SlideShare uma empresa Scribd logo
TRABALHANDO GRAMÁTICA,
ORTOGRAFIA E AUTOESTIMA
USANDO O WORD... NA REESCRITA
DE TEXTOS
Sala de Recursos
Professora: Dalva Alves Pereira Martins
Escola Municipal Higino Guerra
2014
Alfredo
A viagem
O cozinheiro foi dirigindo de Capinópolis a Uberlândia até o
aeroporto, lá no aeroporto pegou um avião para visitar uma amiga do
passado.
Juntos foram a uma festa junina de estudantes, se cansaram muito
na festa e foram dormir.
Sonharam que estavam dentro de uma nave espacial, voando rumo
à lua. Quando acordaram, contaram o que tinham sonhado e perceberam
que tinham sonhado o mesmo sonho.
Meu vídeo game
Jogo, jogo, jogo de um lugar ao outro
Dando volta na pista.
Corro, corro, corro na pista
Mais que um foguete a jato.
Jogo, jogo, jogo à noite
no meu vídeo game.
Corro, corro, corro rápido e rasteiro
Com satisfação sou aplaudido.
Corro, corro, corro do começo ao fim
Depois que acaba a corrida fico feliz.
Guilherme Silva
Abrigadosaciedaonça
Osacipegouorabodaonçaeamarrounaarvorezinhadeespinho.
AonçacomraivadoSaciPererêfez,osacicomercanjicacom
manjericãoejilóamargo.
Demisturaunsbonsbifesdejiboia.
Eleficoudoenteelevouumainjeçãonobumbum,doPadreJesuíta.
DéboraCamargoSouza
12/03/14
Nãodeouvidoparaomal,deouvidoparaobem.Acrediteemvocê
esigaseucaminhofeliz.
Trabalhando autoestima
Débora
Débora
Ditado
Uma tarde no campo
José ficou bastante a alegre quando lhe contaram sobre a
festinha na chácara da dona Vanda. Era o aniversário de Amparo.
Chegou o dia. Todos comeram, beberam e fizeram muitas
brincadeiras engraçadas.
Seus companheiros Cássio, Marcio e Adão iam brincar com o
burrico. As crianças gostam dos outros animais, mais não chega perto do
Jumbo, o cachorro do vizinho. Ele é mau e sai correndo atrás da gente.
Mario caiu jogando bola e machuco o joelho. O médico achou
necessário passa mercúrio e colocou um esparadrapo.
Valter estava certo. Foi difícil voltar para casa, pois estava
divertido.
Pensado em um dia quente de verão, tenho vontade de visitar
meus velhos amigos.
Rafael
O que será que o pintor
vai pintar, debaixo das
nuvens? Um casal abraçado
ou uma bruxa velha?
Começo de conversa:
O que o cientista vai
ler no primeiro dia de
aula sobre a estação
espacial?
DITADO
Uma tarde no campo
José ficou bastante alegre quando lhe contaram sobre a festinha
na chácara da dona Vanda. Era aniversario Amparo.
Chegou o dia todos comeram, beberam é fizeram muitas
brincadeiras engraçadas.
Seus companheiros Cássio, Marcio e Adão iam brincar com o
burrico. As crianças gostam dos outros animais, mas não chegam perto do
Jumbo, o cachorro do vizinho. Ele é mau e sai correndo atrás da gente.
Mario caiu jogando bola e machucou o joelho. O médico achou
necessário passar mercúrio e colocou esparadrapo.
Valter estava certo. Foi difícil voltar para casa, pois estava divertido.
Pensando um dia quente de verão, tenho vontade de visitar meus
velhos amigos.
Marco Antônio
A boneca
Beijo, beijo, beijo, minha
boneca
Da cozinha até o quarto.
Pulo, pulo, pulo, com carinho
Dentro e fora de casa.
Rodo, rodo, rodo com
satisfação
E a guardo no meu coração.
Brinco, brinco, brinco, até
cansar
E me espreguiço no sofá.
FIM
Ana Rúbia
O Saci Pererê
Um dia o Saci-Pererê judiou da onça, amarrou o
rapo da onça numa árvore de espinho.
A onça ficou brava e aprontou com o Saci Pererê.
Ela fez o Saci Pererê comer um prato que ele não
gostava.
O Saci Pererê comeu a força fazendo careta.
Ele vomitou tudo e foi parar no hospital.
FIM
Ana Rúbia
A rádio
Um dia dois meninos resolveram montar uma rádio
para falar com o pai deles.
Mateus seguiu instruções de como montar uma
rádio e conseguiu montar a rádio.
Julia falou para Paulo:
- Será que vamos conseguir falar com papai?
Paulo respondeu:
- Vamos falar sim!
Paulo ligou a rádio e ouviu um pedido de S.O.S.
Eles correram para contar para o comandante.
O comandante falou:
- Mandarei lanchas de resgate, imediatamente!
Eles salvaram os tripulante e ficaram muito felizes.
Fim
Ana Rúbia
A BOLA
Pulo, pulo, pulo, vou de em pé.
Da chuteira do menino na vidraça da mulher.
Salto, salto, salto mais que perereca.
Pulo o muro e caio em cima da cabeça de careca.
Corro, corro, corro na praia de manhã
E quando eu balanço a rede é festa no maracanã.
Rolo, rolo, rolo rápido e rasteiro
E sou muito maltratada pelos pés de peladeiro.
Pulo, pulo, pulo, vou com quem vier
Joguei com Nilton Santos , com Garrincha e com Pelé.
Salto, salto, salto com todo carinho.
Joguei com Rivelino, com Tostão e Jairzinho.
Rolo, rolo, rolo com satisfação.
Hoje jogo com Romário, Ronaldinho e Luizão.--
Corro, corro, corro do começo ao fim .
Depois que acaba o jogo, ninguém mais lembra de mim
Guilherme Barbosa
Mônica e Cebolinha
- Puxa, Cebolinha! Ficou muito legal esse papel de parede que você
colocou no seu quarto!
- Mas só tá faltando uma coisa pra ficar perfeito!
O Cebolinha falou:
-O quê?
A Mônica respondeu:
- É você lembrar onde fica a porta!
Guilherme Henrique Silva Barbosa 27/03/2014
A bicicleta
Ando, ando, ando de bicicleta
pela cidade afora.
Rodo, rodo, rodo pela rua afora.
Pedalo, pedalo, pedalo até que enrolo.
Corro, corro, corro atrás do caminhão.
Corro,corro,corro vejo um latão
Pulo, pulo, pulo tropeço no chão
Levanto do chão topo com um pavão.
FIM
Pedro Prado
O saci e onça
O Saci amarrou o rabinho da onça na árvore de
espinhos.
A onça não achou bom, e fez uma como o saci, ele
teve que comer um prato que detestava.
Ela o fez comer quiabo com jiló e carne de jiboia.
O saci passou mal e teve que tomar injeção.
Pedro Prado
Mônica e Cebolinha
A Mônica estava correndo atrás do Cebolinha para dar
uma coelhada nele. Cebolinha parou e falou assim:
- Espera ai Mônica vamos resolver nossas diferenças de
um jeito interessante!
- Tudo bem! Como?
- Que tal com um tabuleiro de xadrez?
A Mônica pegou o tabuleiro de xadrez e saiu correndo
atrás do Cebolinha.
FIM
Ramon
Papel de parede
Mônica e Cebolinha estavam no quarto do
Cebolinha, quando Mônica notou algo diferente e
falou:
- Puxa Cebolinha! Ficou muito legal esse papel de
parede que você colocou no seu quarto!
- Mas só tá faltando uma coisa pra ficar perfeito!
- O quê?
- É você lembrar onde fica a porta!
Ramon
O policial
O policial estava vigiando o trânsito.
A menina queria passar na faixa de pedestre.
O policial viu que a menina queria passar e
mandou o caminhão parar, para ela passar.
Depois que a menina passou o policial
mandou o caminhão passar.
Vitor
26/03/14
A passarela
Ricardo estava de carro com sua mãe, ele
queria atravessar a rua, mas viu que estava passando
muitos carros, quando Ricardo viu uma passarela
falou:
- Pare aqui vou atravessar na passarela!
Desceu do carro atravessou a passarela e
chegou do outro lado da rua em segurança.
Antônio
26/03/14
Joãozinho e seu cachorro Bili
O menino estava passeando com seu cachorro, de
repente o Bili viu um gato e quis pega-lo.
O cachorro correu atrás do gato, o menino estava
segurando a corda, não largou e foi junto.
Raissa
João e o peixe
João foi pescar na beira do rio e
pegou um peixe grandão, levou-o para
casa, pois na panela para fritar.
Ele comeu o peixe frito que estava
uma delicia e resolveu pescar outro dia.
Lucas
1/03/2014
O palhaço maluco
Era uma vez um palhaço muito maluco, ele tinha
duas alfaces na cabeça e um nariz de pica pau.
Ele fazia muitas brincadeiras engraçadas e parecia
um espantalho fugindo dos urubus.
Ele fazia suas palhaçadas e todos riam, tinha um
jeito engraçado de brincar com as crianças.
O palhaço era pintado de tinta vermelha e branca.
Renan
31/03/2014
O palhaço Pipoca
O palhaço Pipoca
Era um senhor esquisito,
Engraçado e brincalhão.
parecia um boneco pintado
Com o cabelo cacheado e colorido.
Quando ele entreva no palco
Fazia muitas piadas engraçadas
e andava de triciclo vermelho.
Era engraçado com sua vestimenta,
cara pintada e sorriso alegre.
Quando saia do palco dava
Cambalhota e fazia tchau.
Lucas
31/03/14
A Bela e a fera
Um dia um comerciante pegou uma flor para sua filha
Bela num jardim, o dono, a Fera ficou uma fera e o prendeu.
Apareceu Bela a filha do comerciante e falou não
machuque meu pai eu fico no lugar dele a Fera concordou.
Bela ficou amiga da Fera, eles faziam varias coisas
juntos, liam livros e brincavam no jardim.
Certo dia ao chegar de uma viagem ao castelo, Bela
encontrou a Fera muito mal. Bela gostava muito da fera e lhe
deu um beijo, a Fera se transformou em um príncipe.
Ele contou toda sua história para Bela, que uma bruxa o
tinha transformado em uma fera e que estava apaixonado por
ela.
A Fera pediu Bela em casamento ela aceitou. Eles se
casaram e viveram felizes para sempre.
Luan
01/04/14
João e Maria
Era uma vez um menino chamado João e uma menina
chamada Maria, que viviam no bosque com seu pai.
Uma tarde, João e Maria foram cortar lenha no
bosque, eles ficaram perdido e começaram a andar pelo bosque e
pouco depois eles encontraram uma casa cheia de chocolate, com
recheio de bolacha e caramelo. Em volta dela tinha pirulitos em
forma de flores, sorvetes e guloseimas de todo tipo.
João e Maria ficaram absolutamente maravilhados.
A dona da casa ofereceu doces para as crianças, elas
aceitaram e ficaram reféns da bruxa.
Um dia a bruxa queria comer o João e ia levando ele para o
forno, mas numa distração da bruxa João e Maria empurrou a
bruxa para dentro do forno e fugiram de volta para casa de seu
pai.
Juntos com seu pai foram felizes para sempre.
Débora 25/04/14
Chapeuzinho Vermelho
Um dia a mãe de Chapeuzinho pediu para ela levar bolinhos para a vovó.
No caminho da floresta Chapeuzinho encontrou o lobo e ficou conversando
com ele .
Ele aproveitou e perguntou onde era a casa da vovó e falou para ela colher
flores para a vovó.
Enquanto Chapeuzinho colhia flores, o lobo pegou um atalho e chegou à casa
da vovó, entrou e comeu a vovó. Chapeuzinho estava chegando, o lobo disfarçou de
vovó para enganá-la.
Chapeuzinho estava desconfiando que não fosse à vovó, o lobo percebeu e
pulou da cama para pega-la, Chapeuzinho saiu correndo, um caçador que estava ali por
perto a socorreu e atirou no lobo.
Depois de passar o susto, a vovó chamou o caçador para comer bolinhos com
ela e Chapeuzinho Vermelho.
FIM
Pedro Prado23/04/2014
Chapeuzinho Vermelho
Era uma vez uma menina chamada chapeuzinho vermelho, ela estava brincando quando
sua mãe a chamou e mandou ela levar doces para sua vovozinha.
No caminho ela encontrou o lobo que falou:
- Leve flor também sua vovozinha vai adorar!
Chapeuzinho achou a ideia boa, enquanto estava apanhando flores o lobo chegou à casa
da vovozinha e engoliu a vovozinha.
Chapeuzinho chegou lá na casa da vovozinha e o lobo falou para ela:
-Entre minha netinha estava te esperando!
-Que olhos grandes você tem? Disse Chapeuzinho.
-E para te ver melhor!!! Falou o lobo.
-Que boca grande você tem?
-E pra te comer!!! Pulou da cama para pegar Chapeuzinho.
Chapeuzinho saiu correndo e encontrou o caçador. O caçador matou o lobo, abriu sua
barriga e tirou a vovozinha de dentro de sua barriga.
Nunca mais apareceu lobo por aqueles lados e eles viveram felizes para sempre.
FIM
Ramon Pereira Duarte
15/04/2014

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Boletim BE Praia Março 2010
Boletim BE Praia Março 2010Boletim BE Praia Março 2010
Boletim BE Praia Março 2010
EB2 Mira
 
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
guest39a3a5d
 
Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
Cassiano Santana
 
'O casamento do pequeno burgues' bertolt brecht
'O casamento do pequeno burgues'   bertolt brecht'O casamento do pequeno burgues'   bertolt brecht
'O casamento do pequeno burgues' bertolt brecht
studio silvio selva
 
Texto livre
Texto livreTexto livre
Texto livre
ana_grave
 
Ernani
ErnaniErnani
Ernani
Doni Cia
 
Dia das bruxas
Dia das bruxasDia das bruxas
Dia das bruxas
EB1 de Verdemilho
 
Mascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º AMascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º A
profigor
 
Uma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitosUma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitos
ermelinda mestre
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
marciaco
 
Textos dos alunos novembro-2013
Textos dos alunos novembro-2013Textos dos alunos novembro-2013
Textos dos alunos novembro-2013
Escola Nelso Alquieri
 
Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
Cassiano Santana
 
produção de texto
produção de textoprodução de texto
produção de texto
Nivea Neves
 
Ernani
ErnaniErnani
Ernani
Paulo Bachur
 
Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividades
Junior Pereira
 
Lenda africana
Lenda africanaLenda africana
Lenda africana
Kathia Canizares
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
primeiraopcao
 
A festa da tartaruga Tuga
A festa da tartaruga TugaA festa da tartaruga Tuga
A festa da tartaruga Tuga
Beatriz Andrade
 

Mais procurados (18)

Boletim BE Praia Março 2010
Boletim BE Praia Março 2010Boletim BE Praia Março 2010
Boletim BE Praia Março 2010
 
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
 
Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
 
'O casamento do pequeno burgues' bertolt brecht
'O casamento do pequeno burgues'   bertolt brecht'O casamento do pequeno burgues'   bertolt brecht
'O casamento do pequeno burgues' bertolt brecht
 
Texto livre
Texto livreTexto livre
Texto livre
 
Ernani
ErnaniErnani
Ernani
 
Dia das bruxas
Dia das bruxasDia das bruxas
Dia das bruxas
 
Mascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º AMascotes da turma - 4.º A
Mascotes da turma - 4.º A
 
Uma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitosUma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitos
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Textos dos alunos novembro-2013
Textos dos alunos novembro-2013Textos dos alunos novembro-2013
Textos dos alunos novembro-2013
 
Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
 
produção de texto
produção de textoprodução de texto
produção de texto
 
Ernani
ErnaniErnani
Ernani
 
Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividades
 
Lenda africana
Lenda africanaLenda africana
Lenda africana
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 
A festa da tartaruga Tuga
A festa da tartaruga TugaA festa da tartaruga Tuga
A festa da tartaruga Tuga
 

Semelhante a Apres.textos2014

Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
Cassiano Santana
 
Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
Cassiano Santana
 
435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf
435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf
435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf
JancicleideSouza
 
Produções textuais
Produções textuais Produções textuais
Produções textuais
nelyrocha
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
sallesz
 
Projeto primavera páscoa-2012
Projeto  primavera páscoa-2012Projeto  primavera páscoa-2012
Projeto primavera páscoa-2012
Armindo Costa
 
Produção de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestreProdução de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestre
Dalva Pereira Martins
 
Apresentação textos
Apresentação textosApresentação textos
Apresentação textos
Dalva Pereira Martins
 
Hora do conto
Hora do contoHora do conto
Hora do conto
António Pires
 
4c
4c4c
4c
4c4c
Cartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdfCartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdf
Guida Venâncio
 
Cartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdfCartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdf
AnaMatos216797
 
Lendas e causos
Lendas e causosLendas e causos
Lendas e causos
Josiane Carlos
 
Uma latinha com água
Uma latinha com águaUma latinha com água
Uma latinha com água
Izabelly Vitoria
 
Livro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesLivro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendes
Susete Rodrigues Mendes
 
Retalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memoriasRetalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memorias
10-09-61
 
Viagem de finalistas
Viagem de finalistasViagem de finalistas
Viagem de finalistas
Filipa Albuquerque
 
Histórias em família
Histórias em famíliaHistórias em família
Histórias em família
Marcia Neves
 
V.f.aventuras dos ursitos
V.f.aventuras dos ursitosV.f.aventuras dos ursitos
V.f.aventuras dos ursitos
maria do rosario macedo
 

Semelhante a Apres.textos2014 (20)

Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
 
Contando Histórias
Contando HistóriasContando Histórias
Contando Histórias
 
435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf
435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf
435995430-Ficha-de-Leitura-Silabas-Complexas.pdf
 
Produções textuais
Produções textuais Produções textuais
Produções textuais
 
Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]Nx zero e chapeuzinho[1]
Nx zero e chapeuzinho[1]
 
Projeto primavera páscoa-2012
Projeto  primavera páscoa-2012Projeto  primavera páscoa-2012
Projeto primavera páscoa-2012
 
Produção de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestreProdução de texto 2ºsemestre
Produção de texto 2ºsemestre
 
Apresentação textos
Apresentação textosApresentação textos
Apresentação textos
 
Hora do conto
Hora do contoHora do conto
Hora do conto
 
4c
4c4c
4c
 
4c
4c4c
4c
 
Cartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdfCartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdf
 
Cartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdfCartões de Leitura.pdf
Cartões de Leitura.pdf
 
Lendas e causos
Lendas e causosLendas e causos
Lendas e causos
 
Uma latinha com água
Uma latinha com águaUma latinha com água
Uma latinha com água
 
Livro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendesLivro digital folclore professora suse mendes
Livro digital folclore professora suse mendes
 
Retalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memoriasRetalhos de historias e memorias
Retalhos de historias e memorias
 
Viagem de finalistas
Viagem de finalistasViagem de finalistas
Viagem de finalistas
 
Histórias em família
Histórias em famíliaHistórias em família
Histórias em família
 
V.f.aventuras dos ursitos
V.f.aventuras dos ursitosV.f.aventuras dos ursitos
V.f.aventuras dos ursitos
 

Mais de Dalva Pereira Martins

Aniversário aurelisa 47
Aniversário aurelisa 47Aniversário aurelisa 47
Aniversário aurelisa 47
Dalva Pereira Martins
 
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço EscolarApresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Dalva Pereira Martins
 
Apresentação Projeto Primavera
Apresentação Projeto PrimaveraApresentação Projeto Primavera
Apresentação Projeto Primavera
Dalva Pereira Martins
 
Homenagem Dia dos pais
Homenagem Dia dos paisHomenagem Dia dos pais
Homenagem Dia dos pais
Dalva Pereira Martins
 
2°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso20162°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso2016
Dalva Pereira Martins
 
Slides ativ.mat.
Slides ativ.mat.Slides ativ.mat.
Slides ativ.mat.
Dalva Pereira Martins
 
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Dalva Pereira Martins
 
Apres textos liter
Apres textos literApres textos liter
Apres textos liter
Dalva Pereira Martins
 
Apres.recurso e reforço 2014
Apres.recurso e reforço 2014 Apres.recurso e reforço 2014
Apres.recurso e reforço 2014
Dalva Pereira Martins
 
Apres.2°b
Apres.2°bApres.2°b
DislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervençãoDislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervenção
Dalva Pereira Martins
 
IDEB Ultimas atividades
IDEB Ultimas atividadesIDEB Ultimas atividades
IDEB Ultimas atividades
Dalva Pereira Martins
 
Atividades 2ºsemestre
Atividades 2ºsemestreAtividades 2ºsemestre
Atividades 2ºsemestre
Dalva Pereira Martins
 
O cérebro e a aprendizagem
O cérebro e a aprendizagemO cérebro e a aprendizagem
O cérebro e a aprendizagem
Dalva Pereira Martins
 
Meninasnegras 1111
Meninasnegras 1111Meninasnegras 1111
Meninasnegras 1111
Dalva Pereira Martins
 
Ativ.3ºano mandala
Ativ.3ºano mandalaAtiv.3ºano mandala
Ativ.3ºano mandala
Dalva Pereira Martins
 
Apres. aval.ideb
Apres. aval.idebApres. aval.ideb
Apres. aval.ideb
Dalva Pereira Martins
 
Atendimento cognitivo e especializado
Atendimento cognitivo e especializado Atendimento cognitivo e especializado
Atendimento cognitivo e especializado
Dalva Pereira Martins
 

Mais de Dalva Pereira Martins (18)

Aniversário aurelisa 47
Aniversário aurelisa 47Aniversário aurelisa 47
Aniversário aurelisa 47
 
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço EscolarApresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
Apresentação textos Sala Recursos e Reforço Escolar
 
Apresentação Projeto Primavera
Apresentação Projeto PrimaveraApresentação Projeto Primavera
Apresentação Projeto Primavera
 
Homenagem Dia dos pais
Homenagem Dia dos paisHomenagem Dia dos pais
Homenagem Dia dos pais
 
2°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso20162°apresentação reforço e recurso2016
2°apresentação reforço e recurso2016
 
Slides ativ.mat.
Slides ativ.mat.Slides ativ.mat.
Slides ativ.mat.
 
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
Trabalhando a escrita, conhecimento e autoestima
 
Apres textos liter
Apres textos literApres textos liter
Apres textos liter
 
Apres.recurso e reforço 2014
Apres.recurso e reforço 2014 Apres.recurso e reforço 2014
Apres.recurso e reforço 2014
 
Apres.2°b
Apres.2°bApres.2°b
Apres.2°b
 
DislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervençãoDislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervenção
 
IDEB Ultimas atividades
IDEB Ultimas atividadesIDEB Ultimas atividades
IDEB Ultimas atividades
 
Atividades 2ºsemestre
Atividades 2ºsemestreAtividades 2ºsemestre
Atividades 2ºsemestre
 
O cérebro e a aprendizagem
O cérebro e a aprendizagemO cérebro e a aprendizagem
O cérebro e a aprendizagem
 
Meninasnegras 1111
Meninasnegras 1111Meninasnegras 1111
Meninasnegras 1111
 
Ativ.3ºano mandala
Ativ.3ºano mandalaAtiv.3ºano mandala
Ativ.3ºano mandala
 
Apres. aval.ideb
Apres. aval.idebApres. aval.ideb
Apres. aval.ideb
 
Atendimento cognitivo e especializado
Atendimento cognitivo e especializado Atendimento cognitivo e especializado
Atendimento cognitivo e especializado
 

Último

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 

Último (20)

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 

Apres.textos2014

  • 1. TRABALHANDO GRAMÁTICA, ORTOGRAFIA E AUTOESTIMA USANDO O WORD... NA REESCRITA DE TEXTOS Sala de Recursos Professora: Dalva Alves Pereira Martins Escola Municipal Higino Guerra 2014
  • 2. Alfredo A viagem O cozinheiro foi dirigindo de Capinópolis a Uberlândia até o aeroporto, lá no aeroporto pegou um avião para visitar uma amiga do passado. Juntos foram a uma festa junina de estudantes, se cansaram muito na festa e foram dormir. Sonharam que estavam dentro de uma nave espacial, voando rumo à lua. Quando acordaram, contaram o que tinham sonhado e perceberam que tinham sonhado o mesmo sonho.
  • 3. Meu vídeo game Jogo, jogo, jogo de um lugar ao outro Dando volta na pista. Corro, corro, corro na pista Mais que um foguete a jato. Jogo, jogo, jogo à noite no meu vídeo game. Corro, corro, corro rápido e rasteiro Com satisfação sou aplaudido. Corro, corro, corro do começo ao fim Depois que acaba a corrida fico feliz. Guilherme Silva
  • 6. Débora Ditado Uma tarde no campo José ficou bastante a alegre quando lhe contaram sobre a festinha na chácara da dona Vanda. Era o aniversário de Amparo. Chegou o dia. Todos comeram, beberam e fizeram muitas brincadeiras engraçadas. Seus companheiros Cássio, Marcio e Adão iam brincar com o burrico. As crianças gostam dos outros animais, mais não chega perto do Jumbo, o cachorro do vizinho. Ele é mau e sai correndo atrás da gente. Mario caiu jogando bola e machuco o joelho. O médico achou necessário passa mercúrio e colocou um esparadrapo. Valter estava certo. Foi difícil voltar para casa, pois estava divertido. Pensado em um dia quente de verão, tenho vontade de visitar meus velhos amigos.
  • 7. Rafael O que será que o pintor vai pintar, debaixo das nuvens? Um casal abraçado ou uma bruxa velha? Começo de conversa: O que o cientista vai ler no primeiro dia de aula sobre a estação espacial?
  • 8. DITADO Uma tarde no campo José ficou bastante alegre quando lhe contaram sobre a festinha na chácara da dona Vanda. Era aniversario Amparo. Chegou o dia todos comeram, beberam é fizeram muitas brincadeiras engraçadas. Seus companheiros Cássio, Marcio e Adão iam brincar com o burrico. As crianças gostam dos outros animais, mas não chegam perto do Jumbo, o cachorro do vizinho. Ele é mau e sai correndo atrás da gente. Mario caiu jogando bola e machucou o joelho. O médico achou necessário passar mercúrio e colocou esparadrapo. Valter estava certo. Foi difícil voltar para casa, pois estava divertido. Pensando um dia quente de verão, tenho vontade de visitar meus velhos amigos. Marco Antônio
  • 9. A boneca Beijo, beijo, beijo, minha boneca Da cozinha até o quarto. Pulo, pulo, pulo, com carinho Dentro e fora de casa. Rodo, rodo, rodo com satisfação E a guardo no meu coração. Brinco, brinco, brinco, até cansar E me espreguiço no sofá. FIM Ana Rúbia
  • 10. O Saci Pererê Um dia o Saci-Pererê judiou da onça, amarrou o rapo da onça numa árvore de espinho. A onça ficou brava e aprontou com o Saci Pererê. Ela fez o Saci Pererê comer um prato que ele não gostava. O Saci Pererê comeu a força fazendo careta. Ele vomitou tudo e foi parar no hospital. FIM Ana Rúbia
  • 11. A rádio Um dia dois meninos resolveram montar uma rádio para falar com o pai deles. Mateus seguiu instruções de como montar uma rádio e conseguiu montar a rádio. Julia falou para Paulo: - Será que vamos conseguir falar com papai? Paulo respondeu: - Vamos falar sim! Paulo ligou a rádio e ouviu um pedido de S.O.S. Eles correram para contar para o comandante. O comandante falou: - Mandarei lanchas de resgate, imediatamente! Eles salvaram os tripulante e ficaram muito felizes. Fim Ana Rúbia
  • 12. A BOLA Pulo, pulo, pulo, vou de em pé. Da chuteira do menino na vidraça da mulher. Salto, salto, salto mais que perereca. Pulo o muro e caio em cima da cabeça de careca. Corro, corro, corro na praia de manhã E quando eu balanço a rede é festa no maracanã. Rolo, rolo, rolo rápido e rasteiro E sou muito maltratada pelos pés de peladeiro. Pulo, pulo, pulo, vou com quem vier Joguei com Nilton Santos , com Garrincha e com Pelé. Salto, salto, salto com todo carinho. Joguei com Rivelino, com Tostão e Jairzinho. Rolo, rolo, rolo com satisfação. Hoje jogo com Romário, Ronaldinho e Luizão.-- Corro, corro, corro do começo ao fim . Depois que acaba o jogo, ninguém mais lembra de mim Guilherme Barbosa
  • 13. Mônica e Cebolinha - Puxa, Cebolinha! Ficou muito legal esse papel de parede que você colocou no seu quarto! - Mas só tá faltando uma coisa pra ficar perfeito! O Cebolinha falou: -O quê? A Mônica respondeu: - É você lembrar onde fica a porta! Guilherme Henrique Silva Barbosa 27/03/2014
  • 14. A bicicleta Ando, ando, ando de bicicleta pela cidade afora. Rodo, rodo, rodo pela rua afora. Pedalo, pedalo, pedalo até que enrolo. Corro, corro, corro atrás do caminhão. Corro,corro,corro vejo um latão Pulo, pulo, pulo tropeço no chão Levanto do chão topo com um pavão. FIM Pedro Prado
  • 15. O saci e onça O Saci amarrou o rabinho da onça na árvore de espinhos. A onça não achou bom, e fez uma como o saci, ele teve que comer um prato que detestava. Ela o fez comer quiabo com jiló e carne de jiboia. O saci passou mal e teve que tomar injeção. Pedro Prado
  • 16. Mônica e Cebolinha A Mônica estava correndo atrás do Cebolinha para dar uma coelhada nele. Cebolinha parou e falou assim: - Espera ai Mônica vamos resolver nossas diferenças de um jeito interessante! - Tudo bem! Como? - Que tal com um tabuleiro de xadrez? A Mônica pegou o tabuleiro de xadrez e saiu correndo atrás do Cebolinha. FIM Ramon
  • 17. Papel de parede Mônica e Cebolinha estavam no quarto do Cebolinha, quando Mônica notou algo diferente e falou: - Puxa Cebolinha! Ficou muito legal esse papel de parede que você colocou no seu quarto! - Mas só tá faltando uma coisa pra ficar perfeito! - O quê? - É você lembrar onde fica a porta! Ramon
  • 18. O policial O policial estava vigiando o trânsito. A menina queria passar na faixa de pedestre. O policial viu que a menina queria passar e mandou o caminhão parar, para ela passar. Depois que a menina passou o policial mandou o caminhão passar. Vitor 26/03/14
  • 19. A passarela Ricardo estava de carro com sua mãe, ele queria atravessar a rua, mas viu que estava passando muitos carros, quando Ricardo viu uma passarela falou: - Pare aqui vou atravessar na passarela! Desceu do carro atravessou a passarela e chegou do outro lado da rua em segurança. Antônio 26/03/14
  • 20. Joãozinho e seu cachorro Bili O menino estava passeando com seu cachorro, de repente o Bili viu um gato e quis pega-lo. O cachorro correu atrás do gato, o menino estava segurando a corda, não largou e foi junto. Raissa
  • 21. João e o peixe João foi pescar na beira do rio e pegou um peixe grandão, levou-o para casa, pois na panela para fritar. Ele comeu o peixe frito que estava uma delicia e resolveu pescar outro dia. Lucas 1/03/2014
  • 22. O palhaço maluco Era uma vez um palhaço muito maluco, ele tinha duas alfaces na cabeça e um nariz de pica pau. Ele fazia muitas brincadeiras engraçadas e parecia um espantalho fugindo dos urubus. Ele fazia suas palhaçadas e todos riam, tinha um jeito engraçado de brincar com as crianças. O palhaço era pintado de tinta vermelha e branca. Renan 31/03/2014
  • 23. O palhaço Pipoca O palhaço Pipoca Era um senhor esquisito, Engraçado e brincalhão. parecia um boneco pintado Com o cabelo cacheado e colorido. Quando ele entreva no palco Fazia muitas piadas engraçadas e andava de triciclo vermelho. Era engraçado com sua vestimenta, cara pintada e sorriso alegre. Quando saia do palco dava Cambalhota e fazia tchau. Lucas 31/03/14
  • 24. A Bela e a fera Um dia um comerciante pegou uma flor para sua filha Bela num jardim, o dono, a Fera ficou uma fera e o prendeu. Apareceu Bela a filha do comerciante e falou não machuque meu pai eu fico no lugar dele a Fera concordou. Bela ficou amiga da Fera, eles faziam varias coisas juntos, liam livros e brincavam no jardim. Certo dia ao chegar de uma viagem ao castelo, Bela encontrou a Fera muito mal. Bela gostava muito da fera e lhe deu um beijo, a Fera se transformou em um príncipe. Ele contou toda sua história para Bela, que uma bruxa o tinha transformado em uma fera e que estava apaixonado por ela. A Fera pediu Bela em casamento ela aceitou. Eles se casaram e viveram felizes para sempre. Luan 01/04/14
  • 25. João e Maria Era uma vez um menino chamado João e uma menina chamada Maria, que viviam no bosque com seu pai. Uma tarde, João e Maria foram cortar lenha no bosque, eles ficaram perdido e começaram a andar pelo bosque e pouco depois eles encontraram uma casa cheia de chocolate, com recheio de bolacha e caramelo. Em volta dela tinha pirulitos em forma de flores, sorvetes e guloseimas de todo tipo. João e Maria ficaram absolutamente maravilhados. A dona da casa ofereceu doces para as crianças, elas aceitaram e ficaram reféns da bruxa. Um dia a bruxa queria comer o João e ia levando ele para o forno, mas numa distração da bruxa João e Maria empurrou a bruxa para dentro do forno e fugiram de volta para casa de seu pai. Juntos com seu pai foram felizes para sempre. Débora 25/04/14
  • 26. Chapeuzinho Vermelho Um dia a mãe de Chapeuzinho pediu para ela levar bolinhos para a vovó. No caminho da floresta Chapeuzinho encontrou o lobo e ficou conversando com ele . Ele aproveitou e perguntou onde era a casa da vovó e falou para ela colher flores para a vovó. Enquanto Chapeuzinho colhia flores, o lobo pegou um atalho e chegou à casa da vovó, entrou e comeu a vovó. Chapeuzinho estava chegando, o lobo disfarçou de vovó para enganá-la. Chapeuzinho estava desconfiando que não fosse à vovó, o lobo percebeu e pulou da cama para pega-la, Chapeuzinho saiu correndo, um caçador que estava ali por perto a socorreu e atirou no lobo. Depois de passar o susto, a vovó chamou o caçador para comer bolinhos com ela e Chapeuzinho Vermelho. FIM Pedro Prado23/04/2014
  • 27. Chapeuzinho Vermelho Era uma vez uma menina chamada chapeuzinho vermelho, ela estava brincando quando sua mãe a chamou e mandou ela levar doces para sua vovozinha. No caminho ela encontrou o lobo que falou: - Leve flor também sua vovozinha vai adorar! Chapeuzinho achou a ideia boa, enquanto estava apanhando flores o lobo chegou à casa da vovozinha e engoliu a vovozinha. Chapeuzinho chegou lá na casa da vovozinha e o lobo falou para ela: -Entre minha netinha estava te esperando! -Que olhos grandes você tem? Disse Chapeuzinho. -E para te ver melhor!!! Falou o lobo. -Que boca grande você tem? -E pra te comer!!! Pulou da cama para pegar Chapeuzinho. Chapeuzinho saiu correndo e encontrou o caçador. O caçador matou o lobo, abriu sua barriga e tirou a vovozinha de dentro de sua barriga. Nunca mais apareceu lobo por aqueles lados e eles viveram felizes para sempre. FIM Ramon Pereira Duarte 15/04/2014