SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCALA
(O ESPAÇO DA GEOGRAFIA)
http://profalexandregangorra.blogspot.com.br/
01 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006)
Com base no mapa, calcule o tamanho real
aproximado da rua Maria Antônia
a) 375 m
b) 4,16 km
c) 3,75 km
d) 37,5 m
e) 3750 m
02 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006)
Considere que a distância real, em linha reta,
entre Conchas e Pereiras, no interior de São
Paulo seja de 7,5 km. Isso equivale a 1 cm no
mapa. Em que escala o mapa foi desenhado?
a) 1: 7 500 000
b) 1: 750 000
c) 1: 750
d) 1: 7 500
e) 1: 75 000
03 - (Fatec SP/2006)
Considere um mapa a ser usado em sala de aula
para representar diferentes temas geográficos.
Assinale a alternativa que relaciona,
corretamente, a escala, a área mapeada e o
exemplo.
04 - (UFPB PB/2006)
O cartograma, ao lado, é uma representação do
Projeto de Integração das Bacias Setentrionais
do Nordeste, mais conhecido como
Transposição do Rio São Francisco, que prevê,
entre outros objetivos, atender a cidade de
Campina Grande.
Com base no cartograma e usando o recurso da
escala gráfica, a extensão do EIXO LESTE até
Campina Grande é estimada em:
(OBS: considere a distância, no mapa, de
Campina Grande ao Eixo Leste igual a 3 cm)
a) 100 km
b) 200 km
c) 300 km
d) 400 km
e) 500 km
05 - (UFLA MG/2005)
Em um mapa de uma cidade qualquer, para que
a distância real entre dois pontos seja de 3 km,
a distância medida no mapa e a escala
deveriam ser, respectivamente, de
a) 1,5 cm e 1: 30000000.
b) 2 cm e 1: 150000.
c) 3 cm e 1: 2000000.
d) 6 cm e 1: 1000000.
e) 2,5 cm e 1: 250000.
06 - (UFRN RN/2005)
Um professor de Geografia solicitou aos alunos
que representassem, por meio de cartogramas,
os resultados de um estudo sobre o bairro onde
a escola está localizada. Foram colocadas à
disposição dos alunos duas bases cartográficas
com as seguintes escalas: cartograma 1 - escala
de 1:25.000; cartograma 2 - escala de 1:500.000.
Considerando que devem ser representados, no
mapa, ruas, avenidas e outros componentes do
bairro, os alunos devem utilizar o:
a) cartograma 1, porque a escala é maior e
oferece a possibilidade de representação de
mais detalhes.
b) cartograma 2, porque a escala é menor,
possibilitando trabalhar com mais detalhes.
c) cartograma 1, porque a escala é menor,
sendo ideal para trabalhos com pequenas
áreas.
d) cartograma 2, porque a escala é maior,
sendo ideal para representar mais detalhes
de uma determinada área.
07 - (UECE/CE/1ªFase/Janeiro/2005)
Considere mapas com as seguintes escalas
numéricas:
I. 1: 1.000.000
II. 1: 2.000.000
III. 1: 1.000
IV. 1: 2.000
Pode-se afirmar corretamente que:
a) Dentre as escalas apresentadas, III é a
maior, servindo para mapeamentos de
detalhe, inclusive de áreas urbanas.
b) A escala II é a maior, viabilizando
mapeamentos com elevado grau de
detalhamento.
c) As escalas III e IV permitem o mapeamento
de áreas extensas, superiores a 1.000.000
km
2
, como o Estado do Ceará.
d) A escala I é a que melhor se adequa para o
mapeamento detalhado do município de
Fortaleza.
08 - (Fatec SP/2005)
Para indicar a localização de casas comerciais e
edificações antigas em uma área de 250.000m2,
de uma metrópole como São Paulo (SP), as
plantas mais adequadas estão na escala:
a) 1: 500.000.
c) 1: 5.000.
e) 1: 100.000.
b) 1: 250.000.
d) 1: 50.000.
09 - (UEG GO/Janeiro/2005)
No mapa, cuja escala é 1:55.000.000, a
distância, em linha reta, entre as cidades de São
Paulo e Brasília é de 1,6 cm. Na realidade, essa
distância é de aproximadamente
a) 880 km
b) 1200 m
c) 8875 km
d) 239 km
e) 890 m
10 - (UFAM AM/2005)
Os principais elementos de um mapa são a
escala, a projeção cartográfica, os símbolos e
convenções.
A escala é:
a) um instrumento de alta tecnologia para
obtenção de informações da superfície
terrestre.
b) a declividade de um terreno.
c) a proporção entre o desenho (mapa) e a
superfície real.
d) o conjunto de linhas, sobre o qual se pode
desenhar um mapa.
e) um sinal que representa aspectos do terreno.
11 - (UFPel RS/2005)
A representação da realidade estabelece uma
correspondência entre as dimensões do terreno
e as do papel. Para que se consiga representar
com clareza os elementos da realidade, é
fundamental a escolha da forma de
representação e da escala adequadas.
Observe as figuras a seguir, alusivas a três tipos
diferentes de representação da superfície
terrestre.
Com base nas informações anteriores e em seus
conhecimentos, é correto afirmar que
tradicionalmente se utiliza:
a) uma escala grande, como mostra a Figura 3,
capaz de representar grandes superfícies da
Terra, com muitos detalhes, como no caso
de cartas topográficas na escala de 1: 1.000.
b) uma escala pequena, como aparece na
Figura 1, para mostrar uma área muito
extensa, com poucos detalhes, como no
caso de mapas na escala de 1: 1.250.000.
c) uma escala pequena, como a da Figura 2,
quando os elementos devem aparecer muito
reduzidos, como no caso de um mapa na
escala de 1: 1.000.
d) uma escala muito grande, como mostra a
Figura 3, para representar, com grande
riqueza de detalhes, áreas de uma cidade,
como no caso da escala 1: 1.000.000.
e) uma escala grande, como mostra a Figura 1,
que representa áreas menores, porém com
maior grau de detalhamento, como no caso
de cartas topográficas na escala 1: 500.000.
12 - (Fepecs/2005)
Observe as figuras.
I) II)
III) IV)
V)
Todas as figuras representam a mesma área de
uma determinada cidade. As variações na
representação cartográfica da figura I até a figura
V resultam:
a) do efeito provocado pela diminuição da
escala na representação cartográfica;
b) do efeito provocado pelo aumento da escala
na representação cartográfica;
c) da maior distância do cartógrafo em relação
ao objeto representado;
d) da menor distância do cartógrafo em relação
ao objeto representado;
e) da mudança de posição do objeto
representado pelo recurso cartográfico.
13 - (PUC MG/2005)
Considerando-se que a distância entre os
extremos Leste e o Oeste do perfil topográfico
abaixo é de aproximadamente 650 km, estando
expressa em 14 cm, e que a altitude máxima do
perfil é de 2000 m e está expressa por 1cm, as
escalas horizontal e vertical nele apresentadas
estão CORRETAMENTE indicadas em:
1 cm
a) vertical = 1:2000000 / horizontal = 1:200000
b) vertical = 1:200000 / horizontal = 1:4642000
c) vertical = 1:4642000 / horizontal = 1:2000000
d) vertical = 1:4642 / horizontal = 1:2000000
14 - (UEPG PR/Julho/2005)
Com relação aos mapas e cartas geográficos,
seus elementos e classificação, assinale o
que for correto.
01. O elemento que estabelece a relação ou a
proporção entre a dimensão real de um lugar
e sua representação no mapa é denominado
de escala.
02. O método mais comum de representar as
elevações do relevo são as curvas de nível,
linhas que ligam pontos ou cotas de igual
altitude em intervalos iguais.
04. A representação de uma superfície esférica
em um plano, o mapa, ou um sistema plano
de paralelos e meridianos sobre os quais
pode-se desenhar um mapa é a projeção
cartográfica.
08. Os mapas básicos mostram temas
específicos como relevo, clima, solos,
hidrografia (mapas físicos); fitogeografia e
zoogeografia (mapas biogeográficos), além
dos mapas econômicos, políticos e outros.
16. Uma escala numérica é representada
através de uma linha reta graduada
enquanto que uma escala gráfica é
representada sob a forma de uma razão
(1:50.000) ou de uma proporção (1/50.000).
15 - (UEM PR/Julho/2005)
Assinale o que for correto sobre as escalas de
representação, recorrendo à figura quando
necessário.
Fonte: PEREIRA, D.; SANTOS, D. e
CARVALHO, M. de. Geografia: Ciência do
Espaço.
São Paulo: Atual, 1998. p. 12.
01. A riqueza de detalhes que pode ser
observada em um mapa é diretamente
proporcional à escala, ou seja, quanto maior
for a escala, maior será a riqueza de
detalhes.
02. A utilização de escalas diferentes nos
permite visualizar aspectos diferentes das
realidades geográficas. Assim, a escolha
desta ou daquela escala não é uma decisão
meramente técnica e, sim, política e
estratégica. O cartógrafo, ao escolher a
escala, pode omitir ou revelar informações
ou, então, localizar o fenômeno representado
com muita ou com pouca precisão.
04. Todo mapa é uma representação reduzida
da realidade e é a escala que indica essa
redução. A escala, por exemplo, do mapa B
indica que a superfície real foi reduzida
13.000.000 (treze milhões) de vezes.
08. As escalas dos mapas A e C revelam,
respectivamente, que um centímetro no
mapa representa, na realidade, 2.000 km e
7,5 km.
16. As escalas mais utilizadas na confecção de
mapas são as numéricas e as gráficas. O
tipo de escala utilizada nos mapas da figura
é um exemplo de escala numérica.
32. O tamanho da escala varia de acordo com a
área a ser representada no mapa. Uma área
pequena, como um bairro, exige uma escala
grande. Uma área grande, como o Brasil,
exige uma escala pequena.
64. Conforme a escala do mapa aumenta, a área
representada aumenta. Assim, pode-se
afirmar que o mapa A foi construído em uma
escala grande e o mapa C em uma escala
pequena.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Geo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabarito
Geo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabaritoGeo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabarito
Geo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabarito
CBM
 
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, climaAtividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades Diversas Cláudia
 
Exercicio de revisao corrigido 8ºano
Exercicio de revisao corrigido 8ºanoExercicio de revisao corrigido 8ºano
Exercicio de revisao corrigido 8ºano
ProfessoresColeguium
 
Prova diagnostica geografia 2013
Prova diagnostica geografia 2013Prova diagnostica geografia 2013
Prova diagnostica geografia 2013
Atividades Diversas Cláudia
 
1º atividade de geografia continente americano
1º atividade de geografia   continente americano1º atividade de geografia   continente americano
1º atividade de geografia continente americano
Roberto Sena
 
Geografia urbanizacao
Geografia urbanizacaoGeografia urbanizacao
Geografia urbanizacao
Alessandro Ribeiro
 
Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2
Bruno Curcio
 
Mapas políticos e geográficos do brasil
Mapas políticos e geográficos do brasilMapas políticos e geográficos do brasil
Mapas políticos e geográficos do brasil
Nome Sobrenome
 
Tópico 5 historia 6 ano1
Tópico 5 historia 6 ano1Tópico 5 historia 6 ano1
Tópico 5 historia 6 ano1
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividade am. do sul
Atividade   am. do sulAtividade   am. do sul
Atividade am. do sul
Antonio Senhorini
 
Avaliação diagnóstica geografia
Avaliação diagnóstica geografiaAvaliação diagnóstica geografia
Avaliação diagnóstica geografia
Atividades Diversas Cláudia
 
Fusos hora´rios
Fusos hora´riosFusos hora´rios
Fusos hora´rios
Lauro Silva
 
Avaliação de geografia 6º ano - 1º bimestre
Avaliação de geografia 6º ano - 1º bimestreAvaliação de geografia 6º ano - 1º bimestre
Avaliação de geografia 6º ano - 1º bimestre
Priscila Silva Andrade
 
Simulado 2533
Simulado 2533Simulado 2533
Simulado 2533
Nunesrosangela
 
Avaliacao tectonica de placas
Avaliacao tectonica de placas Avaliacao tectonica de placas
Avaliacao tectonica de placas
Camila Fernandes Grecco
 
9 ano-lista-02-areas-volumes
9 ano-lista-02-areas-volumes9 ano-lista-02-areas-volumes
9 ano-lista-02-areas-volumes
Luciana Mello
 
ATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docx
ATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docxATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docx
ATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docx
SuelenDosSantos8
 
Prova geografia estudos orientados 9 ano
Prova geografia estudos orientados 9 anoProva geografia estudos orientados 9 ano
Prova geografia estudos orientados 9 ano
Atividades Diversas Cláudia
 
O mapa e seus elementos
O mapa e seus elementosO mapa e seus elementos
O mapa e seus elementos
J R Messias
 
Avaliação de geografia 6 ano 01 e 02 2º período
Avaliação de geografia 6 ano 01 e 02  2º períodoAvaliação de geografia 6 ano 01 e 02  2º período
Avaliação de geografia 6 ano 01 e 02 2º período
Renan Silva
 

Mais procurados (20)

Geo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabarito
Geo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabaritoGeo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabarito
Geo 7º ano mt espaço rural parte 1 2ª etapa 2014 gabarito
 
Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, climaAtividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, clima
 
Exercicio de revisao corrigido 8ºano
Exercicio de revisao corrigido 8ºanoExercicio de revisao corrigido 8ºano
Exercicio de revisao corrigido 8ºano
 
Prova diagnostica geografia 2013
Prova diagnostica geografia 2013Prova diagnostica geografia 2013
Prova diagnostica geografia 2013
 
1º atividade de geografia continente americano
1º atividade de geografia   continente americano1º atividade de geografia   continente americano
1º atividade de geografia continente americano
 
Geografia urbanizacao
Geografia urbanizacaoGeografia urbanizacao
Geografia urbanizacao
 
Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2
 
Mapas políticos e geográficos do brasil
Mapas políticos e geográficos do brasilMapas políticos e geográficos do brasil
Mapas políticos e geográficos do brasil
 
Tópico 5 historia 6 ano1
Tópico 5 historia 6 ano1Tópico 5 historia 6 ano1
Tópico 5 historia 6 ano1
 
Atividade am. do sul
Atividade   am. do sulAtividade   am. do sul
Atividade am. do sul
 
Avaliação diagnóstica geografia
Avaliação diagnóstica geografiaAvaliação diagnóstica geografia
Avaliação diagnóstica geografia
 
Fusos hora´rios
Fusos hora´riosFusos hora´rios
Fusos hora´rios
 
Avaliação de geografia 6º ano - 1º bimestre
Avaliação de geografia 6º ano - 1º bimestreAvaliação de geografia 6º ano - 1º bimestre
Avaliação de geografia 6º ano - 1º bimestre
 
Simulado 2533
Simulado 2533Simulado 2533
Simulado 2533
 
Avaliacao tectonica de placas
Avaliacao tectonica de placas Avaliacao tectonica de placas
Avaliacao tectonica de placas
 
9 ano-lista-02-areas-volumes
9 ano-lista-02-areas-volumes9 ano-lista-02-areas-volumes
9 ano-lista-02-areas-volumes
 
ATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docx
ATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docxATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docx
ATIVIDADE DE GEOGRAFIA CONTINENTES ADAPTADA.docx
 
Prova geografia estudos orientados 9 ano
Prova geografia estudos orientados 9 anoProva geografia estudos orientados 9 ano
Prova geografia estudos orientados 9 ano
 
O mapa e seus elementos
O mapa e seus elementosO mapa e seus elementos
O mapa e seus elementos
 
Avaliação de geografia 6 ano 01 e 02 2º período
Avaliação de geografia 6 ano 01 e 02  2º períodoAvaliação de geografia 6 ano 01 e 02  2º período
Avaliação de geografia 6 ano 01 e 02 2º período
 

Destaque

As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
Raquel Avila
 
Tc chicote
Tc chicoteTc chicote
Tc chicote
furacaocps2
 
Catalogo TC Chicotes 2011
Catalogo TC Chicotes 2011Catalogo TC Chicotes 2011
Catalogo TC Chicotes 2011
PARA PECAS DE VEICULOS
 
Estrutura e rochas
Estrutura e rochasEstrutura e rochas
Estrutura e rochas
Professor
 
1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA
1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA
1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA
Ana Lucia Rodrigues
 
Pequeno dicionário geográfico
Pequeno dicionário geográficoPequeno dicionário geográfico
Pequeno dicionário geográfico
Prof. Francesco Torres
 
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos EduardoHidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
valdeniDinamizador
 

Destaque (7)

As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
 
Tc chicote
Tc chicoteTc chicote
Tc chicote
 
Catalogo TC Chicotes 2011
Catalogo TC Chicotes 2011Catalogo TC Chicotes 2011
Catalogo TC Chicotes 2011
 
Estrutura e rochas
Estrutura e rochasEstrutura e rochas
Estrutura e rochas
 
1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA
1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA
1ºANO: ESCALA CARTOGRÁFICA
 
Pequeno dicionário geográfico
Pequeno dicionário geográficoPequeno dicionário geográfico
Pequeno dicionário geográfico
 
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos EduardoHidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
 

Semelhante a Escala

Escala geografica x cartografica aula 3
Escala geografica x cartografica   aula 3Escala geografica x cartografica   aula 3
Escala geografica x cartografica aula 3
Luciano Pessanha
 
Unidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartre
Unidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartreUnidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartre
Unidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartre
Ademir Aquino
 
Atividade sobre Escala
Atividade sobre EscalaAtividade sobre Escala
Atividade sobre Escala
Eliena Leal
 
Exercícios escala cbasica
Exercícios escala cbasicaExercícios escala cbasica
Exercícios escala cbasica
danilabgis
 
Csc geo - cartografia projeções cartográficas-lista
Csc   geo - cartografia projeções cartográficas-listaCsc   geo - cartografia projeções cartográficas-lista
Csc geo - cartografia projeções cartográficas-lista
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Obj geografia - cartografia projeções cartográficas-lista
Obj   geografia - cartografia projeções cartográficas-listaObj   geografia - cartografia projeções cartográficas-lista
Obj geografia - cartografia projeções cartográficas-lista
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
escalas
escalasescalas
Privest, 3º EM Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01
Privest, 3º EM  Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01Privest, 3º EM  Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01
Privest, 3º EM Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01
Rodrigo R Ribeiro
 
Geografia cartografia
Geografia   cartografiaGeografia   cartografia
Geografia cartografia
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Escala
EscalaEscala
006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf
006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf
006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf
TATIANIDASILVAJOVINO1
 
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercíciosCapitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Claudio Henrique Ramos Sales
 
cartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.ppt
cartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.pptcartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.ppt
cartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.ppt
leiapcsj
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
Alexandre Gangorra
 
Apontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdf
Apontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdfApontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdf
Apontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdf
Jorge Antunes
 
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e EscalaAulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Eduardo Mendes
 
elementos dos mapas.pdf
elementos dos mapas.pdfelementos dos mapas.pdf
elementos dos mapas.pdf
LusRobertoCavalcanti
 
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptxexercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
nomeinspirado
 
Cartografia04
Cartografia04Cartografia04
Cartografia04
sesi8
 
Escalas cartográficas
Escalas cartográficasEscalas cartográficas
Escalas cartográficas
Thais Veloso
 

Semelhante a Escala (20)

Escala geografica x cartografica aula 3
Escala geografica x cartografica   aula 3Escala geografica x cartografica   aula 3
Escala geografica x cartografica aula 3
 
Unidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartre
Unidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartreUnidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartre
Unidade2 2 a_lista_setor371_revisao_sartre
 
Atividade sobre Escala
Atividade sobre EscalaAtividade sobre Escala
Atividade sobre Escala
 
Exercícios escala cbasica
Exercícios escala cbasicaExercícios escala cbasica
Exercícios escala cbasica
 
Csc geo - cartografia projeções cartográficas-lista
Csc   geo - cartografia projeções cartográficas-listaCsc   geo - cartografia projeções cartográficas-lista
Csc geo - cartografia projeções cartográficas-lista
 
Obj geografia - cartografia projeções cartográficas-lista
Obj   geografia - cartografia projeções cartográficas-listaObj   geografia - cartografia projeções cartográficas-lista
Obj geografia - cartografia projeções cartográficas-lista
 
escalas
escalasescalas
escalas
 
Privest, 3º EM Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01
Privest, 3º EM  Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01Privest, 3º EM  Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01
Privest, 3º EM Exercícios complementares AP.: 01 MÓD.: 01
 
Geografia cartografia
Geografia   cartografiaGeografia   cartografia
Geografia cartografia
 
Escala
EscalaEscala
Escala
 
006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf
006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf
006_8°ano_Elementos da Cartografia .pdf
 
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercíciosCapitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
 
cartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.ppt
cartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.pptcartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.ppt
cartografia-conceitos-basicos-prof.mauricio.ppt
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Apontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdf
Apontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdfApontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdf
Apontamentos_Geomática_Análise_Fisiográfica_1ªPARTE.pdf
 
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e EscalaAulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
 
elementos dos mapas.pdf
elementos dos mapas.pdfelementos dos mapas.pdf
elementos dos mapas.pdf
 
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptxexercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
 
Cartografia04
Cartografia04Cartografia04
Cartografia04
 
Escalas cartográficas
Escalas cartográficasEscalas cartográficas
Escalas cartográficas
 

Mais de Alexandre Gangorra

Agropecuária
AgropecuáriaAgropecuária
Agropecuária
Alexandre Gangorra
 
Atividade industrial
Atividade industrialAtividade industrial
Atividade industrial
Alexandre Gangorra
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
Alexandre Gangorra
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
Alexandre Gangorra
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
Alexandre Gangorra
 
Formas e estruturas geológicas
Formas e estruturas geológicasFormas e estruturas geológicas
Formas e estruturas geológicas
Alexandre Gangorra
 
Formas e movimentos da terra
Formas e movimentos da terraFormas e movimentos da terra
Formas e movimentos da terra
Alexandre Gangorra
 
Fusos horários
Fusos horáriosFusos horários
Fusos horários
Alexandre Gangorra
 
Geopolítica
GeopolíticaGeopolítica
Geopolítica
Alexandre Gangorra
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
Alexandre Gangorra
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
Alexandre Gangorra
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
Alexandre Gangorra
 
Clima
ClimaClima
Organizações supranacionais e blocos
Organizações supranacionais e blocosOrganizações supranacionais e blocos
Organizações supranacionais e blocos
Alexandre Gangorra
 
Solos
SolosSolos
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
Alexandre Gangorra
 
Vegetação
VegetaçãoVegetação
Vegetação
Alexandre Gangorra
 
Dicionario geografico
Dicionario geograficoDicionario geografico
Dicionario geografico
Alexandre Gangorra
 

Mais de Alexandre Gangorra (18)

Agropecuária
AgropecuáriaAgropecuária
Agropecuária
 
Atividade industrial
Atividade industrialAtividade industrial
Atividade industrial
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Fontes de energia
Fontes de energiaFontes de energia
Fontes de energia
 
Formas e estruturas geológicas
Formas e estruturas geológicasFormas e estruturas geológicas
Formas e estruturas geológicas
 
Formas e movimentos da terra
Formas e movimentos da terraFormas e movimentos da terra
Formas e movimentos da terra
 
Fusos horários
Fusos horáriosFusos horários
Fusos horários
 
Geopolítica
GeopolíticaGeopolítica
Geopolítica
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Organizações supranacionais e blocos
Organizações supranacionais e blocosOrganizações supranacionais e blocos
Organizações supranacionais e blocos
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Vegetação
VegetaçãoVegetação
Vegetação
 
Dicionario geografico
Dicionario geograficoDicionario geografico
Dicionario geografico
 

Último

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 

Último (20)

karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 

Escala

  • 1. ESCALA (O ESPAÇO DA GEOGRAFIA) http://profalexandregangorra.blogspot.com.br/ 01 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006) Com base no mapa, calcule o tamanho real aproximado da rua Maria Antônia a) 375 m b) 4,16 km c) 3,75 km d) 37,5 m e) 3750 m 02 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006) Considere que a distância real, em linha reta, entre Conchas e Pereiras, no interior de São Paulo seja de 7,5 km. Isso equivale a 1 cm no mapa. Em que escala o mapa foi desenhado? a) 1: 7 500 000 b) 1: 750 000 c) 1: 750 d) 1: 7 500 e) 1: 75 000 03 - (Fatec SP/2006) Considere um mapa a ser usado em sala de aula para representar diferentes temas geográficos. Assinale a alternativa que relaciona, corretamente, a escala, a área mapeada e o exemplo. 04 - (UFPB PB/2006) O cartograma, ao lado, é uma representação do Projeto de Integração das Bacias Setentrionais do Nordeste, mais conhecido como Transposição do Rio São Francisco, que prevê, entre outros objetivos, atender a cidade de Campina Grande. Com base no cartograma e usando o recurso da escala gráfica, a extensão do EIXO LESTE até Campina Grande é estimada em: (OBS: considere a distância, no mapa, de Campina Grande ao Eixo Leste igual a 3 cm) a) 100 km b) 200 km c) 300 km d) 400 km e) 500 km 05 - (UFLA MG/2005) Em um mapa de uma cidade qualquer, para que a distância real entre dois pontos seja de 3 km,
  • 2. a distância medida no mapa e a escala deveriam ser, respectivamente, de a) 1,5 cm e 1: 30000000. b) 2 cm e 1: 150000. c) 3 cm e 1: 2000000. d) 6 cm e 1: 1000000. e) 2,5 cm e 1: 250000. 06 - (UFRN RN/2005) Um professor de Geografia solicitou aos alunos que representassem, por meio de cartogramas, os resultados de um estudo sobre o bairro onde a escola está localizada. Foram colocadas à disposição dos alunos duas bases cartográficas com as seguintes escalas: cartograma 1 - escala de 1:25.000; cartograma 2 - escala de 1:500.000. Considerando que devem ser representados, no mapa, ruas, avenidas e outros componentes do bairro, os alunos devem utilizar o: a) cartograma 1, porque a escala é maior e oferece a possibilidade de representação de mais detalhes. b) cartograma 2, porque a escala é menor, possibilitando trabalhar com mais detalhes. c) cartograma 1, porque a escala é menor, sendo ideal para trabalhos com pequenas áreas. d) cartograma 2, porque a escala é maior, sendo ideal para representar mais detalhes de uma determinada área. 07 - (UECE/CE/1ªFase/Janeiro/2005) Considere mapas com as seguintes escalas numéricas: I. 1: 1.000.000 II. 1: 2.000.000 III. 1: 1.000 IV. 1: 2.000 Pode-se afirmar corretamente que: a) Dentre as escalas apresentadas, III é a maior, servindo para mapeamentos de detalhe, inclusive de áreas urbanas. b) A escala II é a maior, viabilizando mapeamentos com elevado grau de detalhamento. c) As escalas III e IV permitem o mapeamento de áreas extensas, superiores a 1.000.000 km 2 , como o Estado do Ceará. d) A escala I é a que melhor se adequa para o mapeamento detalhado do município de Fortaleza. 08 - (Fatec SP/2005) Para indicar a localização de casas comerciais e edificações antigas em uma área de 250.000m2, de uma metrópole como São Paulo (SP), as plantas mais adequadas estão na escala: a) 1: 500.000. c) 1: 5.000. e) 1: 100.000. b) 1: 250.000. d) 1: 50.000. 09 - (UEG GO/Janeiro/2005) No mapa, cuja escala é 1:55.000.000, a distância, em linha reta, entre as cidades de São Paulo e Brasília é de 1,6 cm. Na realidade, essa distância é de aproximadamente a) 880 km b) 1200 m c) 8875 km d) 239 km e) 890 m 10 - (UFAM AM/2005) Os principais elementos de um mapa são a escala, a projeção cartográfica, os símbolos e convenções. A escala é: a) um instrumento de alta tecnologia para obtenção de informações da superfície terrestre. b) a declividade de um terreno. c) a proporção entre o desenho (mapa) e a superfície real. d) o conjunto de linhas, sobre o qual se pode desenhar um mapa. e) um sinal que representa aspectos do terreno. 11 - (UFPel RS/2005) A representação da realidade estabelece uma correspondência entre as dimensões do terreno e as do papel. Para que se consiga representar com clareza os elementos da realidade, é fundamental a escolha da forma de representação e da escala adequadas. Observe as figuras a seguir, alusivas a três tipos diferentes de representação da superfície terrestre.
  • 3. Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos, é correto afirmar que tradicionalmente se utiliza: a) uma escala grande, como mostra a Figura 3, capaz de representar grandes superfícies da Terra, com muitos detalhes, como no caso de cartas topográficas na escala de 1: 1.000. b) uma escala pequena, como aparece na Figura 1, para mostrar uma área muito extensa, com poucos detalhes, como no caso de mapas na escala de 1: 1.250.000. c) uma escala pequena, como a da Figura 2, quando os elementos devem aparecer muito reduzidos, como no caso de um mapa na escala de 1: 1.000. d) uma escala muito grande, como mostra a Figura 3, para representar, com grande riqueza de detalhes, áreas de uma cidade, como no caso da escala 1: 1.000.000. e) uma escala grande, como mostra a Figura 1, que representa áreas menores, porém com maior grau de detalhamento, como no caso de cartas topográficas na escala 1: 500.000. 12 - (Fepecs/2005) Observe as figuras. I) II) III) IV) V) Todas as figuras representam a mesma área de uma determinada cidade. As variações na representação cartográfica da figura I até a figura V resultam: a) do efeito provocado pela diminuição da escala na representação cartográfica; b) do efeito provocado pelo aumento da escala na representação cartográfica; c) da maior distância do cartógrafo em relação ao objeto representado; d) da menor distância do cartógrafo em relação ao objeto representado; e) da mudança de posição do objeto representado pelo recurso cartográfico. 13 - (PUC MG/2005) Considerando-se que a distância entre os extremos Leste e o Oeste do perfil topográfico abaixo é de aproximadamente 650 km, estando expressa em 14 cm, e que a altitude máxima do perfil é de 2000 m e está expressa por 1cm, as escalas horizontal e vertical nele apresentadas estão CORRETAMENTE indicadas em: 1 cm a) vertical = 1:2000000 / horizontal = 1:200000 b) vertical = 1:200000 / horizontal = 1:4642000 c) vertical = 1:4642000 / horizontal = 1:2000000 d) vertical = 1:4642 / horizontal = 1:2000000 14 - (UEPG PR/Julho/2005) Com relação aos mapas e cartas geográficos, seus elementos e classificação, assinale o que for correto. 01. O elemento que estabelece a relação ou a proporção entre a dimensão real de um lugar e sua representação no mapa é denominado de escala. 02. O método mais comum de representar as elevações do relevo são as curvas de nível, linhas que ligam pontos ou cotas de igual altitude em intervalos iguais. 04. A representação de uma superfície esférica em um plano, o mapa, ou um sistema plano de paralelos e meridianos sobre os quais pode-se desenhar um mapa é a projeção cartográfica.
  • 4. 08. Os mapas básicos mostram temas específicos como relevo, clima, solos, hidrografia (mapas físicos); fitogeografia e zoogeografia (mapas biogeográficos), além dos mapas econômicos, políticos e outros. 16. Uma escala numérica é representada através de uma linha reta graduada enquanto que uma escala gráfica é representada sob a forma de uma razão (1:50.000) ou de uma proporção (1/50.000). 15 - (UEM PR/Julho/2005) Assinale o que for correto sobre as escalas de representação, recorrendo à figura quando necessário. Fonte: PEREIRA, D.; SANTOS, D. e CARVALHO, M. de. Geografia: Ciência do Espaço. São Paulo: Atual, 1998. p. 12. 01. A riqueza de detalhes que pode ser observada em um mapa é diretamente proporcional à escala, ou seja, quanto maior for a escala, maior será a riqueza de detalhes. 02. A utilização de escalas diferentes nos permite visualizar aspectos diferentes das realidades geográficas. Assim, a escolha desta ou daquela escala não é uma decisão meramente técnica e, sim, política e estratégica. O cartógrafo, ao escolher a escala, pode omitir ou revelar informações ou, então, localizar o fenômeno representado com muita ou com pouca precisão. 04. Todo mapa é uma representação reduzida da realidade e é a escala que indica essa redução. A escala, por exemplo, do mapa B indica que a superfície real foi reduzida 13.000.000 (treze milhões) de vezes. 08. As escalas dos mapas A e C revelam, respectivamente, que um centímetro no mapa representa, na realidade, 2.000 km e 7,5 km. 16. As escalas mais utilizadas na confecção de mapas são as numéricas e as gráficas. O tipo de escala utilizada nos mapas da figura é um exemplo de escala numérica. 32. O tamanho da escala varia de acordo com a área a ser representada no mapa. Uma área pequena, como um bairro, exige uma escala grande. Uma área grande, como o Brasil, exige uma escala pequena. 64. Conforme a escala do mapa aumenta, a área representada aumenta. Assim, pode-se afirmar que o mapa A foi construído em uma escala grande e o mapa C em uma escala pequena.