SlideShare uma empresa Scribd logo
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Lucas 4.1-13
1 - E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e
foi levado pelo Espírito ao deserto.
2 - E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e, naqueles
dias, não comeu coisa alguma, e, terminados eles, teve
fome.
3 - E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a
esta pedra que se transforme em pão.
4 - E Jesus lhe respondeu, dizendo: Escrito está que
nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra de
Deus.
5 - E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe,
num momento de tempo, todos os reinos do mundo.
6 - E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a
sua glória, porque a mim me foi entregue, e dou-o a
quem quero.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Lucas 4.1-13
7 - Portanto, se tu me adorares, tudo será teu.
8 - E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te, Satanás,
porque está escrito: Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a
ele servirás.
9 - Levou-o também a Jerusalém, e pô-lo sobre o
pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus,
lança-te daqui abaixo,
10 - porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca
de ti, que te guardem
11 - e que te sustenham nas mãos, para que nunca
tropeces com o teu pé em alguma pedra.
12 - E Jesus, respondendo, disse-lhe: Dito está: Não
tentarás ao Senhor, teu Deus.
13 - E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se
dele por algum tempo.
COMENTÁRIO INTRODUÇÃO
A tentação é uma realidade
com a qual todo crente, em
algum momento, irá se
deparar. Não existe ninguém
que seja imune à tentação,
pois até mesmo Jesus, o
homem perfeito, foi tentado! A
resposta à tentação não é,
portanto, negá-la, mas
enfrentá-la à luz da Palavra de
Deus.
Nesta lição iremos aprender como Jesus enfrentou a
tentação e derrotou Satanás.
I - A REALIDADE DA TENTAÇÃO - Uma realidade humana
.
A vitória de Jesus sobre a tentação é também a nossa
vitória. Jesus, o homem perfeito, venceu a sedução
do pecado com oração, com a Palavra e por andar no
Espírito. Todos os que estão em Cristo podem sim,
também, vencer a tentação (1 Co 10.13).
Como Filho de Deus que era, evidentemente Jesus
poderia usar os atributos da divindade para
transformar todo aquele deserto em pão. Todavia,
se assim procedesse, negaria a sua missão de
homem perfeito.
A sutileza da tentação
2.Gratificação pessoal.
Satanás queria que Jesus visse as coisas
materiais como sendo mais necessárias
do que as espirituais. Jesus mostra que
mais importante do que o pão material
era o pão espiritual, a Palavra de Deus.
Depois de 40 dias de jejum
total, Jesus, sem dúvida
alguma, encontrava-se
debilitado fisicamente. Todo
o seu ser, por certo, exigia ser
saciado. Tanto a água quanto
o pão são elementos
necessários para a
manutenção do corpo.
Vivemos em um mundo caído e
com um sistema iníquo, mas,
assim como Jesus Cristo, não
fazemos parte dele (Jo 8.23; 17.9;
18.36).
No texto de Lucas 4.5-8, o Diabo
oferece a Jesus domínio sobre os
reinos do mundo. Jesus não
contestou as palavras de Satanás
quando este afirmou que possuía
autoridade sobre este mundo (Lc
4.6). De fato, o próprio Cristo
afirmou que Satanás é o príncipe
deste mundo (Jo 16.11).
III - A TENTAÇÃO DE SER CELEBRADO 1. O príncipe deste mundo.
2. A busca pelo poder terreno.
A isca foi lançada e Adão a engoliu!
O Diabo por certo acreditava que o
mesmo aconteceria com Jesus, o
Filho do Homem. Mas Jesus não se
dobrou diante de Satanás.
Esse poder pode estar
presente tanto na esfera
material como na espiritual. É
a busca pela glória e poder
terreno. O Diabo sabe que o
desejo de ser celebrado, de
ser chamado "senhor", é algo
que fascina os homens
.
Satanás tenta derrotar Jesus usando
a Bíblia! Evidentemente que ele usa o
Salmo 91 fora do seu contexto!
Quando a Palavra do Senhor tem
exatamente o sentido do que o
Criador disse, então ela é de fato a
Palavra dEle. Porém, quando passa a
possuir um sentido particular, isto é,
que Deus não disse, não é mais a
Palavra dEle, mas palavras de
Satanás.
Diabo não desiste nas primeiras derrotas e
arrisca tentar Jesus mais uma vez(Lc4.9)
IV - A TENTAÇÃO DE SER NOTADO - 1. A artimanha do Inimigo
2. A busca pelo prestígio
Há um reconhecimento e
uma fama que são bíblicas
e não há nada pecaminoso
nisso
(Gn 12.2; 2 Sm 7.9).
Todavia, quando o desejo
por publicidade se torna
um fim em si mesmo,
então passa-se a fazer o
jogo do Diabo.
Quando o Diabo quer ver a queda de alguém, procura
levá-lo até o ponto mais alto (Lc 4.9). É a tentação de ser
visto, de ser notado.
CONCLUSÃO
Jesus venceu Satanás no deserto e em todas as
outras situações em que o confrontou durante
o seu ministério terreno (Lc 4.1-13; 10.18,19).
Na cruz do Calvário, o Filho de Deus derrotou
Satanás de forma definitiva (Cl 2.15; Hb 2.14).
Posteriormente, o apóstolo Paulo ensinaria à
Igreja que todos aqueles que se encontram em
Cristo também participam dessa vitória (Ef
1.20-22; 2.6). Em Cristo somos mais do que
vencedores (Rm 8.37; 1 Co 15.57), todavia,
como cristãos criteriosos, não devemos
subestimar o mal (Lc 22.31-34).
PARA REFLETIR
Sobre os ensinos do Evangelho de Lucas, responda:
1- De que forma a lição explica a tentação de
Jesus?
Ela explica que a tentação é uma realidade humana. Como
homem Jesus também sofreu várias tentações. Porém, Ele
venceu todas.
2 - Qual foi a primeira tentação de Jesus?
A primeira tentação foi a sugestão do Diabo de Jesus
transformar as pedras do deserto em pães. Ele sabia que
Jesus estava em jejum e, certamente, estava com fome.
3 - Qual foi a segunda tentação?
A segunda tentação foi a oferta que o Diabo fez a Jesus de
autoridade sobre os reinos da terra (Lc 4.5-8).
4 - Satanás tentou derrotar Jesus usando até
mesmo o quê?
Ele usou até mesmo a Palavra de Deus. Porém, que fique
claro, o Diabo utilizou a Palavra de Deus de forma errada,
fora do seu contexto.
5-Quando Jesus derrotou Satanás de forma
definitiva?
Quando da sua morte na cruz do calvário
Sobre os ensinos do Evangelho de Lucas, responda:
lição 4  A tentação de Jesus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Guerra
GuerraGuerra
Guerra
lucinda34
 
Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)
Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)
Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)
Ramon S da Costa
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
Gda Geração da Aliança
 
Como vencer a tentação 1 pedro 4.12-19
Como vencer a tentação   1 pedro 4.12-19Como vencer a tentação   1 pedro 4.12-19
Como vencer a tentação 1 pedro 4.12-19
Jessé Lopes
 
Lição 10 Vencendo as Tentações
Lição 10   Vencendo as TentaçõesLição 10   Vencendo as Tentações
Lição 10 Vencendo as Tentações
Wander Sousa
 
Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
Noimix
 
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiaisOs três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Barganha
BarganhaBarganha
Barganha
Rodrigo Dodiga
 
Lição_422016_fé e cura_GGR
Lição_422016_fé e cura_GGRLição_422016_fé e cura_GGR
Lição_422016_fé e cura_GGR
Gerson G. Ramos
 
VENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕESVENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕES
Nilson Dias Carla
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
Carlos Cirleno Neves
 
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola DominicalJESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
yosseph2013
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
Paulo Roberto
 
A grande guerra batalha espiritual
A grande guerra   batalha espiritualA grande guerra   batalha espiritual
A grande guerra batalha espiritual
Deusdete Soares
 
A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...
A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...
A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...
Deusdete Soares
 
Lição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesusLição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesus
José Nilson Virgino
 
Vois sois o sal da terra e a luz do mundo
Vois sois o sal da terra e a luz do mundoVois sois o sal da terra e a luz do mundo
Vois sois o sal da terra e a luz do mundo
Sergio Menezes
 
Do fracasso ao sucesso
Do fracasso ao sucessoDo fracasso ao sucesso
Do fracasso ao sucesso
Miguel Alysson
 
Recapitulando e orando sem cessar
Recapitulando e orando sem cessarRecapitulando e orando sem cessar
Recapitulando e orando sem cessar
Vilma Longuini
 

Mais procurados (19)

Guerra
GuerraGuerra
Guerra
 
Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)
Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)
Jesus: a tentação ( Jesus and the desert temptation)
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Como vencer a tentação 1 pedro 4.12-19
Como vencer a tentação   1 pedro 4.12-19Como vencer a tentação   1 pedro 4.12-19
Como vencer a tentação 1 pedro 4.12-19
 
Lição 10 Vencendo as Tentações
Lição 10   Vencendo as TentaçõesLição 10   Vencendo as Tentações
Lição 10 Vencendo as Tentações
 
Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
 
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiaisOs três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
 
Barganha
BarganhaBarganha
Barganha
 
Lição_422016_fé e cura_GGR
Lição_422016_fé e cura_GGRLição_422016_fé e cura_GGR
Lição_422016_fé e cura_GGR
 
VENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕESVENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕES
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola DominicalJESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
 
A grande guerra batalha espiritual
A grande guerra   batalha espiritualA grande guerra   batalha espiritual
A grande guerra batalha espiritual
 
A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...
A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...
A grande batalha espiritual (adriano conceição da silva – luiz fernando marti...
 
Lição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesusLição 12 a morte de jesus
Lição 12 a morte de jesus
 
Vois sois o sal da terra e a luz do mundo
Vois sois o sal da terra e a luz do mundoVois sois o sal da terra e a luz do mundo
Vois sois o sal da terra e a luz do mundo
 
Do fracasso ao sucesso
Do fracasso ao sucessoDo fracasso ao sucesso
Do fracasso ao sucesso
 
Recapitulando e orando sem cessar
Recapitulando e orando sem cessarRecapitulando e orando sem cessar
Recapitulando e orando sem cessar
 

Destaque

Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Escola Bíblica Unção Profética
 
Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.
Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.
Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
Natalino das Neves Neves
 
Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)
Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)
Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)
Comunidade Católica Oásis
 
Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...
Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...
Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...
José Luiz Silva Pinto
 
Lição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power point
Lição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power pointLição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power point
Lição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power point
jespadill
 
Lição 02 ester
Lição 02 esterLição 02 ester
2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
Natalino das Neves Neves
 
Sermão da Montanha, Mateus 5
Sermão da Montanha, Mateus 5Sermão da Montanha, Mateus 5
Sermão da Montanha, Mateus 5
JP Sanita
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
Emerson Nascimento
 
LIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTORLIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
Alexsandro Martins
 
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisasLições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Ravena B
 
2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés
2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés
2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés
Natalino das Neves Neves
 
O Sermão da Montanha
O Sermão da MontanhaO Sermão da Montanha
O Sermão da Montanha
Igreja Bíblica da Confissão
 
Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014
Marcos Vinícius
 
Cateq pt 15
Cateq pt 15Cateq pt 15
Cateq pt 15
Cursos Católicos
 
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIALIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
A Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De CristoA Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De Cristo
DimensaoCatolica
 
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCASLIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
Natalino das Neves Neves
 
Lição 12ª Santa Ceia
Lição 12ª  Santa CeiaLição 12ª  Santa Ceia
Lição 12ª Santa Ceia
Igreja Presbiteriana Zona Sul
 

Destaque (20)

Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
 
Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.
Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.
Ebd lições bíblicas 2º trimestre 2016 lição 5 A maravilhosa graça.
 
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo2014 2 tri lição 6 - O  ministério de apóstolo
2014 2 tri lição 6 - O ministério de apóstolo
 
Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)
Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)
Felicidade e Liberdade - Youcat School (Comunidade Oásis)
 
Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...
Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...
Roteiro homilético do 6.º domingo do tempo comum – ano b – verde – 15.02.2015...
 
Lição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power point
Lição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power pointLição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power point
Lição 02 | O batismo e as tentações | Escola Sabatina | Power point
 
Lição 02 ester
Lição 02 esterLição 02 ester
Lição 02 ester
 
2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
2014 2 TRI LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
 
Sermão da Montanha, Mateus 5
Sermão da Montanha, Mateus 5Sermão da Montanha, Mateus 5
Sermão da Montanha, Mateus 5
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
LIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTORLIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
LIÇÃO 10- O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR
 
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisasLições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
 
2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés
2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés
2014 1 TRI LIÇÃO 13 - O legado de moisés
 
O Sermão da Montanha
O Sermão da MontanhaO Sermão da Montanha
O Sermão da Montanha
 
Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014
 
Cateq pt 15
Cateq pt 15Cateq pt 15
Cateq pt 15
 
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIALIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
 
A Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De CristoA Nova AliançA De Cristo
A Nova AliançA De Cristo
 
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCASLIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
 
Lição 12ª Santa Ceia
Lição 12ª  Santa CeiaLição 12ª  Santa Ceia
Lição 12ª Santa Ceia
 

Semelhante a lição 4 A tentação de Jesus

Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Hamilton Souza
 
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptxLição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Éder Tomé
 
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptxLicao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
AndreLuizMontanheiro
 
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Natalino das Neves Neves
 
Aula o3
Aula o3Aula o3
Aula o3
Paulo Mattos
 
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresmaA lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
Paulo Dias Nogueira
 
SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1
SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1
SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1
fogotv
 
A tentação
A tentaçãoA tentação
A natureza humana
A natureza humanaA natureza humana
A natureza humana
Jose Moraes
 
Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
Vilmar Nascimento
 
O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13
Vilma Longuini
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Gerson G. Ramos
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
Ailton da Silva
 
Jesus cristo Jeová
Jesus cristo JeováJesus cristo Jeová
Jesus cristo Jeová
pcsvieira
 
32 mensagem em exodo 13 do 17-22
32 mensagem em exodo 13 do 17-2232 mensagem em exodo 13 do 17-22
32 mensagem em exodo 13 do 17-22
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
Moisés Sampaio
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demnios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demnios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demnios
José Nilson Virgino
 
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Éder Tomé
 

Semelhante a lição 4 A tentação de Jesus (20)

Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
 
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptxLição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
 
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptxLicao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
 
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
 
Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 4 - A tentação de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
 
Aula o3
Aula o3Aula o3
Aula o3
 
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresmaA lógica de Deus x a lógica dos homens   1 dom quaresma
A lógica de Deus x a lógica dos homens 1 dom quaresma
 
SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1
SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1
SalvaçãO E Vida Eterna Modulo 1
 
A tentação
A tentaçãoA tentação
A tentação
 
A natureza humana
A natureza humanaA natureza humana
A natureza humana
 
Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
 
O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
Jesus cristo Jeová
Jesus cristo JeováJesus cristo Jeová
Jesus cristo Jeová
 
32 mensagem em exodo 13 do 17-22
32 mensagem em exodo 13 do 17-2232 mensagem em exodo 13 do 17-22
32 mensagem em exodo 13 do 17-22
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demnios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demnios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demnios
 
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
 

Mais de antonio vieira

Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
antonio vieira
 
Adao e eva
Adao e eva Adao e eva
Adao e eva
antonio vieira
 
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
antonio vieira
 
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
antonio vieira
 
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
Lição 3   a salvação e o advento do salvador Lição 3   a salvação e o advento do salvador
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
antonio vieira
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
antonio vieira
 
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalAula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
antonio vieira
 
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasaula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
antonio vieira
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida
antonio vieira
 
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
antonio vieira
 
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLiçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
antonio vieira
 
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5   as consequências das escolhas precipitadasLição 5   as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
antonio vieira
 
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifícioLição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
antonio vieira
 
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
antonio vieira
 
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
antonio vieira
 
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
antonio vieira
 
O poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaO poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familia
antonio vieira
 
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisLição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
antonio vieira
 
licao 3 A infancia de jesus
licao 3  A infancia de jesus licao 3  A infancia de jesus
licao 3 A infancia de jesus
antonio vieira
 
lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus
antonio vieira
 

Mais de antonio vieira (20)

Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
 
Adao e eva
Adao e eva Adao e eva
Adao e eva
 
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
 
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
 
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
Lição 3   a salvação e o advento do salvador Lição 3   a salvação e o advento do salvador
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
 
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalAula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
 
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasaula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida
 
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLiçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
 
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5   as consequências das escolhas precipitadasLição 5   as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
 
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifícioLição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
 
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
 
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
 
O poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaO poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familia
 
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisLição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
 
licao 3 A infancia de jesus
licao 3  A infancia de jesus licao 3  A infancia de jesus
licao 3 A infancia de jesus
 
lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus
 

Último

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 

Último (20)

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 

lição 4 A tentação de Jesus

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Lucas 4.1-13 1 - E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto. 2 - E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e, naqueles dias, não comeu coisa alguma, e, terminados eles, teve fome. 3 - E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão. 4 - E Jesus lhe respondeu, dizendo: Escrito está que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra de Deus. 5 - E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe, num momento de tempo, todos os reinos do mundo. 6 - E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.
  • 5. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Lucas 4.1-13 7 - Portanto, se tu me adorares, tudo será teu. 8 - E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a ele servirás. 9 - Levou-o também a Jerusalém, e pô-lo sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo, 10 - porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca de ti, que te guardem 11 - e que te sustenham nas mãos, para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra. 12 - E Jesus, respondendo, disse-lhe: Dito está: Não tentarás ao Senhor, teu Deus. 13 - E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se dele por algum tempo.
  • 6. COMENTÁRIO INTRODUÇÃO A tentação é uma realidade com a qual todo crente, em algum momento, irá se deparar. Não existe ninguém que seja imune à tentação, pois até mesmo Jesus, o homem perfeito, foi tentado! A resposta à tentação não é, portanto, negá-la, mas enfrentá-la à luz da Palavra de Deus. Nesta lição iremos aprender como Jesus enfrentou a tentação e derrotou Satanás.
  • 7. I - A REALIDADE DA TENTAÇÃO - Uma realidade humana
  • 8. . A vitória de Jesus sobre a tentação é também a nossa vitória. Jesus, o homem perfeito, venceu a sedução do pecado com oração, com a Palavra e por andar no Espírito. Todos os que estão em Cristo podem sim, também, vencer a tentação (1 Co 10.13).
  • 9. Como Filho de Deus que era, evidentemente Jesus poderia usar os atributos da divindade para transformar todo aquele deserto em pão. Todavia, se assim procedesse, negaria a sua missão de homem perfeito. A sutileza da tentação
  • 10. 2.Gratificação pessoal. Satanás queria que Jesus visse as coisas materiais como sendo mais necessárias do que as espirituais. Jesus mostra que mais importante do que o pão material era o pão espiritual, a Palavra de Deus. Depois de 40 dias de jejum total, Jesus, sem dúvida alguma, encontrava-se debilitado fisicamente. Todo o seu ser, por certo, exigia ser saciado. Tanto a água quanto o pão são elementos necessários para a manutenção do corpo.
  • 11. Vivemos em um mundo caído e com um sistema iníquo, mas, assim como Jesus Cristo, não fazemos parte dele (Jo 8.23; 17.9; 18.36). No texto de Lucas 4.5-8, o Diabo oferece a Jesus domínio sobre os reinos do mundo. Jesus não contestou as palavras de Satanás quando este afirmou que possuía autoridade sobre este mundo (Lc 4.6). De fato, o próprio Cristo afirmou que Satanás é o príncipe deste mundo (Jo 16.11). III - A TENTAÇÃO DE SER CELEBRADO 1. O príncipe deste mundo.
  • 12. 2. A busca pelo poder terreno. A isca foi lançada e Adão a engoliu! O Diabo por certo acreditava que o mesmo aconteceria com Jesus, o Filho do Homem. Mas Jesus não se dobrou diante de Satanás. Esse poder pode estar presente tanto na esfera material como na espiritual. É a busca pela glória e poder terreno. O Diabo sabe que o desejo de ser celebrado, de ser chamado "senhor", é algo que fascina os homens .
  • 13. Satanás tenta derrotar Jesus usando a Bíblia! Evidentemente que ele usa o Salmo 91 fora do seu contexto! Quando a Palavra do Senhor tem exatamente o sentido do que o Criador disse, então ela é de fato a Palavra dEle. Porém, quando passa a possuir um sentido particular, isto é, que Deus não disse, não é mais a Palavra dEle, mas palavras de Satanás. Diabo não desiste nas primeiras derrotas e arrisca tentar Jesus mais uma vez(Lc4.9) IV - A TENTAÇÃO DE SER NOTADO - 1. A artimanha do Inimigo
  • 14. 2. A busca pelo prestígio Há um reconhecimento e uma fama que são bíblicas e não há nada pecaminoso nisso (Gn 12.2; 2 Sm 7.9). Todavia, quando o desejo por publicidade se torna um fim em si mesmo, então passa-se a fazer o jogo do Diabo. Quando o Diabo quer ver a queda de alguém, procura levá-lo até o ponto mais alto (Lc 4.9). É a tentação de ser visto, de ser notado.
  • 15. CONCLUSÃO Jesus venceu Satanás no deserto e em todas as outras situações em que o confrontou durante o seu ministério terreno (Lc 4.1-13; 10.18,19). Na cruz do Calvário, o Filho de Deus derrotou Satanás de forma definitiva (Cl 2.15; Hb 2.14). Posteriormente, o apóstolo Paulo ensinaria à Igreja que todos aqueles que se encontram em Cristo também participam dessa vitória (Ef 1.20-22; 2.6). Em Cristo somos mais do que vencedores (Rm 8.37; 1 Co 15.57), todavia, como cristãos criteriosos, não devemos subestimar o mal (Lc 22.31-34).
  • 16. PARA REFLETIR Sobre os ensinos do Evangelho de Lucas, responda: 1- De que forma a lição explica a tentação de Jesus? Ela explica que a tentação é uma realidade humana. Como homem Jesus também sofreu várias tentações. Porém, Ele venceu todas. 2 - Qual foi a primeira tentação de Jesus? A primeira tentação foi a sugestão do Diabo de Jesus transformar as pedras do deserto em pães. Ele sabia que Jesus estava em jejum e, certamente, estava com fome. 3 - Qual foi a segunda tentação? A segunda tentação foi a oferta que o Diabo fez a Jesus de autoridade sobre os reinos da terra (Lc 4.5-8).
  • 17. 4 - Satanás tentou derrotar Jesus usando até mesmo o quê? Ele usou até mesmo a Palavra de Deus. Porém, que fique claro, o Diabo utilizou a Palavra de Deus de forma errada, fora do seu contexto. 5-Quando Jesus derrotou Satanás de forma definitiva? Quando da sua morte na cruz do calvário Sobre os ensinos do Evangelho de Lucas, responda: