SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho realizado por:
João Paulo Nº15
   Acontecimentos súbitos de origem natural, muitas
    vezes imprevisíveis, provocam vítimas e danos
    materiais avultados. As catástrofes naturais afetam
    gravemente a segurança das pessoas, as condições
    de vida das populações e a estrutura
    socioeconómica de um país, devido a processos de
    rutura entre o ambiente natural e o sistema social.
    Durante muitos séculos, as causas das catástrofes
    limitaram-se a ser exclusivamente fenómenos de
    origem natural (sismos, erupção de vulcões,
    furacões, cheias), mas a intervenção humana e a
    evolução tecnológica provocaram o aumento da
    frequência de acontecimentos catastróficos súbitos
    e não planeados.
Catástrofes naturais
   Eventos causados pela acomodação natural do
    terreno. Essa acomodação pode causar
    pequenos tremores de terra, afundamento do
    solo e, caso existam edificações sobre o local,
    podem ocasionar o colapso das estruturas.
   Ciclone, furacão ou tufão, são diferentes
    denominações para um mesmo fenômeno:
    trata-se de uma região de baixa pressão
    atmosférica, onde o ar relativamente quente se
    eleva e favorece a formação de nuvens e
    precipitação. Por isso, tempo chuvoso e
    nublado, chuva e vento forte estão sempre
    associados a esses centros de baixas pressões.
O furacão Katrina em 2005.       O tufão Tip em 1979. O
Katrina foi o ciclone tropical   maior e mais intenso
que provocou os maiores          ciclone tropical já
danos e prejuízos econômicos     registrado
da história
   Um deslizamento ou escorregamento de terra é
    um fenômeno de ordem geológica e
    climatológica que inclui um largo espectro de
    movimentos do solo, tais como quedas de
    rochas, falência de encostas em profundidade e
    fluxos superficiais de detritos.
   Uma inundação pode ser o resultado de uma
    chuva que não foi suficientemente absorvida pelo
    solo e outras formas de escoamento, causando
    transbordamentos. Também pode ser provocada
    de forma induzida pelo homem através da
    construção de barragens e pela abertura ou
    rompimento de comportas de represas.
   As inundações podem também ocorrer em função
    do derretimento da neve acumulada durante o
    inverno em locais com invernos frios e
    húmidos, tais como regiões montanhosas.
   Um tornado é um fenômeno meteorológico que se manifesta
    como uma coluna de ar que gira de forma violenta e
    potencialmente perigosa, estando em contato tanto com a
    superfície da Terra como com uma nuvem ou,
    excecionalmente, com a base de uma nuvem , Sendo um dos
    fenômenos atmosféricos mais intensos que se conhece, os
    tornados se apresentam sob várias formas e tamanhos, mas
    geralmente possuem um formato, cuja extremidade mais
    fina toca o solo e normalmente está rodeada por uma nuvem
    de pó e outras partículas. A maioria dos tornados conta com
    ventos que chegam a velocidades entre 65 e 180 quilômetros
    por hora, mede aproximadamente 75 metros de altura e
    translada-se por vários metros, senão quilômetros, antes de
    desaparecer. Os mais extremos podem ter ventos com
    velocidades superiores à 480 km/h, medir até 1,5 km de
    altura e permanecer no solo, percorrendo mais de 100 km de
    distância.
Catástrofes naturais
   Os vulcões costumam encontrar-se em áreas
    geográficas que coincidem com aquelas onde se dá
    uma maior frequência de terramotos, ou seja, onde
    a catividade interna é mais elevada.

    O comportamento dos vulcões depende dos
    materiais que formam o magma e do tipo de
    material da crosta terrestre. Quando há uma
    erupção, isto é, uma saída de grandes quantidades
    de materiais (fumos, cinzas, bombas, etc.) pela
    cratera do vulcão, esta produzira alguns efeitos ou
    outros.
Catástrofes naturais
Catástrofes naturais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
Taniabastos15
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
gueste6abb5
 
Maria Ivanete Lazzarotto Zanella
Maria Ivanete Lazzarotto ZanellaMaria Ivanete Lazzarotto Zanella
Maria Ivanete Lazzarotto Zanella
Maria Ivanete Lazzarotto Zanella
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
UFSM
 
desastres climaticos
desastres climaticosdesastres climaticos
desastres climaticos
B0das
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
rfzamith
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
Mariana Cordeiro
 
Desastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º ADesastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Catástrofes Naturais - Grupo 1
Catástrofes Naturais - Grupo 1Catástrofes Naturais - Grupo 1
Catástrofes Naturais - Grupo 1
Ana Abegão
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
Cristina Coelho
 
Efeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicos
Efeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicosEfeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicos
Efeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicos
Francine Lunardi - GRADUAÇÃO
 
Catástrofes naturais
Catástrofes  naturaisCatástrofes  naturais
Catástrofes naturais
maria2345
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
Maria João Carlos
 
Amar e pedro
Amar e pedroAmar e pedro
Amar e pedro
Mayjö .
 
Geografia. catastrofes naturais tatiana
Geografia. catastrofes naturais tatianaGeografia. catastrofes naturais tatiana
Geografia. catastrofes naturais tatiana
protecaocivil
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
Ingrid Bispo
 
Casimiro e david sismos
Casimiro e david sismosCasimiro e david sismos
Casimiro e david sismos
Mayjö .
 
Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2
Maria João Carlos
 

Mais procurados (18)

Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
 
Maria Ivanete Lazzarotto Zanella
Maria Ivanete Lazzarotto ZanellaMaria Ivanete Lazzarotto Zanella
Maria Ivanete Lazzarotto Zanella
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
 
desastres climaticos
desastres climaticosdesastres climaticos
desastres climaticos
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
 
Desastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º ADesastres naturais II 2º A
Desastres naturais II 2º A
 
Catástrofes Naturais - Grupo 1
Catástrofes Naturais - Grupo 1Catástrofes Naturais - Grupo 1
Catástrofes Naturais - Grupo 1
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Efeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicos
Efeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicosEfeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicos
Efeitos dos Terremotos - Geológicos, sociais, economicos
 
Catástrofes naturais
Catástrofes  naturaisCatástrofes  naturais
Catástrofes naturais
 
Catástrofes naturais
Catástrofes naturaisCatástrofes naturais
Catástrofes naturais
 
Amar e pedro
Amar e pedroAmar e pedro
Amar e pedro
 
Geografia. catastrofes naturais tatiana
Geografia. catastrofes naturais tatianaGeografia. catastrofes naturais tatiana
Geografia. catastrofes naturais tatiana
 
Desastres naturais
Desastres naturaisDesastres naturais
Desastres naturais
 
Casimiro e david sismos
Casimiro e david sismosCasimiro e david sismos
Casimiro e david sismos
 
Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2Riscos e catástrofes naturais 2
Riscos e catástrofes naturais 2
 

Semelhante a Catástrofes naturais

Fenômenos naturais
Fenômenos naturaisFenômenos naturais
Fenômenos naturais
Clara Beatriz
 
Múltiplos Desastres Naturais
Múltiplos Desastres NaturaisMúltiplos Desastres Naturais
Múltiplos Desastres Naturais
guest9eba629a
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
cres-ser-saudavel
 
Desastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 ADesastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
SMS191
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
guestb7c120
 
Catastrofes naturais leandro 8º e
Catastrofes naturais   leandro 8º eCatastrofes naturais   leandro 8º e
Catastrofes naturais leandro 8º e
protecaocivil
 
Desastres Naturais!
Desastres Naturais!Desastres Naturais!
Desastres Naturais!
ElianeDuarte
 
Catástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristianaCatástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristiana
protecaocivil
 
1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt
1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt
1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt
JorgeFuruta1
 
Tiago 8b
Tiago 8bTiago 8b
Tiago 8b
escolahc5
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
guest2aa3a0e9c
 
Fenomenos da natureza
Fenomenos da naturezaFenomenos da natureza
Fenomenos da natureza
Antonio Reali
 
David andrade diogo_daniel8a
David andrade diogo_daniel8aDavid andrade diogo_daniel8a
David andrade diogo_daniel8a
navegananet
 
Catástrofes naturais ed
Catástrofes naturais edCatástrofes naturais ed
Catástrofes naturais ed
Eduardo Meirinho
 
Aspectos naturais da terra e seus recursos 2º ma
Aspectos naturais da terra e seus recursos 2º maAspectos naturais da terra e seus recursos 2º ma
Aspectos naturais da terra e seus recursos 2º ma
ProfMario De Mori
 
FURACÕES 2022.docx
FURACÕES 2022.docxFURACÕES 2022.docx
FURACÕES 2022.docx
DianaBejaBeja
 
Riscos naturais.pptx
Riscos naturais.pptxRiscos naturais.pptx
Riscos naturais.pptx
nialb
 
Trabalho de ciencias
Trabalho de cienciasTrabalho de ciencias
Trabalho de ciencias
quimpreto
 

Semelhante a Catástrofes naturais (19)

Fenômenos naturais
Fenômenos naturaisFenômenos naturais
Fenômenos naturais
 
Múltiplos Desastres Naturais
Múltiplos Desastres NaturaisMúltiplos Desastres Naturais
Múltiplos Desastres Naturais
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
 
Desastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 ADesastres naturais 2 A
Desastres naturais 2 A
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
 
Catastrofes naturais leandro 8º e
Catastrofes naturais   leandro 8º eCatastrofes naturais   leandro 8º e
Catastrofes naturais leandro 8º e
 
Desastres Naturais!
Desastres Naturais!Desastres Naturais!
Desastres Naturais!
 
Catástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristianaCatástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristiana
 
1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt
1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt
1fenomenosdanatureza-140322093826-phpapp02.ppt
 
Tiago 8b
Tiago 8bTiago 8b
Tiago 8b
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
 
Fenomenos da natureza
Fenomenos da naturezaFenomenos da natureza
Fenomenos da natureza
 
David andrade diogo_daniel8a
David andrade diogo_daniel8aDavid andrade diogo_daniel8a
David andrade diogo_daniel8a
 
Catástrofes naturais ed
Catástrofes naturais edCatástrofes naturais ed
Catástrofes naturais ed
 
Aspectos naturais da terra e seus recursos 2º ma
Aspectos naturais da terra e seus recursos 2º maAspectos naturais da terra e seus recursos 2º ma
Aspectos naturais da terra e seus recursos 2º ma
 
FURACÕES 2022.docx
FURACÕES 2022.docxFURACÕES 2022.docx
FURACÕES 2022.docx
 
Riscos naturais.pptx
Riscos naturais.pptxRiscos naturais.pptx
Riscos naturais.pptx
 
Trabalho de ciencias
Trabalho de cienciasTrabalho de ciencias
Trabalho de ciencias
 

Mais de protecaocivil

Catástrofes naturais daniel
Catástrofes naturais danielCatástrofes naturais daniel
Catástrofes naturais daniel
protecaocivil
 
Sismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºbSismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºb
protecaocivil
 
Traabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácidoTraabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácido
protecaocivil
 
Tsunamis ricardo 7º g
Tsunamis ricardo 7º gTsunamis ricardo 7º g
Tsunamis ricardo 7º g
protecaocivil
 
Sismos andré 7º g
Sismos  andré 7º gSismos  andré 7º g
Sismos andré 7º g
protecaocivil
 
Cheias ou inundações
Cheias ou inundaçõesCheias ou inundações
Cheias ou inundações
protecaocivil
 
Terramoto do japão cláudica e jéssica 7º f
Terramoto do japão cláudica e jéssica 7º fTerramoto do japão cláudica e jéssica 7º f
Terramoto do japão cláudica e jéssica 7º f
protecaocivil
 
Sismo 1976 bruna 7º f
Sismo 1976  bruna 7º fSismo 1976  bruna 7º f
Sismo 1976 bruna 7º f
protecaocivil
 
Secas ruben 7º e
Secas ruben 7º eSecas ruben 7º e
Secas ruben 7º e
protecaocivil
 
Nevões libânia 9ºb
Nevões   libânia 9ºbNevões   libânia 9ºb
Nevões libânia 9ºb
protecaocivil
 
Sismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º fSismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º f
protecaocivil
 
Bruna 7ºf
Bruna 7ºfBruna 7ºf
Bruna 7ºf
protecaocivil
 
Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1
protecaocivil
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
protecaocivil
 
Trabalho de geografia secas
Trabalho de geografia   secasTrabalho de geografia   secas
Trabalho de geografia secas
protecaocivil
 
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas   daniela 7º eSismos e erupções vulcânicas   daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
protecaocivil
 
Sismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis anaSismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis ana
protecaocivil
 
Protecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieiraProtecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieira
protecaocivil
 
Protecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieiraProtecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieira
protecaocivil
 
Katrine rita ribas 7º f
Katrine  rita ribas 7º fKatrine  rita ribas 7º f
Katrine rita ribas 7º f
protecaocivil
 

Mais de protecaocivil (20)

Catástrofes naturais daniel
Catástrofes naturais danielCatástrofes naturais daniel
Catástrofes naturais daniel
 
Sismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºbSismos e tsunamis luis 8ºb
Sismos e tsunamis luis 8ºb
 
Traabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácidoTraabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácido
 
Tsunamis ricardo 7º g
Tsunamis ricardo 7º gTsunamis ricardo 7º g
Tsunamis ricardo 7º g
 
Sismos andré 7º g
Sismos  andré 7º gSismos  andré 7º g
Sismos andré 7º g
 
Cheias ou inundações
Cheias ou inundaçõesCheias ou inundações
Cheias ou inundações
 
Terramoto do japão cláudica e jéssica 7º f
Terramoto do japão cláudica e jéssica 7º fTerramoto do japão cláudica e jéssica 7º f
Terramoto do japão cláudica e jéssica 7º f
 
Sismo 1976 bruna 7º f
Sismo 1976  bruna 7º fSismo 1976  bruna 7º f
Sismo 1976 bruna 7º f
 
Secas ruben 7º e
Secas ruben 7º eSecas ruben 7º e
Secas ruben 7º e
 
Nevões libânia 9ºb
Nevões   libânia 9ºbNevões   libânia 9ºb
Nevões libânia 9ºb
 
Sismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º fSismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º f
 
Bruna 7ºf
Bruna 7ºfBruna 7ºf
Bruna 7ºf
 
Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
Trabalho de geografia secas
Trabalho de geografia   secasTrabalho de geografia   secas
Trabalho de geografia secas
 
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas   daniela 7º eSismos e erupções vulcânicas   daniela 7º e
Sismos e erupções vulcânicas daniela 7º e
 
Sismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis anaSismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis ana
 
Protecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieiraProtecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieira
 
Protecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieiraProtecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieira
 
Katrine rita ribas 7º f
Katrine  rita ribas 7º fKatrine  rita ribas 7º f
Katrine rita ribas 7º f
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 

Catástrofes naturais

  • 2. Acontecimentos súbitos de origem natural, muitas vezes imprevisíveis, provocam vítimas e danos materiais avultados. As catástrofes naturais afetam gravemente a segurança das pessoas, as condições de vida das populações e a estrutura socioeconómica de um país, devido a processos de rutura entre o ambiente natural e o sistema social. Durante muitos séculos, as causas das catástrofes limitaram-se a ser exclusivamente fenómenos de origem natural (sismos, erupção de vulcões, furacões, cheias), mas a intervenção humana e a evolução tecnológica provocaram o aumento da frequência de acontecimentos catastróficos súbitos e não planeados.
  • 4. Eventos causados pela acomodação natural do terreno. Essa acomodação pode causar pequenos tremores de terra, afundamento do solo e, caso existam edificações sobre o local, podem ocasionar o colapso das estruturas.
  • 5. Ciclone, furacão ou tufão, são diferentes denominações para um mesmo fenômeno: trata-se de uma região de baixa pressão atmosférica, onde o ar relativamente quente se eleva e favorece a formação de nuvens e precipitação. Por isso, tempo chuvoso e nublado, chuva e vento forte estão sempre associados a esses centros de baixas pressões.
  • 6. O furacão Katrina em 2005. O tufão Tip em 1979. O Katrina foi o ciclone tropical maior e mais intenso que provocou os maiores ciclone tropical já danos e prejuízos econômicos registrado da história
  • 7. Um deslizamento ou escorregamento de terra é um fenômeno de ordem geológica e climatológica que inclui um largo espectro de movimentos do solo, tais como quedas de rochas, falência de encostas em profundidade e fluxos superficiais de detritos.
  • 8. Uma inundação pode ser o resultado de uma chuva que não foi suficientemente absorvida pelo solo e outras formas de escoamento, causando transbordamentos. Também pode ser provocada de forma induzida pelo homem através da construção de barragens e pela abertura ou rompimento de comportas de represas.  As inundações podem também ocorrer em função do derretimento da neve acumulada durante o inverno em locais com invernos frios e húmidos, tais como regiões montanhosas.
  • 9. Um tornado é um fenômeno meteorológico que se manifesta como uma coluna de ar que gira de forma violenta e potencialmente perigosa, estando em contato tanto com a superfície da Terra como com uma nuvem ou, excecionalmente, com a base de uma nuvem , Sendo um dos fenômenos atmosféricos mais intensos que se conhece, os tornados se apresentam sob várias formas e tamanhos, mas geralmente possuem um formato, cuja extremidade mais fina toca o solo e normalmente está rodeada por uma nuvem de pó e outras partículas. A maioria dos tornados conta com ventos que chegam a velocidades entre 65 e 180 quilômetros por hora, mede aproximadamente 75 metros de altura e translada-se por vários metros, senão quilômetros, antes de desaparecer. Os mais extremos podem ter ventos com velocidades superiores à 480 km/h, medir até 1,5 km de altura e permanecer no solo, percorrendo mais de 100 km de distância.
  • 11. Os vulcões costumam encontrar-se em áreas geográficas que coincidem com aquelas onde se dá uma maior frequência de terramotos, ou seja, onde a catividade interna é mais elevada.  O comportamento dos vulcões depende dos materiais que formam o magma e do tipo de material da crosta terrestre. Quando há uma erupção, isto é, uma saída de grandes quantidades de materiais (fumos, cinzas, bombas, etc.) pela cratera do vulcão, esta produzira alguns efeitos ou outros.