SlideShare uma empresa Scribd logo
ROTEIRO ISRAEL Nov/2015
Caravana Cheios Do Espírito Santo
9. Cafarnaum
Cafarnaum, ao fundo a sinagoga de Jairo
Cafarnaum, (em grego Kαφαρναουμ, transl. Kapharnaoum; em
hebraico: transl. Kephar Nachûm, "aldeia" ou "vila de Naum"), é uma
cidade bíblica que ficava na margem norte do Mar da Galileia,
próxima de Betsaida (terra natal de Simão Pedro) e Corozaim.
Cafarnaum (Kfar Nachum) era uma cidade Judaica localizada perto de
Tagba (sete nascentes), na costa do mar da Galiléia onde Jesus
baseou seu Ministério Galileu. O Novo Testamento registra Jesus
ensinando na sinagoga e realizando curas. Era o lar adotado por
Pedro, cuja casa permanece abaixo da atual igreja. Uma presença
Cristã contínua é atestada tanto
arqueologicamente como
textualmente. Este é um lugar de
visitação obrigatória para
peregrinos.
O fato de possuir uma alfândega
(Mateus 9:9) e uma guarnição
romana sugere que se tratava de
uma cidade fronteiriça entre os
estados de Filipe e Herodes Antipas.
O centurião mostrou-se particularmente amistoso para com os
judeus, construindo-lhes a sinagoga (Mateus 8:5-13; Lucas 7:1-10).
Prensa de azeite
ROTEIRO ISRAEL Nov/2015
Caravana Cheios Do Espírito Santo
Atribui-se a Jesus a realização de milagres em Cafarnaum (o servo do
centurião, a sogra de Pedro, um exorcismo ao pôr-do-sol e outro na
sinagoga, a cura de um paralítico e do filho de um oficial) e aí
ensinou frequentemente (cf. João 6:24-71; Marcos 9:33-50). Na
verdade, ficou conhecida como o seu quartel-general durante seu
ministério na Galileia e foi chamada a sua cidade, pelo fato de aí ter
fixado residência (Mateus 9:1; cf. Marcos 2:1). Contudo, apesar do
real impacto do seu ministério entre o povo, este acabará por se
afastar; por isso, Cafarnaum, juntamente com Betsaida e Corazim
foram amaldiçoadas por Jesus, que predisse a completa destruição
das três.
fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cafarnaum

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais
Hezir Henrique
 
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
RAMO ESTENDIDO
 
Macro CéLula
Macro CéLulaMacro CéLula
Macro CéLula
guestd7b389
 
Páscoa uma experiência revitalizadora
Páscoa uma experiência revitalizadoraPáscoa uma experiência revitalizadora
Páscoa uma experiência revitalizadora
Paulo Dias Nogueira
 
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentidoA Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
iev.comunidade
 
A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'
Marly Brito
 
22 Quem Habitará na Santa Cidade
22 Quem Habitará na Santa Cidade22 Quem Habitará na Santa Cidade
22 Quem Habitará na Santa Cidade
Álvaro José Marques do Rêgo
 
Parábola da Festa de Núpcias
Parábola da Festa de NúpciasParábola da Festa de Núpcias
Parábola da Festa de Núpcias
Rogerio R. Lima Cisi
 
Arrependimento
ArrependimentoArrependimento
Arrependimento
Pastor Robson Colaço
 
Lição 10 – 09
Lição 10 – 09Lição 10 – 09
A historia e a promessa
A historia e a promessaA historia e a promessa
A historia e a promessa
Vilma Longuini
 
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoaNeste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
vildon alves dos reis
 
A Celebração da Primeira Páscoa
A Celebração da Primeira PáscoaA Celebração da Primeira Páscoa
A Celebração da Primeira Páscoa
Antonio Fernandes
 
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da CruzEBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
fa.sodre
 
Lição 4 A Celebração da Primeira Páscoa
Lição 4   A Celebração da Primeira PáscoaLição 4   A Celebração da Primeira Páscoa
Lição 4 A Celebração da Primeira Páscoa
Pr. Andre Luiz
 
A beleza dos joelhos dobrados artigo
A beleza dos joelhos dobrados artigoA beleza dos joelhos dobrados artigo
A beleza dos joelhos dobrados artigo
Lyvia Toscano
 
Parabola da grande ceia
Parabola da grande ceiaParabola da grande ceia
Parabola da grande ceia
Victor Passos
 
Estudo pascoa
Estudo pascoa Estudo pascoa
Estudo pascoa
Antonio Miranda Pereira
 
Jesus não voltará
Jesus não voltaráJesus não voltará
Jesus não voltará
Divino Moab
 

Mais procurados (19)

17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais17 sabados cerimoniais
17 sabados cerimoniais
 
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
 
Macro CéLula
Macro CéLulaMacro CéLula
Macro CéLula
 
Páscoa uma experiência revitalizadora
Páscoa uma experiência revitalizadoraPáscoa uma experiência revitalizadora
Páscoa uma experiência revitalizadora
 
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentidoA Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
 
A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'
 
22 Quem Habitará na Santa Cidade
22 Quem Habitará na Santa Cidade22 Quem Habitará na Santa Cidade
22 Quem Habitará na Santa Cidade
 
Parábola da Festa de Núpcias
Parábola da Festa de NúpciasParábola da Festa de Núpcias
Parábola da Festa de Núpcias
 
Arrependimento
ArrependimentoArrependimento
Arrependimento
 
Lição 10 – 09
Lição 10 – 09Lição 10 – 09
Lição 10 – 09
 
A historia e a promessa
A historia e a promessaA historia e a promessa
A historia e a promessa
 
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoaNeste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
 
A Celebração da Primeira Páscoa
A Celebração da Primeira PáscoaA Celebração da Primeira Páscoa
A Celebração da Primeira Páscoa
 
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da CruzEBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
 
Lição 4 A Celebração da Primeira Páscoa
Lição 4   A Celebração da Primeira PáscoaLição 4   A Celebração da Primeira Páscoa
Lição 4 A Celebração da Primeira Páscoa
 
A beleza dos joelhos dobrados artigo
A beleza dos joelhos dobrados artigoA beleza dos joelhos dobrados artigo
A beleza dos joelhos dobrados artigo
 
Parabola da grande ceia
Parabola da grande ceiaParabola da grande ceia
Parabola da grande ceia
 
Estudo pascoa
Estudo pascoa Estudo pascoa
Estudo pascoa
 
Jesus não voltará
Jesus não voltaráJesus não voltará
Jesus não voltará
 

Mais de Moisés Sampaio

Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
Moisés Sampaio
 
As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
Moisés Sampaio
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
Moisés Sampaio
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
Moisés Sampaio
 
Mulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram JesusMulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram Jesus
Moisés Sampaio
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
Moisés Sampaio
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
Moisés Sampaio
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
Moisés Sampaio
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
Moisés Sampaio
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
Moisés Sampaio
 
A igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de DeusA igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de Deus
Moisés Sampaio
 
8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia
Moisés Sampaio
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
Moisés Sampaio
 
7- Tiberíades
7- Tiberíades7- Tiberíades
7- Tiberíades
Moisés Sampaio
 
6 meggido
6   meggido6   meggido
6 meggido
Moisés Sampaio
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
Moisés Sampaio
 
5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo
Moisés Sampaio
 
4 - Haifa
4 - Haifa4 - Haifa
4 - Haifa
Moisés Sampaio
 
3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima
Moisés Sampaio
 
2-Jaffa
2-Jaffa2-Jaffa

Mais de Moisés Sampaio (20)

Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
 
As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
 
Mulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram JesusMulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram Jesus
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
A igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de DeusA igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de Deus
 
8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
 
7- Tiberíades
7- Tiberíades7- Tiberíades
7- Tiberíades
 
6 meggido
6   meggido6   meggido
6 meggido
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
 
5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo
 
4 - Haifa
4 - Haifa4 - Haifa
4 - Haifa
 
3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima
 
2-Jaffa
2-Jaffa2-Jaffa
2-Jaffa
 

9 - Cafarnaum

  • 1. ROTEIRO ISRAEL Nov/2015 Caravana Cheios Do Espírito Santo 9. Cafarnaum Cafarnaum, ao fundo a sinagoga de Jairo Cafarnaum, (em grego Kαφαρναουμ, transl. Kapharnaoum; em hebraico: transl. Kephar Nachûm, "aldeia" ou "vila de Naum"), é uma cidade bíblica que ficava na margem norte do Mar da Galileia, próxima de Betsaida (terra natal de Simão Pedro) e Corozaim. Cafarnaum (Kfar Nachum) era uma cidade Judaica localizada perto de Tagba (sete nascentes), na costa do mar da Galiléia onde Jesus baseou seu Ministério Galileu. O Novo Testamento registra Jesus ensinando na sinagoga e realizando curas. Era o lar adotado por Pedro, cuja casa permanece abaixo da atual igreja. Uma presença Cristã contínua é atestada tanto arqueologicamente como textualmente. Este é um lugar de visitação obrigatória para peregrinos. O fato de possuir uma alfândega (Mateus 9:9) e uma guarnição romana sugere que se tratava de uma cidade fronteiriça entre os estados de Filipe e Herodes Antipas. O centurião mostrou-se particularmente amistoso para com os judeus, construindo-lhes a sinagoga (Mateus 8:5-13; Lucas 7:1-10). Prensa de azeite
  • 2. ROTEIRO ISRAEL Nov/2015 Caravana Cheios Do Espírito Santo Atribui-se a Jesus a realização de milagres em Cafarnaum (o servo do centurião, a sogra de Pedro, um exorcismo ao pôr-do-sol e outro na sinagoga, a cura de um paralítico e do filho de um oficial) e aí ensinou frequentemente (cf. João 6:24-71; Marcos 9:33-50). Na verdade, ficou conhecida como o seu quartel-general durante seu ministério na Galileia e foi chamada a sua cidade, pelo fato de aí ter fixado residência (Mateus 9:1; cf. Marcos 2:1). Contudo, apesar do real impacto do seu ministério entre o povo, este acabará por se afastar; por isso, Cafarnaum, juntamente com Betsaida e Corazim foram amaldiçoadas por Jesus, que predisse a completa destruição das três. fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cafarnaum