SlideShare uma empresa Scribd logo
QUEM É DEUS?
lição 2
Enfoque Bíblico
“Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor:
como a alva, será a sua saída; e ele a nós virá como
chuva, como chuva serôdia que rega a terra”
Oseias 6. 3
Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de
homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
Romanos 1:22-23
COGNOSCIBILIDADE DE DEUS
Para Lutero Deus é um Deus Absconditus (oculto) e Deus
Revelatus (revelado), de forma que podemos conhecer a Deus
através de sua revelação, porém não plenamente. Por sua
natureza infinita torna impossível para uma mente finita
como a nossa o conhecimento pleno de Deus.
1) O nosso conhecimento de Deus é limitado.
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; 1 Coríntios 13:9
Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Romanos 11:34
2) O nosso conhecimento de Deus é progressivo
Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; Oséias 6:3ª
Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo,
purificai os corações.Tiago 4:8
3) O nosso conhecimento de Deus depende da Revelação
Como me foi este mistério manifestado pela revelação, como antes um pouco vos escrevi; Efésios 3:3
As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e
a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29:29
UM DEUS QUE SE REVELA
E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a
glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.
João 1:14Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai,
esse o revelou. João 1:18
JESUS
NATUREZA
Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra
das suas mãos. Salmos 19:1
Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto
o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e
claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles
fiquem inescusáveis; Romanos 1:20
A PALAVRA DE DEUS
Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a
vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5:39
OS ATRIBUTOS DE DEUS
INCOMUNICÁVEIS COMUNICÁVEIS
Os atributos incomunicáveis, estão
relacionados a Deus como um Ser
Absoluto.
Os atributos comunicáveis, estão
relacionados a Deus como um Ser
Pessoal e portanto Relacional, ou seja,
capaz de se relacionar com suas criaturas.
ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS
AUTO EXISTÊNCIA
Porque, como o Pai tem a vida
em si mesmo, assim deu também
ao Filho ter a vida em si mesmo;
João 5:26
ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS
IMUTABILIDADE
Porque eu, o Senhor, não mudo;
por isso vós, ó filhos de Jacó, não
sois consumidos.
Malaquias 3:6
ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS
INFINIDADE
Sede vós pois perfeitos, como é
perfeito o vosso Pai que está nos
céus.
Mateus 5:48
PERFEIÇÃO ABSOLUTA
ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS
INFINIDADE
Antes que os montes nascessem,
ou que tu formasses a terra e o
mundo, mesmo de eternidade a
eternidade, tu és Deus.
Salmos 90:2
ETERNIDADE
ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS
INFINIDADE
Mas, na verdade, habitaria Deus
na terra? Eis que os céus, e até o
céu dos céus, não te poderiam
conter, quanto menos esta casa
que eu tenho edificado.
1 Reis 8:27
IMENSIDADE
ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS
ESPIRITUALIDADE
Deus é Espírito, e importa que os
que o adoram o adorem em espírito
e em verdade.
João 4:24
ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS
INTELECTUALIDADE
Ó profundidade das riquezas,
tanto da sabedoria, como da
ciência de Deus! Quão
insondáveis são os seus juízos,
e quão inescrutáveis os seus
caminhos!
Romanos 11:33
SABEDORIA
ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS
MORALIDADE
O Senhor é bom para todos, e as
suas misericórdias são sobre todas
as suas obras.
Salmos 145:9
BONDADE
fons omnium bonorum
ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS
MORALIDADE
Ó Senhor, quem é como tu entre
os deuses? Quem é como tu
glorificado em santidade,
admirável em louvores,
realizando maravilhas?
Êxodo 15:11
SANTIDADE
ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS
MORALIDADE
Ah! Senhor Deus de Israel, justo
és, pois ficamos qual um
remanescente que escapou,
como hoje se vê; eis que
estamos diante de ti, na nossa
culpa, porque ninguém há que
possa estar na tua presença, por
causa disto.
Esdras 9:15
JUSTIÇA
ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS
SOBERANIA
Mas o nosso Deus está nos céus; ele
faz tudo o que lhe apraz.
Salmos 115:3
PODER
Em cada época volta a se apresentar a
tarefa de, por um lado, preservar a identidade
da fé cristã em Deus, e por outro, mostrar sua
relevância para o viver humano.. Nessa tarefa
de anunciar Deus, muitos, por falta de
conhecimento ortodoxo sobre a Doutrina de
Deus e até por desvio proposital da fé tem
anunciado um Deus diferente das escrituras
erigindo um ídolo que tem sido adorado no
lugar do Deus verdadeiro, sendo manipulado
por homens gananciosos e amantes de si
mesmos como nos alertou as escrituras.
Ante esses fatos, justifica-se o esforço,
dos nossos irmãos da CPAD em editar lições
como essa, que combatem a heterodoxia
crescente no período hodierno.
Dc.Carlos Alexandre R. Dorte

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
Pr Neto
 
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03   a ceia do senhor - santidade para o siteAula 03   a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
pbmarcelo
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
Moisés Sampaio
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
Tito - Introdução
Tito - IntroduçãoTito - Introdução
Tito - Introdução
Daniel Junior
 
6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus
Moisés Sampaio
 
Lição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioLição 14 - O Milenio
Lição 14 - O Milenio
Sergio Silva
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
RODRIGO FERREIRA
 
Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
Respirando Deus
 
AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO !
AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO ! AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO !
AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO !
Marcos Nascimento
 
24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
EPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDROEPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDRO
Cesar Oliveira
 
Curso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosCurso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para Presbíteros
Sergio Silva
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Joanilson França Garcia
 
Os 05 Dons Ministeriais
Os 05 Dons MinisteriaisOs 05 Dons Ministeriais
Os 05 Dons Ministeriais
Márcio Pereira
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Éder Tomé
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
Márcio Martins
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
RODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

Regeneração
RegeneraçãoRegeneração
Regeneração
 
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03   a ceia do senhor - santidade para o siteAula 03   a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Tito - Introdução
Tito - IntroduçãoTito - Introdução
Tito - Introdução
 
6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus
 
Lição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioLição 14 - O Milenio
Lição 14 - O Milenio
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
 
AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO !
AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO ! AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO !
AI DE MIM É O GRITO PROFÉTICO DE ISAIAS PARA ESSA GERAÇÃO !
 
24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos
 
EPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDROEPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDRO
 
Curso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para PresbíterosCurso de Capacitação para Presbíteros
Curso de Capacitação para Presbíteros
 
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristãLição 6 – frutos da maturidade cristã
Lição 6 – frutos da maturidade cristã
 
Os 05 Dons Ministeriais
Os 05 Dons MinisteriaisOs 05 Dons Ministeriais
Os 05 Dons Ministeriais
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
 

Destaque

Jesus Cristo Salvador universal
Jesus Cristo Salvador universalJesus Cristo Salvador universal
Jesus Cristo Salvador universal
Adriano Lazarini
 
LIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAEL
LIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAELLIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAEL
LIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAEL
Natalino das Neves Neves
 
Geead 2011 07 20: Deus: Atributos da Divindade
Geead 2011 07 20: Deus: Atributos da DivindadeGeead 2011 07 20: Deus: Atributos da Divindade
Geead 2011 07 20: Deus: Atributos da Divindade
Geead Abu Dhabi
 
sobra a existencia de Deus
sobra a existencia de Deussobra a existencia de Deus
sobra a existencia de Deus
Léo Almeida
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Andrew Guimarães
 
Cristologia básica(apresentação)
Cristologia básica(apresentação)Cristologia básica(apresentação)
Cristologia básica(apresentação)
Nome Sobrenome
 
Curso de liturgia
Curso de liturgiaCurso de liturgia
Curso de liturgia
mbsilva1971
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
faculdadeteologica
 

Destaque (8)

Jesus Cristo Salvador universal
Jesus Cristo Salvador universalJesus Cristo Salvador universal
Jesus Cristo Salvador universal
 
LIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAEL
LIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAELLIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAEL
LIÇÃO 2 - UM LIBERTADOR PARA ISRAEL
 
Geead 2011 07 20: Deus: Atributos da Divindade
Geead 2011 07 20: Deus: Atributos da DivindadeGeead 2011 07 20: Deus: Atributos da Divindade
Geead 2011 07 20: Deus: Atributos da Divindade
 
sobra a existencia de Deus
sobra a existencia de Deussobra a existencia de Deus
sobra a existencia de Deus
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
 
Cristologia básica(apresentação)
Cristologia básica(apresentação)Cristologia básica(apresentação)
Cristologia básica(apresentação)
 
Curso de liturgia
Curso de liturgiaCurso de liturgia
Curso de liturgia
 
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo TestamentoDisciplina de Teologia do Novo Testamento
Disciplina de Teologia do Novo Testamento
 

Semelhante a Quem é Deus

Estudo deus pdf
Estudo   deus pdfEstudo   deus pdf
Estudo deus pdf
megui_sc
 
O caráter de Deus
O caráter de DeusO caráter de Deus
O caráter de Deus
Quenia Damata
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Erberson Pinheiro
 
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
antonio ferreira
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Éder Tomé
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
ugleybson
 
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bjOs Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
bigbang519
 
A. w. pink os atributos de deus
A. w. pink   os atributos de deusA. w. pink   os atributos de deus
A. w. pink os atributos de deus
Rayane Leão Rayane
 
A. w. pink os atributos de Deus
A. w. pink   os atributos de DeusA. w. pink   os atributos de Deus
A. w. pink os atributos de Deus
Débora Cruz Rocha Farias
 
O santuário celestial_Lição_original com textos_142013
O santuário celestial_Lição_original com textos_142013O santuário celestial_Lição_original com textos_142013
O santuário celestial_Lição_original com textos_142013
Gerson G. Ramos
 
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
Lição 6   a soberania e a autoridade de deusLição 6   a soberania e a autoridade de deus
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
prvladimir
 
Dom de profecia
Dom de profeciaDom de profecia
Dom de profecia
Pastor Robson Colaço
 
Ebd oração 02
Ebd oração 02Ebd oração 02
Ebd oração 02
Dagmar Wendt
 
Deus (teontologia)
Deus (teontologia)Deus (teontologia)
Deus (teontologia)
Rovanildo Vieira Soares
 
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITAEbd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Frederico Fonseca
 
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdfETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
AlexDoAprisco1
 
EBJ - Encontro 27/05/2012
EBJ - Encontro 27/05/2012EBJ - Encontro 27/05/2012
EBJ - Encontro 27/05/2012
EBJ IPBCP
 
Deus e deuses 2
Deus e deuses 2Deus e deuses 2
Deus e deuses 2
prweber
 
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
Vilmar Nascimento
 
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
boasnovassena
 

Semelhante a Quem é Deus (20)

Estudo deus pdf
Estudo   deus pdfEstudo   deus pdf
Estudo deus pdf
 
O caráter de Deus
O caráter de DeusO caráter de Deus
O caráter de Deus
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
 
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
2273714 pr-junior-os-atributos-de-deus-e-outros-artigos
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bjOs Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
 
A. w. pink os atributos de deus
A. w. pink   os atributos de deusA. w. pink   os atributos de deus
A. w. pink os atributos de deus
 
A. w. pink os atributos de Deus
A. w. pink   os atributos de DeusA. w. pink   os atributos de Deus
A. w. pink os atributos de Deus
 
O santuário celestial_Lição_original com textos_142013
O santuário celestial_Lição_original com textos_142013O santuário celestial_Lição_original com textos_142013
O santuário celestial_Lição_original com textos_142013
 
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
Lição 6   a soberania e a autoridade de deusLição 6   a soberania e a autoridade de deus
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
 
Dom de profecia
Dom de profeciaDom de profecia
Dom de profecia
 
Ebd oração 02
Ebd oração 02Ebd oração 02
Ebd oração 02
 
Deus (teontologia)
Deus (teontologia)Deus (teontologia)
Deus (teontologia)
 
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITAEbd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
 
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdfETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
ETA LEADERSHIP MÓDULO 1 AULA 02.pptx.pdf
 
EBJ - Encontro 27/05/2012
EBJ - Encontro 27/05/2012EBJ - Encontro 27/05/2012
EBJ - Encontro 27/05/2012
 
Deus e deuses 2
Deus e deuses 2Deus e deuses 2
Deus e deuses 2
 
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
 
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta2016 3 tri lição 7   a chamada e purificação do profeta
2016 3 tri lição 7 a chamada e purificação do profeta
 

Mais de Carlos Alexandre Ribeiro Dorte

1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Genética
GenéticaGenética
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMACorreção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Subsídio da lição 5 adultos
Subsídio da lição 5 adultosSubsídio da lição 5 adultos
Subsídio da lição 5 adultos
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Subsídio da lição 3 juvenis
Subsídio da lição 3 juvenisSubsídio da lição 3 juvenis
Subsídio da lição 3 juvenis
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Noite astronômica
Noite astronômicaNoite astronômica
Noite astronômica
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Eclesiastes
EclesiastesEclesiastes
Cantares
CantaresCantares
Provérbios
ProvérbiosProvérbios
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médioAula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Introdução a teologia aula 4
Introdução a teologia aula 4Introdução a teologia aula 4
Introdução a teologia aula 4
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Introdução a teologia aula 3
Introdução a teologia aula 3Introdução a teologia aula 3
Introdução a teologia aula 3
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Introdução a teologia aula 2
Introdução a teologia aula 2Introdução a teologia aula 2
Introdução a teologia aula 2
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Introdução a teologia aula 1
Introdução a teologia aula 1Introdução a teologia aula 1
Introdução a teologia aula 1
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
História e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominicalHistória e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominical
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 

Mais de Carlos Alexandre Ribeiro Dorte (20)

1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
1° trimestre 2018 lição 8 pr. carlos alexandre
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
4° trimestre 2017 lição 12 pr. carlos alexandre
 
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMACorreção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
Correção de exercícios (Répteis) 7° ano APOEMA
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
 
Subsídio da lição 5 adultos
Subsídio da lição 5 adultosSubsídio da lição 5 adultos
Subsídio da lição 5 adultos
 
Subsídio da lição 3 juvenis
Subsídio da lição 3 juvenisSubsídio da lição 3 juvenis
Subsídio da lição 3 juvenis
 
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
Lição 1 juvenis 3° trimestre 2017
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Noite astronômica
Noite astronômicaNoite astronômica
Noite astronômica
 
Eclesiastes
EclesiastesEclesiastes
Eclesiastes
 
Cantares
CantaresCantares
Cantares
 
Provérbios
ProvérbiosProvérbios
Provérbios
 
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médioAula de características gerais dos seres vivos ensino médio
Aula de características gerais dos seres vivos ensino médio
 
Introdução a teologia aula 4
Introdução a teologia aula 4Introdução a teologia aula 4
Introdução a teologia aula 4
 
Introdução a teologia aula 3
Introdução a teologia aula 3Introdução a teologia aula 3
Introdução a teologia aula 3
 
Introdução a teologia aula 2
Introdução a teologia aula 2Introdução a teologia aula 2
Introdução a teologia aula 2
 
Introdução a teologia aula 1
Introdução a teologia aula 1Introdução a teologia aula 1
Introdução a teologia aula 1
 
História e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominicalHistória e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominical
 

Último

Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 

Último (10)

Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 

Quem é Deus

  • 1. QUEM É DEUS? lição 2 Enfoque Bíblico “Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor: como a alva, será a sua saída; e ele a nós virá como chuva, como chuva serôdia que rega a terra” Oseias 6. 3
  • 2. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Romanos 1:22-23
  • 3. COGNOSCIBILIDADE DE DEUS Para Lutero Deus é um Deus Absconditus (oculto) e Deus Revelatus (revelado), de forma que podemos conhecer a Deus através de sua revelação, porém não plenamente. Por sua natureza infinita torna impossível para uma mente finita como a nossa o conhecimento pleno de Deus. 1) O nosso conhecimento de Deus é limitado. Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; 1 Coríntios 13:9 Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Romanos 11:34 2) O nosso conhecimento de Deus é progressivo Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; Oséias 6:3ª Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.Tiago 4:8 3) O nosso conhecimento de Deus depende da Revelação Como me foi este mistério manifestado pela revelação, como antes um pouco vos escrevi; Efésios 3:3 As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29:29
  • 4. UM DEUS QUE SE REVELA E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. João 1:14Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou. João 1:18 JESUS NATUREZA Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Salmos 19:1 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1:20 A PALAVRA DE DEUS Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5:39
  • 5. OS ATRIBUTOS DE DEUS INCOMUNICÁVEIS COMUNICÁVEIS Os atributos incomunicáveis, estão relacionados a Deus como um Ser Absoluto. Os atributos comunicáveis, estão relacionados a Deus como um Ser Pessoal e portanto Relacional, ou seja, capaz de se relacionar com suas criaturas.
  • 6. ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS AUTO EXISTÊNCIA Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo; João 5:26
  • 7. ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS IMUTABILIDADE Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos. Malaquias 3:6
  • 8. ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS INFINIDADE Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus. Mateus 5:48 PERFEIÇÃO ABSOLUTA
  • 9. ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS INFINIDADE Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus. Salmos 90:2 ETERNIDADE
  • 10. ATRIBUTOS INCOMUNICÁVEIS INFINIDADE Mas, na verdade, habitaria Deus na terra? Eis que os céus, e até o céu dos céus, não te poderiam conter, quanto menos esta casa que eu tenho edificado. 1 Reis 8:27 IMENSIDADE
  • 11. ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS ESPIRITUALIDADE Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. João 4:24
  • 12. ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS INTELECTUALIDADE Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Romanos 11:33 SABEDORIA
  • 13. ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS MORALIDADE O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras. Salmos 145:9 BONDADE fons omnium bonorum
  • 14. ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS MORALIDADE Ó Senhor, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu glorificado em santidade, admirável em louvores, realizando maravilhas? Êxodo 15:11 SANTIDADE
  • 15. ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS MORALIDADE Ah! Senhor Deus de Israel, justo és, pois ficamos qual um remanescente que escapou, como hoje se vê; eis que estamos diante de ti, na nossa culpa, porque ninguém há que possa estar na tua presença, por causa disto. Esdras 9:15 JUSTIÇA
  • 16. ATRIBUTOS COMUNICÁVEIS SOBERANIA Mas o nosso Deus está nos céus; ele faz tudo o que lhe apraz. Salmos 115:3 PODER
  • 17. Em cada época volta a se apresentar a tarefa de, por um lado, preservar a identidade da fé cristã em Deus, e por outro, mostrar sua relevância para o viver humano.. Nessa tarefa de anunciar Deus, muitos, por falta de conhecimento ortodoxo sobre a Doutrina de Deus e até por desvio proposital da fé tem anunciado um Deus diferente das escrituras erigindo um ídolo que tem sido adorado no lugar do Deus verdadeiro, sendo manipulado por homens gananciosos e amantes de si mesmos como nos alertou as escrituras. Ante esses fatos, justifica-se o esforço, dos nossos irmãos da CPAD em editar lições como essa, que combatem a heterodoxia crescente no período hodierno.