SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
PROJETO LITERATURA 
Sala de Recursos 
Professora: Dalva Alves Pereira Martins 
Escola Municipal Higino Guerra 
Novembro de 2014
Chapeuzinho Vermelho 
Chapeuzinho vermelho estava andando pela estrada e encontro um lobo. 
O lobo falou: 
- Aonde vai Chapeuzinho Vermelho? 
-Levar esses doces para minha vovozinha. 
- Porque você não vai pela floresta, o caminho é mais perto! 
- Prefiro ir por aqui é mais seguro. 
O lobo ficou sem graça e foi embora. 
Chapeuzinho foi tranquila pela estrada levar os doces para a vovozinha. 
Tatiane 
04/11/14
A bruxa é má. 
Ela tem uma vassoura mágica. 
Ela pega as criancinhas é faz mingau. 
Gabriel 
29/10/2014
O patinho feio 
O patinho sentou na ponta da lagoa e 
começou a chorar, porque ninguém gostava dele. 
José Matheus
As três corujinhas 
Era uma vez três corujinhas: Luzia, Bianca e Fátima. 
Um dia elas saíram da casa de sua mãe e foram construir seus ninhos 
num lugar onde havia uma águia muito feroz. 
Luzia construiu seu ninho, bem resistente com palhas e gravetos, num 
lugar bem escondido em uma árvore no meio da floresta. 
Mas suas irmãs riram muito dela e disseram: 
- Desse jeito você vai perder todo verão trabalhado! 
Bianca disse: 
- O meu será bem simples, farei de gravetos perto da estrada! 
Fátima falou: 
- O meu será só de palha, farei num lugar bem visível de ser visto e será 
muito bom, pois terminarei rápido e poderei ir passear voando por todos os 
lugares. 
Bem depressa Fátima e Bianca terminaram seus ninhos e foram passear 
voando por todos os lugares. 
Um dia a águia que vivia por ali avistou os ninhos de Fátima e Bianca e 
os ovos que elas tinham botado e os comeu. 
Quando Fátima e Bianca chegaram e viram seus ninhos vazios ficaram 
tristes e se arrependeram de ter feito em lugar tão fácil de ser achado. 
Luzia também botou ovos e a águia não os achou, porque ela havia 
escolhido um lugar bem escondido no meio da floresta para fazer seu ninho. 
Suas irmãs aprenderam a lição e foram construir seus ninhos perto de 
sua irmã Luzia, no meio da floresta bem escondidos, para que a águia não os 
achasse novamente. 
Gustavo Henrique 
28/10/14
A Emília e o bruxo saladim 
Apareceu o bruxo Saladim, ele queria dar uma lição na 
Emília por ter estragado a festa dos bruxos. 
Ela escondeu os chapéus dos bruxos. O bruxo Saladim é 
o bruxo mais malvado da convenção das bruxas e ficou muito 
furioso e foi atrás dela no Sitio do Pica –Pau Amarelo. 
A Emília quando viu o bruxo saiu correndo pela porta a 
fora. O bruxo mandou um feitiço e a transformou em um sapo 
sapeca. 
Narizinho, Pedrinho e Visconde saíram correndo pela porta 
dos fundos e foram chamar a dona Benta que estava na cozinha 
para contar o que tinha acontecido. 
Renan 
10/11/14
A CIGARRA E A FORMIGA 
A cigarra estava passando frio e bateu na porta da 
formiga. 
A formiga a tratou bem, mas falou: 
- Se você quiser ficar aqui você vai ter que trabalhar. 
A cigarra tocou e as formigas dançaram a noite inteira. 
Guilherme Henrique 
06/11/2014
A CIGARRA E A FORMIGA 
Enquanto as formigas trabalhavam para quando chegasse o frio 
não precisasse trabalhar a cigarra ficava cantando, cantando, 
comendo e bebendo. 
Quando chegou o inverno as formigas tinham muita comida e 
um lar. Enquanto a cigarra não tinha nada para comer, beber e 
nem um teto para morar. 
A cigarra bateu na porta das formigas e elas a acolheram. 
A rainha falou: 
– Pegue seu violão e toque para nós. 
Elas viveram felizes para sempre. 
Renan 
06/11/2014
A Lebre e a Tartaruga 
Era uma vez uma lebre e uma tartaruga, um dia a lebre 
desafiou a tartaruga apostar uma corridinha e a tartaruga 
aceitou. 
Chegou o grande dia da corrida, à lebre disparou na 
frente e a tartaruga ficou para trás, então a lebre resolveu dá 
um cochilo. 
A tartaruga passou na frente da lebre, quando a lebre 
acordou a tartaruga já estava chegando à linha de chegada. 
Então a lebre correu com toda a sua força, mas não deu 
tempo e a tartaruga ganhou. A lebre já tinha escutado os gritos 
dos torcedores. 
Amanda 
07/11/2014
A Bela e a Fera 
A Bela viu a fera muito doente e deu um beijo 
nela, a fera virou um príncipe. 
Eles se casaram e foram viver no castelo junto 
com o pai da Bela. 
Eles viveram felizes para sempre. 
Renan 
10/11/14
A Bela e a Fera 
Um dia a Bela beijou a Fera e ela virou 
príncipe. 
Eles casaram e viveram felizes para sempre. 
Lucas Daniel Marques dos Santos 
10/11/14
Rapunzel e as tranças amaldiçoadas 
Rapunzel estava à procura de um 
príncipe. 
E começou a cantar: 
Quem quer casar 
Com Rapunzel 
Que tem um lindo 
Cabelo e os olhos 
Cor de mel? 
Apareceu um lindo príncipe que 
disse: 
-Eu quero casar com você Rapunzel. 
Ela jogou o cabelo para o príncipe 
subir. Ele subiu e cortou a trança dela porque 
elas estavam amaldiçoadas pela sua 
madrasta. 
Ele a salvou, eles se casaram e 
viveram felizes para sempre. 
Tatiane 
11/11/14
Rapunzel e as tranças 
amaldiçoadas 
Elias encantado 
tentou salvar a princesa 
subindo pelas suas 
tranças. 
Mas as traças eram 
amaldiçoadas e o jogou 
longe do castelo. 
Lucas Daniel 
11/11/14
Rapunzel e as traças 
maldiçoadas 
Rapunzel tentava 
encantar os príncipes que 
passava todo o dia por ali. 
Ela cantava do alto 
de uma torre com um lindo 
violão. 
Raíssa 
11/11/14
Rapunzel e as traças maldiçoadas 
Todo o dia Rapunzel cantava com o seu lindo violão, em cima 
da torre de um castelo onde a sua madrasta tinha lhe prendido. 
Quando ela cantou pela primeira vez, veio um príncipe chamado Elias, 
Rapunzel jogou suas tranças e quando Elias estava chegando perto da 
torre à trança jogou ele longe. 
Ela cantou pela segunda vez, veio outro príncipe chamado Alberto e 
pela segunda vez Rapunzel jogou suas tranças e Alberto subiu. Quando 
Alberto estava chegando perto da torre à trança o jogou longe. 
Pela terceira vez Rapunzel cantou e apareceu um príncipe chamado 
Eduardo. Ela jogou as tranças e quando ele estava chegando perto da 
torre ele cortou o cabelo de Rapunzel porque percebeu que elas eram 
maldiçoadas. 
Ele conseguiu salva-la, se casaram e viveram felizes para sempre. ♥♥♥ 
Amanda 
13/11/2014
Rapunzel 
O príncipe ficou cego e andou na mata muito até encontrar a 
princesa. 
Rapunzel chamou o príncipe para deitar no colo dela, ele contou que 
estava cego. 
Ela começou a chorar, uma lagrima caiu nos olhos do príncipe e ele 
voltou a enxergar. 
Ele viu que tinha dois filhos lindos, pegou sua família e foi para seu 
castelo, encontrou seus pais e viveram felizes para sempre. 
Débora e Maria Antônia 
14/11/14

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (17)

A bela e a Fera
A bela e a FeraA bela e a Fera
A bela e a Fera
 
Resumo de 5 contos
Resumo de  5 contosResumo de  5 contos
Resumo de 5 contos
 
Contos Tradicionais
Contos TradicionaisContos Tradicionais
Contos Tradicionais
 
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitosContos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
Contos tradicionais, fábulas, lendas e mitos
 
Reescrita de Contos
Reescrita de ContosReescrita de Contos
Reescrita de Contos
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Contos griot
Contos griotContos griot
Contos griot
 
Fábulas de monteiro lobato
Fábulas de monteiro lobatoFábulas de monteiro lobato
Fábulas de monteiro lobato
 
"A Fada Oriana"
"A Fada Oriana""A Fada Oriana"
"A Fada Oriana"
 
Branca de fome e os sete anões
Branca de fome e os sete anõesBranca de fome e os sete anões
Branca de fome e os sete anões
 
Contos pdf
Contos pdfContos pdf
Contos pdf
 
recopilação de contos populares catalães em leitura fácil
recopilação de contos populares catalães em leitura fácilrecopilação de contos populares catalães em leitura fácil
recopilação de contos populares catalães em leitura fácil
 
Roteiro aconteceu comigo amanda, a pimentinha
Roteiro aconteceu comigo amanda, a pimentinhaRoteiro aconteceu comigo amanda, a pimentinha
Roteiro aconteceu comigo amanda, a pimentinha
 
Concurso Nacional de Leitura
Concurso Nacional de LeituraConcurso Nacional de Leitura
Concurso Nacional de Leitura
 
O galo que logrou a raposa
O galo que logrou a raposaO galo que logrou a raposa
O galo que logrou a raposa
 
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anõesBranca+de+neve+e+os+sete+anões
Branca+de+neve+e+os+sete+anões
 
Poemas Pra CriançAs
Poemas Pra CriançAsPoemas Pra CriançAs
Poemas Pra CriançAs
 

Semelhante a Apres textos liter

Anexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - MercesAnexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - Merces
MariadasMerces
 
Lendas, Contos E FáBulas
Lendas, Contos E FáBulasLendas, Contos E FáBulas
Lendas, Contos E FáBulas
ancyrainfo2009
 
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
Angelica Moreira
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
NMBQ
 
A Atracção do Halloween
A Atracção do HalloweenA Atracção do Halloween
A Atracção do Halloween
isapalma
 
Projeto livro de histórias da bruxa halloween
Projeto   livro de histórias da bruxa halloweenProjeto   livro de histórias da bruxa halloween
Projeto livro de histórias da bruxa halloween
SaraHonorio
 
A bela adormecida - Mariana e Victor
A bela adormecida -  Mariana e VictorA bela adormecida -  Mariana e Victor
A bela adormecida - Mariana e Victor
Milena Sampaio
 
Minha webquest
Minha webquestMinha webquest
Minha webquest
VPS1
 

Semelhante a Apres textos liter (20)

Pps sítio ppd prof Rosane 2012
Pps sítio ppd prof Rosane 2012Pps sítio ppd prof Rosane 2012
Pps sítio ppd prof Rosane 2012
 
3408628.ppt
3408628.ppt3408628.ppt
3408628.ppt
 
SÍTIO DO PICA PAU AMARELO
SÍTIO DO PICA PAU AMARELOSÍTIO DO PICA PAU AMARELO
SÍTIO DO PICA PAU AMARELO
 
Anexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - MercesAnexo planejamento - Merces
Anexo planejamento - Merces
 
Lendas, Contos E FáBulas
Lendas, Contos E FáBulasLendas, Contos E FáBulas
Lendas, Contos E FáBulas
 
Ines pereira
Ines pereiraInes pereira
Ines pereira
 
Histórias 4.ºa
Histórias 4.ºaHistórias 4.ºa
Histórias 4.ºa
 
Apresentação slaides
Apresentação slaidesApresentação slaides
Apresentação slaides
 
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
50560569 clarice-lispector-como-nasceram-as-estrelas-pdf-rev
 
Livro Digital
Livro DigitalLivro Digital
Livro Digital
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
Dama e o unicornio (turma de 7º ano)
 
A Atracção do Halloween
A Atracção do HalloweenA Atracção do Halloween
A Atracção do Halloween
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
Cartazes
CartazesCartazes
Cartazes
 
Projeto livro de histórias da bruxa halloween
Projeto   livro de histórias da bruxa halloweenProjeto   livro de histórias da bruxa halloween
Projeto livro de histórias da bruxa halloween
 
Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
 
A bela adormecida - Mariana e Victor
A bela adormecida -  Mariana e VictorA bela adormecida -  Mariana e Victor
A bela adormecida - Mariana e Victor
 
Minha webquest
Minha webquestMinha webquest
Minha webquest
 
4B
4B4B
4B
 

Mais de Dalva Pereira Martins

Mais de Dalva Pereira Martins (20)

Aniversário aurelisa 47
Aniversário aurelisa 47Aniversário aurelisa 47
Aniversário aurelisa 47
 
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço EscolarApresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
 
Apresentação Projeto Primavera
Apresentação Projeto PrimaveraApresentação Projeto Primavera
Apresentação Projeto Primavera
 
Homenagem Dia dos pais
Homenagem Dia dos paisHomenagem Dia dos pais
Homenagem Dia dos pais
 
Apresentação textos
Apresentação textosApresentação textos
Apresentação textos
 
2°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso20162°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso2016
 
Slides ativ.mat.
Slides ativ.mat.Slides ativ.mat.
Slides ativ.mat.
 
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
 
Apres.recurso e reforço 2014
Apres.recurso e reforço 2014 Apres.recurso e reforço 2014
Apres.recurso e reforço 2014
 
Apres.2°b
Apres.2°bApres.2°b
Apres.2°b
 
Apres.textos2014
Apres.textos2014Apres.textos2014
Apres.textos2014
 
DislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervençãoDislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervenção
 
Produção de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestreProdução de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestre
 
IDEB Ultimas atividades
IDEB Ultimas atividadesIDEB Ultimas atividades
IDEB Ultimas atividades
 
Atividades 2ºsemestre
Atividades 2ºsemestreAtividades 2ºsemestre
Atividades 2ºsemestre
 
O cérebro e a aprendizagem
O cérebro e a aprendizagemO cérebro e a aprendizagem
O cérebro e a aprendizagem
 
Meninasnegras 1111
Meninasnegras 1111Meninasnegras 1111
Meninasnegras 1111
 
Ativ.3ºano mandala
Ativ.3ºano mandalaAtiv.3ºano mandala
Ativ.3ºano mandala
 
Apres. aval.ideb
Apres. aval.idebApres. aval.ideb
Apres. aval.ideb
 
Atendimento cognitivo e especializado
Atendimento cognitivo e especializado Atendimento cognitivo e especializado
Atendimento cognitivo e especializado
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 

Último (20)

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 

Apres textos liter

  • 1. PROJETO LITERATURA Sala de Recursos Professora: Dalva Alves Pereira Martins Escola Municipal Higino Guerra Novembro de 2014
  • 2. Chapeuzinho Vermelho Chapeuzinho vermelho estava andando pela estrada e encontro um lobo. O lobo falou: - Aonde vai Chapeuzinho Vermelho? -Levar esses doces para minha vovozinha. - Porque você não vai pela floresta, o caminho é mais perto! - Prefiro ir por aqui é mais seguro. O lobo ficou sem graça e foi embora. Chapeuzinho foi tranquila pela estrada levar os doces para a vovozinha. Tatiane 04/11/14
  • 3. A bruxa é má. Ela tem uma vassoura mágica. Ela pega as criancinhas é faz mingau. Gabriel 29/10/2014
  • 4. O patinho feio O patinho sentou na ponta da lagoa e começou a chorar, porque ninguém gostava dele. José Matheus
  • 5. As três corujinhas Era uma vez três corujinhas: Luzia, Bianca e Fátima. Um dia elas saíram da casa de sua mãe e foram construir seus ninhos num lugar onde havia uma águia muito feroz. Luzia construiu seu ninho, bem resistente com palhas e gravetos, num lugar bem escondido em uma árvore no meio da floresta. Mas suas irmãs riram muito dela e disseram: - Desse jeito você vai perder todo verão trabalhado! Bianca disse: - O meu será bem simples, farei de gravetos perto da estrada! Fátima falou: - O meu será só de palha, farei num lugar bem visível de ser visto e será muito bom, pois terminarei rápido e poderei ir passear voando por todos os lugares. Bem depressa Fátima e Bianca terminaram seus ninhos e foram passear voando por todos os lugares. Um dia a águia que vivia por ali avistou os ninhos de Fátima e Bianca e os ovos que elas tinham botado e os comeu. Quando Fátima e Bianca chegaram e viram seus ninhos vazios ficaram tristes e se arrependeram de ter feito em lugar tão fácil de ser achado. Luzia também botou ovos e a águia não os achou, porque ela havia escolhido um lugar bem escondido no meio da floresta para fazer seu ninho. Suas irmãs aprenderam a lição e foram construir seus ninhos perto de sua irmã Luzia, no meio da floresta bem escondidos, para que a águia não os achasse novamente. Gustavo Henrique 28/10/14
  • 6. A Emília e o bruxo saladim Apareceu o bruxo Saladim, ele queria dar uma lição na Emília por ter estragado a festa dos bruxos. Ela escondeu os chapéus dos bruxos. O bruxo Saladim é o bruxo mais malvado da convenção das bruxas e ficou muito furioso e foi atrás dela no Sitio do Pica –Pau Amarelo. A Emília quando viu o bruxo saiu correndo pela porta a fora. O bruxo mandou um feitiço e a transformou em um sapo sapeca. Narizinho, Pedrinho e Visconde saíram correndo pela porta dos fundos e foram chamar a dona Benta que estava na cozinha para contar o que tinha acontecido. Renan 10/11/14
  • 7. A CIGARRA E A FORMIGA A cigarra estava passando frio e bateu na porta da formiga. A formiga a tratou bem, mas falou: - Se você quiser ficar aqui você vai ter que trabalhar. A cigarra tocou e as formigas dançaram a noite inteira. Guilherme Henrique 06/11/2014
  • 8. A CIGARRA E A FORMIGA Enquanto as formigas trabalhavam para quando chegasse o frio não precisasse trabalhar a cigarra ficava cantando, cantando, comendo e bebendo. Quando chegou o inverno as formigas tinham muita comida e um lar. Enquanto a cigarra não tinha nada para comer, beber e nem um teto para morar. A cigarra bateu na porta das formigas e elas a acolheram. A rainha falou: – Pegue seu violão e toque para nós. Elas viveram felizes para sempre. Renan 06/11/2014
  • 9. A Lebre e a Tartaruga Era uma vez uma lebre e uma tartaruga, um dia a lebre desafiou a tartaruga apostar uma corridinha e a tartaruga aceitou. Chegou o grande dia da corrida, à lebre disparou na frente e a tartaruga ficou para trás, então a lebre resolveu dá um cochilo. A tartaruga passou na frente da lebre, quando a lebre acordou a tartaruga já estava chegando à linha de chegada. Então a lebre correu com toda a sua força, mas não deu tempo e a tartaruga ganhou. A lebre já tinha escutado os gritos dos torcedores. Amanda 07/11/2014
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. A Bela e a Fera A Bela viu a fera muito doente e deu um beijo nela, a fera virou um príncipe. Eles se casaram e foram viver no castelo junto com o pai da Bela. Eles viveram felizes para sempre. Renan 10/11/14
  • 14. A Bela e a Fera Um dia a Bela beijou a Fera e ela virou príncipe. Eles casaram e viveram felizes para sempre. Lucas Daniel Marques dos Santos 10/11/14
  • 15. Rapunzel e as tranças amaldiçoadas Rapunzel estava à procura de um príncipe. E começou a cantar: Quem quer casar Com Rapunzel Que tem um lindo Cabelo e os olhos Cor de mel? Apareceu um lindo príncipe que disse: -Eu quero casar com você Rapunzel. Ela jogou o cabelo para o príncipe subir. Ele subiu e cortou a trança dela porque elas estavam amaldiçoadas pela sua madrasta. Ele a salvou, eles se casaram e viveram felizes para sempre. Tatiane 11/11/14
  • 16. Rapunzel e as tranças amaldiçoadas Elias encantado tentou salvar a princesa subindo pelas suas tranças. Mas as traças eram amaldiçoadas e o jogou longe do castelo. Lucas Daniel 11/11/14
  • 17. Rapunzel e as traças maldiçoadas Rapunzel tentava encantar os príncipes que passava todo o dia por ali. Ela cantava do alto de uma torre com um lindo violão. Raíssa 11/11/14
  • 18. Rapunzel e as traças maldiçoadas Todo o dia Rapunzel cantava com o seu lindo violão, em cima da torre de um castelo onde a sua madrasta tinha lhe prendido. Quando ela cantou pela primeira vez, veio um príncipe chamado Elias, Rapunzel jogou suas tranças e quando Elias estava chegando perto da torre à trança jogou ele longe. Ela cantou pela segunda vez, veio outro príncipe chamado Alberto e pela segunda vez Rapunzel jogou suas tranças e Alberto subiu. Quando Alberto estava chegando perto da torre à trança o jogou longe. Pela terceira vez Rapunzel cantou e apareceu um príncipe chamado Eduardo. Ela jogou as tranças e quando ele estava chegando perto da torre ele cortou o cabelo de Rapunzel porque percebeu que elas eram maldiçoadas. Ele conseguiu salva-la, se casaram e viveram felizes para sempre. ♥♥♥ Amanda 13/11/2014
  • 19. Rapunzel O príncipe ficou cego e andou na mata muito até encontrar a princesa. Rapunzel chamou o príncipe para deitar no colo dela, ele contou que estava cego. Ela começou a chorar, uma lagrima caiu nos olhos do príncipe e ele voltou a enxergar. Ele viu que tinha dois filhos lindos, pegou sua família e foi para seu castelo, encontrou seus pais e viveram felizes para sempre. Débora e Maria Antônia 14/11/14