SlideShare uma empresa Scribd logo
arcoiris-091210150103-phpapp02.doc


O que causa um arco-íris?

Você sabe que luz é composta de uma coleção de muitas cores: vermelha,
laranja, amarela, verde, azul, índigo, violeta. Isso é por que um prisma pode
captar luz branca em um lado e pode produzir seu próprio mini-arco-íris do
outro. Para entender o arco-íris você tem que começar entendendo o que
está acontecendo dentro de um prisma que decompõe a luz branca em
outras cores.
Um prisma é um pedaço triangular de vidro ou plástico. Para produzir um
mini-arco-íris você deixa que uma faixa estreita de luz branca passe em uma
das faces do triângulo. Assim:




A dispersão de cores em um prisma acontece por causa de algo chamado
“índice refrativo do vidro". Todo material tem um índice refrativo diferente.
Quando luz entra em um material diferente (por exemplo, quando a luz
viajando pelo ar entra no vidro de um prisma), a diferença no índice
refrativo do ar e do vidro faz a luz se dobrar. O ângulo de dobra é diferente
para comprimentos de onda de luz diferentes. À medida que a luz se move
pelas duas faces do prisma, as cores diferentes se dobram em quantidades
diferentes e se espalham em forma de um arco-íris.




                            Página 1 de 2
arcoiris-091210150103-phpapp02.doc


Em um arco-íris, os pingos de chuva no ar agem como prismas minúsculos.
A luz penetra na gota, reflete em um dos lados da gota e saí, e no processo é
quebrada em um spectrum como em um prisma de vidro triangular. Assim:




O ângulo entre o raio de luz que entra e o raio vermelho que sai das gotas é
42 graus para vermelho, e 40 graus para violeta. Você pode ver neste
diagrama que os ângulos causam cores diferentes advindas de gotas
diferentes ao alcançar seus olhos, formando uma forma circular de cores no
céu, um arco-íris. Em um arco-íris duplo, é produzido o segundo arco
porque as gotas podem ter duas reflexões interiores e podem produzir o
mesmo efeito. As gotas têm que ser do tamanho certo para trabalhar e
fornecer duas reflexões.




                          Página 2 de 2

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Slide arco iris
Slide arco irisSlide arco iris
Slide arco iris
Markinhorg
 
Arco Iris
Arco IrisArco Iris
Arco Iris
Glaucia Menezes
 
Arco iris
Arco irisArco iris
Arco iris
pikittas
 
Arco íRis
Arco íRisArco íRis
Arco íRis
hallogui
 
Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã
Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã
Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã
Susana Pinhal
 
Joao Arco Iris
Joao Arco IrisJoao Arco Iris
Joao Arco Iris
Área Da Infância
 
Bom dia todas as cores
Bom dia todas as coresBom dia todas as cores
Bom dia todas as cores
Roberta Crizel
 
O dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaram
O dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaramO dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaram
O dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaram
Mara Pinto
 
A história do lápis branco
A história do lápis brancoA história do lápis branco
A história do lápis branco
Leoneide Garcia
 
Projeto Arco iris
Projeto Arco irisProjeto Arco iris
Projeto Arco iris
Luzia de Fatima LayolaNunes
 
Projeto sobre cores
Projeto sobre coresProjeto sobre cores
Uma HistóRia De Cores
Uma HistóRia De CoresUma HistóRia De Cores
Uma HistóRia De Cores
Bé E Alice
 
Brincando com as cores
Brincando com as coresBrincando com as cores
Brincando com as cores
AMANDABATISTAMOURAMANDA
 

Destaque (13)

Slide arco iris
Slide arco irisSlide arco iris
Slide arco iris
 
Arco Iris
Arco IrisArco Iris
Arco Iris
 
Arco iris
Arco irisArco iris
Arco iris
 
Arco íRis
Arco íRisArco íRis
Arco íRis
 
Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã
Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã
Uma História de Cores contada pelos meninos do JI da Maçã
 
Joao Arco Iris
Joao Arco IrisJoao Arco Iris
Joao Arco Iris
 
Bom dia todas as cores
Bom dia todas as coresBom dia todas as cores
Bom dia todas as cores
 
O dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaram
O dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaramO dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaram
O dia em_que_as_cores_do_arco-iris_se_zangaram
 
A história do lápis branco
A história do lápis brancoA história do lápis branco
A história do lápis branco
 
Projeto Arco iris
Projeto Arco irisProjeto Arco iris
Projeto Arco iris
 
Projeto sobre cores
Projeto sobre coresProjeto sobre cores
Projeto sobre cores
 
Uma HistóRia De Cores
Uma HistóRia De CoresUma HistóRia De Cores
Uma HistóRia De Cores
 
Brincando com as cores
Brincando com as coresBrincando com as cores
Brincando com as cores
 

Semelhante a Arco Iris

Luz
LuzLuz
Fenômenos ópticos.pdf
Fenômenos ópticos.pdfFenômenos ópticos.pdf
Fenômenos ópticos.pdf
kotinha luz
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
fisicaatual
 
Físico química
Físico químicaFísico química
Físico química
joaosantosterrivel
 
A luz.pptx
A luz.pptxA luz.pptx
A luz.pptx
HugoFerrer6
 
Optica geométrica revisão geral marista ppt
Optica geométrica revisão geral marista pptOptica geométrica revisão geral marista ppt
Optica geométrica revisão geral marista ppt
Isabella Silva
 
Optica geométrica revisão geral sem ppt
Optica geométrica revisão geral sem pptOptica geométrica revisão geral sem ppt
Optica geométrica revisão geral sem ppt
Isabella Silva
 
Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)
Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)
Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)
elizetearantes
 
Exercícios onda,som,luz,espelho,lente
Exercícios onda,som,luz,espelho,lenteExercícios onda,som,luz,espelho,lente
Exercícios onda,som,luz,espelho,lente
Roberto Bagatini
 
Optica geométrica revisão geral ppt
Optica geométrica revisão geral  pptOptica geométrica revisão geral  ppt
Optica geométrica revisão geral ppt
Isabella Silva
 
Optica geométrica revisão geral ppt
Optica geométrica revisão geral  pptOptica geométrica revisão geral  ppt
Optica geométrica revisão geral ppt
Isabella Silva
 
Optica aula 1
Optica aula 1Optica aula 1
Optica aula 1
tiowans
 
Manual luz
Manual luzManual luz
Manual luz
acarneirinho
 
Optica geométrica (estágio i) ppt
Optica geométrica (estágio i) pptOptica geométrica (estágio i) ppt
Optica geométrica (estágio i) ppt
Isabella Silva
 
Óptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise MeyerÓptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise Meyer
Ivanise Meyer
 
Refra E ReflexãO
Refra E ReflexãORefra E ReflexãO
Refra E ReflexãO
Cristiane Tavolaro
 
Optica aula 1
Optica aula 1Optica aula 1
Optica aula 1
tiowans
 
Optica aula 1
Optica aula 1Optica aula 1
Optica aula 1
tiowans
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
Marco Antonio Sanches
 
Refração da Luz
Refração da LuzRefração da Luz
Refração da Luz
Marco Antonio Sanches
 

Semelhante a Arco Iris (20)

Luz
LuzLuz
Luz
 
Fenômenos ópticos.pdf
Fenômenos ópticos.pdfFenômenos ópticos.pdf
Fenômenos ópticos.pdf
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 
Físico química
Físico químicaFísico química
Físico química
 
A luz.pptx
A luz.pptxA luz.pptx
A luz.pptx
 
Optica geométrica revisão geral marista ppt
Optica geométrica revisão geral marista pptOptica geométrica revisão geral marista ppt
Optica geométrica revisão geral marista ppt
 
Optica geométrica revisão geral sem ppt
Optica geométrica revisão geral sem pptOptica geométrica revisão geral sem ppt
Optica geométrica revisão geral sem ppt
 
Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)
Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)
Oficina De IntroduçãO à Fotografia Digital(1ª Aula)
 
Exercícios onda,som,luz,espelho,lente
Exercícios onda,som,luz,espelho,lenteExercícios onda,som,luz,espelho,lente
Exercícios onda,som,luz,espelho,lente
 
Optica geométrica revisão geral ppt
Optica geométrica revisão geral  pptOptica geométrica revisão geral  ppt
Optica geométrica revisão geral ppt
 
Optica geométrica revisão geral ppt
Optica geométrica revisão geral  pptOptica geométrica revisão geral  ppt
Optica geométrica revisão geral ppt
 
Optica aula 1
Optica aula 1Optica aula 1
Optica aula 1
 
Manual luz
Manual luzManual luz
Manual luz
 
Optica geométrica (estágio i) ppt
Optica geométrica (estágio i) pptOptica geométrica (estágio i) ppt
Optica geométrica (estágio i) ppt
 
Óptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise MeyerÓptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise Meyer
 
Refra E ReflexãO
Refra E ReflexãORefra E ReflexãO
Refra E ReflexãO
 
Optica aula 1
Optica aula 1Optica aula 1
Optica aula 1
 
Optica aula 1
Optica aula 1Optica aula 1
Optica aula 1
 
Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)Óptica geométrica (2017)
Óptica geométrica (2017)
 
Refração da Luz
Refração da LuzRefração da Luz
Refração da Luz
 

Mais de Sanclé Porchéra

Manual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e TreinamentoManual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e Treinamento
Sanclé Porchéra
 
Ano Luz
Ano LuzAno Luz
Ano Solar
Ano SolarAno Solar
Latitude Longitude
Latitude LongitudeLatitude Longitude
Latitude Longitude
Sanclé Porchéra
 
Ano Bisexto
Ano BisextoAno Bisexto
Ano Bisexto
Sanclé Porchéra
 
A Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do SolA Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do Sol
Sanclé Porchéra
 
A Lua
A LuaA Lua
Spam
SpamSpam
Quadrados nunca mais
Quadrados nunca maisQuadrados nunca mais
Quadrados nunca mais
Sanclé Porchéra
 
De 1 Até 19
De 1 Até 19De 1 Até 19
De 1 Até 19
Sanclé Porchéra
 
Role As Bolas
Role As BolasRole As Bolas
Role As Bolas
Sanclé Porchéra
 
O Malandro E O Diabo
O Malandro E O DiaboO Malandro E O Diabo
O Malandro E O Diabo
Sanclé Porchéra
 
Descubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira VistaDescubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira Vista
Sanclé Porchéra
 
Velozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas CautelosamenteVelozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas Cautelosamente
Sanclé Porchéra
 
AdiçãO RáPida
AdiçãO RáPidaAdiçãO RáPida
AdiçãO RáPida
Sanclé Porchéra
 
O desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro RobervalO desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro Roberval
Sanclé Porchéra
 
Cyber Teasers
Cyber TeasersCyber Teasers
Cyber Teasers
Sanclé Porchéra
 
Abelhas Fazem Mel
Abelhas  Fazem MelAbelhas  Fazem Mel
Abelhas Fazem Mel
Sanclé Porchéra
 
Logaritmos O Que SãO.
Logaritmos O Que SãO.Logaritmos O Que SãO.
Logaritmos O Que SãO.
Sanclé Porchéra
 
Calculando As Chances Na Loteria
Calculando As Chances Na LoteriaCalculando As Chances Na Loteria
Calculando As Chances Na Loteria
Sanclé Porchéra
 

Mais de Sanclé Porchéra (20)

Manual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e TreinamentoManual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e Treinamento
 
Ano Luz
Ano LuzAno Luz
Ano Luz
 
Ano Solar
Ano SolarAno Solar
Ano Solar
 
Latitude Longitude
Latitude LongitudeLatitude Longitude
Latitude Longitude
 
Ano Bisexto
Ano BisextoAno Bisexto
Ano Bisexto
 
A Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do SolA Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do Sol
 
A Lua
A LuaA Lua
A Lua
 
Spam
SpamSpam
Spam
 
Quadrados nunca mais
Quadrados nunca maisQuadrados nunca mais
Quadrados nunca mais
 
De 1 Até 19
De 1 Até 19De 1 Até 19
De 1 Até 19
 
Role As Bolas
Role As BolasRole As Bolas
Role As Bolas
 
O Malandro E O Diabo
O Malandro E O DiaboO Malandro E O Diabo
O Malandro E O Diabo
 
Descubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira VistaDescubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira Vista
 
Velozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas CautelosamenteVelozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas Cautelosamente
 
AdiçãO RáPida
AdiçãO RáPidaAdiçãO RáPida
AdiçãO RáPida
 
O desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro RobervalO desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro Roberval
 
Cyber Teasers
Cyber TeasersCyber Teasers
Cyber Teasers
 
Abelhas Fazem Mel
Abelhas  Fazem MelAbelhas  Fazem Mel
Abelhas Fazem Mel
 
Logaritmos O Que SãO.
Logaritmos O Que SãO.Logaritmos O Que SãO.
Logaritmos O Que SãO.
 
Calculando As Chances Na Loteria
Calculando As Chances Na LoteriaCalculando As Chances Na Loteria
Calculando As Chances Na Loteria
 

Último

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 

Último (20)

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 

Arco Iris

  • 1. arcoiris-091210150103-phpapp02.doc O que causa um arco-íris? Você sabe que luz é composta de uma coleção de muitas cores: vermelha, laranja, amarela, verde, azul, índigo, violeta. Isso é por que um prisma pode captar luz branca em um lado e pode produzir seu próprio mini-arco-íris do outro. Para entender o arco-íris você tem que começar entendendo o que está acontecendo dentro de um prisma que decompõe a luz branca em outras cores. Um prisma é um pedaço triangular de vidro ou plástico. Para produzir um mini-arco-íris você deixa que uma faixa estreita de luz branca passe em uma das faces do triângulo. Assim: A dispersão de cores em um prisma acontece por causa de algo chamado “índice refrativo do vidro". Todo material tem um índice refrativo diferente. Quando luz entra em um material diferente (por exemplo, quando a luz viajando pelo ar entra no vidro de um prisma), a diferença no índice refrativo do ar e do vidro faz a luz se dobrar. O ângulo de dobra é diferente para comprimentos de onda de luz diferentes. À medida que a luz se move pelas duas faces do prisma, as cores diferentes se dobram em quantidades diferentes e se espalham em forma de um arco-íris. Página 1 de 2
  • 2. arcoiris-091210150103-phpapp02.doc Em um arco-íris, os pingos de chuva no ar agem como prismas minúsculos. A luz penetra na gota, reflete em um dos lados da gota e saí, e no processo é quebrada em um spectrum como em um prisma de vidro triangular. Assim: O ângulo entre o raio de luz que entra e o raio vermelho que sai das gotas é 42 graus para vermelho, e 40 graus para violeta. Você pode ver neste diagrama que os ângulos causam cores diferentes advindas de gotas diferentes ao alcançar seus olhos, formando uma forma circular de cores no céu, um arco-íris. Em um arco-íris duplo, é produzido o segundo arco porque as gotas podem ter duas reflexões interiores e podem produzir o mesmo efeito. As gotas têm que ser do tamanho certo para trabalhar e fornecer duas reflexões. Página 2 de 2