SlideShare uma empresa Scribd logo
3 os atributos de deus e a adoração
Não podemos confundir:
Cantar x Louvar x Adorar
2
 Adorar é prestar culto a Deus.
 Adorar é prestar serviço ao Senhor.
 Queremos adorá-lo como Ele é.
3
Tudo começa com o nosso AMOR
por Deus.
A adoração é a expressão do nosso
amor pelo Senhor.
4
(1) Declaração
(2) Serviço
(3) Oferta
(4) Comunhão
5
Declarar = tornar público, oralmente ou por
escrito; anunciar(-se), revelar(-se),
manifestar(-se)
Salmos 18:1-2
“EU te amo, ó SENHOR, fortaleza minha. O SENHOR é o meu
rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a
minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha
salvação, e o meu alto refúgio.”
Ilustração de Declaração: 3 situações distintas
6
Servir = dar de si algo em forma de trabalho; algo
que se faz para alguém de graça.
Deuteronômio 11:13
“E será que, se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos
que hoje vos ordeno, de amar ao SENHOR vosso Deus, e de o
servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma,...”
João 21:16
“Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me?
Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta
as minhas ovelhas.”
7
Lucas 16:13
“Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar
um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro.
Não podeis servir a Deus e a Mamom.”
Apocalipse 2:19
“Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé,
e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as
primeiras.”
8
Ofertar = Dar de presente
I Pedro 2:5
“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e
sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a
Deus por Jesus Cristo.”
Gênesis 22:2,5
“E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem
amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto
sobre uma das montanhas, que eu te direi..... e havendo adorado,
tornaremos a vós.”
9
Mateus 26:7
“Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com
ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça,
quando ele estava assentado à mesa.”
10
Comunhão = realizar algo em comum; sintonia de
sentimentos, de modo de pensar, agir ou sentir;
identificação; dar atenção (tempo); dar valor.
I João 1:3
“O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também
tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e
com seu Filho Jesus Cristo.”
11
 Deus por ser uma pessoa, é um
agente moral que possui caráter.
Para o adorarmos devemos
conhecê-lo.
Chamamos a essas qualidades do
caráter de Deus de “atributos”.
12
 Deus se revelou ao homem na sua história:
Abraão:
Gênesis 17:1
“Quando Abrão tinha noventa e nove anos, apareceu-lhe o
Senhor e lhe disse: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em
minha presença, e sê perfeito;”
Gênesis 22:14
Pelo que chamou Abraão àquele lugar Jeová-Jiré (”O Senhor
Proverá”); donde se diz até o dia de hoje: No monte do Senhor
se proverá.
13
Moisés:
Êxodo 6:2,3
“Falou mais Deus a Moisés, e disse-lhe: Eu sou Jeová. 3 Apareci a
Abraão, a Isaque e a Jacó, como o Deus Todo-Poderoso; mas
pelo meu nome Jeová, não lhes fui conhecido.”
Êxodo 17:15
“Pelo que Moisés edificou um altar, ao qual chamou Jeová-Níssi
‘O Senhor é a Minha Bandeira’”.
14
Gideão:
Juízes 6:24
“Então Gideão edificou ali um altar ao Senhor, e lhe chamou “O
Senhor é Paz”; e ainda até o dia de hoje está o altar em Ofra dos
abiezritas.”
Davi:
Salmo 23:1
“O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.”
15
Comunicáveis:
Transmitidos a suas criaturas.
I Pedro 1:16
“Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.”
Efésios 5:1
“SEDE, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; E andai
em amor...”
16
II Corintios 5:21
“Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para
que nele fôssemos feitos justiça de Deus.”
II Corintios 3:18
“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um
espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em
glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.”
Efésios 5:25-26
“...como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou
por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da
água, pela palavra,”
17
Incomunicáveis:
- Somente Deus os possui.
- Não encontramos analogia no caráter
humano.
- Ex.: Onipresença
- Muitos oram a pessoas que já morreram.
- Satanás não é onipresente.
18
 A trindade criou o mundo para a manifestação da glória de
seu poder, sabedoria e bondade eterna.
Apocalipse 4:11
“Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu
criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.”
Hebreus 11:3
“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram
criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é
aparente.”
19
 Nós podemos ver Deus nas obras criadas;
Salmos 19:1
“OS céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das
suas mãos.”
Romanos 1:20
“Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o
seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se
vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem
inescusáveis;”
 Quando o homem inventa um avião, ele não “cria”, ele apenas
imita (copia da natureza).
20
 A revelação bíblica não é um tratado científico.
 Deus se revelou a Adão como o Criador.
 Deus criou tanto as coisas naturais quanto as
espirituais.
 Deus não teve nenhuma matéria prima inicial para
fazer o universo, Ele criou tudo do nada através da
sua Palavra e da atuação do Espírito Santo.
 Devemos compreender esta revelação pela fé.
21
 Diálogo de Deus com Jó:
Jó. 38: 4
“Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Faze-
mo saber, se tens entendimento.”
Isaías 40:22
“Ele é o que está assentado sobre o círculo (a redondeza) da terra,
cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os
céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;”
Isaías 700 a.C. -> Galileu 1630 d.C. (2330 anos)
22
 Deus possui existência independente de qualquer
outra coisa.
João 1:1-5
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por
intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida,
e a vida era a luz dos homens; a luz resplandece nas trevas, e as trevas
não prevaleceram contra ela.”
Hebreus 1:3
“O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua
pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo
feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra
da majestade nas alturas;”
23
 Consiste em não receber o que os
nossos atos merecem.
Lamentações 3:22
“A misericórdia de Senhor é a causa de não sermos consumidos,
renovam-se a cada manhã”
Graça = Favor Imerecido; presente; receber o que eu
não mereço.
24
Mateus 5:7
“Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão
misericórdia;”
 A misericórdia triunfa no juízo e o juízo será
sem misericórdia para com aqueles que não
tiveram misericórdia.
 Proclamar e contemplar a sua misericórdia
nos faz ter um coração perdoador e
misericordioso.
25
Deuteronômio 4:31
“... porquanto o Senhor teu Deus é Deus misericordioso, e não te
desamparará, nem te destruirá, nem se esquecerá do pacto que
jurou a teus pais.”
Mateus 9:13
“Ide, pois, e aprendei o que significa: [Misericórdia] quero, e não
sacrifícios. Porque eu não vim chamar justos, mas pecadores.”
Efésios 2:4
“Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com
que nos amou,...”
26
Tito 3:5
“Mas quando apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador e o seu
amor para com os homens, 5 não em virtude de obras de justiça
que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos
salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito
Santo, 6 que ele derramou abundantemente sobre nós por Jesus
Cristo, nosso Salvador;”
Tiago 5:11
“Eis que chamamos bem-aventurados os que suportaram aflições.
Ouvistes da paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu,
porque o Senhor é cheio de [misericórdia] e compaixão.”
Ilustração: -> Médicos Mulçumanos
27
 Separação – é o atributo que resume
todos os demais.
Salmo 29:2
“Adorai o Senhor na beleza da sua santidade”
Separado = de todo mal, de todo pecado, de tudo
que é ruim, carnal, das trevas.
“Santo não é aquele que nunca se suja, mas aquele que
sempre se lava.”
28
 Santo é aquele se lava e deixa, abandona o pecado.
 Santidade = separação ≠ isolamento.
 O Senhor vai levar uma igreja santa, sem ruga, sem
mancha, sem mácula e sem defeito.
Mateus 5:8
“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a
Deus;”
Salmos 115:8
“A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos
os que neles confiam.”
29
 Ele habita em plena luz. Nele não há falhas ou
imperfeições.
1 Pedro 1:15,16
“...mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também
santos em todo o vosso procedimento; porquanto está escrito:
Sereis santos, porque eu sou santo.”
Hebreus 12:10
“Pois aqueles por pouco tempo nos corrigiam como bem lhes
parecia, mas este, para nosso proveito, para sermos participantes
da sua [santidade].”
30
Hebreus 12: 14
“Segui a paz com todos, e a [santificação], sem a qual ninguém
verá o Senhor,”
I Tessalonicenses 4:3,4,7
“Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa [santificação]:
que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba
possuir o seu vaso em [santidade] e honra,...Porque Deus não nos
chamou para a imundícia, mas para a [santificação].”
Romanos 6:22
“Mas agora, libertos do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o
vosso fruto para [santificação], e por fim a vida eterna.”
31
 Somente o Senhor tem todo o poder.
Salmo 62:11
“Deus falou uma vez; duas vezes ouvi isto: que o poder pertence a
Deus”
 Não é a oração que é poderosa, não é a pessoa que ora que é
poderosa, oramos a um Deus que é Todo-Poderoso. É Ele
quem ouve e responde.
 Não precisamos temer nada (macumbaria, feitiçaria, etc.)
Romanos 8:31
“...Se Deus é por nós, quem será contra nós?”
32
 Deus se revelou a Abraão como o Deus Todo-
poderoso.
Gênesis 17:1
“Quando Abrão tinha noventa e nove anos, apareceu-lhe o Senhor
e lhe disse: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em minha
presença, e sê perfeito;”
 O Sol é apenas uma das mais de 200 bilhões de estrelas de
nossa galáxia, a Via Láctea. Numa noite de céu aberto e sem
lua podemos contar até 2.500 estrelas a olho nu. É
considerado um corpo celeste de quinta grandeza.
33
 É inerente ao caráter do Senhor, Ele não pode
negar-se a si mesmo. Sua palavra é digna de total
confiança.
Salmo 36:5
“O teu amor alcança os céus e a tua fidelidade até as nuvens (vai
além das nuvens)”
 Fidelidade = característica do que demonstra zelo, respeito
por alguém ou algo; lealdade; constância nos compromissos
assumidos com outrem; observância rigorosa da verdade;
exatidão.
34
II Timóteo 2:11-13
“Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele
viveremos; Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o
negarmos, também ele nos negará; Se formos infiéis, ele
permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.”
 Podemos confiar totalmente nele. As suas palavras não
mudam. As suas promessas são reais. Deus cumpre a sua
palavra.
Tiago 5:12
“....; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que
não caiais em condenação.”
35
I Reis. 8: 56
“Bendito seja o Senhor, que deu repouso ao seu povo Israel,
segundo tudo o que disse; não falhou nem sequer uma de todas as
boas palavras que falou por intermédio de Moisés, seu servo.”
Hebreus 10:23
“...retenhamos inabalável a confissão da nossa esperança, porque
[fiel] é aquele que fez a promessa;”
Hebreus 11: 11
“Pela fé, até a própria Sara recebeu a virtude de conceber um
filho, mesmo fora da idade, porquanto teve por [fiel] aquele que
lho havia prometido.”
36
 O amor de Deus é singular, é a essência do seu
próprio Ser.
1 João 4:8
“Deus é amor”
Jeremias 31:3
“Há muito que o SENHOR me apareceu, dizendo:
Porquanto com amor eterno te amei, por isso com
benignidade te atraí.”
37
 O amor de Deus é singular, é a essência do seu próprio Ser, não
existe parâmetro de comparação.
 Amor de Mãe?
Isaías 49:15
“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que
cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda
que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.”
38
Efésios 3:17-19
“Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de,
estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente
compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o
comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de
Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de
toda a plenitude de Deus.”
João 13:1
“ORA, antes da festa da páscoa, sabendo Jesus que já era chegada
a sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado
os seus, que estavam no mundo, amou-os até o fim.”
Ex.: A história do profeta Oséias e sua esposa Gomer
39
 Todos conhecem João 3:16, mas deveríamos
conhecer também I João 3:16
I João 3:16
“Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós
devemos dar a vida pelos irmãos.”
40
 Favor imerecido de Deus. Se manifesta na eleição do crente,
antes da fundação do mundo.
2 Coríntios 12:9
“A minha graça te basta”
 Usufruímos da sua graça, estamos debaixo da sua
graça.
41
 Deus está presente em toda parte, nada há oculto aos seus
olhos.
 Ele está em toda parte, não se pode fugir de sua presença.
(Ex.: Jonas e Adão no jardim...)
Salmo 139:1
“Senhor, tu me sondas e me conheces. Conheces o meu assentar e o meu
levantar...”
 Deus sabe pois Ele está presente em todo lugar.
 Satanás não é onipresente.
 Devemos ter cuidado com o conceito do panteísmo (Deus é
tudo), muito difundido pela doutrina da “Nova Era”. Um
pintor não pode ser a pintura.
42
 Manso é aquele que abre mão do que não pode
segurar, para segurar o que não pode perder, abre
mão para Deus dos seus próprios direitos.
 = afável; sossegado; dócil; tranquilo; calmo; sereno.
Mateus 11:29
“Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”
Números 12:3
“E era o homem Moisés mui manso, mais do que todos os homens
que havia sobre a terra.”
43
Mateus 5:5
“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a
terra;”
II Timóteo 2:24
“E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim,
ser manso para com todos, apto para ensinar,
sofredor;“
44
 Ausência de lutas e conflitos internos; tranquilidade;
bem estar; saúde.
 Independe das circunstâncias
 Fala de um estado interior.
 Jesus é o Príncipe da Paz
João 14:27
“...eu vos dou a minha paz, não a dou como o mundo dá.”
Ex.: Concurso de pinturas
45
Filipenses 4:7
“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os
vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.”
Romanos 5:1
“TENDO sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por
nosso Senhor Jesus Cristo;”
 Precisamos ser agentes da paz, ministradores da paz, canal
de paz. Precisamos ser pacificadores
Mateus 5:9
“Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados
filhos de Deus;”
46
 Se manifesta nas obras da criação e em sua palavra.
 Seu conhecimento não foi adquirido, como em nosso caso.
 Somente Deus é onisciente.
Salmo 19:1
“Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia as
obras das suas mãos”.
 O inimigo não pode saber em que estamos pensando, mas
pode jogar suas setas de pensamentos.
Ilustração: Cegos apalpando um elefante.
47
 Deus é espírito, infinito, sem fronteiras ou limites em seu Ser
perfeito.
 A eternidade de Deus é sua natureza infinita em relação ao
tempo (a quarta dimensão).
 Não conseguimos imaginar a eternidade.
Apocalipse 1:8
“Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, aquele que é,
que era e que há de vir”.
João 1:1-3
“NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e
sem ele nada do que foi feito se fez.”
48
Tempo = duração relativa das coisas que cria no ser
humano a ideia de presente, passado e futuro;
período contínuo no qual os eventos se sucedem
Gênesis 8:22
“Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e
verão e inverno, e dia e noite, não cessarão.”
 Jesus não passou a existir quando nasceu nessa
terra. Ele é chamado em Isaías de “Pai da
Eternidade”. Jesus é Deus.
49
 Ele é o eterno “Eu Sou” e seu presente é a eternidade.
 Deus se revelou como Deus Eterno à Abraão.
Gênesis. 21:33
“Abraão plantou uma tamargueira em Beer-Seba, e
invocou ali o nome do Senhor, o Deus eterno.”
50
 Deus não conhece qualquer alteração em seu Ser,
perfeições, propósitos e promessas.
Tiago 1:17
“Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto,
descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança
nem sombra de variação.”
51
 Implica na total autoridade e domínio de Cristo, abrangendo
todas as criaturas no céu e na terra.
Soberania = que exerce o poder e a autoridade supremos.
Apocalipse 19:16
“...no manto e em sua coxa está escrito Rei dos reis e Senhor dos
senhores.”
 A soberania nos coloca em nosso próprio lugar.
Ex.: a vida de Jó: “Onde estava você, Jó?”
52
 A verdade é inerente ao caráter de Deus.
 Jesus se apresentou como a verdade, e por Ele podemos
conhecer Deus.
Verdade = Conformidade com o real; exatidão; realidade;
franqueza, sinceridade.
 Nele não há engano.
 Ilustração: Sinceridade  esculturas antigas “Sin Cero”
João 14:6
“Eu sou o caminho, a verdade e a vida”
53
Números 23:19
“Deus não é homem, para que [minta]; nem filho do homem, para que se
arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não
o cumprirá?”
Efésios 4: 25
“Pelo que deixai a mentira, e falai a [verdade] cada um com o seu
próximo, pois somos membros uns dos outros.”
Efésios 6:14
“Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a [verdade], e
vestida a couraça da justiça,”
Tiago 5:12
“Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra,
nem façais qualquer outro juramento; seja, porém, o vosso [sim, sim], e o
vosso não, não, para não cairdes em condenação.”
54
 Ter o estopim longo.
II Pedro 3:9
“O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm
por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que
alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.”
55
 O mais alto padrão de vida se deriva da justiça de Deus.
 A nossa justiça é Cristo.
 A virtude de dar a cada um aquilo que é seu.
 A justiça não aceita meio termo, não aceita meia verdade: a
alma que pecar, esta morrerá.
 A justiça é representada pela balança com o seu fiel: É
equilibro.
Justiça = qualidade do que está em conformidade com o que é
direito; integridade.
Salmo 97:2
“Justiça e juízo são as bases do teu trono”
56
 A justiça meramente humana não são nada para Deus.
Isaías 64:6
“Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças
como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha,
e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam.”
Misericórdia -> Longanimidade -> Justiça
57
Jeremias 23:6
“Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este é o
nome de que será chamado: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA.”
I João 3:10
“Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do Diabo:
quem não pratica a [justiça] não é de Deus, nem o que não ama
a seu irmão.”
Apocalipse 22:11
“Quem é injusto, faça in[justiça] ainda: e quem está sujo, suje-se
ainda; e quem é justo, faça [justiça] ainda; e quem é santo,
santifique-se ainda.”
58
 Tudo o que Deus faz é bom.
 Ele manifesta sua bondade à suas criaturas.
 O ápice de sua bondade pode ser visto na cruz
Salmo 34:8
“Provai e vede que o Senhor é bom”
 Não podemos questionar a bondade de Deus apenas porque
não entendemos tudo o que acontece em nosso redor (Ex.:
Enfermidades, juízo por causa do pecado, etc).
59
 Na presença de Deus há abundância de alegria.
 O ambiente celestial é transbordante de alegria.
Hebreus 1:9
“Porque amaste a justiça e odiaste a iniquidade, o teu Deus te
ungiu com o óleo da alegria” (Salmo 45)
 Nosso Deus é um Deus de alegria, de júbilo.
Ex.: Parábolas: ovelha, dracma perdida e filho pródigo.
60
Provérbios 15:13
“O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o
espírito se abate.”
Provérbios 17:22
“O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido
seca até os ossos.”
Neemias 8:10
“...portanto não vos entristeçais; porque a alegria do SENHOR é a
vossa força.”
Lucas 10:20
“Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos;
alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.”
61
Filipenses 2:5-8
“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve
também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve
por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo,
tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo
obediente até à morte, e morte de cruz.”
 Bondade ≠ Benignidade
 Bondade = Tudo Ele faz perfeito para abençoar
 Benignidade = falar o bem, desejar bem, ministrar o bem
mesmo estando em uma posição inferior; retribuir o mal com o
bem; está relacionada à humildade.
62
Mateus 11:29
“Aprendei de mim que sou manso e humilde de
coração”
 Jesus é o nosso maior exemplo
 Ilustração: O Prisioneiro Chinês
 O milagre da humildade (benignidade) é podermos
passar pelos momentos mais difíceis e amar, e
perdoar, e desejar o bem.
63
 O milagre da humildade (benignidade) é podermos
passar pelos momentos mais difíceis e amar, e perdoar,
e desejar o bem.
Romanos 12:20
“Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se
tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto,
amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça.”
 O Exemplo de Jonas e a destruição de Nínive.
64
 É a manifestação do próprio Deus: seu caráter
perfeito, revelado em seus nomes.
 A glória de Deus se revela no seu caráter. É o
próprio Deus.
 É o conjunto dessas qualidades do caráter de Deus.
Êxodo 33:18-23
“Então ele disse: Rogo-te que me mostres a tua glória.”
“Porém ele disse: Eu farei passar toda a minha bondade por
diante de ti, e proclamarei o nome do SENHOR diante de ti; “
65
Habacuque 2:14
“Porque a terra se encherá do conhecimento da glória
do SENHOR, como as águas cobrem o mar.”
II Corintios 3:18
“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como
um espelho a glória do Senhor, somos transformados
de glória em glória na mesma imagem, como pelo
Espírito do Senhor.”
66
 Deus é digno de toda honra e glória.
 Sua dignidade se deve à perfeição de seu Ser e suas obras.
Apocalipse 5:9
“E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o
livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu
sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e
povo, e nação;”
Dignidade = qualidade moral que infunde respeito;
consciência do próprio valor; honra, autoridade, nobreza
67
 Deus se apresenta como “o bom pastor”.
 É importante verificar como o pastor cuida e defende suas
ovelhas.
João 10:11
“Eu sou o bom pastor, que dá a vida pelas ovelhas”
Salmos 18:1-2
“EU te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha. O SENHOR é o meu
rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a
minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da
minha salvação, e o meu alto refúgio.”
68
Salmos 91:1-16
AQUELE que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente
descansará.
Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele
confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua
verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao
meio-dia.
Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos
os teus caminhos.
69
 A maior revelação do amor de Deus está na morte de Jesus
na cruz.
Atos 4:12
“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum
outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”
Mateus 1:21
“E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu
povo dos seus pecados.”
João 3:16
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito,
para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”
70
 Não são meramente apelidos.
 Revelam o caráter e a glória do Senhor.
 Nos seus significados encontramos todos os seus atributos.
Êxodo 33:18-23
“... e proclamarei o nome do SENHOR diante de ti; “
Isaías 9:6
“Seu nome será Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da
Eternidade, Príncipe da Paz”
71
El = Deus
Elohim = plural de El
Yahveh (Jeová) = Senhor (tetragrama YHVH)
Adhonay = meu Senhor
El Olam = O Deus Eterno
El Elohê = Deus, o Deus de Israel
Yahveh Jiré = O Senhor proverá
Yahveh Nissi = O Senhor é a minha bandeira
Yahveh Shalom = O Senhor é paz
Yahveh Tsidkenu = O Senhor Nossa Justiça
Yahveh Shammah = O Senhor está ali
Yahveh Sabaôt = O Senhor dos Exércitos
Yahveh Elôhe Israel = O Senhor Deus de Israel
Qêdhost Israel = O Santo de Israel
...
72

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Éder Tomé
 
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante VigilânciaLição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Éder Tomé
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
Lição 12 - Perseverando na Fé
Lição 12 - Perseverando na FéLição 12 - Perseverando na Fé
Lição 12 - Perseverando na Fé
Éder Tomé
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
Eraldo Luciano
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Éder Tomé
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
Moisés Sampaio
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 
Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo
Esboço de sermão tecnico, textual e expositivoEsboço de sermão tecnico, textual e expositivo
Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo
Rogerio Sena
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Joanilson França Garcia
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
Marcianno Teofilo
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
Elisa Schenk
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Éder Tomé
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Éder Tomé
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
Almy Alves
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
Junior Cesar Santiago
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
Doutrinas Bíblicas - Harmatiologia
Doutrinas Bíblicas - HarmatiologiaDoutrinas Bíblicas - Harmatiologia
Doutrinas Bíblicas - Harmatiologia
Roberto Trindade
 
Lição 4 - Os Benefícios da Justificação
Lição 4 -  Os Benefícios da JustificaçãoLição 4 -  Os Benefícios da Justificação
Lição 4 - Os Benefícios da Justificação
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 

Mais procurados (20)

Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante VigilânciaLição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
Lição 12 - Perseverando na Fé
Lição 12 - Perseverando na FéLição 12 - Perseverando na Fé
Lição 12 - Perseverando na Fé
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 
Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo
Esboço de sermão tecnico, textual e expositivoEsboço de sermão tecnico, textual e expositivo
Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
Doutrinas Bíblicas - Harmatiologia
Doutrinas Bíblicas - HarmatiologiaDoutrinas Bíblicas - Harmatiologia
Doutrinas Bíblicas - Harmatiologia
 
Lição 4 - Os Benefícios da Justificação
Lição 4 -  Os Benefícios da JustificaçãoLição 4 -  Os Benefícios da Justificação
Lição 4 - Os Benefícios da Justificação
 

Destaque

Os atributos de deus
Os atributos de deusOs atributos de deus
Os atributos de deus
Ednaldo Euclides Naldinho
 
Nomes e atributos de Deus
Nomes e atributos de DeusNomes e atributos de Deus
Nomes e atributos de Deus
Tarcísio Picaglia
 
Atributos da divindade - n.9
Atributos da  divindade - n.9Atributos da  divindade - n.9
Atributos da divindade - n.9
Graça Maciel
 
Atributos de Deus
Atributos de DeusAtributos de Deus
Atributos de Deus
Ana Cristina Freitas
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
ugleybson
 
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de EducaçãoAtributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
Roseli Lemes
 
Que é deus?
Que é deus?Que é deus?
Que é deus?
Leonardo Pereira
 
O deus único e verdadeiro
O deus único e verdadeiroO deus único e verdadeiro
O deus único e verdadeiro
Elissandro Araujo
 
EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?
EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?
EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?
Andre Nascimento
 
A. w. pink os atributos de deus
A. w. pink   os atributos de deusA. w. pink   os atributos de deus
A. w. pink os atributos de deus
Iuri Abreu Saraiva
 
Lição 02 o caráter ético de Deus JUVENIS
Lição 02   o caráter ético de Deus JUVENISLição 02   o caráter ético de Deus JUVENIS
Lição 02 o caráter ético de Deus JUVENIS
Leonardo Batista dos Santos
 
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherO Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
Portal Cristão
 
Atributos de Deus
Atributos de DeusAtributos de Deus
Atributos de Deus
Angelo Baptista
 
Deus na filosofia de descartes
Deus na filosofia de descartesDeus na filosofia de descartes
Deus na filosofia de descartes
Sergio cavalcante silva
 
Deus - a força maior que nos move...
Deus - a força maior que nos move...Deus - a força maior que nos move...
Deus - a força maior que nos move...
edmartino
 
A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Provas da existência de Deus!
Provas da existência de Deus! Provas da existência de Deus!
Provas da existência de Deus!
Leonardo Pereira
 
O que é Deus?
O que é Deus?O que é Deus?
O que é Deus?
grupodepaisceb
 
Curso de teologia_doutrina_de_deus
Curso de teologia_doutrina_de_deusCurso de teologia_doutrina_de_deus
Curso de teologia_doutrina_de_deus
Presbítero Neves Leal
 

Destaque (20)

Os atributos de deus
Os atributos de deusOs atributos de deus
Os atributos de deus
 
Nomes e atributos de Deus
Nomes e atributos de DeusNomes e atributos de Deus
Nomes e atributos de Deus
 
Atributos da divindade - n.9
Atributos da  divindade - n.9Atributos da  divindade - n.9
Atributos da divindade - n.9
 
Atributos de Deus
Atributos de DeusAtributos de Deus
Atributos de Deus
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de EducaçãoAtributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
 
Que é deus?
Que é deus?Que é deus?
Que é deus?
 
O deus único e verdadeiro
O deus único e verdadeiroO deus único e verdadeiro
O deus único e verdadeiro
 
EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?
EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?
EBD Revista Palavra e Vida 2T2015.Aula 1: Deus existe?
 
A. w. pink os atributos de deus
A. w. pink   os atributos de deusA. w. pink   os atributos de deus
A. w. pink os atributos de deus
 
Lição 02 o caráter ético de Deus JUVENIS
Lição 02   o caráter ético de Deus JUVENISLição 02   o caráter ético de Deus JUVENIS
Lição 02 o caráter ético de Deus JUVENIS
 
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherO Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
 
Atributos de Deus
Atributos de DeusAtributos de Deus
Atributos de Deus
 
Deus na filosofia de descartes
Deus na filosofia de descartesDeus na filosofia de descartes
Deus na filosofia de descartes
 
Deus - a força maior que nos move...
Deus - a força maior que nos move...Deus - a força maior que nos move...
Deus - a força maior que nos move...
 
A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus
 
Provas da existência de Deus!
Provas da existência de Deus! Provas da existência de Deus!
Provas da existência de Deus!
 
O que é Deus?
O que é Deus?O que é Deus?
O que é Deus?
 
Curso de teologia_doutrina_de_deus
Curso de teologia_doutrina_de_deusCurso de teologia_doutrina_de_deus
Curso de teologia_doutrina_de_deus
 

Semelhante a 3 os atributos de deus e a adoração

3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
Tiago Silva
 
Assembléia de catequese 2013
Assembléia de catequese 2013Assembléia de catequese 2013
Assembléia de catequese 2013
Liana Plentz
 
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Gerson G. Ramos
 
A QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORARA QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORAR
ASD Remanescentes
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1
pohlos
 
A quem devemos_adorar
A quem devemos_adorarA quem devemos_adorar
A quem devemos_adorar
Ivanildo Ramos
 
DOUTRINA DA GRAÇA
DOUTRINA DA GRAÇADOUTRINA DA GRAÇA
DOUTRINA DA GRAÇA
ibpd
 
Apologética (Aula 1): Bases da Fé Cristã
Apologética (Aula 1): Bases da Fé CristãApologética (Aula 1): Bases da Fé Cristã
Apologética (Aula 1): Bases da Fé Cristã
Gustavo Zimmermann
 
Oração: a força do reavivamento resumo 232013
Oração: a força do reavivamento resumo 232013Oração: a força do reavivamento resumo 232013
Oração: a força do reavivamento resumo 232013
Gerson G. Ramos
 
A divindade luz_biblia
A divindade luz_bibliaA divindade luz_biblia
A divindade luz_biblia
Luciano Armando
 
A divindade luz_biblia
A divindade luz_bibliaA divindade luz_biblia
A divindade luz_biblia
Jose Moraes
 
Apostasia
ApostasiaApostasia
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentos
Eduardo Sousa Gomes
 
Fundamentos da Fé - Espírito de Profecia
Fundamentos da Fé - Espírito de ProfeciaFundamentos da Fé - Espírito de Profecia
Fundamentos da Fé - Espírito de Profecia
Projeto Preparar um Povo
 
Nos Lugares Celestiais(LUC) - MM
Nos Lugares Celestiais(LUC) - MMNos Lugares Celestiais(LUC) - MM
Nos Lugares Celestiais(LUC) - MM
Gérson Fagundes da Cunha
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Gerson G. Ramos
 
Dom de profecia
Dom de profeciaDom de profecia
Dom de profecia
Pastor Robson Colaço
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Gerson G. Ramos
 
A Divindade à Luz da Bíblia
A Divindade à Luz da BíbliaA Divindade à Luz da Bíblia
A Divindade à Luz da Bíblia
Sérgio Ventura
 
O altar do holocausto
O altar do holocaustoO altar do holocausto
O altar do holocausto
Vilma Longuini
 

Semelhante a 3 os atributos de deus e a adoração (20)

3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
 
Assembléia de catequese 2013
Assembléia de catequese 2013Assembléia de catequese 2013
Assembléia de catequese 2013
 
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
 
A QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORARA QUEM DEVEMOS ADORAR
A QUEM DEVEMOS ADORAR
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1
 
A quem devemos_adorar
A quem devemos_adorarA quem devemos_adorar
A quem devemos_adorar
 
DOUTRINA DA GRAÇA
DOUTRINA DA GRAÇADOUTRINA DA GRAÇA
DOUTRINA DA GRAÇA
 
Apologética (Aula 1): Bases da Fé Cristã
Apologética (Aula 1): Bases da Fé CristãApologética (Aula 1): Bases da Fé Cristã
Apologética (Aula 1): Bases da Fé Cristã
 
Oração: a força do reavivamento resumo 232013
Oração: a força do reavivamento resumo 232013Oração: a força do reavivamento resumo 232013
Oração: a força do reavivamento resumo 232013
 
A divindade luz_biblia
A divindade luz_bibliaA divindade luz_biblia
A divindade luz_biblia
 
A divindade luz_biblia
A divindade luz_bibliaA divindade luz_biblia
A divindade luz_biblia
 
Apostasia
ApostasiaApostasia
Apostasia
 
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentos
 
Fundamentos da Fé - Espírito de Profecia
Fundamentos da Fé - Espírito de ProfeciaFundamentos da Fé - Espírito de Profecia
Fundamentos da Fé - Espírito de Profecia
 
Nos Lugares Celestiais(LUC) - MM
Nos Lugares Celestiais(LUC) - MMNos Lugares Celestiais(LUC) - MM
Nos Lugares Celestiais(LUC) - MM
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
 
Dom de profecia
Dom de profeciaDom de profecia
Dom de profecia
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Lição_original com t...
 
A Divindade à Luz da Bíblia
A Divindade à Luz da BíbliaA Divindade à Luz da Bíblia
A Divindade à Luz da Bíblia
 
O altar do holocausto
O altar do holocaustoO altar do holocausto
O altar do holocausto
 

Último

15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 

Último (14)

15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 

3 os atributos de deus e a adoração

  • 2. Não podemos confundir: Cantar x Louvar x Adorar 2
  • 3.  Adorar é prestar culto a Deus.  Adorar é prestar serviço ao Senhor.  Queremos adorá-lo como Ele é. 3
  • 4. Tudo começa com o nosso AMOR por Deus. A adoração é a expressão do nosso amor pelo Senhor. 4
  • 5. (1) Declaração (2) Serviço (3) Oferta (4) Comunhão 5
  • 6. Declarar = tornar público, oralmente ou por escrito; anunciar(-se), revelar(-se), manifestar(-se) Salmos 18:1-2 “EU te amo, ó SENHOR, fortaleza minha. O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.” Ilustração de Declaração: 3 situações distintas 6
  • 7. Servir = dar de si algo em forma de trabalho; algo que se faz para alguém de graça. Deuteronômio 11:13 “E será que, se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos que hoje vos ordeno, de amar ao SENHOR vosso Deus, e de o servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma,...” João 21:16 “Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.” 7
  • 8. Lucas 16:13 “Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” Apocalipse 2:19 “Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras.” 8
  • 9. Ofertar = Dar de presente I Pedro 2:5 “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” Gênesis 22:2,5 “E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi..... e havendo adorado, tornaremos a vós.” 9
  • 10. Mateus 26:7 “Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.” 10
  • 11. Comunhão = realizar algo em comum; sintonia de sentimentos, de modo de pensar, agir ou sentir; identificação; dar atenção (tempo); dar valor. I João 1:3 “O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.” 11
  • 12.  Deus por ser uma pessoa, é um agente moral que possui caráter. Para o adorarmos devemos conhecê-lo. Chamamos a essas qualidades do caráter de Deus de “atributos”. 12
  • 13.  Deus se revelou ao homem na sua história: Abraão: Gênesis 17:1 “Quando Abrão tinha noventa e nove anos, apareceu-lhe o Senhor e lhe disse: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em minha presença, e sê perfeito;” Gênesis 22:14 Pelo que chamou Abraão àquele lugar Jeová-Jiré (”O Senhor Proverá”); donde se diz até o dia de hoje: No monte do Senhor se proverá. 13
  • 14. Moisés: Êxodo 6:2,3 “Falou mais Deus a Moisés, e disse-lhe: Eu sou Jeová. 3 Apareci a Abraão, a Isaque e a Jacó, como o Deus Todo-Poderoso; mas pelo meu nome Jeová, não lhes fui conhecido.” Êxodo 17:15 “Pelo que Moisés edificou um altar, ao qual chamou Jeová-Níssi ‘O Senhor é a Minha Bandeira’”. 14
  • 15. Gideão: Juízes 6:24 “Então Gideão edificou ali um altar ao Senhor, e lhe chamou “O Senhor é Paz”; e ainda até o dia de hoje está o altar em Ofra dos abiezritas.” Davi: Salmo 23:1 “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.” 15
  • 16. Comunicáveis: Transmitidos a suas criaturas. I Pedro 1:16 “Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” Efésios 5:1 “SEDE, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; E andai em amor...” 16
  • 17. II Corintios 5:21 “Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.” II Corintios 3:18 “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” Efésios 5:25-26 “...como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,” 17
  • 18. Incomunicáveis: - Somente Deus os possui. - Não encontramos analogia no caráter humano. - Ex.: Onipresença - Muitos oram a pessoas que já morreram. - Satanás não é onipresente. 18
  • 19.  A trindade criou o mundo para a manifestação da glória de seu poder, sabedoria e bondade eterna. Apocalipse 4:11 “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” Hebreus 11:3 “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” 19
  • 20.  Nós podemos ver Deus nas obras criadas; Salmos 19:1 “OS céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.” Romanos 1:20 “Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;”  Quando o homem inventa um avião, ele não “cria”, ele apenas imita (copia da natureza). 20
  • 21.  A revelação bíblica não é um tratado científico.  Deus se revelou a Adão como o Criador.  Deus criou tanto as coisas naturais quanto as espirituais.  Deus não teve nenhuma matéria prima inicial para fazer o universo, Ele criou tudo do nada através da sua Palavra e da atuação do Espírito Santo.  Devemos compreender esta revelação pela fé. 21
  • 22.  Diálogo de Deus com Jó: Jó. 38: 4 “Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Faze- mo saber, se tens entendimento.” Isaías 40:22 “Ele é o que está assentado sobre o círculo (a redondeza) da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;” Isaías 700 a.C. -> Galileu 1630 d.C. (2330 anos) 22
  • 23.  Deus possui existência independente de qualquer outra coisa. João 1:1-5 “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens; a luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.” Hebreus 1:3 “O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas;” 23
  • 24.  Consiste em não receber o que os nossos atos merecem. Lamentações 3:22 “A misericórdia de Senhor é a causa de não sermos consumidos, renovam-se a cada manhã” Graça = Favor Imerecido; presente; receber o que eu não mereço. 24
  • 25. Mateus 5:7 “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;”  A misericórdia triunfa no juízo e o juízo será sem misericórdia para com aqueles que não tiveram misericórdia.  Proclamar e contemplar a sua misericórdia nos faz ter um coração perdoador e misericordioso. 25
  • 26. Deuteronômio 4:31 “... porquanto o Senhor teu Deus é Deus misericordioso, e não te desamparará, nem te destruirá, nem se esquecerá do pacto que jurou a teus pais.” Mateus 9:13 “Ide, pois, e aprendei o que significa: [Misericórdia] quero, e não sacrifícios. Porque eu não vim chamar justos, mas pecadores.” Efésios 2:4 “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,...” 26
  • 27. Tito 3:5 “Mas quando apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador e o seu amor para com os homens, 5 não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo, 6 que ele derramou abundantemente sobre nós por Jesus Cristo, nosso Salvador;” Tiago 5:11 “Eis que chamamos bem-aventurados os que suportaram aflições. Ouvistes da paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu, porque o Senhor é cheio de [misericórdia] e compaixão.” Ilustração: -> Médicos Mulçumanos 27
  • 28.  Separação – é o atributo que resume todos os demais. Salmo 29:2 “Adorai o Senhor na beleza da sua santidade” Separado = de todo mal, de todo pecado, de tudo que é ruim, carnal, das trevas. “Santo não é aquele que nunca se suja, mas aquele que sempre se lava.” 28
  • 29.  Santo é aquele se lava e deixa, abandona o pecado.  Santidade = separação ≠ isolamento.  O Senhor vai levar uma igreja santa, sem ruga, sem mancha, sem mácula e sem defeito. Mateus 5:8 “Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;” Salmos 115:8 “A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.” 29
  • 30.  Ele habita em plena luz. Nele não há falhas ou imperfeições. 1 Pedro 1:15,16 “...mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento; porquanto está escrito: Sereis santos, porque eu sou santo.” Hebreus 12:10 “Pois aqueles por pouco tempo nos corrigiam como bem lhes parecia, mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua [santidade].” 30
  • 31. Hebreus 12: 14 “Segui a paz com todos, e a [santificação], sem a qual ninguém verá o Senhor,” I Tessalonicenses 4:3,4,7 “Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa [santificação]: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em [santidade] e honra,...Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a [santificação].” Romanos 6:22 “Mas agora, libertos do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para [santificação], e por fim a vida eterna.” 31
  • 32.  Somente o Senhor tem todo o poder. Salmo 62:11 “Deus falou uma vez; duas vezes ouvi isto: que o poder pertence a Deus”  Não é a oração que é poderosa, não é a pessoa que ora que é poderosa, oramos a um Deus que é Todo-Poderoso. É Ele quem ouve e responde.  Não precisamos temer nada (macumbaria, feitiçaria, etc.) Romanos 8:31 “...Se Deus é por nós, quem será contra nós?” 32
  • 33.  Deus se revelou a Abraão como o Deus Todo- poderoso. Gênesis 17:1 “Quando Abrão tinha noventa e nove anos, apareceu-lhe o Senhor e lhe disse: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em minha presença, e sê perfeito;”  O Sol é apenas uma das mais de 200 bilhões de estrelas de nossa galáxia, a Via Láctea. Numa noite de céu aberto e sem lua podemos contar até 2.500 estrelas a olho nu. É considerado um corpo celeste de quinta grandeza. 33
  • 34.  É inerente ao caráter do Senhor, Ele não pode negar-se a si mesmo. Sua palavra é digna de total confiança. Salmo 36:5 “O teu amor alcança os céus e a tua fidelidade até as nuvens (vai além das nuvens)”  Fidelidade = característica do que demonstra zelo, respeito por alguém ou algo; lealdade; constância nos compromissos assumidos com outrem; observância rigorosa da verdade; exatidão. 34
  • 35. II Timóteo 2:11-13 “Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.”  Podemos confiar totalmente nele. As suas palavras não mudam. As suas promessas são reais. Deus cumpre a sua palavra. Tiago 5:12 “....; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação.” 35
  • 36. I Reis. 8: 56 “Bendito seja o Senhor, que deu repouso ao seu povo Israel, segundo tudo o que disse; não falhou nem sequer uma de todas as boas palavras que falou por intermédio de Moisés, seu servo.” Hebreus 10:23 “...retenhamos inabalável a confissão da nossa esperança, porque [fiel] é aquele que fez a promessa;” Hebreus 11: 11 “Pela fé, até a própria Sara recebeu a virtude de conceber um filho, mesmo fora da idade, porquanto teve por [fiel] aquele que lho havia prometido.” 36
  • 37.  O amor de Deus é singular, é a essência do seu próprio Ser. 1 João 4:8 “Deus é amor” Jeremias 31:3 “Há muito que o SENHOR me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí.” 37
  • 38.  O amor de Deus é singular, é a essência do seu próprio Ser, não existe parâmetro de comparação.  Amor de Mãe? Isaías 49:15 “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.” 38
  • 39. Efésios 3:17-19 “Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” João 13:1 “ORA, antes da festa da páscoa, sabendo Jesus que já era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado os seus, que estavam no mundo, amou-os até o fim.” Ex.: A história do profeta Oséias e sua esposa Gomer 39
  • 40.  Todos conhecem João 3:16, mas deveríamos conhecer também I João 3:16 I João 3:16 “Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos.” 40
  • 41.  Favor imerecido de Deus. Se manifesta na eleição do crente, antes da fundação do mundo. 2 Coríntios 12:9 “A minha graça te basta”  Usufruímos da sua graça, estamos debaixo da sua graça. 41
  • 42.  Deus está presente em toda parte, nada há oculto aos seus olhos.  Ele está em toda parte, não se pode fugir de sua presença. (Ex.: Jonas e Adão no jardim...) Salmo 139:1 “Senhor, tu me sondas e me conheces. Conheces o meu assentar e o meu levantar...”  Deus sabe pois Ele está presente em todo lugar.  Satanás não é onipresente.  Devemos ter cuidado com o conceito do panteísmo (Deus é tudo), muito difundido pela doutrina da “Nova Era”. Um pintor não pode ser a pintura. 42
  • 43.  Manso é aquele que abre mão do que não pode segurar, para segurar o que não pode perder, abre mão para Deus dos seus próprios direitos.  = afável; sossegado; dócil; tranquilo; calmo; sereno. Mateus 11:29 “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração” Números 12:3 “E era o homem Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra.” 43
  • 44. Mateus 5:5 “Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;” II Timóteo 2:24 “E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor;“ 44
  • 45.  Ausência de lutas e conflitos internos; tranquilidade; bem estar; saúde.  Independe das circunstâncias  Fala de um estado interior.  Jesus é o Príncipe da Paz João 14:27 “...eu vos dou a minha paz, não a dou como o mundo dá.” Ex.: Concurso de pinturas 45
  • 46. Filipenses 4:7 “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.” Romanos 5:1 “TENDO sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;”  Precisamos ser agentes da paz, ministradores da paz, canal de paz. Precisamos ser pacificadores Mateus 5:9 “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;” 46
  • 47.  Se manifesta nas obras da criação e em sua palavra.  Seu conhecimento não foi adquirido, como em nosso caso.  Somente Deus é onisciente. Salmo 19:1 “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das suas mãos”.  O inimigo não pode saber em que estamos pensando, mas pode jogar suas setas de pensamentos. Ilustração: Cegos apalpando um elefante. 47
  • 48.  Deus é espírito, infinito, sem fronteiras ou limites em seu Ser perfeito.  A eternidade de Deus é sua natureza infinita em relação ao tempo (a quarta dimensão).  Não conseguimos imaginar a eternidade. Apocalipse 1:8 “Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, aquele que é, que era e que há de vir”. João 1:1-3 “NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” 48
  • 49. Tempo = duração relativa das coisas que cria no ser humano a ideia de presente, passado e futuro; período contínuo no qual os eventos se sucedem Gênesis 8:22 “Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão.”  Jesus não passou a existir quando nasceu nessa terra. Ele é chamado em Isaías de “Pai da Eternidade”. Jesus é Deus. 49
  • 50.  Ele é o eterno “Eu Sou” e seu presente é a eternidade.  Deus se revelou como Deus Eterno à Abraão. Gênesis. 21:33 “Abraão plantou uma tamargueira em Beer-Seba, e invocou ali o nome do Senhor, o Deus eterno.” 50
  • 51.  Deus não conhece qualquer alteração em seu Ser, perfeições, propósitos e promessas. Tiago 1:17 “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.” 51
  • 52.  Implica na total autoridade e domínio de Cristo, abrangendo todas as criaturas no céu e na terra. Soberania = que exerce o poder e a autoridade supremos. Apocalipse 19:16 “...no manto e em sua coxa está escrito Rei dos reis e Senhor dos senhores.”  A soberania nos coloca em nosso próprio lugar. Ex.: a vida de Jó: “Onde estava você, Jó?” 52
  • 53.  A verdade é inerente ao caráter de Deus.  Jesus se apresentou como a verdade, e por Ele podemos conhecer Deus. Verdade = Conformidade com o real; exatidão; realidade; franqueza, sinceridade.  Nele não há engano.  Ilustração: Sinceridade  esculturas antigas “Sin Cero” João 14:6 “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” 53
  • 54. Números 23:19 “Deus não é homem, para que [minta]; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?” Efésios 4: 25 “Pelo que deixai a mentira, e falai a [verdade] cada um com o seu próximo, pois somos membros uns dos outros.” Efésios 6:14 “Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a [verdade], e vestida a couraça da justiça,” Tiago 5:12 “Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; seja, porém, o vosso [sim, sim], e o vosso não, não, para não cairdes em condenação.” 54
  • 55.  Ter o estopim longo. II Pedro 3:9 “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” 55
  • 56.  O mais alto padrão de vida se deriva da justiça de Deus.  A nossa justiça é Cristo.  A virtude de dar a cada um aquilo que é seu.  A justiça não aceita meio termo, não aceita meia verdade: a alma que pecar, esta morrerá.  A justiça é representada pela balança com o seu fiel: É equilibro. Justiça = qualidade do que está em conformidade com o que é direito; integridade. Salmo 97:2 “Justiça e juízo são as bases do teu trono” 56
  • 57.  A justiça meramente humana não são nada para Deus. Isaías 64:6 “Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam.” Misericórdia -> Longanimidade -> Justiça 57
  • 58. Jeremias 23:6 “Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este é o nome de que será chamado: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA.” I João 3:10 “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do Diabo: quem não pratica a [justiça] não é de Deus, nem o que não ama a seu irmão.” Apocalipse 22:11 “Quem é injusto, faça in[justiça] ainda: e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça [justiça] ainda; e quem é santo, santifique-se ainda.” 58
  • 59.  Tudo o que Deus faz é bom.  Ele manifesta sua bondade à suas criaturas.  O ápice de sua bondade pode ser visto na cruz Salmo 34:8 “Provai e vede que o Senhor é bom”  Não podemos questionar a bondade de Deus apenas porque não entendemos tudo o que acontece em nosso redor (Ex.: Enfermidades, juízo por causa do pecado, etc). 59
  • 60.  Na presença de Deus há abundância de alegria.  O ambiente celestial é transbordante de alegria. Hebreus 1:9 “Porque amaste a justiça e odiaste a iniquidade, o teu Deus te ungiu com o óleo da alegria” (Salmo 45)  Nosso Deus é um Deus de alegria, de júbilo. Ex.: Parábolas: ovelha, dracma perdida e filho pródigo. 60
  • 61. Provérbios 15:13 “O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate.” Provérbios 17:22 “O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos.” Neemias 8:10 “...portanto não vos entristeçais; porque a alegria do SENHOR é a vossa força.” Lucas 10:20 “Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.” 61
  • 62. Filipenses 2:5-8 “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.”  Bondade ≠ Benignidade  Bondade = Tudo Ele faz perfeito para abençoar  Benignidade = falar o bem, desejar bem, ministrar o bem mesmo estando em uma posição inferior; retribuir o mal com o bem; está relacionada à humildade. 62
  • 63. Mateus 11:29 “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”  Jesus é o nosso maior exemplo  Ilustração: O Prisioneiro Chinês  O milagre da humildade (benignidade) é podermos passar pelos momentos mais difíceis e amar, e perdoar, e desejar o bem. 63
  • 64.  O milagre da humildade (benignidade) é podermos passar pelos momentos mais difíceis e amar, e perdoar, e desejar o bem. Romanos 12:20 “Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça.”  O Exemplo de Jonas e a destruição de Nínive. 64
  • 65.  É a manifestação do próprio Deus: seu caráter perfeito, revelado em seus nomes.  A glória de Deus se revela no seu caráter. É o próprio Deus.  É o conjunto dessas qualidades do caráter de Deus. Êxodo 33:18-23 “Então ele disse: Rogo-te que me mostres a tua glória.” “Porém ele disse: Eu farei passar toda a minha bondade por diante de ti, e proclamarei o nome do SENHOR diante de ti; “ 65
  • 66. Habacuque 2:14 “Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” II Corintios 3:18 “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” 66
  • 67.  Deus é digno de toda honra e glória.  Sua dignidade se deve à perfeição de seu Ser e suas obras. Apocalipse 5:9 “E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação;” Dignidade = qualidade moral que infunde respeito; consciência do próprio valor; honra, autoridade, nobreza 67
  • 68.  Deus se apresenta como “o bom pastor”.  É importante verificar como o pastor cuida e defende suas ovelhas. João 10:11 “Eu sou o bom pastor, que dá a vida pelas ovelhas” Salmos 18:1-2 “EU te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha. O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.” 68
  • 69. Salmos 91:1-16 AQUELE que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei. Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel. Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia, Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia. Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação. Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. 69
  • 70.  A maior revelação do amor de Deus está na morte de Jesus na cruz. Atos 4:12 “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” Mateus 1:21 “E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” João 3:16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” 70
  • 71.  Não são meramente apelidos.  Revelam o caráter e a glória do Senhor.  Nos seus significados encontramos todos os seus atributos. Êxodo 33:18-23 “... e proclamarei o nome do SENHOR diante de ti; “ Isaías 9:6 “Seu nome será Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” 71
  • 72. El = Deus Elohim = plural de El Yahveh (Jeová) = Senhor (tetragrama YHVH) Adhonay = meu Senhor El Olam = O Deus Eterno El Elohê = Deus, o Deus de Israel Yahveh Jiré = O Senhor proverá Yahveh Nissi = O Senhor é a minha bandeira Yahveh Shalom = O Senhor é paz Yahveh Tsidkenu = O Senhor Nossa Justiça Yahveh Shammah = O Senhor está ali Yahveh Sabaôt = O Senhor dos Exércitos Yahveh Elôhe Israel = O Senhor Deus de Israel Qêdhost Israel = O Santo de Israel ... 72