SlideShare uma empresa Scribd logo
CENTRO ESPÍRITA IRMÃOS DO CAMINHO

                       COORDENAÇÃO DO ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA

Programa:              ESDE:                   Nº de Matrícula:                    Início ESDE:             2012.1

Nome Completo:                                                                       Data Nascimento:

Sexo:                  Estado Civil:                      Tem Filhos:      Não    Quantos?

Profissão:                                                Naturalidade

Escolaridade:

Endereço:                                                                        Complemento:

Cidade / UF:                                      Bairro:                                       CEP:

Correio Eletrônico:                                                                         Celular:

Tel. Residencial:                        Tel. Trabalho:                           Outro Telefone:

Qual é sua Religião Atual?                                                   Anterior?

Possui algum conhecimento da Doutrina Espírita?                Sim [ X ]            Não [   ]

Há quantos anos conhece a Doutrina Espírita?

Frequenta algum Centro Espírita, Qual?

Participa de que atividade

Gostaria de participar dos seguintes trabalhos no CEIC?        Recepção: [ ] Leitura e Comentário de Exórdio: [ ]

Evangelizador Infanto-Juvenil: [ ] Exposição e Comentário do Evangelho: [ ] Aplicar passes: [ ]

Monitoria e Coord. Do ESDE: [ ] As Atividades de outras Coordenações do Centro

Outra atividade: [ ]

Indique as Principais Obras Espíritas lidas por você:



Indique os motivos principais que lhe incentivaram no ESDE do CEIC.



Qual é a sua expectativa à relação ao ESDE?




ESDE Concluído: [ 1 ] __X__._/ [ 2 ] ____._/ [ 3 ] ____._/ [ 4 ] ____._/ [ 5 ] ____._/ [ 6 ] ____._/ [ 7 ] ____._/



Natal, RN, Data: ___/___/_____         Solicito Minha Matrícula.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de AdelinoOs Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Patricia Farias
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Patricia Farias
 
Sal da terra
Sal da terraSal da terra
Sal da terra
igmateus
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Palestra evangelização 19.09.2012
Palestra evangelização   19.09.2012Palestra evangelização   19.09.2012
Palestra evangelização 19.09.2012
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
Ricardo Azevedo
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
Marcos Antônio Alves
 
Direitos e Deveres Segundo o Espiritismo
Direitos e Deveres Segundo o EspiritismoDireitos e Deveres Segundo o Espiritismo
Direitos e Deveres Segundo o Espiritismo
Carlos Correa
 
Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?
Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?
Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?
6º Conselho Espírita de Unificação
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Izabel Cristina Fonseca
 
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
igmateus
 
Medo
MedoMedo
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
Eduardo Ottonelli Pithan
 
A vida no mundo espiritual
A vida no mundo espiritualA vida no mundo espiritual
A vida no mundo espiritual
Graça Maciel
 
O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)
O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)
O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)
Bruno Bartholomei
 
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoRoteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Movimento da Fraternidade
 
Perdão na visão espírita
Perdão na visão espíritaPerdão na visão espírita
Perdão na visão espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
A fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 eseA fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 ese
ctollin
 
O bem e mal sofrer
O bem e  mal sofrerO bem e  mal sofrer
O bem e mal sofrer
Henrique Vieira
 
Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30
Patricia Farias
 

Mais procurados (20)

Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de AdelinoOs Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
 
Sal da terra
Sal da terraSal da terra
Sal da terra
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
 
Palestra evangelização 19.09.2012
Palestra evangelização   19.09.2012Palestra evangelização   19.09.2012
Palestra evangelização 19.09.2012
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
 
Direitos e Deveres Segundo o Espiritismo
Direitos e Deveres Segundo o EspiritismoDireitos e Deveres Segundo o Espiritismo
Direitos e Deveres Segundo o Espiritismo
 
Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?
Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?
Ficha de inscrição - Capacitação Divulgação espírita: Como fazer?
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
 
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
 
Medo
MedoMedo
Medo
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
 
A vida no mundo espiritual
A vida no mundo espiritualA vida no mundo espiritual
A vida no mundo espiritual
 
O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)
O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)
O espiritismo e a política para a nova sociedade (aylton paiva)
 
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoRoteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Perdão na visão espírita
Perdão na visão espíritaPerdão na visão espírita
Perdão na visão espírita
 
A fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 eseA fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 ese
 
O bem e mal sofrer
O bem e  mal sofrerO bem e  mal sofrer
O bem e mal sofrer
 
Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30
 

Destaque

Ficha de cadastro padrão modelo 1
Ficha de cadastro padrão modelo 1Ficha de cadastro padrão modelo 1
Ficha de cadastro padrão modelo 1
Dennis Lucas
 
Ficha cadastral do candidato pessoa física
Ficha cadastral do candidato pessoa físicaFicha cadastral do candidato pessoa física
Ficha cadastral do candidato pessoa física
jjimoveispl
 
Ficha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igrejaFicha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igreja
BispoAlberto
 
Organizando o dij da casa espírita
Organizando o dij da casa espíritaOrganizando o dij da casa espírita
Organizando o dij da casa espírita
Daniane Bornea Friedl
 
Ficha do empregado
Ficha do empregadoFicha do empregado
Ficha do empregado
rafaelbj17
 
Formulário de Entrevista
Formulário de EntrevistaFormulário de Entrevista
Formulário de Entrevista
Alex Eller
 
Ficha de matricula
Ficha de matriculaFicha de matricula
Ficha de matricula
josivaldopassos
 
Registro de empregado
Registro de empregadoRegistro de empregado
Registro de empregado
Anderson Cardoso Silva
 
Recrutamento externo
Recrutamento externoRecrutamento externo
Recrutamento externo
pedalduplo
 
Ficha cadastral do candidato pessoa juridica
Ficha cadastral do candidato pessoa juridicaFicha cadastral do candidato pessoa juridica
Ficha cadastral do candidato pessoa juridica
jjimoveispl
 
Ficha de cadastro de membros IEADMAP
Ficha de cadastro de membros IEADMAPFicha de cadastro de membros IEADMAP
Ficha de cadastro de membros IEADMAP
eriklesantos
 
Ficha para contratação
Ficha para contrataçãoFicha para contratação
Ficha para contratação
Vinicius Pedraci
 
Ficha cadastro fiador
Ficha cadastro fiadorFicha cadastro fiador
Ficha cadastro fiador
jjimoveis.pl
 
Projeto educação do espírito
Projeto educação do espíritoProjeto educação do espírito
Projeto educação do espírito
Alice Lirio
 
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
adrianapolonio
 
Ficha De Inscricao Alunos 2009
Ficha  De  Inscricao  Alunos 2009Ficha  De  Inscricao  Alunos 2009
Ficha De Inscricao Alunos 2009
guest3257f7b
 
Cnes manual
Cnes   manualCnes   manual
Cnes manual
charlesicarus
 
Kit corretor ddsd
Kit corretor ddsdKit corretor ddsd
Kit corretor ddsd
Lillian Chuéké
 
Apostila coem
Apostila coemApostila coem
Ficha entrevista 2011
Ficha entrevista   2011Ficha entrevista   2011
Ficha entrevista 2011
Estado do RS
 

Destaque (20)

Ficha de cadastro padrão modelo 1
Ficha de cadastro padrão modelo 1Ficha de cadastro padrão modelo 1
Ficha de cadastro padrão modelo 1
 
Ficha cadastral do candidato pessoa física
Ficha cadastral do candidato pessoa físicaFicha cadastral do candidato pessoa física
Ficha cadastral do candidato pessoa física
 
Ficha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igrejaFicha de cadastro igreja
Ficha de cadastro igreja
 
Organizando o dij da casa espírita
Organizando o dij da casa espíritaOrganizando o dij da casa espírita
Organizando o dij da casa espírita
 
Ficha do empregado
Ficha do empregadoFicha do empregado
Ficha do empregado
 
Formulário de Entrevista
Formulário de EntrevistaFormulário de Entrevista
Formulário de Entrevista
 
Ficha de matricula
Ficha de matriculaFicha de matricula
Ficha de matricula
 
Registro de empregado
Registro de empregadoRegistro de empregado
Registro de empregado
 
Recrutamento externo
Recrutamento externoRecrutamento externo
Recrutamento externo
 
Ficha cadastral do candidato pessoa juridica
Ficha cadastral do candidato pessoa juridicaFicha cadastral do candidato pessoa juridica
Ficha cadastral do candidato pessoa juridica
 
Ficha de cadastro de membros IEADMAP
Ficha de cadastro de membros IEADMAPFicha de cadastro de membros IEADMAP
Ficha de cadastro de membros IEADMAP
 
Ficha para contratação
Ficha para contrataçãoFicha para contratação
Ficha para contratação
 
Ficha cadastro fiador
Ficha cadastro fiadorFicha cadastro fiador
Ficha cadastro fiador
 
Projeto educação do espírito
Projeto educação do espíritoProjeto educação do espírito
Projeto educação do espírito
 
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
 
Ficha De Inscricao Alunos 2009
Ficha  De  Inscricao  Alunos 2009Ficha  De  Inscricao  Alunos 2009
Ficha De Inscricao Alunos 2009
 
Cnes manual
Cnes   manualCnes   manual
Cnes manual
 
Kit corretor ddsd
Kit corretor ddsdKit corretor ddsd
Kit corretor ddsd
 
Apostila coem
Apostila coemApostila coem
Apostila coem
 
Ficha entrevista 2011
Ficha entrevista   2011Ficha entrevista   2011
Ficha entrevista 2011
 

Mais de Shantappa Jewur

Os mediuns precursores
Os mediuns precursoresOs mediuns precursores
Os mediuns precursores
Shantappa Jewur
 
Obstaculos a reprodução
Obstaculos a reproduçãoObstaculos a reprodução
Obstaculos a reprodução
Shantappa Jewur
 
Justiça e direitos naturais
Justiça e direitos naturaisJustiça e direitos naturais
Justiça e direitos naturais
Shantappa Jewur
 
Instinto e inteligência
Instinto e inteligênciaInstinto e inteligência
Instinto e inteligência
Shantappa Jewur
 
Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
Shantappa Jewur
 
Obsessão conceitos causas e graus
Obsessão conceitos causas e grausObsessão conceitos causas e graus
Obsessão conceitos causas e graus
Shantappa Jewur
 
Programa de Esde 1 fern 2012.2
Programa de Esde 1 fern 2012.2Programa de Esde 1 fern 2012.2
Programa de Esde 1 fern 2012.2
Shantappa Jewur
 
Esde 7 2012.2 Folha de Freq
Esde 7 2012.2 Folha de FreqEsde 7 2012.2 Folha de Freq
Esde 7 2012.2 Folha de Freq
Shantappa Jewur
 
Esde 6 2012.2 Folha de Freq
Esde 6 2012.2 Folha de FreqEsde 6 2012.2 Folha de Freq
Esde 6 2012.2 Folha de Freq
Shantappa Jewur
 
Esde 5 2012.2 Folha de Freq
Esde 5 2012.2 Folha de FreqEsde 5 2012.2 Folha de Freq
Esde 5 2012.2 Folha de Freq
Shantappa Jewur
 
Esde 4 2012.2 Folha de Freq
Esde 4 2012.2 Folha de FreqEsde 4 2012.2 Folha de Freq
Esde 4 2012.2 Folha de Freq
Shantappa Jewur
 
Esde 3 2012.2
Esde 3 2012.2Esde 3 2012.2
Esde 3 2012.2
Shantappa Jewur
 
Esde 2 B 2012.2
Esde 2 B 2012.2Esde 2 B 2012.2
Esde 2 B 2012.2
Shantappa Jewur
 
Programa do ESDE 3
Programa do ESDE 3Programa do ESDE 3
Programa do ESDE 3
Shantappa Jewur
 
Programa do ESDE 2
Programa do ESDE 2Programa do ESDE 2
Programa do ESDE 2
Shantappa Jewur
 
Programa do ESDE 1
Programa do ESDE 1Programa do ESDE 1
Programa do ESDE 1
Shantappa Jewur
 
Programa ESDE 2 FERN 2012.1
Programa ESDE 2 FERN 2012.1Programa ESDE 2 FERN 2012.1
Programa ESDE 2 FERN 2012.1
Shantappa Jewur
 
Programa EADE 1 FERN 2012.1
Programa EADE 1 FERN 2012.1Programa EADE 1 FERN 2012.1
Programa EADE 1 FERN 2012.1
Shantappa Jewur
 
Programa ESDE 7 FERN 2012.1
Programa ESDE 7 FERN 2012.1Programa ESDE 7 FERN 2012.1
Programa ESDE 7 FERN 2012.1
Shantappa Jewur
 
Orientações de Normas no ESDE 2012.1
Orientações de Normas no ESDE 2012.1Orientações de Normas no ESDE 2012.1
Orientações de Normas no ESDE 2012.1
Shantappa Jewur
 

Mais de Shantappa Jewur (20)

Os mediuns precursores
Os mediuns precursoresOs mediuns precursores
Os mediuns precursores
 
Obstaculos a reprodução
Obstaculos a reproduçãoObstaculos a reprodução
Obstaculos a reprodução
 
Justiça e direitos naturais
Justiça e direitos naturaisJustiça e direitos naturais
Justiça e direitos naturais
 
Instinto e inteligência
Instinto e inteligênciaInstinto e inteligência
Instinto e inteligência
 
Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
 
Obsessão conceitos causas e graus
Obsessão conceitos causas e grausObsessão conceitos causas e graus
Obsessão conceitos causas e graus
 
Programa de Esde 1 fern 2012.2
Programa de Esde 1 fern 2012.2Programa de Esde 1 fern 2012.2
Programa de Esde 1 fern 2012.2
 
Esde 7 2012.2 Folha de Freq
Esde 7 2012.2 Folha de FreqEsde 7 2012.2 Folha de Freq
Esde 7 2012.2 Folha de Freq
 
Esde 6 2012.2 Folha de Freq
Esde 6 2012.2 Folha de FreqEsde 6 2012.2 Folha de Freq
Esde 6 2012.2 Folha de Freq
 
Esde 5 2012.2 Folha de Freq
Esde 5 2012.2 Folha de FreqEsde 5 2012.2 Folha de Freq
Esde 5 2012.2 Folha de Freq
 
Esde 4 2012.2 Folha de Freq
Esde 4 2012.2 Folha de FreqEsde 4 2012.2 Folha de Freq
Esde 4 2012.2 Folha de Freq
 
Esde 3 2012.2
Esde 3 2012.2Esde 3 2012.2
Esde 3 2012.2
 
Esde 2 B 2012.2
Esde 2 B 2012.2Esde 2 B 2012.2
Esde 2 B 2012.2
 
Programa do ESDE 3
Programa do ESDE 3Programa do ESDE 3
Programa do ESDE 3
 
Programa do ESDE 2
Programa do ESDE 2Programa do ESDE 2
Programa do ESDE 2
 
Programa do ESDE 1
Programa do ESDE 1Programa do ESDE 1
Programa do ESDE 1
 
Programa ESDE 2 FERN 2012.1
Programa ESDE 2 FERN 2012.1Programa ESDE 2 FERN 2012.1
Programa ESDE 2 FERN 2012.1
 
Programa EADE 1 FERN 2012.1
Programa EADE 1 FERN 2012.1Programa EADE 1 FERN 2012.1
Programa EADE 1 FERN 2012.1
 
Programa ESDE 7 FERN 2012.1
Programa ESDE 7 FERN 2012.1Programa ESDE 7 FERN 2012.1
Programa ESDE 7 FERN 2012.1
 
Orientações de Normas no ESDE 2012.1
Orientações de Normas no ESDE 2012.1Orientações de Normas no ESDE 2012.1
Orientações de Normas no ESDE 2012.1
 

Último

8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 

Último (20)

8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 

Ficha de Cadastro ESDE

  • 1. CENTRO ESPÍRITA IRMÃOS DO CAMINHO COORDENAÇÃO DO ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA Programa: ESDE: Nº de Matrícula: Início ESDE: 2012.1 Nome Completo: Data Nascimento: Sexo: Estado Civil: Tem Filhos: Não Quantos? Profissão: Naturalidade Escolaridade: Endereço: Complemento: Cidade / UF: Bairro: CEP: Correio Eletrônico: Celular: Tel. Residencial: Tel. Trabalho: Outro Telefone: Qual é sua Religião Atual? Anterior? Possui algum conhecimento da Doutrina Espírita? Sim [ X ] Não [ ] Há quantos anos conhece a Doutrina Espírita? Frequenta algum Centro Espírita, Qual? Participa de que atividade Gostaria de participar dos seguintes trabalhos no CEIC? Recepção: [ ] Leitura e Comentário de Exórdio: [ ] Evangelizador Infanto-Juvenil: [ ] Exposição e Comentário do Evangelho: [ ] Aplicar passes: [ ] Monitoria e Coord. Do ESDE: [ ] As Atividades de outras Coordenações do Centro Outra atividade: [ ] Indique as Principais Obras Espíritas lidas por você: Indique os motivos principais que lhe incentivaram no ESDE do CEIC. Qual é a sua expectativa à relação ao ESDE? ESDE Concluído: [ 1 ] __X__._/ [ 2 ] ____._/ [ 3 ] ____._/ [ 4 ] ____._/ [ 5 ] ____._/ [ 6 ] ____._/ [ 7 ] ____._/ Natal, RN, Data: ___/___/_____ Solicito Minha Matrícula.