SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
A LINHA NA ARTE




      ERA UMA VEZ UM PONTO QUE ENGORDOU E VIROU UMA BOLA.
      UM MENINO QUE ESTAVA PASSANDO POR ALI JOGOU A BOLA,
    QUE CAIU NO MAR, PEGANDO UMA CARONA COM AS ONDAS QUE
    SUBIAM E DESCIAM. ATÉ QUE, NUM IMPULSO, PEGOU UM PÉ DE VENTO QUE FEZ
    VOAR ATÉ O SOL.
      COMO ESTAVA MUITO CALOR, A BOLA SE JOGOU LÁ DE CIMA E CAIU EM UMA
    CIDADE CHEIA DE PRÉDIOS MUITO ALTOS. A BOLA, ENTÃO, CAMINHOU POR CIMA
    DELES ATÉ QUE ENCONTROU UM COELHO GIGANTE, QUE A ENSINOU A PULAR.
      ELA PULOU, PULOU, FOI E VOLTOU PULANDO, PULOU ATÉ CANSAR. AÍ SE
    ENROLOU E ROLOU ATÉ O PONTO FINAL. DORMIU E PONTO.
                                                              Claudia Holleben




  AGORA, COM SEU LÁPIS, FAÇA O CAMINHO QUE A BOLA PERCORREU DE ACORDO COM
O TEXTO.




                 O CAMINHO QUE VOCÊ TRAÇOU É UMA LINHA.



                                    174
NA ARTE, AS LINHAS PODEM VARIAR DE DIREÇÃO, TAMANHO, ESPESSURA
E COR, POR EXEMPLO: UMA LINHA PODE SER RETA, LONGA, GROSSA E
AMARELA, OU, PODE SER CURVA, CURTA, FINA E AZUL.
  Observe abaixo alguns tipos de linha:




           reta                      fina                    grossa




       i n clinadas               ondulada                   espiral




          mista                   pontilhada                 curva




                      Tracejada              Traço e ponto



                 • DESENHE NO CHÃO DO PÁTIO OU NA QUADRA VÁRIOS
              TIPOS DE LINHAS: RETA, CURVA, ONDULADA, MISTA E
              OUTRAS. VOCÊ DEVERÁ PERCORRER ESSAS LINHAS
              CONFORME O COMANDO DO SEU PROFESSOR.


                                      175
• AGORA É SUA VEZ! DECORE AS ROUPAS UTILIZANDO OS TIPOS DE LINHA QUE VOCÊ
APRENDEU.




            LINHA INCLINADA                   LINHA ONDULADA




             LINHA ESPIRAL                    LINHA TRACEJADA


                                    176
A LINHA TAMBÉM É USADA POR MUITOS ARTISTAS EM SUAS OBRAS.
OBSERVE:




                                            Romero Britto. Gato e cachorro, s.d.




                       ROMERO BRITTO É UM ARTISTA PERNAMBUCANO E DESDE OS
                    8 ANOS DE IDADE COMEÇOU A MOSTRAR INTERESSE E TALENTO
                    PELAS ARTES. SUAS OBRAS APRESENTAM CARACTERÍSTICAS
                    MARCANTES COM CORES FORTES E CONTORNO PRETO.
                                  Fonte: <http://www.biografias.multipli.com>.Acesso em: set.2009.




  APÓS APRECIAR A OBRA, RESPONDA:

1. QUAIS TIPOS DE LINHAS O ARTISTA USOU?

2. QUAIS AS CORES QUE MAIS APARECEM?

3. QUAIS AS CORES MAIS escuras? E AS MAIS CLARAS?

4. QUE LINHAS FORAM USADAS NA FIGURA DO GATO? E DO CACHORRO?


                                      177
1. AGORA VOCÊ É O ARTISTA! FAÇA SUA OBRA DE ARTE USANDO OS TIPOS DE LINHA QUE
VOCÊ APRENDEU.




2. JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS CANTE UM TRECHO DA MÚSICA AQUARELA.




                                                       Toquinho


         NUMA FOLHA QUALQUER EU DESENHO UM SOL AMARELO

         E COM CINCO OU SEIS RETAS É FÁCIL FAZER UM CASTELO

         CORRO O LÁPIS EM TORNO DA MÃO E ME DOU UMA LUVA

         E SE FAÇO CHOVER COM DOIS RISCOS TEM UM GUARDA-CHUVA

         [...]


                          Disponível em: <http://letras.terra.com.br/toquinho>. Acesso em: nov.2009.




                                          178
3. AGORA É SUA VEZ! DEPOIS DE CANTAR, DESENHE:




                           UM SOL AMARELO USANDO
                                LINHA ESPIRAL




        UM GUARDA-CHUVA USANDO                   UMA LUVA USANDO LINHA
              LINHA CURVA                              ONDULADA




                      UM CASTELO USANDO LINHAS RETAS


                                     179
A ARTE NO FOLCLORE


    FOLCLORE É O CONJUNTO DE HISTÓRIAS POPULARES,
  LENDAS, BRINCADEIRAS, TRADIÇÕES E COSTUMES QUE SÃO
  TRANSMITIDOS DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO, E FAZ PARTE DA
  CULTURA POPULAR.


A ARTE NO FOLCLORE BRASILEIRO PODE SE MANIFESTAR DE DIFERENTES FORMAS.
VEJA ALGUMAS:
• FESTAS
          Carnaval                            Festa Junina




 Escola de Samba Beija Flor – RJ.           Festa Junina Parque da Maturidade - Barueri.
• DANÇAS
      Bumba meu boi                                            frevo




   Festival Folclórico Parintins.                        Dia do Frevo - PE
• ESCULTURAS
        em madeira                                           em barro




Carro de Bois – Artesanato Popular.         Família Solidária - Obra de Mestre Vitalino.

                                           180
ALGUNS BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS TAMBÉM FAZEM PARTE DO NOSSO FOLCLORE
E GERAÇÃO APÓS GERAÇÃO CONTINUAM PRESENTES EM NOSSO DIA-A-DIA.




           PETECA                                 PIÃO


  UMA BRINCADEIRA MUITO CONHECIDA DO NOSSO FOLCLORE CHAMA-SE
ESCRAVOS DE JÓ. ENTÃO VAMOS BRINCAR?

  • JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS, DESENHE UM CÍRCULO NO
CHÃO DO PÁTIO. CADA CRIANÇA FICARÁ EM UM CÍRCULO E DESENVOLVERÁ
UMA COREOGRAFIA AO MESMO TEMPO EM QUE CANTA A MÚSICA.


     • ESCRAVOS DE JÓ JOGAVAM CAXANGÁ: DENTRO DO CÍRCULO, COLOCAR
   A MÃO NA CINTURA E CRUZAR A PERNA DIREITA NA FRENTE DA ESQUERDA, DE
   UM LADO PARA O OUTRO NA CADÊNCIA DA MÚSICA.

     • TIRA: PULA PARA FORA DO CÍRCULO.

     • PÕE: PULA PARA DENTRO DO CÍRCULO.

     • DEIXA FICAR: PERMANECE NO CÍRCULO, AGITANDO OS BRAÇOS ERGUIDOS.

     • GUERREIROS COM GUERREIROS: PERMANECE NO CÍRCULO BATENDO
   PALMAS NO RÍTMO DA MÚSICA.

     • FAZEM ZIGUE, ZIGUE, ZÁ: PERMANECE DENTRO DO CÍRCULO, BATENDO
   O PÉ DIREITO PARA FRENTE E PARA TRÁS, DENTRO E FORA DO CÍRCULO NA
   CADÊNCIA DA MÚSICA.



                                    181
VAMOS BRINCAR DE VACA AMARELA?

  A VACA AMARELA É UMA PARLENDA TRADICIONAL DO FOLCLORE BRASILEIRO. CONSISTE
NUM DESAFIO PARA QUE TODOS FIQUEM CALADOS.
  ESTA BRINCADEIRA POSSUI MUITAS VARIAÇÕES, VAMOS CONHECER UMA DELAS.




           VACA AMARELA
           PULOU PELA JANELA
           QUEM FALAR PRIMEIRO
           TEM QUE CORRER ATRÁS DELA.

                    Disponível em: <http://wapedia.mobi/pt/vaca_amarela>. Acesso em: nov. 2009.



  AGORA FAÇA UM DESENHO PARA REPRESENTAR A PARLENDA “VACA AMARELA”.




                                             182
EXISTE UM PINTOR QUE CERTAMENTE NÃO CONHECIA A
            PARLENDA DA VACA AMARELA, MAS PINTOU UM QUADRO COM ESTE
            NOME.




                                         Franz Marc. A vaca amarela, 1911.




               FRANZ MARC NASCEU NA ALEMANHA E GOSTAVA MUITO DE PINTAR
             ANIMAIS. COMEÇOU A PINTAR ATRAVÉS DA INFLUÊNCIA DE SEU PAI
             QUE TAMBÉM ERA PINTOR PROFISSIONAL.

                              Fonte: <http://www.galeriaabapuru.com.br> Acesso em: set. 2009.




APÓS APRECIAR ESSA OBRA, RESPONDA ORALMENTE:
• O ANIMAL PINTADO NO QUADRO ESTÁ PARADO OU EM MOVIMENTO?
• O QUE VOCÊ ACHA QUE A VACA ESTÁ FAZENDO?
• QUAIS FORAM AS CORES USADAS PELO PINTOR?
• QUE ELEMENTOS DA NATUREZA VOCÊ RECONHECE NO QUADRO?
• VOCÊ SABE O QUE É UMA RELEITURA?


                                   183
Releitura
                RELER, RECRIAR É UM NOVO JEITO DE OLHAR.
                EXISTEM MUITAS MANEIRAS DE RELER UMA OBRA DE
              ARTE. O IMPORTANTE É FAZÊ-LA À SUA MANEIRA, DO
              SEU PRÓPRIO JEITO DE EXPRESSAR-SE, DEIXAR SUA
              MARCA. É FAZER ARTE DA ARTE.


  FRANZ MARC PINTOU, EU TAMBÉM PINTO!
  AGORA É SUA VEZ! USE TODA SUA CRIATIVIDADE E FAÇA UMA RELEITURA DA OBRA DE
FRANZ MARC.




                                    184
OUTROS ARTISTAS, ALÉM DE PINTAREM TAMBÉM FIZERAM ESCULTURAS UTILIZANDO A
IMAGEM DA VACA.
  EM 2005 ACONTECEU EM SÃO PAULO UMA EXPOSIÇÃO DE ARTE CHAMADA “COW
PARADE”, QUE JÁ FOI APRESENTADA NAS PRINCIPAIS CIDADES EM TODO MUNDO.
  VÁRIOS ARTISTAS FIZERAM ESCULTURAS DE VACAS EM TAMANHO REAL E AS EXPUSERAM
EM VÁRIOS LUGARES DA CIDADE DE SÃO PAULO.
  VEJA A ESCULTURA DO ARTISTA MORANDINI QUE FOI ESCOLHIDO PARA REPRESENTAR
O BRASIL.




                                          Morandini. Muuuwatch, 2005.

  APÓS OBSERVAR A IMAGEM, RESPONDA:
  • QUAIS AS CORES MAIS USADAS PELO ARTISTA?
  • VOCÊ SABE QUAL A DIFERENÇA ENTRE UMA PINTURA E UMA ESCULTURA?


                              MÃOS À OBRA:


      JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS, USANDO MASSA DE
              MODELAR, FAÇA PEQUENAS ESCULTURAS. ESCOLHA UM
                    TEMA E MONTE UMA EXPOSIÇÃO EM SUA SALA DE AULA.




                                    185
A ARTE NA NATUREZA

AGORA SEU PROFESSOR IRÁ LER A HISTÓRIA “ROMEU E JULIETA”.




                       Há muito tempo, não muito longe daqui, havia um reino
                 muito engraçado. Todas as coisas eram separadas pela
               cor. Branco, amarelo, azul, vermelho, preto. As borboletas
            brancas só visitavam o canteiro branco. As borboletas azuis
  só visitavam o canteiro azul.
     Neste reino vivam Julieta e Romeu. Julieta era uma borboleta amarela
  do canteiro amarelo e Romeu uma borboleta azul do canteiro azul.
     Seus pais sempre avisavam para que não passeassem em canteiros
  de outra cor.
     Um dia, na primavera, Ventinho convidou Romeu para dar um passeio no canteiro
  amarelo. Chegando lá, ventinho apresentou Romeu a Julieta e os dois logo ficaram
  amigos. Romeu e Julieta começaram a brincar e saíram para conhecer melhor o reino.
  Ficaram encantados com tudo o que viram e acabaram entrando na floresta. Quando
  a noite chegou, Romeu e Julieta não conseguiram encontrar o caminho de volta.
     Enquanto isso, lá no canteiro amarelo, a mãe de Julieta estava desesperada, e lá
  no canteiro azul, o pai de Romeu estava preocupadíssimo. Eles não sabiam o que
  fazer para encontrar os filhos, até que a borboleta amarela tomou coragem e foi falar
  com a borboleta azul, falaram com o senhor Vento e todas as borboletas saíram de
  canteiro em canteiro procurando o Romeu e a Julieta.
     Quando amanheceu o dia, o céu estava cheio de cores, todas as borboletas juntas
  procurando Romeu e Julieta.
     Os dois estavam encolhidos em um galho e quando viram seus pais, ficaram felizes
             em poderem voltar para casa.
                        E quando chegou de novo a primavera tudo estava diferente
                      naquele reino. Os canteiros tinham todas as cores misturadas.
                      Margaridas, cravos, dálias, miosótis, rosas, cresciam juntas,
                       misturadas. E agora todas as borboletas juntas brincam em uma
                       grande roda.
                                Adaptado de: Ruth Rocha. Romeu e Julieta. São Paulo: Ática, 1996.




                • APÓS A LEITURA, COM A AJUDA DE SEU PROFESSOR,
              ORGANIZEM-SE EM GRUPOS E FAÇAM A REPRESENTAÇÃO
              TEATRAL DA HISTÓRIA.



                                            186
VAMOS CANTAR?

   NO ANEXO VOCÊ ENCONTRARÁ A LETRA DA MÚSICA ROMEU E JULIETA
E TAMBÉM O MATERIAL PARA FAZER A DOBRADURA DAS BORBOLETAS.
   DEPOIS DE CANTAR, COLE EM SEU CADERNO DE DESENHO A LETRA DA
MÚSICA E AS DOBRADURAS COMPLETANDO O CENÁRIO DE ACORDO COM A HISTÓRIA.

  FAÇA SUA DOBRADURA PASSO A PASSO.




  A HISTÓRIA ROMEU E JULIETA FALA DA CHEGADA DA PRIMAVERA QUE É A ESTAÇÃO
DAS FLORES. MUITOS ARTISTAS UTILIZAM FLORES COMO TEMA DE SUAS OBRAS.	



  OBSERVE A IMAGEM:




                                                        AGORA RESPONDA:

                                                        • VOCÊ GOSTOU DESTA TELA?


                                                        • QUAL É A COR MAIS USADA
                                                      NESTE QUADRO?


                                                        • VOCÊ TEM UMA FLOR PREFERIDA?
                                                      QUAL A COR DELA?


                                                        • V O C Ê A C H A Q U E H AV I A M
                                                      GIRASSÓIS NO CANTEIRO DE ROMEU
                                                      OU DE JULIETA?


                 Vincent van Gogh. Girassóis, 1888.


                                              187
CONHEÇA OUTRAS OBRAS DE ARTISTAS QUE TAMBÉM USARAM AS
FLORES COMO TEMA.




         Tarsila do Amaral. Manacá, 1927.


                                                  Paul Gauguin. Bouquete de flores, 1896.

 AGORA VOCÊ É O ARTISTA! DESENHE UM CANTEIRO COM FLORES DE TODAS AS CORES.




                                            188
A ARTE DE SER CRIANÇA




   É BOM SER CRIANÇA...                                            CRIANÇA TEM FUTURO
   CRIANÇA TEM ESPERANÇA                                           TEM O MUNDO AO SEU REDOR
   CRIANÇA TEM ALEGRIA                                             SEGUE TEU CAMINHO, CRIANÇA,
   CRIANÇA TEM ILUSÃO                                              E NUNCA SE ESQUECE DO AMOR.
                                                                                            Augusta Schimidt.
   DE PODER SER ALGUÉM UM DIA...

                                    CRIANÇA TEM HISTÓRIA
                                    TÊM DIREITOS
                                    TEM MEMÓRIA

                              Disponível em: <http://nuvemcor-de-rosa.blogspot.com>. Acesso em: nov. 2009.



                      TODA CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR!
  O PINTOR CÂNDIDO PORTINARI INSPIROU-SE NAS BRINCADEIRAS DE SUA INFÂNCIA
PARA FAZER VÁRIOS DE SEUS QUADROS.
  	  CONHEÇA ALGUNS:




                                                                                    Meninos brincando,1955.
                    Futebol,1935.




                                     Meninos soltando pipa,1943.




             Moleques pulando cela,1958.                                      Este menino com carneiro,1954.


                                                   189
CÂNDIDO PORTINARI TINHA O APELIDO DE CANDINHO POR TER
                NASCIDO MUITO PEQUENINO.
                  	  PORTINARI TEVE UMA INFÂNCIA MUITO FELIZ E DESDE CRIANÇA
                GOSTAVA DE PINTAR E DESENHAR.
                                       Fonte: <http://www.portinari.org.br> Acesso em: set.2009.



  OBSERVANDO OS QUADROS DE PORTINARI, RESPONDA:
  • QUAL DOS QUADROS VOCÊ MAIS GOSTOU? POR QUÊ?
  • VOCÊ JÁ BRINCOU DE ALGUMAS BRINCADEIRAS ILUSTRADAS NAS OBRAS? QUAL?
  • EM UM DOS QUADROS, O MENINO ESTÁ BRINCANDO COM UM CARNEIRINHO, VOCÊ
TAMBÉM GOSTA DE BRINCAR COM ANIMAIS? POR QUÊ?

  FAÇA UM DESENHO QUE REPRESENTE OS BRINQUEDOS OU AS BRINCADEIRAS QUE
VOCÊ E SEUS AMIGOS BRINCAM NA ESCOLA OU EM SEU BAIRRO.

             NÃO ESQUEÇA DE DAR UM TÍTULO PARA SUA OBRA DE ARTE.




   Título:


                                     190
O ARTISTA PELO SEU OLHAR
  RELER, RECRIAR...
                                                                          EXISTEM MUITAS POSSIBILIDADES DE OLHAR UMA OBRA DE ARTE.
                                                                        CADA ARTISTA TEM UMA HISTÓRIA, UM JEITO DE SE EXPRESSAR,
                                                                        ASSIM, A OBRA GANHA MAIS SIGNIFICADO A PARTIR DO MOMENTO
                                                                        QUE VOCÊ COLOCA “SUA MARCA”, “SEU JEITO” NA CRIAÇÃO.

  • O QUE SERÁ QUE HÁ NA OUTRA METADE DO QUADRO?
  VOCÊ É CAPAZ DE IMAGINAR? ENTÃO DESENHE PARA COMPLETAR A OBRA DE PORTINARI.
           Professor: O nome do quadro é “Palhacinhos na gangorra”.




 • QUE NOME VOCÊ DARIA PARA ESSE QUADRO?




                                                                           VAMOS BRINCAR DE AMARELINHA?

  PORTINARI RETRATOU EM SUAS OBRAS MUITAS BRINCADEIRAS DA
INFÂNCIA. VAMOS BRINCAR TAMBÉM!
  NO PÁTIO DA ESCOLA DESENHE UMA AMARELINHA NO CHÃO E BRINQUE COM SEUS
COLEGAS.


                                                                                    UM PRESENTE PARA VOCÊ!

                                                                        NO ANEXO VOCÊ ENCONTRARÁ UMA VISEIRA, DECORE-A COMO
                                                                      QUISER E DIVIRTA-SE À VONTADE.



                                                                                           191
A ARTE NA CULTURA AFRICANA

  A CULTURA E OS COSTUMES AFRICANOS TROUXERAM GRANDES
CONTRIBUIÇÕES PARA A ARTE.
  AS CARACTERÍSTICAS AFRICANAS PODEM SER PERCEBIDAS EM
MUITOS ELEMENTOS ARTÍSTICOS E CULTURAIS, TAIS COMO:




          PINTURA             ESCULTURA    INSTRUMENTOS MUSICAIS




            MÁSCARAS                        DANÇAS




                            PENTEADOS

                                192
• O BERIMBAU É UM INSTRUMENTO DA CULTURA AFRICANA MUITO USADO PARA
MARCAR O RITMO NAS RODAS DE CAPOEIRA.
  JUNTO COM SEU PROFESSOR, CONFECCIONE UM MINIBERIMBAU PARA BRINCAR E SE
DIVERTIR COM SEUS COLEGAS DA CLASSE.

VOCÊ IRÁ PRECISAR DE:
• CAIXA DE OVOS;
• 1 POTE DE IOGURTE COLORIDO;
• 1 VARETA DE PIPA DE APROXIMADAMENTE 15cm;
• FIO DE NÁILON OU BARBANTE;
• FITA ADESIVA COLORIDA;
• TESOURA;
• CANETA COLORIDA;
• COLA QUENTE OU BRANCA.

Lembre-se: a cola quente deve ser usada somente com a ajuda de seu professor.


         1                                       2                                  3




              RECORTE UMA PARTE                    FA Ç A L I S T R A S C O M A S   AMARRE O BARBANTE
              DA CAIXA DE OVO.                     CANETINHAS COLORIDAS.            ENVERGANDO A VARETA.

          4                                      5                                  6




               DECORE A VARETA.                ENFEITE O POTE DE IOGURTE COM            MONTE O BERIMBAU
                                               FITAS ADESIVAS AMARELA E VERDE.          USANDO COLA.




     AS MÁSCARAS AFRICANAS SÃO CONSIDERADAS AS OBRAS COM
   MAIOR VALOR ENTRE TODAS AS OBRAS DE ARTE NEGRA.
     SÃO USADAS EM CIRCUNSTÂNCIAS MUITO ESPECIAIS COMO
   DANÇAS E FESTAS.

                          AGORA VOCÊ IRÁ CONFECCIONAR UMA MÁSCARA
                        AFRICANA.
                          DESTAQUE-A DO ANEXO E ESCOLHA UMA MANEIRA PARA
                        DECORÁ-LA.
                          DEPOIS DE PRONTA, MONTE JUNTO COM SEU PROFESSOR
                        E COLEGAS UMA EXPOSIÇÃO.

                                                               193
A ARTE DO NATAL

                               Natal
  • PARA ILUSTRAR E COLORIR!
  FAÇA A ILUSTRAÇÃO DE CADA UM DOS TRECHOS DA HISTÓRIA.

                        UMA HISTÓRIA DE NATAL

  O NATAL ESTÁ CHEGANDO. TAINÁ E GABRIEL RESOLVERAM FAZER UMA LINDA FESTA.
MONTARAM UM LINDO PINHEIRINHO E ENFEITARAM COM BOLAS COLORIDAS. COLOCARAM
TAMBÉM ALGUNS PRESENTES.

                      • TERMINE DE ILUSTRAR A CENA.




                                   194
GABRIEL PERGUNTOU PARA TAINÁ O QUE É O NATAL. ELA ENTÃO EXPLICOU QUE NO
NATAL COMEMORAMOS O NASCIMENTO DO MENINO JESUS. E JESUS NASCEU PARA TRAZER
MUITO AMOR E PAZ PARA AS PESSOAS.
  • PINTE A CENA.




  OS DOIS AMIGOS RESOLVERAM ENTÃO CHAMAR LUCAS E CAMILA PARA JUNTOS
FAZEREM MUITOS PRESENTES PARA ENTREGAR ÀS CRIANÇAS CARENTES. ASSIM, ESTARIAM
COMEMORANDO O NATAL E ENSINANDO A TODOS O VERDADEIRO SENTIDO DESSA DATA,
TRANSMITINDO A MENSAGEM QUE O MENINO JESUS ENSINOU: “MUITO AMOR E PAZ
PARA TODOS”.
                   ESSA TURMINHA TEVE UM NATAL MUITO FELIZ!

                                    195
FAÇA TAMBÉM DO SEU NATAL UM ATO DE AMOR. AJUDE ALGUÉM QUE
PRECISA, NEM QUE SEJA SOMENTE COM UM GRANDE ABRAÇO E UM LINDO
SORRISO.

         ESCREVA UMA LINDA MENSAGEM DE NATAL A UMA PESSOA
       QUERIDA.




                                  196
VAMOS CANTAR?



                                                       Edson Borges
             QUERO VER VOCÊ NÃO CHORAR, NÃO OLHAR PRA TRÁS,
                       NEM SE ARREPENDER DO QUE FAZ.
   QUERO VER O AMOR VENCER, MAS SE A DOR NASCER VOCÊ RESISTIR E SORRIR.
          SE VOCÊ PODE SER ASSIM, TÃO ENORME ASSIM, EU VOU CRER.
  QUE O NATAL EXISTE, QUE NINGUÉM É TRISTE, QUE NO MUNDO HÁ SEMPRE AMOR.
           BOM NATAL, UM FELIZ NATAL, MUITO AMOR E PAZ, PRA VOCÊ.
                                 PRA VOCÊ...
                            Disponível em: <http://www.beakauffmann.com.br>. Acesso em: nov. 2009.


  APROVEITE A DATA E DEMONSTRE GRATIDÃO E CARINHO ÀS PESSOAS QUE VOCÊ QUER
BEM, ENVIANDO-LHES CARTÕES DE NATAL.




                                       197
198
AGORA É SUA VEZ!

  COLE ESTE PINHEIRINHO EM UMA CARTOLINA, RECORTE E MONTE-O PARA DECORAR
SUA CASA OU SEU QUARTO.




                                  199
200
ATIVIDADE PARA RECORTE, COLAGEM E DOBRADURA
                NO CADERNO DE DESENHO.

                                                     Material para dobradura da Julieta



TODO ROMEU É AZUL.
– NÃO É NÃO.

TODO REINO É AZUL.
– NÃO É NÃO.

TODA BELEZA É AZUL.
– NÃO É NÃO.

TODO SORRISO É AZUL.
– NÃO É NÃO.

AGORA TUDO MUDOU.
– JÁ ERA.

QUANDO JULIETA PASSOU.
– NA DELA.



            Palavra Cantada. Romeu e Julieta [CD].
                          Mil pássaros: MCD, 1999.




 Material para dobradura do Romeu




                                             201
202
MÁSCARA AFRICANA




       203
204
Presente para você!

                             viseira

  • Pinte e decore sua viseira como quiser.
  Antes de montar sua viseira cole-a em uma cortolina,
recorte e coloque elástico para usá-la.
                     Feliz dia das Crianças!!!




                                205
206

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - MúsicaMary Alvarenga
 
Conteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamental
Conteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamentalConteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamental
Conteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamentaljosivaldopassos
 
Avaliação descritiva artes 2013
Avaliação descritiva artes 2013Avaliação descritiva artes 2013
Avaliação descritiva artes 2013samirmanoel
 
Atividades encontros-vocálicos
Atividades encontros-vocálicos Atividades encontros-vocálicos
Atividades encontros-vocálicos Jairtes Lima
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoGeo Honório
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Denilson Parreira Dos Reis
 
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedadecrisold
 
Modelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º anoModelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º anopedagogicosjdelrei
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Mary Alvarenga
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limitesSimoneHelenDrumond
 
Apostila do 1° ano 5° ano 2011
Apostila do 1° ano 5° ano 2011Apostila do 1° ano 5° ano 2011
Apostila do 1° ano 5° ano 2011Adriana Mello
 

Mais procurados (20)

Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - Música
 
Conteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamental
Conteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamentalConteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamental
Conteúdos d arte e ed. f[isica para o 1º e 2º ano do ensino fundamental
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLOAVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
 
Avaliação descritiva artes 2013
Avaliação descritiva artes 2013Avaliação descritiva artes 2013
Avaliação descritiva artes 2013
 
Atividades encontros-vocálicos
Atividades encontros-vocálicos Atividades encontros-vocálicos
Atividades encontros-vocálicos
 
O touro de tarsila do amaral
O touro de tarsila do amaralO touro de tarsila do amaral
O touro de tarsila do amaral
 
PDF: Atividade de Artes: Monocromia, isocromia e policromia – 3º ano do ensin...
PDF: Atividade de Artes: Monocromia, isocromia e policromia – 3º ano do ensin...PDF: Atividade de Artes: Monocromia, isocromia e policromia – 3º ano do ensin...
PDF: Atividade de Artes: Monocromia, isocromia e policromia – 3º ano do ensin...
 
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
 
14 biografia e repintura tarsila do amaral
14  biografia e repintura tarsila do amaral14  biografia e repintura tarsila do amaral
14 biografia e repintura tarsila do amaral
 
Avaliação Diagnóstica de Matematica 1º ano
Avaliação Diagnóstica de Matematica 1º anoAvaliação Diagnóstica de Matematica 1º ano
Avaliação Diagnóstica de Matematica 1º ano
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
 
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
 
Modelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º anoModelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º ano
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
Arte 7 ano
Arte 7 anoArte 7 ano
Arte 7 ano
 
Musica e artes
Musica e artes Musica e artes
Musica e artes
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
PDF: Atividade de Artes: Cores quentes e frias – 3º ano – Pronta para imprimir
PDF: Atividade de Artes: Cores quentes e frias – 3º ano – Pronta para imprimirPDF: Atividade de Artes: Cores quentes e frias – 3º ano – Pronta para imprimir
PDF: Atividade de Artes: Cores quentes e frias – 3º ano – Pronta para imprimir
 
Apostila do 1° ano 5° ano 2011
Apostila do 1° ano 5° ano 2011Apostila do 1° ano 5° ano 2011
Apostila do 1° ano 5° ano 2011
 

Destaque

Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroMoesio Alves
 
atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1
 atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1 atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1
atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1Sheila Sheilinha
 
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Andreza Andrade
 
InfâNcia Em Portinari
InfâNcia Em PortinariInfâNcia Em Portinari
InfâNcia Em Portinarisilvaniaamorim
 
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionaisPieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionaisTatiDS
 
Projeto portinari ( com musica)
Projeto portinari ( com musica)Projeto portinari ( com musica)
Projeto portinari ( com musica)Conradonoblog
 
A HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da FotografiaA HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da FotografiaVictor Marinho
 
Linguagem bidimensional e tridimensional
Linguagem bidimensional e tridimensionalLinguagem bidimensional e tridimensional
Linguagem bidimensional e tridimensionalKadu Sp
 

Destaque (20)

Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
 
Apostila de arte
Apostila de arteApostila de arte
Apostila de arte
 
atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1
 atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1 atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1
atividades do 5 ano Arte no-cotidiano-escolar-vol-1-ensino-fundamental-1
 
Avaliação de Artes
Avaliação de ArtesAvaliação de Artes
Avaliação de Artes
 
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
 
Gabarito questoes de arte da bebete
Gabarito questoes de arte da bebeteGabarito questoes de arte da bebete
Gabarito questoes de arte da bebete
 
InfâNcia Em Portinari
InfâNcia Em PortinariInfâNcia Em Portinari
InfâNcia Em Portinari
 
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionaisPieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
 
Projeto portinari ( com musica)
Projeto portinari ( com musica)Projeto portinari ( com musica)
Projeto portinari ( com musica)
 
Atividade ensino religioso gratidao
Atividade ensino religioso gratidaoAtividade ensino religioso gratidao
Atividade ensino religioso gratidao
 
Atividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinemaAtividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinema
 
A HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da FotografiaA HistóRia Da Fotografia
A HistóRia Da Fotografia
 
Linguagem bidimensional e tridimensional
Linguagem bidimensional e tridimensionalLinguagem bidimensional e tridimensional
Linguagem bidimensional e tridimensional
 
Cores estudo das cores
Cores    estudo das coresCores    estudo das cores
Cores estudo das cores
 
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
 
Prova arte 2013
Prova arte 2013 Prova arte 2013
Prova arte 2013
 
Atividade matematica nomenclatura
Atividade matematica  nomenclaturaAtividade matematica  nomenclatura
Atividade matematica nomenclatura
 
Avaliação Bimestral de Português
Avaliação Bimestral  de PortuguêsAvaliação Bimestral  de Português
Avaliação Bimestral de Português
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
 
Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
 

Semelhante a Artes atividades

Artes atividades-130227220357-phpapp01
Artes atividades-130227220357-phpapp01Artes atividades-130227220357-phpapp01
Artes atividades-130227220357-phpapp01Alcilane Tostes
 
A história do circo volume 1 simone helen drumond
A história do circo   volume 1 simone helen drumondA história do circo   volume 1 simone helen drumond
A história do circo volume 1 simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Cantigas de roda
Cantigas de rodaCantigas de roda
Cantigas de rodawendulino
 
O Que Se Entende Sobre Folclore
O Que Se Entende Sobre FolcloreO Que Se Entende Sobre Folclore
O Que Se Entende Sobre FolcloreAntonio Carneiro
 
Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012)
Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012) Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012)
Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012) AMEOPOEMA Editora
 
Lv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 a
Lv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 aLv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 a
Lv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 aemebdis
 
Quem Canta Seus Males Espanta
Quem Canta Seus Males EspantaQuem Canta Seus Males Espanta
Quem Canta Seus Males EspantaEdu.contab
 
O peixe folha livro
O peixe folha livroO peixe folha livro
O peixe folha livromatheuslgo
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docPROFaLUMENDES
 
Atividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordelAtividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordeljuditholima
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leituraLuzia Ester
 
Projeto ECO - Língua Portuguesa, 1º ano
Projeto ECO - Língua Portuguesa, 1º anoProjeto ECO - Língua Portuguesa, 1º ano
Projeto ECO - Língua Portuguesa, 1º anoEdpositivo
 

Semelhante a Artes atividades (20)

Artes atividades-130227220357-phpapp01
Artes atividades-130227220357-phpapp01Artes atividades-130227220357-phpapp01
Artes atividades-130227220357-phpapp01
 
A história do circo volume 1 simone helen drumond
A história do circo   volume 1 simone helen drumondA história do circo   volume 1 simone helen drumond
A história do circo volume 1 simone helen drumond
 
Cantigas de roda
Cantigas de rodaCantigas de roda
Cantigas de roda
 
O Que Se Entende Sobre Folclore
O Que Se Entende Sobre FolcloreO Que Se Entende Sobre Folclore
O Que Se Entende Sobre Folclore
 
Arte popular brasileira 6o ano 2017
Arte popular brasileira 6o ano 2017Arte popular brasileira 6o ano 2017
Arte popular brasileira 6o ano 2017
 
Arte popular brasileira 6o ano 2017
Arte popular brasileira 6o ano 2017Arte popular brasileira 6o ano 2017
Arte popular brasileira 6o ano 2017
 
Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012)
Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012) Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012)
Suplemento Acre 1ª edição (janeiro março 2012)
 
Lv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 a
Lv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 aLv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 a
Lv pronto lucinda 2014 atividade ava fórum 6 a
 
Vem brincar comigo
Vem brincar comigoVem brincar comigo
Vem brincar comigo
 
C o r d e l bnb final
C o r d e l   bnb finalC o r d e l   bnb final
C o r d e l bnb final
 
Quem Canta Seus Males Espanta
Quem Canta Seus Males EspantaQuem Canta Seus Males Espanta
Quem Canta Seus Males Espanta
 
O peixe folha livro
O peixe folha livroO peixe folha livro
O peixe folha livro
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.doc
 
atividade-literatura-de-cordel-celpe
atividade-literatura-de-cordel-celpeatividade-literatura-de-cordel-celpe
atividade-literatura-de-cordel-celpe
 
Atividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordelAtividade literatura de cordel
Atividade literatura de cordel
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leitura
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
 
Projeto ECO - Língua Portuguesa, 1º ano
Projeto ECO - Língua Portuguesa, 1º anoProjeto ECO - Língua Portuguesa, 1º ano
Projeto ECO - Língua Portuguesa, 1º ano
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 
História do circo
História do circoHistória do circo
História do circo
 

Artes atividades

  • 1.
  • 2. A LINHA NA ARTE ERA UMA VEZ UM PONTO QUE ENGORDOU E VIROU UMA BOLA. UM MENINO QUE ESTAVA PASSANDO POR ALI JOGOU A BOLA, QUE CAIU NO MAR, PEGANDO UMA CARONA COM AS ONDAS QUE SUBIAM E DESCIAM. ATÉ QUE, NUM IMPULSO, PEGOU UM PÉ DE VENTO QUE FEZ VOAR ATÉ O SOL. COMO ESTAVA MUITO CALOR, A BOLA SE JOGOU LÁ DE CIMA E CAIU EM UMA CIDADE CHEIA DE PRÉDIOS MUITO ALTOS. A BOLA, ENTÃO, CAMINHOU POR CIMA DELES ATÉ QUE ENCONTROU UM COELHO GIGANTE, QUE A ENSINOU A PULAR. ELA PULOU, PULOU, FOI E VOLTOU PULANDO, PULOU ATÉ CANSAR. AÍ SE ENROLOU E ROLOU ATÉ O PONTO FINAL. DORMIU E PONTO. Claudia Holleben AGORA, COM SEU LÁPIS, FAÇA O CAMINHO QUE A BOLA PERCORREU DE ACORDO COM O TEXTO. O CAMINHO QUE VOCÊ TRAÇOU É UMA LINHA. 174
  • 3. NA ARTE, AS LINHAS PODEM VARIAR DE DIREÇÃO, TAMANHO, ESPESSURA E COR, POR EXEMPLO: UMA LINHA PODE SER RETA, LONGA, GROSSA E AMARELA, OU, PODE SER CURVA, CURTA, FINA E AZUL. Observe abaixo alguns tipos de linha: reta fina grossa i n clinadas ondulada espiral mista pontilhada curva Tracejada Traço e ponto • DESENHE NO CHÃO DO PÁTIO OU NA QUADRA VÁRIOS TIPOS DE LINHAS: RETA, CURVA, ONDULADA, MISTA E OUTRAS. VOCÊ DEVERÁ PERCORRER ESSAS LINHAS CONFORME O COMANDO DO SEU PROFESSOR. 175
  • 4. • AGORA É SUA VEZ! DECORE AS ROUPAS UTILIZANDO OS TIPOS DE LINHA QUE VOCÊ APRENDEU. LINHA INCLINADA LINHA ONDULADA LINHA ESPIRAL LINHA TRACEJADA 176
  • 5. A LINHA TAMBÉM É USADA POR MUITOS ARTISTAS EM SUAS OBRAS. OBSERVE: Romero Britto. Gato e cachorro, s.d. ROMERO BRITTO É UM ARTISTA PERNAMBUCANO E DESDE OS 8 ANOS DE IDADE COMEÇOU A MOSTRAR INTERESSE E TALENTO PELAS ARTES. SUAS OBRAS APRESENTAM CARACTERÍSTICAS MARCANTES COM CORES FORTES E CONTORNO PRETO. Fonte: <http://www.biografias.multipli.com>.Acesso em: set.2009. APÓS APRECIAR A OBRA, RESPONDA: 1. QUAIS TIPOS DE LINHAS O ARTISTA USOU? 2. QUAIS AS CORES QUE MAIS APARECEM? 3. QUAIS AS CORES MAIS escuras? E AS MAIS CLARAS? 4. QUE LINHAS FORAM USADAS NA FIGURA DO GATO? E DO CACHORRO? 177
  • 6. 1. AGORA VOCÊ É O ARTISTA! FAÇA SUA OBRA DE ARTE USANDO OS TIPOS DE LINHA QUE VOCÊ APRENDEU. 2. JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS CANTE UM TRECHO DA MÚSICA AQUARELA. Toquinho NUMA FOLHA QUALQUER EU DESENHO UM SOL AMARELO E COM CINCO OU SEIS RETAS É FÁCIL FAZER UM CASTELO CORRO O LÁPIS EM TORNO DA MÃO E ME DOU UMA LUVA E SE FAÇO CHOVER COM DOIS RISCOS TEM UM GUARDA-CHUVA [...] Disponível em: <http://letras.terra.com.br/toquinho>. Acesso em: nov.2009. 178
  • 7. 3. AGORA É SUA VEZ! DEPOIS DE CANTAR, DESENHE: UM SOL AMARELO USANDO LINHA ESPIRAL UM GUARDA-CHUVA USANDO UMA LUVA USANDO LINHA LINHA CURVA ONDULADA UM CASTELO USANDO LINHAS RETAS 179
  • 8. A ARTE NO FOLCLORE FOLCLORE É O CONJUNTO DE HISTÓRIAS POPULARES, LENDAS, BRINCADEIRAS, TRADIÇÕES E COSTUMES QUE SÃO TRANSMITIDOS DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO, E FAZ PARTE DA CULTURA POPULAR. A ARTE NO FOLCLORE BRASILEIRO PODE SE MANIFESTAR DE DIFERENTES FORMAS. VEJA ALGUMAS: • FESTAS Carnaval Festa Junina Escola de Samba Beija Flor – RJ. Festa Junina Parque da Maturidade - Barueri. • DANÇAS Bumba meu boi frevo Festival Folclórico Parintins. Dia do Frevo - PE • ESCULTURAS em madeira em barro Carro de Bois – Artesanato Popular. Família Solidária - Obra de Mestre Vitalino. 180
  • 9. ALGUNS BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS TAMBÉM FAZEM PARTE DO NOSSO FOLCLORE E GERAÇÃO APÓS GERAÇÃO CONTINUAM PRESENTES EM NOSSO DIA-A-DIA. PETECA PIÃO UMA BRINCADEIRA MUITO CONHECIDA DO NOSSO FOLCLORE CHAMA-SE ESCRAVOS DE JÓ. ENTÃO VAMOS BRINCAR? • JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS, DESENHE UM CÍRCULO NO CHÃO DO PÁTIO. CADA CRIANÇA FICARÁ EM UM CÍRCULO E DESENVOLVERÁ UMA COREOGRAFIA AO MESMO TEMPO EM QUE CANTA A MÚSICA. • ESCRAVOS DE JÓ JOGAVAM CAXANGÁ: DENTRO DO CÍRCULO, COLOCAR A MÃO NA CINTURA E CRUZAR A PERNA DIREITA NA FRENTE DA ESQUERDA, DE UM LADO PARA O OUTRO NA CADÊNCIA DA MÚSICA. • TIRA: PULA PARA FORA DO CÍRCULO. • PÕE: PULA PARA DENTRO DO CÍRCULO. • DEIXA FICAR: PERMANECE NO CÍRCULO, AGITANDO OS BRAÇOS ERGUIDOS. • GUERREIROS COM GUERREIROS: PERMANECE NO CÍRCULO BATENDO PALMAS NO RÍTMO DA MÚSICA. • FAZEM ZIGUE, ZIGUE, ZÁ: PERMANECE DENTRO DO CÍRCULO, BATENDO O PÉ DIREITO PARA FRENTE E PARA TRÁS, DENTRO E FORA DO CÍRCULO NA CADÊNCIA DA MÚSICA. 181
  • 10. VAMOS BRINCAR DE VACA AMARELA? A VACA AMARELA É UMA PARLENDA TRADICIONAL DO FOLCLORE BRASILEIRO. CONSISTE NUM DESAFIO PARA QUE TODOS FIQUEM CALADOS. ESTA BRINCADEIRA POSSUI MUITAS VARIAÇÕES, VAMOS CONHECER UMA DELAS. VACA AMARELA PULOU PELA JANELA QUEM FALAR PRIMEIRO TEM QUE CORRER ATRÁS DELA. Disponível em: <http://wapedia.mobi/pt/vaca_amarela>. Acesso em: nov. 2009. AGORA FAÇA UM DESENHO PARA REPRESENTAR A PARLENDA “VACA AMARELA”. 182
  • 11. EXISTE UM PINTOR QUE CERTAMENTE NÃO CONHECIA A PARLENDA DA VACA AMARELA, MAS PINTOU UM QUADRO COM ESTE NOME. Franz Marc. A vaca amarela, 1911. FRANZ MARC NASCEU NA ALEMANHA E GOSTAVA MUITO DE PINTAR ANIMAIS. COMEÇOU A PINTAR ATRAVÉS DA INFLUÊNCIA DE SEU PAI QUE TAMBÉM ERA PINTOR PROFISSIONAL. Fonte: <http://www.galeriaabapuru.com.br> Acesso em: set. 2009. APÓS APRECIAR ESSA OBRA, RESPONDA ORALMENTE: • O ANIMAL PINTADO NO QUADRO ESTÁ PARADO OU EM MOVIMENTO? • O QUE VOCÊ ACHA QUE A VACA ESTÁ FAZENDO? • QUAIS FORAM AS CORES USADAS PELO PINTOR? • QUE ELEMENTOS DA NATUREZA VOCÊ RECONHECE NO QUADRO? • VOCÊ SABE O QUE É UMA RELEITURA? 183
  • 12. Releitura RELER, RECRIAR É UM NOVO JEITO DE OLHAR. EXISTEM MUITAS MANEIRAS DE RELER UMA OBRA DE ARTE. O IMPORTANTE É FAZÊ-LA À SUA MANEIRA, DO SEU PRÓPRIO JEITO DE EXPRESSAR-SE, DEIXAR SUA MARCA. É FAZER ARTE DA ARTE. FRANZ MARC PINTOU, EU TAMBÉM PINTO! AGORA É SUA VEZ! USE TODA SUA CRIATIVIDADE E FAÇA UMA RELEITURA DA OBRA DE FRANZ MARC. 184
  • 13. OUTROS ARTISTAS, ALÉM DE PINTAREM TAMBÉM FIZERAM ESCULTURAS UTILIZANDO A IMAGEM DA VACA. EM 2005 ACONTECEU EM SÃO PAULO UMA EXPOSIÇÃO DE ARTE CHAMADA “COW PARADE”, QUE JÁ FOI APRESENTADA NAS PRINCIPAIS CIDADES EM TODO MUNDO. VÁRIOS ARTISTAS FIZERAM ESCULTURAS DE VACAS EM TAMANHO REAL E AS EXPUSERAM EM VÁRIOS LUGARES DA CIDADE DE SÃO PAULO. VEJA A ESCULTURA DO ARTISTA MORANDINI QUE FOI ESCOLHIDO PARA REPRESENTAR O BRASIL. Morandini. Muuuwatch, 2005. APÓS OBSERVAR A IMAGEM, RESPONDA: • QUAIS AS CORES MAIS USADAS PELO ARTISTA? • VOCÊ SABE QUAL A DIFERENÇA ENTRE UMA PINTURA E UMA ESCULTURA? MÃOS À OBRA: JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS, USANDO MASSA DE MODELAR, FAÇA PEQUENAS ESCULTURAS. ESCOLHA UM TEMA E MONTE UMA EXPOSIÇÃO EM SUA SALA DE AULA. 185
  • 14. A ARTE NA NATUREZA AGORA SEU PROFESSOR IRÁ LER A HISTÓRIA “ROMEU E JULIETA”. Há muito tempo, não muito longe daqui, havia um reino muito engraçado. Todas as coisas eram separadas pela cor. Branco, amarelo, azul, vermelho, preto. As borboletas brancas só visitavam o canteiro branco. As borboletas azuis só visitavam o canteiro azul. Neste reino vivam Julieta e Romeu. Julieta era uma borboleta amarela do canteiro amarelo e Romeu uma borboleta azul do canteiro azul. Seus pais sempre avisavam para que não passeassem em canteiros de outra cor. Um dia, na primavera, Ventinho convidou Romeu para dar um passeio no canteiro amarelo. Chegando lá, ventinho apresentou Romeu a Julieta e os dois logo ficaram amigos. Romeu e Julieta começaram a brincar e saíram para conhecer melhor o reino. Ficaram encantados com tudo o que viram e acabaram entrando na floresta. Quando a noite chegou, Romeu e Julieta não conseguiram encontrar o caminho de volta. Enquanto isso, lá no canteiro amarelo, a mãe de Julieta estava desesperada, e lá no canteiro azul, o pai de Romeu estava preocupadíssimo. Eles não sabiam o que fazer para encontrar os filhos, até que a borboleta amarela tomou coragem e foi falar com a borboleta azul, falaram com o senhor Vento e todas as borboletas saíram de canteiro em canteiro procurando o Romeu e a Julieta. Quando amanheceu o dia, o céu estava cheio de cores, todas as borboletas juntas procurando Romeu e Julieta. Os dois estavam encolhidos em um galho e quando viram seus pais, ficaram felizes em poderem voltar para casa. E quando chegou de novo a primavera tudo estava diferente naquele reino. Os canteiros tinham todas as cores misturadas. Margaridas, cravos, dálias, miosótis, rosas, cresciam juntas, misturadas. E agora todas as borboletas juntas brincam em uma grande roda. Adaptado de: Ruth Rocha. Romeu e Julieta. São Paulo: Ática, 1996. • APÓS A LEITURA, COM A AJUDA DE SEU PROFESSOR, ORGANIZEM-SE EM GRUPOS E FAÇAM A REPRESENTAÇÃO TEATRAL DA HISTÓRIA. 186
  • 15. VAMOS CANTAR? NO ANEXO VOCÊ ENCONTRARÁ A LETRA DA MÚSICA ROMEU E JULIETA E TAMBÉM O MATERIAL PARA FAZER A DOBRADURA DAS BORBOLETAS. DEPOIS DE CANTAR, COLE EM SEU CADERNO DE DESENHO A LETRA DA MÚSICA E AS DOBRADURAS COMPLETANDO O CENÁRIO DE ACORDO COM A HISTÓRIA. FAÇA SUA DOBRADURA PASSO A PASSO. A HISTÓRIA ROMEU E JULIETA FALA DA CHEGADA DA PRIMAVERA QUE É A ESTAÇÃO DAS FLORES. MUITOS ARTISTAS UTILIZAM FLORES COMO TEMA DE SUAS OBRAS. OBSERVE A IMAGEM: AGORA RESPONDA: • VOCÊ GOSTOU DESTA TELA? • QUAL É A COR MAIS USADA NESTE QUADRO? • VOCÊ TEM UMA FLOR PREFERIDA? QUAL A COR DELA? • V O C Ê A C H A Q U E H AV I A M GIRASSÓIS NO CANTEIRO DE ROMEU OU DE JULIETA? Vincent van Gogh. Girassóis, 1888. 187
  • 16. CONHEÇA OUTRAS OBRAS DE ARTISTAS QUE TAMBÉM USARAM AS FLORES COMO TEMA. Tarsila do Amaral. Manacá, 1927. Paul Gauguin. Bouquete de flores, 1896. AGORA VOCÊ É O ARTISTA! DESENHE UM CANTEIRO COM FLORES DE TODAS AS CORES. 188
  • 17. A ARTE DE SER CRIANÇA É BOM SER CRIANÇA... CRIANÇA TEM FUTURO CRIANÇA TEM ESPERANÇA TEM O MUNDO AO SEU REDOR CRIANÇA TEM ALEGRIA SEGUE TEU CAMINHO, CRIANÇA, CRIANÇA TEM ILUSÃO E NUNCA SE ESQUECE DO AMOR. Augusta Schimidt. DE PODER SER ALGUÉM UM DIA... CRIANÇA TEM HISTÓRIA TÊM DIREITOS TEM MEMÓRIA Disponível em: <http://nuvemcor-de-rosa.blogspot.com>. Acesso em: nov. 2009. TODA CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR! O PINTOR CÂNDIDO PORTINARI INSPIROU-SE NAS BRINCADEIRAS DE SUA INFÂNCIA PARA FAZER VÁRIOS DE SEUS QUADROS. CONHEÇA ALGUNS: Meninos brincando,1955. Futebol,1935. Meninos soltando pipa,1943. Moleques pulando cela,1958. Este menino com carneiro,1954. 189
  • 18. CÂNDIDO PORTINARI TINHA O APELIDO DE CANDINHO POR TER NASCIDO MUITO PEQUENINO. PORTINARI TEVE UMA INFÂNCIA MUITO FELIZ E DESDE CRIANÇA GOSTAVA DE PINTAR E DESENHAR. Fonte: <http://www.portinari.org.br> Acesso em: set.2009. OBSERVANDO OS QUADROS DE PORTINARI, RESPONDA: • QUAL DOS QUADROS VOCÊ MAIS GOSTOU? POR QUÊ? • VOCÊ JÁ BRINCOU DE ALGUMAS BRINCADEIRAS ILUSTRADAS NAS OBRAS? QUAL? • EM UM DOS QUADROS, O MENINO ESTÁ BRINCANDO COM UM CARNEIRINHO, VOCÊ TAMBÉM GOSTA DE BRINCAR COM ANIMAIS? POR QUÊ? FAÇA UM DESENHO QUE REPRESENTE OS BRINQUEDOS OU AS BRINCADEIRAS QUE VOCÊ E SEUS AMIGOS BRINCAM NA ESCOLA OU EM SEU BAIRRO. NÃO ESQUEÇA DE DAR UM TÍTULO PARA SUA OBRA DE ARTE. Título: 190
  • 19. O ARTISTA PELO SEU OLHAR RELER, RECRIAR... EXISTEM MUITAS POSSIBILIDADES DE OLHAR UMA OBRA DE ARTE. CADA ARTISTA TEM UMA HISTÓRIA, UM JEITO DE SE EXPRESSAR, ASSIM, A OBRA GANHA MAIS SIGNIFICADO A PARTIR DO MOMENTO QUE VOCÊ COLOCA “SUA MARCA”, “SEU JEITO” NA CRIAÇÃO. • O QUE SERÁ QUE HÁ NA OUTRA METADE DO QUADRO? VOCÊ É CAPAZ DE IMAGINAR? ENTÃO DESENHE PARA COMPLETAR A OBRA DE PORTINARI. Professor: O nome do quadro é “Palhacinhos na gangorra”. • QUE NOME VOCÊ DARIA PARA ESSE QUADRO? VAMOS BRINCAR DE AMARELINHA? PORTINARI RETRATOU EM SUAS OBRAS MUITAS BRINCADEIRAS DA INFÂNCIA. VAMOS BRINCAR TAMBÉM! NO PÁTIO DA ESCOLA DESENHE UMA AMARELINHA NO CHÃO E BRINQUE COM SEUS COLEGAS. UM PRESENTE PARA VOCÊ! NO ANEXO VOCÊ ENCONTRARÁ UMA VISEIRA, DECORE-A COMO QUISER E DIVIRTA-SE À VONTADE. 191
  • 20. A ARTE NA CULTURA AFRICANA A CULTURA E OS COSTUMES AFRICANOS TROUXERAM GRANDES CONTRIBUIÇÕES PARA A ARTE. AS CARACTERÍSTICAS AFRICANAS PODEM SER PERCEBIDAS EM MUITOS ELEMENTOS ARTÍSTICOS E CULTURAIS, TAIS COMO: PINTURA ESCULTURA INSTRUMENTOS MUSICAIS MÁSCARAS DANÇAS PENTEADOS 192
  • 21. • O BERIMBAU É UM INSTRUMENTO DA CULTURA AFRICANA MUITO USADO PARA MARCAR O RITMO NAS RODAS DE CAPOEIRA. JUNTO COM SEU PROFESSOR, CONFECCIONE UM MINIBERIMBAU PARA BRINCAR E SE DIVERTIR COM SEUS COLEGAS DA CLASSE. VOCÊ IRÁ PRECISAR DE: • CAIXA DE OVOS; • 1 POTE DE IOGURTE COLORIDO; • 1 VARETA DE PIPA DE APROXIMADAMENTE 15cm; • FIO DE NÁILON OU BARBANTE; • FITA ADESIVA COLORIDA; • TESOURA; • CANETA COLORIDA; • COLA QUENTE OU BRANCA. Lembre-se: a cola quente deve ser usada somente com a ajuda de seu professor. 1 2 3 RECORTE UMA PARTE FA Ç A L I S T R A S C O M A S AMARRE O BARBANTE DA CAIXA DE OVO. CANETINHAS COLORIDAS. ENVERGANDO A VARETA. 4 5 6 DECORE A VARETA. ENFEITE O POTE DE IOGURTE COM MONTE O BERIMBAU FITAS ADESIVAS AMARELA E VERDE. USANDO COLA. AS MÁSCARAS AFRICANAS SÃO CONSIDERADAS AS OBRAS COM MAIOR VALOR ENTRE TODAS AS OBRAS DE ARTE NEGRA. SÃO USADAS EM CIRCUNSTÂNCIAS MUITO ESPECIAIS COMO DANÇAS E FESTAS. AGORA VOCÊ IRÁ CONFECCIONAR UMA MÁSCARA AFRICANA. DESTAQUE-A DO ANEXO E ESCOLHA UMA MANEIRA PARA DECORÁ-LA. DEPOIS DE PRONTA, MONTE JUNTO COM SEU PROFESSOR E COLEGAS UMA EXPOSIÇÃO. 193
  • 22. A ARTE DO NATAL Natal • PARA ILUSTRAR E COLORIR! FAÇA A ILUSTRAÇÃO DE CADA UM DOS TRECHOS DA HISTÓRIA. UMA HISTÓRIA DE NATAL O NATAL ESTÁ CHEGANDO. TAINÁ E GABRIEL RESOLVERAM FAZER UMA LINDA FESTA. MONTARAM UM LINDO PINHEIRINHO E ENFEITARAM COM BOLAS COLORIDAS. COLOCARAM TAMBÉM ALGUNS PRESENTES. • TERMINE DE ILUSTRAR A CENA. 194
  • 23. GABRIEL PERGUNTOU PARA TAINÁ O QUE É O NATAL. ELA ENTÃO EXPLICOU QUE NO NATAL COMEMORAMOS O NASCIMENTO DO MENINO JESUS. E JESUS NASCEU PARA TRAZER MUITO AMOR E PAZ PARA AS PESSOAS. • PINTE A CENA. OS DOIS AMIGOS RESOLVERAM ENTÃO CHAMAR LUCAS E CAMILA PARA JUNTOS FAZEREM MUITOS PRESENTES PARA ENTREGAR ÀS CRIANÇAS CARENTES. ASSIM, ESTARIAM COMEMORANDO O NATAL E ENSINANDO A TODOS O VERDADEIRO SENTIDO DESSA DATA, TRANSMITINDO A MENSAGEM QUE O MENINO JESUS ENSINOU: “MUITO AMOR E PAZ PARA TODOS”. ESSA TURMINHA TEVE UM NATAL MUITO FELIZ! 195
  • 24. FAÇA TAMBÉM DO SEU NATAL UM ATO DE AMOR. AJUDE ALGUÉM QUE PRECISA, NEM QUE SEJA SOMENTE COM UM GRANDE ABRAÇO E UM LINDO SORRISO. ESCREVA UMA LINDA MENSAGEM DE NATAL A UMA PESSOA QUERIDA. 196
  • 25. VAMOS CANTAR? Edson Borges QUERO VER VOCÊ NÃO CHORAR, NÃO OLHAR PRA TRÁS, NEM SE ARREPENDER DO QUE FAZ. QUERO VER O AMOR VENCER, MAS SE A DOR NASCER VOCÊ RESISTIR E SORRIR. SE VOCÊ PODE SER ASSIM, TÃO ENORME ASSIM, EU VOU CRER. QUE O NATAL EXISTE, QUE NINGUÉM É TRISTE, QUE NO MUNDO HÁ SEMPRE AMOR. BOM NATAL, UM FELIZ NATAL, MUITO AMOR E PAZ, PRA VOCÊ. PRA VOCÊ... Disponível em: <http://www.beakauffmann.com.br>. Acesso em: nov. 2009. APROVEITE A DATA E DEMONSTRE GRATIDÃO E CARINHO ÀS PESSOAS QUE VOCÊ QUER BEM, ENVIANDO-LHES CARTÕES DE NATAL. 197
  • 26. 198
  • 27. AGORA É SUA VEZ! COLE ESTE PINHEIRINHO EM UMA CARTOLINA, RECORTE E MONTE-O PARA DECORAR SUA CASA OU SEU QUARTO. 199
  • 28. 200
  • 29. ATIVIDADE PARA RECORTE, COLAGEM E DOBRADURA NO CADERNO DE DESENHO. Material para dobradura da Julieta TODO ROMEU É AZUL. – NÃO É NÃO. TODO REINO É AZUL. – NÃO É NÃO. TODA BELEZA É AZUL. – NÃO É NÃO. TODO SORRISO É AZUL. – NÃO É NÃO. AGORA TUDO MUDOU. – JÁ ERA. QUANDO JULIETA PASSOU. – NA DELA. Palavra Cantada. Romeu e Julieta [CD]. Mil pássaros: MCD, 1999. Material para dobradura do Romeu 201
  • 30. 202
  • 32. 204
  • 33. Presente para você! viseira • Pinte e decore sua viseira como quiser. Antes de montar sua viseira cole-a em uma cortolina, recorte e coloque elástico para usá-la. Feliz dia das Crianças!!! 205
  • 34. 206