SlideShare uma empresa Scribd logo
Fluxus
Arte Digital
Arte
Eletrónica
Fluxus – Introdução

 Fluxus foi um movimento artístico que misturou
várias vertentes artísticas, principalmente as
áreas plásticas, mas também a música e a
literatura.

 O Fluxus surge por um grupo de artistas
descontentes com a atitude do mundo perante a
arte do momento.
Fluxus – Introdução

 Este grupo inspirou-se no movimento Futurista,
e nas performances e no sentido de humor do
Dadaísmo.
 O movimento Fluxus não concordava com a
autoridade dos Museus e de casas de arte para
determinar o valor de um objeto artístico.
 O Fluxus procurava que a arte estivesse
acessível a massas.
Fluxus – Performance e Happenings

 Este movimento interage com o público nas
suas performances, de forma a que este molde
o resultado final da peça.
 John Cage defendia que o espetador deve
encarar uma peça sem ter ideia do seu conceito
final, pois o mais importante é o processo de
criação e não o resultado final.
Fluxus
Arte Eletrónica – Introdução

 A arte eletrónica utiliza
suportes de
computação gráfica. Para isso, a arte eletrónica
tem como recurso a utilização de câmara de
vídeo.

 Esta arte é divulgada principalmente através da
Internet, pois esta veio revolucionar a forma
como se troca conteúdos.
Arte Eletrónica – Introdução

 Este tipo de arte surgiu na década de 60
através da construção de objetos eletrónicos e
de videoarte*. Desde então essa arte tem vindo
a expandir-se com o auxílio dos computadores.
Na década de 80 com o surgimento do microcomputador, a arte eletrónica melhora a parte da
computação gráfica.
 *Videoarte- Forma de expressão artística que
utiliza a tecnologia do vídeo em artes visuais.
Arte Eletrónica

Lenny
Felipe Lobato

Steven Rodrig
Arte Digital - Introdução

 A arte digital é produzida num ambiente gráfico
computacional, tendo como finalidade criar obras de
arte multímedia por intermédio num espaço virtual.
 Existem várias categorias, sendo elas: pintura
digital, impressão digital, modelagem digital,
fotografia digital, animação digital, vídeo digital,
manipulação de fotos, pixel arte...
 Os resultados podem ser apresentados em papel ou
em ambiente gráfico.
Arte Digital - Introdução
 Os resultados são apreciados depois de
“impressos” num suporte 2D ou num objeto 3D,
apesar de serem melhores exibidos no próprio
ambiente onde foram produzidos.
 Propagandam-se por comunidades virtuais
voltadas para a divulgação desse tipo de
expressão.
 A arte digital hoje em dia é talvez uma das
maiores formas de arte que existem e os seus
resultados são bastante satisfatórios.
Arte Digital
Arte digital 3D
Arte Digital
Comunicação e Multimédia
André Faria 58025
João Rocha 58490
Manuel Pimenta 58280

História das Artes Visuais e Contemporâneas
Professor: Pedro Colaço
2013/2014
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Hirtis Carvalho Nogueira
 
Palestra Semelhanças e diferenças entre Freud e Jung
Palestra Semelhanças e diferenças entre Freud e JungPalestra Semelhanças e diferenças entre Freud e Jung
Palestra Semelhanças e diferenças entre Freud e Jung
tacio111
 
Cinema
CinemaCinema
Fenomenologia
FenomenologiaFenomenologia
Fenomenologia
Lucila Pesce
 
Arte eletronica
Arte eletronicaArte eletronica
Arte eletronica
Unallowed
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
danielacozta
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Lu Rebordosa
 
Cinema novo I
Cinema novo ICinema novo I
Cinema novo I
UPB
 
Concretismo e neoconcretismo slides
Concretismo e neoconcretismo slidesConcretismo e neoconcretismo slides
Concretismo e neoconcretismo slides
wddan
 
Realidade Virtual
Realidade VirtualRealidade Virtual
Realidade Virtual
César Augusto Pereira
 
Arte conceitual - Seminário
Arte conceitual - SeminárioArte conceitual - Seminário
Arte conceitual - Seminário
Arthur Barreto
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
Bruna M
 
Evolução do Cinema
Evolução do CinemaEvolução do Cinema
Evolução do Cinema
Michele Pó
 
Vygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistóricaVygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistórica
Thiago de Almeida
 
Arte - Grafite
Arte - GrafiteArte - Grafite
Evolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdf
Evolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdfEvolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdf
Evolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdf
Janete Garcia de Freitas
 
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
ArtesElisa
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
Arte Educadora
 
Pós-impressionismo
Pós-impressionismoPós-impressionismo
Pós-impressionismo
marta Maria
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Andrea Garcia
 

Mais procurados (20)

Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Palestra Semelhanças e diferenças entre Freud e Jung
Palestra Semelhanças e diferenças entre Freud e JungPalestra Semelhanças e diferenças entre Freud e Jung
Palestra Semelhanças e diferenças entre Freud e Jung
 
Cinema
CinemaCinema
Cinema
 
Fenomenologia
FenomenologiaFenomenologia
Fenomenologia
 
Arte eletronica
Arte eletronicaArte eletronica
Arte eletronica
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Cinema novo I
Cinema novo ICinema novo I
Cinema novo I
 
Concretismo e neoconcretismo slides
Concretismo e neoconcretismo slidesConcretismo e neoconcretismo slides
Concretismo e neoconcretismo slides
 
Realidade Virtual
Realidade VirtualRealidade Virtual
Realidade Virtual
 
Arte conceitual - Seminário
Arte conceitual - SeminárioArte conceitual - Seminário
Arte conceitual - Seminário
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Evolução do Cinema
Evolução do CinemaEvolução do Cinema
Evolução do Cinema
 
Vygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistóricaVygotsky e a teoria sociohistórica
Vygotsky e a teoria sociohistórica
 
Arte - Grafite
Arte - GrafiteArte - Grafite
Arte - Grafite
 
Evolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdf
Evolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdfEvolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdf
Evolução da fotografia artes- patrícia- 9ºano pdfpdf
 
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
Pós-impressionismo
Pós-impressionismoPós-impressionismo
Pós-impressionismo
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 

Semelhante a Fluxus grupo

fluxus
fluxusfluxus
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Joana Queirós
 
Arte eletrã³nica final
Arte eletrã³nica finalArte eletrã³nica final
Arte eletrã³nica final
Sandro Nascimento
 
Arte eletrónica
Arte eletrónicaArte eletrónica
Arte eletrónica
José Taveira
 
Hav
HavHav
Trabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e FluxusTrabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e Fluxus
luisevan
 
Trabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneasTrabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneas
luisevan
 
Trabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e FluxusTrabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e Fluxus
luisevan
 
Trabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneasTrabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneas
luisevan
 
Trabalho final Fluxus
Trabalho final Fluxus Trabalho final Fluxus
Trabalho final Fluxus
Raquel Pinto
 
Fluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Fluxus, Arte digital e Arte EletrónicaFluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Fluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Raquel Almeida
 
Arte digital
Arte digitalArte digital
Arte digital
Agostinho
 
Arte digital
Arte digitalArte digital
Arte digital
Joel
 
arte digital
arte digitalarte digital
arte digital
José Costa
 
Arte Electrónica
Arte ElectrónicaArte Electrónica
Arte Electrónica
José Costa
 
Arte tecnologia brasil_itaucultural
Arte tecnologia brasil_itauculturalArte tecnologia brasil_itaucultural
Arte tecnologia brasil_itaucultural
Venise Melo
 
Arte eletrónic
Arte eletrónicArte eletrónic
Arte eletrónic
anonymousnd
 
Arte eletrónica pp
Arte eletrónica ppArte eletrónica pp
Arte eletrónica pp
França Nunes
 
Parte 3 Tecnologia E Arte
Parte 3  Tecnologia E ArteParte 3  Tecnologia E Arte
Parte 3 Tecnologia E Arte
Paulo R . V. Buzetti
 
Formação Continuada em Arte e Mídia/Web Art
Formação Continuada em Arte e Mídia/Web ArtFormação Continuada em Arte e Mídia/Web Art
Formação Continuada em Arte e Mídia/Web Art
Luciana Estivalet
 

Semelhante a Fluxus grupo (20)

fluxus
fluxusfluxus
fluxus
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Arte eletrã³nica final
Arte eletrã³nica finalArte eletrã³nica final
Arte eletrã³nica final
 
Arte eletrónica
Arte eletrónicaArte eletrónica
Arte eletrónica
 
Hav
HavHav
Hav
 
Trabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e FluxusTrabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas-Arte Eletrónica, digital e Fluxus
 
Trabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneasTrabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneas
 
Trabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e FluxusTrabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e Fluxus
Trabalho de história das artes contemporâneas- Arte Eletrónica, Digital e Fluxus
 
Trabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneasTrabalho de história das artes contemporâneas
Trabalho de história das artes contemporâneas
 
Trabalho final Fluxus
Trabalho final Fluxus Trabalho final Fluxus
Trabalho final Fluxus
 
Fluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Fluxus, Arte digital e Arte EletrónicaFluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Fluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
 
Arte digital
Arte digitalArte digital
Arte digital
 
Arte digital
Arte digitalArte digital
Arte digital
 
arte digital
arte digitalarte digital
arte digital
 
Arte Electrónica
Arte ElectrónicaArte Electrónica
Arte Electrónica
 
Arte tecnologia brasil_itaucultural
Arte tecnologia brasil_itauculturalArte tecnologia brasil_itaucultural
Arte tecnologia brasil_itaucultural
 
Arte eletrónic
Arte eletrónicArte eletrónic
Arte eletrónic
 
Arte eletrónica pp
Arte eletrónica ppArte eletrónica pp
Arte eletrónica pp
 
Parte 3 Tecnologia E Arte
Parte 3  Tecnologia E ArteParte 3  Tecnologia E Arte
Parte 3 Tecnologia E Arte
 
Formação Continuada em Arte e Mídia/Web Art
Formação Continuada em Arte e Mídia/Web ArtFormação Continuada em Arte e Mídia/Web Art
Formação Continuada em Arte e Mídia/Web Art
 

Fluxus grupo

  • 2. Fluxus – Introdução  Fluxus foi um movimento artístico que misturou várias vertentes artísticas, principalmente as áreas plásticas, mas também a música e a literatura.  O Fluxus surge por um grupo de artistas descontentes com a atitude do mundo perante a arte do momento.
  • 3. Fluxus – Introdução  Este grupo inspirou-se no movimento Futurista, e nas performances e no sentido de humor do Dadaísmo.  O movimento Fluxus não concordava com a autoridade dos Museus e de casas de arte para determinar o valor de um objeto artístico.  O Fluxus procurava que a arte estivesse acessível a massas.
  • 4. Fluxus – Performance e Happenings  Este movimento interage com o público nas suas performances, de forma a que este molde o resultado final da peça.  John Cage defendia que o espetador deve encarar uma peça sem ter ideia do seu conceito final, pois o mais importante é o processo de criação e não o resultado final.
  • 6. Arte Eletrónica – Introdução  A arte eletrónica utiliza suportes de computação gráfica. Para isso, a arte eletrónica tem como recurso a utilização de câmara de vídeo.  Esta arte é divulgada principalmente através da Internet, pois esta veio revolucionar a forma como se troca conteúdos.
  • 7. Arte Eletrónica – Introdução  Este tipo de arte surgiu na década de 60 através da construção de objetos eletrónicos e de videoarte*. Desde então essa arte tem vindo a expandir-se com o auxílio dos computadores. Na década de 80 com o surgimento do microcomputador, a arte eletrónica melhora a parte da computação gráfica.  *Videoarte- Forma de expressão artística que utiliza a tecnologia do vídeo em artes visuais.
  • 10. Arte Digital - Introdução  A arte digital é produzida num ambiente gráfico computacional, tendo como finalidade criar obras de arte multímedia por intermédio num espaço virtual.  Existem várias categorias, sendo elas: pintura digital, impressão digital, modelagem digital, fotografia digital, animação digital, vídeo digital, manipulação de fotos, pixel arte...  Os resultados podem ser apresentados em papel ou em ambiente gráfico.
  • 11. Arte Digital - Introdução  Os resultados são apreciados depois de “impressos” num suporte 2D ou num objeto 3D, apesar de serem melhores exibidos no próprio ambiente onde foram produzidos.  Propagandam-se por comunidades virtuais voltadas para a divulgação desse tipo de expressão.  A arte digital hoje em dia é talvez uma das maiores formas de arte que existem e os seus resultados são bastante satisfatórios.
  • 14. Comunicação e Multimédia André Faria 58025 João Rocha 58490 Manuel Pimenta 58280 História das Artes Visuais e Contemporâneas Professor: Pedro Colaço 2013/2014 Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro