SlideShare uma empresa Scribd logo
Espectros o que são e para que servem?
Fotometria
É utilizada na astronomia, na observação de estrelas,
pela percepção da diminuição da luz por elas emitida.
Através de estudos e cálculos, é possível descobrir
novos planetas e saber informações, como por
exemplo, a que distância se encontram.
Espectroscopia Astronómica
É a técnica usada na astronomia.
Através do estudo do espectro de radiação
eletromagnética, incluindo luz visível, que
irradia de estrelas e outros corpos celestes.
Espectroscopia pode ser usada para determinar
muitas propriedades de estrelas distantes e galáxias,
como suas composições químicas.
Isaac Newton
A espectroscopia astronómica começou com as
observações iniciais da luz do Sol feitas por Isaac
Newton, dispersada por um prisma. Ele viu um arco-
íris de cor, e pode até ter visto linhas de absorção.
Joseph von Fraunhofer
 As bandas escuras que aparecem no 
espectro solar foram descritas pela 
primeira vez por Joseph von Fraunhofer. 
A maioria dos espectros estelares 
compartilha essas duas características do 
espectro solar: emissões em todos os 
comprimentos de onda ao longo do 
espectro óptico com muitas linhas de 
absorção discretas.
As designações originais de Fraunhofer (1817) das
linhas de absorção no espectro solar
Letra Comprimento de onda (nm) Origem química Cor
A 759,37 O2 atmosférico vermelho escuro
B 686,72 O2 atmosférico vermelho
C 656,28 hidrogénio alfa vermelho
D1 589,59 sódio neutro
vermelho 
alaranjado
D2 589,00 sódio neutro amarelo
E 526,96 ferro neutro verde
F 486,13 hidrogênio beta ciano
G 431,42 moléculas de CH azul
H 396,85 cálcio ionizado violeta escuro
K 393,37 cálcio ionizado violeta escuro
Pioneiros na Espetroscopia Solar
Fraunhofer e  Angelo Secchi estavam entre os pioneiros de 
espectroscopia  solar  e  outras  estrelas.  Secchi  é  notável 
também por classificar estrelas em tipos espectrais, com base 
no número e na força de linhas de absorção em seu espectro. 
Angelo Secchi (1818-1878 e o seu telescópio/ espetroscópio
Espetroscopia Solar
Mais tarde descobriu-se que a origem dos espectros era 
relacionada com a temperatura na superfície das estrelas: 
algumas riscas de absorção podem ser observadas apenas em 
um certo intervalo de temperatura.
Espectro Electromagnético
Espetros de alguns elementos por
Joseph von Fraunhofer
Espetros de alguns elementos
Espetros de alguns elementos com
efeito da temperatura
Temperatura versus comprimento de onda
Resumindo:
Fotometria, utilizada na astronomia, na observação de
estrelas.
Espectroscopia pode ser usada para determinar suas
composições químicas.
Os pioneiros da espectroscopia foram Newton,
Fraunhofer e Angelo Secchi.
Espectro Electromagnético, é constituído por todas as
radiações conhecidas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Historia espectroscopia rm
Historia espectroscopia rmHistoria espectroscopia rm
Historia espectroscopia rm
Antonio Carlos Flash Batista
 
sensoriamento remoto - rem
sensoriamento remoto - remsensoriamento remoto - rem
sensoriamento remoto - rem
André Jesus
 
Sensoriamento remoto
Sensoriamento remotoSensoriamento remoto
Sensoriamento remoto
Maicon Voigt
 
Visita ao espaço
Visita ao espaçoVisita ao espaço
Visita ao espaço
clubedeinformatica
 
Guião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individualGuião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individual
antoniopedropinheiro
 
Guião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individualGuião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individual
antoniopedropinheiro
 
Distâncias No Universo
Distâncias No UniversoDistâncias No Universo
Distâncias No Universo
Joao Henriques
 
Guião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individualGuião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individual
antoniopedropinheiro
 
Introduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremotoIntroduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremoto
Pessoal
 
Sistemas sensores aula cesnors
Sistemas sensores aula cesnorsSistemas sensores aula cesnors
Telescópio francisca pinho
Telescópio francisca pinhoTelescópio francisca pinho
Telescópio francisca pinho
dianarita98
 
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução TeóricaSensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
goreti fernandes
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
cab3032
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
icleide souza
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
guest41333dc
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
Cristiane Tavolaro
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
esabiblio
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
Antonio Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Historia espectroscopia rm
Historia espectroscopia rmHistoria espectroscopia rm
Historia espectroscopia rm
 
sensoriamento remoto - rem
sensoriamento remoto - remsensoriamento remoto - rem
sensoriamento remoto - rem
 
Sensoriamento remoto
Sensoriamento remotoSensoriamento remoto
Sensoriamento remoto
 
Visita ao espaço
Visita ao espaçoVisita ao espaço
Visita ao espaço
 
Guião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individualGuião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individual
 
Guião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individualGuião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individual
 
Distâncias No Universo
Distâncias No UniversoDistâncias No Universo
Distâncias No Universo
 
Guião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individualGuião informativo e orientador do projeto individual
Guião informativo e orientador do projeto individual
 
Introduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremotoIntroduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremoto
 
Sistemas sensores aula cesnors
Sistemas sensores aula cesnorsSistemas sensores aula cesnors
Sistemas sensores aula cesnors
 
Telescópio francisca pinho
Telescópio francisca pinhoTelescópio francisca pinho
Telescópio francisca pinho
 
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução TeóricaSensoriamento Remoto - Introdução Teórica
Sensoriamento Remoto - Introdução Teórica
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 

Destaque

Grupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaGrupos tabela periódica
Grupos tabela periódica
Isadora Girio
 
Iões final
Iões finalIões final
Iões final
Isadora Girio
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substâncias
Isadora Girio
 
Metais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosMetais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentos
Isadora Girio
 
Cinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaCinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matéria
Isadora Girio
 
Óptica geométrica: conceitos
Óptica geométrica: conceitosÓptica geométrica: conceitos
Óptica geométrica: conceitos
Kelson Oliveira
 
Aula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaAula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energia
Isadora Girio
 
3ª lei de newton
3ª lei de newton3ª lei de newton
3ª lei de newton
Isadora Girio
 
Óptica Geométrica - Princípios Fundamentais
Óptica Geométrica - Princípios FundamentaisÓptica Geométrica - Princípios Fundamentais
Óptica Geométrica - Princípios Fundamentais
Marco Antonio Sanches
 
ÓPTICA
ÓPTICAÓPTICA
ÓPTICA
DaiCorreia
 
Propriedades do som
Propriedades do somPropriedades do som
Propriedades do som
Regente Dos Anjos
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
Isadora Girio
 
Os atributos do som
Os atributos do somOs atributos do som
Os atributos do som
Gabriela Vasconcelos
 
Atributos do som
Atributos do somAtributos do som
Atributos do som
sofialmeida
 
Trabalho de f.q 10ºano som
Trabalho de f.q 10ºano somTrabalho de f.q 10ºano som
Trabalho de f.q 10ºano som
neu07
 
Físico-química 8ºano-som
Físico-química 8ºano-somFísico-química 8ºano-som
Físico-química 8ºano-som
Gabriela Vasconcelos
 
Gravitação universal
Gravitação universalGravitação universal
Gravitação universal
Vídeo Aulas Apoio
 
Espetro sonoro e fenómenos acústicos
Espetro sonoro e fenómenos acústicosEspetro sonoro e fenómenos acústicos
Espetro sonoro e fenómenos acústicos
Gabriela Vasconcelos
 
Gravidade power point
Gravidade power pointGravidade power point
Gravidade power point
Flávia Allves
 
Fundamentos da óptica geométrica
Fundamentos da óptica geométricaFundamentos da óptica geométrica
Fundamentos da óptica geométrica
Gilvandenys Leite Sales
 

Destaque (20)

Grupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaGrupos tabela periódica
Grupos tabela periódica
 
Iões final
Iões finalIões final
Iões final
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substâncias
 
Metais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosMetais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentos
 
Cinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaCinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matéria
 
Óptica geométrica: conceitos
Óptica geométrica: conceitosÓptica geométrica: conceitos
Óptica geométrica: conceitos
 
Aula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaAula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energia
 
3ª lei de newton
3ª lei de newton3ª lei de newton
3ª lei de newton
 
Óptica Geométrica - Princípios Fundamentais
Óptica Geométrica - Princípios FundamentaisÓptica Geométrica - Princípios Fundamentais
Óptica Geométrica - Princípios Fundamentais
 
ÓPTICA
ÓPTICAÓPTICA
ÓPTICA
 
Propriedades do som
Propriedades do somPropriedades do som
Propriedades do som
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
 
Os atributos do som
Os atributos do somOs atributos do som
Os atributos do som
 
Atributos do som
Atributos do somAtributos do som
Atributos do som
 
Trabalho de f.q 10ºano som
Trabalho de f.q 10ºano somTrabalho de f.q 10ºano som
Trabalho de f.q 10ºano som
 
Físico-química 8ºano-som
Físico-química 8ºano-somFísico-química 8ºano-som
Físico-química 8ºano-som
 
Gravitação universal
Gravitação universalGravitação universal
Gravitação universal
 
Espetro sonoro e fenómenos acústicos
Espetro sonoro e fenómenos acústicosEspetro sonoro e fenómenos acústicos
Espetro sonoro e fenómenos acústicos
 
Gravidade power point
Gravidade power pointGravidade power point
Gravidade power point
 
Fundamentos da óptica geométrica
Fundamentos da óptica geométricaFundamentos da óptica geométrica
Fundamentos da óptica geométrica
 

Semelhante a Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela

aula 2.1.pptx
aula 2.1.pptxaula 2.1.pptx
aula 2.1.pptx
helilmapinheiroufma
 
ESPECTROSCOPIA.pptx
ESPECTROSCOPIA.pptxESPECTROSCOPIA.pptx
ESPECTROSCOPIA.pptx
MARCOSSPLICIGO2
 
Espectropia - Construção de um espectometro caseiro
Espectropia - Construção de um espectometro caseiroEspectropia - Construção de um espectometro caseiro
Espectropia - Construção de um espectometro caseiro
FABEJA
 
ESPECTROS - Física e Química A - 10.º Ano
ESPECTROS - Física e Química A - 10.º AnoESPECTROS - Física e Química A - 10.º Ano
ESPECTROS - Física e Química A - 10.º Ano
martimmartins18
 
Espectroscopia
Espectroscopia Espectroscopia
Espectroscopia
MssJuh
 
Introducao a espectroscopia
Introducao a espectroscopiaIntroducao a espectroscopia
Introducao a espectroscopia
Wilson Passos
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
guest10140c7
 
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestialOs desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Rita Costa
 
Historia da inorganica
Historia da inorganicaHistoria da inorganica
Astronomia do século XIX: Es
Astronomia do século XIX: EsAstronomia do século XIX: Es
Astronomia do século XIX: Es
Estevão Antunes Júnior
 
Ondas electromagneticas
Ondas electromagneticasOndas electromagneticas
Ondas electromagneticas
Patrícia Montenegro
 
Ondas electromagneticas
Ondas electromagneticasOndas electromagneticas
Ondas electromagneticas
Patrícia Montenegro
 
Aula_9 Exoplanetas.pdf
Aula_9 Exoplanetas.pdfAula_9 Exoplanetas.pdf
Aula_9 Exoplanetas.pdf
Lázaro Leite
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
Ótica.docx
Ótica.docxÓtica.docx
Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0
Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0
Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0
HorizonFCUL
 
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
Faga1939
 
pticaintroduo.pptx
pticaintroduo.pptxpticaintroduo.pptx
pticaintroduo.pptx
VladiaArruda
 
A luz como onda 2012
A luz como onda   2012A luz como onda   2012
A luz como onda 2012
Fabiana Gonçalves
 
A luz como onda 2012
A luz como onda   2012A luz como onda   2012
A luz como onda 2012
Fabiana Gonçalves
 

Semelhante a Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela (20)

aula 2.1.pptx
aula 2.1.pptxaula 2.1.pptx
aula 2.1.pptx
 
ESPECTROSCOPIA.pptx
ESPECTROSCOPIA.pptxESPECTROSCOPIA.pptx
ESPECTROSCOPIA.pptx
 
Espectropia - Construção de um espectometro caseiro
Espectropia - Construção de um espectometro caseiroEspectropia - Construção de um espectometro caseiro
Espectropia - Construção de um espectometro caseiro
 
ESPECTROS - Física e Química A - 10.º Ano
ESPECTROS - Física e Química A - 10.º AnoESPECTROS - Física e Química A - 10.º Ano
ESPECTROS - Física e Química A - 10.º Ano
 
Espectroscopia
Espectroscopia Espectroscopia
Espectroscopia
 
Introducao a espectroscopia
Introducao a espectroscopiaIntroducao a espectroscopia
Introducao a espectroscopia
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestialOs desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
 
Historia da inorganica
Historia da inorganicaHistoria da inorganica
Historia da inorganica
 
Astronomia do século XIX: Es
Astronomia do século XIX: EsAstronomia do século XIX: Es
Astronomia do século XIX: Es
 
Ondas electromagneticas
Ondas electromagneticasOndas electromagneticas
Ondas electromagneticas
 
Ondas electromagneticas
Ondas electromagneticasOndas electromagneticas
Ondas electromagneticas
 
Aula_9 Exoplanetas.pdf
Aula_9 Exoplanetas.pdfAula_9 Exoplanetas.pdf
Aula_9 Exoplanetas.pdf
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
Ótica.docx
Ótica.docxÓtica.docx
Ótica.docx
 
Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0
Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0
Planck e matéria escura - Horizon FCUL 0
 
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
 
pticaintroduo.pptx
pticaintroduo.pptxpticaintroduo.pptx
pticaintroduo.pptx
 
A luz como onda 2012
A luz como onda   2012A luz como onda   2012
A luz como onda 2012
 
A luz como onda 2012
A luz como onda   2012A luz como onda   2012
A luz como onda 2012
 

Mais de Isadora Girio

Historia tabela periódica
Historia tabela periódicaHistoria tabela periódica
Historia tabela periódica
Isadora Girio
 
áTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finaláTomos e sua representação final
áTomos e sua representação final
Isadora Girio
 
Estado gasoso pressão de um gás
Estado gasoso  pressão de um gásEstado gasoso  pressão de um gás
Estado gasoso pressão de um gás
Isadora Girio
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matéria
Isadora Girio
 
Velocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaVelocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção química
Isadora Girio
 
Vários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasVários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completas
Isadora Girio
 
Cálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoCálculo do rendimento
Cálculo do rendimento
Isadora Girio
 
Reacções quimicas parte b
Reacções quimicas  parte bReacções quimicas  parte b
Reacções quimicas parte b
Isadora Girio
 
Equações químicas
Equações químicasEquações químicas
Equações químicas
Isadora Girio
 
Dispersões, o que são
Dispersões, o que sãoDispersões, o que são
Dispersões, o que são
Isadora Girio
 
Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2
Isadora Girio
 
1ª lei de newton
1ª lei de newton1ª lei de newton
1ª lei de newton
Isadora Girio
 
áTomos, moléculas e iões final
áTomos, moléculas e iões finaláTomos, moléculas e iões final
áTomos, moléculas e iões final
Isadora Girio
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substâncias
Isadora Girio
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
Isadora Girio
 
Constituição do mundo material e sua classificação
Constituição do mundo material e sua classificaçãoConstituição do mundo material e sua classificação
Constituição do mundo material e sua classificação
Isadora Girio
 
Ensaios quimicos propriedades quimicas
Ensaios quimicos propriedades quimicasEnsaios quimicos propriedades quimicas
Ensaios quimicos propriedades quimicas
Isadora Girio
 
Propriedades fisicas e quimicas
Propriedades fisicas e quimicasPropriedades fisicas e quimicas
Propriedades fisicas e quimicas
Isadora Girio
 
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicas
Isadora Girio
 
Soluções homo hetero e tecnicas de separação
Soluções homo hetero e tecnicas de separaçãoSoluções homo hetero e tecnicas de separação
Soluções homo hetero e tecnicas de separação
Isadora Girio
 

Mais de Isadora Girio (20)

Historia tabela periódica
Historia tabela periódicaHistoria tabela periódica
Historia tabela periódica
 
áTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finaláTomos e sua representação final
áTomos e sua representação final
 
Estado gasoso pressão de um gás
Estado gasoso  pressão de um gásEstado gasoso  pressão de um gás
Estado gasoso pressão de um gás
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matéria
 
Velocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaVelocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção química
 
Vários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasVários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completas
 
Cálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoCálculo do rendimento
Cálculo do rendimento
 
Reacções quimicas parte b
Reacções quimicas  parte bReacções quimicas  parte b
Reacções quimicas parte b
 
Equações químicas
Equações químicasEquações químicas
Equações químicas
 
Dispersões, o que são
Dispersões, o que sãoDispersões, o que são
Dispersões, o que são
 
Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2
 
1ª lei de newton
1ª lei de newton1ª lei de newton
1ª lei de newton
 
áTomos, moléculas e iões final
áTomos, moléculas e iões finaláTomos, moléculas e iões final
áTomos, moléculas e iões final
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substâncias
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Constituição do mundo material e sua classificação
Constituição do mundo material e sua classificaçãoConstituição do mundo material e sua classificação
Constituição do mundo material e sua classificação
 
Ensaios quimicos propriedades quimicas
Ensaios quimicos propriedades quimicasEnsaios quimicos propriedades quimicas
Ensaios quimicos propriedades quimicas
 
Propriedades fisicas e quimicas
Propriedades fisicas e quimicasPropriedades fisicas e quimicas
Propriedades fisicas e quimicas
 
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicas
 
Soluções homo hetero e tecnicas de separação
Soluções homo hetero e tecnicas de separaçãoSoluções homo hetero e tecnicas de separação
Soluções homo hetero e tecnicas de separação
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 

Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela