SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 58
2017
Profa. Dra. Jézili Dias
Célula Vegetal
Histórico
1665: Robert Hooke
* pedacinhos de cortiça (tecido vegetal morto)
* numerosos compartimentos vazios.
*cella (latim) significa cavidade.
1840: Theodor Schwann  Teoria Celular
*Todos os organismos são constituídos de 1 ou mais células.
*A célula é a unidade básica de organização dos organismos.
*Toda a célula vem de outra preexistente.
Histórico
Microscópio óptico (aumento de 2 mil X)
Microscópio eletrônico:(aumento de 100 milhões X)
Célula
Conforme a estrutura celular, os seres vivos dividem-se em dois
grupos
PROCARIONTES
Proto = Primitivo
Cario = Núcleo
Ontos = Ser
EUCARIONTES
Eu = Verdadeiro
Cario = Núcleo
Ontos = Ser
Procarioto
Eucarioto animal
Eucarioto vegetal
CÉLULA EUCARIÓTICA
SÃO TODAS AS CÉLULAS CUJOS
CONSTITUINTES DO NÚCLEO ENCONTRAM-
SE SEPARADOS DO RESTO DA CÉLULA POR
UMA MEMBRANA – MEMBRANA NUCLEAR
OU CARIOTECA
Célula:
Menor unidade morfofuncional de um organismo vivo.
Célula
*Unidades de vida compartimentalizadas
*Complexo de moléculas agrupadas por funções
*Características estruturais comuns: Arquitetura
*Processos metabólicos: Replicação de DNA - Síntese
Protéica - Produção de Energia.
Componentes da célula: Membrana Plasmática
*Define os limites da célula
*Formação de ambientes
eletroquímicos distintos
*Barreira para difusão de moléculas
hidrossolúveis.
*Mantém as diferenças essenciais entre o citosol e as
diferenças entre e o meio extracelular
*Mantém as diferenças características entre os conteúdos de
cada organela e o citosol.
*Composição lipoprotéica: gorduras e por proteínas.
*Lipídios: uma extremidade hidrofóbica com aversão pela
água, e outra extremidade hidrofílica, com afinidade pela
água.
Componentes da célula: Membrana Plasmática
Funções:
1. Medeia o transporte de substâncias para o interior e para
fora do protoplasto;
2. Traduz sinais hormonais e do ambiente envolvidos no
controle do crescimento celular e diferenciação.
Componentes da célula: Membrana Plasmática
*Espaço intracelular entre a membrana plasmática e o
envoltório nuclear em seres eucariontes
*procariontes: totalidade da área intracelular.
 Preenchido por substância semifluida denominada
hialoplasma, e neste fluído estão suspensos as organelas
celulares.
Citoplasma Membrana
celular
Organelas
Núcleo
Componentes da célula: Citoplasma
 Organelas: mitocôndrias, cloroplastos, lisossomos,
peroxissomos, ribossomos, vacúolos, citoesqueleto e
outras estruturas membranares (aparelho de Golgi e
retículo endoplasmático).
 Componente aquoso: cerca de 80% é composto por
íons e macromoléculas solúveis (enzimas, carboidratos,
sais, proteínas e uma grande proporção de RNA).
 quanto mais viscoso é denominado CITOGEL;
 quanto mais aquoso é denominado CITOSOL,
composto por líquido em movimento.
Componentes da célula: Citoplasma
 Função:
 Mantem a consistência e a forma da célula
 Armazena substâncias químicas indispensáveis
para a vida
 Local onde ocorre as reações metabólicas (glicólise
anaeróbia, e a síntese de proteica
Componentes da célula: Citoplasma
 Núcleo: Estrutura que
abriga os genes, o material
genético que codifica a
síntese de proteínas e
“programa” a atividade
celular.
 Cromatina: Representa o
material genético contido
na célula
 Nucléolo: Região específica
do núcleo, contém cópia do
DNA que codifica o RNA
dos ribossomos.
Componentes da célula: Núcleo
 É o “esqueleto” da célula.
 Mantém a forma da célula, as organizações do seu
espaço interior, como também a capacidade de
movimentação.
 Apresenta papel fundamental nos processos de divisão e
diferenciação celular, deposito de parede e manutenção
da forma celular.
 Citoesqueleto é composto por três tipos principais de
filamentos e, cada um possui características peculiares
que os diferenciam um dos outros: Microtúbulos,
microfilamentos de actina e filamentos
intermediários.
Componentes da célula: Citoesqueleto
Componentes da célula: Citoesqueleto
Microfilamentos de actina
 São os mais abundantes, constituídos da proteína
contráctil actina e encontrados em todas as células
eucarióticas. São extremamente finos e flexíveis,
chegando a ter 3 a 6 nm (nanômetros) de diâmetro,
cruzando a célula em diferentes direções , embora
concentram-se em maior número na periferia, logo
abaixo da membrana plasmática.
 Muitos movimentos executados por células animais e
vegetais são possíveis graças aos microfilamentos de
actina.
Componentes da célula: Citoesqueleto
Microfilamentos de actina
Componentes da célula: Citoesqueleto
 São filamentos mais grossos, de cerca de 20 a 25 nm de
diâmetro, que funcionam como verdadeiros andaimes
de todas as células eucarióticas.
 São rígidos e constituídos por moléculas de proteínas
conhecidas como tubulinas, dispostas helicoidalmente,
formando um cilindro. Organiza o chamado fuso de
divisão celular.
 Funcionam como “esteiras” rolantes que permitem o
deslocamento de substâncias, de vesículas e de
organóides como as mitocôndrias e cloroplastos pelo
interior da célula.
Microtúbulos
Componentes da célula: Citoesqueleto
Microtúbulos
Componentes da célula: Citoesqueleto
Filamentos intermediários
 Os filamentos intermediários apresentam um diâmetro
intermediário em relação aos outros dois tipos de
filamentos proteicos
 Impede que as células desse tecido se separem ou
rompam ao serem submetidas, por exemplo, a um
estiramento, promovendo uma “amarração” entre elas
em determinados pontos, o que garante a estabilidade do
tecido no caso da ação de algum agente externo que
tente separá-las
Componentes da célula: Citoesqueleto
Filamentos intermediários
Componentes da célula: Citoesqueleto
 É uma rede tridimensional de espaços envoltos por
membranas altamente enroladas, que se estendem por
todo o citoplasma.
 Atua como transportador de substâncias.
Componentes da célula: Retículo Endoplasmático
Retículo endoplasmático Rugoso (RER)
• Com função de armazenamento e transporte de
substâncias
• Estão aderidos na sua superfície externa os
ribossomos
• Local de produção de proteínas, as quais serão
transportadas internamente para o Complexo de
Golgi
Componentes da célula: Retículo Endoplasmático
Retículo endoplasmático Rugoso (RER)
Retículo endoplasmático Liso (REL)
 Com função de armazenamento e transporte de
substâncias;
 Responsável pela síntese de lipídios
 Formado por sistema tubular
 Formadas por 5 a 30 sáculos empilhados e achatados,
 Sistema central de distribuição na célula, atua como
centro de armazenamento, transformação, empacotamento
e remessa de substâncias na célula.
 Muitas das substâncias que passam por esta organela
serão eliminadas da célula, indo atuar em diferentes partes
do organismo.
 Encontra-se entre o RE e a membrana plasmática.
 São bolsas membranosas e achatadas
 Transformam substâncias que chegam via retículo
endoplasmático e eliminam substâncias produzidas pela
célula, mas que irão atuar fora dela (enzimas por
exemplo).
Componentes da célula: Complexo de Golgi
 Função:
 Armazenar secreções
 Formação de acrossomo
do espermatozóide
 Formação de membrana
esquelética de células
 Participa da formação da
lamela média em células
vegetais
 Síntese de poli-holosídeos
(polissacarídeos)
Componentes da célula: Complexo de Golgi
Componentes da célula: Complexo de Golgi
 São minúsculas vesículas espalhadas pelo citoplasma
que contém em seu interior enzimas digestivas
 Responsável por realizar digestão intracelular
 Apresenta enzimas digestivas capazes de digerir
proteínas, polissacarídeos, ácidos nucléicos e
polissacarídeos
 Reciclam moléculas estranhas através da endocitose,
trazias por fagocitose.
 Mamtém pH ≤ 5 (ácido)
Componentes da célula: Complexo de Golgi
Processo de digestão
celular
Componentes da célula: Lisossomos
 São pequenas vesículas semelhantes aos lisossomos.
 Sua enzima principal é a peroxidase (catalase). Esta
enzima degrada as moléculas de peróxido de hidrogênio
(água oxigenada) que se formam como resultado do
metabolismo celular.
 O peróxido de hidrogênio pode ser muito tóxico para a
célula porque pode levar a produção de radicais livres.
Estes radicais são capazes de danificar as células.
 Desintoxicação celular.
2H2O2 2H2O + O2
Componentes da célula: Peroxissomos
Componentes da célula: Peroxissomos
 São organelas citoplasmáticas de forma esférica
medindo de 15 a 25 mm de diâmetro, composto de 2
subunidades de 40s e 60s (S= unidade de medida de
sedimentação)
 Organela não membranosa que é composta de RNA
ribossômico e proteínas.
 São encontrados livres no citosol ou na forma de
polissomos, na forma de polissomos presos ao
retículo endoplasmático rugoso (RER), dentro das
mitocôndrias e cloroplastos.
 Função: síntese de proteína.
Componentes da célula: Ribossomos
Componentes da célula: Ribossomos
 Contem muitas enzimas que junta catalisam a oxidação
do nutrientes orgânicos através do O2, pelo processo de
respiração->ATP.
 Atividade celular -> número de mitocôndrias
 Função: respiração celular e obtenção de energia
Componentes da célula: Mitocôndria
 Confere proteção às células;
 Constituição depende do tipo celular;
 Restringe a distensão do protoplasto configurando, à
célula adulta, tamanho e formas fixos;
 Confere proteção aos componentes do protoplasto;
Componentes da célula: Parede celular
 Determina o tamanho e forma da célula;
 Semi-rigída;
 Totalmente permeável;
 Estrutura de revestimento;
 Grande resistência a tensão.
Componentes da célula: Parede celular
 Parede celular primária (pectina e hemicelulose);
 Parede celular secundária (celulose);
 Lamela média (pectina e carboidrato);
 Plasmodesmos.
Componentes da célula: Parede celular
 Filamentos citoplasmáticos
 Atravessam a parede celular
 Interligam os protoplastos das células fornecendo uma via
para o transporte de substâncias
 Os plasmodesmo realizam o movimento passivo de água e
solutos, incluindo os açúcares e os íons, através de
gradientes de concentração, sendo este transporte seletivo,
além de vírus, proteínas etc.
 Abertura e o fechamento ocorre via deposição de calose
Componentes da célula: Plasmodesmos
 Responsável pela fotossíntese - Clorofila.
 Apresentam forma esférica ou ovalada.
 Organela envolvida por dupla membrana pertencente
ao grupo dos plastídios.
 Apresentam membranas interna e externa, e um
terceiro sistema de membranas, os tilacóides.
Componentes da célula: Cloroplasto
Componentes da célula: Cloroplasto
 As proteínas e os pigmentos (clorofilas e carotenóides)
estão embebidos na membrana tilacóide.
 Os tilacóides são organizados em pilhas (granum, Pl.
grana)
 O compartimento fluido que circunda é o estroma, é
análogo à matriz mitocondrial.
 O grana é conectado por membranas as lamelas do
estroma.
Componentes da célula: Cloroplasto
Componentes da célula: Cloroplasto
 As células vegetais maduras apresentam grandes vacúolos
centrais, que podem ocupar 80 a 90 % do seu volume total.
 Células jovens os vacúolos->menores e mais numerosos,
quese coalescem (se unem) com o amadurecimento.
 Produzidos pelo complexo de golgi.
Componentes da célula: Vacúolo
 Delimitado por uma membrana denominada
tonoplasto.
 Contém água, açúcares, proteínas; pigmentos como as
antocianinas etc.
 O acúmulo de solutos produz uma força osmótica para a
absorção de água pelo vacúolo.
 A turgência gerada mantem o porte eretos das plantas
herbáceas.
Componentes da célula: Vacúolo
Ajuste osmótico
Componentes da célula: Vacúolo
 Função:
• Armazenamento de substâncias (vacúolos pequenos.
• Acúmulo de proteínas, íons e outros metabólitos,
substâncias protéicas – aleurona).
• Controle osmótico da célula.
• Armazenamento de substâncias indesejadas ou que
não são utilizadas pela planta (metias pesados).
Componentes da célula: Vacúolo
Célula Vegetal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
 
Aula Cloroplastos e Fotossíntese
Aula Cloroplastos e FotossínteseAula Cloroplastos e Fotossíntese
Aula Cloroplastos e Fotossíntese
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
 
Reino Plantas
Reino PlantasReino Plantas
Reino Plantas
 
Tipos de Tecido
Tipos de TecidoTipos de Tecido
Tipos de Tecido
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular
 
Aula tecidos vegetais
Aula tecidos vegetaisAula tecidos vegetais
Aula tecidos vegetais
 
Citoplasma unidade 6
Citoplasma unidade 6Citoplasma unidade 6
Citoplasma unidade 6
 
Histologia vegetal
Histologia vegetalHistologia vegetal
Histologia vegetal
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Morfologia vegetal da raiz
Morfologia vegetal da raizMorfologia vegetal da raiz
Morfologia vegetal da raiz
 
Membrana plasmatica e_transporte_2018
Membrana plasmatica e_transporte_2018Membrana plasmatica e_transporte_2018
Membrana plasmatica e_transporte_2018
 
celula vegetal
celula vegetalcelula vegetal
celula vegetal
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
 
Gametogênese, Fecundação e Embriologia Humana
Gametogênese, Fecundação e Embriologia HumanaGametogênese, Fecundação e Embriologia Humana
Gametogênese, Fecundação e Embriologia Humana
 
Os Vertebrados
Os VertebradosOs Vertebrados
Os Vertebrados
 

Semelhante a Célula Vegetal

Semelhante a Célula Vegetal (20)

AULA DE REVISÃO.pdf
AULA DE REVISÃO.pdfAULA DE REVISÃO.pdf
AULA DE REVISÃO.pdf
 
Citologia2
Citologia2Citologia2
Citologia2
 
Resumão Citologia
Resumão CitologiaResumão Citologia
Resumão Citologia
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
 
Célula 2
Célula 2Célula 2
Célula 2
 
A CéLula
A CéLulaA CéLula
A CéLula
 
CéLulas EucarióTicas
CéLulas EucarióTicasCéLulas EucarióTicas
CéLulas EucarióTicas
 
Explicação da Célula Vegetal
Explicação da Célula Vegetal Explicação da Célula Vegetal
Explicação da Célula Vegetal
 
Biologia Celular
Biologia CelularBiologia Celular
Biologia Celular
 
Processos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, TecidosProcessos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, Tecidos
 
Citoplasma 2
Citoplasma 2Citoplasma 2
Citoplasma 2
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologia
 
A CéLula
A CéLulaA CéLula
A CéLula
 
Estruturas Celulares
Estruturas CelularesEstruturas Celulares
Estruturas Celulares
 
Citoplasma e algumas de suas organelas
Citoplasma  e  algumas  de suas organelasCitoplasma  e  algumas  de suas organelas
Citoplasma e algumas de suas organelas
 
Celula
CelulaCelula
Celula
 
Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Aula 2 célula vegetal
Aula 2 célula vegetalAula 2 célula vegetal
Aula 2 célula vegetal
 
Biologi a 2019
Biologi a  2019Biologi a  2019
Biologi a 2019
 

Mais de Jézili Dias

Licenciamento Ambiental
Licenciamento AmbientalLicenciamento Ambiental
Licenciamento AmbientalJézili Dias
 
Biologia Evolutiva - a origem dos seres vivos
Biologia Evolutiva - a origem dos seres vivosBiologia Evolutiva - a origem dos seres vivos
Biologia Evolutiva - a origem dos seres vivosJézili Dias
 
Plantas Exóticas Invasoras
Plantas Exóticas InvasorasPlantas Exóticas Invasoras
Plantas Exóticas InvasorasJézili Dias
 
Órgãos Vegetativos
Órgãos VegetativosÓrgãos Vegetativos
Órgãos VegetativosJézili Dias
 

Mais de Jézili Dias (6)

Licenciamento Ambiental
Licenciamento AmbientalLicenciamento Ambiental
Licenciamento Ambiental
 
Biologia Evolutiva - a origem dos seres vivos
Biologia Evolutiva - a origem dos seres vivosBiologia Evolutiva - a origem dos seres vivos
Biologia Evolutiva - a origem dos seres vivos
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Plantas Exóticas Invasoras
Plantas Exóticas InvasorasPlantas Exóticas Invasoras
Plantas Exóticas Invasoras
 
Flores
FloresFlores
Flores
 
Órgãos Vegetativos
Órgãos VegetativosÓrgãos Vegetativos
Órgãos Vegetativos
 

Último

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoCelimaraTiski
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 

Último (20)

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 

Célula Vegetal

  • 1. 2017 Profa. Dra. Jézili Dias Célula Vegetal
  • 2. Histórico 1665: Robert Hooke * pedacinhos de cortiça (tecido vegetal morto) * numerosos compartimentos vazios. *cella (latim) significa cavidade.
  • 3. 1840: Theodor Schwann  Teoria Celular *Todos os organismos são constituídos de 1 ou mais células. *A célula é a unidade básica de organização dos organismos. *Toda a célula vem de outra preexistente. Histórico
  • 5.
  • 7. Célula Conforme a estrutura celular, os seres vivos dividem-se em dois grupos PROCARIONTES Proto = Primitivo Cario = Núcleo Ontos = Ser EUCARIONTES Eu = Verdadeiro Cario = Núcleo Ontos = Ser
  • 11. CÉLULA EUCARIÓTICA SÃO TODAS AS CÉLULAS CUJOS CONSTITUINTES DO NÚCLEO ENCONTRAM- SE SEPARADOS DO RESTO DA CÉLULA POR UMA MEMBRANA – MEMBRANA NUCLEAR OU CARIOTECA
  • 12.
  • 13.
  • 14. Célula: Menor unidade morfofuncional de um organismo vivo.
  • 15.
  • 16. Célula *Unidades de vida compartimentalizadas *Complexo de moléculas agrupadas por funções *Características estruturais comuns: Arquitetura *Processos metabólicos: Replicação de DNA - Síntese Protéica - Produção de Energia.
  • 17. Componentes da célula: Membrana Plasmática *Define os limites da célula *Formação de ambientes eletroquímicos distintos *Barreira para difusão de moléculas hidrossolúveis. *Mantém as diferenças essenciais entre o citosol e as diferenças entre e o meio extracelular *Mantém as diferenças características entre os conteúdos de cada organela e o citosol.
  • 18. *Composição lipoprotéica: gorduras e por proteínas. *Lipídios: uma extremidade hidrofóbica com aversão pela água, e outra extremidade hidrofílica, com afinidade pela água. Componentes da célula: Membrana Plasmática
  • 19. Funções: 1. Medeia o transporte de substâncias para o interior e para fora do protoplasto; 2. Traduz sinais hormonais e do ambiente envolvidos no controle do crescimento celular e diferenciação. Componentes da célula: Membrana Plasmática
  • 20. *Espaço intracelular entre a membrana plasmática e o envoltório nuclear em seres eucariontes *procariontes: totalidade da área intracelular.  Preenchido por substância semifluida denominada hialoplasma, e neste fluído estão suspensos as organelas celulares. Citoplasma Membrana celular Organelas Núcleo Componentes da célula: Citoplasma
  • 21.  Organelas: mitocôndrias, cloroplastos, lisossomos, peroxissomos, ribossomos, vacúolos, citoesqueleto e outras estruturas membranares (aparelho de Golgi e retículo endoplasmático).  Componente aquoso: cerca de 80% é composto por íons e macromoléculas solúveis (enzimas, carboidratos, sais, proteínas e uma grande proporção de RNA).  quanto mais viscoso é denominado CITOGEL;  quanto mais aquoso é denominado CITOSOL, composto por líquido em movimento. Componentes da célula: Citoplasma
  • 22.  Função:  Mantem a consistência e a forma da célula  Armazena substâncias químicas indispensáveis para a vida  Local onde ocorre as reações metabólicas (glicólise anaeróbia, e a síntese de proteica Componentes da célula: Citoplasma
  • 23.  Núcleo: Estrutura que abriga os genes, o material genético que codifica a síntese de proteínas e “programa” a atividade celular.  Cromatina: Representa o material genético contido na célula  Nucléolo: Região específica do núcleo, contém cópia do DNA que codifica o RNA dos ribossomos. Componentes da célula: Núcleo
  • 24.  É o “esqueleto” da célula.  Mantém a forma da célula, as organizações do seu espaço interior, como também a capacidade de movimentação.  Apresenta papel fundamental nos processos de divisão e diferenciação celular, deposito de parede e manutenção da forma celular.  Citoesqueleto é composto por três tipos principais de filamentos e, cada um possui características peculiares que os diferenciam um dos outros: Microtúbulos, microfilamentos de actina e filamentos intermediários. Componentes da célula: Citoesqueleto
  • 25. Componentes da célula: Citoesqueleto
  • 26. Microfilamentos de actina  São os mais abundantes, constituídos da proteína contráctil actina e encontrados em todas as células eucarióticas. São extremamente finos e flexíveis, chegando a ter 3 a 6 nm (nanômetros) de diâmetro, cruzando a célula em diferentes direções , embora concentram-se em maior número na periferia, logo abaixo da membrana plasmática.  Muitos movimentos executados por células animais e vegetais são possíveis graças aos microfilamentos de actina. Componentes da célula: Citoesqueleto
  • 27. Microfilamentos de actina Componentes da célula: Citoesqueleto
  • 28.  São filamentos mais grossos, de cerca de 20 a 25 nm de diâmetro, que funcionam como verdadeiros andaimes de todas as células eucarióticas.  São rígidos e constituídos por moléculas de proteínas conhecidas como tubulinas, dispostas helicoidalmente, formando um cilindro. Organiza o chamado fuso de divisão celular.  Funcionam como “esteiras” rolantes que permitem o deslocamento de substâncias, de vesículas e de organóides como as mitocôndrias e cloroplastos pelo interior da célula. Microtúbulos Componentes da célula: Citoesqueleto
  • 30. Filamentos intermediários  Os filamentos intermediários apresentam um diâmetro intermediário em relação aos outros dois tipos de filamentos proteicos  Impede que as células desse tecido se separem ou rompam ao serem submetidas, por exemplo, a um estiramento, promovendo uma “amarração” entre elas em determinados pontos, o que garante a estabilidade do tecido no caso da ação de algum agente externo que tente separá-las Componentes da célula: Citoesqueleto
  • 32.  É uma rede tridimensional de espaços envoltos por membranas altamente enroladas, que se estendem por todo o citoplasma.  Atua como transportador de substâncias. Componentes da célula: Retículo Endoplasmático
  • 33. Retículo endoplasmático Rugoso (RER) • Com função de armazenamento e transporte de substâncias • Estão aderidos na sua superfície externa os ribossomos • Local de produção de proteínas, as quais serão transportadas internamente para o Complexo de Golgi Componentes da célula: Retículo Endoplasmático
  • 35. Retículo endoplasmático Liso (REL)  Com função de armazenamento e transporte de substâncias;  Responsável pela síntese de lipídios  Formado por sistema tubular
  • 36.  Formadas por 5 a 30 sáculos empilhados e achatados,  Sistema central de distribuição na célula, atua como centro de armazenamento, transformação, empacotamento e remessa de substâncias na célula.  Muitas das substâncias que passam por esta organela serão eliminadas da célula, indo atuar em diferentes partes do organismo.  Encontra-se entre o RE e a membrana plasmática.  São bolsas membranosas e achatadas  Transformam substâncias que chegam via retículo endoplasmático e eliminam substâncias produzidas pela célula, mas que irão atuar fora dela (enzimas por exemplo). Componentes da célula: Complexo de Golgi
  • 37.  Função:  Armazenar secreções  Formação de acrossomo do espermatozóide  Formação de membrana esquelética de células  Participa da formação da lamela média em células vegetais  Síntese de poli-holosídeos (polissacarídeos) Componentes da célula: Complexo de Golgi
  • 38. Componentes da célula: Complexo de Golgi
  • 39.  São minúsculas vesículas espalhadas pelo citoplasma que contém em seu interior enzimas digestivas  Responsável por realizar digestão intracelular  Apresenta enzimas digestivas capazes de digerir proteínas, polissacarídeos, ácidos nucléicos e polissacarídeos  Reciclam moléculas estranhas através da endocitose, trazias por fagocitose.  Mamtém pH ≤ 5 (ácido) Componentes da célula: Complexo de Golgi
  • 41.  São pequenas vesículas semelhantes aos lisossomos.  Sua enzima principal é a peroxidase (catalase). Esta enzima degrada as moléculas de peróxido de hidrogênio (água oxigenada) que se formam como resultado do metabolismo celular.  O peróxido de hidrogênio pode ser muito tóxico para a célula porque pode levar a produção de radicais livres. Estes radicais são capazes de danificar as células.  Desintoxicação celular. 2H2O2 2H2O + O2 Componentes da célula: Peroxissomos
  • 42. Componentes da célula: Peroxissomos
  • 43.  São organelas citoplasmáticas de forma esférica medindo de 15 a 25 mm de diâmetro, composto de 2 subunidades de 40s e 60s (S= unidade de medida de sedimentação)  Organela não membranosa que é composta de RNA ribossômico e proteínas.  São encontrados livres no citosol ou na forma de polissomos, na forma de polissomos presos ao retículo endoplasmático rugoso (RER), dentro das mitocôndrias e cloroplastos.  Função: síntese de proteína. Componentes da célula: Ribossomos
  • 45.  Contem muitas enzimas que junta catalisam a oxidação do nutrientes orgânicos através do O2, pelo processo de respiração->ATP.  Atividade celular -> número de mitocôndrias  Função: respiração celular e obtenção de energia Componentes da célula: Mitocôndria
  • 46.  Confere proteção às células;  Constituição depende do tipo celular;  Restringe a distensão do protoplasto configurando, à célula adulta, tamanho e formas fixos;  Confere proteção aos componentes do protoplasto; Componentes da célula: Parede celular
  • 47.  Determina o tamanho e forma da célula;  Semi-rigída;  Totalmente permeável;  Estrutura de revestimento;  Grande resistência a tensão. Componentes da célula: Parede celular
  • 48.  Parede celular primária (pectina e hemicelulose);  Parede celular secundária (celulose);  Lamela média (pectina e carboidrato);  Plasmodesmos. Componentes da célula: Parede celular
  • 49.  Filamentos citoplasmáticos  Atravessam a parede celular  Interligam os protoplastos das células fornecendo uma via para o transporte de substâncias  Os plasmodesmo realizam o movimento passivo de água e solutos, incluindo os açúcares e os íons, através de gradientes de concentração, sendo este transporte seletivo, além de vírus, proteínas etc.  Abertura e o fechamento ocorre via deposição de calose Componentes da célula: Plasmodesmos
  • 50.  Responsável pela fotossíntese - Clorofila.  Apresentam forma esférica ou ovalada.  Organela envolvida por dupla membrana pertencente ao grupo dos plastídios.  Apresentam membranas interna e externa, e um terceiro sistema de membranas, os tilacóides. Componentes da célula: Cloroplasto
  • 51. Componentes da célula: Cloroplasto
  • 52.  As proteínas e os pigmentos (clorofilas e carotenóides) estão embebidos na membrana tilacóide.  Os tilacóides são organizados em pilhas (granum, Pl. grana)  O compartimento fluido que circunda é o estroma, é análogo à matriz mitocondrial.  O grana é conectado por membranas as lamelas do estroma. Componentes da célula: Cloroplasto
  • 53. Componentes da célula: Cloroplasto
  • 54.  As células vegetais maduras apresentam grandes vacúolos centrais, que podem ocupar 80 a 90 % do seu volume total.  Células jovens os vacúolos->menores e mais numerosos, quese coalescem (se unem) com o amadurecimento.  Produzidos pelo complexo de golgi. Componentes da célula: Vacúolo
  • 55.  Delimitado por uma membrana denominada tonoplasto.  Contém água, açúcares, proteínas; pigmentos como as antocianinas etc.  O acúmulo de solutos produz uma força osmótica para a absorção de água pelo vacúolo.  A turgência gerada mantem o porte eretos das plantas herbáceas. Componentes da célula: Vacúolo
  • 56. Ajuste osmótico Componentes da célula: Vacúolo
  • 57.  Função: • Armazenamento de substâncias (vacúolos pequenos. • Acúmulo de proteínas, íons e outros metabólitos, substâncias protéicas – aleurona). • Controle osmótico da célula. • Armazenamento de substâncias indesejadas ou que não são utilizadas pela planta (metias pesados). Componentes da célula: Vacúolo

Notas do Editor

  1. A tubulina é um dos vários membros de uma pequena família de proteínas globulares. Os membros mais usuais da família da tubulina são a α-tubulina e a β-tubulina, que são as proteínas que compõem os microtúbulos. Cada uma delas tem um peso molecular de aproximadamente 55 kDa.