SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
Bossa nova
“O dinheiro não é tudo...
Não se esqueça também do ouro,os diamantes, da platina
e das propriedades.”
-Tom Jobim -
Com o passar dos anos, a Bossa Nova tornou-se um dos movimentos mais influentes da história
da música popular brasileira, conhecido em todo o mundo, um grande exemplo disso é a música
Garota de Ipanema composta em 1962 por Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim.
Derivado do samba e com forte influência do jazz, a bossa nova é um
movimento da música popular brasileira do final dos ano 50 lançado
por João Gilberto, Tom Jobim, Vinícius de Moraes e jovens cantores
e/ou compositores de classe média da
zona sul carioca.
De início, o termo era apenas relativo a um novo modo de cantar e
tocar samba naquela época, ou seja, a uma reformulação estética
dentro do moderno samba carioca urbano.
Início oficial
Movimento que ficou associado ao crescimento urbano brasileiro -
impulsionado pela fase desenvolvimentista da presidência de Juscelino
Kubitschek (1955-1960) -, a bossa nova iniciou-se para muitos críticos
quando foi lançado, em agosto de 1958, um compacto simples do
violonista baiano João Gilberto (considerado o papa do movimento),
contendo as canções Chega de Saudade (Tom Jobim e Vinicius de
Moraes) e Bim Bom (do próprio cantor).
Mudanças
Em meados da década de 1960, o movimento apresentaria uma
espécie de cisão ideológica, formada por Marcos Valle, Dori
Caymmi, Edu Lobo e Francis Hime e estimulada pelo Centro
Popular de Cultura da UNE.
Inspirada em uma visão popular e nacionalista, este grupo
fez uma crítica das influências do jazz norte-americano na
bossa nova e propôs sua reaproximação com compositores de
morro, como o sambista Zé Ketti.
Antônio Carlos Jobim
A ausência do pai, Jorge de Oliveira Jobim,
durante a infância e adolescência impôs a
Tom um contido ressentimento que resultou
numa profunda relação com a tristeza e o
romantismo melódico, transferido
peculiarmente para as construções
harmônicas e melódicas.
Aprendeu a tocar violão e piano com o professor
alemão Hans-Joachim Koellreutter, introdutor da
técnica dodecafônica no Brasil.
Nascido em 25 de janeiro de 1927, Antônio
Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, o
famoso Tom Jobim, foi um dos criadores do
movimento da bossa nova. Praticamente uma
unanimidade entre críticos e público em
termos de qualidade e sofisticação musical.
Fim do movimento...da bossa à MPB
Um dos maiores expoentes da bossa
nova comporia um dos marcos do fim
do movimento.
Em 1965, Vinícius de Moraes compôs, com Edu Lobo, Arrastão. A canção seria defendida
por Elis Regina no I Festival de Música Popular Brasileira (da extinta TV Excelsior),
realizado no Guarujá naquele mesmo ano.
Era o fim da bossa nova e o início do que se
rotularia MPB, gênero difuso que abarcaria diversas
tendências da música brasileira até o início da década de
1980 - época em que surgiu um pop rock nacional
renovado.
Legado...
O movimento foi uma grande referência para gerações posteriores
de artistas, do jazz (a partir do sucesso estrondoso da versão
instrumental de Desafinado pela dupla Stan Getz e Charlie Byrd)
a uma corrente pós punk britânica (de artistas como Style
Council, Matt Bianco e Everything but the Girl).
O fim cronológico da bossa não significou a extinção
estética do estilo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
 
Samba
SambaSamba
Samba
 
Expressionismo
ExpressionismoExpressionismo
Expressionismo
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Pop Art em Resumo
Pop Art em ResumoPop Art em Resumo
Pop Art em Resumo
 
Victor brecheret
Victor brecheretVictor brecheret
Victor brecheret
 
Danças Urbanas.pptx
Danças Urbanas.pptxDanças Urbanas.pptx
Danças Urbanas.pptx
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversosSlide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Parâmetros do som
Parâmetros do somParâmetros do som
Parâmetros do som
 
Musica Popular Brasileira
Musica Popular BrasileiraMusica Popular Brasileira
Musica Popular Brasileira
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Bossa Nova e Tropicália - Arte.
Bossa Nova e Tropicália - Arte.Bossa Nova e Tropicália - Arte.
Bossa Nova e Tropicália - Arte.
 
Música popular brasileira
Música popular brasileiraMúsica popular brasileira
Música popular brasileira
 
Música trabalho completo
Música trabalho completoMúsica trabalho completo
Música trabalho completo
 
Jovem guarda
Jovem guardaJovem guarda
Jovem guarda
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
 

Destaque

History of alternative music
History of alternative musicHistory of alternative music
History of alternative musiclizzieseffer
 
Alternative rock presentation hw
Alternative rock presentation hwAlternative rock presentation hw
Alternative rock presentation hwCharlotte Shears
 
History of soul music
History of soul musicHistory of soul music
History of soul musicBecca James
 
Music Type 20081028 R
Music Type 20081028 RMusic Type 20081028 R
Music Type 20081028 Ryuki820315
 
Diversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed Peas
Diversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed PeasDiversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed Peas
Diversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed PeasLuci Bonini
 
Brazilian bossa nova presentation
Brazilian bossa nova presentationBrazilian bossa nova presentation
Brazilian bossa nova presentationEllenBorba
 
R& B Music Video Analysis
R& B  Music  Video  AnalysisR& B  Music  Video  Analysis
R& B Music Video Analysis3628
 
Alternative music
Alternative musicAlternative music
Alternative musicanjtcs
 
Aretha Franklin the Queen of Soul music
Aretha Franklin the Queen of Soul musicAretha Franklin the Queen of Soul music
Aretha Franklin the Queen of Soul musicSpyderwoman
 

Destaque (20)

Salsa music
Salsa musicSalsa music
Salsa music
 
Country Music
Country MusicCountry Music
Country Music
 
History of alternative music
History of alternative musicHistory of alternative music
History of alternative music
 
Alternative rock presentation hw
Alternative rock presentation hwAlternative rock presentation hw
Alternative rock presentation hw
 
History of soul music
History of soul musicHistory of soul music
History of soul music
 
What is Alternative Music?
What is Alternative Music?What is Alternative Music?
What is Alternative Music?
 
Bossa nova
Bossa novaBossa nova
Bossa nova
 
Music Type 20081028 R
Music Type 20081028 RMusic Type 20081028 R
Music Type 20081028 R
 
Soul Music
Soul MusicSoul Music
Soul Music
 
Soul music
Soul musicSoul music
Soul music
 
1950's Music
1950's Music1950's Music
1950's Music
 
A project about music
A project about musicA project about music
A project about music
 
Team 2
Team 2Team 2
Team 2
 
Diversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed Peas
Diversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed PeasDiversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed Peas
Diversity: shifting perspective - Sergio Mendes & Black Eyed Peas
 
Brazilian bossa nova presentation
Brazilian bossa nova presentationBrazilian bossa nova presentation
Brazilian bossa nova presentation
 
R& B Music Video Analysis
R& B  Music  Video  AnalysisR& B  Music  Video  Analysis
R& B Music Video Analysis
 
Alternative music
Alternative musicAlternative music
Alternative music
 
Jazz Soul Music Group Sponsorship Package
Jazz Soul Music Group Sponsorship PackageJazz Soul Music Group Sponsorship Package
Jazz Soul Music Group Sponsorship Package
 
9 A. Pop And Rock Music
9 A. Pop And Rock Music9 A. Pop And Rock Music
9 A. Pop And Rock Music
 
Aretha Franklin the Queen of Soul music
Aretha Franklin the Queen of Soul musicAretha Franklin the Queen of Soul music
Aretha Franklin the Queen of Soul music
 

Semelhante a O que é a Bossa Nova?

Semelhante a O que é a Bossa Nova? (20)

Turma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa novaTurma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa nova
 
Bossa Nova 8ªB
Bossa Nova   8ªBBossa Nova   8ªB
Bossa Nova 8ªB
 
Bossa Nova 13
Bossa Nova 13Bossa Nova 13
Bossa Nova 13
 
Bossanova3
Bossanova3Bossanova3
Bossanova3
 
Música brasileira
Música brasileiraMúsica brasileira
Música brasileira
 
Bossa nova
Bossa novaBossa nova
Bossa nova
 
Apresentação t3004
Apresentação t3004Apresentação t3004
Apresentação t3004
 
Tom Jobim.docx
Tom Jobim.docxTom Jobim.docx
Tom Jobim.docx
 
B ossa nova
B ossa novaB ossa nova
B ossa nova
 
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
 
Música brasileira
Música brasileiraMúsica brasileira
Música brasileira
 
A origem da bossa nova
A origem da bossa novaA origem da bossa nova
A origem da bossa nova
 
Bossa Nova
Bossa NovaBossa Nova
Bossa Nova
 
Eglamour
EglamourEglamour
Eglamour
 
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
 
Cultura brasileira 2013 ok
Cultura brasileira 2013 okCultura brasileira 2013 ok
Cultura brasileira 2013 ok
 
Anos 60, 70 e 80 cultura
Anos 60, 70 e 80 culturaAnos 60, 70 e 80 cultura
Anos 60, 70 e 80 cultura
 
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptxvinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
 

Mais de João Quadros

PROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE
PROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADEPROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE
PROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADEJoão Quadros
 
Pesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e B
Pesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e BPesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e B
Pesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e BJoão Quadros
 
Setor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPM
Setor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPMSetor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPM
Setor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPMJoão Quadros
 
Macroambiente Calçadista 2016
Macroambiente Calçadista 2016 Macroambiente Calçadista 2016
Macroambiente Calçadista 2016 João Quadros
 
Afinal, o que foi a Tropicália?
Afinal, o que foi a Tropicália? Afinal, o que foi a Tropicália?
Afinal, o que foi a Tropicália? João Quadros
 
O Construtivismo Russo, Suprematismo e De Stijl
O Construtivismo Russo, Suprematismo e De StijlO Construtivismo Russo, Suprematismo e De Stijl
O Construtivismo Russo, Suprematismo e De StijlJoão Quadros
 
Dicas sobre a Legislação da Fotografia
Dicas sobre a Legislação da FotografiaDicas sobre a Legislação da Fotografia
Dicas sobre a Legislação da FotografiaJoão Quadros
 
Como desenvolver um Olhar Fotográfico
Como desenvolver um Olhar FotográficoComo desenvolver um Olhar Fotográfico
Como desenvolver um Olhar FotográficoJoão Quadros
 
Como funciona a agência Escala?
Como funciona a agência Escala?Como funciona a agência Escala?
Como funciona a agência Escala?João Quadros
 
Minicurso de Fotografia Básica
Minicurso de Fotografia BásicaMinicurso de Fotografia Básica
Minicurso de Fotografia BásicaJoão Quadros
 
A Classe dos Insetos - Biologia
A Classe dos Insetos - BiologiaA Classe dos Insetos - Biologia
A Classe dos Insetos - BiologiaJoão Quadros
 

Mais de João Quadros (11)

PROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE
PROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADEPROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE
PROCESSO CRIATIVO EM AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE
 
Pesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e B
Pesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e BPesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e B
Pesquisa Consumo de Mídia dos Jovens - Classe C e B
 
Setor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPM
Setor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPMSetor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPM
Setor Calçadista Rio Grande do Sul - ESPM
 
Macroambiente Calçadista 2016
Macroambiente Calçadista 2016 Macroambiente Calçadista 2016
Macroambiente Calçadista 2016
 
Afinal, o que foi a Tropicália?
Afinal, o que foi a Tropicália? Afinal, o que foi a Tropicália?
Afinal, o que foi a Tropicália?
 
O Construtivismo Russo, Suprematismo e De Stijl
O Construtivismo Russo, Suprematismo e De StijlO Construtivismo Russo, Suprematismo e De Stijl
O Construtivismo Russo, Suprematismo e De Stijl
 
Dicas sobre a Legislação da Fotografia
Dicas sobre a Legislação da FotografiaDicas sobre a Legislação da Fotografia
Dicas sobre a Legislação da Fotografia
 
Como desenvolver um Olhar Fotográfico
Como desenvolver um Olhar FotográficoComo desenvolver um Olhar Fotográfico
Como desenvolver um Olhar Fotográfico
 
Como funciona a agência Escala?
Como funciona a agência Escala?Como funciona a agência Escala?
Como funciona a agência Escala?
 
Minicurso de Fotografia Básica
Minicurso de Fotografia BásicaMinicurso de Fotografia Básica
Minicurso de Fotografia Básica
 
A Classe dos Insetos - Biologia
A Classe dos Insetos - BiologiaA Classe dos Insetos - Biologia
A Classe dos Insetos - Biologia
 

Último

Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 

Último (20)

Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 

O que é a Bossa Nova?

  • 1. Bossa nova “O dinheiro não é tudo... Não se esqueça também do ouro,os diamantes, da platina e das propriedades.” -Tom Jobim -
  • 2. Com o passar dos anos, a Bossa Nova tornou-se um dos movimentos mais influentes da história da música popular brasileira, conhecido em todo o mundo, um grande exemplo disso é a música Garota de Ipanema composta em 1962 por Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim. Derivado do samba e com forte influência do jazz, a bossa nova é um movimento da música popular brasileira do final dos ano 50 lançado por João Gilberto, Tom Jobim, Vinícius de Moraes e jovens cantores e/ou compositores de classe média da zona sul carioca. De início, o termo era apenas relativo a um novo modo de cantar e tocar samba naquela época, ou seja, a uma reformulação estética dentro do moderno samba carioca urbano.
  • 3. Início oficial Movimento que ficou associado ao crescimento urbano brasileiro - impulsionado pela fase desenvolvimentista da presidência de Juscelino Kubitschek (1955-1960) -, a bossa nova iniciou-se para muitos críticos quando foi lançado, em agosto de 1958, um compacto simples do violonista baiano João Gilberto (considerado o papa do movimento), contendo as canções Chega de Saudade (Tom Jobim e Vinicius de Moraes) e Bim Bom (do próprio cantor).
  • 4. Mudanças Em meados da década de 1960, o movimento apresentaria uma espécie de cisão ideológica, formada por Marcos Valle, Dori Caymmi, Edu Lobo e Francis Hime e estimulada pelo Centro Popular de Cultura da UNE. Inspirada em uma visão popular e nacionalista, este grupo fez uma crítica das influências do jazz norte-americano na bossa nova e propôs sua reaproximação com compositores de morro, como o sambista Zé Ketti.
  • 5. Antônio Carlos Jobim A ausência do pai, Jorge de Oliveira Jobim, durante a infância e adolescência impôs a Tom um contido ressentimento que resultou numa profunda relação com a tristeza e o romantismo melódico, transferido peculiarmente para as construções harmônicas e melódicas. Aprendeu a tocar violão e piano com o professor alemão Hans-Joachim Koellreutter, introdutor da técnica dodecafônica no Brasil. Nascido em 25 de janeiro de 1927, Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, o famoso Tom Jobim, foi um dos criadores do movimento da bossa nova. Praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical.
  • 6. Fim do movimento...da bossa à MPB Um dos maiores expoentes da bossa nova comporia um dos marcos do fim do movimento. Em 1965, Vinícius de Moraes compôs, com Edu Lobo, Arrastão. A canção seria defendida por Elis Regina no I Festival de Música Popular Brasileira (da extinta TV Excelsior), realizado no Guarujá naquele mesmo ano. Era o fim da bossa nova e o início do que se rotularia MPB, gênero difuso que abarcaria diversas tendências da música brasileira até o início da década de 1980 - época em que surgiu um pop rock nacional renovado.
  • 7. Legado... O movimento foi uma grande referência para gerações posteriores de artistas, do jazz (a partir do sucesso estrondoso da versão instrumental de Desafinado pela dupla Stan Getz e Charlie Byrd) a uma corrente pós punk britânica (de artistas como Style Council, Matt Bianco e Everything but the Girl). O fim cronológico da bossa não significou a extinção estética do estilo.