SlideShare uma empresa Scribd logo
Fractais
 
Fractais são formas que se caracterizam por repetir um determinado padrão com ligeiras e constantes variações.
 
Podem ser identificados na natureza, na forma dos brócolis,  em árvores, mariscos, e em qualquer estrutura cujas ramificações sejam variações de uma mesma forma básica .
 
Em conseqüência da auto-similaridade, quando vistas através de uma lente de aumento, as diferentes partes de um  fractal se mostram similares à forma  como um todo.
 
Estas estruturas de grande complexidade e beleza infinita são ligadas às formas da natureza, ao desenvolvimento da vida e à própria compreensão do universo.
 
Cada universo fractal se reproduz com a semelhança do todo.
 
E, sem explicação conhecida, iniciam-se diferenciações, criando-se novas formas.
 
Vivemos num mundo em que a ciência revela novos mistérios a cada dia, e para cada descoberta descortinam-se novos e inesperados horizontes, gerando mais e mais interrogações.
 
As formas estranhas e caóticas dos fractais descrevem fenômenos naturais como os sismos, o desenvolvimento das árvores, a forma de algumas raízes, a linha da costa marítima,  as nuvens ...
 
A beleza das imagens... a complexidade, o caos...
 
São imagens abstratas que possuem o caráter de  onipresença , por terem as características do todo infinitamente multiplicadas dentro de cada parte. Ou seja: cada partícula possui dentro de si a totalidade, o Universo.
 
.
 
 

Mais conteúdo relacionado

Mais de jandira feijó

10 street art banksy
10 street art banksy10 street art banksy
10 street art banksy
jandira feijó
 
09 street art banksy
09 street art banksy09 street art banksy
09 street art banksy
jandira feijó
 
08 street art banksy
08 street art banksy08 street art banksy
08 street art banksy
jandira feijó
 
07 street art banksy
07 street art banksy07 street art banksy
07 street art banksy
jandira feijó
 
06 street art banksy
06 street art banksy06 street art banksy
06 street art banksy
jandira feijó
 
05 street art banksy
05 street art banksy05 street art banksy
05 street art banksy
jandira feijó
 
04 street art banksy
04 street art banksy04 street art banksy
04 street art banksy
jandira feijó
 
03 street art banksy
03 street art banksy03 street art banksy
03 street art banksy
jandira feijó
 
02 street art banksy
02 street art banksy02 street art banksy
02 street art banksy
jandira feijó
 
01 street art banksy
01 street art banksy01 street art banksy
01 street art banksy
jandira feijó
 
Jardim compartilhado
Jardim compartilhadoJardim compartilhado
Jardim compartilhado
jandira feijó
 
Ilusões de Ótica
Ilusões de ÓticaIlusões de Ótica
Ilusões de Ótica
jandira feijó
 
Catálogo da Biblioteca de Redes
Catálogo da Biblioteca de RedesCatálogo da Biblioteca de Redes
Catálogo da Biblioteca de Redes
jandira feijó
 
7 idéias de bogotá para cidades gaúchas
7 idéias de bogotá para cidades gaúchas7 idéias de bogotá para cidades gaúchas
7 idéias de bogotá para cidades gaúchas
jandira feijó
 
Cultura ciudadana y gobierno urbano
Cultura ciudadana y gobierno urbanoCultura ciudadana y gobierno urbano
Cultura ciudadana y gobierno urbano
jandira feijó
 
Relacao de socios_diretores_entidades
Relacao de socios_diretores_entidadesRelacao de socios_diretores_entidades
Relacao de socios_diretores_entidades
jandira feijó
 
Governança Solidária Local, mais um exemplo
Governança Solidária Local, mais um exemploGovernança Solidária Local, mais um exemplo
Governança Solidária Local, mais um exemplo
jandira feijó
 
Jornal do comercio
Jornal do comercioJornal do comercio
Jornal do comercio
jandira feijó
 
Linda cidade
Linda cidadeLinda cidade
Linda cidade
jandira feijó
 
Espanha à noite
Espanha à noiteEspanha à noite
Espanha à noite
jandira feijó
 

Mais de jandira feijó (20)

10 street art banksy
10 street art banksy10 street art banksy
10 street art banksy
 
09 street art banksy
09 street art banksy09 street art banksy
09 street art banksy
 
08 street art banksy
08 street art banksy08 street art banksy
08 street art banksy
 
07 street art banksy
07 street art banksy07 street art banksy
07 street art banksy
 
06 street art banksy
06 street art banksy06 street art banksy
06 street art banksy
 
05 street art banksy
05 street art banksy05 street art banksy
05 street art banksy
 
04 street art banksy
04 street art banksy04 street art banksy
04 street art banksy
 
03 street art banksy
03 street art banksy03 street art banksy
03 street art banksy
 
02 street art banksy
02 street art banksy02 street art banksy
02 street art banksy
 
01 street art banksy
01 street art banksy01 street art banksy
01 street art banksy
 
Jardim compartilhado
Jardim compartilhadoJardim compartilhado
Jardim compartilhado
 
Ilusões de Ótica
Ilusões de ÓticaIlusões de Ótica
Ilusões de Ótica
 
Catálogo da Biblioteca de Redes
Catálogo da Biblioteca de RedesCatálogo da Biblioteca de Redes
Catálogo da Biblioteca de Redes
 
7 idéias de bogotá para cidades gaúchas
7 idéias de bogotá para cidades gaúchas7 idéias de bogotá para cidades gaúchas
7 idéias de bogotá para cidades gaúchas
 
Cultura ciudadana y gobierno urbano
Cultura ciudadana y gobierno urbanoCultura ciudadana y gobierno urbano
Cultura ciudadana y gobierno urbano
 
Relacao de socios_diretores_entidades
Relacao de socios_diretores_entidadesRelacao de socios_diretores_entidades
Relacao de socios_diretores_entidades
 
Governança Solidária Local, mais um exemplo
Governança Solidária Local, mais um exemploGovernança Solidária Local, mais um exemplo
Governança Solidária Local, mais um exemplo
 
Jornal do comercio
Jornal do comercioJornal do comercio
Jornal do comercio
 
Linda cidade
Linda cidadeLinda cidade
Linda cidade
 
Espanha à noite
Espanha à noiteEspanha à noite
Espanha à noite
 

Último

PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 

fractais

  • 2.  
  • 3. Fractais são formas que se caracterizam por repetir um determinado padrão com ligeiras e constantes variações.
  • 4.  
  • 5. Podem ser identificados na natureza, na forma dos brócolis, em árvores, mariscos, e em qualquer estrutura cujas ramificações sejam variações de uma mesma forma básica .
  • 6.  
  • 7. Em conseqüência da auto-similaridade, quando vistas através de uma lente de aumento, as diferentes partes de um fractal se mostram similares à forma como um todo.
  • 8.  
  • 9. Estas estruturas de grande complexidade e beleza infinita são ligadas às formas da natureza, ao desenvolvimento da vida e à própria compreensão do universo.
  • 10.  
  • 11. Cada universo fractal se reproduz com a semelhança do todo.
  • 12.  
  • 13. E, sem explicação conhecida, iniciam-se diferenciações, criando-se novas formas.
  • 14.  
  • 15. Vivemos num mundo em que a ciência revela novos mistérios a cada dia, e para cada descoberta descortinam-se novos e inesperados horizontes, gerando mais e mais interrogações.
  • 16.  
  • 17. As formas estranhas e caóticas dos fractais descrevem fenômenos naturais como os sismos, o desenvolvimento das árvores, a forma de algumas raízes, a linha da costa marítima, as nuvens ...
  • 18.  
  • 19. A beleza das imagens... a complexidade, o caos...
  • 20.  
  • 21. São imagens abstratas que possuem o caráter de onipresença , por terem as características do todo infinitamente multiplicadas dentro de cada parte. Ou seja: cada partícula possui dentro de si a totalidade, o Universo.
  • 22.  
  • 23. .
  • 24.  
  • 25.