SlideShare uma empresa Scribd logo
TEXTO ÁUREO
“Porque todos
devemos comparecer
ante o tribunal de
Cristo, para que cada
um receba segundo o
que tiver feito por
meio do corpo, ou
bem ou mal” (2Co
5.10).
VERDADE PRÁTICA
Todos os crentes
deverão
comparecer
diante do Tribunal
de Cristo para que
cada um receba a
sua recompensa.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 1 Coríntios 3.11-15.
11 — Porque ninguém pode pôr outro fundamento,
além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.
12 — E, se alguém sobre este fundamento formar
um edifício de ouro, prata, pedras preciosas,
madeira, feno, palha,
13 — a obra de cada um se manifestará; na verdade,
o Dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta;
e o fogo provará qual seja a obra de cada um.
14 — Se a obra que alguém edificou nessa parte
permanecer, esse receberá galardão.
15 — Se a obra de alguém se queimar, sofrerá
detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo
fogo.
INTRODUÇÃO
Na lição de hoje estudaremos
acerca do Tribunal de Cristo e dos
galardões. Todos os crentes terão
que comparecer a este tribunal,
porém não se trata do Juízo final,
que será instaurado para o
julgamento dos ímpios (Ap 20.11-
15), mas será um tribunal para
julgar as obras e os atos dos
crentes, recompensando-os, ou
não, pelo que fizeram em sua
vida. Neste Tribunal, todos os fiéis
em Cristo serão galardoados com
justiça.
I. O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES
1. O julgamento.
Todos os crentes, já transformados e com um
corpo incorruptível, vão comparecer perante o
Tribunal de Cristo (cf. 2Co 5.10; 1Co 1.8). Não se
trata de julgamento de pecados, pois os que serão
julgados já são salvos. Os ímpios é que passarão
pelo julgamento de suas obras e pecados, no juízo
do Trono Branco, após o Milênio (cf. Ap 20.11-15).
Os salvos em Cristo Jesus, desde que permaneçam
fiéis, em santidade, não mais passarão por
qualquer tipo de condenação: “Portanto, agora,
nenhuma condenação há para os que estão em
Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas
segundo o espírito” (Rm 8.1). Estar “em Cristo
Jesus” é a condição indispensável para ter sido
salvo e permanecer salvo. Neste tribunal serão
julgadas as obras dos salvos que foram praticadas
na Terra, a fim de que recebam, ou não, o galardão
(Ap 22.12).
I. O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES
2. Quando se dará?
Segundo Eurico Bergstén, acontecerá no dia
em que Jesus voltar. O Salvador voltará e
trará o seu galardão consigo (Ap 22.12).
Naquele grande dia, todos os crentes que
permaneceram fiéis ao Senhor, servindo a Ele
com integridade, receberão a sua
recompensa. Paulo foi um servo que sofreu
muitas tribulações (naufrágio, cadeias, fome,
nudez) em favor do Reino de Deus, porém ele
esperava o dia em que receberia a sua coroa
(recompensa). Ele afirmou que “naquele dia”
receberia “a coroa da justiça” que lhe havia
sido reservada (cf. 2Tm 4.8). Não desanime
diante das dificuldades enfrentadas neste
mundo, pois em breve Jesus virá e
recompensará todo o seu trabalho. Esta é a
melhor recompensa que um servo ou uma
serva de Deus pode receber.
I. O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES
3. Quem será o juiz?
Não temos dúvida e
podemos afirmar, segundo
a Palavra de Deus, que o
juiz será nosso Senhor
Jesus Cristo (2Tm 4.8). O Pai
entregou a Jesus todo o
juízo (cf. Jo 5.22). Somente
Deus e o seu Filho, no
Universo, têm o direito
legítimo de julgar os
homens. Queira ou não,
ninguém escapará da
justiça do Todo-Poderoso
(Is 43.13).
II. AS OBRAS DO CRENTE E O
JULGAMENTO DE CRISTO
1. A precisão do julgamento.
O julgamento será preciso, pois
passará pelo crivo do Senhor Jesus
Cristo. Muitos fazem a obra de
Deus e praticam boas ações
apenas para serem vistos pelos
homens. Estes buscam satisfazer
seus interesses pessoais, buscam
seus próprios galardões. Mas a
Palavra de Deus diz que todas as
obras serão provadas pelo fogo. O
fogo divino vai purificar e revelar
qual é a verdadeira intenção do
coração.
II. AS OBRAS DO CRENTE E O
JULGAMENTO DE CRISTO
2. Ouro, prata e pedras preciosas.
Na Bíblia, o ouro simboliza aquilo que procede de Deus, as
coisas divinas (Jó 22.23-25; Ap 3.18). Podemos comparar o
ouro às obras que os crentes fizeram para a glória de Deus
(1Co 10.31). Obras praticadas por crentes que têm um
espírito quebrantado e contrito. Estas foram “feitas em Deus”
(Jo 3.21), ou seja, em parceria, comunhão com o Senhor.
Quando usamos bem os talentos dados por Deus, realizamos
obras “de ouro” (Mt 25.14,20). São obras que glorificam não o
nosso nome ou ministério, mas a Deus (Mt 5.16). Na tipologia
bíblica, a prata é símbolo de redenção. No Antigo Testamento,
a redenção dos filhos de Israel era paga em prata (Êx 30.11-
16; Lv 5.15). No Novo Testamento, simboliza a redenção feita
por Cristo (1Pe 1.18; 1Co 6.20). As pedras preciosas são
símbolos do Espírito Santo, ou da glória de Cristo no crente
(Jo 17.22). Os crentes que possuem os dons espirituais têm o
adorno do Espírito Santo. São obras feitas pelo poder do
Espírito Santo (Fp 3.3; Tt 3.5).
II. AS OBRAS DO CRENTE E O
JULGAMENTO DE CRISTO
3. As obras que perecerão.
“Se a obra de alguém se
queimar, sofrerá
detrimento; mas o tal
será salvo, todavia como
pelo fogo” (1Co 3.15).
Esse texto mostra que
haverá crentes cujas
obras não subsistirão
quando passarem pelo
crivo do fogo divino.
Observe:
II. AS OBRAS DO CRENTE E O
JULGAMENTO DE CRISTO
a) Madeira.3. As obras que perecerão.
Na Bíblia, madeira é
símbolo das coisas
humanas. É uma figura da
árvore, que cresce por si
mesma. Há crentes que
fazem muitas coisas, mas
buscando a glória humana.
No fogo do julgamento,
elas vão desaparecer. Há
quem trabalhe muito na
igreja, mas não o faz para a
glória de Deus (1Co 10.31).
Madeira não resiste ao
fogo.
II. AS OBRAS DO CRENTE E O
JULGAMENTO DE CRISTO
b) Feno.3. As obras que perecerão.
Feno é capim, erva seca. São obras
aparentes, mas sem consistência,
sem vida, tais como erva seca (Is
15.6). O capim é perecível (Is 51.12)
e representa as obras dos crentes
que trabalham somente buscando a
glória e a fama para si. Infelizmente,
nos dias atuais, há muitos
pregadores e cantores que só
realizam a obra de Deus pelo
dinheiro ou se o evento tiver
destaque na mídia. Estes “já
receberam o seu galardão”, aqui
mesmo (cf. Mt 6.2,5,16).
II. AS OBRAS DO CRENTE E O
JULGAMENTO DE CRISTO
c) Palha3. As obras que perecerão.
A madeira tem certa
consistência, mas a palha é muito
fraca. Não resiste a força do fogo.
O vento a leva com facilidade (Sl
1.4; Jó 21.18; Os 13.3). É instável.
Não pode se misturar com o trigo
(Jr 23.28); palha representa obras
sem firmeza, ou seja, feita por
crentes que são inconstantes.
Muitos vivem mudando de
igreja, de costume, de crenças,
etc. São levados, como a palha,
por “todo vento de doutrina” (Ef
4.14).
III. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E
OS GALARDÕES
Galardões são
prêmios. Lauréis
a que o crente fez
jus, pois
desempenhou
bem a função
para qual foi
vocacionado no
Reino de Deus.
III. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E
OS GALARDÕES
1. Os pastores darão conta dos seus rebanhos.
Ser pastor é um grande privilégio, mas também uma responsabilidade
muito grande. Sabemos que a salvação é individual, mas aqueles que
servem ao Senhor como pastores, um dia, terão que prestar contas ao
Sumo Pastor. O profeta Ezequiel, criticou os líderes (pastores) de
Israel por cuidarem de si mesmos, ao invés de cuidarem das ovelhas
do Senhor. Leia Ezequiel 34. O profeta não se calou diante do erro dos
líderes do seu povo, mas com coragem e ousadia, apontou o pecado e
pronunciou o julgamento divino (Ez 34.7-10). O Senhor dará a justa
recompensa a cada pastor pelo seu trabalho. Muitos tem se
desgastado fisica e emocionalmente em favor das ovelhas do Senhor.
São incansáveis na pregação, no ensino da Palavra, visitando e
cuidando de cada ovelha com muito carinho e zelo, seguindo o
exemplo do Bom Pastor (Jo 10.10). Estes receberão o justo galardão
pelo trabalho realizado. Por isso, se você recebeu de Deus o
ministério pastoral, cuide com zelo de suas ovelhas, exerça seu
ministério com dedicação, pois em breve Jesus voltará e lhe dará os
lauréis pelo seu trabalho.
III. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E
OS GALARDÕES
2. Crentes darão conta de seus talentos.
Todo crente recebeu algum tipo de talento
(habilidades, dons) do Senhor. Uns recebem
mais e outros menos, pois estes são
distribuídos de acordo com a capacidade de
cada um, mas todos recebem (Mt 5.14-30). O
Senhor espera que venhamos desenvolver
nossos talentos com dedicação e zelo,
utilizando-os para a glória do Pai. Você é
responsável, perante o Senhor, por usar bem
aquilo que Ele lhe concedeu. Jesus está
voltando, por isso, é tão urgente que
venhamos empregar nosso tempo e nossos
talentos diligentemente em sua obra. Não aja
jamais como o servo negligente, que com
medo do seu senhor, enterrou seu talento.
Utilize suas habilidades em favor do Reino de
Deus, pois o Pai vai lhe recompensar por isso.
CONCLUSÃO
No Tribunal de Cristo, os crentes
fiéis verão que valeu a pena
suportar as aflições do tempo
presente: “Porque para mim
tenho por certo que as aflições
deste tempo presente não são
para comparar com a glória que
em nós há de ser revelada” (Rm
8.18). Eles receberão seus
galardões. Jesus é que fará a
criteriosa avaliação das obras
dos salvos para dar a cada um
conforme o seu trabalho (Ap
22.12).
PARA REFLETIR
1)Todo o crente vai comparecer ante o tribunal de Cristo?
Todos os crentes terão que comparecer a este tribunal, porém não se
trata do Juízo final, que será instaurado para o julgamento dos ímpios
(Ap 20.11-15), mas será um tribunal para julgar as obras e os atos dos
crentes, recompensando-os, ou não, pelo que fizeram em sua vida.
2)Qual a condição para ter sido salvo e permanecer salvo?
Estar “em Cristo Jesus” é a condição indispensável para ter sido salvo e
permanecer salvo.
3)Quando se dará o Tribunal de Cristo?
Segundo Eurico Bergstén, acontecerá no dia em que Jesus voltar.
4)Como as intenções do coração serão provadas?
A Palavra de Deus diz que todas as obras serão provadas pelo fogo. O
fogo divino vai purificar e revelar qual a verdadeira intenção do
coração.
5)Segundo a lição, que tipos de obra perecerão?
Madeira, feno e palha.
EBD CPAD Lições bíblicas  1° trimestre  2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os galardões.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Marcos 13:24-37
Marcos 13:24-37Marcos 13:24-37
Marcos 13:24-37
Luis García Llerena
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
Márcio Martins
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Mateus: O evangelho do Reino
Mateus:  O evangelho do ReinoMateus:  O evangelho do Reino
Mateus: O evangelho do Reino
Oedimar Oliveira
 
O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardões
Márcio Martins
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Éder Tomé
 
O tribunal de cristo
O tribunal de cristoO tribunal de cristo
O tribunal de cristo
Pr. Gerson Eller
 
7. arrebatamento
7. arrebatamento7. arrebatamento
7. arrebatamento
Moisés Sampaio
 
Lição 13 - Seja um Mordomo Fiel
Lição 13 - Seja um Mordomo FielLição 13 - Seja um Mordomo Fiel
Lição 13 - Seja um Mordomo Fiel
Éder Tomé
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
EVANGELISTA SOARES
 
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo TestamentoPerspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Jean Francesco
 
O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)
Jonas Martins Olímpio
 
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito SantoLição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
Marcelo Santos
 
TEMPOS SOLENES pdf
TEMPOS SOLENES pdfTEMPOS SOLENES pdf
TEMPOS SOLENES pdf
Projeto Preparar um Povo
 
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptxA Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
IvairCampos1
 
A Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em GlóriaA Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em Glória
Márcio Martins
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
Francelia Carvalho Oliveira
 

Mais procurados (20)

Marcos 13:24-37
Marcos 13:24-37Marcos 13:24-37
Marcos 13:24-37
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1°TRIMESTRE 2016 Lição 8 A grande tribulação.
 
Mateus: O evangelho do Reino
Mateus:  O evangelho do ReinoMateus:  O evangelho do Reino
Mateus: O evangelho do Reino
 
O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardões
 
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de CristoLição 11 - A segunda vinda de Cristo
Lição 11 - A segunda vinda de Cristo
 
O tribunal de cristo
O tribunal de cristoO tribunal de cristo
O tribunal de cristo
 
7. arrebatamento
7. arrebatamento7. arrebatamento
7. arrebatamento
 
Lição 13 - Seja um Mordomo Fiel
Lição 13 - Seja um Mordomo FielLição 13 - Seja um Mordomo Fiel
Lição 13 - Seja um Mordomo Fiel
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
 
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo TestamentoPerspectivas escatológicas no Antigo Testamento
Perspectivas escatológicas no Antigo Testamento
 
O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)
 
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito SantoLição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
Lição 1 - A Pessoa do Espírito Santo
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
O Juízo Final - Lição 11 - 1º Trimestre de 2016
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
TEMPOS SOLENES pdf
TEMPOS SOLENES pdfTEMPOS SOLENES pdf
TEMPOS SOLENES pdf
 
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptxA Descida do Espírito Santo 2.pptx
A Descida do Espírito Santo 2.pptx
 
A Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em GlóriaA Vinda de Jesus em Glória
A Vinda de Jesus em Glória
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
 

Destaque

EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.
EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.
EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Sinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de CristoSinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de Cristo
Natanael Gonçalves
 
LIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISAS
LIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISASLIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISAS
LIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISAS
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
Jose Ventura
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
Natalino das Neves Neves
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Éder Tomé
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Éder Tomé
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Éder Tomé
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Éder Tomé
 
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Éder Tomé
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Éder Tomé
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Éder Tomé
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Éder Tomé
 

Destaque (13)

EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.
EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.
EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 Lição 5 O arrebatamento da Igreja.
 
Sinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de CristoSinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de Cristo
 
LIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISAS
LIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISASLIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISAS
LIÇÃO 01 - ESCATOLOGIA, O ESTUDO DAS ÚLTIMAS COISAS
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
 
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
 

Semelhante a EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os galardões.

Ebd lição 6
Ebd lição 6Ebd lição 6
Ebd lição 6
Silva Soares
 
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdfotribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
Tiago Silva
 
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os GalardõesLição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Andrew Guimarães
 
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕESLIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
Lourinaldo Serafim
 
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
O tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completaO tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completa
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
Tribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptx
Tribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptxTribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptx
Tribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptx
LucianoSerrano8
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
Tribunal de cristo
Tribunal de cristoTribunal de cristo
Tribunal de cristo
Cleidijane Lopes
 
Igreja nova vida edb
Igreja nova vida edbIgreja nova vida edb
Igreja nova vida edb
Charles Serenado Rita
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
Daniel de Carvalho Luz
 
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptxapocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
Tiago Silva
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
RODRIGO FERREIRA
 
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardõesLição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Ailton da Silva
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1
pohlos
 
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdfCOMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
Nelson Pereira
 
29 Adventismo (Parte 2)
29   Adventismo (Parte 2)29   Adventismo (Parte 2)
29 Adventismo (Parte 2)
Robson Tavares Fernandes
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
Monergista Post
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
Joel Silva
 
Lição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do Senhor
Lição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do SenhorLição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do Senhor
Lição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do Senhor
Éder Tomé
 

Semelhante a EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os galardões. (20)

Ebd lição 6
Ebd lição 6Ebd lição 6
Ebd lição 6
 
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdfotribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
 
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os GalardõesLição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
 
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
 
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕESLIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
 
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
O tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completaO tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completa
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
 
Tribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptx
Tribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptxTribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptx
Tribunal de Cristo SLIDES EBD 2023.pptx
 
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptxebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
ebd-3o-trimestre-2020-licao-6 O FIM DE TODAS AS COISAS.pptx
 
Tribunal de cristo
Tribunal de cristoTribunal de cristo
Tribunal de cristo
 
Igreja nova vida edb
Igreja nova vida edbIgreja nova vida edb
Igreja nova vida edb
 
BEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de CristoBEMA - O Tribunal de Cristo
BEMA - O Tribunal de Cristo
 
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptxapocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
 
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardõesLição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1
 
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdfCOMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
 
29 Adventismo (Parte 2)
29   Adventismo (Parte 2)29   Adventismo (Parte 2)
29 Adventismo (Parte 2)
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
 
Lição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do Senhor
Lição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do SenhorLição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do Senhor
Lição 3 - Igreja, o Israel Espiritual do Senhor
 

Mais de GIDEONE Moura Santos Ferreira

Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderadaEbd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 9 fidelidade, firmes na fé.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 9  fidelidade, firmes na fé.Ebd 1° trimestre 2017 lição 9  fidelidade, firmes na fé.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 9 fidelidade, firmes na fé.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.
Ebd  1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.Ebd  1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 3 O perigo das obras da carne.
Ebd 1 trimestre 2017 lição 3  O perigo das obras da carne.Ebd 1 trimestre 2017 lição 3  O perigo das obras da carne.
Ebd 1 trimestre 2017 lição 3 O perigo das obras da carne.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2 O propósito do fruto do espí...
Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2  O propósito do fruto do espí...Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2  O propósito do fruto do espí...
Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2 O propósito do fruto do espí...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espíritoEbd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd aula 13 4°trimestre 2016 A fidelidade de Deus.
Ebd aula 13  4°trimestre  2016 A fidelidade de Deus.Ebd aula 13  4°trimestre  2016 A fidelidade de Deus.
Ebd aula 13 4°trimestre 2016 A fidelidade de Deus.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd aula 11 4°trimestre 2016 O socorro de deus para livrar o seu povo
Ebd aula 11   4°trimestre 2016  O socorro de deus para livrar o seu povoEbd aula 11   4°trimestre 2016  O socorro de deus para livrar o seu povo
Ebd aula 11 4°trimestre 2016 O socorro de deus para livrar o seu povo
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casa
Ebd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casaEbd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casa
Ebd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casa
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.
Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.
Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.
Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.
Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 

Mais de GIDEONE Moura Santos Ferreira (20)

Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderadaEbd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
Ebd 1° trim 2017 aula 11 Vivendo de forma moderada
 
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 10 Mansidão:Torna o crente apto para evitar pelejas.
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 9 fidelidade, firmes na fé.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 9  fidelidade, firmes na fé.Ebd 1° trimestre 2017 lição 9  fidelidade, firmes na fé.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 9 fidelidade, firmes na fé.
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.
Ebd  1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.Ebd  1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 8 a bondade que confere a vida.
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...Ebd  1° trimestre 2017 lição 7  Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 7 Benignidade: um Escudo Protetor contra as Por...
 
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.
EBD 1°TRIMESTRE 2017 Lição 6 Paciência: Evitando as dissensões.
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.
Ebd 1° trimestre 2017 lição 5 paz de deus ,antídoto contra ás inimizades.
 
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...Ebd 1° trimestre 2017 lição 4  Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
Ebd 1° trimestre 2017 lição 4 Alegria, fruto do espírito; inveja hábito da v...
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 3 O perigo das obras da carne.
Ebd 1 trimestre 2017 lição 3  O perigo das obras da carne.Ebd 1 trimestre 2017 lição 3  O perigo das obras da carne.
Ebd 1 trimestre 2017 lição 3 O perigo das obras da carne.
 
Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2 O propósito do fruto do espí...
Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2  O propósito do fruto do espí...Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2  O propósito do fruto do espí...
Lições bíblicas do 1° trimestre de 2017 lição 2 O propósito do fruto do espí...
 
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espíritoEbd 1 trimestre 2017 lição 1  as obras da carne e o fruto do espírito
Ebd 1 trimestre 2017 lição 1 as obras da carne e o fruto do espírito
 
Ebd aula 13 4°trimestre 2016 A fidelidade de Deus.
Ebd aula 13  4°trimestre  2016 A fidelidade de Deus.Ebd aula 13  4°trimestre  2016 A fidelidade de Deus.
Ebd aula 13 4°trimestre 2016 A fidelidade de Deus.
 
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
 
Ebd aula 11 4°trimestre 2016 O socorro de deus para livrar o seu povo
Ebd aula 11   4°trimestre 2016  O socorro de deus para livrar o seu povoEbd aula 11   4°trimestre 2016  O socorro de deus para livrar o seu povo
Ebd aula 11 4°trimestre 2016 O socorro de deus para livrar o seu povo
 
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.Ebd aula 10   4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
Ebd aula 10 4°trim 2016 Adorando a Deus em meio a calamidade.
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casa
Ebd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casaEbd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casa
Ebd 4°trimestre 2016 aula 9 O milagre está em sua casa
 
Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.
Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.
Ebd 4°trimestre 2016 Lição 8 Rute,Deus trabalha pela família.
 
Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.
Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.
Ebd aula 7 4°trimestre 2016 José,fé em meio as injustiças.
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 6 Deus: o nosso provedor.
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
 

Último

Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 

Último (18)

Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 

EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os galardões.

  • 1.
  • 2. TEXTO ÁUREO “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal” (2Co 5.10).
  • 3. VERDADE PRÁTICA Todos os crentes deverão comparecer diante do Tribunal de Cristo para que cada um receba a sua recompensa.
  • 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 1 Coríntios 3.11-15. 11 — Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. 12 — E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, 13 — a obra de cada um se manifestará; na verdade, o Dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. 14 — Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. 15 — Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.
  • 5. INTRODUÇÃO Na lição de hoje estudaremos acerca do Tribunal de Cristo e dos galardões. Todos os crentes terão que comparecer a este tribunal, porém não se trata do Juízo final, que será instaurado para o julgamento dos ímpios (Ap 20.11- 15), mas será um tribunal para julgar as obras e os atos dos crentes, recompensando-os, ou não, pelo que fizeram em sua vida. Neste Tribunal, todos os fiéis em Cristo serão galardoados com justiça.
  • 6. I. O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES 1. O julgamento. Todos os crentes, já transformados e com um corpo incorruptível, vão comparecer perante o Tribunal de Cristo (cf. 2Co 5.10; 1Co 1.8). Não se trata de julgamento de pecados, pois os que serão julgados já são salvos. Os ímpios é que passarão pelo julgamento de suas obras e pecados, no juízo do Trono Branco, após o Milênio (cf. Ap 20.11-15). Os salvos em Cristo Jesus, desde que permaneçam fiéis, em santidade, não mais passarão por qualquer tipo de condenação: “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito” (Rm 8.1). Estar “em Cristo Jesus” é a condição indispensável para ter sido salvo e permanecer salvo. Neste tribunal serão julgadas as obras dos salvos que foram praticadas na Terra, a fim de que recebam, ou não, o galardão (Ap 22.12).
  • 7. I. O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES 2. Quando se dará? Segundo Eurico Bergstén, acontecerá no dia em que Jesus voltar. O Salvador voltará e trará o seu galardão consigo (Ap 22.12). Naquele grande dia, todos os crentes que permaneceram fiéis ao Senhor, servindo a Ele com integridade, receberão a sua recompensa. Paulo foi um servo que sofreu muitas tribulações (naufrágio, cadeias, fome, nudez) em favor do Reino de Deus, porém ele esperava o dia em que receberia a sua coroa (recompensa). Ele afirmou que “naquele dia” receberia “a coroa da justiça” que lhe havia sido reservada (cf. 2Tm 4.8). Não desanime diante das dificuldades enfrentadas neste mundo, pois em breve Jesus virá e recompensará todo o seu trabalho. Esta é a melhor recompensa que um servo ou uma serva de Deus pode receber.
  • 8. I. O TRIBUNAL DE CRISTO E OS CRENTES 3. Quem será o juiz? Não temos dúvida e podemos afirmar, segundo a Palavra de Deus, que o juiz será nosso Senhor Jesus Cristo (2Tm 4.8). O Pai entregou a Jesus todo o juízo (cf. Jo 5.22). Somente Deus e o seu Filho, no Universo, têm o direito legítimo de julgar os homens. Queira ou não, ninguém escapará da justiça do Todo-Poderoso (Is 43.13).
  • 9. II. AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO 1. A precisão do julgamento. O julgamento será preciso, pois passará pelo crivo do Senhor Jesus Cristo. Muitos fazem a obra de Deus e praticam boas ações apenas para serem vistos pelos homens. Estes buscam satisfazer seus interesses pessoais, buscam seus próprios galardões. Mas a Palavra de Deus diz que todas as obras serão provadas pelo fogo. O fogo divino vai purificar e revelar qual é a verdadeira intenção do coração.
  • 10. II. AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO 2. Ouro, prata e pedras preciosas. Na Bíblia, o ouro simboliza aquilo que procede de Deus, as coisas divinas (Jó 22.23-25; Ap 3.18). Podemos comparar o ouro às obras que os crentes fizeram para a glória de Deus (1Co 10.31). Obras praticadas por crentes que têm um espírito quebrantado e contrito. Estas foram “feitas em Deus” (Jo 3.21), ou seja, em parceria, comunhão com o Senhor. Quando usamos bem os talentos dados por Deus, realizamos obras “de ouro” (Mt 25.14,20). São obras que glorificam não o nosso nome ou ministério, mas a Deus (Mt 5.16). Na tipologia bíblica, a prata é símbolo de redenção. No Antigo Testamento, a redenção dos filhos de Israel era paga em prata (Êx 30.11- 16; Lv 5.15). No Novo Testamento, simboliza a redenção feita por Cristo (1Pe 1.18; 1Co 6.20). As pedras preciosas são símbolos do Espírito Santo, ou da glória de Cristo no crente (Jo 17.22). Os crentes que possuem os dons espirituais têm o adorno do Espírito Santo. São obras feitas pelo poder do Espírito Santo (Fp 3.3; Tt 3.5).
  • 11. II. AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO 3. As obras que perecerão. “Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo” (1Co 3.15). Esse texto mostra que haverá crentes cujas obras não subsistirão quando passarem pelo crivo do fogo divino. Observe:
  • 12. II. AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO a) Madeira.3. As obras que perecerão. Na Bíblia, madeira é símbolo das coisas humanas. É uma figura da árvore, que cresce por si mesma. Há crentes que fazem muitas coisas, mas buscando a glória humana. No fogo do julgamento, elas vão desaparecer. Há quem trabalhe muito na igreja, mas não o faz para a glória de Deus (1Co 10.31). Madeira não resiste ao fogo.
  • 13. II. AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO b) Feno.3. As obras que perecerão. Feno é capim, erva seca. São obras aparentes, mas sem consistência, sem vida, tais como erva seca (Is 15.6). O capim é perecível (Is 51.12) e representa as obras dos crentes que trabalham somente buscando a glória e a fama para si. Infelizmente, nos dias atuais, há muitos pregadores e cantores que só realizam a obra de Deus pelo dinheiro ou se o evento tiver destaque na mídia. Estes “já receberam o seu galardão”, aqui mesmo (cf. Mt 6.2,5,16).
  • 14. II. AS OBRAS DO CRENTE E O JULGAMENTO DE CRISTO c) Palha3. As obras que perecerão. A madeira tem certa consistência, mas a palha é muito fraca. Não resiste a força do fogo. O vento a leva com facilidade (Sl 1.4; Jó 21.18; Os 13.3). É instável. Não pode se misturar com o trigo (Jr 23.28); palha representa obras sem firmeza, ou seja, feita por crentes que são inconstantes. Muitos vivem mudando de igreja, de costume, de crenças, etc. São levados, como a palha, por “todo vento de doutrina” (Ef 4.14).
  • 15. III. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E OS GALARDÕES Galardões são prêmios. Lauréis a que o crente fez jus, pois desempenhou bem a função para qual foi vocacionado no Reino de Deus.
  • 16. III. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E OS GALARDÕES 1. Os pastores darão conta dos seus rebanhos. Ser pastor é um grande privilégio, mas também uma responsabilidade muito grande. Sabemos que a salvação é individual, mas aqueles que servem ao Senhor como pastores, um dia, terão que prestar contas ao Sumo Pastor. O profeta Ezequiel, criticou os líderes (pastores) de Israel por cuidarem de si mesmos, ao invés de cuidarem das ovelhas do Senhor. Leia Ezequiel 34. O profeta não se calou diante do erro dos líderes do seu povo, mas com coragem e ousadia, apontou o pecado e pronunciou o julgamento divino (Ez 34.7-10). O Senhor dará a justa recompensa a cada pastor pelo seu trabalho. Muitos tem se desgastado fisica e emocionalmente em favor das ovelhas do Senhor. São incansáveis na pregação, no ensino da Palavra, visitando e cuidando de cada ovelha com muito carinho e zelo, seguindo o exemplo do Bom Pastor (Jo 10.10). Estes receberão o justo galardão pelo trabalho realizado. Por isso, se você recebeu de Deus o ministério pastoral, cuide com zelo de suas ovelhas, exerça seu ministério com dedicação, pois em breve Jesus voltará e lhe dará os lauréis pelo seu trabalho.
  • 17. III. A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO CRENTE E OS GALARDÕES 2. Crentes darão conta de seus talentos. Todo crente recebeu algum tipo de talento (habilidades, dons) do Senhor. Uns recebem mais e outros menos, pois estes são distribuídos de acordo com a capacidade de cada um, mas todos recebem (Mt 5.14-30). O Senhor espera que venhamos desenvolver nossos talentos com dedicação e zelo, utilizando-os para a glória do Pai. Você é responsável, perante o Senhor, por usar bem aquilo que Ele lhe concedeu. Jesus está voltando, por isso, é tão urgente que venhamos empregar nosso tempo e nossos talentos diligentemente em sua obra. Não aja jamais como o servo negligente, que com medo do seu senhor, enterrou seu talento. Utilize suas habilidades em favor do Reino de Deus, pois o Pai vai lhe recompensar por isso.
  • 18. CONCLUSÃO No Tribunal de Cristo, os crentes fiéis verão que valeu a pena suportar as aflições do tempo presente: “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada” (Rm 8.18). Eles receberão seus galardões. Jesus é que fará a criteriosa avaliação das obras dos salvos para dar a cada um conforme o seu trabalho (Ap 22.12).
  • 19. PARA REFLETIR 1)Todo o crente vai comparecer ante o tribunal de Cristo? Todos os crentes terão que comparecer a este tribunal, porém não se trata do Juízo final, que será instaurado para o julgamento dos ímpios (Ap 20.11-15), mas será um tribunal para julgar as obras e os atos dos crentes, recompensando-os, ou não, pelo que fizeram em sua vida. 2)Qual a condição para ter sido salvo e permanecer salvo? Estar “em Cristo Jesus” é a condição indispensável para ter sido salvo e permanecer salvo. 3)Quando se dará o Tribunal de Cristo? Segundo Eurico Bergstén, acontecerá no dia em que Jesus voltar. 4)Como as intenções do coração serão provadas? A Palavra de Deus diz que todas as obras serão provadas pelo fogo. O fogo divino vai purificar e revelar qual a verdadeira intenção do coração. 5)Segundo a lição, que tipos de obra perecerão? Madeira, feno e palha.