SlideShare uma empresa Scribd logo
Drogadicció
n
Docente : Mirian Ribera
Alunnos : Ferreira Andrade Thandara
Gomes Jurup Eduardo
Gonçalves Lemke Wilkary
Gonçalves Vieira Antonio
Lima da Silva Augusto Jarbas
Investigar sobre las drogas e todos lados y pareciera
que todos las consumen para que se posa conocer
mejor las consecuencias, sus risco y los daños que
puede causar en las personas. Conocer lo tratamiento
de ese vicio o que ocurre cuando las personas están
expuestas a ciertos ambientes.
El primer antecendente de la importancia de conocer sobre las drogas
son sustancias químicas que modifican el funcionamiento de nuestro
organismo. En farmacología, una droga es toda materia prima de
origen biológico que directa o indirectamente sirve para la elaboración
de medicamentos, y se llama principio activo a la sustancia
responsable de la actividad farmacológica de la droga. La droga
puede ser todo vegetal o animal entero, órgano o parte del mismo, o
producto obtenido de ellos por diversos métodos que poseen una
composición química o sustancias químicas que proporcionan un
efecto farmacológico útil en terapéutica.
Según la Organización Mundial de la Salud una droga es toda
sustancia que, introducida en el organismo por cualquier vía de
administración, puede alterar de algún modo el sistema nervioso
central del individuo que las consume.
Las drogas son sustancias químicas que modifican el funcionamiento de
nuestro organismo. Cuando las introduces dentro del cuerpo (por
ingestión, inhalación o inyección), las drogas llegan al torrente sanguíneo
y son transportadas a distintas partes del cuerpo, como el cerebro. En el
cerebro, las drogas pueden intensificar o adormecer tus sentidos, alterar
tu estado de alerta y, en algunos casos, reducir el dolor físico.
a)OBJETIVO GENERAL
Explicar sobre las drogas, e destacar sobre la cocaína”.
b) OBJETIVOS ESPECIFICOS
“Recopilar información bibliográfica sobre las drogas para tener una idea
clara del tema”.
“Investigar sobre su manifestación clínica”.
“Explicar sobre las patologías y su prevención”.
Quando o usuário utiliza a droga por diversos dias ou
meses. No início a pessoa pode sentir necessidade do
aumento da dose para produção do mesmo efeito
(tolerância). Além disto, afasta-se da família, amigos e
trabalho e pode passar a vender os seus objetos ou a
roubar para manter o consumo da droga.
Son aquellas sustancias cuyo consumo puede producir dependencia,
estimulación o depresión del sistema nervioso central, o que dan como
resultado un trastorno en la función del juicio, del comportamiento o del ánimo
de la persona.
Es toda sustancia capaz de alterar el organismo y su acción psíquica la ejerce
sobre la conducta, la percepción y la conciencia. La dependencia de la droga es
el consumo excesivo, persistente y periódico de toda sustancia tóxica.
El término drogas visto desde un punto de vista estrictamente científico es
principio activo, materia prima. En ese sentido droga puede compararse
formalmente dentro de la farmacología y dentro de la medicina con un fármaco,
es decir que droga y fármaco pueden utilizarse como sinónimos. Los fármacos
son un producto químico empleado en el tratamiento o prevención de
enfermedades. Los fármacos pueden elaborarse a partir de plantas, minerales,
animales, o mediante síntesis.
La Dependencia es el estado del individuo mediante el cual crea y
mantiene constantemente un deseo de ingerir alguna substancia.
Si este deseo se mantiene por mecanismos metabólicos y su falta
crea un síndrome de abstinencia, se denomina dependencia
física. Si la dependencia se mantiene por mecanismos
psicosociales, suele definirse como dependencia psíquica o
psicosocial.
Las drogas se dividen en narcóticos, como el opio y sus
derivados la morfina, la codeína y heroína; estimulantes, como el
café, las anfetaminas, el crack y la cocaína, y alucinógenos, como
el LSD, la mezcalina, el peyote, los hongos psilocibios y los
derivados del cáñamo, como el hachís.
Existe una segunda concepción que es de carácter social, según
ésta las drogas son sustancias prohibidas, nocivas para la salud,
de las cuales se abusan y que en alguna forma traen un perjuicio
individual y social.
Luego nos queda el problema dónde actúan estas sustancias, ya
que todas estas drogas tienen un elemento básico en el
organismo que es el sistema nervioso central el cual es la
estructura más delicada y el más importante que tiene el ser
humano, y si estas sustancias actúan sobre esas estructuras
dañándolas, perjudicándolas, indudablemente que van constituir
un elemento grave y peligroso para la colectividad; para la salud
individual y lógicamente para la salud pública.
COCAÍNA
É um alcalóide (produto extraído das folhas
de uma planta chamada Erythroxilon coca
encontrada principalmente em países da
América do Sul e Central). Também é
conhecida como coca, pó dourado, neve ou
"senhora".
A cocaína é um estimulante do Sistema
Nervoso Central. Ela atinge rapidamente o
cérebro, produz resposta intensa, o que a
torna muito procurada como droga de abuso.
Existem vários tipos de preparação de coca:
Folhas de coca: podem ser mascadas ou ingeridas; são de uso
cultural pelos povos do Peru, Colômbia, Equador, etc.;
Pasta de coca: é fumada com tabaco ou maconha sendo esta
mistura conhecida como BASUCO. Além da cocaína, esta
preparação contém solventes como ácido sulfúrico;
Pó de coca (cloridrato): pode ser cheirado ou injetado;
"Crack" ou "rock" (base livre): é fumado e tem aparência de mineral.
Quando aquecido faz barulhos, o que caracteriza o nome "crack".
Já com doses baixas, a cocaína ocasiona alterações em
todo o organismo como aumento da freqüência dos
batimentos cardíacos (taquicardia) e aumento da pressão
arterial (hipertensão). Com a utilização da doses
moderadas podem aparecer vômitos, diarréia, excitação,
confusão das idéias até ansiedade extrema. Estes efeitos
podem durar de poucas horas até alguns dias. A utilização
de doses elevadas podem ocasionar uma significativa
hipertensão arterial, taquicardia, calafrios, transpiração
excessiva, convulsões e morte (por efeitos sobre o coração
e respiração) que caracterizam a intoxicação aguda,
também conhecida como overdose
A administração injetável (parenteral) da cocaína pode trazer
problemas em função do solvente utilizado (líquido par
dissolver a droga) e das seringas não serem esterilizadas.
Também pode acontecer da contaminação ocorrer pelo fato
da mesma seringa ser utilizada por mais de uma pessoa.
Transmissão de hepatite de endocardite infecciosa, AIDS e
menos comumente pneumonia ou infecções localizadas são
as doenças mais freqüentes. A falta de higiene no local da
administração da droga pode ocasionar o aparecimento de
feridas (ulcerações) e desencadear, mais tarde, uma infecção
grave em outros locais do organismo.
O uso continuado de cocaína durante a gravidez pode ser
responsável pelo nascimento de bebês pequenos (retardo de
crescimento intra-uterino), malformações (microcefalia) e abortos
espontâneos. Além disso, após o nascimento, o bebê pode
apresentar comprometimento neurológico e ter manifestações
comportamentais diferentes (ex.: chorar de forma inconsolável).
LA COCÁINA PRODUZ
DEPENDÊNCIA
quando o usuário utiliza a droga por
diversos dias ou meses. No início a
pessoa pode sentir necessidade do
aumento da dose para produção do
mesmo efeito (tolerância). Além disto,
afasta-se da família, amigos e trabalho
e pode passar a vender os seus objetos
ou a roubar para manter o consumo da
droga. Quando a pessoa pára de usar
ou reduz a quantidade utilizada pode
sentir depressão (tristeza), irritabilidade,
ansiedade, cansaço e insônia (não
consegue dormir). Por isso, existe uma
forte tendência para a continuação do
uso da droga.
O usuário não deve sentir-se abandonado por
amigos ou familiares. Ele deve ser incentivado a
procurar ajuda em centros especializados onde o
tratamento de desintoxicação e
acompanhamento posterior poderão ser obtidos.
Recomendamos que las personas ni tengan curiosidad
de experimentar drogas ilícitas y saiban manejar las
drogas licitas (medicamentos). Que la sociedad
mobilize se mas para hacer campañas de
concientización y orientación para que principalmente
los jóvenes no vengan consumir ningún tipo de
sustancia toxica.
Gracias !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Drogas
DrogasDrogas
Apresentação de Slides
Apresentação de SlidesApresentação de Slides
Apresentação de Slides
drogasquedroga
 
O perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power pointO perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power point
marretti
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
saudefieb
 
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às DrogasCartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Paulo Negreiros
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
Pedui
 
Drogas Naturais
Drogas NaturaisDrogas Naturais
Drogas Naturais
shivbhudia
 
Drogas e suas caracteristicas
Drogas e suas caracteristicasDrogas e suas caracteristicas
Drogas e suas caracteristicas
Henrique Alves Costa
 
Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Tipos de Drogas
Tipos de DrogasTipos de Drogas
Tipos de Drogas
maria.j.fontes
 
As drogas e seus efeitos
As drogas e seus efeitosAs drogas e seus efeitos
As drogas e seus efeitos
Alinebrauna Brauna
 
Drogas e medicamentos
Drogas e medicamentosDrogas e medicamentos
Drogas e medicamentos
8Egrupo3
 
Trabalho drogas biologia
Trabalho drogas   biologiaTrabalho drogas   biologia
Trabalho drogas biologia
Natália Araripe
 
Drogas 2
Drogas 2Drogas 2
Drogas 2
Ivaneth Almeida
 
As drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticas
As drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticasAs drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticas
As drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticas
Francisca Santos
 
Repressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogasRepressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogas
Renato Nascimento
 
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de JesusDrogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
Gilberto de Jesus
 
O cristão e as drogas
O cristão e as drogasO cristão e as drogas
O cristão e as drogas
Luan Almeida
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
raquelpiress
 
Droga
DrogaDroga

Mais procurados (20)

Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Apresentação de Slides
Apresentação de SlidesApresentação de Slides
Apresentação de Slides
 
O perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power pointO perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power point
 
Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
 
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às DrogasCartilha Educativa de Prevenção às Drogas
Cartilha Educativa de Prevenção às Drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas Naturais
Drogas NaturaisDrogas Naturais
Drogas Naturais
 
Drogas e suas caracteristicas
Drogas e suas caracteristicasDrogas e suas caracteristicas
Drogas e suas caracteristicas
 
Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)
 
Tipos de Drogas
Tipos de DrogasTipos de Drogas
Tipos de Drogas
 
As drogas e seus efeitos
As drogas e seus efeitosAs drogas e seus efeitos
As drogas e seus efeitos
 
Drogas e medicamentos
Drogas e medicamentosDrogas e medicamentos
Drogas e medicamentos
 
Trabalho drogas biologia
Trabalho drogas   biologiaTrabalho drogas   biologia
Trabalho drogas biologia
 
Drogas 2
Drogas 2Drogas 2
Drogas 2
 
As drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticas
As drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticasAs drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticas
As drogas podem ser tanto naturais quanto sintéticas
 
Repressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogasRepressão ao uso e tráfico de drogas
Repressão ao uso e tráfico de drogas
 
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de JesusDrogas - Profº Gilberto de Jesus
Drogas - Profº Gilberto de Jesus
 
O cristão e as drogas
O cristão e as drogasO cristão e as drogas
O cristão e as drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Droga
DrogaDroga
Droga
 

Destaque

Basic 1 classroom language
Basic 1 classroom languageBasic 1 classroom language
Basic 1 classroom language
martha lucia salazar floriano
 
Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...
Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...
Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...
University of Minnesota Landscape Arboretum
 
Raingardens rbc 5 18 13
Raingardens rbc 5 18 13Raingardens rbc 5 18 13
EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...
EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...
EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...
University of Minnesota Landscape Arboretum
 
Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...
Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...
Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...
University of Minnesota Landscape Arboretum
 
Target Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...
Target  Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...Target  Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...
Target Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...
University of Minnesota Landscape Arboretum
 
Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...
Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...
Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...
University of Minnesota Landscape Arboretum
 
LIMC 01: SPEECHES
LIMC 01: SPEECHESLIMC 01: SPEECHES
LIMC 01: SPEECHES
Mike Stuchbery
 
01 speeches stuchery
01 speeches   stuchery01 speeches   stuchery
01 speeches stuchery
Mike Stuchbery
 
From your desk 6.16.13
From your desk 6.16.13From your desk 6.16.13
Bill wde 2012 no. 2
Bill wde 2012 no. 2Bill wde 2012 no. 2
Bill wde 2012 no. 2
billharke
 
MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.
MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.
MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.
Mike Stuchbery
 

Destaque (12)

Basic 1 classroom language
Basic 1 classroom languageBasic 1 classroom language
Basic 1 classroom language
 
Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...
Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...
Corporate Sponsorships | Grow Your Business with the Minnesota Landscape Arbo...
 
Raingardens rbc 5 18 13
Raingardens rbc 5 18 13Raingardens rbc 5 18 13
Raingardens rbc 5 18 13
 
EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...
EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...
EcoNetworking Presentation from Todd Gleason, Senior Vice President of Growth...
 
Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...
Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...
Telling a digital eco story presentation - wendy meadley - social wendy group...
 
Target Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...
Target  Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...Target  Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...
Target Eco Set presentation for EcoNetworking at the Minnesota Landscape Arb...
 
Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...
Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...
Health Partners sustainability power point presented at the Minnesota Landsca...
 
LIMC 01: SPEECHES
LIMC 01: SPEECHESLIMC 01: SPEECHES
LIMC 01: SPEECHES
 
01 speeches stuchery
01 speeches   stuchery01 speeches   stuchery
01 speeches stuchery
 
From your desk 6.16.13
From your desk 6.16.13From your desk 6.16.13
From your desk 6.16.13
 
Bill wde 2012 no. 2
Bill wde 2012 no. 2Bill wde 2012 no. 2
Bill wde 2012 no. 2
 
MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.
MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.
MR STUCHBERY'S TOP FIVE TEXT ANALYSIS TIPS.
 

Semelhante a Drogadicción

Substâncias Psicoactivas
Substâncias PsicoactivasSubstâncias Psicoactivas
Substâncias Psicoactivas
tocha_turma9a
 
4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona
familiaestagio
 
Drogas
DrogasDrogas
Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.
Jocilaine Moreira
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
portoseguro
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
blogspott
 
Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.
Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.
Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.
Silvio Thales C. S.
 
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Trabalho Gabriela 23/09/2009
Trabalho Gabriela 23/09/2009Trabalho Gabriela 23/09/2009
Trabalho Gabriela 23/09/2009
Ricardo
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
ariadnemonitoria
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
carraroqa
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789
Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789
Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789
iagodosal
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
wladimir
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
DrogasDrogas
Drogas e Seus Efeitos.pdf
Drogas e Seus Efeitos.pdfDrogas e Seus Efeitos.pdf
Drogas e Seus Efeitos.pdf
fOTÓGRAFO DE cASAMENTO sAMPA
 
Drogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesusDrogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesus
Marcos de Paula Marcos
 
Drogas Ilícitas
Drogas IlícitasDrogas Ilícitas
Drogas Ilícitas
marleneves
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
URCA
 

Semelhante a Drogadicción (20)

Substâncias Psicoactivas
Substâncias PsicoactivasSubstâncias Psicoactivas
Substâncias Psicoactivas
 
4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona4 plano de aula nervoso.mona
4 plano de aula nervoso.mona
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Alcool e outras drogas
Alcool e outras drogasAlcool e outras drogas
Alcool e outras drogas
 
Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.
Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.
Ética - Drogas Lícitas e Ilícitas no Brasil e no mundo.
 
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
3º anos (Sociologia) Adolescentes e Drogas
 
Trabalho Gabriela 23/09/2009
Trabalho Gabriela 23/09/2009Trabalho Gabriela 23/09/2009
Trabalho Gabriela 23/09/2009
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789
Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789
Drogas_psicotrópicas (1).pdf, 1234556789
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas e Seus Efeitos.pdf
Drogas e Seus Efeitos.pdfDrogas e Seus Efeitos.pdf
Drogas e Seus Efeitos.pdf
 
Drogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesusDrogas matam aceite a jesus
Drogas matam aceite a jesus
 
Drogas Ilícitas
Drogas IlícitasDrogas Ilícitas
Drogas Ilícitas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 

Drogadicción

  • 1. Drogadicció n Docente : Mirian Ribera Alunnos : Ferreira Andrade Thandara Gomes Jurup Eduardo Gonçalves Lemke Wilkary Gonçalves Vieira Antonio Lima da Silva Augusto Jarbas
  • 2. Investigar sobre las drogas e todos lados y pareciera que todos las consumen para que se posa conocer mejor las consecuencias, sus risco y los daños que puede causar en las personas. Conocer lo tratamiento de ese vicio o que ocurre cuando las personas están expuestas a ciertos ambientes.
  • 3. El primer antecendente de la importancia de conocer sobre las drogas son sustancias químicas que modifican el funcionamiento de nuestro organismo. En farmacología, una droga es toda materia prima de origen biológico que directa o indirectamente sirve para la elaboración de medicamentos, y se llama principio activo a la sustancia responsable de la actividad farmacológica de la droga. La droga puede ser todo vegetal o animal entero, órgano o parte del mismo, o producto obtenido de ellos por diversos métodos que poseen una composición química o sustancias químicas que proporcionan un efecto farmacológico útil en terapéutica. Según la Organización Mundial de la Salud una droga es toda sustancia que, introducida en el organismo por cualquier vía de administración, puede alterar de algún modo el sistema nervioso central del individuo que las consume.
  • 4. Las drogas son sustancias químicas que modifican el funcionamiento de nuestro organismo. Cuando las introduces dentro del cuerpo (por ingestión, inhalación o inyección), las drogas llegan al torrente sanguíneo y son transportadas a distintas partes del cuerpo, como el cerebro. En el cerebro, las drogas pueden intensificar o adormecer tus sentidos, alterar tu estado de alerta y, en algunos casos, reducir el dolor físico.
  • 5. a)OBJETIVO GENERAL Explicar sobre las drogas, e destacar sobre la cocaína”. b) OBJETIVOS ESPECIFICOS “Recopilar información bibliográfica sobre las drogas para tener una idea clara del tema”. “Investigar sobre su manifestación clínica”. “Explicar sobre las patologías y su prevención”.
  • 6. Quando o usuário utiliza a droga por diversos dias ou meses. No início a pessoa pode sentir necessidade do aumento da dose para produção do mesmo efeito (tolerância). Além disto, afasta-se da família, amigos e trabalho e pode passar a vender os seus objetos ou a roubar para manter o consumo da droga.
  • 7. Son aquellas sustancias cuyo consumo puede producir dependencia, estimulación o depresión del sistema nervioso central, o que dan como resultado un trastorno en la función del juicio, del comportamiento o del ánimo de la persona. Es toda sustancia capaz de alterar el organismo y su acción psíquica la ejerce sobre la conducta, la percepción y la conciencia. La dependencia de la droga es el consumo excesivo, persistente y periódico de toda sustancia tóxica. El término drogas visto desde un punto de vista estrictamente científico es principio activo, materia prima. En ese sentido droga puede compararse formalmente dentro de la farmacología y dentro de la medicina con un fármaco, es decir que droga y fármaco pueden utilizarse como sinónimos. Los fármacos son un producto químico empleado en el tratamiento o prevención de enfermedades. Los fármacos pueden elaborarse a partir de plantas, minerales, animales, o mediante síntesis.
  • 8. La Dependencia es el estado del individuo mediante el cual crea y mantiene constantemente un deseo de ingerir alguna substancia. Si este deseo se mantiene por mecanismos metabólicos y su falta crea un síndrome de abstinencia, se denomina dependencia física. Si la dependencia se mantiene por mecanismos psicosociales, suele definirse como dependencia psíquica o psicosocial. Las drogas se dividen en narcóticos, como el opio y sus derivados la morfina, la codeína y heroína; estimulantes, como el café, las anfetaminas, el crack y la cocaína, y alucinógenos, como el LSD, la mezcalina, el peyote, los hongos psilocibios y los derivados del cáñamo, como el hachís.
  • 9. Existe una segunda concepción que es de carácter social, según ésta las drogas son sustancias prohibidas, nocivas para la salud, de las cuales se abusan y que en alguna forma traen un perjuicio individual y social. Luego nos queda el problema dónde actúan estas sustancias, ya que todas estas drogas tienen un elemento básico en el organismo que es el sistema nervioso central el cual es la estructura más delicada y el más importante que tiene el ser humano, y si estas sustancias actúan sobre esas estructuras dañándolas, perjudicándolas, indudablemente que van constituir un elemento grave y peligroso para la colectividad; para la salud individual y lógicamente para la salud pública.
  • 10. COCAÍNA É um alcalóide (produto extraído das folhas de uma planta chamada Erythroxilon coca encontrada principalmente em países da América do Sul e Central). Também é conhecida como coca, pó dourado, neve ou "senhora". A cocaína é um estimulante do Sistema Nervoso Central. Ela atinge rapidamente o cérebro, produz resposta intensa, o que a torna muito procurada como droga de abuso.
  • 11. Existem vários tipos de preparação de coca: Folhas de coca: podem ser mascadas ou ingeridas; são de uso cultural pelos povos do Peru, Colômbia, Equador, etc.; Pasta de coca: é fumada com tabaco ou maconha sendo esta mistura conhecida como BASUCO. Além da cocaína, esta preparação contém solventes como ácido sulfúrico; Pó de coca (cloridrato): pode ser cheirado ou injetado; "Crack" ou "rock" (base livre): é fumado e tem aparência de mineral. Quando aquecido faz barulhos, o que caracteriza o nome "crack".
  • 12. Já com doses baixas, a cocaína ocasiona alterações em todo o organismo como aumento da freqüência dos batimentos cardíacos (taquicardia) e aumento da pressão arterial (hipertensão). Com a utilização da doses moderadas podem aparecer vômitos, diarréia, excitação, confusão das idéias até ansiedade extrema. Estes efeitos podem durar de poucas horas até alguns dias. A utilização de doses elevadas podem ocasionar uma significativa hipertensão arterial, taquicardia, calafrios, transpiração excessiva, convulsões e morte (por efeitos sobre o coração e respiração) que caracterizam a intoxicação aguda, também conhecida como overdose
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. A administração injetável (parenteral) da cocaína pode trazer problemas em função do solvente utilizado (líquido par dissolver a droga) e das seringas não serem esterilizadas. Também pode acontecer da contaminação ocorrer pelo fato da mesma seringa ser utilizada por mais de uma pessoa. Transmissão de hepatite de endocardite infecciosa, AIDS e menos comumente pneumonia ou infecções localizadas são as doenças mais freqüentes. A falta de higiene no local da administração da droga pode ocasionar o aparecimento de feridas (ulcerações) e desencadear, mais tarde, uma infecção grave em outros locais do organismo.
  • 17. O uso continuado de cocaína durante a gravidez pode ser responsável pelo nascimento de bebês pequenos (retardo de crescimento intra-uterino), malformações (microcefalia) e abortos espontâneos. Além disso, após o nascimento, o bebê pode apresentar comprometimento neurológico e ter manifestações comportamentais diferentes (ex.: chorar de forma inconsolável).
  • 18. LA COCÁINA PRODUZ DEPENDÊNCIA quando o usuário utiliza a droga por diversos dias ou meses. No início a pessoa pode sentir necessidade do aumento da dose para produção do mesmo efeito (tolerância). Além disto, afasta-se da família, amigos e trabalho e pode passar a vender os seus objetos ou a roubar para manter o consumo da droga. Quando a pessoa pára de usar ou reduz a quantidade utilizada pode sentir depressão (tristeza), irritabilidade, ansiedade, cansaço e insônia (não consegue dormir). Por isso, existe uma forte tendência para a continuação do uso da droga.
  • 19.
  • 20.
  • 21. O usuário não deve sentir-se abandonado por amigos ou familiares. Ele deve ser incentivado a procurar ajuda em centros especializados onde o tratamento de desintoxicação e acompanhamento posterior poderão ser obtidos.
  • 22. Recomendamos que las personas ni tengan curiosidad de experimentar drogas ilícitas y saiban manejar las drogas licitas (medicamentos). Que la sociedad mobilize se mas para hacer campañas de concientización y orientación para que principalmente los jóvenes no vengan consumir ningún tipo de sustancia toxica.