SlideShare uma empresa Scribd logo
MIRIAPODOS
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Subfilo MANDIBULATA:
• É a maior subdivisão dos artrópodes;
• Inclui as Classes:
    CRUSTACEA:(camarão, etc.),
    INSECTA: (gafanhoto, etc.),
    CHILOPODA: (centopéia, etc.),
    DIPLOPODA: (embuá, etc.),
    PAUROPODA: (pauropodas) e
    SYMPHYLA: (sinfilos).
Classe CHILOPODA: centopéias ou lacraias.




1- Estrutura da Centopéia:

•Centopéias são delgadas, segmentadas e achatada dorsoventralmente;
•Cabeça c/ 1 par de antenas longas (+12 art.);
•Um par de mandíbulas; Dois pares maxilas;
•Corpo composto de 15 a 181 segmentos;
•Primeiro segmento contém um par de garras c/ 4 artículos (forcípula);
•Forcípula é a estrutura inoculadora de veneno;
•Outros segmentos com 1 par de pernas p/ seg., exceto nos dois
 últimos segmentos;
1- Estrutura da Centopéia (continuação):


•Trato digestório c/ glândulas salivares e dois túbulos de malpighi p/
excreção;
•Coração ao longo do corpo c/ 1 par de ostíolo e artérias laterais p/
segmento;
•Respiração Traqueal;
•Sexos separados, abertura genital ventral próximo a extremidade posterior.
2- Hábitos da Centopéia:

• Centopéias são ativas durante a noite;
• São predadoras;
• A presa é morta pelo veneno e é mastigada pelas mandíbulas;
• Algumas põe ovos, outras são vivíparas.
3- Classificação:

Filo Arthropoda
Subfilo Mandibulata
Classe CHILOPODA
Ordens:
  SCUTIGEROMORPHA:15 p/ pernas longas; estígmas medianodorsais;
  LITHOBIOMORPHA: 15 p/ pernas curtas; estigmas laterais;
  SCOLOPENDROMORPHA: 21 a 23 p/ pernas;
  GEOPHILOMORPHA: 31 a 181 p/ pernas; corpo fino;
Algumas Centopéias ou lacraias.




 Classe Chilopoda
 Ordem 1: SCOLOPENDROMORPHA
 Diagnose: antena com 17 ou mais segmentos; 21 a 23
 pares de pernas.
Classe Chilopoda
Ordem 2: LITHOBIOMORPHA
Diagnose: antenas e pernas curtas; 15
pares de pernas.
Classe Chilopoda
Ordem 4: SCUTIGEROMORPHA

Diagnose: antenas e pernas longas; 15
pares de pernas.
Classe Chilopoda
Ordem 3: GEOPHILOMORPHA

Diagnose: antenas com 14 segmentos; 29 ou
mais pares de pernas.
SCUTIGEROMORPHA

                                      LITHOBIOMORPHA
SCOLOPENDROMORPHA
Classe DIPLOPODA: embuá ou piolho-de-cobra.




             1.Características:
                Corpo geralmente cilíndrico;
                Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome;
                Dois pares de pernas por segmento;
                Um par de antenas;
2.Morfologia de Embuá ou Piolho de Cobra:
3.Habitat:


  Vivem em lugares úmidos;
  Alimentação é de folhas, detritos, etc.;
  Produzem secreção para defesa contra inimigos;
4.Classificação:


Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Diplopoda
Ordens (apenas algumas):
  JULIDA: 3º segmento sem pernas.
  SPIROBOLIDA: 5º segmento com um par de pernas.
  POLYDESMIDA: corpo com 18 a 22 segmentos; olhos ausentes.
  PLATYDESMIDA: tergito com sulco mediano.
Diplopodas
CHAVE PARA AS CLASSES DE MIRIÁPODOS
1    Pernas igualmente espaçadas no corpo, usualmente um par
     por segmento..................................................................................................2
1’   Pernas dispostas em pares duplos, a maioria dos segmentos
     com dois pares...............................................................................DIPLOPODA
2    Ductos genitais abrindo-se perto da porção anterior do
     corpo; corpo geralmente cilíndrico; formas pequenas
     com 9 a 12 pares de pernas...........................................................................3
2’   Ductos genitais abrindo-se perto da porção posterior
     do corpo; corpo achatado, geralmente não muito
     pequeno e com 15 ou mais pares de pernas...............................CHILOPODA
3    Antenas ramificadas; 9 pares de
     pernas...........................................................................................PAUROPODA
3’   Antenas não ramificadas; 10 a 12 pares de
      pernas.............................................................................................SYMPHYLA
CHAVE DICOTÔMICA PARA IDENTIFICAÇÃO DAS ORDENS DE CHILOPODA
1    Adultos com 15 pares de pernas; jovens
     recém-saido do ovo com 7 pares ................................................................................2
1’   Adultos e jovens recém-saido do ovo com 21 ou
     mais pares de pernas.................................................................................................3
2    Estigmas ímpares, em número de 7, localizados na
     linha mediana dorsal, perto da margem posterior dos
     tergitos; antenas longas e com muitos segmentos;
      pernas longas; olhos compostos.....................................................Scutigeromórpha
2’    Estigmas pares e localizados lateralmente;
      antenas e pernas relativamente curtos; olhos não
      compostos, mas constando de ocelos únicos, ou
      grupos de ocelos ou ausentes......................................................... Lithòbiomórpha
3     Antenas com 17 ou mais segmentos; 21 a 23 pares
      de pernas; usualmente 4 ou mais ocelos de cada
      lado...........................................................................................Scolopéndromorpha
3’    Antenas com 14 segmentos; 29 ou mais pares de
      pernas, ocelos ausentes..................................................................Geophilomórpha
CHAVE DICOTÔMICA PARA IDENTIFICAÇÃO DAS ORDENS DE DIPLOPODA


1- Adultos com 13 pares de pernas; tegumento mole; pêlos
    do corpo formando longos tufos laterais; 2 a 4 mm de
    comprimento.................................................................................................Polyxénida
1’- Adultos com 28 ou mais pares de pernas; tegumento
    fortemente resistente; pêlos do corpo não formando
    longos tufos; diplopodos maiores................................................................................2
2- Corpo com 14 a 16 segmentos e com 11 a 13 tergitos,
     gonópodos do macho, na extremidade caudal do corpo,
     modificados dos dois últimos pares de pernas.............................................Glomérida
2’ Corpo com 19 ou mais degmentos; gonópodos do macho
     modificados das patas do sétimo segmento...............................................................3
3 - Corpo mais ou menos achatados, ou com carenas laterais;
     o número do segmento do corpo é variável...............................................................4
3’ Corpo cilíndrico ou quase cilíndrico, sem carenas
      laterais e contendo 26 ou mais segmentos...................................................................6
4 Corpo com 18 a 22 segmentos; olhos ausentes; cabeça e
      peças bucais de tamanho normal.............................................................Polydésmida
4’    Corpo com 30 a 60 (raramente 20, 26 ou 28) segmentos; olhos
      usualmente presentes; cabeça pequena, as mandíbulas
      usualmente muito reduzidas.....................................................................................5
5     Tergitos com um sulco mediano, gnatoquilário com a maior
      parte das partes típicas...........................................................................Platydésmida
5’    Tergitos sem sulco mediano; gnatoquilário consistindo
       numa placa única, ou várias placas indistintamente definidas...................Palyzoniida
6     Segmento terminal do corpo com 1 a 3 pares de papilas
      com cerdas; colo não cobrindo a cabeça;
     esternitos não fundidos com pleurotergitos............................................Chordeùmida
6’   Segmento terminal do corpo sem papilas; colo grande, em
     forma de capuz, usualmente cobrindo a cabeça; esternitos
     geralmente fundidos com pleurotergitos....................................................................7
7     Estípites do gnatoquilário amplamente contíguos ao longo
     da linha mediana atrás das lâminas linguais; terceiro
     segmento sem pernas............................................................................................Jùlida
7’    Estípites do gnatoquilário não contíguos, mas largamente
      separados pelo mento e lâminas linguais; terceiro segmento
      com pernas...................................................................................................................8
8     Quinto segmento com dois pares de pernas; terceiro segmento
      aberto ventralmente, o quarto segmento e os seguintes fechados................................9
8’    Quinto segmento com um par de pernas; terceiro
      segmento fechado ventralmente..................................................................Spirobólida
9      Lâminas linguais completamente separadas pelo mento;
      pares de gonópodos anteriores e posteriores presentes e
      funcionais, o par posterior usualmente com longos flagelos.........................Cambálida
9’    Lâminas linguais usualmente não separadas pelo mento;
      par posterior dos gonópodos rudimentar
      ou ausente, o par anterior aperfeiçoado.................................................Spirostréptida
OBRIGADO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Insetos
InsetosInsetos
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
profatatiana
 
Catálogo classe insecta
Catálogo classe insectaCatálogo classe insecta
Catálogo classe insecta
UNIVAG
 
Aves e mamíferos
Aves e mamíferosAves e mamíferos
Moluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeosMoluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeos
Marcos Santos
 
Chelicerata
ChelicerataChelicerata
Chelicerata
Rafael Rodrigues
 
Anelídeos
AnelídeosAnelídeos
Anelídeos
Carolina Suisso
 
Filo Annelida
Filo AnnelidaFilo Annelida
Filo Annelida
Diego Yamazaki Bolano
 
Quilópodes e Diplópodes
Quilópodes e DiplópodesQuilópodes e Diplópodes
Quilópodes e Diplópodes
Marcos Guilherme
 
Agnatha atuais e Chondrichthyes
Agnatha atuais e ChondrichthyesAgnatha atuais e Chondrichthyes
Agnatha atuais e Chondrichthyes
Guellity Marcel
 
Mammalia
MammaliaMammalia
Mammalia
carlinhosmatos
 
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos ArtrópodesAnatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Killer Max
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
Bio
 
Filo dos moluscos 7º ano
Filo dos moluscos   7º anoFilo dos moluscos   7º ano
Filo dos moluscos 7º ano
jrz758
 
Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)
Melissa Neiva
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
profatatiana
 
Chelicerata seminário
Chelicerata   seminárioChelicerata   seminário
Chelicerata seminário
Maurício Coelho
 
Aves
AvesAves
Aves
kittymust
 
Classe insecta
Classe insectaClasse insecta
Classe insecta
paulogrillo
 
Subfilo Miriápodes
Subfilo Miriápodes Subfilo Miriápodes
Subfilo Miriápodes
MarianeSGS
 

Mais procurados (20)

Insetos
InsetosInsetos
Insetos
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
 
Catálogo classe insecta
Catálogo classe insectaCatálogo classe insecta
Catálogo classe insecta
 
Aves e mamíferos
Aves e mamíferosAves e mamíferos
Aves e mamíferos
 
Moluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeosMoluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeos
 
Chelicerata
ChelicerataChelicerata
Chelicerata
 
Anelídeos
AnelídeosAnelídeos
Anelídeos
 
Filo Annelida
Filo AnnelidaFilo Annelida
Filo Annelida
 
Quilópodes e Diplópodes
Quilópodes e DiplópodesQuilópodes e Diplópodes
Quilópodes e Diplópodes
 
Agnatha atuais e Chondrichthyes
Agnatha atuais e ChondrichthyesAgnatha atuais e Chondrichthyes
Agnatha atuais e Chondrichthyes
 
Mammalia
MammaliaMammalia
Mammalia
 
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos ArtrópodesAnatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
 
Filo dos moluscos 7º ano
Filo dos moluscos   7º anoFilo dos moluscos   7º ano
Filo dos moluscos 7º ano
 
Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)Aracnídeos (2)
Aracnídeos (2)
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
Chelicerata seminário
Chelicerata   seminárioChelicerata   seminário
Chelicerata seminário
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Classe insecta
Classe insectaClasse insecta
Classe insecta
 
Subfilo Miriápodes
Subfilo Miriápodes Subfilo Miriápodes
Subfilo Miriápodes
 

Semelhante a Ap miriapodos

Classificação de seres vivos
Classificação de seres vivosClassificação de seres vivos
Classificação de seres vivos
Victor Martins
 
Ap artropoda geral
Ap artropoda geralAp artropoda geral
Ap artropoda geral
henriqueneto
 
Características dos Artrópodes
Características dos ArtrópodesCaracterísticas dos Artrópodes
Características dos Artrópodes
Monaliza Silva
 
Ap chelicerata
Ap chelicerataAp chelicerata
Ap chelicerata
henriqueneto
 
Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011
Raissa Araujo
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
TayssaAquila
 
Ap reptilia cobras e lagartos
Ap reptilia cobras e lagartosAp reptilia cobras e lagartos
Ap reptilia cobras e lagartos
henriqueneto
 
Ap filo chordata
Ap filo chordata Ap filo chordata
Ap filo chordata
henriqueneto
 
Animais_Ciencias1
Animais_Ciencias1Animais_Ciencias1
Animais_Ciencias1
caderno_de ciencias
 
Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017
colegiodesafio
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
tenenteleu123
 
Ap aves
Ap aves Ap aves
Ap aves
henriqueneto
 
1 caract. gerais dos cordados
1  caract. gerais dos cordados1  caract. gerais dos cordados
1 caract. gerais dos cordados
Elaine Gabriel
 
4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal
Marcus Magarinho
 
Moluscos, anelídeos e nematelmintos
Moluscos, anelídeos e nematelmintosMoluscos, anelídeos e nematelmintos
Moluscos, anelídeos e nematelmintos
supertrabalhos4
 
Arthropoda 2
Arthropoda 2Arthropoda 2
Arthropoda 2
Fabio Santos Nery
 
Introdução ao filo Artropoda e subfilo Chelicerata
Introdução ao filo Artropoda e subfilo ChelicerataIntrodução ao filo Artropoda e subfilo Chelicerata
Introdução ao filo Artropoda e subfilo Chelicerata
Filipe Augusto Gonçalves de Melo
 
Artrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermosArtrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermos
jrz758
 
Artrópodes.ppt
Artrópodes.pptArtrópodes.ppt
Artrópodes.ppt
Raquel Souza
 
Revisão ambiente terrestre - gabarito
Revisão ambiente terrestre - gabaritoRevisão ambiente terrestre - gabarito
Revisão ambiente terrestre - gabarito
Alpha Colégio e Vestibulares
 

Semelhante a Ap miriapodos (20)

Classificação de seres vivos
Classificação de seres vivosClassificação de seres vivos
Classificação de seres vivos
 
Ap artropoda geral
Ap artropoda geralAp artropoda geral
Ap artropoda geral
 
Características dos Artrópodes
Características dos ArtrópodesCaracterísticas dos Artrópodes
Características dos Artrópodes
 
Ap chelicerata
Ap chelicerataAp chelicerata
Ap chelicerata
 
Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011Protocordados vertebrados16082011
Protocordados vertebrados16082011
 
Filo chordata
Filo chordataFilo chordata
Filo chordata
 
Ap reptilia cobras e lagartos
Ap reptilia cobras e lagartosAp reptilia cobras e lagartos
Ap reptilia cobras e lagartos
 
Ap filo chordata
Ap filo chordata Ap filo chordata
Ap filo chordata
 
Animais_Ciencias1
Animais_Ciencias1Animais_Ciencias1
Animais_Ciencias1
 
Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017Aula de-artropodes 2017
Aula de-artropodes 2017
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Ap aves
Ap aves Ap aves
Ap aves
 
1 caract. gerais dos cordados
1  caract. gerais dos cordados1  caract. gerais dos cordados
1 caract. gerais dos cordados
 
4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal4 - morfologia e fisiologia animal
4 - morfologia e fisiologia animal
 
Moluscos, anelídeos e nematelmintos
Moluscos, anelídeos e nematelmintosMoluscos, anelídeos e nematelmintos
Moluscos, anelídeos e nematelmintos
 
Arthropoda 2
Arthropoda 2Arthropoda 2
Arthropoda 2
 
Introdução ao filo Artropoda e subfilo Chelicerata
Introdução ao filo Artropoda e subfilo ChelicerataIntrodução ao filo Artropoda e subfilo Chelicerata
Introdução ao filo Artropoda e subfilo Chelicerata
 
Artrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermosArtrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermos
 
Artrópodes.ppt
Artrópodes.pptArtrópodes.ppt
Artrópodes.ppt
 
Revisão ambiente terrestre - gabarito
Revisão ambiente terrestre - gabaritoRevisão ambiente terrestre - gabarito
Revisão ambiente terrestre - gabarito
 

Mais de henriqueneto

Ap anelideos
Ap anelideosAp anelideos
Ap anelideos
henriqueneto
 
Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec
Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec
Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec
henriqueneto
 
Ap Mamiferos
Ap MamiferosAp Mamiferos
Ap Mamiferos
henriqueneto
 
Ap reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacaresAp reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacares
henriqueneto
 
Ap amphibia
Ap amphibiaAp amphibia
Ap amphibia
henriqueneto
 
Ap osteichthyes ii
Ap osteichthyes iiAp osteichthyes ii
Ap osteichthyes ii
henriqueneto
 
Ap osteichthyes
Ap osteichthyesAp osteichthyes
Ap osteichthyes
henriqueneto
 
Ap chondrichthyes
Ap  chondrichthyesAp  chondrichthyes
Ap chondrichthyes
henriqueneto
 
Ap conceitos ead 2011
Ap conceitos ead 2011Ap conceitos ead 2011
Ap conceitos ead 2011
henriqueneto
 
Ap ciclostomata
Ap ciclostomataAp ciclostomata
Ap ciclostomata
henriqueneto
 
Ap diversidade vertebrados
Ap diversidade vertebradosAp diversidade vertebrados
Ap diversidade vertebrados
henriqueneto
 

Mais de henriqueneto (11)

Ap anelideos
Ap anelideosAp anelideos
Ap anelideos
 
Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec
Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec
Ap2 tutoria em ead 2011.2 etec
 
Ap Mamiferos
Ap MamiferosAp Mamiferos
Ap Mamiferos
 
Ap reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacaresAp reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacares
 
Ap amphibia
Ap amphibiaAp amphibia
Ap amphibia
 
Ap osteichthyes ii
Ap osteichthyes iiAp osteichthyes ii
Ap osteichthyes ii
 
Ap osteichthyes
Ap osteichthyesAp osteichthyes
Ap osteichthyes
 
Ap chondrichthyes
Ap  chondrichthyesAp  chondrichthyes
Ap chondrichthyes
 
Ap conceitos ead 2011
Ap conceitos ead 2011Ap conceitos ead 2011
Ap conceitos ead 2011
 
Ap ciclostomata
Ap ciclostomataAp ciclostomata
Ap ciclostomata
 
Ap diversidade vertebrados
Ap diversidade vertebradosAp diversidade vertebrados
Ap diversidade vertebrados
 

Último

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 

Último (20)

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 

Ap miriapodos

  • 2. Reino Animalia Filo Arthropoda Subfilo MANDIBULATA: • É a maior subdivisão dos artrópodes; • Inclui as Classes: CRUSTACEA:(camarão, etc.), INSECTA: (gafanhoto, etc.), CHILOPODA: (centopéia, etc.), DIPLOPODA: (embuá, etc.), PAUROPODA: (pauropodas) e SYMPHYLA: (sinfilos).
  • 3. Classe CHILOPODA: centopéias ou lacraias. 1- Estrutura da Centopéia: •Centopéias são delgadas, segmentadas e achatada dorsoventralmente; •Cabeça c/ 1 par de antenas longas (+12 art.); •Um par de mandíbulas; Dois pares maxilas; •Corpo composto de 15 a 181 segmentos; •Primeiro segmento contém um par de garras c/ 4 artículos (forcípula); •Forcípula é a estrutura inoculadora de veneno; •Outros segmentos com 1 par de pernas p/ seg., exceto nos dois últimos segmentos;
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. 1- Estrutura da Centopéia (continuação): •Trato digestório c/ glândulas salivares e dois túbulos de malpighi p/ excreção; •Coração ao longo do corpo c/ 1 par de ostíolo e artérias laterais p/ segmento; •Respiração Traqueal; •Sexos separados, abertura genital ventral próximo a extremidade posterior.
  • 8. 2- Hábitos da Centopéia: • Centopéias são ativas durante a noite; • São predadoras; • A presa é morta pelo veneno e é mastigada pelas mandíbulas; • Algumas põe ovos, outras são vivíparas.
  • 9. 3- Classificação: Filo Arthropoda Subfilo Mandibulata Classe CHILOPODA Ordens: SCUTIGEROMORPHA:15 p/ pernas longas; estígmas medianodorsais; LITHOBIOMORPHA: 15 p/ pernas curtas; estigmas laterais; SCOLOPENDROMORPHA: 21 a 23 p/ pernas; GEOPHILOMORPHA: 31 a 181 p/ pernas; corpo fino;
  • 10. Algumas Centopéias ou lacraias. Classe Chilopoda Ordem 1: SCOLOPENDROMORPHA Diagnose: antena com 17 ou mais segmentos; 21 a 23 pares de pernas.
  • 11. Classe Chilopoda Ordem 2: LITHOBIOMORPHA Diagnose: antenas e pernas curtas; 15 pares de pernas.
  • 12. Classe Chilopoda Ordem 4: SCUTIGEROMORPHA Diagnose: antenas e pernas longas; 15 pares de pernas.
  • 13. Classe Chilopoda Ordem 3: GEOPHILOMORPHA Diagnose: antenas com 14 segmentos; 29 ou mais pares de pernas.
  • 14. SCUTIGEROMORPHA LITHOBIOMORPHA SCOLOPENDROMORPHA
  • 15. Classe DIPLOPODA: embuá ou piolho-de-cobra. 1.Características: Corpo geralmente cilíndrico; Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; Dois pares de pernas por segmento; Um par de antenas;
  • 16.
  • 17. 2.Morfologia de Embuá ou Piolho de Cobra:
  • 18. 3.Habitat: Vivem em lugares úmidos; Alimentação é de folhas, detritos, etc.; Produzem secreção para defesa contra inimigos;
  • 19. 4.Classificação: Reino Animalia Filo Arthropoda Classe Diplopoda Ordens (apenas algumas): JULIDA: 3º segmento sem pernas. SPIROBOLIDA: 5º segmento com um par de pernas. POLYDESMIDA: corpo com 18 a 22 segmentos; olhos ausentes. PLATYDESMIDA: tergito com sulco mediano.
  • 21. CHAVE PARA AS CLASSES DE MIRIÁPODOS 1 Pernas igualmente espaçadas no corpo, usualmente um par por segmento..................................................................................................2 1’ Pernas dispostas em pares duplos, a maioria dos segmentos com dois pares...............................................................................DIPLOPODA 2 Ductos genitais abrindo-se perto da porção anterior do corpo; corpo geralmente cilíndrico; formas pequenas com 9 a 12 pares de pernas...........................................................................3 2’ Ductos genitais abrindo-se perto da porção posterior do corpo; corpo achatado, geralmente não muito pequeno e com 15 ou mais pares de pernas...............................CHILOPODA 3 Antenas ramificadas; 9 pares de pernas...........................................................................................PAUROPODA 3’ Antenas não ramificadas; 10 a 12 pares de pernas.............................................................................................SYMPHYLA
  • 22. CHAVE DICOTÔMICA PARA IDENTIFICAÇÃO DAS ORDENS DE CHILOPODA 1 Adultos com 15 pares de pernas; jovens recém-saido do ovo com 7 pares ................................................................................2 1’ Adultos e jovens recém-saido do ovo com 21 ou mais pares de pernas.................................................................................................3 2 Estigmas ímpares, em número de 7, localizados na linha mediana dorsal, perto da margem posterior dos tergitos; antenas longas e com muitos segmentos; pernas longas; olhos compostos.....................................................Scutigeromórpha 2’ Estigmas pares e localizados lateralmente; antenas e pernas relativamente curtos; olhos não compostos, mas constando de ocelos únicos, ou grupos de ocelos ou ausentes......................................................... Lithòbiomórpha 3 Antenas com 17 ou mais segmentos; 21 a 23 pares de pernas; usualmente 4 ou mais ocelos de cada lado...........................................................................................Scolopéndromorpha 3’ Antenas com 14 segmentos; 29 ou mais pares de pernas, ocelos ausentes..................................................................Geophilomórpha
  • 23. CHAVE DICOTÔMICA PARA IDENTIFICAÇÃO DAS ORDENS DE DIPLOPODA 1- Adultos com 13 pares de pernas; tegumento mole; pêlos do corpo formando longos tufos laterais; 2 a 4 mm de comprimento.................................................................................................Polyxénida 1’- Adultos com 28 ou mais pares de pernas; tegumento fortemente resistente; pêlos do corpo não formando longos tufos; diplopodos maiores................................................................................2 2- Corpo com 14 a 16 segmentos e com 11 a 13 tergitos, gonópodos do macho, na extremidade caudal do corpo, modificados dos dois últimos pares de pernas.............................................Glomérida 2’ Corpo com 19 ou mais degmentos; gonópodos do macho modificados das patas do sétimo segmento...............................................................3 3 - Corpo mais ou menos achatados, ou com carenas laterais; o número do segmento do corpo é variável...............................................................4 3’ Corpo cilíndrico ou quase cilíndrico, sem carenas laterais e contendo 26 ou mais segmentos...................................................................6
  • 24. 4 Corpo com 18 a 22 segmentos; olhos ausentes; cabeça e peças bucais de tamanho normal.............................................................Polydésmida 4’ Corpo com 30 a 60 (raramente 20, 26 ou 28) segmentos; olhos usualmente presentes; cabeça pequena, as mandíbulas usualmente muito reduzidas.....................................................................................5 5 Tergitos com um sulco mediano, gnatoquilário com a maior parte das partes típicas...........................................................................Platydésmida 5’ Tergitos sem sulco mediano; gnatoquilário consistindo numa placa única, ou várias placas indistintamente definidas...................Palyzoniida 6 Segmento terminal do corpo com 1 a 3 pares de papilas com cerdas; colo não cobrindo a cabeça; esternitos não fundidos com pleurotergitos............................................Chordeùmida 6’ Segmento terminal do corpo sem papilas; colo grande, em forma de capuz, usualmente cobrindo a cabeça; esternitos geralmente fundidos com pleurotergitos....................................................................7
  • 25. 7 Estípites do gnatoquilário amplamente contíguos ao longo da linha mediana atrás das lâminas linguais; terceiro segmento sem pernas............................................................................................Jùlida 7’ Estípites do gnatoquilário não contíguos, mas largamente separados pelo mento e lâminas linguais; terceiro segmento com pernas...................................................................................................................8 8 Quinto segmento com dois pares de pernas; terceiro segmento aberto ventralmente, o quarto segmento e os seguintes fechados................................9 8’ Quinto segmento com um par de pernas; terceiro segmento fechado ventralmente..................................................................Spirobólida 9 Lâminas linguais completamente separadas pelo mento; pares de gonópodos anteriores e posteriores presentes e funcionais, o par posterior usualmente com longos flagelos.........................Cambálida 9’ Lâminas linguais usualmente não separadas pelo mento; par posterior dos gonópodos rudimentar ou ausente, o par anterior aperfeiçoado.................................................Spirostréptida