SlideShare uma empresa Scribd logo
A ORIGEM DO
SUBDESENVOLVIMENT
O
Parte
integrante
da
obra
Geografia
homem
&
espaço,
Editora
Saraiva
As origens da dependência
Remonta às grandes navegações empreendidas pelos
Estados Nacionais da Europa a partir do século XV.
Passaram a exercer forte domínio sobre os povos da
América, Ásia e África, controlando a extração e a
produção neles realizadas.
A exploração dos
recursos da colônia,
proporcionou um
grande enriquecimento
às metrópoles.
Algumas exceções a essa
forma de colonialismo:
Austrália, Nova Zelândia,
Canadá e Estados Unidos.
Um Mundo diferenciado
 Expansão Marítimo Comercial Européia
 Estabelecimento da relação Metrópole – Colônia,
determinando o nível de dependência econômica
 Mercantilismo – acumulação primitiva, as feitorias
instaladas nas colônias fornecem as
mercadorias, mas mantém uma certa autonomia
Origens Históricas do
Subdesenvolvimento
O subdesenvolvimento é produzido como
consequência da evolução capitalista. Os países
em desenvolvimento estão, em maioria, na África,
Ásia, América Latina e vários países ex-socialistas
 quase todos foram colônias de exploração no
passado.
 As riquezas retiradas das colônias permitiram
maior acúmulo de capital na Europa. Com a
Revolução Industrial, as potências se expandiram
às custas dos menos desenvolvidos; mais tarde,
com o Imperialismo, aumentou a exploração e,
após a Segunda Guerra Mundial, passou a haver
o Imperialismo econômico, dominando
financeiramente.
Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva.
Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva
Impérios Neocoloniais (final do séc. XIX e início do
séc. XX)
Fonte: Manoel Maurício de Alburquerque e outros. Atlas histórico escolar. Rio de Janeiro: MEC, 1983. p. 138-9
(adaptado).
Mário Yoshida
Parte
integrante
da
obra
Geografia
Homem
e
Espaço,
Editora
Saraiva
Fonte: Revista National Geographic. Dossiê da Terra. 2007. p. 31.
Educação Básica nos países africanos
(2005)
Carlos
Tadeu
de
Carvalho
Gamba
Parte
integrante
da
obra
Geografia
homem
&
espaço,
Editora
Saraiva
A divisão internacional do trabalho
Início
séculos XV e XVI
Delineação do papel
das metrópoles e das
colônias no contexto da
produção e do
comércio internacional
A América, a África e a Ásia (com exceção do Japão)
Passaram a organizar suas
economias segundo as
necessidades de suas
metrópoles
Um Mundo diferenciado
 Revolução Industrial (século XVIII e XIX)
 Ampliou as diferenças culturais e econômicas
entre as nações
 Possibilitou o domínio político-administrativo da
África, Ásia, enquanto a América Latina já estava
subjugada
 Imperialismo – Conferência de Berlim (1884 – 85)
 Fornecimento de matérias-primas, mercado
consumidor e área de aplicação de capitais
excedentes
Parte
integrante
da
obra
Geografia
homem
&
espaço,
Editora
Saraiva
Entre o final do século XVIII e o início do século XIX
Inicia-se
o processo de independência de
várias colônias
A independência política não trouxe a
independência econômica e tampouco modificou
a realidade social das antigas colônias.
Os países industrializados ampliaram a
capacidade produtiva, a margem de lucro e as
diferenças econômicas e sociais em relação aos
países exportadores de matérias-primas.
Parte
integrante
da
obra
Geografia
homem
&
espaço,
Editora
Saraiva
A nova divisão internacional do
trabalho
Os países subdesenvolvidos, além de produzir e exportar
matérias-primas agrícolas e minerais, transformam-se em
produtores e exportadores de produtos industrializados.
Principalmente a partir de
1950, alguns países da
América Latina , África e Ásia
se industrializaram Industrialização tardia
A industrialização dos países subdesenvolvidos acabou
atendendo interesses específicos das indústrias
multinacionais, que instalaram filiais, particularmente nesses
países, em virtude de: matérias-primas, mercado consumidor,
mão-de-obra e impostos baratos.
Origens Internas do
Subdesenvolvimento
O subdesenvolvimento também decorre de fatores internos relacionados às
elites dominantes do país:
 Com a descolonização uma elite assumiu o poder como a posse de terras,
controle de minas, mas ainda obedeciam o comando das metrópoles em
troca de privilégios.
 As oligarquias ocuparam o poder político fazendo prevalecer seus
privilégios e interesses para enriquecer cada vez mais;
 Instalação de governos autoritários e antidemocráticos;
 Violentas Guerras civis que agravam ainda mais as condições de vida da
população;
 Governos e eleitos corruptos que deviam boa parte das verbas que
deveriam ser investidas, por exemplo na saúde e educação para melhorar
a qualidade de vida da população em geral.
É necessário que estes países mudem suas estruturas políticas e promover o
fortalecimento da democracia com governos que invistam prioritariamente no
bem-estar de suas populações.
A origem do subdesenvolvimento

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cap. 8 - A população americana
Cap. 8 - A população americanaCap. 8 - A população americana
Cap. 8 - A população americana
Acácio Netto
 
Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
Artur Lara
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
Almir
 
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 anoIndustrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Eponina Alencar
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
Luciano Pessanha
 
America latina
America latina America latina
America latina
Christie Freitas
 
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas AgráriosAgricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Marcos Mororó
 
Globalização da Economia
Globalização da EconomiaGlobalização da Economia
Globalização da Economia
André Luiz Marques
 
Questão agrária no brasil
Questão agrária no brasilQuestão agrária no brasil
Questão agrária no brasil
Artur Lara
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
A indústria no brasil
A indústria no brasilA indústria no brasil
A indústria no brasil
Professor
 
Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.
Camila Brito
 
Aula 3 - fluxos migratórios
Aula 3 -  fluxos migratóriosAula 3 -  fluxos migratórios
Aula 3 - fluxos migratórios
Isabela Espíndola
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
Geopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacaoGeopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacao
profleofonseca
 
Industrialização brasil
Industrialização brasilIndustrialização brasil
Industrialização brasil
edsonluz
 
Demografia
DemografiaDemografia
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Abner de Paula
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
Luciano Pessanha
 
BRICS
BRICSBRICS

Mais procurados (20)

Cap. 8 - A população americana
Cap. 8 - A população americanaCap. 8 - A população americana
Cap. 8 - A população americana
 
Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
 
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 anoIndustrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
 
Industrialização brasileira alterações no espaço
Industrialização brasileira   alterações no espaçoIndustrialização brasileira   alterações no espaço
Industrialização brasileira alterações no espaço
 
America latina
America latina America latina
America latina
 
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas AgráriosAgricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
 
Globalização da Economia
Globalização da EconomiaGlobalização da Economia
Globalização da Economia
 
Questão agrária no brasil
Questão agrária no brasilQuestão agrária no brasil
Questão agrária no brasil
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
 
A indústria no brasil
A indústria no brasilA indústria no brasil
A indústria no brasil
 
Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.Dit divisão internacional do trabalho.
Dit divisão internacional do trabalho.
 
Aula 3 - fluxos migratórios
Aula 3 -  fluxos migratóriosAula 3 -  fluxos migratórios
Aula 3 - fluxos migratórios
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
ÁFRICA
 
Geopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacaoGeopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacao
 
Industrialização brasil
Industrialização brasilIndustrialização brasil
Industrialização brasil
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
 
BRICS
BRICSBRICS
BRICS
 

Destaque

Mod04 subdesenvolvimento
Mod04 subdesenvolvimentoMod04 subdesenvolvimento
Mod04 subdesenvolvimento
Tiago Tomazi
 
Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01
Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01
Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01
Ademir Jose Da Silva
 
Desenvolvimento e Subdesenvolvimento
Desenvolvimento e SubdesenvolvimentoDesenvolvimento e Subdesenvolvimento
Desenvolvimento e Subdesenvolvimento
Jailson Lima
 
Geografia 9 e 1 ano- mundo subdesenvolvido
Geografia  9 e 1 ano- mundo subdesenvolvidoGeografia  9 e 1 ano- mundo subdesenvolvido
Geografia 9 e 1 ano- mundo subdesenvolvido
isagsrp
 
O mundo subdesenvolvido
O mundo subdesenvolvidoO mundo subdesenvolvido
O mundo subdesenvolvido
Gustavo Silva de Souza
 
Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.
Douglas Gregorio
 
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvidoAulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
danimontoro
 
O subdesenvolvimento
O subdesenvolvimentoO subdesenvolvimento
O subdesenvolvimento
Virgilio Nt
 
Populacao Brasileira
Populacao BrasileiraPopulacao Brasileira
Populacao Brasileira
martallbo
 
Rochas - Solo - Seres Vivos
Rochas - Solo - Seres VivosRochas - Solo - Seres Vivos
Rochas - Solo - Seres Vivos
Agrupamento de Escolas de Mortágua
 
Rochas e minerais
Rochas e mineraisRochas e minerais
Rochas e minerais
s1lv1alouro
 
Powerpoint Rochas
Powerpoint   RochasPowerpoint   Rochas
Powerpoint Rochas
Rosa Pereira
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
Luciano Pessanha
 
Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
Países desenvolvidos e subdesenvolvidos Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
carol_onoda
 
Tipos de Rochas
Tipos de RochasTipos de Rochas
Tipos de Rochas
Márcia Dutra
 
A NOVA ORDEM MUNDIAL
A NOVA ORDEM MUNDIALA NOVA ORDEM MUNDIAL
A NOVA ORDEM MUNDIAL
Isabel Aguiar
 
Países Desenvolvidos vs Países Em Desenvolvimento
Países Desenvolvidos vs Países Em DesenvolvimentoPaíses Desenvolvidos vs Países Em Desenvolvimento
Países Desenvolvidos vs Países Em Desenvolvimento
dulcemarr
 
Rochas – 5º ano
Rochas – 5º anoRochas – 5º ano
Rochas – 5º ano
Isabel Ribeiro
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
Prof.Paulo/geografia
 

Destaque (19)

Mod04 subdesenvolvimento
Mod04 subdesenvolvimentoMod04 subdesenvolvimento
Mod04 subdesenvolvimento
 
Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01
Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01
Slideterceiroanogeral 110524155454-phpapp01
 
Desenvolvimento e Subdesenvolvimento
Desenvolvimento e SubdesenvolvimentoDesenvolvimento e Subdesenvolvimento
Desenvolvimento e Subdesenvolvimento
 
Geografia 9 e 1 ano- mundo subdesenvolvido
Geografia  9 e 1 ano- mundo subdesenvolvidoGeografia  9 e 1 ano- mundo subdesenvolvido
Geografia 9 e 1 ano- mundo subdesenvolvido
 
O mundo subdesenvolvido
O mundo subdesenvolvidoO mundo subdesenvolvido
O mundo subdesenvolvido
 
Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.Subdesenvolvimento.
Subdesenvolvimento.
 
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvidoAulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
 
O subdesenvolvimento
O subdesenvolvimentoO subdesenvolvimento
O subdesenvolvimento
 
Populacao Brasileira
Populacao BrasileiraPopulacao Brasileira
Populacao Brasileira
 
Rochas - Solo - Seres Vivos
Rochas - Solo - Seres VivosRochas - Solo - Seres Vivos
Rochas - Solo - Seres Vivos
 
Rochas e minerais
Rochas e mineraisRochas e minerais
Rochas e minerais
 
Powerpoint Rochas
Powerpoint   RochasPowerpoint   Rochas
Powerpoint Rochas
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
 
Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
Países desenvolvidos e subdesenvolvidos Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
Países desenvolvidos e subdesenvolvidos
 
Tipos de Rochas
Tipos de RochasTipos de Rochas
Tipos de Rochas
 
A NOVA ORDEM MUNDIAL
A NOVA ORDEM MUNDIALA NOVA ORDEM MUNDIAL
A NOVA ORDEM MUNDIAL
 
Países Desenvolvidos vs Países Em Desenvolvimento
Países Desenvolvidos vs Países Em DesenvolvimentoPaíses Desenvolvidos vs Países Em Desenvolvimento
Países Desenvolvidos vs Países Em Desenvolvimento
 
Rochas – 5º ano
Rochas – 5º anoRochas – 5º ano
Rochas – 5º ano
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
 

Semelhante a A origem do subdesenvolvimento

Riqueza x Pobreza
Riqueza x PobrezaRiqueza x Pobreza
Riqueza x Pobreza
Professor-Roney
 
O mapa político mundial
O mapa político mundialO mapa político mundial
O mapa político mundial
Pedro Melo
 
O mapa político mundial
O mapa político mundialO mapa político mundial
O mapa político mundial
Pedro Melo
 
O IMPERIALISMO
O IMPERIALISMOO IMPERIALISMO
O IMPERIALISMO
Jorge Miklos
 
Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)
Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)
Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)
Eder Liborio
 
Revolução Industrial e o Espaço Geografico
Revolução Industrial e o Espaço GeograficoRevolução Industrial e o Espaço Geografico
Revolução Industrial e o Espaço Geografico
Gabriel Siqueira
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Md
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MdO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Md
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Md
ProfMario De Mori
 
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra MundialImperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Rivea Leal
 
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra MundialImperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Rivea Leal
 
Classe sociais
Classe sociaisClasse sociais
Classe sociais
Alexandre Misturini
 
3ª série–e
3ª série–e3ª série–e
3ª série–e
joadmo
 
Aula sobre Imperialismo
Aula sobre ImperialismoAula sobre Imperialismo
Aula sobre Imperialismo
Educandário Santa Cecília
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Alan
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Mb
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MbO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Mb
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Mb
ProfMario De Mori
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MaO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
ProfMario De Mori
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Kelly Delfino
 
América Latina CSFX
América Latina CSFXAmérica Latina CSFX
América Latina CSFX
Fabiane Ferreira
 
Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.
Diego Bian Filo Moreira
 
Provas UNEB 2011 12
Provas UNEB 2011 12Provas UNEB 2011 12
Provas UNEB 2011 12
Carlos Eduardo Oliveira
 
Exercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro ano
Exercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro anoExercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro ano
Exercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro ano
jacoanderle
 

Semelhante a A origem do subdesenvolvimento (20)

Riqueza x Pobreza
Riqueza x PobrezaRiqueza x Pobreza
Riqueza x Pobreza
 
O mapa político mundial
O mapa político mundialO mapa político mundial
O mapa político mundial
 
O mapa político mundial
O mapa político mundialO mapa político mundial
O mapa político mundial
 
O IMPERIALISMO
O IMPERIALISMOO IMPERIALISMO
O IMPERIALISMO
 
Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)
Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)
Regionalização Mundial por Desenvolvimento (IDH)
 
Revolução Industrial e o Espaço Geografico
Revolução Industrial e o Espaço GeograficoRevolução Industrial e o Espaço Geografico
Revolução Industrial e o Espaço Geografico
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Md
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MdO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Md
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Md
 
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra MundialImperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
 
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra MundialImperialismo e Primeira Guerra Mundial
Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
 
Classe sociais
Classe sociaisClasse sociais
Classe sociais
 
3ª série–e
3ª série–e3ª série–e
3ª série–e
 
Aula sobre Imperialismo
Aula sobre ImperialismoAula sobre Imperialismo
Aula sobre Imperialismo
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Mb
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MbO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Mb
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Mb
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MaO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
América Latina CSFX
América Latina CSFXAmérica Latina CSFX
América Latina CSFX
 
Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.
 
Provas UNEB 2011 12
Provas UNEB 2011 12Provas UNEB 2011 12
Provas UNEB 2011 12
 
Exercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro ano
Exercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro anoExercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro ano
Exercícios imperialismo e neocolonialismo - terceiro ano
 

Mais de Rosemildo Lima

Orientação geográfica
Orientação geográficaOrientação geográfica
Orientação geográfica
Rosemildo Lima
 
Divisão norte sul
Divisão norte sulDivisão norte sul
Divisão norte sul
Rosemildo Lima
 
O nosso lugar no mundo
O nosso lugar no mundoO nosso lugar no mundo
O nosso lugar no mundo
Rosemildo Lima
 
O s meios de transportes
O s meios de transportesO s meios de transportes
O s meios de transportes
Rosemildo Lima
 
Geografia 6º ano módulo 8
Geografia 6º ano   módulo 8Geografia 6º ano   módulo 8
Geografia 6º ano módulo 8
Rosemildo Lima
 
Regionalização do brasil
Regionalização do brasilRegionalização do brasil
Regionalização do brasil
Rosemildo Lima
 
Vegetacao brasileira
Vegetacao brasileiraVegetacao brasileira
Vegetacao brasileira
Rosemildo Lima
 
Os domínios morfoclimáticos
Os domínios morfoclimáticosOs domínios morfoclimáticos
Os domínios morfoclimáticos
Rosemildo Lima
 
A nova ordem mundial ou mulitpolaridade
A nova ordem mundial ou mulitpolaridadeA nova ordem mundial ou mulitpolaridade
A nova ordem mundial ou mulitpolaridade
Rosemildo Lima
 
América latina def
América latina defAmérica latina def
América latina def
Rosemildo Lima
 
O complexo regional do nordeste
O complexo regional do nordesteO complexo regional do nordeste
O complexo regional do nordeste
Rosemildo Lima
 
Região norte
Região norteRegião norte
Região norte
Rosemildo Lima
 
Urbanização2
Urbanização2Urbanização2
Urbanização2
Rosemildo Lima
 
Fontes de emergia
Fontes de emergiaFontes de emergia
Fontes de emergia
Rosemildo Lima
 
Blocos economicos
Blocos economicosBlocos economicos
Blocos economicos
Rosemildo Lima
 
A grande concentração industrial na região sudeste
A grande concentração industrial na região sudesteA grande concentração industrial na região sudeste
A grande concentração industrial na região sudeste
Rosemildo Lima
 
Globalização2
Globalização2Globalização2
Globalização2
Rosemildo Lima
 

Mais de Rosemildo Lima (17)

Orientação geográfica
Orientação geográficaOrientação geográfica
Orientação geográfica
 
Divisão norte sul
Divisão norte sulDivisão norte sul
Divisão norte sul
 
O nosso lugar no mundo
O nosso lugar no mundoO nosso lugar no mundo
O nosso lugar no mundo
 
O s meios de transportes
O s meios de transportesO s meios de transportes
O s meios de transportes
 
Geografia 6º ano módulo 8
Geografia 6º ano   módulo 8Geografia 6º ano   módulo 8
Geografia 6º ano módulo 8
 
Regionalização do brasil
Regionalização do brasilRegionalização do brasil
Regionalização do brasil
 
Vegetacao brasileira
Vegetacao brasileiraVegetacao brasileira
Vegetacao brasileira
 
Os domínios morfoclimáticos
Os domínios morfoclimáticosOs domínios morfoclimáticos
Os domínios morfoclimáticos
 
A nova ordem mundial ou mulitpolaridade
A nova ordem mundial ou mulitpolaridadeA nova ordem mundial ou mulitpolaridade
A nova ordem mundial ou mulitpolaridade
 
América latina def
América latina defAmérica latina def
América latina def
 
O complexo regional do nordeste
O complexo regional do nordesteO complexo regional do nordeste
O complexo regional do nordeste
 
Região norte
Região norteRegião norte
Região norte
 
Urbanização2
Urbanização2Urbanização2
Urbanização2
 
Fontes de emergia
Fontes de emergiaFontes de emergia
Fontes de emergia
 
Blocos economicos
Blocos economicosBlocos economicos
Blocos economicos
 
A grande concentração industrial na região sudeste
A grande concentração industrial na região sudesteA grande concentração industrial na região sudeste
A grande concentração industrial na região sudeste
 
Globalização2
Globalização2Globalização2
Globalização2
 

Último

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

A origem do subdesenvolvimento

  • 2. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva As origens da dependência Remonta às grandes navegações empreendidas pelos Estados Nacionais da Europa a partir do século XV. Passaram a exercer forte domínio sobre os povos da América, Ásia e África, controlando a extração e a produção neles realizadas. A exploração dos recursos da colônia, proporcionou um grande enriquecimento às metrópoles. Algumas exceções a essa forma de colonialismo: Austrália, Nova Zelândia, Canadá e Estados Unidos.
  • 3. Um Mundo diferenciado  Expansão Marítimo Comercial Européia  Estabelecimento da relação Metrópole – Colônia, determinando o nível de dependência econômica  Mercantilismo – acumulação primitiva, as feitorias instaladas nas colônias fornecem as mercadorias, mas mantém uma certa autonomia
  • 4. Origens Históricas do Subdesenvolvimento O subdesenvolvimento é produzido como consequência da evolução capitalista. Os países em desenvolvimento estão, em maioria, na África, Ásia, América Latina e vários países ex-socialistas  quase todos foram colônias de exploração no passado.  As riquezas retiradas das colônias permitiram maior acúmulo de capital na Europa. Com a Revolução Industrial, as potências se expandiram às custas dos menos desenvolvidos; mais tarde, com o Imperialismo, aumentou a exploração e, após a Segunda Guerra Mundial, passou a haver o Imperialismo econômico, dominando financeiramente.
  • 5.
  • 6. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva.
  • 7. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Impérios Neocoloniais (final do séc. XIX e início do séc. XX) Fonte: Manoel Maurício de Alburquerque e outros. Atlas histórico escolar. Rio de Janeiro: MEC, 1983. p. 138-9 (adaptado). Mário Yoshida
  • 8. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Fonte: Revista National Geographic. Dossiê da Terra. 2007. p. 31. Educação Básica nos países africanos (2005) Carlos Tadeu de Carvalho Gamba
  • 9. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A divisão internacional do trabalho Início séculos XV e XVI Delineação do papel das metrópoles e das colônias no contexto da produção e do comércio internacional A América, a África e a Ásia (com exceção do Japão) Passaram a organizar suas economias segundo as necessidades de suas metrópoles
  • 10.
  • 11. Um Mundo diferenciado  Revolução Industrial (século XVIII e XIX)  Ampliou as diferenças culturais e econômicas entre as nações  Possibilitou o domínio político-administrativo da África, Ásia, enquanto a América Latina já estava subjugada  Imperialismo – Conferência de Berlim (1884 – 85)  Fornecimento de matérias-primas, mercado consumidor e área de aplicação de capitais excedentes
  • 12. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Entre o final do século XVIII e o início do século XIX Inicia-se o processo de independência de várias colônias A independência política não trouxe a independência econômica e tampouco modificou a realidade social das antigas colônias. Os países industrializados ampliaram a capacidade produtiva, a margem de lucro e as diferenças econômicas e sociais em relação aos países exportadores de matérias-primas.
  • 13. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A nova divisão internacional do trabalho Os países subdesenvolvidos, além de produzir e exportar matérias-primas agrícolas e minerais, transformam-se em produtores e exportadores de produtos industrializados. Principalmente a partir de 1950, alguns países da América Latina , África e Ásia se industrializaram Industrialização tardia A industrialização dos países subdesenvolvidos acabou atendendo interesses específicos das indústrias multinacionais, que instalaram filiais, particularmente nesses países, em virtude de: matérias-primas, mercado consumidor, mão-de-obra e impostos baratos.
  • 14. Origens Internas do Subdesenvolvimento O subdesenvolvimento também decorre de fatores internos relacionados às elites dominantes do país:  Com a descolonização uma elite assumiu o poder como a posse de terras, controle de minas, mas ainda obedeciam o comando das metrópoles em troca de privilégios.  As oligarquias ocuparam o poder político fazendo prevalecer seus privilégios e interesses para enriquecer cada vez mais;  Instalação de governos autoritários e antidemocráticos;  Violentas Guerras civis que agravam ainda mais as condições de vida da população;  Governos e eleitos corruptos que deviam boa parte das verbas que deveriam ser investidas, por exemplo na saúde e educação para melhorar a qualidade de vida da população em geral. É necessário que estes países mudem suas estruturas políticas e promover o fortalecimento da democracia com governos que invistam prioritariamente no bem-estar de suas populações.