Rebelião do anticristo
15
• Texto básico: 2 Tessalonicenses 2.1-12
• Versículo-chave: Apocalipse 13.6
“E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, par...
• “1 Irmãos, no que diz respeito à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião
com ele, nós vos exortamos
• 2 a q...
• 7 Com efeito, o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja
afastado aquele que agora o detém;
• 8 então,...
• Ao sair Jesus do templo, disse-lhe um de seus discípulos: Mestre! Que pedras, que
construções!
• 2 Mas Jesus lhe disse: ...
• 8 Porque se levantará nação contra nação, e reino, contra reino. Haverá terremotos em
vários lugares e também fomes. Est...
Alvo da lição
Saber conhecer os dois acontecimentos que
antecederão o Dia do Senhor;
Sentir reconhecer o perigo da apostas...
Introdução
Introdução
I – Haverá uma época de grande
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3
“O Espírito Santo nos diz claramente que nos
últimos tempos...
I – Haverá uma época de grande
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3
1. O pecado de Acã – Js 7.11-26
“Vocês poderão viver junto ...
I – Haverá uma época de grande
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3
2. Acaz: rei rebelde – 2 Cr 28.22-25
“O rei pegou os vasos ...
I – Haverá uma época de grande
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3
3. Apostasia – Ez 28.13-15; Jd 6
“A apostasia é um perigo c...
I – Haverá uma época de grande
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3
4. Advertência contra a apostasia
“O Novo Testamento contém...
I – Haverá uma época de grande
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3
5. Retorno a fé cristã
“A possibilidade de retorno a fé cri...
II – Manifestar-se-á o homem da
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10
“A vinda de Cristo será antecedida pela
manifestação do...
II – Manifestar-se-á o homem da
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10
“Paulo não diz quem é esse homem da iniquidade,
homem d...
II – Manifestar-se-á o homem da
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10
1. Desejo de opor-se a Deus (2 Ts 2.4)
“O homem da iniq...
II – Manifestar-se-á o homem da
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10
2. Ambição sobre-humana (2 Ts 4)
“O homem da iniquidade...
II – Manifestar-se-á o homem da
rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10
3. Poder demoníaco (2 Ts 9)
“O homem da iniquidade é um...
III – O detentor do homem do pecado
2 Ts 2.6-7
Algumas opiniões sobre quem está detendo o
homem do pecado – homem da iniqu...
III – O detentor do homem do pecado
2 Ts 2.6-7
3. Outra opinião completamente diferente é que a força
detentora é o própri...
III – O detentor do homem do pecado
2 Ts 2.6-7
Sendo assim, podemos concluir que a força detentora é
de dimensões sobrenat...
III – O detentor do homem do pecado
2 Ts 2.6-7
Se for assim, não é muito difícil pensar nesta
figura “afastando-se” median...
Conclusão
Paulo termina descrevendo o caráter das pessoas que
estão no caminho do pecado e da destruição:
1. São pessoas q...
Conclusão
Paulo termina descrevendo o caráter das pessoas que
estão no caminho do pecado e da destruição:
4. São pessoas q...
Conclusão
“O pecado consiste em deleitar-se com aquilo que é
errado, e os que persistem no pecado descobrem que
tornam-se ...
QUEM ESTÁ NO CAMINHO DA DESTRUIÇÃO?
Quem aceita o poder enganoso do
homem da iniquidade.
Não se deixe iludir pelo poder do...
Lição 15   rebelião do anticristo
Lição 15   rebelião do anticristo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lição 15 rebelião do anticristo

207 visualizações

Publicada em

Rebelião do Anticristo

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição 15 rebelião do anticristo

  1. 1. Rebelião do anticristo 15
  2. 2. • Texto básico: 2 Tessalonicenses 2.1-12 • Versículo-chave: Apocalipse 13.6 “E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu.” 15
  3. 3. • “1 Irmãos, no que diz respeito à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, nós vos exortamos • 2 a que não vos demovais da vossa mente, com facilidade, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como se procedesse de nós, supondo tenha chegado o Dia do Senhor. • 3 Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniqüidade, o filho da perdição, • 4 o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus. • 5 Não vos recordais de que, ainda convosco, eu costumava dizer-vos estas coisas? • 6 E, agora, sabeis o que o detém, para que ele seja revelado somente em ocasião própria.
  4. 4. • 7 Com efeito, o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém; • 8 então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda. • 9 Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, • 10 e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. • 11 É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, • 12 a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.” 2 Tessalonicenses 2.1-12
  5. 5. • Ao sair Jesus do templo, disse-lhe um de seus discípulos: Mestre! Que pedras, que construções! • 2 Mas Jesus lhe disse: Vês estas grandes construções? Não ficará pedra sobre pedra, que não seja derribada. • 3 No monte das Oliveiras, defronte do templo, achava-se Jesus assentado, quando Pedro, Tiago, João e André lhe perguntaram em particular: • 4 Dize-nos quando sucederão estas coisas, e que sinal haverá quando todas elas estiverem para cumprir-se. • 5 Então, Jesus passou a dizer-lhes: Vede que ninguém vos engane. • 6 Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu; e enganarão a muitos. • 7 Quando, porém, ouvirdes falar de guerras e rumores de guerras, não vos assusteis; é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim.
  6. 6. • 8 Porque se levantará nação contra nação, e reino, contra reino. Haverá terremotos em vários lugares e também fomes. Estas coisas são o princípio das dores. • 9 Estai vós de sobreaviso, porque vos entregarão aos tribunais e às sinagogas; sereis açoitados, e vos farão comparecer à presença de governadores e reis, por minha causa, para lhes servir de testemunho. • 10 Mas é necessário que primeiro o evangelho seja pregado a todas as nações. • 11 Quando, pois, vos levarem e vos entregarem, não vos preocupeis com o que haveis de dizer, mas o que vos for concedido naquela hora, isso falai; porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo. • 12 Um irmão entregará à morte outro irmão, e o pai, ao filho; filhos haverá que se levantarão contra os progenitores e os matarão. • 13 Sereis odiados de todos por causa do meu nome; aquele, porém, que perseverar até ao fim, esse será salvo. Marcos 13.1.13
  7. 7. Alvo da lição Saber conhecer os dois acontecimentos que antecederão o Dia do Senhor; Sentir reconhecer o perigo da apostasia e cuidar para jamais se rebelar contra Deus; Agir não se deixar enganar ou iludir pelo homem da iniquidade, por seus sinais, prodígios e mentiras. 15
  8. 8. Introdução
  9. 9. Introdução
  10. 10. I – Haverá uma época de grande rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3 “O Espírito Santo nos diz claramente que nos últimos tempos alguns na igreja apostatarão da fé, e serão discípulos e seguidores de demônios.” (1 Tm 4.1)
  11. 11. I – Haverá uma época de grande rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3 1. O pecado de Acã – Js 7.11-26 “Vocês poderão viver junto conosco e nós daremos parte de nossas terras a vocês. Mas nada de rebelião contra o Senhor, para trazer desgraça sobre nós, construindo outro altar! Só um é o altar do Senhor nosso Deus! Não esqueçam a terrível experiência que tivemos com Acã, filho de Zera! Quando Acã pecou contra o Senhor, não foi só ele que sofreu castigo. A nação inteira foi castigada!” Js 22.19-20 BV
  12. 12. I – Haverá uma época de grande rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3 2. Acaz: rei rebelde – 2 Cr 28.22-25 “O rei pegou os vasos de ouro do templo e quebrou todos eles em pedaços. Trancou a porta do templo, de modo que ninguém podia adorar ali, e fez altares para os deuses falsos em cada canto de Jerusalém.” 2 Cr 28.24 BV
  13. 13. I – Haverá uma época de grande rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3 3. Apostasia – Ez 28.13-15; Jd 6 “A apostasia é um perigo contínuo para a igreja, uma vez que ela é originalmente instigada por Satanás – o anjo apóstata.”
  14. 14. I – Haverá uma época de grande rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3 4. Advertência contra a apostasia “O Novo Testamento contém repetidas advertências contra a apostasia ou rebelião contra Deus ” 1 Tm 4.1-3; 2 Ts 2.3-5; 2 Pe 2.1-2
  15. 15. I – Haverá uma época de grande rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3 5. Retorno a fé cristã “A possibilidade de retorno a fé cristã após a apostasia é mínima, pois o crente que se revolta contra Deus tem poucas chances de arrependimento.” 2 Ts 2.10-12; Hb 6.4-6; 10.26,27
  16. 16. II – Manifestar-se-á o homem da rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10 “A vinda de Cristo será antecedida pela manifestação do “homem da iniquidade” ou “homem do pecado”. Deus lhes enviará “a operação do erro, para darem crédito à mentira” (2 Ts 2.11)
  17. 17. II – Manifestar-se-á o homem da rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10 “Paulo não diz quem é esse homem da iniquidade, homem do pecado ou filho do inferno, diz apenas ser um homem. No entanto, podemos destacar algumas características desse ser perverso”.
  18. 18. II – Manifestar-se-á o homem da rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10 1. Desejo de opor-se a Deus (2 Ts 2.4) “O homem da iniquidade é um ser humano possuído por um desejo desenfreado de oposição contra Deus”. Paulo diz: “O qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto”. 2 Ts 2.4
  19. 19. II – Manifestar-se-á o homem da rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10 2. Ambição sobre-humana (2 Ts 4) “O homem da iniquidade é um ser humano possuído por uma ambição sobre-humana”. “a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus”. 2 Ts 2.4
  20. 20. II – Manifestar-se-á o homem da rebelião contra Deus - 2 Ts 2.3-10 3. Poder demoníaco (2 Ts 9) “O homem da iniquidade é um ser humano possuído por um poder demoníaco”. “Por meio do poder satânico, o iníquo pode também operar sinais e prodígios, só que por meio da mentira.” Ap 13.13
  21. 21. III – O detentor do homem do pecado 2 Ts 2.6-7 Algumas opiniões sobre quem está detendo o homem do pecado – homem da iniquidade. Howard Marshall destaca algumas possibilidade: 1. Uma antiga interpretação pensava ser o império romano através do imperador. 2. Outros pensaram ser o estado judaico como o poder detentor do homem da iniquidade.
  22. 22. III – O detentor do homem do pecado 2 Ts 2.6-7 3. Outra opinião completamente diferente é que a força detentora é o próprio Deus; é Ele quem adia a revelação final em toda a sua plenitude. 4. Uma opinião correlata é que o fator que o detém é a proclamação do evangelho. Mt 24.14 5. Há ainda a opinião de que a força capaz de deter o homem do pecado não pode ser outra senão o Espírito Santo. 2 Ts 2.13
  23. 23. III – O detentor do homem do pecado 2 Ts 2.6-7 Sendo assim, podemos concluir que a força detentora é de dimensões sobrenaturais, e deve ser considerada divina na sua origem. A opinião que vê a pregação do evangelho a todas as nações (Mc 13.10) como sendo o fator que leva Deus a refrear o irrompimento final do mal é atraente... Parece até que Paulo tivesse em mente alguma figura angelical que estava conservando o mal sob restrição durante o período da pregação.
  24. 24. III – O detentor do homem do pecado 2 Ts 2.6-7 Se for assim, não é muito difícil pensar nesta figura “afastando-se” mediante a ordem de Deus, no tempo determinado. (Howard Marshall, p. 234).
  25. 25. Conclusão Paulo termina descrevendo o caráter das pessoas que estão no caminho do pecado e da destruição: 1. São pessoas que aceitaram o poder enganoso do homem da iniquidade. 2 Ts 2.10 2. São pessoas que rejeitaram deliberadamente o amor da verdade para serem salvas. 2 Ts 2.10 3. São pessoas que, induzidas ao erro, preferiram a mentira à verdade. 2 Ts 2.11
  26. 26. Conclusão Paulo termina descrevendo o caráter das pessoas que estão no caminho do pecado e da destruição: 4. São pessoas que, em vez de dar crédito à verdade, se deleitaram com a injustiça. 2 Ts 2.12
  27. 27. Conclusão “O pecado consiste em deleitar-se com aquilo que é errado, e os que persistem no pecado descobrem que tornam-se incapazes de fazer qualquer outra coisa... A escravidão ao pecado é a penalidade divinamente imposta que finalmente leva à condenação”. Howard Marshall, p.240
  28. 28. QUEM ESTÁ NO CAMINHO DA DESTRUIÇÃO? Quem aceita o poder enganoso do homem da iniquidade. Não se deixe iludir pelo poder do homem da iniquidade. Quem rejeita deliberadamente o amor da verdade. Nunca deixe de amar a verdade. Quem prefere a mentira à verdade. Não se deixe enganar por “doces mentiras”. Quem se deleita com a injustiça. Jamais sinta prazer pelo que é errado.

×