SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
História das Cavernas
ao terceiro milênio
A Revolução Russa
Revolução Russa (1917)
A Rússia no início do século XX
• O império russo era constituído
por um conjunto de etnias e
culturas.
• 80 % da população vivia no
campo e a terra estava
concentrada nas mãos de poucos.
• Médios proprietários (kulaques)
dominavam a produção agrícolas
• A industrialização tardia foi
comandada pelo capital europeu
ocidental, sobretudo alemão,
belga e francês.
• O regime político era autocrático aos moldes do antigo regime europeu
• A burguesia incipiente, frágil, composta de comerciantes, funcionários
do Estado e indústrias, estava espremida entre a aristocracia de terras e
as
classes populares urbanas e rurais.
Manifestação
em 1905
POSDR – Partido Operário Social Democrata Russo (1898) – formado por
intelectuais. Dividido em 1903 em dois grupos:
1. Mencheviques (minoria) – Revolução liberal burguesa aos moldes da Revolução
Francesa. Líder: Martov.
AGRÁRIA CAPITALISTA SOCIALISTA
2. Bolcheviques (maioria): Revolução socialista com participação de operários e
camponeses, liderada por partido 100% revolucionário e absolutamente disciplinado.
Líder: Lênin.
AGRÁRIA SOCIALISTA
KADET (1905) – Partido Constitucional Democrata, formado pela burguesia.
Politicamente fraco.
MOVIMENTOS DE OPOSIÇÃO
Revolução de 1905 - “Ensaio Geral”
A guerra Russo-Japonesa (1904-1905), decorrente
das ambições imperialistas tanto russas quanto
japonesas sobre a Coréia e a Manchúria, terminou
com uma vitória arrasadora dos japoneses
RESULTADOS
1.“Domingo Sangrento” (jan/1905).
Manifestação pacífica de cerca de 200 mil
trabalhadores, em frente ao palácio de Nicolau II,
em Petrogrado. Os manifestantes foram pedir ao
Czar a redução da jornada de trabalho para 8
horas e salário mínimo. A guarda do palácio
dissolveu a manifestação a tiros matando mais de
mil pessoas. As lideranças do movimentos foram
os membros dos soviets.
RESULTADOS
2. Manifesto de outubro: O Czar prometeu reformas como o fim do poder
absoluto, a realização de eleições para a formação de uma Assembléia
Constituinte, a chamada Duma
3. Encouraçado Potemkin: levante que começou no navio de guerra Potemkin
quando os marinheiros estavam cansados de serem maltratados
"Quando a terra pertencer aos camponeses e as fábricas aos operários e o poder
aos sovietes, aí teremos a certeza de possuir alguma coisa pela qual lutar e por ela
lutaremos!"
Lênin
"Os homens não têm muito respeito pelos outros porque têm pouco até por si
próprios."
Trotsky
“Domingo Sangrento”
Cena do filme
O Encouraçado Potemkin (1925)
A Rússia na guerra
• Muitos soldados.
• Táticas antigas.
• Comando ineficiente.
• Pouca aparelhagem.
• Abastecimento precário
DERROTAS
CONSTANTES
• Czar perde o controle sobre o país
• Burocracia dispendiosa e inoperante.
• Misticismo causa maior descrédito do czar
sobre o povo (Rasputin).
• Crise econômica.
• Mais de 5 milhões de mortos (guerra, fome,
doenças...).
• Czar é deposto (fev/1917).
Revolução de março - 1917
Governo de coalizão
Instalação de um novo governo chefiado pelo
príncipe Lvov, constituído por elementos da Duma,
aristocratas e burgueses. Uma exceção era o
ministro da Justiça, um ex-socialista revolucionário
chamado Alexandre Kerensky.
• Concessão de anistia aos presos políticos
(inclusive os exilados Lênin e Trotsky, que
passaram a reorganizar os bolcheviques).
• Permanência da Rússia na Guerra Mundial
• Liberdades individuais.
• Redução da jornada de trabalho (10 horas).
• Liberdade de imprensa.
Cartaz do filme Frida
• Publicação das "Teses de Abril", uma espécie de programa do partido
sintetizado em duas idéias: "Todo o poder aos sovietes" e "Paz, terra e pão".
• Retirada da Rússia da Primeira Guerra (Tratado de Brest-Litovsky)
• Iniciou uma insurreição popular para depor Kerensky.
• Organizou a Guarda Vermelha (Trotsky) tropas formadas por operários,
soldados e marinheiros para combater os inimigos (mencheviques apoiados por
europeus)
• No dia 25 de outubro os bolchevistas passaram a controlar Petrogrado, além de
outras cidades, e Kerensky fugiu. O Congresso dos Sovietes, reunido, elegeu
um novo governo integrado por bolchevistas e chefiado por Lênin.
Revolução de outubro - 1917
Etapas da implantação do Socialismo
1. Comunismo de Guerra (1917-1921)
(Estatização e endurecimento)
2. NEP (Nova Política Econômica) (1921-1928)
(Política econômica mista)
3. Planos Qüinqüenais 1928 (década de 1980)
(Planificação econômica)
Trotsky X Stalin
TRÓTSKY: inimigo do Estado
STÁLIN: Protetor dos povos
Realismo russo
O controle das artes
O Realismo Socialista foi o estilo artístico oficial da União Soviética entre as
décadas de 1930 e 1960, aproximadamente. Foi, na prática, uma política de
Estado para a estética em todos os campos de aplicação da forma, desde a
Literatura até o Design de produto, incluindo todas as manifestações artísticas e
culturais soviéticas (Pintura, Arquitetura, Design Escultura, Música, Cinema,
Teatro etc.).
O Realismo Socialista está diretamente associado ao comunismo ortodoxo e
aos regimes de orientação ou inspiração stalinista.
Pôster polonês seguindo
características típicas do
Realismo Socialista
Pintura valorizando o trabalho
Pôster soviético exaltando a
educação sobre a história do
partido de Lênin e Stalin
Kulaques: grupo muito reduzido, ou seja, a elite rural.
Duma: espécie de parlamento instituído em 1906.
Guarda Vermelha: organizada por Trotsky formada por tropas de operários,
soldados e marinheiros para combater os inimigos (mencheviques apoiados por
europeus).
Sovietes: assembléias de soldados, marinheiros e trabalhadores.
GOSPLAN (Comissão do Conselho do Trabalho e da Defesa): órgão
encarregado dos estudos para a planificação, que elaborou durante o período da
NEP um "plano qüinqüenal" posto em prática a partir de 1928.
Sovcoses: fazendas estatais em que o camponês torna-se um assalariado do
Estado (minoria).
Colcoses: cooperativas de produção, onde o camponês recebe pequena parcela
de terra, que ele pode explorar para si.
Socialismo Real: modelo stalinista de socialismo baseado na planificação
econômica, burocratização e ultra-centralização, adotado mundialmente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºVagner Roberto
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da ÁsiaRodrigo Luiz
 
EUA no século XIX
EUA no século XIXEUA no século XIX
EUA no século XIXeiprofessor
 
Ideologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixIdeologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixPrivada
 
As idéias socialistas
As idéias socialistasAs idéias socialistas
As idéias socialistasProfessor
 
Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russamarcosfm32
 
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra MundialImperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra MundialDouglas Barraqui
 
Descolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaDescolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaIsaquel Silva
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraDouglas Barraqui
 
Período regencial (1831 1840)
Período regencial (1831  1840)Período regencial (1831  1840)
Período regencial (1831 1840)Marilia Pimentel
 
O imperialismo no século xix
O imperialismo no século xixO imperialismo no século xix
O imperialismo no século xixAuxiliadora
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Edenilson Morais
 

Mais procurados (20)

Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
 
EUA no século XIX
EUA no século XIXEUA no século XIX
EUA no século XIX
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Ideologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixIdeologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xix
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
As idéias socialistas
As idéias socialistasAs idéias socialistas
As idéias socialistas
 
Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russa
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra MundialImperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo, Belle Époque e Primeira Guerra Mundial
 
Descolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaDescolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásia
 
Crise da República Velha
Crise da República VelhaCrise da República Velha
Crise da República Velha
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
 
Período regencial (1831 1840)
Período regencial (1831  1840)Período regencial (1831  1840)
Período regencial (1831 1840)
 
O imperialismo no século xix
O imperialismo no século xixO imperialismo no século xix
O imperialismo no século xix
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
 

Destaque (18)

Estudo cartazes 2ª Gerra Mundial / Cartazes Psicodélicos / Cartaz Publicitário.
Estudo cartazes 2ª Gerra Mundial / Cartazes Psicodélicos / Cartaz Publicitário. Estudo cartazes 2ª Gerra Mundial / Cartazes Psicodélicos / Cartaz Publicitário.
Estudo cartazes 2ª Gerra Mundial / Cartazes Psicodélicos / Cartaz Publicitário.
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
A Revolução Russa e Grande Depressão
A Revolução Russa e Grande DepressãoA Revolução Russa e Grande Depressão
A Revolução Russa e Grande Depressão
 
A revolução russa slides
A revolução russa slidesA revolução russa slides
A revolução russa slides
 
Projeto eleições cet
Projeto eleições cetProjeto eleições cet
Projeto eleições cet
 
Revoluçao russa (slides)
Revoluçao russa (slides)Revoluçao russa (slides)
Revoluçao russa (slides)
 
Enseñanza y Reforma en la Docencia
Enseñanza y Reforma en la DocenciaEnseñanza y Reforma en la Docencia
Enseñanza y Reforma en la Docencia
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
A revolução russa
A revolução russaA revolução russa
A revolução russa
 
Revolução Russa -Domingo Sangrento - Prof. Altair Aguilar
 Revolução Russa -Domingo Sangrento - Prof. Altair Aguilar Revolução Russa -Domingo Sangrento - Prof. Altair Aguilar
Revolução Russa -Domingo Sangrento - Prof. Altair Aguilar
 
Koneski Revolução russa
Koneski Revolução russaKoneski Revolução russa
Koneski Revolução russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução Mexicana
Revolução MexicanaRevolução Mexicana
Revolução Mexicana
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Revolução mexicana de 1910
Revolução mexicana de 1910Revolução mexicana de 1910
Revolução mexicana de 1910
 
A Revolução Mexicana (1910)
A Revolução Mexicana (1910)A Revolução Mexicana (1910)
A Revolução Mexicana (1910)
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917
 

Semelhante a REVOLUÇÃO RUSSA

apresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptx
apresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptxapresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptx
apresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptxvitoriapereira42
 
Revoluçao Russa - Lucas e Ana
Revoluçao Russa - Lucas e AnaRevoluçao Russa - Lucas e Ana
Revoluçao Russa - Lucas e AnaLucas Oliveira
 
Revoluçao russa lucas e ana
Revoluçao russa   lucas e anaRevoluçao russa   lucas e ana
Revoluçao russa lucas e anaLucas Oliveira
 
9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]
9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]
9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]Denyse Cruz
 
Revolução russa disma
Revolução russa dismaRevolução russa disma
Revolução russa dismaDismael Sagás
 
Revolução russa disma
Revolução russa dismaRevolução russa disma
Revolução russa dismaDismael Sagás
 
A RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa EsquemaA RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa Esquemaguest782599
 
Aula revolução russa editora moderna
Aula revolução russa editora modernaAula revolução russa editora moderna
Aula revolução russa editora modernaBruno-machado Bruno
 
Aula revoluo russa editora moderna
Aula revoluo russa editora modernaAula revoluo russa editora moderna
Aula revoluo russa editora modernasesi8
 
Revoluçao Russa
Revoluçao RussaRevoluçao Russa
Revoluçao RussaTerceirao1
 
eoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeawe
eoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeaweeoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeawe
eoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeaweFelipe Klayn
 
Igor sansão e felipe klayn kkk
Igor sansão e felipe klayn kkkIgor sansão e felipe klayn kkk
Igor sansão e felipe klayn kkkFelipe Klayn
 

Semelhante a REVOLUÇÃO RUSSA (20)

Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Revolucao Russa
Revolucao RussaRevolucao Russa
Revolucao Russa
 
apresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptx
apresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptxapresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptx
apresentaorevoluorussa-aula0704-130406132445-phpapp02.pptx
 
Revoluçao Russa - Lucas e Ana
Revoluçao Russa - Lucas e AnaRevoluçao Russa - Lucas e Ana
Revoluçao Russa - Lucas e Ana
 
Revoluçao russa lucas e ana
Revoluçao russa   lucas e anaRevoluçao russa   lucas e ana
Revoluçao russa lucas e ana
 
9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]
9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]
9o ano-ab-revolucao-russa [reparado]
 
Revolução russa disma
Revolução russa dismaRevolução russa disma
Revolução russa disma
 
Revolução russa disma
Revolução russa dismaRevolução russa disma
Revolução russa disma
 
Rev russa p aula
Rev russa p aulaRev russa p aula
Rev russa p aula
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
A RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa EsquemaA RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa Esquema
 
Aula revolução russa editora moderna
Aula revolução russa editora modernaAula revolução russa editora moderna
Aula revolução russa editora moderna
 
Aula revoluo russa editora moderna
Aula revoluo russa editora modernaAula revoluo russa editora moderna
Aula revoluo russa editora moderna
 
21
2121
21
 
Revolucão Russa
Revolucão RussaRevolucão Russa
Revolucão Russa
 
Revolucao russa22
Revolucao russa22Revolucao russa22
Revolucao russa22
 
Revolucao russa
Revolucao russaRevolucao russa
Revolucao russa
 
Revoluçao Russa
Revoluçao RussaRevoluçao Russa
Revoluçao Russa
 
eoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeawe
eoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeaweeoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeawe
eoq mano timeoaeioejaiejaeijaeaeawe
 
Igor sansão e felipe klayn kkk
Igor sansão e felipe klayn kkkIgor sansão e felipe klayn kkk
Igor sansão e felipe klayn kkk
 

Mais de Professor Duda - História (10)

Prato do dia
Prato do diaPrato do dia
Prato do dia
 
Ideologias nascidas na crise soap
Ideologias nascidas na crise   soapIdeologias nascidas na crise   soap
Ideologias nascidas na crise soap
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
C:\fakepath\periodo napoleonico
C:\fakepath\periodo napoleonicoC:\fakepath\periodo napoleonico
C:\fakepath\periodo napoleonico
 
C:\fakepath\aula i imperio_romano
C:\fakepath\aula i imperio_romanoC:\fakepath\aula i imperio_romano
C:\fakepath\aula i imperio_romano
 
Aula i imperio_romano
Aula i imperio_romanoAula i imperio_romano
Aula i imperio_romano
 
C:\fakepath\cultura islamica
C:\fakepath\cultura islamicaC:\fakepath\cultura islamica
C:\fakepath\cultura islamica
 
Cultura islamica
Cultura islamicaCultura islamica
Cultura islamica
 
C:\fakepath\revolução francesa primeira parte
C:\fakepath\revolução francesa   primeira parteC:\fakepath\revolução francesa   primeira parte
C:\fakepath\revolução francesa primeira parte
 
REVOLUÇÃO FRANCESA - 1° PARTE
REVOLUÇÃO FRANCESA - 1° PARTE REVOLUÇÃO FRANCESA - 1° PARTE
REVOLUÇÃO FRANCESA - 1° PARTE
 

Último

Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 

REVOLUÇÃO RUSSA

  • 1. História das Cavernas ao terceiro milênio A Revolução Russa
  • 3. A Rússia no início do século XX • O império russo era constituído por um conjunto de etnias e culturas. • 80 % da população vivia no campo e a terra estava concentrada nas mãos de poucos. • Médios proprietários (kulaques) dominavam a produção agrícolas • A industrialização tardia foi comandada pelo capital europeu ocidental, sobretudo alemão, belga e francês.
  • 4. • O regime político era autocrático aos moldes do antigo regime europeu • A burguesia incipiente, frágil, composta de comerciantes, funcionários do Estado e indústrias, estava espremida entre a aristocracia de terras e as classes populares urbanas e rurais. Manifestação em 1905
  • 5. POSDR – Partido Operário Social Democrata Russo (1898) – formado por intelectuais. Dividido em 1903 em dois grupos: 1. Mencheviques (minoria) – Revolução liberal burguesa aos moldes da Revolução Francesa. Líder: Martov. AGRÁRIA CAPITALISTA SOCIALISTA 2. Bolcheviques (maioria): Revolução socialista com participação de operários e camponeses, liderada por partido 100% revolucionário e absolutamente disciplinado. Líder: Lênin. AGRÁRIA SOCIALISTA KADET (1905) – Partido Constitucional Democrata, formado pela burguesia. Politicamente fraco. MOVIMENTOS DE OPOSIÇÃO
  • 6. Revolução de 1905 - “Ensaio Geral” A guerra Russo-Japonesa (1904-1905), decorrente das ambições imperialistas tanto russas quanto japonesas sobre a Coréia e a Manchúria, terminou com uma vitória arrasadora dos japoneses RESULTADOS 1.“Domingo Sangrento” (jan/1905). Manifestação pacífica de cerca de 200 mil trabalhadores, em frente ao palácio de Nicolau II, em Petrogrado. Os manifestantes foram pedir ao Czar a redução da jornada de trabalho para 8 horas e salário mínimo. A guarda do palácio dissolveu a manifestação a tiros matando mais de mil pessoas. As lideranças do movimentos foram os membros dos soviets.
  • 7. RESULTADOS 2. Manifesto de outubro: O Czar prometeu reformas como o fim do poder absoluto, a realização de eleições para a formação de uma Assembléia Constituinte, a chamada Duma 3. Encouraçado Potemkin: levante que começou no navio de guerra Potemkin quando os marinheiros estavam cansados de serem maltratados "Quando a terra pertencer aos camponeses e as fábricas aos operários e o poder aos sovietes, aí teremos a certeza de possuir alguma coisa pela qual lutar e por ela lutaremos!" Lênin "Os homens não têm muito respeito pelos outros porque têm pouco até por si próprios." Trotsky
  • 8. “Domingo Sangrento” Cena do filme O Encouraçado Potemkin (1925)
  • 9. A Rússia na guerra • Muitos soldados. • Táticas antigas. • Comando ineficiente. • Pouca aparelhagem. • Abastecimento precário DERROTAS CONSTANTES • Czar perde o controle sobre o país • Burocracia dispendiosa e inoperante. • Misticismo causa maior descrédito do czar sobre o povo (Rasputin). • Crise econômica. • Mais de 5 milhões de mortos (guerra, fome, doenças...). • Czar é deposto (fev/1917).
  • 10. Revolução de março - 1917 Governo de coalizão Instalação de um novo governo chefiado pelo príncipe Lvov, constituído por elementos da Duma, aristocratas e burgueses. Uma exceção era o ministro da Justiça, um ex-socialista revolucionário chamado Alexandre Kerensky. • Concessão de anistia aos presos políticos (inclusive os exilados Lênin e Trotsky, que passaram a reorganizar os bolcheviques). • Permanência da Rússia na Guerra Mundial • Liberdades individuais. • Redução da jornada de trabalho (10 horas). • Liberdade de imprensa. Cartaz do filme Frida
  • 11. • Publicação das "Teses de Abril", uma espécie de programa do partido sintetizado em duas idéias: "Todo o poder aos sovietes" e "Paz, terra e pão". • Retirada da Rússia da Primeira Guerra (Tratado de Brest-Litovsky) • Iniciou uma insurreição popular para depor Kerensky. • Organizou a Guarda Vermelha (Trotsky) tropas formadas por operários, soldados e marinheiros para combater os inimigos (mencheviques apoiados por europeus) • No dia 25 de outubro os bolchevistas passaram a controlar Petrogrado, além de outras cidades, e Kerensky fugiu. O Congresso dos Sovietes, reunido, elegeu um novo governo integrado por bolchevistas e chefiado por Lênin. Revolução de outubro - 1917
  • 12. Etapas da implantação do Socialismo 1. Comunismo de Guerra (1917-1921) (Estatização e endurecimento) 2. NEP (Nova Política Econômica) (1921-1928) (Política econômica mista) 3. Planos Qüinqüenais 1928 (década de 1980) (Planificação econômica)
  • 13. Trotsky X Stalin TRÓTSKY: inimigo do Estado STÁLIN: Protetor dos povos
  • 14. Realismo russo O controle das artes O Realismo Socialista foi o estilo artístico oficial da União Soviética entre as décadas de 1930 e 1960, aproximadamente. Foi, na prática, uma política de Estado para a estética em todos os campos de aplicação da forma, desde a Literatura até o Design de produto, incluindo todas as manifestações artísticas e culturais soviéticas (Pintura, Arquitetura, Design Escultura, Música, Cinema, Teatro etc.). O Realismo Socialista está diretamente associado ao comunismo ortodoxo e aos regimes de orientação ou inspiração stalinista.
  • 15. Pôster polonês seguindo características típicas do Realismo Socialista Pintura valorizando o trabalho
  • 16. Pôster soviético exaltando a educação sobre a história do partido de Lênin e Stalin
  • 17. Kulaques: grupo muito reduzido, ou seja, a elite rural. Duma: espécie de parlamento instituído em 1906. Guarda Vermelha: organizada por Trotsky formada por tropas de operários, soldados e marinheiros para combater os inimigos (mencheviques apoiados por europeus). Sovietes: assembléias de soldados, marinheiros e trabalhadores. GOSPLAN (Comissão do Conselho do Trabalho e da Defesa): órgão encarregado dos estudos para a planificação, que elaborou durante o período da NEP um "plano qüinqüenal" posto em prática a partir de 1928. Sovcoses: fazendas estatais em que o camponês torna-se um assalariado do Estado (minoria). Colcoses: cooperativas de produção, onde o camponês recebe pequena parcela de terra, que ele pode explorar para si. Socialismo Real: modelo stalinista de socialismo baseado na planificação econômica, burocratização e ultra-centralização, adotado mundialmente.