SlideShare uma empresa Scribd logo
1° Trimestre de 2016
Texto Áureo
• 2 Timóteo Cap 3.1
• 1 Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos
penosos;
Introdução
Em relação à volta do Senhor Jesus, a única unanimidade que há entre os teólogos é que ela
acontecerá.
Nos demais aspectos, são várias correntes defendidas. Cada um com sua teoria e opinião.
É praticamente impossível definir como será a volta do Senhor e os demais acontecimentos dos
últimos dias. São os mistérios do Senhor!
Principais correntes defendidas pelos teólogos.
Os assuntos são:
I - A SEGUNDA VINDA DE CRISTO
II- O ARREBATAMENTO DA IGREJA
III- A TRIBULAÇÃO
IV- O MILÊNIO
V- OS JUÍZOS FUTUROS
VI- AS RESSURREIÇÕES
I- O ESTUDO DA ESCATOLOGIA
• 1. definição- εσχατολογια
• Escatologia (do grego antigo - eschatos-
εσχατος, "último", mais o sufixo - logia-
λογια, Palavra, estudo) é uma parte da
teologia e filosofia que trata dos últimos
eventos na hitória do mundo e do destino
final do gênero, comumente denominado
como fim do mundo
• 1° Os discípulos se preocuparam.
Mt 24. 3 E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em
particular, dizendo: Declara-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do
fim do mundo.
2° As previsões falsas sobre o futuro.
1° A galinha profeta de Leeds, 1806
2° A previsão adventista de William Miller, 23 de abril de 1843
3° O retorno de Jesus em 1891 profetizado por Joseph Smith
4° O cometa Halley, 1910- Em 1881, um astrônomo descobriu que a cauda de cometas têm um
gás mortal, chamado de cianogênio. tão tóxico quanto o cianeto, que é semelhante a ele. A descoberta não recebeu
muita atenção, até que alguém notou que a Terra passaria próxima à cauda do cometa Halley em 1910.
II- A preocupação com os fins dos tempos
• 5° A seita Heaven’s Quando o cometa Hale-Bopp apareceu em 1997,
surgiram também rumores que uma nave alienígena está seguindo o
cometa. Além disso, as pessoas afirmavam que a nave estava sendo
escondida pela Nasa e pela comunidade de astrônomos. O que podia ser
facilmente refutado por qualquer pessoa com um telescópio. Apesar da
negação da existência de tal nave, os rumores foram divulgados
amplamente, e inspiraram a criação de uma seita chamada “Heaven’s
Gate” (“Portais do Céu”, em tradução livre), que acreditava que o mundo
acabaria logo. Infelizmente, no dia 26 de março de 1997, o mundo
acabou para 39 membros do culto, que foram levados a um rancho no
meio do deserto e cometeram suicídio por acreditar que suas almas
seriam levadas pelos alienígenas
Pastor Americano Harold Camping 1994?...
7° As previsões de Nostradamus para 1999
III- Falsos profetas
• É impossível fazer previsões acerca da volta de JESUS, o que podemos
É apenas olhar para os sinais dos tempos...
Mateus 24:4-8
E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a
muitos.
E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis,
porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá
fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
Charles Taze Russell
Esse homem profetizou que a Batalha do Armagedon
aconteceria em 1914, e que nesse mesmo ano
ocorreria a volta de Jesus, depois de um período de
tribulação. A tribulação deve ter vindo, pois estourou
a Primeira Guerra Mundial nesse ano. Como Jesus
não voltou, Russel refez seus cálculos e estabeleceu o
ano seguinte para tal acontecimento, e depois para
1918. Porém ele morreu antes, em 1916, pondo fim à
sua insistente marcação de datas para a volta de
Jesus.
III- Intepretações Escatolólicas
4° Pontos de vista
• O poeta John Godfrey Saxe conta uma história muito interessante sobre pontos de
vista.
• Seis homens cegos desde o nascimento foram conhecer o que era um elafante. O
primeiro se aproximou do animal tocando a anca deste e disse:
• – O elefante é muito parecido com um paredão.
• O segundo chegou perto e a primeira parte que sentiu foi o dente do elefante. Logo
ele questionou a definição do primeiro, dizendo:
• – Paredão? O elefante parece uma lança!
• O terceiro pegou na tromba e criticou os dois:
• – O elefante parece uma cobra!
• O quarto tocou o joelho do animal e proclamou:
• Vocês todos estão muito errados! O elefante é como uma árvore!
• – O quinto se aproximou tocando a orelha. Achou, é claro, que todos os seus amigos
estavam incrivelmente equivocados:
• – O elefante é como um abanador!
• O sexto e último homem apalpou a cauda: – Qualquer um pode sentir que o elefante
é exatamente como uma corda!
Quem está certo?
III- Intepretações Escatológicas
4° Pontos de vista
• 1° Ponto de vista PRETERISTA
• 2° Ponto de vista HISTOTICISTA
• 3° Ponto de vista FUTURISTA
“DISPENSACIONALISTA”
• 4° Ponto de vista IDEALISTA
III- Intepretações Escatológicas
Ponto de vista DISPENSACIONALISTA CLÁSSICO
Foi, ao que parece, articulado pela 1° vez pelo Clérico anglicano irlandês John Nelson Darby, Inglaterra Séc XIX
III- Intepretações Escatolólicas
• Ponto de vista DISPENSACIONALISTA PROGRESSIVO.
• A ideia abrangente que contem esta interpretação é sua aderência a
hermenêutica do “já/ ainda não”, foi popularizado por Oscar
Cullmann teólogo suíço de uma geração passada vê a 1° e a 2° vinda
de Cristo pela lente de tenção da escatologia, A 1° vinda testemunha
a inauguração do reino de Deus, ao passo que a segunda resultará em
sua realização completa.
III- Intepretações Escatológicas
III- Intepretações Escatológicas

Mais conteúdo relacionado

Destaque

ไขมัน คืออะไร
ไขมัน คืออะไรไขมัน คืออะไร
ไขมัน คืออะไรBoom Rattamanee Boom
 
Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016
Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016
Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016Gena Feldmann
 
Now Sing One Pager
Now Sing One PagerNow Sing One Pager
Now Sing One PagerGiles Harris
 
Harrison Hayes Animal Health Case Studies
Harrison Hayes Animal Health Case StudiesHarrison Hayes Animal Health Case Studies
Harrison Hayes Animal Health Case StudiesBrand Acumen
 
Beer Nomenclature Archetypes - Product Work Sample
Beer Nomenclature Archetypes - Product Work SampleBeer Nomenclature Archetypes - Product Work Sample
Beer Nomenclature Archetypes - Product Work SampleBrand Acumen
 
"La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu...
"La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu..."La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu...
"La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu...Agencia Andaluza del Conocimiento
 
Why True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern Brand
Why True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern BrandWhy True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern Brand
Why True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern BrandSarah Kennedy Ellis
 
Research Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - Final
Research Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - FinalResearch Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - Final
Research Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - FinalYahya A. A. Abdulqader
 
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráEsteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráAilton da Silva
 
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseLição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseAilton da Silva
 
Spring (FY17) POS Order
Spring (FY17) POS OrderSpring (FY17) POS Order
Spring (FY17) POS OrderGena Feldmann
 
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25   Cuidado com as pequenas coisasLição 25   Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisasWander Sousa
 

Destaque (16)

ไขมัน คืออะไร
ไขมัน คืออะไรไขมัน คืออะไร
ไขมัน คืออะไร
 
Pm final01
Pm final01Pm final01
Pm final01
 
Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016
Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016
Consumer Offers: CBRANDS Dec 2016
 
Now Sing One Pager
Now Sing One PagerNow Sing One Pager
Now Sing One Pager
 
Harrison Hayes Animal Health Case Studies
Harrison Hayes Animal Health Case StudiesHarrison Hayes Animal Health Case Studies
Harrison Hayes Animal Health Case Studies
 
Beer Nomenclature Archetypes - Product Work Sample
Beer Nomenclature Archetypes - Product Work SampleBeer Nomenclature Archetypes - Product Work Sample
Beer Nomenclature Archetypes - Product Work Sample
 
"La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu...
"La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu..."La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu...
"La preparación de propuestas en Horizonte 2020", por Marta Conde y José Manu...
 
Dorner 2200 iDrive
Dorner 2200 iDriveDorner 2200 iDrive
Dorner 2200 iDrive
 
Why True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern Brand
Why True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern BrandWhy True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern Brand
Why True Hospitality Matters: Mega-trends on Loyalty & the Modern Brand
 
Research Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - Final
Research Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - FinalResearch Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - Final
Research Paper - Evaluation of Loyalty Programs in Hotel Industry - Final
 
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráEsteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
 
LIÇÃO 02 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DA SALVAÇÃO EM CRISTO
LIÇÃO 02 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DA SALVAÇÃO EM CRISTOLIÇÃO 02 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DA SALVAÇÃO EM CRISTO
LIÇÃO 02 - A NECESSIDADE UNIVERSAL DA SALVAÇÃO EM CRISTO
 
Umbrella branding
Umbrella brandingUmbrella branding
Umbrella branding
 
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de criseLição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
Lição 1 - A sobrevivência em tempos de crise
 
Spring (FY17) POS Order
Spring (FY17) POS OrderSpring (FY17) POS Order
Spring (FY17) POS Order
 
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25   Cuidado com as pequenas coisasLição 25   Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
 

Semelhante a Apocalipse

Datacoes paleontologiaepesquisa
Datacoes paleontologiaepesquisaDatacoes paleontologiaepesquisa
Datacoes paleontologiaepesquisaPetroleoecologia
 
O despertamento religioso do século dezenove
O despertamento religioso do século dezenoveO despertamento religioso do século dezenove
O despertamento religioso do século dezenoveDiego Fortunatto
 
Radiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodrigues
Radiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodriguesRadiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodrigues
Radiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodriguesAdriano Silva
 
Grandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdf
Grandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdfGrandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdf
Grandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdfELIAS OMEGA
 
Carl sagan o cérebro de broca
Carl sagan   o cérebro de brocaCarl sagan   o cérebro de broca
Carl sagan o cérebro de brocaAriovaldo Cunha
 
A Bíblia e os Fatos Científicos
A Bíblia e os Fatos CientíficosA Bíblia e os Fatos Científicos
A Bíblia e os Fatos CientíficosIvan Vargas
 
Expressão lição-05 2016 2ºtrimestre
Expressão   lição-05 2016 2ºtrimestreExpressão   lição-05 2016 2ºtrimestre
Expressão lição-05 2016 2ºtrimestreJoel Silva
 
Fixismo/ Catastrofismo Texto 1
Fixismo/ Catastrofismo Texto 1Fixismo/ Catastrofismo Texto 1
Fixismo/ Catastrofismo Texto 1carinamcardoso
 
Ficha de leitura: A volta ao mundo em 80 dias
Ficha de leitura: A volta ao mundo em 80 diasFicha de leitura: A volta ao mundo em 80 dias
Ficha de leitura: A volta ao mundo em 80 diasDilson Gomes
 
História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7
História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7
História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7Instituto Iprodesc
 
Charles berlitz atântida o oitavo continente
Charles berlitz   atântida o oitavo continenteCharles berlitz   atântida o oitavo continente
Charles berlitz atântida o oitavo continenteAriovaldo Cunha
 
A história secreta da raça humana
A história secreta da raça humanaA história secreta da raça humana
A história secreta da raça humanaAnderson Santana
 
Esde leitura proximo encontro
Esde leitura proximo encontroEsde leitura proximo encontro
Esde leitura proximo encontroEric Arieiv
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioViva a Igreja
 
02.01 fenominos parte 2_mesas girantes
02.01 fenominos parte 2_mesas girantes02.01 fenominos parte 2_mesas girantes
02.01 fenominos parte 2_mesas girantesDenise Aguiar
 

Semelhante a Apocalipse (20)

Datacoes paleontologiaepesquisa
Datacoes paleontologiaepesquisaDatacoes paleontologiaepesquisa
Datacoes paleontologiaepesquisa
 
O despertamento religioso do século dezenove
O despertamento religioso do século dezenoveO despertamento religioso do século dezenove
O despertamento religioso do século dezenove
 
Bíblia verdade ou ficção resenha
Bíblia verdade ou ficção resenhaBíblia verdade ou ficção resenha
Bíblia verdade ou ficção resenha
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
Radiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodrigues
Radiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodriguesRadiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodrigues
Radiestesia+pratica+ilustrada antonio+rodrigues
 
Grandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdf
Grandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdfGrandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdf
Grandes_Mistérios_da_História_A_teoria_da_conspiração_e_os_segredos.pdf
 
Carl sagan o cérebro de broca
Carl sagan   o cérebro de brocaCarl sagan   o cérebro de broca
Carl sagan o cérebro de broca
 
A Bíblia e os Fatos Científicos
A Bíblia e os Fatos CientíficosA Bíblia e os Fatos Científicos
A Bíblia e os Fatos Científicos
 
Expressão lição-05 2016 2ºtrimestre
Expressão   lição-05 2016 2ºtrimestreExpressão   lição-05 2016 2ºtrimestre
Expressão lição-05 2016 2ºtrimestre
 
Anagrama de Galileu
Anagrama de GalileuAnagrama de Galileu
Anagrama de Galileu
 
Fixismo/ Catastrofismo Texto 1
Fixismo/ Catastrofismo Texto 1Fixismo/ Catastrofismo Texto 1
Fixismo/ Catastrofismo Texto 1
 
História da iasd
História da iasdHistória da iasd
História da iasd
 
Ficha de leitura: A volta ao mundo em 80 dias
Ficha de leitura: A volta ao mundo em 80 diasFicha de leitura: A volta ao mundo em 80 dias
Ficha de leitura: A volta ao mundo em 80 dias
 
História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7
História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7
História da Astronomia - Copérnico e Tycho Brahe - Parte 4 de 7
 
Charles berlitz atântida o oitavo continente
Charles berlitz   atântida o oitavo continenteCharles berlitz   atântida o oitavo continente
Charles berlitz atântida o oitavo continente
 
A história secreta da raça humana
A história secreta da raça humanaA história secreta da raça humana
A história secreta da raça humana
 
Esde leitura proximo encontro
Esde leitura proximo encontroEsde leitura proximo encontro
Esde leitura proximo encontro
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
 
Lição 4 - Esteja alerta e vigilante - Jesus voltará
Lição 4 - Esteja alerta e vigilante - Jesus voltaráLição 4 - Esteja alerta e vigilante - Jesus voltará
Lição 4 - Esteja alerta e vigilante - Jesus voltará
 
02.01 fenominos parte 2_mesas girantes
02.01 fenominos parte 2_mesas girantes02.01 fenominos parte 2_mesas girantes
02.01 fenominos parte 2_mesas girantes
 

Mais de Cleverton Epormucena (11)

Deveres civis, morais e espirituais
Deveres civis, morais e espirituaisDeveres civis, morais e espirituais
Deveres civis, morais e espirituais
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Sinais que antecedem
Sinais que antecedemSinais que antecedem
Sinais que antecedem
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
Por onde passa o trabalho na prática terapêutica
Por onde passa o trabalho na prática terapêuticaPor onde passa o trabalho na prática terapêutica
Por onde passa o trabalho na prática terapêutica
 
Apresentação livro das famílias
Apresentação livro das famíliasApresentação livro das famílias
Apresentação livro das famílias
 
Oração e cura fat ou fantasia
Oração e cura fat ou fantasiaOração e cura fat ou fantasia
Oração e cura fat ou fantasia
 
Violencia psicológica
Violencia psicológicaViolencia psicológica
Violencia psicológica
 
Doença mental
Doença mentalDoença mental
Doença mental
 

Último

Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfFrancisco Baptista
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]ESCRIBA DE CRISTO
 
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.pptNuno724230
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2emprego2
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...edsonjsmarques
 

Último (10)

Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdfEVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
EVOLUÇAO EM DOIS MUNDOS FRANCISCO (1).pdf
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
JUIZO FINAL [ DOUTRINA DA ESCATOLOGIA E FIM DOS TEMPOS]
 
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
1- Chuvas de Graça - Hino da Harpa Cristã.ppt
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
Letra A reforma versão - atos 2 letra a reforma atos 2
 
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
João Calvino e o Cânticos dos Salmos: uma introdução ao pensamento de Calvino...
 

Apocalipse

  • 2.
  • 3. Texto Áureo • 2 Timóteo Cap 3.1 • 1 Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos;
  • 4. Introdução Em relação à volta do Senhor Jesus, a única unanimidade que há entre os teólogos é que ela acontecerá. Nos demais aspectos, são várias correntes defendidas. Cada um com sua teoria e opinião. É praticamente impossível definir como será a volta do Senhor e os demais acontecimentos dos últimos dias. São os mistérios do Senhor! Principais correntes defendidas pelos teólogos. Os assuntos são: I - A SEGUNDA VINDA DE CRISTO II- O ARREBATAMENTO DA IGREJA III- A TRIBULAÇÃO IV- O MILÊNIO V- OS JUÍZOS FUTUROS VI- AS RESSURREIÇÕES
  • 5. I- O ESTUDO DA ESCATOLOGIA • 1. definição- εσχατολογια • Escatologia (do grego antigo - eschatos- εσχατος, "último", mais o sufixo - logia- λογια, Palavra, estudo) é uma parte da teologia e filosofia que trata dos últimos eventos na hitória do mundo e do destino final do gênero, comumente denominado como fim do mundo
  • 6. • 1° Os discípulos se preocuparam. Mt 24. 3 E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Declara-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo. 2° As previsões falsas sobre o futuro. 1° A galinha profeta de Leeds, 1806 2° A previsão adventista de William Miller, 23 de abril de 1843 3° O retorno de Jesus em 1891 profetizado por Joseph Smith 4° O cometa Halley, 1910- Em 1881, um astrônomo descobriu que a cauda de cometas têm um gás mortal, chamado de cianogênio. tão tóxico quanto o cianeto, que é semelhante a ele. A descoberta não recebeu muita atenção, até que alguém notou que a Terra passaria próxima à cauda do cometa Halley em 1910. II- A preocupação com os fins dos tempos
  • 7. • 5° A seita Heaven’s Quando o cometa Hale-Bopp apareceu em 1997, surgiram também rumores que uma nave alienígena está seguindo o cometa. Além disso, as pessoas afirmavam que a nave estava sendo escondida pela Nasa e pela comunidade de astrônomos. O que podia ser facilmente refutado por qualquer pessoa com um telescópio. Apesar da negação da existência de tal nave, os rumores foram divulgados amplamente, e inspiraram a criação de uma seita chamada “Heaven’s Gate” (“Portais do Céu”, em tradução livre), que acreditava que o mundo acabaria logo. Infelizmente, no dia 26 de março de 1997, o mundo acabou para 39 membros do culto, que foram levados a um rancho no meio do deserto e cometeram suicídio por acreditar que suas almas seriam levadas pelos alienígenas Pastor Americano Harold Camping 1994?... 7° As previsões de Nostradamus para 1999
  • 8. III- Falsos profetas • É impossível fazer previsões acerca da volta de JESUS, o que podemos É apenas olhar para os sinais dos tempos... Mateus 24:4-8 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
  • 9. Charles Taze Russell Esse homem profetizou que a Batalha do Armagedon aconteceria em 1914, e que nesse mesmo ano ocorreria a volta de Jesus, depois de um período de tribulação. A tribulação deve ter vindo, pois estourou a Primeira Guerra Mundial nesse ano. Como Jesus não voltou, Russel refez seus cálculos e estabeleceu o ano seguinte para tal acontecimento, e depois para 1918. Porém ele morreu antes, em 1916, pondo fim à sua insistente marcação de datas para a volta de Jesus.
  • 10. III- Intepretações Escatolólicas 4° Pontos de vista • O poeta John Godfrey Saxe conta uma história muito interessante sobre pontos de vista. • Seis homens cegos desde o nascimento foram conhecer o que era um elafante. O primeiro se aproximou do animal tocando a anca deste e disse: • – O elefante é muito parecido com um paredão. • O segundo chegou perto e a primeira parte que sentiu foi o dente do elefante. Logo ele questionou a definição do primeiro, dizendo: • – Paredão? O elefante parece uma lança! • O terceiro pegou na tromba e criticou os dois: • – O elefante parece uma cobra! • O quarto tocou o joelho do animal e proclamou: • Vocês todos estão muito errados! O elefante é como uma árvore! • – O quinto se aproximou tocando a orelha. Achou, é claro, que todos os seus amigos estavam incrivelmente equivocados: • – O elefante é como um abanador! • O sexto e último homem apalpou a cauda: – Qualquer um pode sentir que o elefante é exatamente como uma corda! Quem está certo?
  • 11. III- Intepretações Escatológicas 4° Pontos de vista • 1° Ponto de vista PRETERISTA • 2° Ponto de vista HISTOTICISTA • 3° Ponto de vista FUTURISTA “DISPENSACIONALISTA” • 4° Ponto de vista IDEALISTA
  • 12. III- Intepretações Escatológicas Ponto de vista DISPENSACIONALISTA CLÁSSICO Foi, ao que parece, articulado pela 1° vez pelo Clérico anglicano irlandês John Nelson Darby, Inglaterra Séc XIX
  • 13. III- Intepretações Escatolólicas • Ponto de vista DISPENSACIONALISTA PROGRESSIVO. • A ideia abrangente que contem esta interpretação é sua aderência a hermenêutica do “já/ ainda não”, foi popularizado por Oscar Cullmann teólogo suíço de uma geração passada vê a 1° e a 2° vinda de Cristo pela lente de tenção da escatologia, A 1° vinda testemunha a inauguração do reino de Deus, ao passo que a segunda resultará em sua realização completa.