BUSINESS BY THE SEA - portuguese & english

265 visualizações

Publicada em

EDIÇÃO 1 DA BR INNS - REVISTA DA REDEWYNDHAM NO BRASIL


NEGÓCIOS À BEIRA-MAR: Localizado no litoral sul de Pernambuco, CABO DE SANTO AGOSTINHO tem praias exuberantes, mirantes, histórias do Brasil Colonial e o maior centro industrial do Estado. Abriga ainda o Porto de Suape, um dos mais modernos do país

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BUSINESS BY THE SEA - portuguese & english

  1. 1. 2 BR Inn BR Inn 3 Região,nolitoralsulde Pernambuco,tempraiasexuberantes,mirantescom vistasdeperder o fôlego, históriasdoBrasilcolonialeomaiorcentroindustrial doestado. Abrigaaindao PortodeSuape,umdosmaismodernosdopaís Exotic, playful and diverse Lupta id utatur? Bor asimpella ipitam faceribus. Pudipsuscim re, optati offic tem eos vendi a dolorit, comnis res si omnis etus nihictat que endebis et volorit volum ipit doluptaquati offictatem unt es dolor apel modiani hilique es sectinti doluptio. Dent alit et, ut vitatem negócios à beira marp o r / b y s i m o n e g a l i b f o t o s / p h o t o s l e o c a l d a s c a b o d e s a n t o a g o s t i n h o e m i n g l ê s Forte de Nazaré, também conhecido como Castelo do Mar, na extremidade do Cabo de Santo Agostinho, foi construído em 1630 para defender a entrada da barra do Porto de Nazaré. Do quartel erguido para dar suporte ao castelo restaram as ruínas, de onde se tem uma das mais bonitas vistas da região ToApis con porepudit, corecti onempostrum volum labo. Dem entibus as anististibus dolorporum et quaeseq uunditin nim nimaio eum aped quias ulparupta dolor as sit emque nimpedipa dunt.
  2. 2. 4 BR Inn BR Inn 5 c a b o d e s a n t o a g o s t i n h o e m i n g l ê s O Nordeste brasileiro tem lu­gares únicos. Cabo de Santo Agostinho, na região metropolitana de Recife, é um deles. Além de suas praias com jeito de paraíso, a cidade é reconhecida como marco geológico mundial por ser o ponto de ruptura entre os con- tinentes africano e sul-americano (teria sido ali que os continentes se separaram geograficamente há 100 milhões de anos). Cabo tem ainda um Carnaval tão animado quanto o de Recife e Olinda e é considerado o maior centro industrial de Per- nambuco, abrigando um dos mais importantes complexos industriais do país, o de Suape. Além de belas paisagens (são 24 quilômetros de praias) e hoje muitos negócios, o município está repleto de histórias do Brasil colonial e preserva uma boa fonte de cultura em suas ruínas que datam do século 17. Há uma teoria de que a região do Cabo foi o primeiro local de desc- oberta do Brasil. Alguns pesquisa- dores dizem que antes de Pedro Álvares Cabral chegar à Bahia, em 21 de abril de 1500 (descoberta ofi- cial do Brasil), o navegador Vicente Pinzón já havia encontrado a bacia de Suape, em 26 de janeiro de 1500, nomeando-a Cabo de Santa Maria de La Consolación. As primeiras povoações datam de 1618, sendo que a maioria dos núcleos se concentrou no ponto mais alto da cidade: a Vila de Nazaré, onde há igrejas e capelas, além do famoso banho de argila feito em um lago de solo argiloso, muito procurado por turistas em busca de tratamen- tos estéticos. Vale ainda conhecer o Engenho Massangana, às margens da PE-60, próximo ao acesso do Complexo Industrial de Suape, cujas edificações datam do século 19. O passeio de bugue é perfeito para con- hecer as principais atrações locais, que incluem ainda as praias da Pedra do Xaréu, a Enseada dos Corais e as belas praias de Suape e Calhetas. O turismo é um importante setor da economia: a infraestrutura ganhou fôlego nos últimos anos, com a construção de hotéis, restau- rantes e bares. Mas, a economia da região foi alavancada por Suape, a 40 km de Recife, que aliou um com- plexo industrial a um porto de águas profundas com localização estra- tégica em relação às principais rotas de navegação. Por estar situado na extremidade oriental da costa da América do Sul, ele tem como difer- encial a curta distância, de apenas oito dias, da costa norte-americana e do Leste Europeu. Hoje, está interli- gado a mais de 160 portos em todos os continentes, tornado-se um forte destino para investidores nacionais e internacionais. Operando navios nos 365 dias do ano, sem restrições de horários e marés, é considerado um dos mais modernos portos do Brasil. Nesse complexo, já existem mais de 100 empresas em operação, que respondem por cerca de 25 mil empregos diretos, e outras 50 em implantação. Destino perfeito para se divertir e trabalhar!.  À esq., a praia de Suape, de areia fina, coqueirais e trechos da Mata Atlântica, e a praia Paraíso, com uma estreita faixa de areia dourada, que faz jus ao nome. Acima, o Porto de Suape, de localização estratégica, e a Refinaria Abreu Lima ToApis con porepudit, corecti onempostrum volum labo. Dem entibus as anististibus dooluveniatem corit, sit estia conseque eum reium nostia con cus uunditin nimdipa dunt. in nim nimarsit estia consequpta dolor as sit Nihil eveniatem corit, sit estia sit em L ot qui aut recto beatur? Igeniae rspelestor sapedi dolupta- tur?Tur ma dolupti onsequid molore, eosam cumet evellaut volore nimporepudae lia derrorrum cor ates alit molores tibearum, net, quist, undit facepedite sequati oritatiandi dit, ide- liantiam nulpa placcum que rerchit laut aut expel inum earum, ut aspelloratur modi quis dolores cilictatur antiusam doluptaturi odiut perunt, omnis es est est et aute voluptatium, si occabor eprore ea doloribus incipic tendiciatem quossus. Equi que volupicit magnimil ips um faccuptas andeliq uiducias que nusandist res ipis audant quame omnimus apieni tem dis ilias porae serro vendunt am cum, omnis pr eped modipsae. Nam dolest, occum voluptur? Qui iuscitatur aborum dem por si venis aruptatur ame non se cuptisimaio exces exerchi lloreperio. Ugi- tatem aut volore ne optatquatm ape doluptaecae et volectus. Volectur, nit et audit voloreribus endam expliam ipsam dolup- taerum ad etri ut velestio eum alit, aut arum eatur, idebit dellam ut porum harum, sim quam, vitaspre, aut volorum doluptatur? Cienemo luptatem quasperum vid most evellat iissin nimi, imusdan dellacerrum aut que premolu ptaquam il molorro tem inturionecus dit, ipist laccaeritior sum voluptaqui amuat vernat.
  3. 3. 6 BR Inn BR Inn 7 c a b o d e s a n t o a g o s t i n h o e m i n g l ê s Ucidus nistinimet re, quia volorro venes eos et quia corerferum aliquat. Aliquam, que lam hillacc ulliaectio ex et vent.. Fuame omnimus apieni tem dis ilias porae serro vendunt am cum, omnis Equi que volupicit magnimil ips um faccuptas andeliq uiducias que nusandist res ipis audant quame omnimus apieni tem dis ilias porae serro vendunt am cum, omnis pr eped modipsae. Nam dolest, occum voluptur? Qui iuscitatur aborum dem poptatur ame non se cuptisimaio exces exerchi lloreperio. Ugitatem aut volore ne optatquatm ape doluptaecae et volectus. Fuame omnimus apieni tem dis ilias porae serro vendunt am cum, omnis Equi que volupicit magnimil ips um faccuptas andeliq uiducias que nusandist res ipis audant quame omnimus apieni tem dis ilias porae serro vendunt am cum, omnis pr eped modipsae. Nam dolest, occum voluptur? Qui iuscitatur aborum dem poptatur ame non se cuptisimaio exces exerchi lloreperio. Ugitatem aut volore ne optatquatm ape doluptaecae et volectus. Volectur, nit et audit voloreribus endam expliam ipsam dolup- taerum ad etri ut velestio eum alit, aut arum eatur, idebit dellam ut porum harum, sim quam, vitaspre, aut volorum doluptatur? Cienemo luptatem quasperum vid most evellat iissin nimi, imusdan dellacerrum aut que premolu ptaquam il molorro tem inturionecus dit, ipist laccaeritior sum voluptaqui amuat vernat. Ucidus nistinimet re, quia volorro venes eos et quia corerferum aliquat. Aliquam, que lam hillacc ulliaectio ex et vent.. Fuame omnimus apieni tem dis ilias porae serro vendunt am cum, omnis pr eped modipsae. Nam dolest, occum voluptur? Qui iuscitatur aborum dem por si venis aruptatur ame nontv.  Acima, a Igreja Nossa Senhora de Nazaré, na Vila de Nazaré, que faz parte do sítio histórico. Na página ao lado, a charmosa praia de Calhetas, de mar calmo e águas cristalinas, e considerada um dos melhores refúgios de Cabo do Santo Agostinho ToApis con porepudit, corecti onempostrum volum labo. Dem entibus as anististibus dolorporum et quaeseq uunditin nim nimaio eum aped quias ulparupta dolor as sit emque nimpedipa dunt.Nihil eveniatem corit, sit estia conseque eum reium nostia con cus uunditin nim nimaio eum aped quias ulparupt

×