Bossa Nova

2.318 visualizações

Publicada em

Slide mostra o movimento da música popular brasileira do final dos anos 50, com sua histórias, principais cantores e compositores, além das principais canções também, que marcaram esse período da música nacional. Slide produzido por Fábio Roque, Riacho de Santana-RN.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
117
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bossa Nova

  1. 1. 1
  2. 2. A Bossa Nova é um movimento da música popular brasileira surgido no final da década de 1950 na capital fluminense. Também é considerado um gênero musical brasileiro conhecido em todo o mundo. O termo vem da gíria carioca que significava 'jeito', 'maneira', 'modo'. A palavra bossa apareceu pela primeira vez na década de 1930, em Coisas Nossas, samba do popular cantor Noel Rosa: O samba, a prontidão e outras bossas, são nossas coisas(...). A expressão bossa nova passou a ser utilizada também na década seguinte, para aqueles sambas de breque, baseado no talento de improvisar paradas súbitas durante a música para encaixar falas. 2Produção: Fábio Roque
  3. 3. • A primeira obra que marca o inicio do movimento foi o compacto simples do violonista baiano João Gilberto , Tom Jobim e Vinicius de Moraes contendo as canções Chega de Saudade e BIM BOM; • Um movimento da emergência urbana do país na fase desenvolvimentista da presidência de Juscelino Kubitschek (1955-60); • Uma das principais características do movimento era a batida do violão de João Gilberto, inspirada no jazz norte-americano, além das suas letras que, contrastando com os sucessos de até então, abordavam temáticas leves e descomprimidas. A forma de cantar também se diferenciava da que se tinha na época. Segundo o maestro Júlio Medaglia, "desenvolver-se-ia a prática do canto-falado ou do cantar baixinho, do texto bem pronunciado, do tom coloquial da narrativa musical, do acompanhamento e canto integrando-se mutuamente, em lugar da valorização da 'grande voz'". 3Produção: Fábio Roque
  4. 4. O LP não foi um sucesso imediato ao ser lançado, mas o disco pode ser considerado um dos marcos da bossa nova, não só por ter trazido algumas das mais clássicas composições do gênero, como também pela célebre batida do violão de João Gilberto, com seus acordes dissonantes e inspirados no jazz norte-americano. 4Produção: Fábio Roque
  5. 5. Vinicius de Moraes Antônio Carlos Jobim João Donato João Gilberto Nara Leão Newton Mendonça Toquinho 5Produção: Fábio Roque
  6. 6. Em meados da década de 1960, o movimento apresentaria uma espécie de cisão ideológica, formada por Marcos Valle, Dori Caymmi, Edu Lobo, Francis Hime e estimulada pelo Centro Popular de Cultura da UNE. Inspirada em uma visão popular e nacionalista, este grupo fez uma crítica das influências do jazz norte-americano na bossa nova e propôs sua reaproximação com compositores de morro, como o sambista Zé Ketti. Um dos pilares da bossa, Carlos Lyra, aderiu a esta corrente, assim como Nara Leão. Com o passar dos anos, a bossa nova que no Brasil era inicialmente considerada música de "elite" (cultural), tornou-se cada vez mais popular com o público brasileiro, em geral. Em 1962, foi realizado um histórico concerto no Carnegie Hallde Nova Iorque, consagrando mundialmente o estilo musical. 6Produção: Fábio Roque
  7. 7. • Garota de Ipanema(Tom Jobim/Vinícius de Moraes); • Águas de Março(Tom Jobim); • Chega de Saudade(João Gilberto); • Lobo Bobo(Carlos Lyra); • O Barquinho(Roberto Menescal); • Samba de uma nota só(Tom Jobim/ Newton Mendonça). 7Produção: Fábio Roque
  8. 8. Um dos maiores expoentes da bossa nova comporia um dos marcos do fim do movimento. Em 1965, Vinícius de Moraes compôs, com Edu Lobo, Arrastão. A canção seria defendida por Elis Regina no I Festival de Música Popular Brasileira. Era o fim da bossa nova e o início do que se rotularia MPB, gênero difuso que abarcaria diversas tendências da música brasileira até o início da década de 1980 - época em que surgiu um Pop Rock nacional renovado. A MPB nascia com artistas novatos, da segunda geração da bossa nova, como Geraldo Vandré, Edu Lobo, Chico Buarque de Holanda, que apareciam com frequência em festivais de música popular. Bem-sucedidos como artistas, eles tinham pouco ou quase nada de bossa nova. Vencedoras do II Festival de Música Popular Brasileira, realizado em São Paulo em 1966, Disparada, de Geraldo, e A Banda, de Chico, podem ser consideradas marcos desta ruptura e mutação da bossa em MPB. 8Produção: Fábio Roque
  9. 9. 9Produção: Fábio Roque

×