SlideShare uma empresa Scribd logo
Lição 8 - Naum, o limite da tolerância Divina
TEXTO ÁUREO

“Disse mais: Ora, não se ire o
Senhor que ainda só mais esta
vez falo: se, porventura, se
acharem ali dez? E disse: Não a
destruirei, por amor dos dez” (Gn
18.32).
       Igreja Evangélica Assembléia de Deus
   Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
         Campo de Presidente Prudente - SP
VERDADE PRÁTICA


No tempo estabelecido por
Deus, cada nação, e cada
indivíduo em particular,
passará pelo crivo da
justiça divina.
      Igreja Evangélica Assembléia de Deus
  Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
        Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
          Naum 1.1-3, 9-14
1 - Peso de Nínive. Livro da visão de Naum, o
elcosita.
2 - O SENHOR é um Deus zeloso e que toma
vingança; o SENHOR toma vingança e é cheio de
furor, o SENHOR toma vingança contra os seus
adversários e guarda a ira contra os seus inimigos.
3 - O SENHOR é tardio em irar-se, mas grande em
força e ao culpado não tem por inocente; o
SENHOR tem o seu caminho na tormenta e na
tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés.

          Igreja Evangélica Assembléia de Deus
      Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
            Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
          Naum 1.1-3, 9-14
9 - Que pensais vós contra o SENHOR? Ele mesmo
vos consumirá de todo; não se levantará por duas
vezes a angústia.
10 - Porque, ainda que eles se entrelacem como os
espinhos e se saturem de vinho como bêbados,
serão inteiramente consumidos como palha seca.
11 - De ti saiu um que pensa mal contra o SENHOR,
um conselheiro de Belial.
          Igreja Evangélica Assembléia de Deus
      Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
            Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
           Naum 1.1-3, 9-14
12 - Assim diz o SENHOR: Por mais seguros que
estejam e por mais numerosos que sejam, ainda
assim serão exterminados, e ele passará; eu te
afligi, mas não te afligirei mais.
13 - Mas, agora, quebrarei o seu jugo de cima de ti
e romperei os teus laços.
14 - Contra ti, porém, o Senhor deu ordem, que
mais ninguém do teu nome seja semeado; da casa
do teu deus exterminarei as imagens de escultura e
de fundição; ali farei o teu sepulcro, porque és vil.

          Igreja Evangélica Assembléia de Deus
      Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
            Campo de Presidente Prudente - SP
PROPOSTA DA LIÇÃO

•150 anos depois: Nínive novamente nos planos de Deus;
•Estrutura do livro: louvor, castigo e B.O. contra Nínive;
•Mensagem: queda de Nínive (peso);
•Deus é juiz de toda a terra, declarou juízo contra Nínive;
•Não foram punidos antes devido a longanimidade;
•Assíria: emaranhado de espinhos e monte de bêbados;
•“Mais ninguém [...] seja semeado” começou pelo rei;
•“Serão exterminados [...], mas não te afligirei mais”.

          Igreja Evangélica Assembléia de Deus
      Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
            Campo de Presidente Prudente - SP
INTRODUÇÃO

• Jonas (misericórdia), Naum (juízo), +- 150 anos depois;
• A geração anterior (Jonas) se arrependeu (Mt 12.41);
• A geração atual (Naum) havia se esquecido de tudo;
• O livro de Naum é um prolongamento de Jonas;
• Nínive foi o foco dos dois livros;
• Foi uma severa repreensão às práticas militares assírias;
• Em matéria de crueldade, Nínive era imbatível;
• Mas em matéria de justiça, quem é semelhante a Deus?
            Igreja Evangélica Assembléia de Deus
        Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
              Campo de Presidente Prudente - SP
I – O LIVRO DE NAUM
1) CONTEXTO HISTÓRICO
• Naum, semelhante a outros, não possui biografia;
• Elcosita: cidade da Assíria ou Cafarnaum?
• Nínive: cidade de derramamento de sangue.

2) ESTRUTURA
• Capítulo 1: louvor a Deus e castigo aos inimigos;
• Capítulo 2: assédio e destruição de Nínive;
• Capítulo 3: B.O. com os motivos da queda de Nínive.

3) MENSAGEM
• Tema: queda de Nínive, “peso”, início da ruína;
• Proclamação de um desastre para a Assíria;
• Nínive não poderia ficar impune ante suas atrocidades.

           Igreja Evangélica Assembléia de Deus
       Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
             Campo de Presidente Prudente - SP
II – TOLERÂNCIA
                 E VINDICAÇÃO
1) VINGANÇA (v.2)
• Vingança; castigo imposto por dano ou ofensa;
• Somente Deus tem o direito de praticar a vingança;
• Nínive: leão, prostituta feiticeira, gafanhoto. Impune?

2) LONGANIMIDADE
• A longanimidade espera o arrependimento do pecador;
• Mas isto não é sinônimo de impunidade;
• O que seria da humanidade sem este atributo Divino?

3) O PODER DE DEUS
• Deus anda pelo meio da tempestade e ventos violentos;
• Metáfora: para descrever o poder, grandeza e majestade;
• Falta de poder para punir os ninivitas ou longanimidade?

            Igreja Evangélica Assembléia de Deus
        Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
              Campo de Presidente Prudente - SP
III – O CASTIGO
                 DOS INIMIGOS
1) QUEM SÃO OS “INIMIGOS”
• “Peso”: atribuído a Nínive, capital da Assíria;
• Sentença aplicável a qualquer povo, tribo, língua e nação;
• Origem: Ninrode, poderoso caçador, dominador.
2) O ESTILO DE NAUM
• Metáforas escritas para consolo de Judá;
• Assírios: emaranhado de espinhos, bêbados;
• Povo enfraquecido, presa fácil.

3) REMINISCIÊNCIAS HISTÓRICAS?.
• Assírios (crueldade). O seu sepulcro foi aberto. Fim!
4) CONSOLAÇÃO DE JUDÁ
• Mensagem para o “império”, consolo para o reino.
           Igreja Evangélica Assembléia de Deus
       Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
             Campo de Presidente Prudente - SP
CONCLUSÃO
• Deus puniu a perversa capital da Assíria;
• A mesma que, um dia, recebeu a Graça (Jonas);
• Todos prestarão conta de seus atos diante de Deus.
1) Explicar o contexto histórico:
• Naum, semelhante a outros profeta, não possui biografia;
• Profetizou a ruína de Nínive.

2) Apontar os limites entre tolerância e vindicação:
• A longanimidade não é sinônimo de impunidade;
• Os ninivitas não foram punidos devido a longanimidade.

3) Conscientizar-se da existência do juízo divino:
• “Peso”: atribuído a Nínive, capital da Assíria;
• Sentença aplicável a qualquer povo, tribo, língua e nação.
           Igreja Evangélica Assembléia de Deus
       Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
             Campo de Presidente Prudente - SP
Lição 8 - Naum, o limite da tolerância Divina
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

             Contato: ailtonsilva2000
@yahoo.com.br
@hotmail.com
.blogspot.com
facebook

Álvares Machado (SP)
                      4º trim. 2012

          Igreja Evangélica Assembléia de Deus
      Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado
            Campo de Presidente Prudente - SP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Ailton da Silva
 
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseLição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Ailton da Silva
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Ailton da Silva
 
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Ailton da Silva
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
Ailton da Silva
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Ailton da Silva
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Ailton da Silva
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
09
0909
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Ailton da Silva
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Ailton da Silva
 
13
1313
Os dons de elocução
Os dons de elocuçãoOs dons de elocução
Os dons de elocução
Ailton da Silva
 
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócioDeus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Ailton da Silva
 
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitasAs leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
Ailton da Silva
 
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliaresMoisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
Ailton da Silva
 
Lição 12 - As dores do abandono
Lição 12 - As dores do abandonoLição 12 - As dores do abandono
Lição 12 - As dores do abandono
Ailton da Silva
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
Ailton da Silva
 
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADOLição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Ailton da Silva
 

Mais procurados (20)

Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseLição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6 - Neemias lidera um genuíno avivamento
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
 
09
0909
09
 
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
 
13
1313
13
 
Os dons de elocução
Os dons de elocuçãoOs dons de elocução
Os dons de elocução
 
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócioDeus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
 
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitasAs leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
 
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliaresMoisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
 
Lição 12 - As dores do abandono
Lição 12 - As dores do abandonoLição 12 - As dores do abandono
Lição 12 - As dores do abandono
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
 
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADOLição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
 

Destaque

Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Ailton da Silva
 
O ministério de Evangelista
O ministério de EvangelistaO ministério de Evangelista
O ministério de Evangelista
Ailton da Silva
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Ailton da Silva
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
Ailton da Silva
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
Ailton da Silva
 
lição 7
lição 7lição 7
lição 7
Ailton da Silva
 
O ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutorO ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutor
Ailton da Silva
 
A celebração da primeira Páscoa
A celebração da primeira PáscoaA celebração da primeira Páscoa
A celebração da primeira Páscoa
Ailton da Silva
 
lição 09
lição 09lição 09
lição 09
Ailton da Silva
 
LIÇÃO 7
LIÇÃO 7LIÇÃO 7
LIÇÃO 7
Ailton da Silva
 
A multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de DeusA multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de Deus
Ailton da Silva
 
10
1010
Lição 14
Lição 14 Lição 14
Lição 14
Ailton da Silva
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
Ailton da Silva
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
Ailton da Silva
 
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menoreslição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
Ailton da Silva
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
Ailton da Silva
 
05
0505
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraóas pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
Ailton da Silva
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
Ailton da Silva
 

Destaque (20)

Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
 
O ministério de Evangelista
O ministério de EvangelistaO ministério de Evangelista
O ministério de Evangelista
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
 
lição 7
lição 7lição 7
lição 7
 
O ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutorO ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutor
 
A celebração da primeira Páscoa
A celebração da primeira PáscoaA celebração da primeira Páscoa
A celebração da primeira Páscoa
 
lição 09
lição 09lição 09
lição 09
 
LIÇÃO 7
LIÇÃO 7LIÇÃO 7
LIÇÃO 7
 
A multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de DeusA multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de Deus
 
10
1010
10
 
Lição 14
Lição 14 Lição 14
Lição 14
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
 
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menoreslição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
05
0505
05
 
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraóas pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
 

Semelhante a Lição 8 - Naum, o limite da tolerância Divina

PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuiçãoLição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Ailton da Silva
 
As setenta semanas
As setenta semanasAs setenta semanas
As setenta semanas
Ailton da Silva
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Ailton da Silva
 
Deus abomina a soberba
Deus abomina a soberbaDeus abomina a soberba
Deus abomina a soberba
Ailton da Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 082021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 08
Joel Silva
 
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
Andrew Guimarães
 
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência socialLição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Ailton da Silva
 
Boletim 211
Boletim 211 Boletim 211
12 naum
12   naum12   naum
12 naum
PIB Penha
 
Profetas menores lição 8 - Naum
Profetas menores   lição 8 - NaumProfetas menores   lição 8 - Naum
Profetas menores lição 8 - Naum
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
A providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humanaA providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humana
Ailton da Silva
 
A autosubstituição de Deus
A autosubstituição de DeusA autosubstituição de Deus
A autosubstituição de Deus
Ricardo Gondim
 
Arrependimento
ArrependimentoArrependimento
Arrependimento
Pastor Robson Colaço
 
Leituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano BLeituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano B
José Lima
 
amultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdf
amultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdfamultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdf
amultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdf
RicardoAfonso43
 
Lição 7 a família que sobreviveu ao dilúvio
Lição 7   a família que sobreviveu ao dilúvioLição 7   a família que sobreviveu ao dilúvio
Lição 7 a família que sobreviveu ao dilúvio
Andrew Guimarães
 
Lição 20
Lição 20Lição 20
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
Joel Silva
 

Semelhante a Lição 8 - Naum, o limite da tolerância Divina (20)

PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 03 -1 - BÁSICO - IBADEP)
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum
 
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuiçãoLição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
 
As setenta semanas
As setenta semanasAs setenta semanas
As setenta semanas
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
Deus abomina a soberba
Deus abomina a soberbaDeus abomina a soberba
Deus abomina a soberba
 
2021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 082021 1º trimestre jovens lição 08
2021 1º trimestre jovens lição 08
 
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISELIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
LIÇÃO 1 - A SOBREVIVÊNCIA EM TEMPOS DE CRISE
 
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência socialLição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
 
Boletim 211
Boletim 211 Boletim 211
Boletim 211
 
12 naum
12   naum12   naum
12 naum
 
Profetas menores lição 8 - Naum
Profetas menores   lição 8 - NaumProfetas menores   lição 8 - Naum
Profetas menores lição 8 - Naum
 
A providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humanaA providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humana
 
A autosubstituição de Deus
A autosubstituição de DeusA autosubstituição de Deus
A autosubstituição de Deus
 
Arrependimento
ArrependimentoArrependimento
Arrependimento
 
Leituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano BLeituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 26° Domingo do Tempo Comum - Ano B
 
amultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdf
amultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdfamultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdf
amultidaoejesus-120727163751-phpapp02.pdf
 
Lição 7 a família que sobreviveu ao dilúvio
Lição 7   a família que sobreviveu ao dilúvioLição 7   a família que sobreviveu ao dilúvio
Lição 7 a família que sobreviveu ao dilúvio
 
Lição 20
Lição 20Lição 20
Lição 20
 
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 02.pptx
 

Mais de Ailton da Silva

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Ailton da Silva
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Ailton da Silva
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Ailton da Silva
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
Ailton da Silva
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
Ailton da Silva
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e SalvadorLição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Ailton da Silva
 

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e SalvadorLição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
 

Lição 8 - Naum, o limite da tolerância Divina

  • 2. TEXTO ÁUREO “Disse mais: Ora, não se ire o Senhor que ainda só mais esta vez falo: se, porventura, se acharem ali dez? E disse: Não a destruirei, por amor dos dez” (Gn 18.32). Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 3. VERDADE PRÁTICA No tempo estabelecido por Deus, cada nação, e cada indivíduo em particular, passará pelo crivo da justiça divina. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Naum 1.1-3, 9-14 1 - Peso de Nínive. Livro da visão de Naum, o elcosita. 2 - O SENHOR é um Deus zeloso e que toma vingança; o SENHOR toma vingança e é cheio de furor, o SENHOR toma vingança contra os seus adversários e guarda a ira contra os seus inimigos. 3 - O SENHOR é tardio em irar-se, mas grande em força e ao culpado não tem por inocente; o SENHOR tem o seu caminho na tormenta e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 5. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Naum 1.1-3, 9-14 9 - Que pensais vós contra o SENHOR? Ele mesmo vos consumirá de todo; não se levantará por duas vezes a angústia. 10 - Porque, ainda que eles se entrelacem como os espinhos e se saturem de vinho como bêbados, serão inteiramente consumidos como palha seca. 11 - De ti saiu um que pensa mal contra o SENHOR, um conselheiro de Belial. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 6. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Naum 1.1-3, 9-14 12 - Assim diz o SENHOR: Por mais seguros que estejam e por mais numerosos que sejam, ainda assim serão exterminados, e ele passará; eu te afligi, mas não te afligirei mais. 13 - Mas, agora, quebrarei o seu jugo de cima de ti e romperei os teus laços. 14 - Contra ti, porém, o Senhor deu ordem, que mais ninguém do teu nome seja semeado; da casa do teu deus exterminarei as imagens de escultura e de fundição; ali farei o teu sepulcro, porque és vil. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 7. PROPOSTA DA LIÇÃO •150 anos depois: Nínive novamente nos planos de Deus; •Estrutura do livro: louvor, castigo e B.O. contra Nínive; •Mensagem: queda de Nínive (peso); •Deus é juiz de toda a terra, declarou juízo contra Nínive; •Não foram punidos antes devido a longanimidade; •Assíria: emaranhado de espinhos e monte de bêbados; •“Mais ninguém [...] seja semeado” começou pelo rei; •“Serão exterminados [...], mas não te afligirei mais”. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 8. INTRODUÇÃO • Jonas (misericórdia), Naum (juízo), +- 150 anos depois; • A geração anterior (Jonas) se arrependeu (Mt 12.41); • A geração atual (Naum) havia se esquecido de tudo; • O livro de Naum é um prolongamento de Jonas; • Nínive foi o foco dos dois livros; • Foi uma severa repreensão às práticas militares assírias; • Em matéria de crueldade, Nínive era imbatível; • Mas em matéria de justiça, quem é semelhante a Deus? Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 9. I – O LIVRO DE NAUM 1) CONTEXTO HISTÓRICO • Naum, semelhante a outros, não possui biografia; • Elcosita: cidade da Assíria ou Cafarnaum? • Nínive: cidade de derramamento de sangue. 2) ESTRUTURA • Capítulo 1: louvor a Deus e castigo aos inimigos; • Capítulo 2: assédio e destruição de Nínive; • Capítulo 3: B.O. com os motivos da queda de Nínive. 3) MENSAGEM • Tema: queda de Nínive, “peso”, início da ruína; • Proclamação de um desastre para a Assíria; • Nínive não poderia ficar impune ante suas atrocidades. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 10. II – TOLERÂNCIA E VINDICAÇÃO 1) VINGANÇA (v.2) • Vingança; castigo imposto por dano ou ofensa; • Somente Deus tem o direito de praticar a vingança; • Nínive: leão, prostituta feiticeira, gafanhoto. Impune? 2) LONGANIMIDADE • A longanimidade espera o arrependimento do pecador; • Mas isto não é sinônimo de impunidade; • O que seria da humanidade sem este atributo Divino? 3) O PODER DE DEUS • Deus anda pelo meio da tempestade e ventos violentos; • Metáfora: para descrever o poder, grandeza e majestade; • Falta de poder para punir os ninivitas ou longanimidade? Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 11. III – O CASTIGO DOS INIMIGOS 1) QUEM SÃO OS “INIMIGOS” • “Peso”: atribuído a Nínive, capital da Assíria; • Sentença aplicável a qualquer povo, tribo, língua e nação; • Origem: Ninrode, poderoso caçador, dominador. 2) O ESTILO DE NAUM • Metáforas escritas para consolo de Judá; • Assírios: emaranhado de espinhos, bêbados; • Povo enfraquecido, presa fácil. 3) REMINISCIÊNCIAS HISTÓRICAS?. • Assírios (crueldade). O seu sepulcro foi aberto. Fim! 4) CONSOLAÇÃO DE JUDÁ • Mensagem para o “império”, consolo para o reino. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 12. CONCLUSÃO • Deus puniu a perversa capital da Assíria; • A mesma que, um dia, recebeu a Graça (Jonas); • Todos prestarão conta de seus atos diante de Deus. 1) Explicar o contexto histórico: • Naum, semelhante a outros profeta, não possui biografia; • Profetizou a ruína de Nínive. 2) Apontar os limites entre tolerância e vindicação: • A longanimidade não é sinônimo de impunidade; • Os ninivitas não foram punidos devido a longanimidade. 3) Conscientizar-se da existência do juízo divino: • “Peso”: atribuído a Nínive, capital da Assíria; • Sentença aplicável a qualquer povo, tribo, língua e nação. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 14. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @hotmail.com .blogspot.com facebook Álvares Machado (SP) 4º trim. 2012 Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP