Trabalho de ciencias

1.954 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.954
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de ciencias

  1. 1. → Definição e caracterização;→ Formação;→ Tornados;→ Furacões;
  2. 2. • Tempestades Definição e caracterização● Uma tempestade é um fenómeno atmosférico marcado por ventos fortes, trovoadas,relâmpagos, raios e chuva.● As tempestades são frequentemente pequenas e desenvolvem-se rapidamente.● Para fazer uma previsão da tempestade, os meteorologistas usam uma ampla variedade dedados – radar, imagens de satélite, estações de superfície e altitude.● As tempestades severas têm uma estrutura interna muito diferente. Podem crescer a uns20 km, estão associadas a relâmpagos frequentes, chuvas fortes, ventos destruidores(excedem os 95km/h), granizos (podem ser maiores que 2 cm de diâmetro) e até mesmotornados.● As tempestades tornam-se mais fortes à medida que os oceanos ficam mais quentes.
  3. 3. ● Tempestades As tempestades crescem quando a atmosfera se torna instável por causa do aquecimento. Se a atmosfera é muito instável, a nuvem irá continuar a crescer verticalmente e vai-se desenvolver. À medida que o ar sobe, é resfriado, e o vapor de água condensa, formando as gotas de água que caem em forma de precipitação. Conforme a chuva que cai, o ar esfria. Esse ar de chuva resfriado “cai para o solo”, formando vento.
  4. 4. ● Tempestades Ocorre durante tempestades; tem uma curta duração; ocorre geralmente sobre os continentes; é da escala local e não é visível do espaço; apesar de ser muito mais pequeno do que o furacão, a velocidade dos ventos é elevadíssima chegando a atingir os 400 km/h.
  5. 5. ● Tempestades Forma-se sobre oceanos na zona intertropical; ocorre sobre águas quentes com temperaturas superiores a 27◦C; tem uma duração de vários dias; é de escala muito grande, podendo cobrir uma área de muitos milhares de quilómetros quadrados sendo visível do espaço; os ventos podem aproximar-se dos 200 km/h.
  6. 6. A que se deve?Cheias;Medidas de protecção das populações;Tsunami;
  7. 7. ● Inundações As inundações, são a acumulação de grandes quantidades de água em locais habitualmente secos. Uma inundação pode ser o resultado de um grande furacão que deixa cair uma chuva que não foi suficientemente absorvida pelo solo e outras formas de escoamento, causando transbordamentos. Também pode ser provocada de forma induzida pelo homem através da construção de barragens e pela abertura ou rompimento de comportas de represas.
  8. 8. ● Inundações Cheias Uma cheia é uma situação natural de transbordamento de água do seu leito natural, quer seja de lagos, rios, mares e oceanos provocadas geralmente por chuvas intensas e contínuas. A ocorrência de cheias é mais frequente em áreas mais urbanizadas. Existe uma diferença entre os termos cheia e inundação: a diferença fundamental é que o primeiro termo refere-se a uma ocorrência natural, que normalmente não afecta directamente a população, tendo em vista sua ciclicidade. Já as inundações são decorrentes de modificações no uso do solo e podem provocar danos de grandes proporções mundiais
  9. 9. ● Inundações Construção de diques e barragens;  Evitar a urbanização excessiva;  Aumentar as áreas naturais de prado e florestas ao longo das margens do rio; Se as margens dos rios não estiverem urbanizadas, ou seja, se tiverem áreas naturais, ao ocorrer um transbordamento torna-se mais fácil a infiltração da água no solo. Se essa área estiver urbanizada a água não se infiltra e dá-se uma inundação.
  10. 10. ● Inundações Um tsunami é onda de água gigante originada pelo deslocamento de um grande volume de um corpo de água, como um oceano ou um grande lago. Terramotos, erupções vulcânicas e outras explosões submarinas (detonações de artefactos nucleares no mar), deslizamentos de terra e outros movimentos de massa, impactos bólidos, e outros distúrbios acima ou abaixo da água têm o potencial para gerar um tsunami.
  11. 11.  O que é?; Tipos de secas; Consequências;
  12. 12. A seca é um fenómeno climáticocausado pela insuficiência de chuvanuma determinada região por umperíodo de tempo muito grande.
  13. 13. Seca "invisível": De todos, este tipo de seca é o pior, pois a chuva não éSeca permanente: É caracterizada pelotem um clima semi-árido. Nestas a se irregular e variável: A seca irregular pode ocorrer onde a vegetação sazonal: Na seca sazonal a região clima desértico,em qualquer regiãointerrompida, porém, o índice de evapotranspiração é maior que o índice deonde o clima seja húmido, neste tipo de seca, a seca não tem período devegetação condições de aridez, inexistido cursos de água. Estes os rios sóadaptou àsreproduz-se mas morrem em seguida. Nestas regiões só aparecemchuva causando um desequilíbrio da humidade regional. Este desequilíbriotempo, pois é a sua água de regra são fortíssimas tempestades. Este tiposobrevivem seirregular. Normalmente são de outras regiões e não clima édepois das chuvas que via for descendentelimitadas em área,onde oem degera uma redução da humidade do ar que por sua vez aumenta o índice degrandeshúmido. regiões, não ocorrem sem estação permanente.seca impossibilita a agriculturanumairrigação definida e não se prevê a suaevapotranspiração, que devolve esta em forma de chuva, mas que não éocorrência.suficiente para aumentar a humidade do solo.
  14. 14. Os períodos da seca podem ter consequências ambientais, económicas e sociaissignificativas. As consequências as mais comuns incluem: Morte de animais; Colheita reduzida; Falta da água para alimentação;Tempestades de areia; Desidratação e doenças relacionadas; Agitação social; Migração maciça; Guerra sobre recursos naturais, incluindo a água e o alimento. Corrói paisagens; Destruição do habitat dos animais selvagens;
  15. 15. As mulheres da região de Marsabit do norte do Quénia, a certa altura do ano percorrem vários km em busca de água.Quando encontram umpoço, têm de descerpara a buscar e muitasvezes competir por umbocado de água.
  16. 16. O furacão Katrina foi um grande furacão que destruiu uma parte dos EUA. Este furacão teve categoria de 5 na Escala de Furacões de Saffir- Simpson. O furacão Katrina durou entre os dias 23 e 31 de Agosto de 2005.Cidade de Nova Orleães debaixo de ← água devido ao furacão Katrina
  17. 17. As fortes chuvas que atingiram o Estado do Rio de Janeiro desde dia 11 de Janeiro, já provocaram centenas de mortes e deixaram milhares de desabrigados na região serrana do Estado do Rio de JaneiroGinásio desportivo foi utilizadocomo abrigo para as vítimas dosdeslizamentos de terra emTeresópolis, Rio de Janeiro.
  18. 18. O sismo do Oceano Índico em2004 causou fortes tsunamis.Os países mais afectados forama Indonésia e a Tailândia.

×