SlideShare uma empresa Scribd logo
Relatório de Observação Ricardo Vieira
Clube Recreativo «O Grandolense»
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
6
5
4 4
2
1
0
1
2
3
4
5
6
7
22 Golos Marcados
Cajó Besugo Luisinho
Karadas Idy Fábio Santos
1530
1500
1440 1435
1330
1200
1250
1300
1350
1400
1450
1500
1550
Minutos em Jogo
Marco Neves João Monteiro
Marco Soares Karadas
Iddy
Onze Provável
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
1
2
3
4
5
6
7
8
9
1ª 2ª 3ª 4º 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª 10ª 11ª 12ª 13ª
Classificação
Grandolense Charneca
Comparação entre as duas equipas
Pts V E D GM GS DG
Charneca 22 6 4 3 23 16 +7
Grandolense 24 7 3 3 22 18 +4
Últimos 5 Jogos
Charneca Grandolense
Vasco da Gama ( F ) 0-0 Beira-Mar Almada ( C ) 1-0
U. Santiago ( C ) 1-2 Pescadores ( C ) 1-0
União Banheirense ( F ) 2-3 Vasco da Gama ( F ) 3-1
Moitense ( C ) 3-2 U. Santiago ( C ) 2-4
Sesimbra ( F ) 1-0 União Banheirense ( F ) 1-1
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
Onze Inicial
Transição Ofensiva
• Mudança de mentalidade rápida, assim que a bola é recuperada a
equipa procura logo dar largura ao jogo com os laterais e
extremos a “colar” nas linhas;
• Equipa ganha velocidade quando a bola entra nos dois laterais
subidos no terreno (ambos muitos fortes no 1x1 arriscam);
• GR procura rapidamente colocar nos laterais;
• Aparecem sempre pelo menos 3 jogadores na zona de finalização,
o avançado o extremo do lado contrário ao da bola e um médio
centro normalmente o do lado esquerdo (J. Monteiro) dando Idy a
cobertura.
Organização Ofensiva
• Equipa tenta sempre ser rápida a sair com bola no pé, é raro procurar bater longo na frente. Caso não consiga sair
tentar circular a bola pela defesa, caso esteja a mostrar-se complicado sair a jogar a equipa coloca num dos laterais
para que este arrisque para progredir no terreno, recorrendo muito ao uso de tabelinhas com os médios;
• Os 2 laterais dão muito largura ao jogo assim como os extremos que se colocam bem colados as linhas laterais,
procurando o jogo pelos corredores exteriores;
• O MD baixa para perto dos defesas centrais para assim dar linha de passe, embora o que realmente se nota aqui é que
o MD procura arrastar consigo a marcação do corredor central e lateral fazendo com que os adversários fechem mais
em corredor central dando assim o á vontade que a sua equipa precisa para sair a jogar pelos corredores;
• Caso a bola entre no lateral já em meio-campo ofensivo o extremo entra então em corredor central deixando assim o
corredor lateral vazio para progressão do colega e também uma linha de passe para que este possa tabelar com ele;
• Chegando ao ultimo terço a equipa procura ter sempre 3-4 jogadores dentro da área, para o cruzamento e um a
entrada da mesma para um passe atrasado.
Caracterização Geral:
Sistema 1-4-3-3. Equipa sempre muito aguerrida e muito forte fisicamente não esquecendo que uma das
suas principais armas é a velocidade que consegue colocar em jogo. Pressionam sempre e bem o portador da
bola tentado assim condicionar o jogo do adversário. Muito rápidos na transição ofensiva, um pouco lentos
na transição defensiva caso não consigo recuperar rapidamente a bola. Estatura geral média/alta.
Transição ofensiva – Diagonais 3 da frenteOrganização ofens. – Linhas de passe 1ª Fase
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
Organização Defensiva
• Equipa muito organizada a nível defensivo embora um pouco lenta a fazer as coberturas;
• O médio defensivo (Besugo) é quem trabalha entre a linha defensiva e a linha média, sendo ele o
patrão de toda a organização defensiva da equipa;
• Caso Besugo não esteja presente no jogo quem assume a tarefa é Idy que faz com q nível de
organização a equipa perca alguma qualidade mas aumenta em muito a agressividade da mesma;
• Equipa” prende” o portador da bola em triângulos formados por três jogadores em pressão
Transição Defensiva
• Laterais muito lentos a recuar no terreno;
• Apenas um dos médios interiores fecha rapidamente para assim cortar a jogada de perigo;
• Se o contra-ataque for feito rapidamente a oposição será apenas o dois centrais o lateral do
corredor contrário de onde se encontra a bola e o médio defensivo;
• O médio centro (Idy) que fecha rapidamente é muito alto sendo que bolas altas ele normalmente
recupera;
• Se for dado tempo a equipa irá fechar muito rapidamente todos os espaços;
• Tal como em outras equipas do campeonato, a equipa concentra-se muito no portador da bola
deixando o lado contrário quase vazio.
Esquemas táticos Ofensivos
• Cantos – 1 jogador em aproximação ao canto, 2 na entrada da área, 1 do lado contrário a atacar 2º
poste, 1 jogador 1º poste mais 1 na marca de penalty e outro a saltar com GR;
• Livre Laterais – 3 jogadores no limite da grande área para atacar zona de penalty, 1 jogador a fazer
movimento para corredor interior, outro a passar nas costas e aparecer junto á linha e um outro em
posição frontal á baliza;
• Bola de saída – Extremos daão muito largura e profundidade ao jogo e a bola é colocada (quase
sempre do lado direito) no extremo no ultimo terço.
Esquemas táticos Defensivos
• Cantos – 4 na linha da pequena área, 1 ao 1º
poste, 1 na marca de penalty, outro a entrada da
área e um outro perto do canto;
• Livre Lateral - 2 na barreira, 4 na linha de grande
área, 1 solto em marcação á zona.
Transição Defensiva – Espaço entre linhas
Organização defensiva – Cobertura do laterais
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
Bolas Paradas – Canto- Defensivo
Bolas Paradas – Canto- Ofensivo
Bolas Paradas – Livre Lateral- Defensivo
Bolas Paradas – Livre Lateral- Ofensivo
Bolas Paradas – Bola de Saida
Observações
Equipa favorece muito o lado direito do
ataque tentando sempre explorar a
velocidade tanto do extremo Cajó como do
lateral Júnior ambos muito rápidos.
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
Observações
• Equipa procura muito Cajó e Karadas no terreno de jogo;
• No meu ponto de vista uma das equipas mais rápidas
deste campeonato;
• Uma das armas deste Grandolense é fazer entrar Luisinho
(ex-Amora) perto do final de jogo para um ultimo esforço
aproveitando o facto de a equipa adversária já estar
cansada.
• Bola de jogo da equipa:
Pontos a explorar
• Lentidão do laterais na transição defensiva;
• Transição defensiva com algumas falhas;
• A falta de ajuda do sector ofensivo em questões defensivas da equipa;
• Fraca exibição do guarda-redes em bolas colocadas;
• João Monteiro, é um jogador que se reparar que não chega á bola nem dá luta;
Pontos Fortes
• Altura dos jogadores;
• Rapidez imposta nos corredores laterais;
• Capacidade de finalização de qualquer um dos jogadores no sector ofensivo;
• Capacidade de comunicação da equipa é muito boa.
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
João Carradinha:
O guarda-redes com mais presenças desta equipa, fazendo sempre boas exibições, ajudando a
equipa sempre com a sua voz de comando. Peca um pouco em bolas colocadas.
Chiquinho:
O velho que não envelhece. Lateral extremamente rápido nas transições ofensivas, pecando um
pouco nas transições defensivas devido ao facto de a sua resistência já não ser o que era.
Marco Soares
Defesa Central muito seguro, muito forte no 1x1 e no jogo aéreo, sendo que muitas vezes em
situações de bolas paradas sobe a área para tentar desviar a bola para dentro da baliza.
Marco Neves
O companheiro de Marco Soares, que tal como o seu colega é muito forte no 1x1 e jogo aéreo.
Central que está sempre atento a todos os aspetos do jogo e que comunica muito com a equipa.
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
Júnior
Uma autentica seta apontada na lateral da defesa, muito rápido e dotado de uma capacidade técnica
acima da média tornando-o assim muito forte no 1x1. Tal como o seu colega Chiquinho, muito rápido
ofensivamente e pecando (não tanto como Chiquinho) nas questões defensivas.
Besugo
O coração da equipa. Muito rápido a cumprir o seu papel de organizar toda a equipa
defensivamente. Muito comunicativo e dotado de um passe quase milimétrico. Forte no 1x1 e um
jogador muito aguerrido, não dando nenhum lance por perdido.
João Monteiro
O veterano da equipa, já com muito experiência acumulada, faz com que se torna-se um jogador
muito inteligente tanto em questões de jogo como em gestão do seu próprio esforço.
Iddy
A torre do meio-campo. Muito alto e forte fisicamente, mas não se deixem enganar pois também é
um jogador muito rápido. A palavra de ordem em inferioridade numérica é travar o adversário, seja
de que maneira for.
Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira
Luisinho
Para não quebrar a tradição é mais um dos jogadores no corredor lateral muito rápidos. Caso a sua
velocidade não possa ser usada, dá então uso a sua excelente capacidade técnica no 1x1. Um
jogador que se lhe for dado espaços vai fazer estragos.
João “Karadas” Jesus
O Artilheiro, muito forte nos aspetos físicos e de jogo aéreo juntando com a sua excelente
capacidade de finalização. Uma das grandes dores de cabeça das defesas adversárias. Sabendo
sempre desmarcar-se para aparecer sozinho na cara do golo.
Cajó
O génio. Rápido, bom tecnicamente, bom remate e sem dúvida alguma muito forte no 1x1. Gosta
muito de entrar em corredor central e rematar cruzado. Jogador que tem de ser muito bem marcado
caso contrário vai criar perigo. A qualquer momento pode tirar um “coelho da cartola”
Trn. António Gomes
O Sr. Presidente com o gosto pelo banco. 4ª época a frente da equipa, já com alguma experiência e
com um grande amor ao clube, pormenor que muitas vezes faz com que se exalte demais no banco e
seja indicado onde é a saída…

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern MuniqueModelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
Fundação Real Madrid
 
Relatorio sporting.
Relatorio sporting.Relatorio sporting.
Relatorio sporting.
Joao Filipe Machado
 
ObservaçãO Jogo Vsc X Rio Ave
ObservaçãO Jogo   Vsc X Rio AveObservaçãO Jogo   Vsc X Rio Ave
ObservaçãO Jogo Vsc X Rio Ave
Ricardo Miguel Silva
 
U. santiago
U. santiagoU. santiago
U. santiago
Ricardo Vieira
 
Relátório Observação SC Olhanense
Relátório Observação SC OlhanenseRelátório Observação SC Olhanense
Relátório Observação SC Olhanense
Pedro Tiago S. Ferreira Santarém
 
PSG
PSGPSG
Análise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga Europa
Análise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga EuropaAnálise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga Europa
Análise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga Europa
TacticZone
 
Racing Club Avellaneda
Racing Club AvellanedaRacing Club Avellaneda
Racing Club Avellaneda
Futebol Relatórios e Tácticas
 
RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016
RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016
RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016
Carlos Eduardo Arissa Vargas
 
SC Braga B - Apontamentos
SC Braga B -  Apontamentos SC Braga B -  Apontamentos
SC Braga B - Apontamentos
Bruno Fidalgo
 
Relatório de jogo Portugal x Holanda
Relatório de jogo Portugal x HolandaRelatório de jogo Portugal x Holanda
Relatório de jogo Portugal x Holanda
Roberto Braguim
 
Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...
Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...
Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...
Carlos Eduardo Arissa Vargas
 
Desportivo das Aves - Apontamentos
Desportivo das Aves - ApontamentosDesportivo das Aves - Apontamentos
Desportivo das Aves - Apontamentos
Bruno Fidalgo
 
Benfica B vs Cova da Piedade - Complemento
Benfica B vs Cova da Piedade -  Complemento Benfica B vs Cova da Piedade -  Complemento
Benfica B vs Cova da Piedade - Complemento
Bruno Fidalgo
 
Rio Ave
Rio AveRio Ave
Relatório observaçao
Relatório observaçaoRelatório observaçao
Relatório observaçao
António Seromenho
 
SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18
SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18
SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18
Bruno Fidalgo
 

Mais procurados (17)

Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern MuniqueModelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
 
Relatorio sporting.
Relatorio sporting.Relatorio sporting.
Relatorio sporting.
 
ObservaçãO Jogo Vsc X Rio Ave
ObservaçãO Jogo   Vsc X Rio AveObservaçãO Jogo   Vsc X Rio Ave
ObservaçãO Jogo Vsc X Rio Ave
 
U. santiago
U. santiagoU. santiago
U. santiago
 
Relátório Observação SC Olhanense
Relátório Observação SC OlhanenseRelátório Observação SC Olhanense
Relátório Observação SC Olhanense
 
PSG
PSGPSG
PSG
 
Análise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga Europa
Análise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga EuropaAnálise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga Europa
Análise ao Fenerbahçe - adversário do SL Benfica na meia final da Liga Europa
 
Racing Club Avellaneda
Racing Club AvellanedaRacing Club Avellaneda
Racing Club Avellaneda
 
RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016
RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016
RELATÓRIO DE ANÁLISE E OBSERVAÇÃO PRÉ JOGO DO SPFC SUB 20 - COPA SP 2016
 
SC Braga B - Apontamentos
SC Braga B -  Apontamentos SC Braga B -  Apontamentos
SC Braga B - Apontamentos
 
Relatório de jogo Portugal x Holanda
Relatório de jogo Portugal x HolandaRelatório de jogo Portugal x Holanda
Relatório de jogo Portugal x Holanda
 
Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...
Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...
Relatório de Observação e Análise de jogo - Figueirense 2 x 2 Palmeiras - Cop...
 
Desportivo das Aves - Apontamentos
Desportivo das Aves - ApontamentosDesportivo das Aves - Apontamentos
Desportivo das Aves - Apontamentos
 
Benfica B vs Cova da Piedade - Complemento
Benfica B vs Cova da Piedade -  Complemento Benfica B vs Cova da Piedade -  Complemento
Benfica B vs Cova da Piedade - Complemento
 
Rio Ave
Rio AveRio Ave
Rio Ave
 
Relatório observaçao
Relatório observaçaoRelatório observaçao
Relatório observaçao
 
SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18
SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18
SC Braga | Apontamentos Ofensivos | Pré - Temporada 17/18
 

Semelhante a Grandolense

Report SC Internacional - Brasileirão
Report SC Internacional - BrasileirãoReport SC Internacional - Brasileirão
Report SC Internacional - Brasileirão
João Araújo
 
Análise ao Cova da Piedade
Análise ao Cova da PiedadeAnálise ao Cova da Piedade
Análise ao Cova da Piedade
João Araújo
 
Olímpico taça
Olímpico taçaOlímpico taça
Olímpico taça
Ricardo Vieira
 
Relatório de Jogo do Cruzeiro
Relatório de Jogo do CruzeiroRelatório de Jogo do Cruzeiro
Relatório de Jogo do Cruzeiro
Andre Guerra
 
Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015
Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015
Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015
António Seromenho
 
Atletico Mineiro (julho 2015)
Atletico Mineiro (julho 2015)Atletico Mineiro (julho 2015)
Atletico Mineiro (julho 2015)
Andre Guerra
 
Jornadas tecnicas
Jornadas tecnicasJornadas tecnicas
Jornadas tecnicas
Rogerioserrador
 
Grijó relatório 2011.2012_v2.0
Grijó relatório 2011.2012_v2.0Grijó relatório 2011.2012_v2.0
Grijó relatório 2011.2012_v2.0
José Ribeiro
 
Relatório F.C. Porto com VideObserver
Relatório F.C. Porto com VideObserverRelatório F.C. Porto com VideObserver
Relatório F.C. Porto com VideObserver
Mauro Saraiva
 
Fluminense (julho 2015)
Fluminense (julho 2015)Fluminense (julho 2015)
Fluminense (julho 2015)
Andre Guerra
 
Espanha - Confed Cup (2013)
Espanha - Confed Cup (2013)Espanha - Confed Cup (2013)
Espanha - Confed Cup (2013)
Futebol Relatórios e Tácticas
 
Benfica x Sporting - Antevisão Derby
Benfica x Sporting - Antevisão DerbyBenfica x Sporting - Antevisão Derby
Benfica x Sporting - Antevisão Derby
Futebol Relatórios e Tácticas
 
Análise CATS VS SÃO BERNARDO
Análise CATS VS SÃO BERNARDO Análise CATS VS SÃO BERNARDO
Análise CATS VS SÃO BERNARDO
Yatan Cenciales
 
Futebol
Futebol Futebol
Sport CR vs SC Internacional
Sport CR vs SC InternacionalSport CR vs SC Internacional
Sport CR vs SC Internacional
Andre Guerra
 
A final espanhola
A final espanholaA final espanhola
A final espanhola
José Marques
 
Análise corinthians paulista 2017 - final
Análise corinthians   paulista 2017 - finalAnálise corinthians   paulista 2017 - final
Análise corinthians paulista 2017 - final
Yatan Cenciales
 
Sistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino Fundamental
Sistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino FundamentalSistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino Fundamental
Sistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino Fundamental
LeonardoDelgado74
 
Relatório Supertaça 2015-2016
Relatório Supertaça 2015-2016Relatório Supertaça 2015-2016
Relatório Supertaça 2015-2016
Valter Nascimento
 
GD Estoril-Praia
GD Estoril-PraiaGD Estoril-Praia

Semelhante a Grandolense (20)

Report SC Internacional - Brasileirão
Report SC Internacional - BrasileirãoReport SC Internacional - Brasileirão
Report SC Internacional - Brasileirão
 
Análise ao Cova da Piedade
Análise ao Cova da PiedadeAnálise ao Cova da Piedade
Análise ao Cova da Piedade
 
Olímpico taça
Olímpico taçaOlímpico taça
Olímpico taça
 
Relatório de Jogo do Cruzeiro
Relatório de Jogo do CruzeiroRelatório de Jogo do Cruzeiro
Relatório de Jogo do Cruzeiro
 
Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015
Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015
Juniores Portimonense Època Desportiva 2014/2015
 
Atletico Mineiro (julho 2015)
Atletico Mineiro (julho 2015)Atletico Mineiro (julho 2015)
Atletico Mineiro (julho 2015)
 
Jornadas tecnicas
Jornadas tecnicasJornadas tecnicas
Jornadas tecnicas
 
Grijó relatório 2011.2012_v2.0
Grijó relatório 2011.2012_v2.0Grijó relatório 2011.2012_v2.0
Grijó relatório 2011.2012_v2.0
 
Relatório F.C. Porto com VideObserver
Relatório F.C. Porto com VideObserverRelatório F.C. Porto com VideObserver
Relatório F.C. Porto com VideObserver
 
Fluminense (julho 2015)
Fluminense (julho 2015)Fluminense (julho 2015)
Fluminense (julho 2015)
 
Espanha - Confed Cup (2013)
Espanha - Confed Cup (2013)Espanha - Confed Cup (2013)
Espanha - Confed Cup (2013)
 
Benfica x Sporting - Antevisão Derby
Benfica x Sporting - Antevisão DerbyBenfica x Sporting - Antevisão Derby
Benfica x Sporting - Antevisão Derby
 
Análise CATS VS SÃO BERNARDO
Análise CATS VS SÃO BERNARDO Análise CATS VS SÃO BERNARDO
Análise CATS VS SÃO BERNARDO
 
Futebol
Futebol Futebol
Futebol
 
Sport CR vs SC Internacional
Sport CR vs SC InternacionalSport CR vs SC Internacional
Sport CR vs SC Internacional
 
A final espanhola
A final espanholaA final espanhola
A final espanhola
 
Análise corinthians paulista 2017 - final
Análise corinthians   paulista 2017 - finalAnálise corinthians   paulista 2017 - final
Análise corinthians paulista 2017 - final
 
Sistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino Fundamental
Sistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino FundamentalSistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino Fundamental
Sistema Defensivo 6:0 no Handebol - Ensino Fundamental
 
Relatório Supertaça 2015-2016
Relatório Supertaça 2015-2016Relatório Supertaça 2015-2016
Relatório Supertaça 2015-2016
 
GD Estoril-Praia
GD Estoril-PraiaGD Estoril-Praia
GD Estoril-Praia
 

Grandolense

  • 1. Relatório de Observação Ricardo Vieira Clube Recreativo «O Grandolense»
  • 2. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira 6 5 4 4 2 1 0 1 2 3 4 5 6 7 22 Golos Marcados Cajó Besugo Luisinho Karadas Idy Fábio Santos 1530 1500 1440 1435 1330 1200 1250 1300 1350 1400 1450 1500 1550 Minutos em Jogo Marco Neves João Monteiro Marco Soares Karadas Iddy Onze Provável
  • 3. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 1ª 2ª 3ª 4º 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª 10ª 11ª 12ª 13ª Classificação Grandolense Charneca Comparação entre as duas equipas Pts V E D GM GS DG Charneca 22 6 4 3 23 16 +7 Grandolense 24 7 3 3 22 18 +4 Últimos 5 Jogos Charneca Grandolense Vasco da Gama ( F ) 0-0 Beira-Mar Almada ( C ) 1-0 U. Santiago ( C ) 1-2 Pescadores ( C ) 1-0 União Banheirense ( F ) 2-3 Vasco da Gama ( F ) 3-1 Moitense ( C ) 3-2 U. Santiago ( C ) 2-4 Sesimbra ( F ) 1-0 União Banheirense ( F ) 1-1
  • 4. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira Onze Inicial Transição Ofensiva • Mudança de mentalidade rápida, assim que a bola é recuperada a equipa procura logo dar largura ao jogo com os laterais e extremos a “colar” nas linhas; • Equipa ganha velocidade quando a bola entra nos dois laterais subidos no terreno (ambos muitos fortes no 1x1 arriscam); • GR procura rapidamente colocar nos laterais; • Aparecem sempre pelo menos 3 jogadores na zona de finalização, o avançado o extremo do lado contrário ao da bola e um médio centro normalmente o do lado esquerdo (J. Monteiro) dando Idy a cobertura. Organização Ofensiva • Equipa tenta sempre ser rápida a sair com bola no pé, é raro procurar bater longo na frente. Caso não consiga sair tentar circular a bola pela defesa, caso esteja a mostrar-se complicado sair a jogar a equipa coloca num dos laterais para que este arrisque para progredir no terreno, recorrendo muito ao uso de tabelinhas com os médios; • Os 2 laterais dão muito largura ao jogo assim como os extremos que se colocam bem colados as linhas laterais, procurando o jogo pelos corredores exteriores; • O MD baixa para perto dos defesas centrais para assim dar linha de passe, embora o que realmente se nota aqui é que o MD procura arrastar consigo a marcação do corredor central e lateral fazendo com que os adversários fechem mais em corredor central dando assim o á vontade que a sua equipa precisa para sair a jogar pelos corredores; • Caso a bola entre no lateral já em meio-campo ofensivo o extremo entra então em corredor central deixando assim o corredor lateral vazio para progressão do colega e também uma linha de passe para que este possa tabelar com ele; • Chegando ao ultimo terço a equipa procura ter sempre 3-4 jogadores dentro da área, para o cruzamento e um a entrada da mesma para um passe atrasado. Caracterização Geral: Sistema 1-4-3-3. Equipa sempre muito aguerrida e muito forte fisicamente não esquecendo que uma das suas principais armas é a velocidade que consegue colocar em jogo. Pressionam sempre e bem o portador da bola tentado assim condicionar o jogo do adversário. Muito rápidos na transição ofensiva, um pouco lentos na transição defensiva caso não consigo recuperar rapidamente a bola. Estatura geral média/alta. Transição ofensiva – Diagonais 3 da frenteOrganização ofens. – Linhas de passe 1ª Fase
  • 5. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira Organização Defensiva • Equipa muito organizada a nível defensivo embora um pouco lenta a fazer as coberturas; • O médio defensivo (Besugo) é quem trabalha entre a linha defensiva e a linha média, sendo ele o patrão de toda a organização defensiva da equipa; • Caso Besugo não esteja presente no jogo quem assume a tarefa é Idy que faz com q nível de organização a equipa perca alguma qualidade mas aumenta em muito a agressividade da mesma; • Equipa” prende” o portador da bola em triângulos formados por três jogadores em pressão Transição Defensiva • Laterais muito lentos a recuar no terreno; • Apenas um dos médios interiores fecha rapidamente para assim cortar a jogada de perigo; • Se o contra-ataque for feito rapidamente a oposição será apenas o dois centrais o lateral do corredor contrário de onde se encontra a bola e o médio defensivo; • O médio centro (Idy) que fecha rapidamente é muito alto sendo que bolas altas ele normalmente recupera; • Se for dado tempo a equipa irá fechar muito rapidamente todos os espaços; • Tal como em outras equipas do campeonato, a equipa concentra-se muito no portador da bola deixando o lado contrário quase vazio. Esquemas táticos Ofensivos • Cantos – 1 jogador em aproximação ao canto, 2 na entrada da área, 1 do lado contrário a atacar 2º poste, 1 jogador 1º poste mais 1 na marca de penalty e outro a saltar com GR; • Livre Laterais – 3 jogadores no limite da grande área para atacar zona de penalty, 1 jogador a fazer movimento para corredor interior, outro a passar nas costas e aparecer junto á linha e um outro em posição frontal á baliza; • Bola de saída – Extremos daão muito largura e profundidade ao jogo e a bola é colocada (quase sempre do lado direito) no extremo no ultimo terço. Esquemas táticos Defensivos • Cantos – 4 na linha da pequena área, 1 ao 1º poste, 1 na marca de penalty, outro a entrada da área e um outro perto do canto; • Livre Lateral - 2 na barreira, 4 na linha de grande área, 1 solto em marcação á zona. Transição Defensiva – Espaço entre linhas Organização defensiva – Cobertura do laterais
  • 6. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira Bolas Paradas – Canto- Defensivo Bolas Paradas – Canto- Ofensivo Bolas Paradas – Livre Lateral- Defensivo Bolas Paradas – Livre Lateral- Ofensivo Bolas Paradas – Bola de Saida Observações Equipa favorece muito o lado direito do ataque tentando sempre explorar a velocidade tanto do extremo Cajó como do lateral Júnior ambos muito rápidos.
  • 7. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira Observações • Equipa procura muito Cajó e Karadas no terreno de jogo; • No meu ponto de vista uma das equipas mais rápidas deste campeonato; • Uma das armas deste Grandolense é fazer entrar Luisinho (ex-Amora) perto do final de jogo para um ultimo esforço aproveitando o facto de a equipa adversária já estar cansada. • Bola de jogo da equipa: Pontos a explorar • Lentidão do laterais na transição defensiva; • Transição defensiva com algumas falhas; • A falta de ajuda do sector ofensivo em questões defensivas da equipa; • Fraca exibição do guarda-redes em bolas colocadas; • João Monteiro, é um jogador que se reparar que não chega á bola nem dá luta; Pontos Fortes • Altura dos jogadores; • Rapidez imposta nos corredores laterais; • Capacidade de finalização de qualquer um dos jogadores no sector ofensivo; • Capacidade de comunicação da equipa é muito boa.
  • 8. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira João Carradinha: O guarda-redes com mais presenças desta equipa, fazendo sempre boas exibições, ajudando a equipa sempre com a sua voz de comando. Peca um pouco em bolas colocadas. Chiquinho: O velho que não envelhece. Lateral extremamente rápido nas transições ofensivas, pecando um pouco nas transições defensivas devido ao facto de a sua resistência já não ser o que era. Marco Soares Defesa Central muito seguro, muito forte no 1x1 e no jogo aéreo, sendo que muitas vezes em situações de bolas paradas sobe a área para tentar desviar a bola para dentro da baliza. Marco Neves O companheiro de Marco Soares, que tal como o seu colega é muito forte no 1x1 e jogo aéreo. Central que está sempre atento a todos os aspetos do jogo e que comunica muito com a equipa.
  • 9. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira Júnior Uma autentica seta apontada na lateral da defesa, muito rápido e dotado de uma capacidade técnica acima da média tornando-o assim muito forte no 1x1. Tal como o seu colega Chiquinho, muito rápido ofensivamente e pecando (não tanto como Chiquinho) nas questões defensivas. Besugo O coração da equipa. Muito rápido a cumprir o seu papel de organizar toda a equipa defensivamente. Muito comunicativo e dotado de um passe quase milimétrico. Forte no 1x1 e um jogador muito aguerrido, não dando nenhum lance por perdido. João Monteiro O veterano da equipa, já com muito experiência acumulada, faz com que se torna-se um jogador muito inteligente tanto em questões de jogo como em gestão do seu próprio esforço. Iddy A torre do meio-campo. Muito alto e forte fisicamente, mas não se deixem enganar pois também é um jogador muito rápido. A palavra de ordem em inferioridade numérica é travar o adversário, seja de que maneira for.
  • 10. Relatório de Observação Grandolense Ricardo Vieira Luisinho Para não quebrar a tradição é mais um dos jogadores no corredor lateral muito rápidos. Caso a sua velocidade não possa ser usada, dá então uso a sua excelente capacidade técnica no 1x1. Um jogador que se lhe for dado espaços vai fazer estragos. João “Karadas” Jesus O Artilheiro, muito forte nos aspetos físicos e de jogo aéreo juntando com a sua excelente capacidade de finalização. Uma das grandes dores de cabeça das defesas adversárias. Sabendo sempre desmarcar-se para aparecer sozinho na cara do golo. Cajó O génio. Rápido, bom tecnicamente, bom remate e sem dúvida alguma muito forte no 1x1. Gosta muito de entrar em corredor central e rematar cruzado. Jogador que tem de ser muito bem marcado caso contrário vai criar perigo. A qualquer momento pode tirar um “coelho da cartola” Trn. António Gomes O Sr. Presidente com o gosto pelo banco. 4ª época a frente da equipa, já com alguma experiência e com um grande amor ao clube, pormenor que muitas vezes faz com que se exalte demais no banco e seja indicado onde é a saída…