SlideShare uma empresa Scribd logo
Resultados do 1T11
                                                                                               “Confiamos em Deus,
                                                                                            Respeitamos a natureza”



São Paulo, 10 de maio de 2011 – A JBS S.A. (“JBS”) (Bovespa: JBSS3), líder no setor de proteína animal do
mundo, anuncia hoje seus resultados do primeiro trimestre de 2011 (1T11). Para efeito de análise, foram
considerados neste relatório os resultados referentes aos trimestres findos em 31/12/10 (4T10), e 31/03/10
(1T10).

As demonstrações contábeis consolidadas da Companhia foram preparadas para os períodos findos
em 31 de março de 2011 e 2010 (resultado) e 31 de março de 2011 e 31 de dezembro de 2010 (balanço
patrimonial) e estão de acordo com o International Financial Reporting Standards (IFRS) emitidos pelo
International Accounting Standards Board (IASB).

Os resultados consolidados da JBS são apresentados em Reais (R$) e quando analisados
separadamente cada unidade de negócio divulga seus resultados na moeda corrente do próprio país
em que opera. As operações da JBS Austrália são parte integrante da subsidiária americana JBS USA e
ambos os resultados referem-se aos períodos de 13 semanas findos em 27 de março de 2011 (1T11). As
informações quantitativas, como volume e cabeças abatidas, não são auditadas.

DESTAQUES DO 1T11
   RECEITA LÍQUIDA

 A receita líquida foi de R$14.672,7 milhões, 20,2% superior ao 1T10. Excluindo o efeito da
  variação cambial, o crescimento da receita foi de 29,9%.
        A JBS USA Carne Bovina apresentou uma receita de US$3.793,3 milhões, 34,1%
         superior ao 1T10.
        A JBS USA Carne Suína obteve uma receita de US$836,6 milhões, 29,5% maior que no
         1T10.
        A unidade de Carne de Frango da JBS USA apresentou uma receita de US$1.892,5
         milhões, 15,2% superior ao 1T10.
        A unidade de Carne Bovina do Mercosul obteve uma receita de R$3.604,2 milhões,
         27,7% superior ao 1T10.
   EBITDA
 O EBITDA foi de R$835,9 milhões, com uma margem EBITDA de 5,7%.
    A unidade de Carne Bovina da JBS USA obteve EBITDA de US$269,7 milhões, 58,2%
     superior ao 1T10, com margem EBITDA de 7,1%.
    A unidade de Carne Suína da JBS USA apresentou um EBITDA de US$105,3 milhões,
     201,7% superior ao 1T10, com margem EBITDA de 12,6% no 1T11.
    A unidade de Carne Bovina do Mercosul obteve EBITDA de R$308,3 milhões, com
     margem EBITDA de 8,6%
   LUCRO LÍQUIDO
 O lucro líquido foi de R$147,0 milhões, um aumento de 47,9% sobre o 1T10, equivalente a
  R$0,06 por ação.
   OUTROS DESTAQUES
 As exportações apresentaram crescimento de 17,4% no 1T11 em comparação ao 4T10,
  atingindo US$ 2,45 bilhões.



                                                                                                                  1
Resultados do 1T11
 Início do processo de rebalanceamento da dívida da Companhia.
Análise dos Principais Indicadores Financeiros da JBS por Unidade de Negócio (em moeda
local)

                                                                       1T11                   4T10                               ∆%                    1T10                       ∆%
   Receita líquida
         JBS USA Carne Bovina                            US$              3.793,3               3.588,7                       5,7%                 2.827,7                  34,1%
         JBS USA Carne Suína                             US$                  836,6                799,4                      4,7%                    645,9                 29,5%
         JBS USA Carne de Frango                         US$              1.892,5               1.811,3                       4,5%                 1.642,9                  15,2%
         JBS Mercosul                                     R$              3.604,2               3.362,8                       7,2%                 2.822,7                  27,7%
   EBITDA
         JBS USA Carne Bovina                            US$                  269,7                194,8                   38,5%                      170,5                 58,2%
         JBS USA Carne Suína                             US$                  105,3                102,4                      2,8%                         34,9            201,7%
         JBS USA Carne de Frango                         US$                   -55,2               124,8                  -                                59,5            -
         JBS Mercosul                                     R$                  308,3                238,8                   29,1%                      362,7                -15,0%
   Margem EBITDA
         JBS USA Carne Bovina                              %                  7,1%                    5,4%                -                            6,0%                -
         JBS USA Carne Suína                               %                  12,6%               12,8%                   -                            5,4%                -
         JBS USA Carne de Frango                           %                  -2,9%                   6,9%                -                            3,6%                -
         JBS Mercosul                                      %                  8,6%                    7,1%                -                          12,8%                 -


 Desempenho por Unidade de Negócio

 JBS Mercosul                                       JBS USA                                            JBS USA                                                     JBS USA (PPC)
                                                    (Incluindo Austrália)

 Receita Líquida (R$ bilhões)                 Receita Líquida (US$ bilhões)                    Receita Líquida (US$ milhões)                       Receita Líquida (US$ bilhões)
                                                                                       1100
                                                                                       1000                                         837
            3,5                   3,6                                  3,6     3,8      900             739      772      799
                     3,5   3,4                           3,3    3,4                     800     646                                                                               1,9
   2,8                                            2,8                                   700                                                                  1,7    1,7    1,8
                                                                                        600                                                          1,6
                                                                                        500
                                                                                        400
                                                                                        300
                                                                                        200
                                                                                        100
                                                                                          0
  1T10      2T10    3T10   4T10   1T11            1T10   2T10   3T10   4T10    1T11            1T10     2T10     3T10     4T10      1T11            1T10    2T10    3T10   4T10   1T11




       EBITDA (R$ mi) margem EBITDA               EBITDA (US$ mi) margem EBITDA               EBITDA (US$ mi) margem EBITDA                  EBITDA (US$ mi) margem EBITDA

        12,8%                                                                                                         12,8% 12,6%
 600                                   12,0%500                                  12,0%                                                     500                                 20,0%
                  9,5% 10,4%                                                                                  11,8%                                                            18,0%
                             7,1% 8,6% 10,0%                                7,1% 10,0%                                                                                         16,0%
                                                                                                                                                                               14,0%
 500                                                6,0% 5,9%                    8,0%                  6,6%                          10,0%400          7,5% 9,9%               12,0%
                                       8,0% 400                        5,4%                                           102,4 105,3                                              10,0%
         362,7 334,5 363,7             6,0%                     3,1%             6,0%          5,4%            90,8                               3,6%              6,9%       8,0%
 400                                                                       269,7 4,0% 100                                           5,0% 300                                   6,0%
                                 308,6 4,0% 300                                                                                                                                4,0%
                                                                                                                                                                               2,0%
 300                       238,8       2,0%              194,9                   2,0%                                                                                    -2,9% 0,0%
                                                                     194,8       0,0%                                                                                          -2,0%
                                       0,0% 200    170,5                                               48,7                         0,0% 200                  170              -4,0%
 200                                   -2,0%                                     -2,0%          34,9                                                    127,6     124,8        -6,0%
                                                                                                                                                                               -8,0%
                                                               103,5             -4,0%                                                                                         -10,0%
                                       -4,0%                                                                                                                                   -12,0%
 100                                   -6,0%100                                  -6,0%                                               -5,0% 100     59,5                        -14,0%
                                       -8,0%                                     -8,0%                                                                                         -16,0%
                                                                                                                                                                        -55,2 -18,0%
                                                                                                                                                                               -20,0%
   0                                   -10,0% 0                                  -10,0% 0                                           -10,0% 0                                   -22,0%
                                                                                                                                                                               -24,0%
                                                                                                                                                                               -26,0%
         1T10 2T10 3T10 4T10 1T11                   1T10 2T10 3T10 4T10 1T11                    1T10 2T10 3T10 4T10 1T11                                                       -28,0%
                                                                                                                                                   1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 -30,0%
                                                                                                                                           -100



         Margem EBITDA (%)




                                                                                                                                                                                         2
Resultados do 1T11
         Análise Consolidada dos principais indicadores operacionais da JBS


R$ milhões                                         1T11             4T10               ∆%            1T10                  ∆%
Receita líquida                                    14.672,7         14.319,6                2,5%     12.207,3            20,2%
Custo dos produtos vendidos                        -12.984,3       -12.522,7               3,7%      -10.808,7       20,1%
Lucro bruto                                            1.688,4          1.796,9            -6,0%      1.398,6            20,7%
Margem Bruta                                           11,5%            12,5%          -                  11,5%      -
Despesas com vendas                                     -737,5           -717,7            2,8%           -556,1     32,6%
Despesas adm. e gerais                                  -418,9           -511,6        -18,1%             -323,9     29,4%
Resultado financeiro líquido                            -351,1           -950,3        -63,1%             -369,8         -5,1%
Outras receitas (despesas)                                -8,8            -82,2        -89,3%              -67,6     -87,0%
Resultado operacional                                   172,2            -464,8        -                   81,2      112,0%
Resultado das operações descontinuadas                     0,0              0,0        -                   12,2      -
IR e contribuição social                                 -82,2            -34,7        136,9%              -29,4    179,5%
Participação dos acionistas não controladores            -57,0             39,8        -                   -35,3     -
                           (1)
Lucro líquido/prejuízo                                  147,0            -539,3        -                   99,4          47,9%
EBITDA                                                  835,9            865,9             -3,5%          862,0          -3,0%
Margem EBITDA                                            5,7%             6,0%         -                  7,1%       -
Lucro Liquido/prejuizo por ação                           0,06            -0,22        -                   0,04          38,4%
(1) Participação dos Acionistas controladores


Número de Cabeças Abatidas e Volume Vendido


                                                1T11             4T10             ∆%               1T10                  ∆%
Cabeças abatidas (milhares)
Bovinos                                         3.750,2          3.632,3           3,2%            3.504,2          7,0%
Suínos                                          3.303,6          3.587,2           -7,9%           3.115,6          6,0%
Animais de pequeno porte*                         574,0            890,2          -35,5%             786,2         -27,0%
Volume Vendido (mil tons)*
Mercado Doméstico                               1.738,4          1.777,0           -2,2%           1.522,1         14,2%
Carne In Natura                                 1.467,4          1.511,0           -2,9%           1.255,1         16,9%
Industrializado                                    32,9             38,7          -14,8%              38,4         -14,2%
Outros                                            238,0            227,3           4,7%              228,6          4,1%
Mercado Externo                                   527,9            492,6               7,2%          419,6         25,8%
Carne In Natura                                   466,7            442,9           5,4%              359,0         30,0%
Industrializado                                    17,8             18,1           -1,9%              31,7         -44,0%
Outros                                             43,4             31,6           37,4%              28,8         50,6%
TOTAL                                           2.266,3          2.269,6           -0,1%           1.941,7         16,7%
* Não inclui carne de frango




                                                                                                                              3
Resultados do 1T11
RESULTADOS CONSOLIDADOS

Receita Líquida

A receita líquida consolidada foi de R$14.672,7 milhões no 1T11, um aumento de 20,2% em
relação ao 1T10. Todas as Unidades de Negócios apresentaram crescimento da receita de
dois dígitos do 1T10 para o 1T11, em moeda local, reflexo do aumento dos preços médios em
geral, principalmente no mercado externo.

Em relação ao 4T10, a receita líquida cresceu 2,5%, devido à forte demanda no mercado
internacional e aumento dos preços de vendas.
EBITDA

O EBITDA do 1T11 foi de R$835,9 milhões, uma queda de 3,0% em relação ao 1T10, devido ao
resultado negativo apresentado pela Pilgrim’s Pride (Unidade de Carne de Frango da JBS),
quase que totalmente compensando pelo ótimo desempenho das unidades de Carne Bovina
e Suína nos EUA.
                               *                                                *

Em relação ao 4T10, o EBITDA apresentou um decréscimo de 3,5% pelos mesmos motivos
apresentados acima.

Lucro Líquido

O lucro líquido no período foi de R$147,0 milhões, 47,9% superior ao 1T10, equivalente a R$ 0,06
por ação.

Dispêndio de Capital

No 1T11, o valor total dos dispêndios de capital da JBS em bens, indústria e equipamentos foi
de R$315,3 milhões. Os principais investimentos foram concentrados em melhora da
produtividade e aumento da capacidade de armazenamento e distribuição.

Endividamento

A dívida líquida / EBITDA passou de 3,0x no 4T10 para 3,1x no 1T11. O ligeiro aumento do
endividamento é referente a uma maior necessidade de capital de giro no período. Vale
ressaltar que a posição de caixa da Companhia é equivalente a 80% da dívida de curto
prazo, e mais de 70% da dívida está no longo prazo.

R$ milhões                                                31/03/11      31/12/10      Var.%


Dívida bruta                                              15.162,7      15.183,4      -0,1%
 (+) Curto prazo                                           4.585,7      4.966,2       -7,7%
 (+) Longo prazo                                          10.577,0      10.217,2      3,5%
 (-) Disponibilidades                                      3.557,3      4.074,6       -12,7%
 Dívida líquida                                           11.605,5      11.108,8       4,5%


 Dívida líquida/EBITDA (1)                                  3,1x         3,0x




                                                                                               4
Resultados do 1T11
Crescimento Orgânico
A JBS obteve receita líquida de R$14.672,7 bilhões no 1T11 e todas as unidades de negócios
apresentaram um crescimento orgânico acima de dois dígitos, em moeda local, no período
analisado.

       A unidade de Carne Bovina nos EUA apresentou um crescimento de 41,5% no período
entre o 1T09 e o 1T11.

       A unidade de Carne Suína apresentou um crescimento de 59,1% no período entre o
1T09 e o 1T11.

       A unidade de Carne de Frango apresentou um crescimento de 15,2% no período entre
o 1T10 e o 1T11.

             A JBS Mercosul apresentou um crescimento de 27,7% no período entre o 1T10 e o 1T11.


Crescimento da Receita líquida por Unidade de Negócio

          JBS Carne Bovina – Receita Líquida (US$ milhões)                             JBS Carne de Frango – Receita Líquida (US$ milhões)
                                                                               1.900
  3.700
                                                                               1.850
  3.500
                                                                               1.800
  3.300
                                                                               1.750
  3.100

  2.900                                                                        1.700

  2.700                                                                        1.650

  2.500                                                                        1.600
             1T09    2T09    3T09    4T09   1T10   2T10   3T10   4T10   1T11               1T10       2T10      3T10      4T10      1T11




          JBS Carne Suína – Receita Líquida (US$ milhões)                                         JBS Mercosul – Receita Líquida (R$ milhões)
  850
                                                                               3.600
  800                                                                          3.500
  750                                                                          3.400
  700                                                                          3.300
                                                                               3.200
  650
                                                                               3.100
  600
                                                                               3.000
  550                                                                          2.900
  500                                                                          2.800
          1T09      2T09    3T09    4T09    1T10   2T10   3T10   4T10   1T11              1T10        2T10      3T10      4T10      1T11

Fonte: JBS




                                                                                                                                                5
Resultados do 1T11

ANÁLISE DOS RESULTADOS POR UNIDADE

Carne Bovina JBS USA (incluindo Austrália) - 43% da receita líquida da JBS S.A.

A receita líquida no trimestre foi de US$3.793,3 milhões, 34,1% superior em relação ao mesmo
período do ano anterior, reflexo do aumento do volume vendido combinado com o aumento
médio dos preços vendidos. Comparado ao 4T10, o aumento foi de 5,7% devido ao aumento
dos preços médios de venda no mercado externo.

O EBITDA foi US$269,7 milhões no período, um aumento de 58,2% e 38,5% sobre o 1T10 e 4T10,
respectivamente. A margem EBITDA foi de 7,1% no 1T11, recorde para o período.

O resultado do trimestre reflete o foco na produtividade e eficiência operacional
implementado pelo management da Companhia ao longo dos últimos anos, além da
diversificação das exportações através da conquista de novos mercados.


Principais Destaques (US GAAP)


US$ milhões                          1T11        4T10            ∆%     1T10           ∆%
Cabeças abatidas (milhares)           2.003,1     2.047,3      -2,2%     1.880,0     6,5%
Receita líquida                       3.793,3     3.588,7      5,7%      2.827,7    34,1%
EBITDA                                  269,7      194,8       38,5%      170,5     58,2%
Margem EBITDA %                          7,1%       5,4%                   6,0%



Abertura da Receita Líquida


Mercado Doméstico                    1T11        4T10            ∆%     1T10           ∆%
Receita Líquida (milhões US$)         2.774,1     2.864,9      -3,2%     2.177,6    27,4%
Volume (mil tons)                       908,7      917,0       -0,9%      728,3     24,8%
Preços Médios (US$/Kg)                   3,05       3,12       -2,3%       2,99      2,1%


Mercado Exportação                   1T11        4T10            ∆%     1T10           ∆%
Receita Líquida (milhões US$)         1.019,2      723,8       40,8%      650,1     56,8%
Volume (mil tons)                       280,8      295,5       -5,0%      219,0     28,2%
Preços Médios (US$/Kg)                   3,63       2,45       48,2%       2,97     22,3%




                                                                                            6
Resultados do 1T11

Carne Suína JBS USA - 10% da receita líquida da JBS S.A.

A receita líquida no trimestre foi de US$836,6 milhões, 29,5% superior ao 1T10, reflexo do
aumento significativo das exportações e dos preços médios de venda em geral. Comparado
ao 4T10, o aumento foi de 4,7%, devido ao aumento nos preços de venda no mercado
externo.

O EBITDA foi US$105,3 milhões no 1T11, um aumento de 201,7% comparado ao 1T10. A margem
EBITDA foi de 12,6% no 1T11. Em relação ao 4T10, o aumento foi de 2,8%.

O desempenho da unidade de suínos demostra a forte demanda no mercado internacional,
somado a uma operação enxuta, com baixos custos de produção, e um mix ajustado de
produtos com alto valor agregado com vistas a maximizar o desempenho.


Principais Destaques (US GAAP)


US$ milhões                          1T11       4T10           ∆%    1T10            ∆%
Animais abatidos (milhares)           3.303,6    3.587,2     -7,9%    3.115,6      6,0%
Receita líquida                        836,6       799,4     4,7%      645,9      29,5%
EBITDA                                 105,3       102,4     2,8%       34,9     201,7%
Margem EBITDA %                        12,6%       12,8%                5,4%



Abertura da Receita Líquida


Mercado Doméstico                    1T11       4T10           ∆%    1T10            ∆%
Receita Líquida (milhões US$)          683,2       695,2     -1,7%     553,6      23,4%
Volume (mil tons)                      321,0       348,0     -7,7%     318,8       0,7%
Preços Médios (US$/Kg)                  2,13        2,00     6,5%       1,74      22,6%


Mercado Exportação                   1T11       4T10           ∆%    1T10            ∆%
Receita Líquida (milhões US$)          153,4       104,2    47,2%       92,2      66,4%
Volume (mil tons)                       71,5        64,4    11,0%       47,7      50,1%
Preços Médios (US$/Kg)                  2,15        1,62    32,6%       1,93      10,9%




                                                                                          7
Resultados do 1T11

Carne de Frango JBS USA – (Pilgrim’s Pride Corporation – controlada pela JBS) 22% da
receita líquida da JBS S.A.

A receita líquida no trimestre foi de US$1.892,5 milhões, 15,2% superior em relação ao mesmo
período do ano anterior, reflexo do aumento no volume vendido. Em relação ao 4T10, o
aumento foi de 4,5%.

O EBITDA foi US$ -55,2 milhões, comparado a US$59,5 milhões no 1T10. A piora no EBITDA reflete
a alta nos preços dos grãos e o não acompanhamento dos preços dos produtos de frangos.
Além disso, a alta do preço dos insumos ocasionou no aumento dos estoques de produtos
acabados, os quais foram reduzidos no 1T11 e impactaram o resultado no período.

O volume de vendas no segmento de foodservice manteve-se estável em relação ao
trimestre anterior, enquanto as vendas no varejo e congelados para foodservice
aumentaram. A melhora do mix de vendas oferece uma oportunidade para gerar uma
rentabilidade sustentável ao longo do ano de 2011.


Principais Destaques (US GAAP)


US$ milhões                           1T11       4T10              ∆%    1T10            ∆%
Receita líquida                       1.892,5     1.811,3         4,5%   1.642,9      15,2%
EBITDA                                  (55,2)     124,8      -             59,5     -
Margem EBITDA %                         -2,9%       6,9%                    3,6%




                                                                                              8
Resultados do 1T11

Unidade de Negócios JBS Mercosul - 25% da receita líquida da JBS S.A.

A receita líquida da JBS Mercosul foi R$3.604,2 milhões no trimestre, 27,7% superior ao 1T10,
reflexo do aumento nos preços de venda e do aumento das exportações. Em relação ao
4T10, o aumento foi de 7,2%, devido ao maior volume vendido no mercado externo.

O EBITDA foi R$308,3 milhões no 1T11, um decréscimo de 15,0% sobre o mesmo trimestre do
ano anterior, como consequência do aumento do custo da matéria prima no período. O
EBITDA do período representa um aumento de 29,1% quando comparado ao 4T10. A margem
EBITDA foi de 8,6%.


Principais Destaques


R$ milhões                           1T11        4T10            ∆%     1T10            ∆%
Cabeças abatidas (milhares)           1.747,1    1.585,0      10,2%     1.722,4       1,4%
Receita líquida                       3.604,2    3.362,8       7,2%     2.822,7      27,7%
EBITDA                                 308,3       238,8      29,1%       362,7     -15,0%
Margem EBITDA %                         8,6%        7,1%                  12,8%



Abertura da Receita Líquida


Mercado Doméstico                    1T11        4T10            ∆%     1T10            ∆%
Receita Líquida (milhões R$)
Carne In Natura                       1.625,6    1.646,4       -1,3%    1.289,2      26,1%
Industrializado                        183,0       139,8      30,9%       117,8      55,4%
Outros                                 448,5       434,4       3,2%       384,1      16,8%
TOTAL                                 2.257,1    2.220,6       1,6%     1.791,1      26,0%


Volume (mil tons)
Carne In Natura                        237,7       246,1       -3,4%      243,2      -2,2%
Industrializado                         32,9        38,7      -14,8%       38,4     -14,2%
Outros                                 238,0       227,3       4,7%       228,6       4,1%
TOTAL                                  508,7       512,0       -0,7%      510,2       -0,3%


Preços Médios (R$/Kg)
Carne In Natura                         6,84        6,69       2,2%        5,30      29,0%
Industrializado                         5,56        3,62      53,7%        3,07      81,2%
Outros                                  1,88        1,91       -1,4%       1,68      12,2%




                                                                                              9
Resultados do 1T11

Unidade de Negócios JBS Mercosul - 25% da receita líquida da JBS S.A.


Abertura da Receita Líquida


Mercado Exportação                   1T11       4T10            ∆%      1T10         ∆%
Receita Líquida (milhões R$)
Carne In Natura                        872,7      703,5       24,1%       675,4   29,2%
Industrializado                        166,3      195,0      -14,7%       209,3   -20,6%
Outros                                 308,1      243,7       26,4%       281,2    9,6%
TOTAL                                 1.347,0    1.142,2      17,9%     1.165,9   15,5%


Volume (mil tons)
Carne In Natura                        114,4       83,0       37,8%        98,8   15,8%
Industrializado                         17,8       18,1       -1,9%        31,7   -44,0%
Outros                                  43,4       31,6       37,4%        28,8   50,6%
TOTAL                                  175,6      132,7       32,3%       159,3   10,2%


Preços Médios (R$/Kg)
Carne In Natura                         7,63       8,47      -10,0%        6,84   11,6%
Industrializado                         9,35      10,76      -13,1%        6,59   41,8%
Outros                                  7,10       7,71       -8,0%        9,75   -27,2%




                                                                                           10
Resultados do 1T11

TABELAS E GRÁFICOS ANEXOS

Gráfico I - Distribuição das Exportações JBS Consolidado


             Outros 14,0%           África e Oriente Médio 15,9%
                                                                                      1T11
 Filipinas 1,3%
                                             México 14,4%
 Taiwan 2,5%
 China 4,0%
                                                                               US$ 2.450,3 milhões
 Canadá 4,4%                                    Japão 13,1%
 U.E. 5,2%
 Hong Kong 6,8%
                     Rússia 8,4%       Coréia do Sul 10,1%




                                                        Outros 13,4%                         México 15,0%

                    4T10                        Vietnã 1,5%
                                                                                                África e Oriente Médio 14,9%
                                                Taiwan 2,3%

        US$ 2.087,9 milhões                     China 3,5%
                                                Canadá 4,0%                                        Rússia 12,5%
                                                Coréia do Sul 4,7%
                                                Hong Kong 6,8%
                                                                   U.E. 9,2%                Japão 12,2%

Fonte: JBS




TABELA 1- Abertura do Custo de Produção por Unidade de Negócio 1T11

                     1T11 (%)       Consolidado      JBS Mercosul USA Bovinos              USA Suínos       USA Frango
Matéria-prima                               78,7%                  85,8%           85,3%          82,5%              59,0%
Processamento (incluindo
                                            11,1%                  8,3%             5,7%           6,5%              24,7%
insumos e embalagens)
Mão-de-obra                                 10,2%                  5,9%             9,0%          11,0%              16,3%
Fonte A JBS




TABELA 2 - Abertura do Custo de Produção por Unidade de Negócio 4T10

                     4T10 (%)       Consolidado      JBS Mercosul USA Bovinos              USA Suínos       USA Frango
Matéria-prima                               78,3%                  87,0%           85,1%          79,8%              55,6%
Processamento (incluindo
                                            10,5%                  7,9%             6,0%           7,3%              25,4%
insumos e embalagens)
Mão-de-obra                                 11,2%                  5,1%             8,9%          12,9%              19,1%
Fonte A JBS




                                                                                                                          11
Resultados do 1T11
ÍNDICES




CONTATOS




                                  Matriz
                 Avenida Marginal Direita do Tietê, 500
                   CEP: 05118-100 – São Paulo – SP
                                  Brasil
                        Tel.: (55 11) 3144-4000
                        Fax: (55 11) 3144-4279
                           www.jbs.com.br


                      Relações com Investidores
                        Tel.: (55 11) 3144-4447
                         E-mail: ri@jbs.com.br
                          www.jbs.com.br/ri




                                                          12
Resultados do 1T11
                                    DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS – JBS S.A.


JBS S.A.
Balanços patrimoniais
(Em milhares de reais)
                                                          Controladora                     Consolidado
                                                   31.03.11          31.12.10      31.03.11           31.12.10

ATIVO

CIRCULANTE

Caixa e equivalentes de caixa                        2,172,618         3,000,649     3,557,276          4,074,574
Contas a receber de clientes                         1,622,891         1,672,729     3,969,279          4,036,104
Estoques                                             1,064,876         1,109,472     4,520,914          4,476,934
Ativos biológicos                                          -                 -         420,186            417,028
Impostos a recuperar                                 1,165,464         1,088,310     1,595,519          1,515,013
Despesas antecipadas                                    18,739            13,844       133,249            107,825
Ativo disponível para venda                                -             504,002           -              504,002
Outros ativos circulantes                              201,869           161,066       397,446            351,817



TOTAL DO CIRCULANTE                                  6,246,457         7,550,072    14,593,869         15,483,297



NÃO CIRCULANTE

Realizável a Longo Prazo
Créditos com empresas ligadas                             -                  -         260,653            332,679
Depósitos, cauções e outros                            88,561             88,218       456,515            448,875
Impostos a recuperar                                  553,006            553,770       612,471            616,297

Total do Realizável a Longo Prazo                     641,567            641,988     1,329,639          1,397,851




Investimentos em controladas                        10,520,786        10,443,000           -                  -
Imobilizado                                          7,608,170         7,598,963    14,520,433         14,624,201
Intangível                                           9,532,172         9,531,739    12,398,817         12,425,499

                                                    27,661,128        27,573,702    26,919,250         27,049,700



TOTAL DO NÃO CIRCULANTE                             28,302,695        28,215,690    28,248,889         28,447,551




TOTAL DO ATIVO                                      34,549,152        35,765,762    42,842,758         43,930,848




                                                                                                                 13
Resultados do 1T11

JBS S.A.

Balanços patrimoniais
(Em milhares de reais)
                                                               Controladora                      Consolidado
                                                        31.03.11          31.12.10       31.03.11           31.12.10

PASSIVO

CIRCULANTE

Fornecedores                                                534,603           566,982      2,489,032          2,962,395
Empréstimos e financiamentos                              3,870,767         4,342,593      4,585,704          4,966,198
Obrigações fiscais, trabalhistas e sociais                  315,553           375,600      1,090,844          1,205,167
Débito com terceiros para investimentos                      28,427            45,746         28,427             45,746
Outros passivos circulantes                                 452,902           509,482        276,593            332,208



TOTAL DO CIRCULANTE                                       5,202,252         5,840,403      8,470,600          9,511,714



NÃO CIRCULANTE

Empréstimos e financiamentos                              6,917,276         6,679,915     10,577,036         10,217,156
Debêntures conversíveis                                   3,462,212         3,462,212      3,462,212          3,462,212
Obrigações fiscais, trabalhistas e sociais                      -                 -          308,482            317,633
Débito com terceiros para investimentos                       4,208             5,144          4,208              5,144
Imposto de renda e contribuição social diferidos            372,084           390,774        873,264          1,003,050
Provisão para contingências                                 138,110           136,002        324,058            321,660
Débitos com empresas ligadas                                891,749         1,532,002            -                  -
Outros passivos não circulantes                              44,053           124,939        288,471            397,430


TOTAL DO NÃO CIRCULANTE                                  11,829,692        12,330,988     15,837,731         15,724,285



PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Capital social                                           18,046,067        18,046,067     18,046,067         18,046,067
Transações de capital                                        (9,947)           (9,949)        (9,947)            (9,949)
Reserva de capital                                          445,377           500,775        445,377            500,775
Reserva de reavaliação                                      105,362           106,814        105,362            106,814
Reservas de lucros                                        1,337,564         1,337,564      1,337,564          1,337,564
Ajustes de avaliação patrimonial                             (1,817)           (1,719)        (1,817)            (1,719)
Ajustes acumulados de conversão                          (2,553,818)       (2,385,181)    (2,553,818)        (2,385,181)
Lucros acumulados                                           148,420               -          148,420                -

Atribuído à participação dos acionistas controladores    17,517,208        17,594,371     17,517,208         17,594,371

Participação dos acionistas não controladores                   -                    -     1,017,219          1,100,478

TOTAL DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO                              17,517,208        17,594,371     18,534,427         18,694,849



TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO                    34,549,152        35,765,762     42,842,758         43,930,848




                                                                                                                          14
Resultados do 1T11
JBS S.A.

Demonstrações do resultado para os trimestres findos em 31 de março de 2011 e 2010
(Em milhares de reais)

                                                                                        Controladora                         Consolidado
                                                                                 2011                  2010           2011                 2010


RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA                                                       3,172,007            2,500,158      14,672,740           12,207,315

Custo dos produtos vendidos                                                      (2,493,902)           (1,973,049)    (12,984,313)         (10,808,723)

LUCRO BRUTO                                                                        678,105               527,109       1,688,427            1,398,592

(DESPESAS) RECEITAS OPERACIONAIS

Administrativas e gerais                                                           (145,423)             (60,963)       (418,917)            (323,860)
Com vendas                                                                         (298,505)            (192,274)       (737,451)            (556,110)
Resultado financeiro líquido                                                       (303,081)            (358,996)       (351,130)            (369,844)
Resultado de equivalência patrimonial                                               195,505              177,023             -                    -
Outras receitas (despesas)                                                            2,894               (5,855)         (8,769)             (67,569)


                                                                                   (548,610)            (441,065)      (1,516,267)          (1,317,383)



RESULTADO ANTES DA PROVISÃO PARA IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO
SOCIAL                                                                             129,495                86,044         172,160               81,209

Imposto de renda e contribuição social do período                                      748                      737     (194,595)              (59,063)
Imposto de renda e contribuição social diferidos                                    16,725                      332      112,360                29,645
                                                                                    17,473                    1,069      (82,235)              (29,418)

LUCRO LÍQUIDO DAS OPERAÇÕES CONTINUADAS                                            146,968                87,113          89,925               51,791

Resultado das operações descontinuadas                                                    -               12,246               -               12,246

LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO                                                           146,968                99,359          89,925               64,037

ATRIBUÍDO A:
Participação dos acionistas controladores                                                                                146,968                99,359
Participação dos acionistas não controladores                                                                            (57,043)              (35,322)

                                                                                                                          89,925               64,037



Resultado básico por lote de mil ações no final do período- em reais                    59.17                 42.76          59.17                42.76


  Demonstração da apuração do indicador EBITDA (lucro antes dos efeitos
financeiros, imposto de renda, contribuição social, depreciação e amortização)



Resultado antes da provisão para imposto de renda e contribuição social             129,495               86,044         172,160               81,209
Resultado financeiro líquido                                                        303,081              358,996         351,130              369,844
Depreciação e amortização                                                            97,270               74,445         311,161              308,088
Resultado de equivalência patrimonial                                              (195,505)            (177,023)            -                    -
Resultado das operações descontinuadas                                                  -                    -               -                 25,686
Ganho de compra vantajosa                                                               -                    -            (3,400)                 -
Reorganização e restruturação                                                           -                  8,640             -                 77,134
Indenização                                                                             -                    -             4,879                  -

VALOR EBITDA                                                                       334,341               351,102         835,930              861,961




                                                                                                                                                    15
Resultados do 1T11
JBS S.A.

Demonstrações dos fluxos de caixa dos trimestres findos em 31 de março de 2011 e 2010
(Em milhares de reais)


                                                                          Controladora                Consolidado
                                                                      2011           2010         2011           2010
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Lucro líquido do período atribuído aos acionistas controladores        146,968        99,359       146,968        99,359
Ajustes para conciliar o resultado às disponibilidades geradas
pelas atividades operacionais:
. Depreciação e amortização                                             97,270         74,445      311,161       308,088
. Provisão para créditos de liquidação duvidosa                          1,128          3,685        7,851         8,228
. Resultado de equivalência patrimonial                               (195,505)      (177,023)           -             -
. Resultado das operações descontinuadas                                     -        (12,246)           -       (12,246)
. Lucro na venda de imobilizado                                         (1,525)        (3,864)      (1,863)       (4,720)
. Imposto de renda e contribuição social diferidos                     (16,725)          (332)    (112,360)      (29,645)
. Encargos financeiros circulantes e não circulantes                    86,527        503,931      164,524       326,722
. Provisão para contingências                                            2,108              -        2,692          (742)

                                                                       120,246       487,955       518,973       695,044
Variações nos ativos e passivos
Redução (aumento) em contas a receber                                   33,627       (164,829)      31,632       (106,338)
Redução (aumento) nos estoques                                          44,596        (29,312)    (105,371)      (116,762)
Aumento de impostos a recuperar                                        (76,027)       (40,995)     (84,412)       (71,800)
Aumento em outros ativos circ. e não circulantes                       (46,039)      (199,026)     (90,819)      (139,352)
Redução (aumento) de créditos com empresas ligadas                           -              -       68,268           (155)
Redução (aumento) de ativos biológicos                                       -              -      (10,642)       (13,372)
Aumento (redução) com fornecedores                                     (33,372)      (420,139)    (430,175)      (104,979)
Redução em outros passivos circ. e não circulantes                    (217,471)      (373,451)    (264,225)      (531,542)
Aumento (redução) em débitos com empresas ligadas                      (87,495)     1,115,009            -              -
Recebimento pelo distrato Inalca JBS                                   504,002              -      504,002              -
Redução na participação dos acionistas não controladores                     -              -      (57,043)       (34,761)
Ajustes de avaliação patrimonial e acumulados de conversão                   -              -      (72,655)        32,472

Caixa líquido gerado pelas (aplicado nas) atividades operacionais      242,067       375,212         7,533       (391,545)


Fluxo de caixa das atividades de investimentos
 Adições no ativo imobilizado e intangível                            (104,355)       (33,003)    (315,305)      (224,350)
 Adições nos investimentos em controladas                             (552,356)    (2,825,911)           -         (1,536)
 Efeito líquido do capital de giro de empresa adquirida                      -              -            -       (125,546)

Caixa líquido aplicado nas atividades de investimentos                (656,711)    (2,858,914)    (315,305)      (351,432)


Fluxo de caixa das atividades de financiamentos
 Empréstimos e financiamentos captados                                1,381,281     1,428,781     2,727,498     5,656,060
 Pagamentos de empréstimos e financiamentos                          (1,739,270)   (1,896,484)   (2,860,053)   (7,001,546)
 Aquisição de ações de emissão própria                                  (55,398)            -       (55,398)            -

Caixa líquido (aplicado nas) atividades de financiamentos             (413,387)      (467,703)    (187,953)    (1,345,486)


Variação cambial sobre caixa e equivalentes                                   -             -      (21,573)       12,940

Variação líquida no período                                           (828,031)    (2,951,405)    (517,298)    (2,075,523)
Caixa e equivalentes de caixa no início do período                   3,000,649      4,097,027    4,074,574      5,067,530


Caixa e equivalentes de caixa no final do período                    2,172,618      1,145,622    3,557,276      2,992,007




                                                                                                                            16
Resultados do 1T11




DISCLAIMER

Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças
e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos
futuros incluem informações sobre nossas intenções, crenças ou expectativas atuais, assim como aquelas dos membros do
Conselho de Administração e Diretores da Companhia.

As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobre resultados
operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras
"acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima" ou expressões semelhantes.

As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos, incertezas e suposições
porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultados futuros
e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativa daqueles expressos ou sugeridos pelas
declarações com relação ao futuro. Muitos dos fatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da nossa
capacidade de controle ou previsão.




                                                                                                                           17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação da Reunião Pública
Apresentação da Reunião PúblicaApresentação da Reunião Pública
Apresentação da Reunião Pública
JBS RI
 
Sup bov corte graduação 05-2012
Sup bov corte   graduação 05-2012Sup bov corte   graduação 05-2012
Sup bov corte graduação 05-2012
Universidade de São Paulo
 
3 t10 final
3 t10 final3 t10 final
3 t10 final
Localiza
 
2t07
2t072t07
2t07
Localiza
 
2012 seminário internacional vacaria b
2012 seminário internacional vacaria b2012 seminário internacional vacaria b
2012 seminário internacional vacaria b
fruticultura
 
Apresentação 3 t11 teleconferência final
Apresentação 3 t11 teleconferência finalApresentação 3 t11 teleconferência final
Apresentação 3 t11 teleconferência final
JBS RI
 
Teleconferencia de resultados9 m9
Teleconferencia de resultados9 m9Teleconferencia de resultados9 m9
Teleconferencia de resultados9 m9
risantander
 
Apresentação de Resultados 4T08
Apresentação de Resultados 4T08Apresentação de Resultados 4T08
Apresentação de Resultados 4T08
Profarma
 
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro   destaques da operação - carlos ferreiraVi encontro   destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
CPFL RI
 
Apresentação 4Tt10 port
Apresentação 4Tt10 portApresentação 4Tt10 port
Apresentação 4Tt10 port
Localiza
 
Rateio do FPE: análise e simulações
Rateio do FPE: análise e simulaçõesRateio do FPE: análise e simulações
Rateio do FPE: análise e simulações
Alexandre A. Rocha
 
EstáCio 3 T09
EstáCio 3 T09EstáCio 3 T09
EstáCio 3 T09
Estácio Participações
 
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007
Banco ABC Brasil
 
Tendência Genética na Seleção para Qualidade de Carcaça
Tendência Genética na Seleção para Qualidade de CarcaçaTendência Genética na Seleção para Qualidade de Carcaça
Tendência Genética na Seleção para Qualidade de Carcaça
ANCP Ribeirão Preto
 
Apresentação 4T11 teleconferência
Apresentação 4T11 teleconferênciaApresentação 4T11 teleconferência
Apresentação 4T11 teleconferência
JBS RI
 
Apresentação call 1 t12_port
Apresentação call 1 t12_portApresentação call 1 t12_port
Apresentação call 1 t12_port
Arteris S.A.
 
Resultados - 2T07
Resultados - 2T07Resultados - 2T07
Resultados - 2T07
JBS RI
 

Mais procurados (17)

Apresentação da Reunião Pública
Apresentação da Reunião PúblicaApresentação da Reunião Pública
Apresentação da Reunião Pública
 
Sup bov corte graduação 05-2012
Sup bov corte   graduação 05-2012Sup bov corte   graduação 05-2012
Sup bov corte graduação 05-2012
 
3 t10 final
3 t10 final3 t10 final
3 t10 final
 
2t07
2t072t07
2t07
 
2012 seminário internacional vacaria b
2012 seminário internacional vacaria b2012 seminário internacional vacaria b
2012 seminário internacional vacaria b
 
Apresentação 3 t11 teleconferência final
Apresentação 3 t11 teleconferência finalApresentação 3 t11 teleconferência final
Apresentação 3 t11 teleconferência final
 
Teleconferencia de resultados9 m9
Teleconferencia de resultados9 m9Teleconferencia de resultados9 m9
Teleconferencia de resultados9 m9
 
Apresentação de Resultados 4T08
Apresentação de Resultados 4T08Apresentação de Resultados 4T08
Apresentação de Resultados 4T08
 
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro   destaques da operação - carlos ferreiraVi encontro   destaques da operação - carlos ferreira
Vi encontro destaques da operação - carlos ferreira
 
Apresentação 4Tt10 port
Apresentação 4Tt10 portApresentação 4Tt10 port
Apresentação 4Tt10 port
 
Rateio do FPE: análise e simulações
Rateio do FPE: análise e simulaçõesRateio do FPE: análise e simulações
Rateio do FPE: análise e simulações
 
EstáCio 3 T09
EstáCio 3 T09EstáCio 3 T09
EstáCio 3 T09
 
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2007
 
Tendência Genética na Seleção para Qualidade de Carcaça
Tendência Genética na Seleção para Qualidade de CarcaçaTendência Genética na Seleção para Qualidade de Carcaça
Tendência Genética na Seleção para Qualidade de Carcaça
 
Apresentação 4T11 teleconferência
Apresentação 4T11 teleconferênciaApresentação 4T11 teleconferência
Apresentação 4T11 teleconferência
 
Apresentação call 1 t12_port
Apresentação call 1 t12_portApresentação call 1 t12_port
Apresentação call 1 t12_port
 
Resultados - 2T07
Resultados - 2T07Resultados - 2T07
Resultados - 2T07
 

Semelhante a JBS - resultados do 1º trimestre de 2011

JBS - resultados do 4º trimestre de 2010
JBS - resultados do 4º trimestre de 2010JBS - resultados do 4º trimestre de 2010
JBS - resultados do 4º trimestre de 2010
BeefPoint
 
JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09
JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09
JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09
BeefPoint
 
Apresentação dos Resultados de 2007
Apresentação dos Resultados de 2007Apresentação dos Resultados de 2007
Apresentação dos Resultados de 2007
JBS RI
 
BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012
BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012
BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012
pontodepauta.com.br
 
JBS Relatorio 3 Tri 09
JBS Relatorio 3 Tri 09JBS Relatorio 3 Tri 09
JBS Relatorio 3 Tri 09
BeefPoint
 
ApresntaçãO 4 T07
ApresntaçãO 4 T07ApresntaçãO 4 T07
ApresntaçãO 4 T07
Profarma
 
Apresentação de Resultados 4T07
Apresentação de Resultados 4T07Apresentação de Resultados 4T07
Apresentação de Resultados 4T07
Profarma
 
JBS - 1 t10 port(2)[1]
JBS - 1 t10 port(2)[1]JBS - 1 t10 port(2)[1]
JBS - 1 t10 port(2)[1]
BeefPoint
 
CCCC 29
CCCC 29CCCC 29
CCCC 29
MB Associados
 
Resultados - 1T07
Resultados - 1T07Resultados - 1T07
Resultados - 1T07
JBS RI
 
Apresentação jbs títulos de dívida
Apresentação jbs títulos de dívidaApresentação jbs títulos de dívida
Apresentação jbs títulos de dívida
JBS RI
 
Presentation jbs bonds fixed income port
Presentation jbs bonds fixed income portPresentation jbs bonds fixed income port
Presentation jbs bonds fixed income port
JBS RI
 
Mz Retail Conference Set 2008
Mz Retail Conference Set 2008Mz Retail Conference Set 2008
Mz Retail Conference Set 2008
JBS RI
 
JBS_release 4T09
JBS_release 4T09JBS_release 4T09
JBS_release 4T09
BeefPoint
 
ApresentaçãO De Resultados 2 T07
ApresentaçãO De Resultados 2 T07ApresentaçãO De Resultados 2 T07
ApresentaçãO De Resultados 2 T07
Profarma
 
Apresentação de Resultados 2T07
Apresentação de Resultados 2T07Apresentação de Resultados 2T07
Apresentação de Resultados 2T07
Profarma
 
Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?
Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?
Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?
Darcy Francisco Carvalho dos Santos
 
Mat
MatMat
AAAA27
AAAA27AAAA27
Apresentação 4T07
Apresentação 4T07Apresentação 4T07
Apresentação 4T07
BrasilEcodiesel
 

Semelhante a JBS - resultados do 1º trimestre de 2011 (20)

JBS - resultados do 4º trimestre de 2010
JBS - resultados do 4º trimestre de 2010JBS - resultados do 4º trimestre de 2010
JBS - resultados do 4º trimestre de 2010
 
JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09
JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09
JBS - relatório de divulgação dos resultados do 2 T09
 
Apresentação dos Resultados de 2007
Apresentação dos Resultados de 2007Apresentação dos Resultados de 2007
Apresentação dos Resultados de 2007
 
BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012
BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012
BANCO CENTRAL Boletim Regional FORTALEZA FEVEREIRO2012
 
JBS Relatorio 3 Tri 09
JBS Relatorio 3 Tri 09JBS Relatorio 3 Tri 09
JBS Relatorio 3 Tri 09
 
ApresntaçãO 4 T07
ApresntaçãO 4 T07ApresntaçãO 4 T07
ApresntaçãO 4 T07
 
Apresentação de Resultados 4T07
Apresentação de Resultados 4T07Apresentação de Resultados 4T07
Apresentação de Resultados 4T07
 
JBS - 1 t10 port(2)[1]
JBS - 1 t10 port(2)[1]JBS - 1 t10 port(2)[1]
JBS - 1 t10 port(2)[1]
 
CCCC 29
CCCC 29CCCC 29
CCCC 29
 
Resultados - 1T07
Resultados - 1T07Resultados - 1T07
Resultados - 1T07
 
Apresentação jbs títulos de dívida
Apresentação jbs títulos de dívidaApresentação jbs títulos de dívida
Apresentação jbs títulos de dívida
 
Presentation jbs bonds fixed income port
Presentation jbs bonds fixed income portPresentation jbs bonds fixed income port
Presentation jbs bonds fixed income port
 
Mz Retail Conference Set 2008
Mz Retail Conference Set 2008Mz Retail Conference Set 2008
Mz Retail Conference Set 2008
 
JBS_release 4T09
JBS_release 4T09JBS_release 4T09
JBS_release 4T09
 
ApresentaçãO De Resultados 2 T07
ApresentaçãO De Resultados 2 T07ApresentaçãO De Resultados 2 T07
ApresentaçãO De Resultados 2 T07
 
Apresentação de Resultados 2T07
Apresentação de Resultados 2T07Apresentação de Resultados 2T07
Apresentação de Resultados 2T07
 
Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?
Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?
Apresentacao FIERGS - Julho de 2010. Por onde andam as finanças publicas do RS?
 
Mat
MatMat
Mat
 
AAAA27
AAAA27AAAA27
AAAA27
 
Apresentação 4T07
Apresentação 4T07Apresentação 4T07
Apresentação 4T07
 

Mais de BeefPoint

Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011
Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011
Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011
BeefPoint
 
Doença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundial
Doença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundialDoença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundial
Doença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundial
BeefPoint
 
Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011
Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011
Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011
BeefPoint
 
A mais invejada da Amazônia
A mais invejada da AmazôniaA mais invejada da Amazônia
A mais invejada da Amazônia
BeefPoint
 
Imea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso
Imea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato GrossoImea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso
Imea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso
BeefPoint
 
Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011
Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011 Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011
Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011
BeefPoint
 
CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011
CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011
CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011
BeefPoint
 
BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...
BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...
BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...
BeefPoint
 
Mataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicialMataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
BeefPoint
 
Mataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicialMataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
BeefPoint
 
CNA - A verdade sobre o desmatamento
CNA - A verdade sobre o desmatamentoCNA - A verdade sobre o desmatamento
CNA - A verdade sobre o desmatamento
BeefPoint
 
CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011
CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011
CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011
BeefPoint
 
Marfrig Alimentos S.A. - Resultados do 1º trimestre de 2011
Marfrig Alimentos S.A. -  Resultados do 1º trimestre de 2011Marfrig Alimentos S.A. -  Resultados do 1º trimestre de 2011
Marfrig Alimentos S.A. - Resultados do 1º trimestre de 2011
BeefPoint
 
Zootecnistas
ZootecnistasZootecnistas
Zootecnistas
BeefPoint
 
Programação do I curso do EMBRAPA INVERNADA
Programação do I curso do EMBRAPA INVERNADAProgramação do I curso do EMBRAPA INVERNADA
Programação do I curso do EMBRAPA INVERNADA
BeefPoint
 
ICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva Legal
ICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva LegalICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva Legal
ICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva Legal
BeefPoint
 
Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...
Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...
Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...
BeefPoint
 
1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso
1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso
1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso
BeefPoint
 
Apresentação nft alliance 2010
Apresentação nft alliance 2010Apresentação nft alliance 2010
Apresentação nft alliance 2010
BeefPoint
 
Icone
IconeIcone
Icone
BeefPoint
 

Mais de BeefPoint (20)

Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011
Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011
Relatório Top 50 Beef Point de Confinamentos 2010-2011
 
Doença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundial
Doença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundialDoença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundial
Doença Respiratória Bovina – Uma preocupação mundial
 
Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011
Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011
Minerva - Resultados do 2º trimestre de 2011
 
A mais invejada da Amazônia
A mais invejada da AmazôniaA mais invejada da Amazônia
A mais invejada da Amazônia
 
Imea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso
Imea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato GrossoImea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso
Imea - 2°Levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso
 
Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011
Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011 Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011
Abiec: resultados das exportações de carne bovina no 1º semestre de 2011
 
CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011
CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011
CNA - VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO CRESCE 9,4% EM 2011
 
BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...
BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...
BM&FBovespa - Ofício Circular sobre alterações no Indicador e nos Contratos F...
 
Mataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicialMataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
 
Mataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicialMataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
Mataboi Alimentos S.A. - Proposta aos credores do plano de recuperação judicial
 
CNA - A verdade sobre o desmatamento
CNA - A verdade sobre o desmatamentoCNA - A verdade sobre o desmatamento
CNA - A verdade sobre o desmatamento
 
CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011
CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011
CNA - Cartilha da Contribuição Sindical Rural 2011
 
Marfrig Alimentos S.A. - Resultados do 1º trimestre de 2011
Marfrig Alimentos S.A. -  Resultados do 1º trimestre de 2011Marfrig Alimentos S.A. -  Resultados do 1º trimestre de 2011
Marfrig Alimentos S.A. - Resultados do 1º trimestre de 2011
 
Zootecnistas
ZootecnistasZootecnistas
Zootecnistas
 
Programação do I curso do EMBRAPA INVERNADA
Programação do I curso do EMBRAPA INVERNADAProgramação do I curso do EMBRAPA INVERNADA
Programação do I curso do EMBRAPA INVERNADA
 
ICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva Legal
ICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva LegalICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva Legal
ICONE - O Novo Código Florestal e a proteção das APPs e da Reserva Legal
 
Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...
Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...
Independência - Edital de Alienação Judicial de Unidades Produtivas Isoladas ...
 
1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso
1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso
1° levantamento das intenções de confinamento em mato grosso
 
Apresentação nft alliance 2010
Apresentação nft alliance 2010Apresentação nft alliance 2010
Apresentação nft alliance 2010
 
Icone
IconeIcone
Icone
 

Último

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

JBS - resultados do 1º trimestre de 2011

  • 1. Resultados do 1T11 “Confiamos em Deus, Respeitamos a natureza” São Paulo, 10 de maio de 2011 – A JBS S.A. (“JBS”) (Bovespa: JBSS3), líder no setor de proteína animal do mundo, anuncia hoje seus resultados do primeiro trimestre de 2011 (1T11). Para efeito de análise, foram considerados neste relatório os resultados referentes aos trimestres findos em 31/12/10 (4T10), e 31/03/10 (1T10). As demonstrações contábeis consolidadas da Companhia foram preparadas para os períodos findos em 31 de março de 2011 e 2010 (resultado) e 31 de março de 2011 e 31 de dezembro de 2010 (balanço patrimonial) e estão de acordo com o International Financial Reporting Standards (IFRS) emitidos pelo International Accounting Standards Board (IASB). Os resultados consolidados da JBS são apresentados em Reais (R$) e quando analisados separadamente cada unidade de negócio divulga seus resultados na moeda corrente do próprio país em que opera. As operações da JBS Austrália são parte integrante da subsidiária americana JBS USA e ambos os resultados referem-se aos períodos de 13 semanas findos em 27 de março de 2011 (1T11). As informações quantitativas, como volume e cabeças abatidas, não são auditadas. DESTAQUES DO 1T11 RECEITA LÍQUIDA  A receita líquida foi de R$14.672,7 milhões, 20,2% superior ao 1T10. Excluindo o efeito da variação cambial, o crescimento da receita foi de 29,9%.  A JBS USA Carne Bovina apresentou uma receita de US$3.793,3 milhões, 34,1% superior ao 1T10.  A JBS USA Carne Suína obteve uma receita de US$836,6 milhões, 29,5% maior que no 1T10.  A unidade de Carne de Frango da JBS USA apresentou uma receita de US$1.892,5 milhões, 15,2% superior ao 1T10.  A unidade de Carne Bovina do Mercosul obteve uma receita de R$3.604,2 milhões, 27,7% superior ao 1T10. EBITDA  O EBITDA foi de R$835,9 milhões, com uma margem EBITDA de 5,7%.  A unidade de Carne Bovina da JBS USA obteve EBITDA de US$269,7 milhões, 58,2% superior ao 1T10, com margem EBITDA de 7,1%.  A unidade de Carne Suína da JBS USA apresentou um EBITDA de US$105,3 milhões, 201,7% superior ao 1T10, com margem EBITDA de 12,6% no 1T11.  A unidade de Carne Bovina do Mercosul obteve EBITDA de R$308,3 milhões, com margem EBITDA de 8,6% LUCRO LÍQUIDO  O lucro líquido foi de R$147,0 milhões, um aumento de 47,9% sobre o 1T10, equivalente a R$0,06 por ação. OUTROS DESTAQUES  As exportações apresentaram crescimento de 17,4% no 1T11 em comparação ao 4T10, atingindo US$ 2,45 bilhões. 1
  • 2. Resultados do 1T11  Início do processo de rebalanceamento da dívida da Companhia. Análise dos Principais Indicadores Financeiros da JBS por Unidade de Negócio (em moeda local) 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita líquida JBS USA Carne Bovina US$ 3.793,3 3.588,7 5,7% 2.827,7 34,1% JBS USA Carne Suína US$ 836,6 799,4 4,7% 645,9 29,5% JBS USA Carne de Frango US$ 1.892,5 1.811,3 4,5% 1.642,9 15,2% JBS Mercosul R$ 3.604,2 3.362,8 7,2% 2.822,7 27,7% EBITDA JBS USA Carne Bovina US$ 269,7 194,8 38,5% 170,5 58,2% JBS USA Carne Suína US$ 105,3 102,4 2,8% 34,9 201,7% JBS USA Carne de Frango US$ -55,2 124,8 - 59,5 - JBS Mercosul R$ 308,3 238,8 29,1% 362,7 -15,0% Margem EBITDA JBS USA Carne Bovina % 7,1% 5,4% - 6,0% - JBS USA Carne Suína % 12,6% 12,8% - 5,4% - JBS USA Carne de Frango % -2,9% 6,9% - 3,6% - JBS Mercosul % 8,6% 7,1% - 12,8% - Desempenho por Unidade de Negócio JBS Mercosul JBS USA JBS USA JBS USA (PPC) (Incluindo Austrália) Receita Líquida (R$ bilhões) Receita Líquida (US$ bilhões) Receita Líquida (US$ milhões) Receita Líquida (US$ bilhões) 1100 1000 837 3,5 3,6 3,6 3,8 900 739 772 799 3,5 3,4 3,3 3,4 800 646 1,9 2,8 2,8 700 1,7 1,7 1,8 600 1,6 500 400 300 200 100 0 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 EBITDA (R$ mi) margem EBITDA EBITDA (US$ mi) margem EBITDA EBITDA (US$ mi) margem EBITDA EBITDA (US$ mi) margem EBITDA 12,8% 12,8% 12,6% 600 12,0%500 12,0% 500 20,0% 9,5% 10,4% 11,8% 18,0% 7,1% 8,6% 10,0% 7,1% 10,0% 16,0% 14,0% 500 6,0% 5,9% 8,0% 6,6% 10,0%400 7,5% 9,9% 12,0% 8,0% 400 5,4% 102,4 105,3 10,0% 362,7 334,5 363,7 6,0% 3,1% 6,0% 5,4% 90,8 3,6% 6,9% 8,0% 400 269,7 4,0% 100 5,0% 300 6,0% 308,6 4,0% 300 4,0% 2,0% 300 238,8 2,0% 194,9 2,0% -2,9% 0,0% 194,8 0,0% -2,0% 0,0% 200 170,5 48,7 0,0% 200 170 -4,0% 200 -2,0% -2,0% 34,9 127,6 124,8 -6,0% -8,0% 103,5 -4,0% -10,0% -4,0% -12,0% 100 -6,0%100 -6,0% -5,0% 100 59,5 -14,0% -8,0% -8,0% -16,0% -55,2 -18,0% -20,0% 0 -10,0% 0 -10,0% 0 -10,0% 0 -22,0% -24,0% -26,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 -28,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 -30,0% -100 Margem EBITDA (%) 2
  • 3. Resultados do 1T11 Análise Consolidada dos principais indicadores operacionais da JBS R$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita líquida 14.672,7 14.319,6 2,5% 12.207,3 20,2% Custo dos produtos vendidos -12.984,3 -12.522,7 3,7% -10.808,7 20,1% Lucro bruto 1.688,4 1.796,9 -6,0% 1.398,6 20,7% Margem Bruta 11,5% 12,5% - 11,5% - Despesas com vendas -737,5 -717,7 2,8% -556,1 32,6% Despesas adm. e gerais -418,9 -511,6 -18,1% -323,9 29,4% Resultado financeiro líquido -351,1 -950,3 -63,1% -369,8 -5,1% Outras receitas (despesas) -8,8 -82,2 -89,3% -67,6 -87,0% Resultado operacional 172,2 -464,8 - 81,2 112,0% Resultado das operações descontinuadas 0,0 0,0 - 12,2 - IR e contribuição social -82,2 -34,7 136,9% -29,4 179,5% Participação dos acionistas não controladores -57,0 39,8 - -35,3 - (1) Lucro líquido/prejuízo 147,0 -539,3 - 99,4 47,9% EBITDA 835,9 865,9 -3,5% 862,0 -3,0% Margem EBITDA 5,7% 6,0% - 7,1% - Lucro Liquido/prejuizo por ação 0,06 -0,22 - 0,04 38,4% (1) Participação dos Acionistas controladores Número de Cabeças Abatidas e Volume Vendido 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Cabeças abatidas (milhares) Bovinos 3.750,2 3.632,3 3,2% 3.504,2 7,0% Suínos 3.303,6 3.587,2 -7,9% 3.115,6 6,0% Animais de pequeno porte* 574,0 890,2 -35,5% 786,2 -27,0% Volume Vendido (mil tons)* Mercado Doméstico 1.738,4 1.777,0 -2,2% 1.522,1 14,2% Carne In Natura 1.467,4 1.511,0 -2,9% 1.255,1 16,9% Industrializado 32,9 38,7 -14,8% 38,4 -14,2% Outros 238,0 227,3 4,7% 228,6 4,1% Mercado Externo 527,9 492,6 7,2% 419,6 25,8% Carne In Natura 466,7 442,9 5,4% 359,0 30,0% Industrializado 17,8 18,1 -1,9% 31,7 -44,0% Outros 43,4 31,6 37,4% 28,8 50,6% TOTAL 2.266,3 2.269,6 -0,1% 1.941,7 16,7% * Não inclui carne de frango 3
  • 4. Resultados do 1T11 RESULTADOS CONSOLIDADOS Receita Líquida A receita líquida consolidada foi de R$14.672,7 milhões no 1T11, um aumento de 20,2% em relação ao 1T10. Todas as Unidades de Negócios apresentaram crescimento da receita de dois dígitos do 1T10 para o 1T11, em moeda local, reflexo do aumento dos preços médios em geral, principalmente no mercado externo. Em relação ao 4T10, a receita líquida cresceu 2,5%, devido à forte demanda no mercado internacional e aumento dos preços de vendas. EBITDA O EBITDA do 1T11 foi de R$835,9 milhões, uma queda de 3,0% em relação ao 1T10, devido ao resultado negativo apresentado pela Pilgrim’s Pride (Unidade de Carne de Frango da JBS), quase que totalmente compensando pelo ótimo desempenho das unidades de Carne Bovina e Suína nos EUA. * * Em relação ao 4T10, o EBITDA apresentou um decréscimo de 3,5% pelos mesmos motivos apresentados acima. Lucro Líquido O lucro líquido no período foi de R$147,0 milhões, 47,9% superior ao 1T10, equivalente a R$ 0,06 por ação. Dispêndio de Capital No 1T11, o valor total dos dispêndios de capital da JBS em bens, indústria e equipamentos foi de R$315,3 milhões. Os principais investimentos foram concentrados em melhora da produtividade e aumento da capacidade de armazenamento e distribuição. Endividamento A dívida líquida / EBITDA passou de 3,0x no 4T10 para 3,1x no 1T11. O ligeiro aumento do endividamento é referente a uma maior necessidade de capital de giro no período. Vale ressaltar que a posição de caixa da Companhia é equivalente a 80% da dívida de curto prazo, e mais de 70% da dívida está no longo prazo. R$ milhões 31/03/11 31/12/10 Var.% Dívida bruta 15.162,7 15.183,4 -0,1% (+) Curto prazo 4.585,7 4.966,2 -7,7% (+) Longo prazo 10.577,0 10.217,2 3,5% (-) Disponibilidades 3.557,3 4.074,6 -12,7% Dívida líquida 11.605,5 11.108,8 4,5% Dívida líquida/EBITDA (1) 3,1x 3,0x 4
  • 5. Resultados do 1T11 Crescimento Orgânico A JBS obteve receita líquida de R$14.672,7 bilhões no 1T11 e todas as unidades de negócios apresentaram um crescimento orgânico acima de dois dígitos, em moeda local, no período analisado. A unidade de Carne Bovina nos EUA apresentou um crescimento de 41,5% no período entre o 1T09 e o 1T11. A unidade de Carne Suína apresentou um crescimento de 59,1% no período entre o 1T09 e o 1T11. A unidade de Carne de Frango apresentou um crescimento de 15,2% no período entre o 1T10 e o 1T11. A JBS Mercosul apresentou um crescimento de 27,7% no período entre o 1T10 e o 1T11. Crescimento da Receita líquida por Unidade de Negócio JBS Carne Bovina – Receita Líquida (US$ milhões) JBS Carne de Frango – Receita Líquida (US$ milhões) 1.900 3.700 1.850 3.500 1.800 3.300 1.750 3.100 2.900 1.700 2.700 1.650 2.500 1.600 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 JBS Carne Suína – Receita Líquida (US$ milhões) JBS Mercosul – Receita Líquida (R$ milhões) 850 3.600 800 3.500 750 3.400 700 3.300 3.200 650 3.100 600 3.000 550 2.900 500 2.800 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 Fonte: JBS 5
  • 6. Resultados do 1T11 ANÁLISE DOS RESULTADOS POR UNIDADE Carne Bovina JBS USA (incluindo Austrália) - 43% da receita líquida da JBS S.A. A receita líquida no trimestre foi de US$3.793,3 milhões, 34,1% superior em relação ao mesmo período do ano anterior, reflexo do aumento do volume vendido combinado com o aumento médio dos preços vendidos. Comparado ao 4T10, o aumento foi de 5,7% devido ao aumento dos preços médios de venda no mercado externo. O EBITDA foi US$269,7 milhões no período, um aumento de 58,2% e 38,5% sobre o 1T10 e 4T10, respectivamente. A margem EBITDA foi de 7,1% no 1T11, recorde para o período. O resultado do trimestre reflete o foco na produtividade e eficiência operacional implementado pelo management da Companhia ao longo dos últimos anos, além da diversificação das exportações através da conquista de novos mercados. Principais Destaques (US GAAP) US$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Cabeças abatidas (milhares) 2.003,1 2.047,3 -2,2% 1.880,0 6,5% Receita líquida 3.793,3 3.588,7 5,7% 2.827,7 34,1% EBITDA 269,7 194,8 38,5% 170,5 58,2% Margem EBITDA % 7,1% 5,4% 6,0% Abertura da Receita Líquida Mercado Doméstico 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita Líquida (milhões US$) 2.774,1 2.864,9 -3,2% 2.177,6 27,4% Volume (mil tons) 908,7 917,0 -0,9% 728,3 24,8% Preços Médios (US$/Kg) 3,05 3,12 -2,3% 2,99 2,1% Mercado Exportação 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita Líquida (milhões US$) 1.019,2 723,8 40,8% 650,1 56,8% Volume (mil tons) 280,8 295,5 -5,0% 219,0 28,2% Preços Médios (US$/Kg) 3,63 2,45 48,2% 2,97 22,3% 6
  • 7. Resultados do 1T11 Carne Suína JBS USA - 10% da receita líquida da JBS S.A. A receita líquida no trimestre foi de US$836,6 milhões, 29,5% superior ao 1T10, reflexo do aumento significativo das exportações e dos preços médios de venda em geral. Comparado ao 4T10, o aumento foi de 4,7%, devido ao aumento nos preços de venda no mercado externo. O EBITDA foi US$105,3 milhões no 1T11, um aumento de 201,7% comparado ao 1T10. A margem EBITDA foi de 12,6% no 1T11. Em relação ao 4T10, o aumento foi de 2,8%. O desempenho da unidade de suínos demostra a forte demanda no mercado internacional, somado a uma operação enxuta, com baixos custos de produção, e um mix ajustado de produtos com alto valor agregado com vistas a maximizar o desempenho. Principais Destaques (US GAAP) US$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Animais abatidos (milhares) 3.303,6 3.587,2 -7,9% 3.115,6 6,0% Receita líquida 836,6 799,4 4,7% 645,9 29,5% EBITDA 105,3 102,4 2,8% 34,9 201,7% Margem EBITDA % 12,6% 12,8% 5,4% Abertura da Receita Líquida Mercado Doméstico 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita Líquida (milhões US$) 683,2 695,2 -1,7% 553,6 23,4% Volume (mil tons) 321,0 348,0 -7,7% 318,8 0,7% Preços Médios (US$/Kg) 2,13 2,00 6,5% 1,74 22,6% Mercado Exportação 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita Líquida (milhões US$) 153,4 104,2 47,2% 92,2 66,4% Volume (mil tons) 71,5 64,4 11,0% 47,7 50,1% Preços Médios (US$/Kg) 2,15 1,62 32,6% 1,93 10,9% 7
  • 8. Resultados do 1T11 Carne de Frango JBS USA – (Pilgrim’s Pride Corporation – controlada pela JBS) 22% da receita líquida da JBS S.A. A receita líquida no trimestre foi de US$1.892,5 milhões, 15,2% superior em relação ao mesmo período do ano anterior, reflexo do aumento no volume vendido. Em relação ao 4T10, o aumento foi de 4,5%. O EBITDA foi US$ -55,2 milhões, comparado a US$59,5 milhões no 1T10. A piora no EBITDA reflete a alta nos preços dos grãos e o não acompanhamento dos preços dos produtos de frangos. Além disso, a alta do preço dos insumos ocasionou no aumento dos estoques de produtos acabados, os quais foram reduzidos no 1T11 e impactaram o resultado no período. O volume de vendas no segmento de foodservice manteve-se estável em relação ao trimestre anterior, enquanto as vendas no varejo e congelados para foodservice aumentaram. A melhora do mix de vendas oferece uma oportunidade para gerar uma rentabilidade sustentável ao longo do ano de 2011. Principais Destaques (US GAAP) US$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita líquida 1.892,5 1.811,3 4,5% 1.642,9 15,2% EBITDA (55,2) 124,8 - 59,5 - Margem EBITDA % -2,9% 6,9% 3,6% 8
  • 9. Resultados do 1T11 Unidade de Negócios JBS Mercosul - 25% da receita líquida da JBS S.A. A receita líquida da JBS Mercosul foi R$3.604,2 milhões no trimestre, 27,7% superior ao 1T10, reflexo do aumento nos preços de venda e do aumento das exportações. Em relação ao 4T10, o aumento foi de 7,2%, devido ao maior volume vendido no mercado externo. O EBITDA foi R$308,3 milhões no 1T11, um decréscimo de 15,0% sobre o mesmo trimestre do ano anterior, como consequência do aumento do custo da matéria prima no período. O EBITDA do período representa um aumento de 29,1% quando comparado ao 4T10. A margem EBITDA foi de 8,6%. Principais Destaques R$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Cabeças abatidas (milhares) 1.747,1 1.585,0 10,2% 1.722,4 1,4% Receita líquida 3.604,2 3.362,8 7,2% 2.822,7 27,7% EBITDA 308,3 238,8 29,1% 362,7 -15,0% Margem EBITDA % 8,6% 7,1% 12,8% Abertura da Receita Líquida Mercado Doméstico 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita Líquida (milhões R$) Carne In Natura 1.625,6 1.646,4 -1,3% 1.289,2 26,1% Industrializado 183,0 139,8 30,9% 117,8 55,4% Outros 448,5 434,4 3,2% 384,1 16,8% TOTAL 2.257,1 2.220,6 1,6% 1.791,1 26,0% Volume (mil tons) Carne In Natura 237,7 246,1 -3,4% 243,2 -2,2% Industrializado 32,9 38,7 -14,8% 38,4 -14,2% Outros 238,0 227,3 4,7% 228,6 4,1% TOTAL 508,7 512,0 -0,7% 510,2 -0,3% Preços Médios (R$/Kg) Carne In Natura 6,84 6,69 2,2% 5,30 29,0% Industrializado 5,56 3,62 53,7% 3,07 81,2% Outros 1,88 1,91 -1,4% 1,68 12,2% 9
  • 10. Resultados do 1T11 Unidade de Negócios JBS Mercosul - 25% da receita líquida da JBS S.A. Abertura da Receita Líquida Mercado Exportação 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita Líquida (milhões R$) Carne In Natura 872,7 703,5 24,1% 675,4 29,2% Industrializado 166,3 195,0 -14,7% 209,3 -20,6% Outros 308,1 243,7 26,4% 281,2 9,6% TOTAL 1.347,0 1.142,2 17,9% 1.165,9 15,5% Volume (mil tons) Carne In Natura 114,4 83,0 37,8% 98,8 15,8% Industrializado 17,8 18,1 -1,9% 31,7 -44,0% Outros 43,4 31,6 37,4% 28,8 50,6% TOTAL 175,6 132,7 32,3% 159,3 10,2% Preços Médios (R$/Kg) Carne In Natura 7,63 8,47 -10,0% 6,84 11,6% Industrializado 9,35 10,76 -13,1% 6,59 41,8% Outros 7,10 7,71 -8,0% 9,75 -27,2% 10
  • 11. Resultados do 1T11 TABELAS E GRÁFICOS ANEXOS Gráfico I - Distribuição das Exportações JBS Consolidado Outros 14,0% África e Oriente Médio 15,9% 1T11 Filipinas 1,3% México 14,4% Taiwan 2,5% China 4,0% US$ 2.450,3 milhões Canadá 4,4% Japão 13,1% U.E. 5,2% Hong Kong 6,8% Rússia 8,4% Coréia do Sul 10,1% Outros 13,4% México 15,0% 4T10 Vietnã 1,5% África e Oriente Médio 14,9% Taiwan 2,3% US$ 2.087,9 milhões China 3,5% Canadá 4,0% Rússia 12,5% Coréia do Sul 4,7% Hong Kong 6,8% U.E. 9,2% Japão 12,2% Fonte: JBS TABELA 1- Abertura do Custo de Produção por Unidade de Negócio 1T11 1T11 (%) Consolidado JBS Mercosul USA Bovinos USA Suínos USA Frango Matéria-prima 78,7% 85,8% 85,3% 82,5% 59,0% Processamento (incluindo 11,1% 8,3% 5,7% 6,5% 24,7% insumos e embalagens) Mão-de-obra 10,2% 5,9% 9,0% 11,0% 16,3% Fonte A JBS TABELA 2 - Abertura do Custo de Produção por Unidade de Negócio 4T10 4T10 (%) Consolidado JBS Mercosul USA Bovinos USA Suínos USA Frango Matéria-prima 78,3% 87,0% 85,1% 79,8% 55,6% Processamento (incluindo 10,5% 7,9% 6,0% 7,3% 25,4% insumos e embalagens) Mão-de-obra 11,2% 5,1% 8,9% 12,9% 19,1% Fonte A JBS 11
  • 12. Resultados do 1T11 ÍNDICES CONTATOS Matriz Avenida Marginal Direita do Tietê, 500 CEP: 05118-100 – São Paulo – SP Brasil Tel.: (55 11) 3144-4000 Fax: (55 11) 3144-4279 www.jbs.com.br Relações com Investidores Tel.: (55 11) 3144-4447 E-mail: ri@jbs.com.br www.jbs.com.br/ri 12
  • 13. Resultados do 1T11 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS – JBS S.A. JBS S.A. Balanços patrimoniais (Em milhares de reais) Controladora Consolidado 31.03.11 31.12.10 31.03.11 31.12.10 ATIVO CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 2,172,618 3,000,649 3,557,276 4,074,574 Contas a receber de clientes 1,622,891 1,672,729 3,969,279 4,036,104 Estoques 1,064,876 1,109,472 4,520,914 4,476,934 Ativos biológicos - - 420,186 417,028 Impostos a recuperar 1,165,464 1,088,310 1,595,519 1,515,013 Despesas antecipadas 18,739 13,844 133,249 107,825 Ativo disponível para venda - 504,002 - 504,002 Outros ativos circulantes 201,869 161,066 397,446 351,817 TOTAL DO CIRCULANTE 6,246,457 7,550,072 14,593,869 15,483,297 NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Créditos com empresas ligadas - - 260,653 332,679 Depósitos, cauções e outros 88,561 88,218 456,515 448,875 Impostos a recuperar 553,006 553,770 612,471 616,297 Total do Realizável a Longo Prazo 641,567 641,988 1,329,639 1,397,851 Investimentos em controladas 10,520,786 10,443,000 - - Imobilizado 7,608,170 7,598,963 14,520,433 14,624,201 Intangível 9,532,172 9,531,739 12,398,817 12,425,499 27,661,128 27,573,702 26,919,250 27,049,700 TOTAL DO NÃO CIRCULANTE 28,302,695 28,215,690 28,248,889 28,447,551 TOTAL DO ATIVO 34,549,152 35,765,762 42,842,758 43,930,848 13
  • 14. Resultados do 1T11 JBS S.A. Balanços patrimoniais (Em milhares de reais) Controladora Consolidado 31.03.11 31.12.10 31.03.11 31.12.10 PASSIVO CIRCULANTE Fornecedores 534,603 566,982 2,489,032 2,962,395 Empréstimos e financiamentos 3,870,767 4,342,593 4,585,704 4,966,198 Obrigações fiscais, trabalhistas e sociais 315,553 375,600 1,090,844 1,205,167 Débito com terceiros para investimentos 28,427 45,746 28,427 45,746 Outros passivos circulantes 452,902 509,482 276,593 332,208 TOTAL DO CIRCULANTE 5,202,252 5,840,403 8,470,600 9,511,714 NÃO CIRCULANTE Empréstimos e financiamentos 6,917,276 6,679,915 10,577,036 10,217,156 Debêntures conversíveis 3,462,212 3,462,212 3,462,212 3,462,212 Obrigações fiscais, trabalhistas e sociais - - 308,482 317,633 Débito com terceiros para investimentos 4,208 5,144 4,208 5,144 Imposto de renda e contribuição social diferidos 372,084 390,774 873,264 1,003,050 Provisão para contingências 138,110 136,002 324,058 321,660 Débitos com empresas ligadas 891,749 1,532,002 - - Outros passivos não circulantes 44,053 124,939 288,471 397,430 TOTAL DO NÃO CIRCULANTE 11,829,692 12,330,988 15,837,731 15,724,285 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital social 18,046,067 18,046,067 18,046,067 18,046,067 Transações de capital (9,947) (9,949) (9,947) (9,949) Reserva de capital 445,377 500,775 445,377 500,775 Reserva de reavaliação 105,362 106,814 105,362 106,814 Reservas de lucros 1,337,564 1,337,564 1,337,564 1,337,564 Ajustes de avaliação patrimonial (1,817) (1,719) (1,817) (1,719) Ajustes acumulados de conversão (2,553,818) (2,385,181) (2,553,818) (2,385,181) Lucros acumulados 148,420 - 148,420 - Atribuído à participação dos acionistas controladores 17,517,208 17,594,371 17,517,208 17,594,371 Participação dos acionistas não controladores - - 1,017,219 1,100,478 TOTAL DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO 17,517,208 17,594,371 18,534,427 18,694,849 TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 34,549,152 35,765,762 42,842,758 43,930,848 14
  • 15. Resultados do 1T11 JBS S.A. Demonstrações do resultado para os trimestres findos em 31 de março de 2011 e 2010 (Em milhares de reais) Controladora Consolidado 2011 2010 2011 2010 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 3,172,007 2,500,158 14,672,740 12,207,315 Custo dos produtos vendidos (2,493,902) (1,973,049) (12,984,313) (10,808,723) LUCRO BRUTO 678,105 527,109 1,688,427 1,398,592 (DESPESAS) RECEITAS OPERACIONAIS Administrativas e gerais (145,423) (60,963) (418,917) (323,860) Com vendas (298,505) (192,274) (737,451) (556,110) Resultado financeiro líquido (303,081) (358,996) (351,130) (369,844) Resultado de equivalência patrimonial 195,505 177,023 - - Outras receitas (despesas) 2,894 (5,855) (8,769) (67,569) (548,610) (441,065) (1,516,267) (1,317,383) RESULTADO ANTES DA PROVISÃO PARA IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL 129,495 86,044 172,160 81,209 Imposto de renda e contribuição social do período 748 737 (194,595) (59,063) Imposto de renda e contribuição social diferidos 16,725 332 112,360 29,645 17,473 1,069 (82,235) (29,418) LUCRO LÍQUIDO DAS OPERAÇÕES CONTINUADAS 146,968 87,113 89,925 51,791 Resultado das operações descontinuadas - 12,246 - 12,246 LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO 146,968 99,359 89,925 64,037 ATRIBUÍDO A: Participação dos acionistas controladores 146,968 99,359 Participação dos acionistas não controladores (57,043) (35,322) 89,925 64,037 Resultado básico por lote de mil ações no final do período- em reais 59.17 42.76 59.17 42.76 Demonstração da apuração do indicador EBITDA (lucro antes dos efeitos financeiros, imposto de renda, contribuição social, depreciação e amortização) Resultado antes da provisão para imposto de renda e contribuição social 129,495 86,044 172,160 81,209 Resultado financeiro líquido 303,081 358,996 351,130 369,844 Depreciação e amortização 97,270 74,445 311,161 308,088 Resultado de equivalência patrimonial (195,505) (177,023) - - Resultado das operações descontinuadas - - - 25,686 Ganho de compra vantajosa - - (3,400) - Reorganização e restruturação - 8,640 - 77,134 Indenização - - 4,879 - VALOR EBITDA 334,341 351,102 835,930 861,961 15
  • 16. Resultados do 1T11 JBS S.A. Demonstrações dos fluxos de caixa dos trimestres findos em 31 de março de 2011 e 2010 (Em milhares de reais) Controladora Consolidado 2011 2010 2011 2010 Fluxo de caixa das atividades operacionais Lucro líquido do período atribuído aos acionistas controladores 146,968 99,359 146,968 99,359 Ajustes para conciliar o resultado às disponibilidades geradas pelas atividades operacionais: . Depreciação e amortização 97,270 74,445 311,161 308,088 . Provisão para créditos de liquidação duvidosa 1,128 3,685 7,851 8,228 . Resultado de equivalência patrimonial (195,505) (177,023) - - . Resultado das operações descontinuadas - (12,246) - (12,246) . Lucro na venda de imobilizado (1,525) (3,864) (1,863) (4,720) . Imposto de renda e contribuição social diferidos (16,725) (332) (112,360) (29,645) . Encargos financeiros circulantes e não circulantes 86,527 503,931 164,524 326,722 . Provisão para contingências 2,108 - 2,692 (742) 120,246 487,955 518,973 695,044 Variações nos ativos e passivos Redução (aumento) em contas a receber 33,627 (164,829) 31,632 (106,338) Redução (aumento) nos estoques 44,596 (29,312) (105,371) (116,762) Aumento de impostos a recuperar (76,027) (40,995) (84,412) (71,800) Aumento em outros ativos circ. e não circulantes (46,039) (199,026) (90,819) (139,352) Redução (aumento) de créditos com empresas ligadas - - 68,268 (155) Redução (aumento) de ativos biológicos - - (10,642) (13,372) Aumento (redução) com fornecedores (33,372) (420,139) (430,175) (104,979) Redução em outros passivos circ. e não circulantes (217,471) (373,451) (264,225) (531,542) Aumento (redução) em débitos com empresas ligadas (87,495) 1,115,009 - - Recebimento pelo distrato Inalca JBS 504,002 - 504,002 - Redução na participação dos acionistas não controladores - - (57,043) (34,761) Ajustes de avaliação patrimonial e acumulados de conversão - - (72,655) 32,472 Caixa líquido gerado pelas (aplicado nas) atividades operacionais 242,067 375,212 7,533 (391,545) Fluxo de caixa das atividades de investimentos Adições no ativo imobilizado e intangível (104,355) (33,003) (315,305) (224,350) Adições nos investimentos em controladas (552,356) (2,825,911) - (1,536) Efeito líquido do capital de giro de empresa adquirida - - - (125,546) Caixa líquido aplicado nas atividades de investimentos (656,711) (2,858,914) (315,305) (351,432) Fluxo de caixa das atividades de financiamentos Empréstimos e financiamentos captados 1,381,281 1,428,781 2,727,498 5,656,060 Pagamentos de empréstimos e financiamentos (1,739,270) (1,896,484) (2,860,053) (7,001,546) Aquisição de ações de emissão própria (55,398) - (55,398) - Caixa líquido (aplicado nas) atividades de financiamentos (413,387) (467,703) (187,953) (1,345,486) Variação cambial sobre caixa e equivalentes - - (21,573) 12,940 Variação líquida no período (828,031) (2,951,405) (517,298) (2,075,523) Caixa e equivalentes de caixa no início do período 3,000,649 4,097,027 4,074,574 5,067,530 Caixa e equivalentes de caixa no final do período 2,172,618 1,145,622 3,557,276 2,992,007 16
  • 17. Resultados do 1T11 DISCLAIMER Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos futuros incluem informações sobre nossas intenções, crenças ou expectativas atuais, assim como aquelas dos membros do Conselho de Administração e Diretores da Companhia. As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobre resultados operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras "acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima" ou expressões semelhantes. As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos, incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultados futuros e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativa daqueles expressos ou sugeridos pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dos fatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da nossa capacidade de controle ou previsão. 17