SlideShare uma empresa Scribd logo
INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE
PISO DRENANTE LTDA ME
Tecnologia Pantanal
Placa pré-fabricada de concreto drenante
para uso em pisos composta por 82% de
resíduos reciclados de cerâmica, e adição
de cimento, que resultam num produto
com grande resistência ao desgaste, às
intempéries, e são ecologicamente
corretos. Possui capacidade de vazão de
água de 95% permitindo a drenagem das
águas pluviais para o subsolo, evitando o
empoçamento de água e minimizando as
enchentes.
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
COMPOSIÇÃO
Concreto composto de cimento CP-V/CP2,
areia, agregado miúdo composto de
basalto, mármore e granito, pigmento,
fibras e aditivos (cor, dimensão, formato e
tamanho da granilha são opções de escolha
do cliente).
TEXTURA DA SUPERFÍCIE.
Nas linhas Claras e Cinza natural
Na linha levigado a textura do cimento é
retirada através de lixamento, atenuando
sua aspereza. No modelo Cinza natural, a
cor do concreto é mantida, dando-lhe maior
uniformidade.
• Resistência ao desgaste (500m): 2,51 mm •
Medida de Atrito superficial: 77 • Resistência à
Compressão: 24,2 Mpa • Permeabilidade: 1,1 x 10-1
cm/s (alta permeabilidade) • Índice reciclagem: 82%
resíduos cerâmicos
11 x 22
25 x 25
40 x 40
40 x 40
50 x 50
50 x 50
60 x 60
60 x 60
DIMENSÕES
06 cm
06 cm
06 cm
08 cm
06 cm
08 cm
06 cm
08 cm
ESPESSURAS
______
______
______
______
______
______
______
______
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
Brita 01
(07 cm compactada)
Solo
Pedrisco
(03 cm compactado)
Areia Grossa ou Pedrisco
(02 cm sarrafeado)
JUNTAS:
Secas. Não precisa ser aplicado rejunte.
LIMPEZA:
Jato d´água com “vap” ou “limpa-pedras” (este último,
somente para os modelos Cinza natural e Levigados). Para os
pisos claros, se necessário usa-se acido muriático.
CamadadeAssentamento
ASSENTAMENTO
Cores
CREMA OURO BRANCO
CINZA NATURAL MARROM
VERMELHO
VERDE PRETO
CANELA
O PISO DRENANTE é Atérmico*
e essa característica se dá principalmente pelos seguintes fatos:
1- de acordo com diversos ensaios realizados por empresas conceituadas de controle
tecnológico, o PISO DRENANTE possui permeabilidade igual ou superior a 95% (noventa e
cinco por cento). Para que isso ocorra, é necessário que o piso seja muito poroso, o que
permite grande circulação de ar no interior da placa pré-moldada.
2- a superfície do PISO DRENANTE é tão porosa quanto o seu interior, portanto, existe
menos área de contato dos raios solares com a placa pré-moldada, diminuindo
consideravelmente o aquecimento da mesma.
3- toda água que não é drenada pelo PISO DRENANTE, é automaticamente absorvida pela
placa pré-moldada. Como essa água fica retida por um tempo considerável dentro da
placa, a mesma se mantém resfriada por um longo período de tempo. Lembrando que a
placa não absorve apenas precipitações pluviais, mas toda água que é disposta sobre o
piso (quando lavado, por exemplo).
NOTA: AS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CITADAS NA DESCRIÇÃO PODEM SER COMPROVADAS ATRAVÉS DE LAUDOS TÉCNICOS
REALIZADOS POR EMPREZAS ESPECIALIZADAS DE CONTROLE TECNOLÓGICO. OS RESULTADOS FORAM OBTIDOS POR EMPRESAS DE SÃO
PAULO E CUIABÁ.
* Diz-se de uma transformação que não desprende calor nem o absorve.
Podem ser utilizados em
áreas externas em
estacionamento de
veículos de passeio, para o
transito de pedestres em
calçadas, e passeios,
apresentam um bom
isolamento térmico e tem
características de ser
antiderrapante
Possuem acabamento
polido na superfície que
torna o caminhar
agradável, ideal também
para áreas com circulação
de bicicletas, carrinhos de
bebê, e acessível para
cadeirantes.
A crescente impermeabilização
das superfícies, resultante da
urbanização, tem mostrado
consequências devastadoras
tanto para o homem como para
seu ecossistema.
Com esta preocupação, a América do Sul Ind. Pisos Drenantes, com fabricação em
Cuiabá-MT, lança a linha exclusiva “PANTANAL - Pisos Drenantes com capacidade
de absorção de acima de 95%”. possibilitando assim o livre escoamento das águas
pluviais, retornando-as mais rapidamente ao solo.
Casa Cor Cuiabá 2010 – 1º Lugar
O solo é um recurso natural
dos mais importantes para o
desenvolvimento sustentável.
A permeabilidade, encontrada
no piso drenante é a
propriedade que permite o
escoamento de água. Quanto
mais uma cidade se
desenvolve, menos o solo fica
permeável, não há mais
infiltração e toda a água da
chuva é obrigada a correr pela
superfície, isto é, pelas ruas e
avenidas, causando
alagamentos e enchentes.
Além de funcional é versátil,
o piso drenante permite várias
paginações, composições de
cores. O piso drenante pode
ser aplicado, com outros
materiais, como seixos, pisos
cimentícios, etc... É só usar a
imaginação, o piso
drenante faz toda a diferença
no seu projeto. Em jardins,
passeios e principalmente em
grandes áreas, seja residencial
ou comercial o piso
drenante pode ser utilizando.
Com o piso drenante dê adeus
às poças d’agua.
Padaria América Cuiabá-MT
Florais dos Lagos Cuiabá-MT
- Inédito no mercado de
Mato Grosso, mas
consolidado a mais de 10
anos, no Brasil. E 30 anos
na Europa e E.U.A
- Oferece simultaneamente
as vantagens de drenagem
de água e tráfego de
veículos;
- Pioneiro no acabamento
polido que garante
conforto tátil;
- Agradável ao caminhar
mesmo descalço sem
perder sua aderência;
- Atérmico – não absorve
calor excessivo; Hotel Fazenda MatogrossoIgreja Presbiteriana
Estacionamento
- Superfície regular que
facilita a locomoção de
carrinhos de bebê e o
caminhar com salto;
- Ecologicamente correto
possibilitando uso
expressivo de material
reciclado;
- Vazão de água acima de
95% permite a
permeabilidade do solo e
contribui para diminuição
de enchentes;
Casa Cor Cuiabá 2012
Prêmio de Sustentabilidade
Clínica Alpha Ville Cuiabá
Condomínio
- Contribui para o
equilíbrio dos lençóis
freáticos;
- Fácil limpeza - detritos
e dejetos removidos
facilmente com água;
Manutenção sem
restrição a qualquer
produto de limpeza,
inclusive de jateadores
de água;
- Limpeza resistente a
“Vap”;
- Opção de criar
reservatórios para
reaproveitamento das
águas das chuvas.
Shopping Popular dos Camelôs Cuiabá-MT
Supermercado Extra
Cuiabá-MT
CASA COR: Participação em vários
eventos , inclusive este ano na praça
Brasilis do paisagista Alexandre
Furculim, e em dois ambientes do
Casa cor de Cuiabá. Paisagistas
Valderez/Valquíria (MT) e João
Jadão(SP). Recebendo 1° lugar em
paisagismo e sustentabilidade.
BANCO DO BRASIL – Av. Beira Rio, ao
lado da UNIC
Engenheiro: Wilson T. Taganuschi
SUPERMERCADO EXTRA - Av.
Fernando Correia da Costa
Engenheiro: Rosalvo
SUPERMERCADO FORT – (Grupo
Comper) Av. Fernando Correia da
Costa
Engenheiro: Rubens
HOTEL MATO GROSSO FAZENDA.
Cophema –Coxipó Cuiabá.
1ª IGREJA PRESBITEIRANA DO
BRASIL em Cuiabá. Avenida. CPA- Ao
lado Comando Geral.
ESCRITÓRIO CONTAUD- Rua
comandante Costa
Arquiteto Eder Bispo
CONDOMÍNIOS: Alfha Ville, Alfha
Ville 02, Belvedere, Florais, Alfenas,
e outros.
PADARIA AMÉRICA
JARDIM DAS AMÉRICAS
ENG. IVAN VASCONCELOS
ESCRITÓRIO RESSORT MALUÍ
Av. Presidente marques – centro
ARQ. KÁTIA
EM VARZEA GRANDE – MT
BANCO ITAU – CRISTO REI
Eng. Rodolfo a. G. Mendonça
BANCO DO BRASIL – Av. Fillinto Muller –
Varzea Grande –MT
Eng. Iberê
ESTACIONAMENTO E GARAGEM VENDA DE
VEÍCULOS ALL CAR
ARQ. CARMEM
ALTA FLORESTA
RESIDÊNCIA DEP ROMUALDO
CAMPO GRANDE MS /TANGARÁ DA
SERRA/ PRIMAVERA DO
LESTE/RONDONOPOLIS/CHAPADA DOS
GUIMARÃES /CAMPO NOVO PARECIS
AMÉRICA DO SUL INDUSTRIA E COMÉRCIO
DE PISOS DRENANTES – BRASTON CUIABÁ
Fone: (65) 8412-6023 (65) 9966-4099
(65) 8127-1488
(65) 3661-0961
End: Rua 01 Nº 95 Bairro São José – Coxipó
– Cuiabá-MT
65 3661-0961
www.pisodrenantesmt.com.br
Rua 1, no 95 - Bairro São José - Coxipó - Cuiabá/MT - CEP 78080-530

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plantas e perspectiva de telhado
Plantas e perspectiva de telhadoPlantas e perspectiva de telhado
Plantas e perspectiva de telhado
Carlos Elson Cunha
 
Lina Bo Bardi Arquitetura
Lina Bo Bardi ArquiteturaLina Bo Bardi Arquitetura
Lina Bo Bardi Arquitetura
Marcia Rodrigues
 
Análide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional Tetris
Análide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional TetrisAnálide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional Tetris
Análide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional Tetris
Maju21
 
Sugestão de casa de máquinas
Sugestão de casa de máquinasSugestão de casa de máquinas
Sugestão de casa de máquinas
charlessousa192
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
Takayfau
 
Cartilha de projeto técnico: Jardins de chuva
Cartilha de projeto técnico: Jardins de chuvaCartilha de projeto técnico: Jardins de chuva
Cartilha de projeto técnico: Jardins de chuva
Fluxus Design Ecológico
 
Unidade Habitacional de Marselha - Le Corbusier
Unidade Habitacional de Marselha -  Le CorbusierUnidade Habitacional de Marselha -  Le Corbusier
Unidade Habitacional de Marselha - Le Corbusier
Willian De Sá
 
Luiz Carlos Orsini
Luiz Carlos OrsiniLuiz Carlos Orsini
Luiz Carlos Orsini
Janaína Bandeira
 
REF EP Repertorização
REF EP RepertorizaçãoREF EP Repertorização
REF EP Repertorização
3C Arquitetura e Urbanismo
 
Detalhe 03 - Jardim sobre Laje
Detalhe 03 - Jardim sobre LajeDetalhe 03 - Jardim sobre Laje
Detalhe 03 - Jardim sobre LajeMegumi Nishimori
 
Vale do anhangabaú
Vale do anhangabaúVale do anhangabaú
Vale do anhangabaú
ARQ210AN
 
1. noções básicas de estrutura
1. noções básicas de estrutura1. noções básicas de estrutura
1. noções básicas de estrutura
Willian De Sá
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
3C Arquitetura e Urbanismo
 
Estudo de Caso: Vila dos Idosos-SP
Estudo de Caso: Vila dos Idosos-SPEstudo de Caso: Vila dos Idosos-SP
Estudo de Caso: Vila dos Idosos-SP
Luciana Paixão Arquitetura
 
Fasciculo 25 instalações sanitárias
Fasciculo 25 instalações sanitáriasFasciculo 25 instalações sanitárias
Fasciculo 25 instalações sanitárias
Pedro Miguel Múrias Bessone Mauritti
 
Museu da Língua Portuguesa
Museu da Língua PortuguesaMuseu da Língua Portuguesa
Museu da Língua Portuguesa
Jéssica Lucas
 
04 plumbing fixtures II
04 plumbing fixtures   II04 plumbing fixtures   II
04 plumbing fixtures II
Hena Dutt
 
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdfIsolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
JulioHerysonSilva
 
Estudo de Caso Centro Heydar Aliev/ Zaha Hadid
Estudo de Caso  Centro Heydar Aliev/ Zaha HadidEstudo de Caso  Centro Heydar Aliev/ Zaha Hadid
Estudo de Caso Centro Heydar Aliev/ Zaha Hadid
NathaliaTiago
 
Apresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnosticoApresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnostico
Steves Rocha
 

Mais procurados (20)

Plantas e perspectiva de telhado
Plantas e perspectiva de telhadoPlantas e perspectiva de telhado
Plantas e perspectiva de telhado
 
Lina Bo Bardi Arquitetura
Lina Bo Bardi ArquiteturaLina Bo Bardi Arquitetura
Lina Bo Bardi Arquitetura
 
Análide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional Tetris
Análide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional TetrisAnálide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional Tetris
Análide do Conjunto habitacional Zezinho e do Conjunto habitacional Tetris
 
Sugestão de casa de máquinas
Sugestão de casa de máquinasSugestão de casa de máquinas
Sugestão de casa de máquinas
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
 
Cartilha de projeto técnico: Jardins de chuva
Cartilha de projeto técnico: Jardins de chuvaCartilha de projeto técnico: Jardins de chuva
Cartilha de projeto técnico: Jardins de chuva
 
Unidade Habitacional de Marselha - Le Corbusier
Unidade Habitacional de Marselha -  Le CorbusierUnidade Habitacional de Marselha -  Le Corbusier
Unidade Habitacional de Marselha - Le Corbusier
 
Luiz Carlos Orsini
Luiz Carlos OrsiniLuiz Carlos Orsini
Luiz Carlos Orsini
 
REF EP Repertorização
REF EP RepertorizaçãoREF EP Repertorização
REF EP Repertorização
 
Detalhe 03 - Jardim sobre Laje
Detalhe 03 - Jardim sobre LajeDetalhe 03 - Jardim sobre Laje
Detalhe 03 - Jardim sobre Laje
 
Vale do anhangabaú
Vale do anhangabaúVale do anhangabaú
Vale do anhangabaú
 
1. noções básicas de estrutura
1. noções básicas de estrutura1. noções básicas de estrutura
1. noções básicas de estrutura
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
 
Estudo de Caso: Vila dos Idosos-SP
Estudo de Caso: Vila dos Idosos-SPEstudo de Caso: Vila dos Idosos-SP
Estudo de Caso: Vila dos Idosos-SP
 
Fasciculo 25 instalações sanitárias
Fasciculo 25 instalações sanitáriasFasciculo 25 instalações sanitárias
Fasciculo 25 instalações sanitárias
 
Museu da Língua Portuguesa
Museu da Língua PortuguesaMuseu da Língua Portuguesa
Museu da Língua Portuguesa
 
04 plumbing fixtures II
04 plumbing fixtures   II04 plumbing fixtures   II
04 plumbing fixtures II
 
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdfIsolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
Isolamento termico acustico e impremiabilizante pdf
 
Estudo de Caso Centro Heydar Aliev/ Zaha Hadid
Estudo de Caso  Centro Heydar Aliev/ Zaha HadidEstudo de Caso  Centro Heydar Aliev/ Zaha Hadid
Estudo de Caso Centro Heydar Aliev/ Zaha Hadid
 
Apresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnosticoApresentaçao diagnostico
Apresentaçao diagnostico
 

Semelhante a Apresentação America do Sul - Piso Drenante MT

Apresentação pisos drenantes
Apresentação pisos drenantesApresentação pisos drenantes
Apresentação pisos drenantes
pisodrenantemt
 
Ecopavimento
EcopavimentoEcopavimento
Ecopavimento
Tarcila de Paiva
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
Ariela
 
Pavimento permeável #todospelaconstrucao
Pavimento permeável #todospelaconstrucaoPavimento permeável #todospelaconstrucao
Pavimento permeável #todospelaconstrucao
Mariana Marchioni
 
Cartilha pav intertravado_permeavel
Cartilha pav intertravado_permeavelCartilha pav intertravado_permeavel
Cartilha pav intertravado_permeavel
Hemerson Moulin Ferreira
 
Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1
Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1
Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1
Joel P da Rosa
 
32 irrigacao por_gotejamento
32 irrigacao por_gotejamento32 irrigacao por_gotejamento
32 irrigacao por_gotejamento
Sídio Marcos O. Nascimento
 
32 irrigacao por gotejamento
32 irrigacao por gotejamento32 irrigacao por gotejamento
32 irrigacao por gotejamento
Luiz Antonio de Jesus Araujo
 
Sustentabilidade e o Paço Municipal de Itu-Otero
Sustentabilidade  e o Paço Municipal de Itu-OteroSustentabilidade  e o Paço Municipal de Itu-Otero
Sustentabilidade e o Paço Municipal de Itu-Otero
ICLEI
 
Cartilha revestimento
Cartilha revestimentoCartilha revestimento
Cartilha revestimento
sindusgesso
 
Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção
Marcelo Daniel Trindade
 
ECOLOPAVI PORTFOLIO
ECOLOPAVI PORTFOLIOECOLOPAVI PORTFOLIO
ECOLOPAVI PORTFOLIO
Jary Maciel
 
Projeto lodo
Projeto lodoProjeto lodo
Projeto lodo
gunnergv
 
Dicas polimixagregados
Dicas polimixagregadosDicas polimixagregados
Dicas polimixagregados
Alderlei Queiroz
 
Materiais projeto e
Materiais projeto eMateriais projeto e
Materiais projeto e
Nayra Reis
 
T.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalT.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão Ambiental
João Silva
 
Habitare tijolos prensados_de_terra_crua
Habitare tijolos prensados_de_terra_cruaHabitare tijolos prensados_de_terra_crua
Habitare tijolos prensados_de_terra_crua
Ely Barros
 
Fossa séptica biodigestor
Fossa séptica biodigestorFossa séptica biodigestor
Fossa séptica biodigestor
RenatoMussoline
 
Cartilha revestimento
Cartilha revestimentoCartilha revestimento
Cartilha revestimento
ingenor
 
sistema_aquastone_show.ppt
sistema_aquastone_show.pptsistema_aquastone_show.ppt
sistema_aquastone_show.ppt
Acorus, Lda
 

Semelhante a Apresentação America do Sul - Piso Drenante MT (20)

Apresentação pisos drenantes
Apresentação pisos drenantesApresentação pisos drenantes
Apresentação pisos drenantes
 
Ecopavimento
EcopavimentoEcopavimento
Ecopavimento
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Pavimento permeável #todospelaconstrucao
Pavimento permeável #todospelaconstrucaoPavimento permeável #todospelaconstrucao
Pavimento permeável #todospelaconstrucao
 
Cartilha pav intertravado_permeavel
Cartilha pav intertravado_permeavelCartilha pav intertravado_permeavel
Cartilha pav intertravado_permeavel
 
Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1
Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1
Cartilha pav intertravado_permeavel_v1 1
 
32 irrigacao por_gotejamento
32 irrigacao por_gotejamento32 irrigacao por_gotejamento
32 irrigacao por_gotejamento
 
32 irrigacao por gotejamento
32 irrigacao por gotejamento32 irrigacao por gotejamento
32 irrigacao por gotejamento
 
Sustentabilidade e o Paço Municipal de Itu-Otero
Sustentabilidade  e o Paço Municipal de Itu-OteroSustentabilidade  e o Paço Municipal de Itu-Otero
Sustentabilidade e o Paço Municipal de Itu-Otero
 
Cartilha revestimento
Cartilha revestimentoCartilha revestimento
Cartilha revestimento
 
Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção
 
ECOLOPAVI PORTFOLIO
ECOLOPAVI PORTFOLIOECOLOPAVI PORTFOLIO
ECOLOPAVI PORTFOLIO
 
Projeto lodo
Projeto lodoProjeto lodo
Projeto lodo
 
Dicas polimixagregados
Dicas polimixagregadosDicas polimixagregados
Dicas polimixagregados
 
Materiais projeto e
Materiais projeto eMateriais projeto e
Materiais projeto e
 
T.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão AmbientalT.I.G - Gestão Ambiental
T.I.G - Gestão Ambiental
 
Habitare tijolos prensados_de_terra_crua
Habitare tijolos prensados_de_terra_cruaHabitare tijolos prensados_de_terra_crua
Habitare tijolos prensados_de_terra_crua
 
Fossa séptica biodigestor
Fossa séptica biodigestorFossa séptica biodigestor
Fossa séptica biodigestor
 
Cartilha revestimento
Cartilha revestimentoCartilha revestimento
Cartilha revestimento
 
sistema_aquastone_show.ppt
sistema_aquastone_show.pptsistema_aquastone_show.ppt
sistema_aquastone_show.ppt
 

Apresentação America do Sul - Piso Drenante MT

  • 1. INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PISO DRENANTE LTDA ME Tecnologia Pantanal
  • 2. Placa pré-fabricada de concreto drenante para uso em pisos composta por 82% de resíduos reciclados de cerâmica, e adição de cimento, que resultam num produto com grande resistência ao desgaste, às intempéries, e são ecologicamente corretos. Possui capacidade de vazão de água de 95% permitindo a drenagem das águas pluviais para o subsolo, evitando o empoçamento de água e minimizando as enchentes.
  • 3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS COMPOSIÇÃO Concreto composto de cimento CP-V/CP2, areia, agregado miúdo composto de basalto, mármore e granito, pigmento, fibras e aditivos (cor, dimensão, formato e tamanho da granilha são opções de escolha do cliente). TEXTURA DA SUPERFÍCIE. Nas linhas Claras e Cinza natural Na linha levigado a textura do cimento é retirada através de lixamento, atenuando sua aspereza. No modelo Cinza natural, a cor do concreto é mantida, dando-lhe maior uniformidade.
  • 4. • Resistência ao desgaste (500m): 2,51 mm • Medida de Atrito superficial: 77 • Resistência à Compressão: 24,2 Mpa • Permeabilidade: 1,1 x 10-1 cm/s (alta permeabilidade) • Índice reciclagem: 82% resíduos cerâmicos 11 x 22 25 x 25 40 x 40 40 x 40 50 x 50 50 x 50 60 x 60 60 x 60 DIMENSÕES 06 cm 06 cm 06 cm 08 cm 06 cm 08 cm 06 cm 08 cm ESPESSURAS ______ ______ ______ ______ ______ ______ ______ ______ CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
  • 5. Brita 01 (07 cm compactada) Solo Pedrisco (03 cm compactado) Areia Grossa ou Pedrisco (02 cm sarrafeado) JUNTAS: Secas. Não precisa ser aplicado rejunte. LIMPEZA: Jato d´água com “vap” ou “limpa-pedras” (este último, somente para os modelos Cinza natural e Levigados). Para os pisos claros, se necessário usa-se acido muriático. CamadadeAssentamento ASSENTAMENTO
  • 6. Cores CREMA OURO BRANCO CINZA NATURAL MARROM VERMELHO VERDE PRETO CANELA
  • 7. O PISO DRENANTE é Atérmico* e essa característica se dá principalmente pelos seguintes fatos: 1- de acordo com diversos ensaios realizados por empresas conceituadas de controle tecnológico, o PISO DRENANTE possui permeabilidade igual ou superior a 95% (noventa e cinco por cento). Para que isso ocorra, é necessário que o piso seja muito poroso, o que permite grande circulação de ar no interior da placa pré-moldada. 2- a superfície do PISO DRENANTE é tão porosa quanto o seu interior, portanto, existe menos área de contato dos raios solares com a placa pré-moldada, diminuindo consideravelmente o aquecimento da mesma. 3- toda água que não é drenada pelo PISO DRENANTE, é automaticamente absorvida pela placa pré-moldada. Como essa água fica retida por um tempo considerável dentro da placa, a mesma se mantém resfriada por um longo período de tempo. Lembrando que a placa não absorve apenas precipitações pluviais, mas toda água que é disposta sobre o piso (quando lavado, por exemplo). NOTA: AS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CITADAS NA DESCRIÇÃO PODEM SER COMPROVADAS ATRAVÉS DE LAUDOS TÉCNICOS REALIZADOS POR EMPREZAS ESPECIALIZADAS DE CONTROLE TECNOLÓGICO. OS RESULTADOS FORAM OBTIDOS POR EMPRESAS DE SÃO PAULO E CUIABÁ. * Diz-se de uma transformação que não desprende calor nem o absorve.
  • 8. Podem ser utilizados em áreas externas em estacionamento de veículos de passeio, para o transito de pedestres em calçadas, e passeios, apresentam um bom isolamento térmico e tem características de ser antiderrapante Possuem acabamento polido na superfície que torna o caminhar agradável, ideal também para áreas com circulação de bicicletas, carrinhos de bebê, e acessível para cadeirantes.
  • 9. A crescente impermeabilização das superfícies, resultante da urbanização, tem mostrado consequências devastadoras tanto para o homem como para seu ecossistema. Com esta preocupação, a América do Sul Ind. Pisos Drenantes, com fabricação em Cuiabá-MT, lança a linha exclusiva “PANTANAL - Pisos Drenantes com capacidade de absorção de acima de 95%”. possibilitando assim o livre escoamento das águas pluviais, retornando-as mais rapidamente ao solo. Casa Cor Cuiabá 2010 – 1º Lugar
  • 10. O solo é um recurso natural dos mais importantes para o desenvolvimento sustentável. A permeabilidade, encontrada no piso drenante é a propriedade que permite o escoamento de água. Quanto mais uma cidade se desenvolve, menos o solo fica permeável, não há mais infiltração e toda a água da chuva é obrigada a correr pela superfície, isto é, pelas ruas e avenidas, causando alagamentos e enchentes.
  • 11. Além de funcional é versátil, o piso drenante permite várias paginações, composições de cores. O piso drenante pode ser aplicado, com outros materiais, como seixos, pisos cimentícios, etc... É só usar a imaginação, o piso drenante faz toda a diferença no seu projeto. Em jardins, passeios e principalmente em grandes áreas, seja residencial ou comercial o piso drenante pode ser utilizando. Com o piso drenante dê adeus às poças d’agua. Padaria América Cuiabá-MT Florais dos Lagos Cuiabá-MT
  • 12. - Inédito no mercado de Mato Grosso, mas consolidado a mais de 10 anos, no Brasil. E 30 anos na Europa e E.U.A - Oferece simultaneamente as vantagens de drenagem de água e tráfego de veículos; - Pioneiro no acabamento polido que garante conforto tátil; - Agradável ao caminhar mesmo descalço sem perder sua aderência; - Atérmico – não absorve calor excessivo; Hotel Fazenda MatogrossoIgreja Presbiteriana Estacionamento
  • 13. - Superfície regular que facilita a locomoção de carrinhos de bebê e o caminhar com salto; - Ecologicamente correto possibilitando uso expressivo de material reciclado; - Vazão de água acima de 95% permite a permeabilidade do solo e contribui para diminuição de enchentes; Casa Cor Cuiabá 2012 Prêmio de Sustentabilidade Clínica Alpha Ville Cuiabá Condomínio
  • 14. - Contribui para o equilíbrio dos lençóis freáticos; - Fácil limpeza - detritos e dejetos removidos facilmente com água; Manutenção sem restrição a qualquer produto de limpeza, inclusive de jateadores de água; - Limpeza resistente a “Vap”; - Opção de criar reservatórios para reaproveitamento das águas das chuvas. Shopping Popular dos Camelôs Cuiabá-MT Supermercado Extra Cuiabá-MT
  • 15. CASA COR: Participação em vários eventos , inclusive este ano na praça Brasilis do paisagista Alexandre Furculim, e em dois ambientes do Casa cor de Cuiabá. Paisagistas Valderez/Valquíria (MT) e João Jadão(SP). Recebendo 1° lugar em paisagismo e sustentabilidade. BANCO DO BRASIL – Av. Beira Rio, ao lado da UNIC Engenheiro: Wilson T. Taganuschi SUPERMERCADO EXTRA - Av. Fernando Correia da Costa Engenheiro: Rosalvo SUPERMERCADO FORT – (Grupo Comper) Av. Fernando Correia da Costa Engenheiro: Rubens HOTEL MATO GROSSO FAZENDA. Cophema –Coxipó Cuiabá.
  • 16. 1ª IGREJA PRESBITEIRANA DO BRASIL em Cuiabá. Avenida. CPA- Ao lado Comando Geral. ESCRITÓRIO CONTAUD- Rua comandante Costa Arquiteto Eder Bispo CONDOMÍNIOS: Alfha Ville, Alfha Ville 02, Belvedere, Florais, Alfenas, e outros. PADARIA AMÉRICA JARDIM DAS AMÉRICAS ENG. IVAN VASCONCELOS ESCRITÓRIO RESSORT MALUÍ Av. Presidente marques – centro ARQ. KÁTIA EM VARZEA GRANDE – MT BANCO ITAU – CRISTO REI Eng. Rodolfo a. G. Mendonça
  • 17. BANCO DO BRASIL – Av. Fillinto Muller – Varzea Grande –MT Eng. Iberê ESTACIONAMENTO E GARAGEM VENDA DE VEÍCULOS ALL CAR ARQ. CARMEM ALTA FLORESTA RESIDÊNCIA DEP ROMUALDO CAMPO GRANDE MS /TANGARÁ DA SERRA/ PRIMAVERA DO LESTE/RONDONOPOLIS/CHAPADA DOS GUIMARÃES /CAMPO NOVO PARECIS AMÉRICA DO SUL INDUSTRIA E COMÉRCIO DE PISOS DRENANTES – BRASTON CUIABÁ Fone: (65) 8412-6023 (65) 9966-4099 (65) 8127-1488 (65) 3661-0961 End: Rua 01 Nº 95 Bairro São José – Coxipó – Cuiabá-MT
  • 18. 65 3661-0961 www.pisodrenantesmt.com.br Rua 1, no 95 - Bairro São José - Coxipó - Cuiabá/MT - CEP 78080-530