SlideShare uma empresa Scribd logo
 Djavan Almeida
 Gabriel Benitez
 Lucas Aleksander
 Raí kleiton
 Filtração é um método para separar
sólido de líquido ou fluido que está
suspenso, pela passagem do líquido
ou fluido através de um meio
permeável capaz de reter as
partículas sólidas. Existem filtrações
comum e a vácuo.
 Filtração comum:
é o processo
usado para
separar misturas
heterogêneas
formadas por um
sólido e um
líquido ou por
um gás e um
sólido.
 Um exemplo de Filtração comum é a
preparação do café
 Filtração rápida
 Separação de misturas heterogêneas
 Sólidos e líquidos
 material poroso que retém as partículas
sólidas
 Kitassato
 Funil de buchner
 Trompa de vácuo
 frasco de paredes
espessas, com saída
lateral
 Sucção do ar
 verificar a presença de
umidade nos gases
 Liquido fica armazenado
em seu interior
 coloca-se uma argola de
borracha na boca do
kitassato para suportar
um funil de Buchner
 Suga o líquido que é
colocado sobre o papel de
filtro que fica dentro dele
 forma cilíndrica ,base
perfurada , permite, em
conjunto com um filtro, reter
o sólido durante o processo
de filtração
 necessário colocar papel de
filtro sobre os orifícios de
modo a tapá-los
completamente. O papel
deve ser molhado com
solvente para melhor
aderência.
 argola de borracha
 para suportar um
funil de Buchner
 e permitir que se crie
um certo vácuo
parcial no interior do
kitasato
 enquanto o funil de
Buchner, com papel
de filtro, retém o
sólido.
 FILTRAÇÃO COMUM: deita-se uma
mistura sobre um elemento filtrante e
espera-se que a parte líquida da mistura
passe pelo elemento filtrante de forma
passiva (força da gravidade).
FILTRAÇÃO À VÁCUO: O processo é
acelerado pela ação de uma bomba que
induz a formação do vácuo, forçando a
parte líquida da mistura a passar mais
rapidamente pelo elemento filtrante.
Filtração

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Processamento de sucos de frutas
Processamento de sucos de frutasProcessamento de sucos de frutas
Processamento de sucos de frutas
Patricia Poletto
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
5 permuta ionica-tecnologia-quimica
5 permuta ionica-tecnologia-quimica5 permuta ionica-tecnologia-quimica
5 permuta ionica-tecnologia-quimica
Fersay
 
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Operações de separação - FILTRAÇÃO
Operações de separação - FILTRAÇÃOOperações de separação - FILTRAÇÃO
Operações de separação - FILTRAÇÃO
Danillo Rodrigues
 
Processo de separação de misturas.
Processo de separação de misturas.Processo de separação de misturas.
Processo de separação de misturas.
Polo UAB de Alagoinhas
 
Filtracao1
Filtracao1Filtracao1
Filtracao1
Lincoln Araujo
 
OPERAÇÕES UNITARIAS
OPERAÇÕES UNITARIASOPERAÇÕES UNITARIAS
OPERAÇÕES UNITARIAS
Cristyan Ribeiro
 
Tratamento de efluentes
Tratamento de efluentes Tratamento de efluentes
Tratamento de efluentes
Dominique Alves
 
Aula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudos
Aula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudosAula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudos
Aula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudos
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Filtros biologicos
Filtros biologicosFiltros biologicos
Filtros biologicos
Filipe Pires Batista
 
Telhado Verde
Telhado VerdeTelhado Verde
Telhado Verde
Fura Bolha
 
Op.unitárias
Op.unitáriasOp.unitárias
Op.unitárias
Juninho Bueno
 
Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1
Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1
Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1
Francisco Lindume Lindume
 
Aula 09 tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04
Aula 09   tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04Aula 09   tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04
Aula 09 tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Movimento de partículas num fluido-parte 1
Movimento de partículas num fluido-parte 1Movimento de partículas num fluido-parte 1
Movimento de partículas num fluido-parte 1
Casa Ciências
 
1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao
1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao
1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao
EEB Francisco Mazzola
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
Isabella Marra
 
Aterro sanitario
Aterro sanitarioAterro sanitario
Aterro sanitario
Rene Nakaya
 

Mais procurados (20)

Processamento de sucos de frutas
Processamento de sucos de frutasProcessamento de sucos de frutas
Processamento de sucos de frutas
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Filtração
 
5 permuta ionica-tecnologia-quimica
5 permuta ionica-tecnologia-quimica5 permuta ionica-tecnologia-quimica
5 permuta ionica-tecnologia-quimica
 
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Tratamento da água
 
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
Aula 07 - Tecnicas de tratamento - parte 3 - 08.09
 
Operações de separação - FILTRAÇÃO
Operações de separação - FILTRAÇÃOOperações de separação - FILTRAÇÃO
Operações de separação - FILTRAÇÃO
 
Processo de separação de misturas.
Processo de separação de misturas.Processo de separação de misturas.
Processo de separação de misturas.
 
Filtracao1
Filtracao1Filtracao1
Filtracao1
 
OPERAÇÕES UNITARIAS
OPERAÇÕES UNITARIASOPERAÇÕES UNITARIAS
OPERAÇÕES UNITARIAS
 
Tratamento de efluentes
Tratamento de efluentes Tratamento de efluentes
Tratamento de efluentes
 
Aula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudos
Aula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudosAula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudos
Aula 04 - Interpretação de analises e elaboração de laudos
 
Filtros biologicos
Filtros biologicosFiltros biologicos
Filtros biologicos
 
Telhado Verde
Telhado VerdeTelhado Verde
Telhado Verde
 
Op.unitárias
Op.unitáriasOp.unitárias
Op.unitárias
 
Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1
Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1
Tema 1 fundamentos de pesquisa científica final1
 
Aula 09 tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04
Aula 09   tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04Aula 09   tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04
Aula 09 tecnologia da engenharia química - operações unitárias ii - 01.04
 
Movimento de partículas num fluido-parte 1
Movimento de partículas num fluido-parte 1Movimento de partículas num fluido-parte 1
Movimento de partículas num fluido-parte 1
 
1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao
1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao
1a 2 - Eq 3 - Centrifugacao
 
Métodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisaMétodos e tipos de pesquisa
Métodos e tipos de pesquisa
 
Aterro sanitario
Aterro sanitarioAterro sanitario
Aterro sanitario
 

Destaque

1a serie 2 - equipe 1- Filtração
1a serie 2 - equipe 1- Filtração1a serie 2 - equipe 1- Filtração
1a serie 2 - equipe 1- Filtração
EEB Francisco Mazzola
 
Enquadramento de imagem
Enquadramento de imagemEnquadramento de imagem
Enquadramento de imagem
Grácia Lopes Lima
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Filtração
Maria Teixiera
 
Aula 2 - Separação de misturas
Aula 2 - Separação de misturasAula 2 - Separação de misturas
Aula 2 - Separação de misturas
profmauricioquimcia
 
Trabalho de química.
Trabalho de química.Trabalho de química.
Trabalho de química.
EEB Francisco Mazzola
 
Quimica(1)
Quimica(1)Quimica(1)
Cristalização
CristalizaçãoCristalização
Cristalização
Angélica Maria Benedetti
 
Métodos de separação de misturas
Métodos de separação de misturasMétodos de separação de misturas
Métodos de separação de misturas
acessoriaem21ma
 
Química trabalho sobre separação de misturas
Química  trabalho sobre separação de misturasQuímica  trabalho sobre separação de misturas
Química trabalho sobre separação de misturas
ytamara_g22
 
Separação de Misturas
Separação de MisturasSeparação de Misturas
Separação de Misturas
lilliancosta
 
Trabalho de química - 1a O2.
Trabalho de química - 1a O2.Trabalho de química - 1a O2.
Trabalho de química - 1a O2.
EEB Francisco Mazzola
 
Tipos de Sistemas Operacionais
Tipos de Sistemas OperacionaisTipos de Sistemas Operacionais
Tipos de Sistemas Operacionais
Luciano Crecente
 
Aula de materiais de Laboratório
Aula de materiais de LaboratórioAula de materiais de Laboratório
Aula de materiais de Laboratório
Paulo Marcelo Pontes
 
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades Diversas Cláudia
 

Destaque (14)

1a serie 2 - equipe 1- Filtração
1a serie 2 - equipe 1- Filtração1a serie 2 - equipe 1- Filtração
1a serie 2 - equipe 1- Filtração
 
Enquadramento de imagem
Enquadramento de imagemEnquadramento de imagem
Enquadramento de imagem
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Filtração
 
Aula 2 - Separação de misturas
Aula 2 - Separação de misturasAula 2 - Separação de misturas
Aula 2 - Separação de misturas
 
Trabalho de química.
Trabalho de química.Trabalho de química.
Trabalho de química.
 
Quimica(1)
Quimica(1)Quimica(1)
Quimica(1)
 
Cristalização
CristalizaçãoCristalização
Cristalização
 
Métodos de separação de misturas
Métodos de separação de misturasMétodos de separação de misturas
Métodos de separação de misturas
 
Química trabalho sobre separação de misturas
Química  trabalho sobre separação de misturasQuímica  trabalho sobre separação de misturas
Química trabalho sobre separação de misturas
 
Separação de Misturas
Separação de MisturasSeparação de Misturas
Separação de Misturas
 
Trabalho de química - 1a O2.
Trabalho de química - 1a O2.Trabalho de química - 1a O2.
Trabalho de química - 1a O2.
 
Tipos de Sistemas Operacionais
Tipos de Sistemas OperacionaisTipos de Sistemas Operacionais
Tipos de Sistemas Operacionais
 
Aula de materiais de Laboratório
Aula de materiais de LaboratórioAula de materiais de Laboratório
Aula de materiais de Laboratório
 
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologiaAtividades senso cumum   topico 1 e 2 sociologia
Atividades senso cumum topico 1 e 2 sociologia
 

Semelhante a Filtração

Separação de materiais!
Separação de materiais!Separação de materiais!
Separação de materiais!
EEB Francisco Mazzola
 
Separação de materiais!
Separação de materiais!Separação de materiais!
Separação de materiais!
EEB Francisco Mazzola
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
EEB Francisco Mazzola
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
EEB Francisco Mazzola
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
EEB Francisco Mazzola
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
EEB Francisco Mazzola
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
EEB Francisco Mazzola
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Naiara
NaiaraNaiara
Método de separação de misturas
Método de separação de misturasMétodo de separação de misturas
Método de separação de misturas
V
 
Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-
Cristyan Ribeiro
 

Semelhante a Filtração (11)

Separação de materiais!
Separação de materiais!Separação de materiais!
Separação de materiais!
 
Separação de materiais!
Separação de materiais!Separação de materiais!
Separação de materiais!
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Filtração
 
Naiara
NaiaraNaiara
Naiara
 
Método de separação de misturas
Método de separação de misturasMétodo de separação de misturas
Método de separação de misturas
 
Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-
 

Filtração

  • 1.  Djavan Almeida  Gabriel Benitez  Lucas Aleksander  Raí kleiton
  • 2.  Filtração é um método para separar sólido de líquido ou fluido que está suspenso, pela passagem do líquido ou fluido através de um meio permeável capaz de reter as partículas sólidas. Existem filtrações comum e a vácuo.
  • 3.  Filtração comum: é o processo usado para separar misturas heterogêneas formadas por um sólido e um líquido ou por um gás e um sólido.
  • 4.
  • 5.  Um exemplo de Filtração comum é a preparação do café
  • 6.
  • 7.  Filtração rápida  Separação de misturas heterogêneas  Sólidos e líquidos  material poroso que retém as partículas sólidas  Kitassato  Funil de buchner  Trompa de vácuo
  • 8.  frasco de paredes espessas, com saída lateral  Sucção do ar  verificar a presença de umidade nos gases  Liquido fica armazenado em seu interior  coloca-se uma argola de borracha na boca do kitassato para suportar um funil de Buchner
  • 9.  Suga o líquido que é colocado sobre o papel de filtro que fica dentro dele  forma cilíndrica ,base perfurada , permite, em conjunto com um filtro, reter o sólido durante o processo de filtração  necessário colocar papel de filtro sobre os orifícios de modo a tapá-los completamente. O papel deve ser molhado com solvente para melhor aderência.
  • 10.  argola de borracha  para suportar um funil de Buchner  e permitir que se crie um certo vácuo parcial no interior do kitasato  enquanto o funil de Buchner, com papel de filtro, retém o sólido.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.  FILTRAÇÃO COMUM: deita-se uma mistura sobre um elemento filtrante e espera-se que a parte líquida da mistura passe pelo elemento filtrante de forma passiva (força da gravidade). FILTRAÇÃO À VÁCUO: O processo é acelerado pela ação de uma bomba que induz a formação do vácuo, forçando a parte líquida da mistura a passar mais rapidamente pelo elemento filtrante.