SlideShare uma empresa Scribd logo
FORMATAÇÃO:
ANA BEATRIZ CARGNIN
DESCOBRIMENTO DAS CÉLULAS
• Acredita-se que o microscópio tenha sido inventado por volta
de 1590 por Hans Janssen e seu filho Zacharias (holandeses,
fabricantes de óculos.)
• Os primeiros microscópios
eram simples e bastante
limitados em relação à
ampliação, esses eram
compostos de única lente,
os primeiros que se têm
notícia foram construídos na
primeira metade do século
XVII, com o intuito de
estudar insetos.
Células e tecidos
Robert Hooke (1635-1703), em 1665 publicou um livro intitulado
Micrographia, que consta de descrições de observações
microscópicas originais de biologia. O termo célula é atribuído a
Hooke.
ROBERT HOOKE
Células e tecidos
Células e tecidos
Células e tecidos
A mitocôndria é um das organelas celulares mais importantes,
sendo extremamente essencial para respiração celular.
O retículo endoplasmático tem função de transporte servindo como
canal de comunicação entre o núcleo celular e o citoplasma. O rugoso
também é responsável pela síntese de proteínas.
Os ribossomos originam-se nas células eucariotas e procariotas do
núcleo, e podem ser encontrados espalhados no citoplasma, presos
uns aos outros por uma fita de RNAm formando polissomas (também
chamados de polirribossomas), ou retículo endoplasmático (formando
assim o retículo endoplasmático rugoso ou granular). Já nas células
procariotas são encontradas livres no hialoplasma, onde tem sua
origem.
Sua função primordial é o processamento de proteínas ribossomáticas
e a sua distribuição por entre essas vesículas. Funciona, portanto,
como uma espécie de sistema central de distribuição na célula, atua
como centro de armazenamento, transformação, empacotamento e
remessa de substâncias na célula. É responsável também pela
formação dos lisossomos
Lisossomos ou lisossomas citoplasmáticas que têm como função a
degradação de partículas advindas do meio extra-celular, assim como
a reciclagem de outras organelas e componentes celulares
envelhecidos.
Células e tecidos
O centríolo ajuda na separação das células esticando-se na hora da
divisão então os cromossomos ficam ali em volta dos tubos do
cetríolo e quando acaba a divisão celular os cromossomos e
centríolos ja estão em seus devidos lugares.
Células e tecidos
Processo pelo qual as células
eucarióticas somáticas dividem seus
cromossomos entre duas células
menores do corpo. O número de
cromossomos permanece o mesmo.
Processo pelo qual as células se
dividem tendo como fim a formação
de gametas. O número de
cromossomos reduz pela metade.
Células e tecidos
Tecido é um conjunto de células especializadas, iguais ou diferentes
entre si, separadas ou não por líquidos e substâncias intercelulares,
que realizam determinada função num organismo multicelular.
Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os
órgãos e as cavidades corporais internas.
A principal função do tecido conjuntivo é o preenchimento de espaços
vazios e fazer a ligação de órgãos e de tecidos diversos e entre outros,
como, preenchimento, sustentação, transporte e defesa.
O tecido cartilaginoso, ou simplesmente cartilagem, é um tecido
elástico e flexível, branco ou acinzentado, aderente às superfícies
articulares dos ossos. Também é encontrado em outros locais como
na orelha, na ponta do nariz.
É um tecido conjuntivo bem rígido, encontrado nos ossos do
esqueleto dos vertebrados, onde ele é o tecido mais abundante. Suas
funções principais são: sustentar o corpo; permitir a realização de
movimentos; proteger certos órgãos e realizar a produção de
elementos celulares do sangue, além de ser calcificado.
Tecido formador dos elementos figurados do sangue (glóbulos
vermelhos ou hemácias, glóbulos brancos ou leucócitos e plaquetas).
O tecido adiposo ou tecido gordo é uma variedade do tecido
conjuntivo, cujas células armazenam energia na forma de gordura.
Este tecido está presente abaixo da Derme formando a chamada
hipoderme.
O tecido muscular é um tecido dos animais caracterizado pela sua
capacidade de se contrair segundo alguns estímulos claros e pela sua
capacidade de responder a um estímulo nervoso.
O tecido nervoso tem por função coordenar as atividades de diversos
órgãos, receber informações do meio externo e responder aos
estímulos recebidos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
César Milani
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Bio
 
Aula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaAula Introdução à Citologia
Aula Introdução à Citologia
Thiago Manchester
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemas
Regina E Franck
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Cláudia Moura
 
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Tecidos do corpo humano  - 8 anoTecidos do corpo humano  - 8 ano
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Wanderley Almeida
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Carlos Priante
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
crisbassanimedeiros
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
bradok157
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
Rebeca Vale
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
Lilia Nascimento
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
Fatima Comiotto
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
cienciasdinamica
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
Kristian Wessman
 
8 ano cap 6 sistema cardiovascular
8 ano cap 6 sistema cardiovascular8 ano cap 6 sistema cardiovascular
8 ano cap 6 sistema cardiovascular
Sarah Lemes
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
Rebeca Vale
 
Ossos e músculos
Ossos e músculosOssos e músculos
Ossos e músculos
Vandei Oliveira
 
Células
CélulasCélulas
Células
Cláudia Moura
 
Organização do corpo humano
Organização do corpo humanoOrganização do corpo humano
Organização do corpo humano
Eliando Oliveira
 
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Gabriel Resende
 

Mais procurados (20)

Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
 
Aula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaAula Introdução à Citologia
Aula Introdução à Citologia
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemas
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Tecidos do corpo humano  - 8 anoTecidos do corpo humano  - 8 ano
Tecidos do corpo humano - 8 ano
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
 
8 ano cap 6 sistema cardiovascular
8 ano cap 6 sistema cardiovascular8 ano cap 6 sistema cardiovascular
8 ano cap 6 sistema cardiovascular
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
Ossos e músculos
Ossos e músculosOssos e músculos
Ossos e músculos
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Organização do corpo humano
Organização do corpo humanoOrganização do corpo humano
Organização do corpo humano
 
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
 

Destaque

Filo dos artrópodes
Filo dos artrópodesFilo dos artrópodes
Filo dos artrópodes
Ana Beatriz Cargnin
 
Misturas
MisturasMisturas
O SOL
O SOLO SOL
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
Ana Beatriz Cargnin
 
Sistema linfático
Sistema linfáticoSistema linfático
Sistema linfático
Ana Beatriz Cargnin
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
Ana Beatriz Cargnin
 
UNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRA
UNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRAUNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRA
UNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRA
Ana Beatriz Cargnin
 
Sistema Locomotor - O esqueleto
Sistema Locomotor - O esqueletoSistema Locomotor - O esqueleto
Sistema Locomotor - O esqueleto
Ana Beatriz Cargnin
 
Importância dos meios de cultura
Importância dos meios de culturaImportância dos meios de cultura
Importância dos meios de cultura
Ana Beatriz Cargnin
 
Estudo dos movimentos
Estudo dos movimentosEstudo dos movimentos
Estudo dos movimentos
Ana Beatriz Cargnin
 
Filo dos platelmintos
Filo dos platelmintosFilo dos platelmintos
Filo dos platelmintos
Ana Beatriz Cargnin
 
Cárie e outras doenças do tubo digestório
Cárie e outras doenças do tubo digestórioCárie e outras doenças do tubo digestório
Cárie e outras doenças do tubo digestório
Ana Beatriz Cargnin
 
Andreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan Brazil
Andreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan BrazilAndreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan Brazil
Andreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan Brazil
Ana Beatriz Andreata
 

Destaque (13)

Filo dos artrópodes
Filo dos artrópodesFilo dos artrópodes
Filo dos artrópodes
 
Misturas
MisturasMisturas
Misturas
 
O SOL
O SOLO SOL
O SOL
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema linfático
Sistema linfáticoSistema linfático
Sistema linfático
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
UNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRA
UNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRAUNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRA
UNIVERSO - SISTEMA SOLAR - MOVIMENTOS DA TERRA
 
Sistema Locomotor - O esqueleto
Sistema Locomotor - O esqueletoSistema Locomotor - O esqueleto
Sistema Locomotor - O esqueleto
 
Importância dos meios de cultura
Importância dos meios de culturaImportância dos meios de cultura
Importância dos meios de cultura
 
Estudo dos movimentos
Estudo dos movimentosEstudo dos movimentos
Estudo dos movimentos
 
Filo dos platelmintos
Filo dos platelmintosFilo dos platelmintos
Filo dos platelmintos
 
Cárie e outras doenças do tubo digestório
Cárie e outras doenças do tubo digestórioCárie e outras doenças do tubo digestório
Cárie e outras doenças do tubo digestório
 
Andreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan Brazil
Andreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan BrazilAndreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan Brazil
Andreata Moraes, Ana Beatriz - Business Plan Brazil
 

Semelhante a Células e tecidos

As células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosAs células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivos
Berenice Nunes
 
Esquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animalEsquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animal
Gustavo Pessoa
 
Células ppt
Células   pptCélulas   ppt
Células ppt
Bruce Colombi
 
Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
Fernanda Lima Pinto
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
Roberto Bagatini
 
A célula
A célulaA célula
A célula
Regina E Franck
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
Roberto Bagatini
 
Aulão 2° ano - Ensino Médio
Aulão 2° ano - Ensino MédioAulão 2° ano - Ensino Médio
Aulão 2° ano - Ensino Médio
Clécio Bubela
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
Adrianne Mendonça
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
preuniversitarioitab
 
A célula uma visão geral
A célula uma visão geralA célula uma visão geral
A célula uma visão geral
Naiane Magalhães
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
TecidosTecidos
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
Pedro Klein Garcia
 
Celula
CelulaCelula
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
Biologia CHP
 
Biologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humanoBiologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humano
joseemersonmarques
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
FranciscaAto
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Hamilton Nobrega
 
Histologia ruan
Histologia ruanHistologia ruan
Histologia ruan
Ruan Caetano
 

Semelhante a Células e tecidos (20)

As células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosAs células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivos
 
Esquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animalEsquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animal
 
Células ppt
Células   pptCélulas   ppt
Células ppt
 
Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
 
Aulão 2° ano - Ensino Médio
Aulão 2° ano - Ensino MédioAulão 2° ano - Ensino Médio
Aulão 2° ano - Ensino Médio
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
 
A célula uma visão geral
A célula uma visão geralA célula uma visão geral
A célula uma visão geral
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
 
Celula
CelulaCelula
Celula
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Biologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humanoBiologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humano
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
 
Histologia ruan
Histologia ruanHistologia ruan
Histologia ruan
 

Mais de Ana Beatriz Cargnin

Cultura catarinense
Cultura catarinenseCultura catarinense
Cultura catarinense
Ana Beatriz Cargnin
 
Arte em pinturas de grupos familiares
Arte em pinturas de grupos familiaresArte em pinturas de grupos familiares
Arte em pinturas de grupos familiares
Ana Beatriz Cargnin
 
Gravuras
GravurasGravuras
Dissecação de Anuro - Papercraft
Dissecação de Anuro - PapercraftDissecação de Anuro - Papercraft
Dissecação de Anuro - Papercraft
Ana Beatriz Cargnin
 
O Labirinto do Fauno e a Body art
O Labirinto do Fauno e a Body artO Labirinto do Fauno e a Body art
O Labirinto do Fauno e a Body art
Ana Beatriz Cargnin
 
Teatro de fantoches
Teatro de fantochesTeatro de fantoches
Teatro de fantoches
Ana Beatriz Cargnin
 
Átomo
ÁtomoÁtomo
Introdução a química matéria
Introdução a química matériaIntrodução a química matéria
Introdução a química matéria
Ana Beatriz Cargnin
 
Proriedades específicas da matéria
Proriedades específicas da matériaProriedades específicas da matéria
Proriedades específicas da matéria
Ana Beatriz Cargnin
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
Ana Beatriz Cargnin
 
Doenças e distúrbios dos sistema respiratório
Doenças e distúrbios dos sistema respiratórioDoenças e distúrbios dos sistema respiratório
Doenças e distúrbios dos sistema respiratório
Ana Beatriz Cargnin
 
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dstSexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Ana Beatriz Cargnin
 
Filo dos nematelmintos
Filo dos nematelmintosFilo dos nematelmintos
Filo dos nematelmintos
Ana Beatriz Cargnin
 
Vírus
VírusVírus
Instrumentos de laboratório
Instrumentos de laboratórioInstrumentos de laboratório
Instrumentos de laboratório
Ana Beatriz Cargnin
 
Arte na pré história
Arte na pré históriaArte na pré história
Arte na pré história
Ana Beatriz Cargnin
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
Ana Beatriz Cargnin
 
Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
Ana Beatriz Cargnin
 

Mais de Ana Beatriz Cargnin (18)

Cultura catarinense
Cultura catarinenseCultura catarinense
Cultura catarinense
 
Arte em pinturas de grupos familiares
Arte em pinturas de grupos familiaresArte em pinturas de grupos familiares
Arte em pinturas de grupos familiares
 
Gravuras
GravurasGravuras
Gravuras
 
Dissecação de Anuro - Papercraft
Dissecação de Anuro - PapercraftDissecação de Anuro - Papercraft
Dissecação de Anuro - Papercraft
 
O Labirinto do Fauno e a Body art
O Labirinto do Fauno e a Body artO Labirinto do Fauno e a Body art
O Labirinto do Fauno e a Body art
 
Teatro de fantoches
Teatro de fantochesTeatro de fantoches
Teatro de fantoches
 
Átomo
ÁtomoÁtomo
Átomo
 
Introdução a química matéria
Introdução a química matériaIntrodução a química matéria
Introdução a química matéria
 
Proriedades específicas da matéria
Proriedades específicas da matériaProriedades específicas da matéria
Proriedades específicas da matéria
 
Sistema cardiovascular
Sistema cardiovascularSistema cardiovascular
Sistema cardiovascular
 
Doenças e distúrbios dos sistema respiratório
Doenças e distúrbios dos sistema respiratórioDoenças e distúrbios dos sistema respiratório
Doenças e distúrbios dos sistema respiratório
 
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dstSexualidade -  puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
Sexualidade - puberdade - reprodução humana - métodos contraceptivos - dst
 
Filo dos nematelmintos
Filo dos nematelmintosFilo dos nematelmintos
Filo dos nematelmintos
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Instrumentos de laboratório
Instrumentos de laboratórioInstrumentos de laboratório
Instrumentos de laboratório
 
Arte na pré história
Arte na pré históriaArte na pré história
Arte na pré história
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
 

Último

As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 

Último (20)

As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 

Células e tecidos

  • 2. DESCOBRIMENTO DAS CÉLULAS • Acredita-se que o microscópio tenha sido inventado por volta de 1590 por Hans Janssen e seu filho Zacharias (holandeses, fabricantes de óculos.) • Os primeiros microscópios eram simples e bastante limitados em relação à ampliação, esses eram compostos de única lente, os primeiros que se têm notícia foram construídos na primeira metade do século XVII, com o intuito de estudar insetos.
  • 4. Robert Hooke (1635-1703), em 1665 publicou um livro intitulado Micrographia, que consta de descrições de observações microscópicas originais de biologia. O termo célula é atribuído a Hooke.
  • 9. A mitocôndria é um das organelas celulares mais importantes, sendo extremamente essencial para respiração celular.
  • 10. O retículo endoplasmático tem função de transporte servindo como canal de comunicação entre o núcleo celular e o citoplasma. O rugoso também é responsável pela síntese de proteínas.
  • 11. Os ribossomos originam-se nas células eucariotas e procariotas do núcleo, e podem ser encontrados espalhados no citoplasma, presos uns aos outros por uma fita de RNAm formando polissomas (também chamados de polirribossomas), ou retículo endoplasmático (formando assim o retículo endoplasmático rugoso ou granular). Já nas células procariotas são encontradas livres no hialoplasma, onde tem sua origem.
  • 12. Sua função primordial é o processamento de proteínas ribossomáticas e a sua distribuição por entre essas vesículas. Funciona, portanto, como uma espécie de sistema central de distribuição na célula, atua como centro de armazenamento, transformação, empacotamento e remessa de substâncias na célula. É responsável também pela formação dos lisossomos
  • 13. Lisossomos ou lisossomas citoplasmáticas que têm como função a degradação de partículas advindas do meio extra-celular, assim como a reciclagem de outras organelas e componentes celulares envelhecidos.
  • 15. O centríolo ajuda na separação das células esticando-se na hora da divisão então os cromossomos ficam ali em volta dos tubos do cetríolo e quando acaba a divisão celular os cromossomos e centríolos ja estão em seus devidos lugares.
  • 17. Processo pelo qual as células eucarióticas somáticas dividem seus cromossomos entre duas células menores do corpo. O número de cromossomos permanece o mesmo.
  • 18. Processo pelo qual as células se dividem tendo como fim a formação de gametas. O número de cromossomos reduz pela metade.
  • 20. Tecido é um conjunto de células especializadas, iguais ou diferentes entre si, separadas ou não por líquidos e substâncias intercelulares, que realizam determinada função num organismo multicelular.
  • 21. Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os órgãos e as cavidades corporais internas.
  • 22. A principal função do tecido conjuntivo é o preenchimento de espaços vazios e fazer a ligação de órgãos e de tecidos diversos e entre outros, como, preenchimento, sustentação, transporte e defesa.
  • 23. O tecido cartilaginoso, ou simplesmente cartilagem, é um tecido elástico e flexível, branco ou acinzentado, aderente às superfícies articulares dos ossos. Também é encontrado em outros locais como na orelha, na ponta do nariz.
  • 24. É um tecido conjuntivo bem rígido, encontrado nos ossos do esqueleto dos vertebrados, onde ele é o tecido mais abundante. Suas funções principais são: sustentar o corpo; permitir a realização de movimentos; proteger certos órgãos e realizar a produção de elementos celulares do sangue, além de ser calcificado.
  • 25. Tecido formador dos elementos figurados do sangue (glóbulos vermelhos ou hemácias, glóbulos brancos ou leucócitos e plaquetas).
  • 26. O tecido adiposo ou tecido gordo é uma variedade do tecido conjuntivo, cujas células armazenam energia na forma de gordura. Este tecido está presente abaixo da Derme formando a chamada hipoderme.
  • 27. O tecido muscular é um tecido dos animais caracterizado pela sua capacidade de se contrair segundo alguns estímulos claros e pela sua capacidade de responder a um estímulo nervoso.
  • 28. O tecido nervoso tem por função coordenar as atividades de diversos órgãos, receber informações do meio externo e responder aos estímulos recebidos.