SlideShare uma empresa Scribd logo

Publicação de artigos científicos em revistas indexadas

1 de 33
Baixar para ler offline
Angela P. Farias Mengatto
Bibliotecária - Especialista em Gestão de Pessoas
    Universidade Federal do Paraná (UFPR)
             angelamen@ufpr.br
   A grande demanda da produção científica
    nacional e estrangeira, em especial a
    publicação     periódica    solicita   uma
    padronização estética de sua estrutura, de
    acordo com as normas (nacionais e
    internacionais) adotadas nos meios de
    publicação. Após essa adoção, é necessário
    pensar como a produção será publicada,
    disseminada, armazenada, recuperada e
    acessada. Daí a importância de publicar em
    revistas que sejam indexadas em bases de
    dados.
produto                                   valor
       (trabalho científico)


                                      MERCADO
                                      EDITORIAL

                                      publicação

                                      qual revista?

                                      qual base de
                                        dados?



       valor                      publicação revista           LUCRO
(trabalho científico)              base de dados




       visibilidade
       notoriedade intelectual
       relevância para a ciência
       estimula a geração de conhecimento
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
   PERIÓDICO CIENTÍFICO: publicação editada em
    fascículos ou partes, em intervalos pré-
    determinados (periodicidade), com a colaboração
    de diversas pessoas sob uma direção previamente
    constituída. Pode tratar de vários assuntos em uma
    ou mais áreas do conhecimento, pode ser impresso
    ou online. (UFPR, 2007)

   ARTIGO CIENTÍFICO: trabalho escrito por um ou
    mais autores com a finalidade de divulgar estudos
    e resultados de pesquisas. Formam a seção
    principal em revistas especializadas e devem
    seguir as normas editorais das revistas. (UFPR,
    2007).
   BASE DE DADOS – O que é?

    “é uma coleção geral e integrada de dados junto
    com a descrição deles, gerenciada de forma a
    atender a diferentes necessidades de usuários".
    ROWLEY (2002).

    As bases de dados são mantidas e gerenciadas por
    instituições              privadas               ou
    governamentais,      responsáveis        por inserir
    programas          que          permitam           a
    geração, operação, alimentação, armazenação, divu
    lgação, disseminação e principalmente a
    recuperação da informação. (Rowley 2002)
Anúncio

Recomendados

Comunicação e divulgação científica: perspectivas e desafios
Comunicação e divulgação científica: perspectivas e desafiosComunicação e divulgação científica: perspectivas e desafios
Comunicação e divulgação científica: perspectivas e desafiosRoberto Lopes
 
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptxSLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptxEliane Gomes
 
Aula 2 definição tema e problema
Aula 2 definição tema e problemaAula 2 definição tema e problema
Aula 2 definição tema e problemabioalvarenga
 
Slide pesquisa em educação
Slide pesquisa em educaçãoSlide pesquisa em educação
Slide pesquisa em educaçãoJocyleia Santana
 
JCR: o que é e como consultar?
JCR: o que é e como consultar?JCR: o que é e como consultar?
JCR: o que é e como consultar?Biblioteca EEUSP
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científicoComo elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científicogepaunipampa
 
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Nicolau Chaud
 
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009Flavio Oliveira Alencar
 
Pesquisa cientifica i projeto de atuação
Pesquisa cientifica i projeto de atuaçãoPesquisa cientifica i projeto de atuação
Pesquisa cientifica i projeto de atuaçãoMara Salvucci
 
A escrita científica nov11
A escrita científica nov11A escrita científica nov11
A escrita científica nov11Marisa Paço
 
Como formular um problema de pesquisa
Como formular um problema de pesquisaComo formular um problema de pesquisa
Como formular um problema de pesquisaLaércio Góes
 
Modelo formatação artigo científico
Modelo formatação artigo científicoModelo formatação artigo científico
Modelo formatação artigo científicoMarcos Azevedo
 
AnáLise Do ConteúDo Slides
AnáLise Do ConteúDo SlidesAnáLise Do ConteúDo Slides
AnáLise Do ConteúDo Slidesguestc028f7
 
20 métodos e técnicas de pesquisa
20 métodos e técnicas de pesquisa20 métodos e técnicas de pesquisa
20 métodos e técnicas de pesquisaJoao Balbi
 
Fontes de inovacao
Fontes de inovacaoFontes de inovacao
Fontes de inovacaoMarcel Gois
 
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e ElaboraçãoArtigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e ElaboraçãoCarlos Fernando Jung
 
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiaAula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiabioalvarenga
 
Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Fernanda Câmara
 
Metodologia científica introdução e conceitos gerais
Metodologia científica introdução e conceitos geraisMetodologia científica introdução e conceitos gerais
Metodologia científica introdução e conceitos geraisJuliana Sarieddine
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccAlan
 

Mais procurados (20)

Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
 
Como elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científicoComo elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científico
 
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
Metodologia - Aula 1 (A pesquisa científica)
 
Métodos e técnicas de Pesquisa
Métodos e técnicas de PesquisaMétodos e técnicas de Pesquisa
Métodos e técnicas de Pesquisa
 
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
 
Pesquisa cientifica i projeto de atuação
Pesquisa cientifica i projeto de atuaçãoPesquisa cientifica i projeto de atuação
Pesquisa cientifica i projeto de atuação
 
Metodos e tecnicas de pesquisa
Metodos e tecnicas de pesquisaMetodos e tecnicas de pesquisa
Metodos e tecnicas de pesquisa
 
A escrita científica nov11
A escrita científica nov11A escrita científica nov11
A escrita científica nov11
 
Como formular um problema de pesquisa
Como formular um problema de pesquisaComo formular um problema de pesquisa
Como formular um problema de pesquisa
 
Modelo formatação artigo científico
Modelo formatação artigo científicoModelo formatação artigo científico
Modelo formatação artigo científico
 
AnáLise Do ConteúDo Slides
AnáLise Do ConteúDo SlidesAnáLise Do ConteúDo Slides
AnáLise Do ConteúDo Slides
 
Metodologia Científica - Aula 1
Metodologia Científica - Aula 1Metodologia Científica - Aula 1
Metodologia Científica - Aula 1
 
20 métodos e técnicas de pesquisa
20 métodos e técnicas de pesquisa20 métodos e técnicas de pesquisa
20 métodos e técnicas de pesquisa
 
Fontes de inovacao
Fontes de inovacaoFontes de inovacao
Fontes de inovacao
 
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e ElaboraçãoArtigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
 
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologiaAula 3 revisão de literatura e metodologia
Aula 3 revisão de literatura e metodologia
 
Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)
 
Metodologia científica introdução e conceitos gerais
Metodologia científica introdução e conceitos geraisMetodologia científica introdução e conceitos gerais
Metodologia científica introdução e conceitos gerais
 
Aula fontes de informação
Aula  fontes de informaçãoAula  fontes de informação
Aula fontes de informação
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tcc
 

Semelhante a Publicação de artigos científicos em revistas indexadas

Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013
Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013
Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013Edilson Damasio
 
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadoresXII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadoresCarla Ferreira
 
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricosFunções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricosLeticia Strehl
 
#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015
#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015
#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015Carlos Lopes
 
Avaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidadeAvaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidadeSusana Lopes
 
Aula 2 ic e artigos sem vídeo-1 - cópia
Aula 2   ic e artigos sem vídeo-1 - cópiaAula 2   ic e artigos sem vídeo-1 - cópia
Aula 2 ic e artigos sem vídeo-1 - cópiaaula123456
 
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...Paola Santos
 
Gestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalização
Gestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalizaçãoGestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalização
Gestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalizaçãoPortal de Periódicos UFSC
 
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol..."Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...Suelybcs .
 
Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013
Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013
Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013Edilson Damasio
 
Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...
Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...
Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...Roberto Lopes
 
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-TardelliEstadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-TardelliLatindex
 
Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...
Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...
Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...Essevalter de Sousa
 
A biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigaçãoA biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigaçãoSusana Lopes
 

Semelhante a Publicação de artigos científicos em revistas indexadas (20)

Critérios para indexação em bases de dados
Critérios para indexação em bases de dadosCritérios para indexação em bases de dados
Critérios para indexação em bases de dados
 
Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013
Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013
Critérios de Qualidade de Revista Científicas 2013
 
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadoresXII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
XII Curso Open Journal Systems - Introdução a indexadores
 
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricosFunções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos
 
#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015
#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015
#2# wos workshop de doutoramento__27 e 28 novembro 2015
 
Avaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidadeAvaliação da produção científica e visibilidade
Avaliação da produção científica e visibilidade
 
Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...
Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...
Fontes de informação na produção cientifica - Prof. Ma. Diana Vilas Boas Sout...
 
Scopus Web of Science 2017
Scopus Web of Science 2017Scopus Web of Science 2017
Scopus Web of Science 2017
 
Aula 2 ic e artigos sem vídeo-1 - cópia
Aula 2   ic e artigos sem vídeo-1 - cópiaAula 2   ic e artigos sem vídeo-1 - cópia
Aula 2 ic e artigos sem vídeo-1 - cópia
 
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos:  primeira abord...
Escolha de periódicos para publicação de artigos científicos: primeira abord...
 
Gestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalização
Gestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalizaçãoGestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalização
Gestão Editorial: qualidade do periódico com foco na internacionalização
 
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol..."Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
"Fontes de indexação para periódicos científicos", Palestra de Gildenir Carol...
 
Recursos de apoio à investigação (UAlg)
Recursos de apoio à investigação (UAlg)Recursos de apoio à investigação (UAlg)
Recursos de apoio à investigação (UAlg)
 
Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013
Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013
Papel bibliotecarios Portal Periodicos 2013
 
Selecção fontes_inf2011
Selecção fontes_inf2011Selecção fontes_inf2011
Selecção fontes_inf2011
 
Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...
Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...
Fator de Impacto e índice H : o antes e o agora da medição da produtividade c...
 
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-TardelliEstadísticas de uso e impacto-Tardelli
Estadísticas de uso e impacto-Tardelli
 
Direito autoral e qualidade das publicações
Direito autoral e qualidade das publicaçõesDireito autoral e qualidade das publicações
Direito autoral e qualidade das publicações
 
Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...
Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...
Oficina Gratuita de Pesquisa Bibliográfica - Curso Prática de revisão bibliog...
 
A biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigaçãoA biblioteca no apoio à investigação
A biblioteca no apoio à investigação
 

Último

1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 

Publicação de artigos científicos em revistas indexadas

  • 1. Angela P. Farias Mengatto Bibliotecária - Especialista em Gestão de Pessoas Universidade Federal do Paraná (UFPR) angelamen@ufpr.br
  • 2. A grande demanda da produção científica nacional e estrangeira, em especial a publicação periódica solicita uma padronização estética de sua estrutura, de acordo com as normas (nacionais e internacionais) adotadas nos meios de publicação. Após essa adoção, é necessário pensar como a produção será publicada, disseminada, armazenada, recuperada e acessada. Daí a importância de publicar em revistas que sejam indexadas em bases de dados.
  • 3. produto valor (trabalho científico) MERCADO EDITORIAL publicação qual revista? qual base de dados? valor publicação revista LUCRO (trabalho científico) base de dados visibilidade notoriedade intelectual relevância para a ciência estimula a geração de conhecimento
  • 5. PERIÓDICO CIENTÍFICO: publicação editada em fascículos ou partes, em intervalos pré- determinados (periodicidade), com a colaboração de diversas pessoas sob uma direção previamente constituída. Pode tratar de vários assuntos em uma ou mais áreas do conhecimento, pode ser impresso ou online. (UFPR, 2007)  ARTIGO CIENTÍFICO: trabalho escrito por um ou mais autores com a finalidade de divulgar estudos e resultados de pesquisas. Formam a seção principal em revistas especializadas e devem seguir as normas editorais das revistas. (UFPR, 2007).
  • 6. BASE DE DADOS – O que é? “é uma coleção geral e integrada de dados junto com a descrição deles, gerenciada de forma a atender a diferentes necessidades de usuários". ROWLEY (2002). As bases de dados são mantidas e gerenciadas por instituições privadas ou governamentais, responsáveis por inserir programas que permitam a geração, operação, alimentação, armazenação, divu lgação, disseminação e principalmente a recuperação da informação. (Rowley 2002)
  • 7. OBJETIVOS DAS BASES DE DADOS  controle bibliográfico: registro da produção científica de uma determinada área do conhecimento: livros, revistas, teses, relatórios, projetos e documentos governamentais;  disseminação de documentos de uma determinada área do conhecimento, principalmente publicações científicas, selecionadas com critérios específicos;  indicadores estatísticos e bibliométricos: contribuir para a análise da produção científica, gerando indicadores a partir dos registros da base. Como Fator de Impacto e Índice h. (CASTRO, 2005).
  • 8. Bases de dados  Como são organizadas: utilizam-se de modelos, procedimentos e técnicas normativas adotados na área da Biblioteconomia e da Ciência da Informação.  Profissionais habilitados para essa atividade: bibliotecários, gestores da informação, analista de sistemas, técnicos e profissionais específicos da área. Para que o documento seja incluído na base de dados é necessário fazer a indexação do documento.
  • 9. O QUE É INDEXAÇÃO? Indexação é o processo pelo qual é descrito o conteúdo temático de um documento mediante a atribuição de descritores de assunto ou palavras chaves, após sua leitura técnica e análise. Em resumo, a indexação visa recuperar, selecionar e descrever as informações contidas nos documentos.  Descritores: são termos extraídos de vocabulários controlados que expressam conceitos de uma ou várias áreas do conhecimento ou de atividade.  Palavras-chave: são termos ou palavras representativas do assunto do documento.  Os descritores e palavras-chaves permitem que se faça uma busca por: - assunto, tema ou palavra específica; - assim também como os outros elementos do documento (autor, título, data, instituição, etc...).
  • 10. Exemplo:
  • 11. O Editor da publicação (periódico) envia um pedido formal contendo as informações gerais e específicas da revista e dos fascículos definidos para avaliação, juntamente com os 3 últimos números publicados.  Algumas áreas possuem bases de dados especializadas em indexação, onde o editor da publicação pode entrar em contato com os seus produtores, para saber se a sua publicação pode ser aceita para fazer parte da sua base através da indexação.
  • 12. qualidade dos artigos publicados;  tipo de artigos a serem publicados (originais, revisão, estudo de caso, anais, e outros);  ter mérito científico;  corpo editorial (comitê e consultores editoriais, profissionais reconhecidos na área);  importância do tema para a revista;  endogênia (concentração geográfica e institucional dos autores publicados e do comitê editorial);  política editorial da revista;  reconhecimento pelos pares (pesquisdores da área);  língua;  periodicidade;  normalização (nacional ou internacional);  instruções aos autores claras e adequadas;  ISSN (Número Padrão internacional para Publicação Seriada);  apresentação (formato);  divulgação (impresso ou online).
  • 13. Multidisciplinares ou gerais (várias áreas) do conhecimento. Ex. Scielo, Web of Science, Scopus, Science Direct.  Especializadas: área específica. Ex. Lilacs, Medline, Engineering Village (EI), IEEE.
  • 14. Nacionais: país ou região. Ex. Scielo - (Brasil e America latina e Caribe)  Internacionais: vários países. Ex. Scopus, Wef of Science, Science Direct.
  • 15. Referênciais: contém apenas a referência do documento (autor, título, título do periódico, volume, numero, paginação, data de publicação, dados do autor e resumo. Ex.: MEDLINE - EMBASE (Excerpta Medica) - BIOSIS (Biological Abstracts) – ERIC (Education Resources Information Center) – Sociological Abstracts – PsycINFO – FSTA (Food Science & Technology Abstracts) – IPA (International Pharmaceutical Abstracts) – LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde).  Textuais: apresentam todos os dados de identificação do documento e disponibilizam o texto completo. Ex.: Scielo - Scopus - Science Direct - Springer - Ovid - Elsevier - Web of Science.
  • 16. Como fazer: Pesquisar em indicadores bibliométricos ou diretórios (nacionais e estrangeiros) que avaliam, organizam e divulgam títulos de periódicos significativos, (com fator de impacto) de acordo com critérios previamente estabelecidos.  Para quem é útil: autores e pesquisadores para decidir onde publicar ou saber quais os títulos de referência na sua área de investigação.
  • 17. Internacional: - JCR Journal Citation Reports.  Nacional: - Webqualis ou lista Qualis - Scielo
  • 18. Instituição responsável: Thomson Reuters - Institute for Scientific Information (Estados Unidos). Base de dados que indica o fator de impacto (FI) de publicações periódicas científicas nas áreas de ciência, tecnologia e ciências sociais. Atualização anual. - Avalia revistas de 3.300 editores de 60 países; - Cobertura de 200 disciplinas; - Acesso à estatística de citações desde 2001 até o presente.  Principais possibilidades de pesquisa no JCR: - Identificar os periódicos especializados de maior impacto; - Identificar os periódicos especializados mais citados; - Identificar os periódicos especializados de maior destaque - Analisar autocitações; - Calcular o fator de impacto de uma publicação por cinco anos.
  • 22. Webqualis = lista Qualis. Instituição responsável: Capes. Qualis é o conjunto de procedimentos utilizados pela Capes para estratificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação. O Qualis afere a qualidade dos artigos e de outros tipos de produção, a partir da análise da qualidade dos veículos de divulgação, ou seja, periódicos científicos (SANTOS, 2010). Acesso: site da Capes (http://qualis.capes.gov.br/webqualis/) A classificação de periódicos é realizada pelas áreas de avaliação e passa por processo anual de atualização. Indicativos da qualidade: - A1, o mais elevado; - A2; B1; B2; B3; B4; B5; - C - com peso zero
  • 25. Base de dados de publicação de periódicos eletrônicos na Internet, com ênfase na produção dos países ibero-americanos. http://www.scielo.org  A base oferece: - Conjunto de políticas, normas, diretrizes, procedimentos, e ferramentas para a execução das funções de um periódico, como avaliação e seleção; - Preparação, armazenamento, publicação, conserva ção, controle de uso; - Fator de impacto das revistas científicas disponibilizadas nos Sites Scielo.
  • 31. Vantagens dos artigos serem indexados em bases de dados:  a) Amplitude, facilidade e rapidez de acesso á informação armazenada eletronicamente em qualquer lugar on-line, via internet ou CD-ROM;  b) Permite a truncagem (combinação) de diversos pontos de acesso durante a busca;  c) Permite descobrir dados que seriam impossíveis ou muito difícil conseguir em fontes impressas devido a impossibilidade da busca por palavras, no texto completo;  d) Informações recentes e atualizadas, algumas bases de dados atualizam seus dados diariamente;  e) Maior poder de recuperação de informações em busca informatizada, pois há a possibilidade de simultaneidade no uso de várias bases ao mesmo tempo;
  • 32. f) Flexibilidade, facilidade, rapidez na formulação de buscas e na obtenção de respostas;  g) Permite o uso de operadores booleanos, busca por campo, já que todos os campos dos seus registros são indexados e, portanto pesquisáveis, isto favorece precisão e especificidade nos resultados (CENDÓN, 2002);  h) Geração de índice ou indicador bibliométrico (fator de impacto das revistas, e índice H);  i) Indicador de produção e qualidade dos trabalhos científicos exigidos como por exemplo no Curriculum Lattes. Curitiba, 27 de outubro 2012.
  • 33. BIREME/OPAS/OMS. LILACS - Critérios de Seleção e Permanência de Periódicos. São Paulo, 2008. Disponível em: < http://metodologia.lilacs.bvsalud.org/php/level.php?lang=pt&component=74&item=21>. Acesso em: 24/10/2012.  NAHAS, F. X.; FERREIRA, L. M. A Escolha do Periódico. Acta Cirúrgica Brasileira, v. 20 (Supl. 2, p. 26- 27, 2005. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102- 86502005000800007&script=sci_arttext>. Acesso em 23/10/2012.  SANTOS, G. C. Fontes de indexação para periódicos científicos: um guia para bibliotecários e editores. Campinas: Unicamp, 2010. 15p. Disponível em: < http://www.seer.net.br/index.php/rdq/article/viewFile/17/25>. Acesso em: 23/10/2012.  CASTRO, R. F. Procedimentos para indexação de periódicos científicos. Mini curso. Disponível em: < http://www.periodicos.ufrgs.br/admin/sobrelinks/arquivos/proc_index.pdf>. Acesso em: 25/10/2012.  ARELLANO, M. A. M.; LEITE, F. C L.; MORENO, F. P.; BARRADAS, M. M. Guia de fontes de informação para editores de periódicos científicos. Brasília: CID/UNB, 2007. Disponível em: < ftp://ftp.ufg.br/.tmp/.portalperiodicos/LIVRO_GuiaFontesInformacao_par_editorse_cientificos.pdf >. Acesso em: 25/10/2012.  UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA. Sistema de Bibliotecas. Normas para apresentação de documentos científicos. 2. ed. Curitiba: Ed. da UFPR, 2007. 9v.