu, no dia 19 de Fevereiro, uma caminhada na “Rota da Produção de Energia” no Fundão. Esta caminhada ligou os locais onde vão ser instaladas duas centrais fotovoltaicas (na Quinta das Nogueiras e a ribeira da Meimoa), passando pela Central de Biomassa. A central fotovoltaica da Quinta das Nogueiras levou ao abate de uma zona de carvalho negral e mobilização de terrenos destruindo o habitat natural de uma comunidade de cegonhas brancas A Central Fotovoltaica do Fundão com capacidade de 110 MW/MVA, composto por cerca de 240 000 módulos, terá igualmente impactos significativos. Para além da destruição de árvores irá degradar a paisagem, afetará a produtividade dos solos e a biodiversida- de. Os efeitos negativos da Central de Biomassa do Fundão, em particular ruído e poeiras, têm colocado em causa a qualidade de vida dos moradores que vivem nas proximidades. A produção de energia a partir de fontes renováveis é fundamental para reduzir o consumo dos combustíveis fósseis e minimizar as alterações climáticas. A localização destes projetos, como é o caso das centrais fotovoltaicas, não podem comprometer e degradar a natureza e a qualidade de vida da população como se constatou nesta iniciativa. Números do desemprego Nos concelhos e no distrito de Portalegre, os números relativos ao desemprego referentes a Janeiro de 2023 são os seguintes: Concelhos Desemprego registado Total Homens Mulheres Alter do Chão 74 69 143 Arroches 35 33 68 Avis 53 78 131 Campo Maior 159 177 336 Castelo de vide 40 31 71 Crato 53 67 120 Elvas 443 554 997 Fronteira 54 68 122 Gavião 44 38 82 Marvão 32 34 66 Monforte 77 73 150 Nisa 89 88 177 Ponte de Sor 219 246 465 Portalegre 281 312 593 Sousel 61 73 134 Total distrital 1714 1941 3655
  • 5. Retalhos de uma vida Sempre ouve certas situações a desencadear o sentido de humor que privilegiava Alter do Chão. Tempo esse que é sempre bom re- cordar. Aqueles que os conheceram poderão hoje contribuir para que não fiquem definitivamente no esquecimento. Saber transmitir essa boa qualidade que Alter do Chão tinha é uma forma de aliviar a carga das dificuldades que hoje se vive no dia a dia. No meu tempo de rapazinho, na Farmácia havia uma bateria, ou arsenal de frascos com vários produtos com que nesse tempo se manipulavam quase a totalidade dos medicamentos que os médicos prescreviam nas receitas. Na Farmácia existia uma balança especi- al e própria, calibrada, com dois pratinhos. Um era para colocar os pesos e o outro para pesar o produto, o remédio em pó, para ser- vir o cliente-doente que necessitava dele. Depois existia uma maquineta onde o produto era colocado e saía uma espécie de hóstia. Um dia, acontece que uma senhora que morava na zona do Outeiro necessitou de consulta médica e foi ao Hospital. Nesse tempo o Hospital de Alter do Chão tinha normalmente um médico de banco. Nesse dia estava de banco o Sr. Doutor Olímpio Murta e depois de atender a senhora passou a receita para aliviar o padecimento da doente. Ela vai à Farmácia e diz: " assõr Agusto ossor Dótori disseme" vai "jé" àframacia" equetaviem jéisto" queé pratomar umapastlilha agora e outra anôte. Olhe sor "Agusto questou cheia didores inté istou coansias". Mas olha que ainda levo um tempo porque tenho de fazer aquilo que o Sr. Doutor aqui receita, disse-lhe ele. Ela aflita responde: "andelá queuispero, masande dipressa sôr Agusto"! O Sr. Augusto lá começa a manipular o que era receitado e a doente sempre a "martelar com vómessê sôr Agusto tá apesari isso tãmali intépareci questá apesari" ouro! Avii issobem pesado côssor dótor dissequessas pastilhas miam fazer bem. O Sr Augusto já estava cansado de a ouvir e para ela se calar com aquela ladainha faz-lhe a vontade e lá pesou 3 ou 4 hóstias em que a vareta da balança pendia para o lado do pó. Em Alter do Chão havia o hábito quando as pessoas iam ao mercado ou as lojas, comprar batatas, açúcar, café ou outra coisa qual- quer, esses produtos só estavam bem pesados quando a vareta descaía para o lado do produto que iam comprar... Passados 2 ou 3 dias aparece a referida Senhora aflita na Farmácia e pergunta: " vomesse sôr Agusto nãsiganou nas pastilhas do mêrimédio"? Então porquê rapariga? "Atão sr. Agusto andi umasimana sim obrar iagora jélevo tres dias queando adar decorpo, sempri abaixerme quijé nãguento tantacaga- nêra quinté jétrago as nalgas iocu a arder"! Olha rapariga, não foste tu que me massacraste a cabeça que querias que o pozinho fosse bem pesado? Atão agoradigame "sôr Agusto queide fazeri pracaberi coesti ardori quinté pareci quitenho quêmedas asnasnalgas domê cú"? Olha rapariga vai ao café do "Tira Ninhos", assim era conhecido o café do Sr. José Lopes e compras uma barra de gelo, levas para casa e pões o cú e as nalgas em cima até isso passar! Nesse tempo contavam-se pelos dedos das mãos as casas de família em Alter do Chão que tinham frigorífico. No café do " Tira Ni- nhos" havia uma geleira que fabricava as barras de gelo que depois eram vendidas a quem necessitava de gelo. Esta vida foi recheada de tantos Retalhos que nos dias atuais sinto pena da minha memória ter perdido muitos e não ter também a paciência para os repescar. José Afonso Serrão Henriques/Matosinhos. Pá g in a 5 O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38 Memorial aos combatentes da guerra colonial Decorreu no passado dia 25 de Março a inauguração do memorial de homenagem aos combatentes do concelho de Alter do Chão que prestaram serviço militar obrigatório nas antigas colónias portuguesas. A guerra colonial, do ultramar ou de África que durou entre 1961 e 1974 também deixou marcas profundas no concelho de Alter do Chão. Foi a data libertadora de 25 de Abril de 1974 que, finalmente, a fez terminar. Esta cerimónia contou com a presença de muitos ex combatentes e seus familiares, além de várias entidades oficiais.
  • 6. Pá g in a 6 O A lt eren se M a rç o d e 2 023 | N.º 38 Ficha Técnica Edição e Propriedade: CDU - Alter do Chão ISSN: 2183-4415 Periodicidade: Trimestral Tiragem: 250 exemplares Distribuição: Impressa e online (gratuitas) Diretor: João Martins Morada: Rua Senhor Jesus do Outeiro, n.º 17 7440 - 078 Alter do Chão Telefone: 927 220 200 Email: cdualter2013@gmail.com Facebook: www.facebook.com/cdu.alter Coisas . . .  O Presidente da CMAC deve ir a todas as reuniões, apresentações, congressos, jornadas, etc. em que se fale da Barragem do Pisão. Assim estará a par do que se passa e poderá informar, com rigor, os munícipes.  As ruas de Alter do Chão continuam com falta de limpeza. Não há varredores?  A CMAC e outras câmaras continuam a prestar os serviços que são da competência das Águas do Alto Alentejo. Os criadores/inventores desta empresa nada têm a dizer sobre esta situação.  A Companhia das Lezírias não se fez representar na apresentação da Feira de S. Marcos. Deve ter tido as suas razões.  Os vereadores do PS levantaram-se no início da reunião de câmara de 15 de Março. Na gravação vídeo não se ficou a perceber as razões por- que o fizeram. Admite-se que a saída foi causada pela apresentação, por uma associação, de um documento sobre a Barragem do Pisão.